Blog do Eliomar

Categorias para Economia

O legado de Roberto Macedo

Com o título”Oito lições de uma experiência gratificante”, eis artigo do presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, que está no O POVO desta quarta-feira. Ele faz um balanço do que aprendeu e do legado que deixa na entidade que o teve à frente durante dois mandatos. Confira:

Nos oito anos em que presidi a Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) pude obter alguns resultados com a concretização de aspirações, baseadas em conceitos que me acompanham ao longo da vida empresarial.

1 – Aspiração de uma Fiec unida: Esta foi a razão de ser da minha aceitação do convite para concorrer a eleição à presidente da nossa entidade, motivo esse que esteve presente em todos os meus pensamentos e atos, inclusive no momento de viabilizar a minha sucessão.

2 – Aspiração de protagonismo empresarial: Descobri na Fiec o poder que ela tem como instrumento para o empresário exercer a liderança, com proatividade transformadora em favor da competitividade sustentável da indústria.

3 – Aspiração de aumento da representatividade empresarial: É uma grande satisfação constatar que a Fiec tornou-se mais atraente para muitos empresários quando lhes proporcionou participação direta na escolha de seus representantes, por meio de uma mudança no nosso sistema eleitoral que é único no Brasil.

4 – Aspiração de servir à indústria: Nunca aceitei as anomalias existentes em várias entidades de representação em nosso País, decorrentes de sua apropriação para fins particulares em detrimento dos interesses coletivos. Fico feliz de ter tido companheiros de diretorias e dirigentes de sindicatos que me apoiaram na ruptura de muitas dessas práticas indesejáveis.

5 – Aspiração de uma gestão colegiada: O forte viés presidencialista das nossas representações classistas jamais me pareceu eficiente. Na Fiec comprovei que o funcionamento coletivo de uma diretoria coesa torna mais leve o gerenciamento e atende aos requisitos de eficácia.

6 – Aspiração de uma economia desconcentrada: A concentração econômica em Fortaleza e sua Região Metropolitana é uma distorção que se choca com minha compreensão de desenvolvimento. No esforço de buscar situação mais equilibrada e sustentável dão-me contentamento algumas contribuições que a Fiec pôde fazer no processo de regionalização da indústria no Ceará.

7 – Aspiração de uma organização meritocrática: a configuração paraestatal é um entrave antigo nas organizações classistas. Esse formato me incomoda pelos excessos burocráticos, influência política, lentidão e custos elevados. Avançamos na eliminação desses obstáculos com a elaboração de um diagnóstico completo e com a realização de uma reforma estrutural.

8 – Aspiração para inovar: O tradicionalismo, a repetição e a imitação me impacientam. Uma sociedade que não inova é mera seguidora. Por acreditar nos talentos e na garra dos empresários cearenses, nos lançamos, juntamente com universidades e governos, em vários projetos instigadores da criação de uma cultura de inovação em nosso Estado. Considero-me afortunado por termos conseguido dar passos importantes e firmes nessa direção. Sinto-me recompensado pelo que foi conquistado e sou agradecido a todos os que juntaram as suas esperanças e energias nessa construção.

* Roberto Macêdo

roberto@pmacedo.com.br
Presidente da Fiec.

Supermercados estimam crescer 1,9% neste ano

“O setor de supermercados deve crescer 1,9%, em 2014, de acordo com a previsão da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), divulgada na convenção do setor em Atibaia, interior paulista. Até o mês de julho o resultado do acumulado era de crescimento de 1,48%. Em função deste dado, a previsão para 2014 foi revisada pela entidade, prevendo uma elevação de 3%. Em 2013, o setor cresceu 5,36%. Para 2015, a entidade estima que haja elevação de 2,5%.

Segundo o presidente da Abras, Fernando Yamada, mesmo com rumores de dificuldades econômicas para o ano que vem, a perspectiva do setor é de crescimento acima do Produto Interno Bruto (PIB).

Além da perspectiva de manutenção de uma taxa de desemprego estável, outro fator levado em conta pela Abras para estimar o crescimento positivo, mas menor em 2015, é a perspectiva de crescimento de 8,8% no salário mínimo.”

(Agência Brasil)

 

Mensalidades de escolas privadas e faculdades podem aumentar entre 10% e 15%

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quarta-feira:

“O período de matrícula em algumas escolas já começou e a temporada de reajustes também. Pela sondagem feita pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino (Sinepe-CE), a perspectiva é de que as mensalidades das escolas e faculdades sofram reajustes entre 10% e 15% em 2015. Ou seja: acima da inflação prevista para 2014, cujo teto é de 6,5%.

O percentual de aumento é semelhante ao que está sendo proposto em capitais como São Paulo, onde foi anunciando o percentual de 15% nas mensalidades. O professor Airton Almeida de Oliveira, presidente do Sinepe-CE, ressalta que o sindicato não faz nenhuma indicação de reajuste. “A decisão sobre os aumentos é de cada estabelecimento”.

Há atualmente uma pressão de custos fortes sobre os estabelecimentos de ensino. Airton de Oliveira conta que é feita uma avaliação criteriosa sobre os aumentos, mas é difícil não repassar a pressão dos preços para as famílias, já que o setor não possui nenhum benefício fiscal. “As empresas enquadradas como micro e pequenas empresas, segundo o Sinepe-CE, pagam 50% a mais do que qualquer atividade comercial. Por isso, muitas escolas quebram”, reforça.

No caso dos estabelecimentos de ensino, a cesta de custos sofre pressão dos aumentos do salário mínimo, da energia, dos alugueis (muitas escolas não possuem sedes próprias) e das novas tecnologias que começam a ser utilizadas. Também há um fator novo: a lista de material escolar que não pode mais ser cobrada por fora.

Os aumentos dos estabelecimentos de ensino devem ser informados com antecedência e se adequar à renda das famílias. “Tem escola para a qual não é recomendado nem o repasse da inflação, para que ela não perca alunos”.

Atualmente ocorre uma migração forte de alunos entre os estabelecimentos de ensino e quem quiser sobreviver precisará apresentar também uma estratégia de preço.

Caso do Propinoduto – Tudo pronto para o depoimento do ex-diretor da Petrobras

edidd

“O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), aproveitou essa terça-feira (16) para acertar os detalhes logísticos do depoimento do ex-diretor da companhia, Paulo Roberto Costa, hoje (17) no Congresso. Costa deverá embarcar de Curitiba, onde está preso, para Brasília (DF) sob escolta da Polícia Federal (PF). Ele também seguirá escoltado até o Congresso, quando passará a ficar sob a guarda da Polícia do Senado. A ordem judicial é que ele não precisa usar algemas.

No Senado, onde ocorrerá a sessão da CPMI, a Ala Nilo Coelho será isolada, impedindo o acesso de visitantes à sala da comissão. No entanto, o trânsito de parlamentares, assessores, servidores e jornalistas estará liberado.

Também para garantir o acompanhamento da sessão por parte da imprensa, caso ela não seja secreta, o senador Vital do Rêgo solicitou que sejam instalados telões em outras salas, uma vez que a da CPMI será pequena para acomodar a todos.”

(Agência Brasil)

Prefeitura abre espaço em licitações para pequenas e microempresas

prefeito-roberto-claudio

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quarta-feira (17):

O prefeito Roberto Cláudio (Pros) vai lançar, mês que vem, em parceria com o Sebrae, o programa Compras Governamentais Municipais. O objetivo é abrir a participação das pequenas e microempresas, individualmente ou em sistema de consórcio, às licitações do município.

O programa quer fomentar o surgimento de novas empresas e, em consequência, mais empregos em Fortaleza, a partir da oferta de cotas de compras feitas pela gestão em setores como merenda escolar, fardamento escolar e mobiliário para escolas, entre outros itens em condições de serem adquiridos a preços mais baixos.

O Sebrae deverá oferecer capacitação para interessados em querer participar de concorrências. Toda a logística desse programa está sendo finalizada, informa o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Robinson de Castro e Silva, que, por sinal, tirou licença do cargo ontem para mergulhar na campanha eleitoral.

Fajece sob nova direção

Será nesta terça-feira, a partir das 19 horas, no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), a posse da nova coordenação da Federação das Associações Jovens Empresários do Ceará (Fajece).

Assumirá como coordenador-geral Daniel Furlani de Sá Cavalcante. Ele cumprirá gestão no período 2014–2015.  Confira demais membros da diretoria:

Coordenação Executiva – Ricardo Dreher de Palhano Xavier

Coordenação Administrativo-Financeiro – Claudio Accioly Ary

Gerente – Érico Feitosa Carvalho Gomes

Coordenação de Planejamento e Projetos – Thiago Nogueira Pinho

Gerente – Rerison Franco Viana

Coordenação de Eventos e Comunicação – Juliana Gurgel Soares

Gerente – André Filipe Dummar de Azevedo

Coordenação de Integração e Expansão – Magno Castelo Branco de Oliveira

Gerente – Juliano Maciel Pessoa.

Instituto FA7 e Saint Paul Escola fecham parceria com palestra sobre o cenário econômico

jose-claudio-securato-ibefsp

O Instituto FA7 e a Saint Paul Escola de Negócios, considerada pelo ranking do Financial Times como uma das melhores para executivos do mundo, oficializarão parceria nesta quinta-feira, a partir das 8 horas. O ato ocorrerá no Teatro Nilo Gomes de Soàrez, da Faculdade 7 de Setembro.

Na ocasião, José Cláudio Securato, doutor em Administração e também presidente da Saint Paulo, ministrará palestra sobre o tema “Economia: Cenário Atual e Perspectivas para 2015”.

Essa parceria Saint Paul/ Instituto FA7 oferecerá capacitações exclusivas​ a executivos no Ceará.

Construção Civil do Ceará vai crescer menos neste ano

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=r9-Enh23E0E[/youtube]

O setor da construção civil cearense não vai crescer em patamares tão otimistas como se previa no começo do ano. Segundo o diretor do Sinduscon/Ceará. Heitor Studart, também membro da Comissão de Infraestrutura da Confederação Nacional da Indústria,   o percentual deve ficar em 3,5%.

Heitor Studart culpa a baixa de crescimento do setor à falta de investimentos oficiais em obras de infraestrutura.

Presidente da Fiec entrega Centro Técnico de Confecção e Têxtil

cenroro

A menos de uma semana para entregar o cargo, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Roberto Macêdo, inaugurou, nesta terça-feira, mais um equipamento de reforço à estrutura de capacitação mantida pela entidade no Estado. Ele entregou o Centro Técnico de Confecção e Têxtil Ana Amélia Bezerra de Menezes. Foram investidos R$ 15 milhões na instalação do novo equipamento do SENAI.

Ao falar na ocasião, Roberto Macêdo lembrou que o Ceará já foi polo lançador de moda no Brasil, mas que, com o tempo, essa condição foi sendo “desperdiçada” por uma série de fatores. Segundo ele, a partir do novo espaço haverá a possibilidade da “retomada dessa posição por causa do modernismo que está sendo oferecido aos empresários para qualificar seus trabalhadores”.

Centro Técnico 

A nova estrutura, instalada na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/CE) no bairro Parangaba, ocupa 3 mil metros quadrados de área, na qual foi construído um bloco de dois pavimentos. No térreo, ficarão instalados os laboratórios físico-químico, de análise, de beneficiamento e de costurabilidade, além da gerência. A parte superior será ocupada com salas de aula e de treinamento. O espaço conta ainda com um bloco “Fábrica Escola” em um pavimento e o subsolo técnico, em que se localiza a casa de máquinas da ventilação mecânica.

Esse Centro Técnico oferecerá os cursos de Operador de Máquinas de Linha de Abertura, Carda e Preparação à Fiação; Operador de Máquinas de Fiar e de Enrolamento; Tecelão de Tecidos Planos; Tecelão de Malhas – Máquinas Circulares; Revisor de Tecido; Operador de Urdideiras; Remetedor e Engrupador; Ajudante de Manutenção em Tecelagem Plana; Tecelão de Malhas – Malharia Retilinea; Operador de Máquinas de Tecimento – Processo Urdume; Auxiliar de Laboratório Químico Têxtil; Auxiliar de Estamparia; Auxiliar de Laboratorista Físico Têxtil; e Técnico em Têxtil. Em relação aos laboratórios, serão realizados serviços de ensaios físicos e químicos destrutivos e não destrutivos em materiais têxteis (fios, tecidos planos e malhas).

(Com Site da Fiec – Foto – Divulgação))

 

Confiança do empresariado na economia se mantém no menor patamar desde 1999

“A confiança do empresário caiu 7,7 pontos em comparação a setembro de 2014, ficando em 46,5 pontos, informou hoje (16) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, a falta de confiança já perdura por seis meses seguidos e não depende do tamanho da empresa. Em comparação a agosto, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) ficou em mesmo nível, informou a confederação. A pesquisa indica, também, que o índice permaneceu no menor patamar da série histórica, iniciada em 1999. Os indicadores da pesquisa variam de 0 a 100 pontos. Abaixo de 50 pontos indicam falta de confiança.

Na avaliação da CNI, o levantamento mostra que a falta de confiança é generalizada em todos os portes de empresas. Nas pequenas, o Icei foi 46,7 pontos, nas médias ficou em 45,4 pontos e, nas grandes, em 47 pontos. Na avaliação por segmento industrial, o índice se manteve acima dos 50 pontos na indústria extrativa.

A confederação destaca que a queda na confiança é resultado da percepção de piora nas condições da economia e das empresas, com comprometimento da atividade industrial e dos investimentos. A pesquisa foi feita entre 1º e 10 de setembro, com 2.844 empresas de todo o país, das quais 1.059 são de pequeno porte, 1.074 são médias e 711 são de grande porte.”

(Agência Brasil)

Secretaria de Finanças vai entregar novo pacote de prêmios do Nota Fortaleza

A Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) vai entrega, às 15 horas desta terça-feira, os prêmios do terceiro sorteio do “Nota Fortaleza”, programa que incentiva a solicitação da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFSe) no ato do pagamento a empresas prestadoras de serviços. Com sorteios mensais, o “Nota Fortaleza” já premiou 864 fortalezenses com valores de R$ 100 a R$ 30 mil.

A cada sorteio são 288 fortalezenses premiados. Os três primeiros sorteados recebem R$ 30 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil. No valor de mil reais são mais 15 prêmios; 70 sorteados recebem R$ 500, e mais 200 prêmios na quantia de R$ 100. No total, são R$ 130 mil em prêmios todo mês para quem exige a NFSe.

SERVIÇO

Para participar, o cidadão deve se cadastrar no site do Nota Fortaleza (www.notafortaleza.com.br), informando o CPF.  Após realizado o cadastro, a cada R$ 30 acumulados em notas, o cidadão receberá um bilhete para participar do sorteio mensal de prêmios.

Ex-superintendente do Sinduscon/CE ocupará cargo na nova gestão da Fiec

V

Professora Ana Rolim, Roberto Sérgio (Sinducon/CE) e Fátima Santana.

Mais um nome da futura equipe do empresário Beto Studart, presidente eleito da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), com posse festiva dia 25 deste mês, no La Maison: a advogada Fátima Santana.

Ela estava, até bem pouco tempo, como superintendente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon).

(Foto – Frontstage)

Atleta gentileza

eusmarr

Durante a V  Corrida Pague Menos, no fim de semana, uma cena curiosa, mas, também, exemplo de como um empresário sabe construir seu patrimônio sem perder o direito a ser gentil ou a ganhar gentilezas.

Deusmar Queiroz, também como atleta do certame, acabou parando porque seu tênis estava com o cadarço desatado. Antes mesmo dele resolver o probleminha, foi abordado por companheira de disputa que o ajudou sem pestanejar e, depois, prosseguiu na corrida.

(Foto – Mauri Melo)

Mauro Filho promete lutar para reduzir impostos e baratear passagem de ônibus

179 4

maurofilho

Mauro Filho, candidato ao Senado pela coligação “Para o Ceará seguir mudando”, anunciou, nessa segunda-feira, em Juazeiro do Norte, que vai luta pela redução no valor das passagens de ônibus urbanas, caso seja eleito.

Em entrevista aos meios de comunicação juazeirenses, ele disse: “Graças à redução do ICMS do combustível, durante minha gestão na Secretaria da Fazenda, nós ficamos sem aumentar a passagem de ônibus em Fortaleza por três anos. Portanto, como senador, vou propor a diminuição de dois outros impostos, o PIS e Cofins, para evitar aumentos em nível nacional e tornar a passagem ainda mais barata para trabalhadores e estudantes cearenses.”

Técnicos do BC fazem paralisação

“Os técnicos do Banco Central (BC) fazem hoje (16) e amanhã uma paralisação. Eles querem a modernização da carreira de especialista do BC, composta por técnicos e analistas. A ideia é exigir nível superior em futuros concursos públicos para os cargos de técnicos.

O Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central (Sintbacen) argumenta que essa mudança de critério já ocorreu em outras carreiras, como a de Policial Rodoviário Federal, técnico da Receita Federal (atual analista tributário); da carreira de magistério, em nível federal, e, na carreira de policial militar e de bombeiro do DF. Para o sindicato, a mudança é necessária pois os dois cargos desenvolvem serviços de relevância estratégica para o BC. Os técnicos do BC fizeram outras paralisações este ano. A última foi em maio.

Para o Sindicato dos Técnicos do Banco Central em Brasília, existem atualmente desvios de função no BC, com analistas exercendo as mesmas funções dos técnicos, mas com salário maior. Atualmente, os técnicos recebem 38% do salário dos analistas. Se for exigido nível superior o salário aumenta. De acordo com o sindicato, a paralisação poderá afetar, por exemplo, a distribuição de dinheiro.”

(Agência Brasil)

Funasa recebe delegação da Etiopia

reginoo

A Funasa está recebendo delegação da Etiopia e do Unicef que, no Ceará,  vai conhecer projetos nas áreas social e de saneamento. O objetivo, segundo o superintendente regional da fundação, Regino Pinho, é buscar parcerias e procurar intercâmbio.

Esse grupo visitará Sobral (Zona Norte) e outros municípios e terá reunião com a diretoria da Cagece. Na sexta-feira, no auditório do BNB-Passaré, ouvirá exposição sobre ações e trabalhos que o banco realiza nas área de saneamento e abastecimento d’água.

Oi e Oi Futuro doam livros para Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga

socloeljho

Urbano Costa Lima (Dir. Rel. Institucionais Oi) e Nilde Ferreira, que preside a associação.

A Oi acaba de doar 57 livros da Coleção Arte & Tecnologia, editada pelo Oi Futuro, para a Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA). A entrega da coleção ocorreu no Restaurante Basílico. A coleção documenta as obras de artistas brasileiros e estrangeiros que usam a tecnologia em seus trabalhos, por meio de imagens e ensaios críticos.

Com registros de importantes exposições realizadas pelo Oi Futuro e da trajetória de artistas singulares, a coleção serve como fonte de conhecimento sobre a arte de nomes como Wally Salomão, Marcos Chaves, Carlos Vergara, Ivens Machado, Miguel Chevalier, Frederico Dalton, Sonia Andrade, Vicente de Mello, Brígida Baltar, Lenora de Barros e Xico Chaves, entre outros. Um exemplo de fonte inédita de pesquisa da obra de um artista é o volume que cobre a obra do poeta Wlademir Dias-Pino, criador do poema-processo.

Entre os lançamentos mais recentes de nomes nacionais, destacam-se o do cineasta Neville D’Almeida, “Além Cinema” (Nova Fronteira), que faz um retrospecto da obra do artista e ensaios escritos por personalidades da cultura brasileira como Hélio Oiticica e Nelson Rodrigues, além de Certificados de Censura da época da ditadura militar no Brasil.

(Foto – Sol Coelho)

São Gonçalo do Amarante comemora chegada de uma fábrica de enlatados

229 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=vC0pXVRgqgE[/youtube]

O município de São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza) já está operando com uma fábrica de enlatados. Inaugurada, nessa segunda-feira, a fábrica produzirá por mê 10 milhões de enlatados de sardinha e atum e foi resultado de um investimento do grupo espanhol Crusoé Foods.

O secretário do Desenvolvimento Econômico de São Gonçalo do Amarante, Victor Ponte, comemora a chegada do empreendimento, que deve gerar 400 empregos diretos.

BNB e Paes Mendonça firmam contrato de R$ 269 mi para RioMar Presidente Kennedy

516 4

foto riomar pres kennedy maquete

Da Coluna Vertical, no O POVO desta terça-feira (16):

O presidente do Banco do Nordeste, Nelson Antônio de Souza, e o presidente do Grupo JCPM, João Carlos de Paes Mendonça, assinarão, às 10h30min da quinta-feira (18), no gabinete da presidência do BNB, em Fortaleza, um contrato no valor de R$ 269,1 milhões.

Oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), os recursos destinam-se à implantação do Shopping RioMar Presidente Kennedy, no bairro de mesmo nome, na Capital cearense. A inauguração está prevista para o fim de 2016.

Bom lembrar: o Grupo JCPM já investiu em novo shopping – RioMar Papicu, que será inaugurado no dia 29 de outubro próximo com 15 âncoras e 15 megalojas. Entre elas: C&A, Casas Bahia, G.Barbosa, Insinuante, Livraria Leitura, Magazine Luiza, Mercadinho São Luiz e Lojas Americanas.

Balança tem superávit de US$ 57 milhões na segunda semana do mês

A balança comercial brasileira teve pequeno superávit (exportações maiores que importações) de US$ 57 milhões na segunda semana de setembro. O valor resulta de US$ 4,386 bilhões em exportações e US$ 4,329 bilhões em importações. No mês, o resultado está deficitário em US$ 714 milhões; no acumulado do ano, negativo em US$ 467 milhões. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (15) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A média diária das exportações até a segunda semana de setembro somou US$ 872,2 milhões, 12,2% inferior à registrada em setembro de 2013. Nas compras do Brasil no exterior, a média está em US$ 943,6 milhões, 5,1% acima do mesmo mês do ano passado. A média diária corresponde ao volume financeiro negociado por dia útil.

A receita com as vendas externas diminuiu para as três categorias da pauta de exportações: semimanufaturados (18,7%), manufaturados (12,4%) e básicos (11,5%).

Do lado das importações, cresceram as aquisições de combustíveis e lubrificantes, farmacêuticos, siderúrgicos e plásticos, na comparação com setembro de 2013.

(Agência Brasil)