Blog do Eliomar

Categorias para Economia

Dificuldade econômica é passageira, assegura Dilma

A presidente Dilma Rousseff disse, em entrevista ao Programa do Jô, exibida na madrugada deste sábado (13), que a situação econômica do país é momentânea e será superada. Dilma admitiu ficar agoniada com o aumento de preços de produtos como alimentos, mas avaliou que o cenário é passageiro. “Nós iremos fazer o possível e o impossível para o Brasil voltar a ter uma inflação estável, dentro do centro da meta. O processo tem um tempo; estamos esperando que melhore no final do ano”, afirmou.

Segundo ela, além do ajuste fiscal, o governo trabalha para manter os programas sociais e para aumentar investimentos em infraestrutura. Ela destacou o Programa de Investimento em Logística, lançado essa semana com investimentos de R$ 198 bilhões em rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. E garantiu que está cumprindo suas promessas de campanha ao associar os investimentos à distribuição de renda e melhorias sociais.

Dilma Rousseff explicou que o governo fez tudo para manter o país em crescimento. Apesar das projeções otimistas, ela disse que não pode jurar que as coisas serão revertidas ainda em 2015, em função de fatores que não podem ser controlados. Além da duração maior da crise mundial e a valorização internacional do dólar, ela citou a seca no Nordeste e em regiões que não sofriam com estiagem.

“Acontece que a seca produz duas coisas, primeiro aumenta o preço dos alimentos e aumenta a tarifa de energia. Não é uma questão que se pode prometer ou não, porque ninguém controla a seca. Eu não controlo a seca. O que vai ter é um pico de preços, tanto de alimentos quanto de energia”, disse.

Para Dilma, as apostas de melhorias se baseiam na estrutura forte do país e para “avaliações de mercado, que apontam para queda da inflação nos próximos meses”. Ao responder sobre a dificuldade dos brasileiros que não conseguem comprar casa própria, a presidenta explicou que os beneficiários do Minha Casa, Minha Vida não foram afetados pelas altas de juros.

(Agência Brasil)

Comissão que analisa reajuste do salário mínimo se reúne na terça-feira

A comissão mista destinada a analisar a Medida Provisória (MP) 672/15, que estabelece as regras para reajuste do salário mínimo entre 2016 e 2019, se reúne na terça-feira (16) para continuar a discussão do relatório do senador João Alberto Souza (PMDB-MA).

Em seu relatório, apresentado na última quarta-feira (10), João Alberto manteve na íntegra o texto da MP. Todas as 114 emendas apresentadas por deputados e senadores foram rejeitadas. Após acordo entre os partidos, o presidente da comissão, Zé Geraldo (PT-PA), concedeu vista coletiva, o que levou ao adiamento da votação.

João Alberto explicou que decidiu preservar a sistemática de reajuste usada nos últimos anos para evitar pressionar os gastos da Previdência Social.

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários, como o abono salarial, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e as aposentarias e pensões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). De acordo com o governo, a cada R$ 1 de aumento no salário mínimo, os gastos previdenciários e assistenciais sobem R$ 293,6 milhões.

Das 114 emendas sugeridas por parlamentares, 33 pedem que o mesmo reajuste do mínimo seja concedido a todos os benefícios previdenciários pagos pelo INSS, inclusive aqueles acima do valor do mínimo. Outras 17 propõem alterar a regra de correção para conceder aumentos superiores ao piso salarial nacional.

A MP estabelece que o reajuste anual será baseado na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no ano anterior, acrescido da taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) apurada dois anos antes.

(Agência Senado)

9º Empreender é palco de convênio que garantirá as micro e pequenas em licitações da Prefeitura

foto robinson de castro

A Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE) assinaram convênio de cooperação técnica com o Sebrae, nesta sexta-feira, durante o 9º Empreender, promoção do Grupo de Comunicação O POVO e Fundação Demócrito Rocha.. O ato ocorreu no Palácio da Microempresa.

Pela nova Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (nº10.350/2015), recentemente aprovada pela Câmara Municipal, licitações de compras públicas até R$ 80 mil devem ser direcionadas à micro e pequenas empresas. Esse convênio vai procurar viabilizar a implantação dessa legislação,

“Fortaleza tem uma economia informal muito grande e criar incentivos é a melhor forma de induzir à formalização. Essa lei abre um espaço interessante para a participação das micro e pequenas empresas”, disse o secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, Philipe Nottingham.

Segundo Robinson de Castro e Silva, titular da Secretária de Desenvolvimento Econômico de Fortaleza, com esse acordo “o Município se coloca como um cliente do micro e pequeno empreendedor. Isso quer dizer que todos os processos licitatórios da prefeitura vão prioriza-los no fornecimento de bens e serviços. Este convênio, assinado com o Sebrae, prepara o ambiente da prefeitura para os editais, levantamentos de bem e serviços e, automaticamente, possibilita acesso e conhecimento daqueles que podem nos fornecer esses serviços, qualificando-os, para que possam ser ofertados produtos em boas condições de qualidade e tempo” explicou.

Operação Lava Jato – MP pede condenação da cúpula da Mendes Júnior

“Os procuradores que integram a força-tarefa da Operação Lava Jato apresentaram ao juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, pedido de condenação dos principais executivos da construtora Mendes Junior por crimes como corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e uso de documento falso. A denúncia apresentada pelo Ministério Público descreve a atuação criminosa de dirigentes da empreiteira, uma das participantes do chamado Clube do Bilhão, na fraude de contratos e aditivos nas obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), das refinarias de Paulínia (Replan), Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (PR), e Gabriel Passos (Regap), entre Betim e Ibirité (MG), e dos terminais aquaviários Barra do Riacho, de Ilha Comprida e Ilha Redonda.

Para o Ministério Público, os executivos da Mendes Junior, incluindo o vice-presidente Sergio Cunha Mendes, o diretor de Óleo e Gás Rogério Cunha de Oliveira e o ex-vice-presidente corporativo Ângelo Alves Mendes, devem ser condenados a penas não inferiores a 30 anos de prisão. E mais: o MP pede o pagamento de 237,64 milhões de reais, sendo 30,34 milhões de reais referentes ao valor projetado de propina pago pela construtora e 207,29 milhões de reais como compensação pelo dano imposto à Petrobras.

A Justiça Federal do Paraná já havia determinado o bloqueio de 137,5 milhões de reais do Grupo Mendes Junior na tentativa de reaver, por meio de uma série de ações civis públicas de improbidade administrativa, os cerca de 6 bilhões de reais retirados dos cofres da estatal.

Além da alta cúpula da empreiteira, o MP pediu a condenação, entre outros, do doleiro Alberto Youssef, do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Enivaldo Quadrado, já condenado por lavagem de dinheiro no julgamento do mensalão. Como os dois primeiros fizeram um acordo de delação premiada, aceitando colaborar com as investigações da Justiça, o juiz Sergio Moro deve declará-los culpados, mas não deve aplicar a eles a pena de reclusão.

Nos autos da Operação Lava Jato, a Mendes Junior chegou a admitir que repassou, de 2011 a 2012, cerca de 8 milhões de reais para as contas das empresas de fachada GFD Investimentos e Empreiteira Rigidez, controladas pelo doleiro Alberto Youssef, embora tenha alegado que sofreu “extorsão” e foi “obrigada” a pagar a propina sob pena de ficar fora da disputa por contratos com a Petrobras. Em depoimento à polícia, o diretor de Óleo e Gás da Mendes Júnior, Rogério Oliveira, por sua vez, afirmou que Youssef exigiu um porcentual de 2,2% a 2,4% de propina por três aditivos feitos pela Petrobras em contrato com a Mendes Júnior sobre a obra do Terminal Aquaviário de Barra do Riacho e por um aditivo na Refinaria de Paulínia. A Mendes Júnior também fechou um contrato de 2,7 milhões de reais, pelo consórcio formado por Mendes Júnior, MPE e SOG, com uma empresa do doleiro, para disfarçar o pagamento de suborno, como revelou o site de VEJA.”

(Veja Online)

 

Presidente do BNB promete na Fiec ações pelo fortalecimento das médias empresas

178 1

bnnn

O presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda, esteve reunido, nesta sexta-feira, com a diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). Foi em clima de almoço, na Casa da Indústria.

Marcos Holanda, recebido pelo presidente da entidade, Beto Studart, destacou a importância da indústria para o Estado e anunciou os principais eixos de atuação do banco.

Ele disse que a Instituição fará esforços para incentivar e apoiar o desenvolvimento do setor. Marcos Holanda destacou a importância das médias empresas e revelou que atuará para fortalecê-las, inclusive junto ao BNDES.

(Foto – Fiec)

Ministro da Fazenda descarta volta da CPMF

Joaquim-Levy-ministro-da-fazenda-27-02-15-567x340

O ministro da Fazenda,  Joaquim Levy, descartou nesta sexta-feira, 12, o retorno da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

Questionado por jornalistas sobre se o imposto retornaria, Levy foi enfático: “Não há perspectiva”.

O ministro foi também perguntado se a volta da contribuição estaria sendo cogitada, ao que ele voltou a responder: “Eu não estou cogitando”.

(Estadão Conteúdo)

Justiça francesa absolve ex-diretor do FMI de crime sexual

“A Justiça francesa absolveu hoje (12) Dominique Strauss-Kahn das acusações de proxenetismo. A decisão põe fim a uma série de escândalos sexuais que destruíram a carreira política do ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI). Proxenetismo é o ato de obter benefícios econômicos da prostituição de outras pessoas.

O antigo político da esquerda francesa, tido como favorito nas eleições presidenciais de 2012, permaneceu calado durante a leitura da sentença, no Tribunal Correcional de Lille, no Norte da França.

No caso, tornado público em 2011, Dominique Strauss-Kahn era acusado de participar de encontros sexuais com prostitutas, organizados em Lille, na Bélgica, e em Washington, onde fica a sede do FMI. Atualmente com 66 anos, Strauss-Kahn nunca negou ter participado dessas orgias, mas afirmou desconhecer que algumas parceiras eram profissionais.

Ao todo, 14 pessoas foram acusadas no caso conhecido como Carlton, em referência ao Hotel Carlton, em Lille, onde trabalhavam alguns dos acusados.

Depois de ter libertado sete protagonistas, incluindo um proprietário de bordéis na Bélgica, e condenado a um ano de prisão, com pena suspensa, um antigo responsável do Hotel Carlton, de Lille, o tribunal considerou que Strauss-Kahn não era o organizador das orgias com prostitutas.”

(Agência Brasil)

Transposição do São Francisco – Trecho do Ceará pode ter nome de Welington Landim

238 1

IMG_20150609_164843

Landim e Domingos Neto.

O líder do Pros na Câmara, Domingos Neto, está propondo que o trecho da Transposição do Rio São Francisco no Ceará seja batizado de “Deputado Welington Landim”. Seria uma homenagem ao parlamentar, que morreu no último dia 9 vítima de complicações por meningite bacteriana.

O parlamentar deu entrada num projeto de lei nesse sentido na Câmara dos Deputados, observando que Landim foi um dos maiores defensores da obra como parlamentar. Landim, presidente da Assembleia Legislativa em dois períodos, puxou debates, fez cobranças às autoridades e, segundo Domingos Neto, esse ato seria questão de justiça.

Segundo Domingos Neto, a proposta foi inicialmente apresentada na Assembleia Legislativa pelo deputado Fernando Hugo (SD), mas, por se tratar de obra federal, a iniciativa é prerrogativa da Câmara. Dessa forma, Fernando Hugo buscou o apoio de Domingos Neto para efetivar a homenagem.

Anatel autoriza reajuste das tarifas da telefonia fixa

Telefone-Antigo

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou o reajuste das tarifas locais e de longa distância dos planos básicos de telefonia fixa das operadoras Oi, Sercomtel e Telefônica, em 3,684%, e da Algar Telecom, em 4,546%.

Para que os novos valores sejam aplicados, é necessário que as prestadoras façam ampla divulgação publicitária nas localidades atendidas, com pelo menos dois dias de antecedência, informando sobre o reajuste. Também foi aprovado aumento de 3,57% dos valores de crédito para orelhões administrados pelas quatro operadoras. Com isso, cada crédito passará a custar R$0,1305.

De acordo com a agência, os valores dos reajustes ficou em 13,15% entre 2005 e 2015, variação inferior à da inflação no mesmo período, quando o Índice Geral de Preços Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou variação de 70,98%, informou por meio de nota a Anatel.

(Com Agências)

Especialista Paulo Vieira sobre Inteligência Emocional em Fortaleza

paulvieria

O Coaching Internacional e presidente da Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico (Febracis)), Paulo Vieira, lançará, no próximo dia 17, às 18h30min, no Centro de Eventos, o quarto livro de sua carreira, O Poder da Ação. Idealizador do revolucionário método CIS (Coaching Integral Sistêmico), que trabalha a inteligência emocional, capaz de promover mudanças radicais superando qualquer dificuldade, desafio ou limitação, seja na vida pessoal ou profissional, já mudou a vida de mais de 250 mil pessoas em seus treinamentos presenciais em todo o mundo.

No decorrer das páginas, o autor provoca e desafia o leitor a assumir um compromisso com a mudança. O lançamento da obra será apresentado também em Brasília e São Paulo.

Uma presença confirmada nesse evento é do montanhista cearense Rosier Alexandre, que contará suas experiências e conquistas após sobreviver a uma avalanche que matou 16 pessoas no Everest em 2014 e a um terremoto que matou mais de 7 mil pessoas recentemente no Nepal.

Perfil 

Paulo Vieira é master trainer Internacional em Coaching, sendo o único profissional do Brasil a ter o certificado emitido por uma universidade americana, a Flórida Christian University, instituição creditada pelo governo americano. Possui MBA Internacional em Marketing (Portugal) e pós-graduação em Gestão de Pessoas. É também graduado em Busines Administration na Flórida Christian University e PhD-c na mesma universidade. Sua tese de doutorado trata das ferramentas por ele criadas para reprogramação de crenças e alta performance pessoal e profissional, metodologia essa aplicada no seu trabalho de coaching.

O PT quer a volta da CPMF

239 1

“A tese que traz as críticas mais brandas à política econômica do governo Dilma Rousseff e propostas como a volta da CPMF, o imposto sobre o cheque, foi aprovada no primeiro dia do Congresso Nacional do PT, que começou ontem, em Salvador (BA).

O documento intitulado “Carta de Salvador” tem o apoio do ex-presidente Lula e da corrente majoritária do partido, a CNB (Construindo um Novo Brasil). Ele foi escolhido pela maioria dos 525 delegados presentes.

Ontem foram apresentados seis documentos elaborados por diferentes correntes petistas. Os representantes de cada um deles fizeram um balanço sobre a crise do partido e apresentaram propostas para que a sigla resgate a credibilidade.

Markus Sokol, integrante da ala mais à esquerda do PT e defensor da tese “Resgatar o Petismo”, começou sua apresentação saudando o ex-tesoureiro da sigla João Vaccari Neto, preso desde abril na esteira das investigações da Operação Lava Jato.

A defesa do ex-tesoureiro tem sido constante. Na maioria dos encontros realizados pela sigla, como a reunião do diretório nacional do partido, em Fortaleza, a comemoração dos 35 anos do PT, em Belo Horizonte, e a abertura do Congresso Estadual do PT, em São Paulo, houve manifestação de apoio a Vaccari.

O discurso de Sokol foi o mais duro em relação ao governo Dilma Rousseff. Ele criticou a “operação abafa” feita para calar às críticas internas ao ministro da fazenda Joaquim Levy durante o encontro. Ele também vociferou contra o anuncio feito na propaganda petista exibida na tevê de que os filiados condenados à corrupção serão expulsos do partido.”

(Folhapress)

‘Nunca antes nesse País tantos erros graves foram cometidos ao mesmo tempo’, diz Tasso, parafraseando Lula

215 4

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Bao7Pb6OIoc[/youtube]

Para o senador Tasso Jereissati (PSDB), o retorno da inflação no Brasil é consequência de uma série de erros cometidos nos 12 anos de governo do PT. Tasso também lamentou a ausência do governo federal na seca que atinge o Ceará.

Sobre Reforma Política, Tasso disse ser contra a redução do tempo de mandato dos senadores.

Essas declaração de Jereissati foram dadas em clima de homenagem aos 95 anos do Centro Industrial do Ceará (CIC), com direito a testemunho dele sobre o movimento mudancista inspirado pela entidade e que derrotou o ciclo dos coronéis da política no Estado.

Beto Studart alimenta ‘sonho’ da retomada da economia

149 1

[youtube]https://youtu.be/gPe_8Ow1Sus[/youtube]

O presidente da Federação das indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, disse, nesta noite de quinta-feira (11), durante o evento dos 95 anos do CIC, que ainda alimenta o sonho de uma retomada da economia brasileira.

Beto abriu a cerimônia em homenagem ao CIC, das mais concorridas, ocasião em que ex-presidentes ganharam exemplar do livro que conta a história da entidade.

Sobre o Ceará, o dirigente se mantém otimista na escolha de Fortaleza como sede da HUB da TAM.

Dia dos Namorados deve movimentar R$ 7,7 bilhões no comércio, diz pesquisa

Pesquisa nacional da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e Instituto Ipsos feita com 1,2 mil consumidores, em 72 municípios brasileiros, mostra que a intenção de gasto médio com presentes e comemorações no Dia dos Namorados, nesta sexta-feira (12), subiu 5% em comparação ao ano passado, com tíquete médio de R$ 155,69.

A intenção de compras se revelou estável, em torno de 34%. A estimativa é que a data movimentará em torno de R$ 7,7 bilhões no comércio brasileiro. O levantamento divulgado nesta quinta-feira (11) foi feito entre os dias 15 e 28 de maio.

A pesquisa revela que roupas lideram a preferência dos consumidores, com alta de seis pontos percentuais em relação a 2014. Travassos destacou que há maior adesão dos namorados a programas como ir ao teatro ou ao cinema, jantar fora ou mesmo viajar. Essas alternativas representavam 5% das opções no ano passado, e agora superam 16%. Um em cada três brasileiros pretende presentear ou fazer alguma comemoração nesse dia 12 de junho.

(Agência Brasil)

FIEC recebe secretários estaduais e investidores da área de energia renovável para almoço

bett

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), Beto Studart, recebeu, nesta quinta-feira, secretários de estado e investidores da área de energia participantes do All About Energy para um almoço na Casa da Indústria.

Estiveram presentes os secretários Mauro Filho, Nicolle Barbosa, Élcio Batista, Alexandre Landim, André Facó e o secretário adjunto Renato Rolim. O objetivo foi discutir assuntos relacionados a energia, como o recente anúncio da isenção do ICMS para micro e minigeração e investimentos na área.

(Foto – Divulgação)

Tasso Jereissati dará testemunho em evento que comemora os 95 anos do CIC

362 1

0805cd0201

O senador Tasso Jereissati (PSDB) dará palestra para membros do Centro Industrial do Ceará (CIC). Dentro dos 95 anos de fundação da entidade, Tasso, que já presidiu o CIC, falará, a partir das 19 horas desta quinta-feira, na sede da Fiec, sobre sua trajetória principalmente política.

Foi no CIC que surgiu o chamado Movimento Mudancista contra o ciclo dos coronéis e que resultou na candidatura e vitória de Tasso, em 1986, para o Governo do Estado.

Além da fala de Jereissati, haverá o lançamento de livro contando a história do CIC, com homenagem a ex-presidentes como o ex-governador Beni Veras, mentor do Movimento Mudancista.

Índice que reajusta aluguel teve inflação de 0,47% na primeira prévia de junho

“O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, teve inflação de 0,47% na primeira prévia de junho. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), com o resultado da prévia de junho, o IGP-M acumula alta de 5,38% em 12 meses.

A taxa de 0,47% registrada na primeira prévia de junho é inferior à de 0,51% observada na primeira prévia de maio. A queda da taxa foi provocada pela redução da inflação do subíndice de Preços ao Produtor Amplo, que analisa o atacado, de 0,56% em maio, para 0,35% em junho.

Por outro lado, os preços no varejo e o custo da construção tiveram alta da taxa de inflação na passagem de maio para junho. Os preços do varejo, medidos pelo subíndice de Preços ao Consumidor, registraram inflação de 0,6% na prévia de junho. Em maio, o índice foi 0,47%.

O subíndice de Custo da Construção passou de uma inflação de 0,27% em maio para uma taxa de 0,9% em junho.”

(Agência Brasil)

Dilma afirma na Bélgica que inflação brasileira é “atípica”

Dilma Rousseff: 'Do I look happy, Mr Obama?'

“A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (11) que a inflação oficial, que no acumulado de 12 meses chegou a 8,47% – a maior taxa desde dezembro de 2003, preocupa o governo, mas que é “atípica” e conjuntural, afetada pela seca e pelas variações cambiais que desvalorizaram o real. Segundo ela, a população não deve deixar de consumir por causa da alta dos preços.

“Não acho que a população tem que consumir menos, pelo contrário, a população deve continuar consumindo. A inflação deste ano é uma inflação atípica, ela é fruto de várias correções”, disse a presidenta, em entrevista em Bruxelas, antes de voltar ao Brasil após participar da 2º Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e da União Europeia (UE).

“[Os números] Preocupam bastante, porque a inflação é um objetivo que temos de derrubar e derrubar logo. O Brasil não pode conviver com uma taxa alta de inflação. Não pode e não vai”, acrescentou.”

(Agência Brasil)