Blog do Eliomar

Categorias para Economia

Produção industrial brasileira fecha maio com queda de 0,6% em relação a abril

“A produção industrial brasileira fechou o mês de maio com queda de 0,6%, em relação ao mês de abril, na série livre de influências sazonais, registrando a terceira taxa negativa consecutiva nesta base de comparação e passando a acumular de janeiro a maio retração de 1,6%. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Brasil, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa indica que na comparação com o mês de maio do ano passado, a retração da indústria do país é ainda maior: -3,2%. No acumulado dos últimos 12 meses (taxa anualizada), a indústria apresenta o único resultado positivo: ligeira alta de 0,2%; com a média móvel trimestral fechando também negativa em 0,5%.

A queda de 0,6% de abril para maio reflete o predomínio de resultados negativos na indústria, com queda na produção de 15 dos 24 ramos pesquisados, de abril para maio e em três das quatro grandes categorias econômicas.

Segundo o IBGE, entre as atividades, as principais influências negativas foram registradas pelos itens coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-3,8%) e veículos automotores, reboques e carrocerias (-3,9%). No primeiro caso, a retração elimina parte do avanço de 6,2% assinalado entre fevereiro e abril e, no segundo, verifica-se o terceiro recuo consecutivo, acumulando redução de 10,8% no período.”

(Agência Brasil)

Refinaria Pasadena – TCU recomenda que diretores da Petrobras devolvam US$ 873 milhões

“Relatórios elaborados por técnicos do Tribunal de Contas da União recomendam que diretores da Petrobras envolvidos na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, devolvam aos cofres públicos até US$ 873 milhões.

Os documentos preparados pelos técnicos do TCU servirão para embasar voto do relator do processo, o ministro José Jorge, que ainda não tem data para levá-lo a julgamento no plenário do tribunal.”

(Estadão)

Comissão Especial da Câmara dos Deputados debaterá Zona Franca no Cariri

raimundo gomes

Coordenador e vice-presidente da Comissão Especial da Câmara dos Deputados em favor aprovação da Lei da Zona Franca do Semiárido Nordestino, o deputado federal tucano Raimundo Gomes de Matos informa: promoverá debate sobre o tema segunda-feira próxima, das 9 às 12 horas, em Juazeiro do Norte.

O parlamentar convoca autoridades, empresários, prefeitos e presidente de Câmaras Municipais da Região do Cariri para o evento, que ocorrerá no auditório da Secretaria da Fazenda.

Segundo Gomes de Matos, estarão presentes parlamentares da comissão, inclusive, o Presidente deputado Hugo Motta (PMDB-PB) e o deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) e relator da proposta.

Ipece lança livro com radiografia do desenvolvimento do Ceará

Flavio Ataliba Diretor Geral IPECE (1)

Flávio Ataliba é um dos autores do trabalho.

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado, lança, nesta quata-feira, o livro “Desenvolvimento Econômico do Ceará: Evidências Recentes e Reflexões”. Composta por 400 páginas, a obra, organizada pelo professor Flávio Ataliba e Adriano Sarquis, respectivamente diretor Geral e diretor de Estudos econômicos do Instituto, poderá ser acessada no WWW.ipece.ce.gov.br.

Prefaciado pelo governador Cid Gomes, o livro, de acordo com o Flávio Ataliba,  reúne “um conjunto de reflexões sobre temas fundamentais para a sociedade”, tais como crescimento da riqueza, redução da pobreza, investimentos realizados em infraestrutura e, avanços nas áreas de educação e saúde. Apresenta, também, “um conjunto de idéias capazes de fundamentar ações futuras necessárias para superar os obstáculos existentes e fazer avançar ainda mais “em temas que tivemos relativo sucesso nos últimos anos, constituindo-se num registro histórico para as próximas gerações”.

A intenção da obra, segundo o diretor-geral do IPECE, foi fazer uma radiografia geral do Estado, examinando as áreas consideradas mais estratégicas para os formuladores de políticas públicas e que tenham impacto direto no bem-estar da população cearense”. O diretor de Estudos Econômicos, Adriano Sarquis, frisou que, apesar do Instituto ser um órgão do governo estadual e, portanto, sujeito potencialmente a interferências políticas, o compromisso de todo o corpo técnico foi com a verdade dos números e com a solidez dos princípios econômicos.

Dnocs vira feudo de Henrique Alves

351 2

henriquealvess

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) virou mesmo feudo do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB/RN). A presidente Dilma Rousseff exonerou o diretor-geral Émerson Fernandes, potiguar, e nomeou o também potiguar Walter Gomes Sousa para o cargo.

Emerson Fernandes foi assumir a presidência da Companhia de Desenvolvimento do Rio Grande do Norte (Codern), num acordão político-eleitoral no Estado vizinho. Henrique Alves é candidato ao Governo pelo PMDB e vem liderando pesquisas sem tanta folga.

Esse episódio expõe a certeza de que a máquina federal virou moeda de troca política para atender aos interesses eleitorais nos Estados.

Conclusão: O Dnocs se enfraquece cada vez mais e a tão prometida reestruturação do órgão está indo para o ralo.

Copa 2014 – Decon autua 20 restaurantes

O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) registrou um total de 147 reclamações nos guichês localizados no Aeroporto Pinto Martins e na Avenida Beira-Mar. O dado parcial é referente ao período em que começou a Copa do Mundo (12/06) até ontem (30).

No Aeroporto, onde foram contabilizadas 39 queixas. Os principais problemas são: ingressos para a Copa (publicidade e venda enganosa); vício de qualidade (má prestação de serviço); extravio de bagagem; cobrança indevida; e cláusulas contratuais abusivas. Já na Beira-Mar, onde foram registrados 108 atendimentos, as queixas mais recorrentes dizem respeito a bares e restaurantes com valores abusivos e pousadas com publicidade enganosa ou cláusula contratual abusiva.

No mesmo período, também foram feitas 28 fiscalizações em diversos estabelecimentos nos municípios de Fortaleza, Caucaia, Aquiraz e Cascavel. Desse total, 20 receberam auto de infração. Os motivos foram a ausência de documentos – alvará de funcionamento; registro sanitário; certificado de conformidade do Corpo de Bombeiros; e/ou Plano de Gerenciamento de Resíduo Sólido. O auto de infração inaugura um processo administrativo, o qual pode resultar em multa que varia de 200 a 3 milhões de UFIRCEs.

De acordo com a secretária-executiva do Decon, Ann Celly Sampaio Cavalcante, neste período de Copa do Mundo, uma das maiores preocupações do órgão é com a fiscalização de restaurantes, em virtude do fluxo turístico.

SERVIÇO

Denúncias junto ao órgão – de forma anônima, através do telefone 0800 275 8001, que funciona de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.

Lista dos estabelecimentos autuados:

Restaurante Resenha (Caucaia)
Restaurante Gogó da Ema (Av. Jovita Feitosa)
Subway (Av. Beira-Mar)
Subway (Av. Beira-Mar)
Restaurante Sirigado (Av. Barão de Studart)
Habib’s (Av. Abolição)
Choppicanha (Av. Jovita Feitosa)
Dom Spetto (Av. Jovita Feitosa)
Colosso WeakPark (Edson Queiroz)
Sunrise (Praia do Futuro)
Casa de Praia (Praia do Futuro)
Restaurante O Alemão (Meireles)
Churrascaria Estrela do Norte (Av. Dedé Brasil)
Alpendre da Vila (Vila União)
Rei do Baião (Av. Heráclito Graça)
Picanha do Jonas (Bairro de Fátima)
Pousada Dona Carolina (Caponga)
Restaurante Sal e Brasa (Av. Abolição)
Tribo’s Fogos e Artifícios (Castelão)
Pousada e Escola de Kite Iparana (Caucaia)

(Site do MP-CE)

Companhia Siderúrgica do Pecém – O clima é tenso entre direção e operários

Da Coluna O POVO Economia, assinada por Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

É feio ver o técnico alemão Joachim Löw cutucando o nariz durante os jogos da Copa. É feio ver a atriz Bruna Marquezine reclamar de pum nos estádios. Mas pior do que essas situações escatológicas é presenciar os arranjos políticos no Ceará, enquanto um projeto como a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) agoniza pela falta de mediadores para um diálogo.

O clima anda tão tenso entre os trabalhadores e a direção da empresa que não se consegue vislumbrar uma abertura para negociação. Depois de mais de 150 dias de greve e oito paralisações, é necessário a criação de comissões que possam ajudar a abrir novas frentes de conversa.

O superintendente da Receita Federal, Moacyr Mondardo, lembra que 75% dos empregos gerados pela companhia são locais, com um salário médio acima de R$ 1.500. Portanto, para ele, esses empregos devem ser preservados.

Já o empresário Fernando Cirino ressalta que a CSP é o maior investimento da história do Ceará: são US$ 4,8 bilhões aplicados no projeto. Não existem dúvidas sobre a importância do investimento para o Estado. Apesar disso, falta uma visão estratégica; falta pensar no Ceará de uma forma mais ampla e menos acoplada aos interesses políticos.

MORAL DA HISTÓRIA – Enquanto assistimos aos jogos da Copa, aos bastidores das partidas e aos enredos da novela eleitoral, o Estado cruza os braços e deixa um embate entre trabalhadores e empresa atrapalhar a realização de um investimento considerado âncora de novos negócios.

Euvaldo Bringel: O agronegócio está com Camilo

euvaldobringel

Euvaldo e sua mulher, Eliane Brasil, na convenção do Pros.

“O agronegócio está com Camilo!”, anuncia o líder na área, Euvaldo Bringel, num contraponto a Alexandre Pereira, dirigente estadual do PPS, que entregou o comando do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico para apoiar Eunício Oliveira (PMDB).

Ele lembra que Camilo foi secretário do Desenvolvimento Agrário e, em sua gestão, abriu horizontes para o crescimento do setor da fruticultura no Estado. “Foi parceiro do segmento!”, acentua Bringel.

Euvaldo é também presidente da Câmara Setorial do Agronegócio e, com o Instituto frutal, promove anualmente a maior feira cearense do setor: a Frutal.

(Foto – Paulo MOsKa)

Dilma confirma Nelson Antônio de Souza na presidência do Banco do Nordeste

nelson dias de sopusa

A presidente Dilma Rousseff, em ato divulgado no Diário Oficial da União desta ferça-feira, oficializou a exoneração de Ary Joel do cargo de presidente do Banco do Nordeste e confirmou a nomeação de Nelson Antonio de Souza. Ary Joel havia pedido, em abril último, a exoneração por “questão particular”.

Nelson Antônio de Souza, que já era diretor do banco desde julho de 2012, foi indicação do próprio Ary Joel. Nelson nasceu em São Paulo, mas ainda criança mudou-se para o interior do Piauí. Ele prometeu dar sequência à modernização do banco iniciada pelo seu antecessor.

Operários da construção civil marcam assembleia para a Praça Portugal

Os trabalhadores da construção civil completam, nesta terça-feira, nove dias de greve. A partir das 9 horas, na Praça Portugal, a categoria fará uma nova assembléia geral para avaliar o movimento e, com certeza, deixar a área com trânsito dos mais engarrafados.

Com 22 pontos de mobilização da greve, um destes acontece no Centro Olímpico do Ceará de frente à Arena Castelão, os operários, em clima de convenção coletiva de trabalho 2014, reduziram a pedida salarial de 15% paera 10%, mas não obtiveram resposta do Sinduscon

O sindicato patronal oferece 7,5% de reajuste salarial e não aceita a concessão de plano de saúde, uma das reivindicações dos trabalhadores da construção civil. A Polícia Militar acompanha o movimento.

Copa 2014 – Para Mantega, Mundial deverá aumentar confiança do consumidor

198 1

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nessa segunda-feira (30) que o sucesso do Brasil na Copa do Mundo deve melhorar a confiança do consumidor. “Os analistas achavam que a Copa seria um fracasso e ela está se revelando um sucesso. A população está satisfeita, e isso pode mudar a confiança”, ressaltou após anunciar a manutenção da desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis.

Na avaliação do ministro, já há indícios de que a disposição da população para comprar está melhorando, após quedas consecutivas dos indicadores. “Na questão da confiança, nós tivemos o primeiro índice positivo de confiança do consumidor. Depois de alguns meses com queda na confiança, vemos uma mudança”, destacou.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu 1% de maio para junho deste ano, passando de 102,8 para 103,8 pontos. O resultado positivo no mês, porém, é insuficiente para alterar a tendência de queda do indicador, iniciada em novembro do ano passado. Os dados foram divulgados na última quinta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV).

(Agência Brasil)

Aço Cearense abre oferta de empregos

A Aço Cearense Industrial, empresa do Grupo Aço Cearense, que tem sede no município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), abriu vagas de emprego para auxiliares de expedição, auxiliares de operação de máquina e auxiliares de estoque. De acordo com a assessoria de imprensa do grupo, os candidatos devem possuir ensino fundamental e, se possível, experiência anterior na função pretendida.

Além de salário compatível com o mercado, a empresa oferece ainda participação nos resultados – PR, plano de saúde Unimed Fortaleza, plano odontológico, transporte da empresa, refeição na empresa, cartão alimentação e seguro de vida em grupo.

SERVIÇO

Os interessados devem enviar currículos com o título da vaga para seleção@acocearense.com.br ou entregar na matriz da empresa, que fica na Antiga Rodovia BR 222, s/n.°, km 19, Caucaia.

PPS indicará um suplente de senador na chapa do peemedebista Eunício Oliveira

regismedeiros

O PPS não vai só apoiar a chapa do candidato a governador pelo PMDB, senador Eunício Oliveira. Segundo o presidente regional da legenda, Alexandre Pereira, vai ocupar também espaço na chapa.

De acordo com Pereira, o PPS terá direito a indicar o segundo suplente do senador que for definido, nesta tarde de segunda-feira, em clima de convenção estadual do PSDB. O nome de Tasso Jereissati é cogitado.

O partido já tem até um indicado: o diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), regional Ceará, Régis Medeiros.

DETALHE – No pleito de 2010, Régis foi suplente do então candidato a senador pelo PPS, Alexandre Pereira. Ocupou também a segunda suplência, enquanto a filha de Roberto Pessoa, hoje deputada estadual Fernanda Pessoa, estava na primeira suplência.

Anvisa suspende venda e uso de lote de medicamento para depressão

“Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (30) no Diário Oficial da União suspende a distribuição, a comercialização e o uso, em todo o território nacional, do lote 12096555 (validade: 09/2015) do medicamento Imipra 25mg (cloridrato de imipramina), apresentação de 200 comprimidos, fabricado pela empresa Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda.

De acordo com o texto, a própria empresa encaminhou à Anvisa um comunicado de recolhimento do produto devido a resultados insatisfatórios no teste de teor de princípio ativo. A agência determinou que a empresa promova o recolhimento de todo o estoque existente no mercado relativo ao lote.

A resolução entra em vigor hoje.”

(Agência Brasil)

Abono PIS/Pasep vale até esta segunda-feira

Trabalhadores cadastrados há pelo menos cinco anos no PIS/Pasep e que tenham tido uma média salarial de dois salários mínimos no ano base, com carteira assinada, podem sacar até esta segunda-feira (30) o abono de um salário mínimo do PIS/Pasep. Servidores nomeados efetivamente em cargos públicos, durante pelo menos 30 dias no ano-base, também têm direito ao benefício.

Segundo o Ministério do Trabalho e do Emprego, 21 milhões de trabalhadores podem sacar o benefício. Cerca de um milhão ainda não reclamaram o abono, que pode ser retirado em uma agência da Caixa Econômica Federal, para aqueles inscritos no PIS, ou no Banco do Brasil, para os inscritos no Pasep.

(com agências)

Governo federal diz que deixou de arrecadar R$ 42 bi por causa das desonerações

“Uma das principais armas do governo para estimular o consumo e manter o emprego, as desonerações estão custando cada vez mais ao contribuinte. Segundo a Receita Federal, o governo deixou de arrecadar R$ 42,087 bilhões nos cinco primeiros meses do ano com as reduções de tributos. O montante é 46,9% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando a renúncia fiscal tinha chegado a R$ 28,642 bilhões.

A maior responsável pelo crescimento é a desoneração da folha de pagamentos, que praticamente dobrou neste ano por causa da inclusão de 16 setores no novo regime, no qual as empresas pagam à Previdência Social 1% ou 2% sobre o faturamento em vez de 20% sobre a folha de salários. Somente com essa desoneração, o governo deixou de arrecadar R$ 7,962 bilhões de janeiro a maio, alta de 85,6% em relação ao observado nos mesmos meses de 2013 (R$ 4,290 bilhões).

A isenção de tributos federais sobre a cesta básica diminuiu o caixa do governo em R$ 3,888 bilhões neste ano, contra R$ 1,715 bilhão nos cinco primeiros meses de 2013. Desde março do ano passado, os produtos da cesta básica não pagam mais Programa de Integração Social (PIS), Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).”

(Agência Brasil)

Receita estima menos arrecadação neste ano

“A Receita Federal diminuiu a estimativa de crescimento real da arrecadação em 2014 de 3% para um “percentual próximo a 2%”. A nova projeção foi apresentada hoje (27) pelo secretário adjunto da Receita Federal, Luiz Fernando Teixeira Nunes, mas pode ser reduzida ainda mais com a edição de um decreto de reprogramação orçamentária a ser divulgado em julho.

A projeção não leva também em conta renúncias fiscais, como a redução, por exemplo, de substâncias usadas em medicamentos com tarja vermelha ou preta, assim como medicamentos para hemodiálise e alimentação por sonda, cujo decreto foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

“A estimativa de arrecadação leva em consideração esses fatos ocorridos no passado e também a previsão do que possa ocorrer no futuro, tendo em vista o comportamento da arrecadação no mês de maio e os indicadores macroeconômicos”, disse Nunes, ao divulgar o resultado da arrecadação no mês passado, que registrou a primeira queda real do ano, de 5,95%.”

(Agência Brasil)

 

Fiec inscreve para XI Prêmio Desempenho Ambiental

A Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), por meio do Núcleo de Meio Ambiente (Numa), coordenado por Renato Aragão, inscreve para o XI Prêmio FIEC Desempenho Ambiental. O objetivo é premiar empresas industriais, filiadas aos sindicatos que integram o Sistema FIEC, com destaque na conservação do meio ambiente e implementado atividades que resultem na melhoria da qualidade ambiental. Os projetos podem ser inscritos até o final de julho, nas seguintes modalidades: Produção mais Limpa, Reuso de Água, Educação Ambiental e Integração com a Sociedade.

As empresas vencedoras receberão troféu e diploma alusivos ao prêmio, em cerimônia realizada na Sede da FIEC, sendo os resultados amplamente divulgados nos veículos de comunicação e publicações do Sistema FIEC. As empresas que participarem do certame, mesmo não sendo selecionadas, receberão diploma pela participação.

SERVIÇO

* Confira o edital completo neste link http://www.fiec.org.br/meioambiente/premio_fiec.asp

Fortaleza deverá ser a terceira cidade a mais lucrar com a Copa, diz MTur

salmito 131125 revista

Em artigo no O POVO desta sexta-feira (27), o secretário de Turismo de Fortaleza, Salmito Filho, destaca a importância da Copa para a cidade. Confira:

Mais do que os R$ 500 milhões já captados pela economia de Fortaleza, além de outros R$ 228 milhões previstos até o final da competição, a Copa do Mundo 2014 permite que a cidade fique em evidência, por muitos anos, entre os 95 mil estrangeiros que já nos visitaram e mais 48 mil que deverão vir para os dois jogos restantes na Arena Castelão. A expectativa é que cerca de 20% desses torcedores retornem a Fortaleza pelos próximos 18 meses. Em termos de economia, segundo projeção do Ministério do Turismo (MTur), Fortaleza será a terceira das cidades-sedes a ter mais ganhos com a presença de turistas e torcedores, durante o período da Copa.

Maior vitrine do mundo, a Copa permite que Fortaleza apresente suas praias, seu artesanato, sua gastronomia, sua rede hoteleira e, principalmente, a hospitalidade de sua gente, fator de maior destaque na opinião da maioria de nossos visitantes. A nova Praia do Futuro e a Monsenhor Tabosa têm virado “point” de torcedores de todo o mundo. As obras da nova Beira Mar geram expectativa da orla marítima mais bela do mundo, pelos próximos meses. Na receptividade de nossas Casas do Turista, onde contamos com universitários bilíngues, são comuns os comentários de estrangeiros e brasileiros de um retorno para conferir a Beira Mar, após suas obras de requalificação

Enquanto os recursos naturais da cidade fazem a sua parte, assim como nossos artistas e a nossa gente, a Prefeitura de Fortaleza também tem feito sua parte. Por meio da Secretaria de Turismo, temos aproveitado a presença dos turistas neste período para consolidarmos também o turismo de eventos e, em breve, o histórico-cultural. Em novembro, Fortaleza sediará importante evento esportivo, que é o Ironman. Novamente, receberemos grande número de estrangeiros e turistas brasileiros. A experiência adquirida pela cidade na Copa das Confederações e agora na Copa do Mundo, nos dá a certeza de estarmos prontos para a realização de grandes eventos pelos próximos anos.

FGV: Índice de Confiança do Comércio tem maior queda desde 2011

O Índice de Confiança do Comércio fechou o segundo trimestre de 2014 em queda de 6,4%, na comparação com o mesmo período do ano passado, ao registrar a maior baixa na relação anual desde dezembro de 2011 – quando a taxa havia caído 6,8%. É a quarta tendência de queda consecutiva apresentada pelo indicador. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (27), pela Fundação Getulio Vargas (FGV), e indicam que, nos meses anteriores, as variações interanuais trimestrais foram -3,1%, em abril, e -4,4%, em maio.

Segundo a FGV, a diminuição da confiança foi influenciada pela piora das expectativas em relação aos próximos meses – com a taxa interanual trimestral do Índice de Expectativas passando de -2,6%, em maio, para -6%, em junho.

A FGV ressalta, porém, uma “relativa melhora” na margem, com o Índice da Situação Atual, que continua apresentando níveis médios inferiores aos do ano passado. As taxas de variação passaram de -7,2% para -7,1%, nos mesmos períodos e bases de comparação.

Na média do trimestre terminado em junho, 13,5% das empresas consultadas avaliaram o nível atual de demanda como forte e 25,4%, como fraca. No mesmo período de 2013, esses percentuais haviam sido de 16,0% e 21,1%, respectivamente.

(Agência Brasil)