Blog do Eliomar

Categorias para Economia

PIB – Analistas fazem projeção de leve alta neste ano

“A projeção de analistas do mercado financeiro para o crescimento da economia este ano foi levemente ajustada para cima. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 3,22% para 3,23%. Para 2013, segue a estimativa de 4,3%.

A expectativa para o crescimento da produção industrial, neste ano, passou de 2,02% para 1,92%. Para 2013, o ajuste foi de 4% para 3,95%. A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi alterada de 36,2% para 36,1%, este ano, e segue em 34,7%, em 2013. A expectativa para a cotação do dólar passou de R$ 1,80 para R$ 1,81, tanto para o final deste ano quanto para o fim de 2013.

A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) foi ajustada de US$ 19,2 bilhões para US$ 19,22 bilhões, em 2012, e de US$ 14,5 bilhões para US$ 14,7 bilhões, no próximo ano.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa passou de US$ 68,63 bilhões para US$ 68,54 bilhões, este ano, e de US$ 73,5 bilhões para US$ 75 bilhões, em 2013.

A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) passou de US$ 56,4 bilhões para US$ 56,7 bilhões, em 2012, e de US$ 55,7 bilhões para US$ 56,4 bilhões, no próximo ano.”

(Agência Brasil)

Futura Trends debate desafios da gestão de pessoas

151 1

O “Futura Trends 2012” reúne em Fortaleza, a partir desta segunda-feira, no La Maison Coliseum, um grupo de especialistas do Brasil e do Exterior que tratarão de temas em evidência nas principais universidades e academias do mundo. O evento é realizado pelo Grupo de Comunicação O POVO.

“Desafios e Oportunidades do Futuro para o Sucesso em Gestão dos Negócios e das Pessoas” é o tema do seminário, que terá como foco a área de recursos humanos.

No total, serão seis palestras e a primeira será ministrada pelo neurocientista PhD Miguel Nicolelis, que falará sobre “Avanços da Tecnologia e suas Implicações no Futuro”.

Mercados financeiros da Europa reagem à vitória de Hollande e às eleições na Grécia

“As eleições na França e na Grécia provocaram hoje (7) baixas nos principais mercados financeiros da Europa. Na abertura da Bolsa de Paris (França), houve perda de 1,38%, e a de Atenas também abriu em baixa. A mesma tendência se repetiu nas bolsas de Londres (na Grã-Bretanha), que registrou queda de 1,93%,  de Frankfurt (Alemanha), com baixa de 2,16% , de Madrid (Espanha), 1,92% e de Milão (Itália), 1,86%.

Para analistas econômicos, a vitória do socialista François Hollande na França causa incerteza nos mercados financeiros da Europa, considerando que a economia francesa é a segunda maior da região. Também é motivo de incerteza o fato de a União Europeia reunir 27 países, dos quais 22 são comandados por líderes conservadores ou de centro.

O desafio de Hollande, segundo analistas, é mostrar para a Europa e o mundo que sua eleição não é uma ameaça à estabilidade, mas a busca pelo fim do agravamento da crise econômica internacional. Ele assume o poder no próximo dia 14.

Os mercados financeiros também reagiram em relação aos resultados das eleições legislativas na Grécia. Os resultados mostraram a resposta da população ao plano de austeridade imposto pelos principais partidos do país e também à contenção contra os protestos que dominaram as grandes cidades gregas.

Nas eleições gregas venceram os pequenos partidos políticos, colocando as atuais forças políticas em minoria – o Pasok (socialista) e a Nova Democracia (direita). Os dois partidos garantiram apenas 149 dos 300 lugares, dificultando a formação de um novo governo de coalizão.”

(Agência Brasil com Agência Lusa)

Novo Código Florestal – Veto de Dilma deve prolongar impasse sobre a matéria

“Mesmo após mais de dez anos de tramitação, o texto do Código Florestal, aprovado no fim de de abril na Câmara dos Deputados, é alvo de críticas por parte de ambientalistas, ruralistas e até pela cúpula do governo federal.

A presidente Dilma Rousseff é pressionada agora por todos os lados para vetar o texto que passou pelo Plenário. Ela tem 15 dias úteis para tomar uma decisão, contados a partir do dia em que o texto chegar ao Executivo, o que ainda não aconteceu.

Ainda que Dilma confirme as expectativas e vete o texto, na íntegra ou parcialmente, a discussão em torno da reforma do código deve aumentar ainda mais. Pelo lado dos ambientalistas, que votaram contra o Código desde o começo, a promessa é pressionar para que a discussão comece do zero novamente, como explica o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP).”

(R7.com)

Decreto que proíbe uso de celular dentro de agências bancárias vira letra morta

193 2

A diretoria do Sindicato dos Bancários do Ceará está cobrando do governador Cid Gomes (PSB) a aplicação, na prática, do decreto ele baixou proibindo o uso de celular nas agências bancárias.

O mesmo decreto também obriga os bancos a instalarem divisórias nos guichês para que fique assegurada a privacidade do cliente.

Até agora, segundo o diretor Marcos Saraiva, também representante do Sindicato dos Bancários do Estado junto à Confederação Nacional dos Trabalhadores de Instituições do Ramo Financeiro (Contrafi), esse decreto não passa de letra morta.

ATAQUES A BANCOS

O número de ataques a banco – assaltos, tentativas, saidinhas, arrombamentos, no Ceará já superou os 50, segundo informações do Sindicato dos Bancários do Ceará.

Bancada federal do Nordeste agenda debate sobre capacitação tecnológica

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xJJlPjbykwY&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=12&feature=plcp[/youtube]

A bancada federal do Nordeste programa encontro para discutir projetos de capacitação tecnológica para a região. O autor da proposta é o deputado federal cearense Ariosto Holanda (PSB) que quer, inclusive, convidar o ministro da Ciência e Tecnologia para tratar sobre o assunto e, também, sobre o porquê do não cumprimeno de normal constitucional no rateio de verbas dos fundos setoriais de ciência e tecnologia.

SRT/CE convoca Sinduscon e trabalhadores da construção civil para um acordo

A Superintendência Regional do Trabalho marcou para esta segunda-feira, às 14h30min, em sua sede, um encontro dos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza (STICCRMF) com representantes dos trabalhadores do setor. O objetivo é retomar as negociações da campanha salarial 2012 dos trabalhadores da construção civil.
A categoria aprovou, em assembleia geral realizada na Avenida Beira Mar quinta-feira última, retornar à mesa de negociação, no que suspende a paralisação total dos trabalhos que estava marcada para iniciar nesta segunda–feira.

BB anuncia nova redução de juros para pessoa física

“O Banco do Brasil (BB) anunciou na manhã de hoje (4), na capital paulista, uma nova redução nas taxas de juros para pessoa física, e reformulou linhas de crédito que contam com garantia de imóveis ou veículos. É o terceiro anúncio de corte desde o início de abril.

Os clientes que tiverem conta-salário no BB e aderirem ao programa Bom pra Todos não pagarão mais do que 3,94% ao mês em nenhuma modalidade de crédito pessoal, segundo o banco. Para esses clientes, os juros do cheque especial foram reduzidos de 8,31% para 3,94% ao mês, em taxa única. Essa nova taxa vale a partir do dia 10 de maio.

Outra redução no programa Bom pra Todos se refere aos juros de linhas de crédito pessoal (CDC automático e CDC renovação), que tinham taxa máxima de 5,79% e passarão a ter de 3,94% ao mês.

Para clientes que não recebem salário pelo banco e, portanto, não podem aderir ao pacote, a instituição anunciou uma linha de crédito para pessoas físicas com garantia de imóvel próprio, com juros reduzidos de 1,52% a 1,6% ao mês e prazo de pagamento até 180 meses. Essa linha de crédito será disponível, no entanto, apenas para quem tem renda acima de R$ 6 mil. Os clientes podem financiar até 50% do valor do imóvel que está em seu nome.

No caso do cliente que não tem imóvel próprio e com renda inferior a R$ 6 mil, o banco oferece um empréstimo com o veículo usado (com até cinco anos de fabricação) como garantia. Para essa linha, o BB reduziu os juros de 3,2% para 1,58% ao mês (taxa média). Neste caso, o limite financiável será até 70% do valor do veículo, com prazo de até 58 meses e liberação imediata do crédito após aprovada a operação, de acordo com o banco. Essas duas linhas entram em vigor no dia 27 de maio.”

(Agência Brasil)

Cid Gomes anuncia que Governo vai comprar navio

199 9

O governador Cid Gomes (PSB) anunciou, nesta sexta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa, durante o lançamento do Programa Pacto pelo Pecém, uma série de ações e projetos em execução no Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Falou sobre termelétricas, siderúrgica, refinaria e ZPE e reafirmou seu sonho de conseguir atrair para o Estado uma montadora de veículos.

Nesse caso, Cid persegue o mesmo plano do seu irmão, o ex-governaor Ciro Gomes, que conseguiu trazer a montadora Gurgel, mas que, anos depois, quebrou.

Ao anunciar os projetos do Pecém, o governador informou que está mudando o nome da Empresa Ceará Portos para “Ceará Portos e Cabotagem”. Ele adiantou que o governo estadual vai adqurir, por conta disso, um navio com capacidade para transportar cinco mil veículos.

DETALHE – A novidade entra assim numa lista de compras da Era Cid, onde já foram constam patinetes da Beira Mar, Hilux do Ronda do Quarteirão e tubeladores do Metrofor.

DETALHE 2  – Será que esse navio servirá também para o futuro Acquario?

FGV – Empresários do comércio estão menos confiantes na economia

“A confiança dos empresários do comércio na economia do país apresentou queda de 4,4% na média dos meses de fevereiro, março e abril, na comparação com igual período do ano passado. O Índice de Confiança do Comércio (Icom), divulgado hoje (4) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), alcançou no trimestre 126,8 pontos, contra 132,7 pontos do mesmo período de 2011.

No trimestre encerrado em março, o Índice de Confiança do Comércio havia registrado queda de 4,3%, também na comparação com os três primeiros meses do ano passado. O segmento veículos, motos e peças foi o que apresentou as quedas mais intensas, de -6,6% no trimestre encerrado em abril e de -5,7% no trimestre encerrado em março, ambos comparados com os mesmos períodos de 2011. Já o segmento material para construção obteve melhora, com queda de 0,8% em abril, após recuo de 1% em março.

Sobre o momento atual, os empresários do comércio se mostraram mais favoráveis. O índice do trimestre encerrado em abril foi 3,7% menor do que o do mesmo período do ano anterior, enquanto em março houve variação de -4,1% na mesma comparação. Para 18,6% das empresas consultadas, o nível atual de demanda é forte e 20,9% o consideram fraco.

Já em relação aos próximos meses, a percepção das empresas do setor mostrou-se menos favorável. O indicador recuou 4,8% no trimestre encerrado em abril, enquanto a queda em março havia chegado a 4,5%, nas mesmas bases de comparação. Para compor o Índice de Confiança do Comércio de abril, a Fundação Getulio Vargas coletou dados entre os dias 2 e 27 do mês entre 1.229 empresas responsáveis por um total de 112.224 pessoas ocupadas.”

(Agência Brasil)

Sai no Diário Oficial a MP que altera regras para novos depósitos da poupança

“O Diário Oficial da União publica hoje (4) a medida provisória que altera as regras da poupança. As novas regras passam a valer para os depósitos feitos a partir desta sexta-feira. De acordo com as medidas, o rendimento mensal do dinheiro depositado em poupança será equivalente a 70% da taxa básica de juros mais a variação da Taxa Referencial (TR). Isso quando a Selic estiver em 8,5% ao ano ou menor. Se a taxa for maior que 8,5%, o rendimento continuará sendo de 0,5% ao mês mais a variação da TR.

De acordo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, uma das preocupações do governo foi o efeito que a manutenção de ganho fixo da poupança teria sobre os fundos de investimento que pagam índices próximos ao da Selic. Sem a mudança, segundo ele, haveria migração de recursos dos fundos para a poupança.”

(Agência Brasil)

Fortaleza ganha 15 novos supermercados neste ano

717 1

Pelo menos 15 novos supermercados abrirão, até o fim deste ano, em Fortaleza. Entre esses, novas filiais do Center Box, Cometa, G. Barbosa e do Extra, segundo informa o presidente da Associação Cearense de Supermercados, Aníbal Feijó. Ele diz que a cidade vem experimentando um boom na área, porque se constituiu como importante centro de consumo no Nordeste.

“O fortalezense adora fazer mercantil”, acentua Aníbal, prevendo que o segmento, que fechou 2011 com crescimento de 13%, está otimista quanto as vendas neste mês das mães. “A gente espera um incremento de até 25%, porque o modelo dos supermercados não é só de venda de alimentos, mas de departamentos como os de eletroeletrônicos, eletrodomésticos, cama, mesa e banho e outras variedades”, explica.

VAMOS NÓS – Que venham, então, promoções. Os papais e filhinhos vão agradecer.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Sindiônibus e motoristas discutem reajuste salarial

153 1

Nesta sexta-feira, a partir das 9 horas, empresários e motoristas de ônibus iniciam, na sede da Superintendência Regional do Trabalho, discussões sobre cláusulas monetárias. Os motoristas estão vivendo o mês de sua data-base.

A categoria está reivindicando 25% de reajuste. O empresariado, por meio do Sindiônibus vai apresentar contraproposta.

Essa fase de discussões sobre percentual de reajuste é considerada a mais importante de toda a negociação.

IBGE – Produção industrial cai 0,5% em março

“A produção industrial brasileira voltou a cair em março, com uma redução de 0,5% em relação a fevereiro, de acordo com os números divulgados hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a março de 2011, a queda foi de 2,1%, o que configura o sétimo resultado negativo consecutivo nesse tipo de comparação. Embora tenha registrado uma expansão de 1,3% em fevereiro, o setor industrial já acumula em 2012 uma queda de 3%.

De acordo com o IBGE, a produção industrial apresentou recuo em março, em 18 dos 27 ramos pesquisados, com destaque para equipamentos de instrumentação médico-hospitalar, ópticos e outros (-10,1%); material eletrônico, aparelhos e equipamentos de comunicações (-6,9%); edição, impressão e reprodução de gravações (-7,1%) e refino de petróleo e produção de álcool (-3,6%). Com exceção de material eletrônico, esses ramos tinham registrado resultados positivos em fevereiro.

Entre as nove atividades que tiveram crescimento na produção em março, a que exerceu maior influência sobre o total da indústria foi a de veículos automotores, com uma alta de 11,5%. O ramo, que em janeiro tinha registrado uma queda de 31,2%, já acumula dois meses consecutivos de resultados positivos, com uma expansão de 26,2%.”

(Agência Brasil)

Índice de Confiança de Serviços registra queda de 4,8% em abril

“O Índice de Confiança de Serviços (ICS), apurado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e que serve como referência para medir a confiança dos empresários no setor, registrou queda de 4,8% em abril deste ano, na comparação com o mesmo mês do ano passado. De acordo com os dados divulgados hoje (3) pela FGV, a pontuação do índice passou de 135,3 para 128,8. Em março deste ano, o ICS apresentou queda de 1%.

Para a FGV, o resultado de abril na comparação anual foi influenciado pelas avaliações dos empresários em relação ao momento presente. Houve queda de 8,3%, contra a de 2,7% registrada em março, levando a taxa ao pior resultado desde outubro de 2009 (-8,7%).

Já o índice que mede as expectativas dos empresários continua com os resultados mais favoráveis do que os observados na avaliação do momento presente, o que para a FGV “pode ser reflexo de uma percepção de melhora gradual no nível de atividade econômica nos próximos meses”. A proporção das empresas que preveem crescimento passou de 51,8% em abril de 2011 para 49,2%, em abril de 2012, enquanto a parcela das que esperam queda passou de 3,5% para 3,7%.”

(Agência Brasil)

Justiça barra construção de supermercado em área da Aldeota

“A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) manteve cláusula contratual que proíbe uso de imóvel por empresas do setor de supermercados. A decisão, proferida nesta quarta-feira, teve como relatora a desembargadora Sérgia Maria Mendonça Miranda.

A ação foi movida pela Barcelona Participações e Administração Ltda. e a ABM – Empreendimentos e Participações Ltda contra o Bompreço S/A – Supermercados do Nordeste. Segundo os autos, a Barcelona e a ABM compraram, em 28 de novembro de 2003, terreno do Bompreço. O imóvel está localizado no quadrilátero entre a avenida Desembargador Moreira, rua Torres Câmara, Visconde de Mauá e Desembargador Leite Albuquerque, no bairro Aldeota, em Fortaleza.

A cláusula 4ª do contrato estabelecia que as compradoras não poderiam, no prazo de até dez anos, explorar atividade comercial de supermercado e/ou hipermercado. Além disso, o terreno não poderia ser transferido para empresas que atuam no setor.

Em 2005, a Barcelona e a ABM entraram na Justiça com ação de nulidade, alegando que a cláusula é ilícita. Na contestação, o Bompreço defendeu que o acordo de não concorrência poderia ser desconsiderado, caso as compradoras arcassem com o valor da indenização. Destacou que as empresas tinham conhecimento dessa condição quando assinaram o contrato.

Em abril de 2007, o Juízo da 10ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza declarou nula a cláusula 4ª, por considerá-la abusiva. O Bompreço entrou com apelação (nº 53536-08.2005.8.06.0001/1) no TJCE, afirmando que a cláusula foi inserida no contrato “como condição essencial e fundamental à concretização do negócio”.

Ao julgar o recurso, a 6ª Câmara Cível reformou a sentença e manteve a cláusula e a multa, de R$ 10 milhões, em caso de quebra do acordo. Segundo a relatora, houve ofensa à boa-fé contratual porque as compradoras se portaram de modo diverso ao estabelecido em contrato.

(Site do TJ-CE)