Blog do Eliomar

Categorias para Educação

Encceja 2019 – Prova será realizada em 25 de agosto

Quem vai participar da edição de 2019 do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) precisa saber o quanto antes o local das provas. Para isso, os participantes já podem consultar os locais onde farão o exame, no domingo, 25 agosto. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério da educação.

Para auxiliar a encontrar o local de prova, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) elaborou um passo a passo de acesso.

Além do endereço onde o participante realizará o exame, o Cartão de Confirmação de Inscrição apresenta número de inscrição, data, local e horário das provas, indicação das áreas de conhecimento e do nível de ensino, solicitação de atendimento especializado, específico e/ou pelo nome social, se for o caso, e indicação da secretaria Estadual de Educação ou do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia que pleiteará a certificação.

Confira, abaixo, a descrição do passo a passo

o participante deverá acessar a página do Encceja;
no sistema, o participante irá clicar em “Página do Participante”;
após preencher os campos de CPF e senha e selecionar a figura indicada pelo sistema, o participante deverá clicar em “Enviar”. A página será diretamente direcionada à imagem do Cartão de Confirmação de Inscrição, na qual o participante encontrará o endereço do local onde fará a prova.

DETALHE – O Inep recomenda que todos os participantes imprimam o Cartão de Confirmação de Inscrição e o levem impresso no dia do exame, embora sua apresentação não seja obrigatória para realizar a prova.

SERVIÇO

*Confira o passo a passo para consultar locais de prova em vídeo aqui.

 

Servidores da educação reivindicam concurso público e aumento das gratificações

131 3

A secretaria da Educação do Ceará (Seduc), Eliana Estrela, recebeu nessa terça-feira (20), no Cambeba, dirigentes da Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Asseec), que apresentaram as pautas dos servidores administrativos inseridos nos grupos ADO e ANS. A associação também requereu a realização do concurso público para preenchimento de duas mil vagas, a gratificação para secretárias escolares e a implantação do Plano de Carreiras.

A presidente da Asseec, Rita Cássia Gomes, defendeu um aumento de 60% na gratificação, atualmente fixada em R$ 246.

A titular da Seduc afirmou que o Governo do Estado deverá analisar os pedidos a partir do próximo mês, mas nesta semana deverá se reunir com o secretário Mauro Filho (Seplag), quando levará a pauta sobre o Plano de Carreiras.

(Foto: Divulgação)

ProUni – Não matriculados tem até esta segunda-feira para pedir bolsas remanescentes

O prazo para alunos não matriculados em uma instituição de ensino superior concorrerem a uma das bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) acaba nesta segunda-feira (19). Os estudantes interessados devem fazer as solicitações pelo site do ProUni. Os candidatos matriculados podem se inscrever até 30 de setembro.

O prazo terminaria na última sexta-feira (16), mas foi prorrogado devido a uma instabilidade no portal. Após identificar indícios de sabotagem no sistema, o Ministério da Educação (MEC) acionou a Polícia Federal (PF).

Vagas remanescentes

As vagas remanescentes são mais uma chance para quem não foi contemplado na primeira e segunda chamadas, além da lista de espera. A disponibilidade dessas vagas, voltadas para o segundo semestre do ano, ocorre por desistência dos candidatos pré-selecionados ou por falta de documentação.

Podem concorrer às bolsas remanescentes brasileiros sem diploma de curso superior e que tenham participado de qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos e que não tenha zerado a prova de redação.

Os professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e que não tenham participado do Enem, podem se inscrever às bolsas de estudo em cursos de licenciatura.

Quem for selecionado deverá comparecer à instituição de ensino nos dois dias úteis subsequentes ao da inscrição para comprovar as informações prestadas. Caso a ocupação não seja confirmada, a bolsa volta a ficar disponível no sistema.

(Agência Brasil)

Presidente do Sindicato Apeoc troca o PT pelo PCdoB

247 2

O presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo, desfiliou-se do Partido dos Trabalhadores. Já na próxima sexta-feira, às 10 horas, na Assembleia Legislativa, ele estará se filiando ao PCdoB.

“Estou me desfiliando após 33 anos pela concepção de fortalecer a luta com maior amplitude de alianças pra recuperar a democracia, defender a soberania, retomar direitos trabalhistas e sociais e garantir a educação pública como instrumento de distribuição de renda , oportunidades, inclusão social, formação humana, científica e profissional acessível a todos e todas”, informou para o Blog o dirigente sindical.

Em sua trajetória dentro do PT, Anízio chegou a trabalhar mais proximamente do então deputado estadual Artur Bruno, hoje secretário estadual do Meio Ambiente.

Além dele, outras lideranças da área da educação vão estar se filiando ao PCdoB.

(Foto – Apeoc)

Ministro diz que recursos de universidades podem ser desbloqueados

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse nessa sexta-feira (16) que o cenário indica a possibilidade de que os recursos contingenciados das universidades podem ser desbloqueados a partir de setembro. De acordo com o ministro, a aprovação da reforma da Previdência cria um ambiente favorável para a retomada da atividade econômica e, como consequência, o aumento na arrecadação de impostos, o que aliviaria o caixa do governo, permitindo descontingenciar os recursos.

“Desde o primeiro momento a gente falou que contingenciamento não era corte, que a gente ia administrar uma crise herdada por governos passados na boca do caixa e que a previsão era que, caso passasse a reforma da Previdência, provavelmente já em setembro a gente teria um descontingenciamento. Simplesmente eu tô mantendo tudo o que eu estou falando há 120 dias”, disse Weintraub.

Em março, o governo anunciou contingenciamento no orçamento das universidades e institutos federais de educação no montante de R$ 2 bilhões da verba prevista, o equivalente a 29,74% do total do orçamento anual. Segundo o ministro, o bloqueio da verba foi necessário devido à redução na previsão de crescimento do país este ano. O Orçamento elaborado no ano passado previa um crescimento de 2,5% no ano, o que já foi descartado pelo governo. Além disso, com o recuo da atividade econômica no primeiro semestre, houve uma redução na arrecadação.

(Agência Brasil)

41 universidades portuguesas passam a aceitar o Enem

O Ministério da Educação (MEC) informou hoje (16) que mais quatro instituições de ensino superior de Portugal firmaram convênio com a pasta para aceitar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de seleção de estudantes brasileiros em seus cursos de graduação. Com isso, 41 universidades portuguesas já aceitam o exame como mecanismo de admissão.

“O jovem brasileiro que vai fazer a prova do Enem em 2019 tem que saber que, além das universidades públicas e privadas brasileiras, a prova também pode ser utilizada para acessar o ensino superior português. Essa é uma oportunidade para o jovem brasileiro que queira estudar fora”, disse o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes.

Segundo Lopes, os interessados podem acessar a página do Inep e conhecer as instituições portuguesas que já firmaram convênio. Após o resultado do exame, em janeiro, os estudantes podem procurar as universidades que têm critérios de admissão específicos.

“Ele [o estudante] não vai precisar fazer novas provas. Ele vai apresentar outros tipos de documentações ou exigências da universidade. A proficiência foi medida pelo Enem”, destacou o presidente do Inep.

Os convênios interinstitucionais não envolvem transferência de recursos e não preveem financiamento estudantil por parte do governo brasileiro. Além disso, a revalidação de diplomas e o exercício profissional no Brasil dos estudantes que cursarem o ensino superior em Portugal estão sujeitos à legislação brasileira aplicável à matéria.

Casos de xenofobia

Durante anúncio dos novos convênios, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi questionado sobre casos de xenofobia que estudantes brasileiros têm sofrido por portugueses em razão de ocuparem vagas nas universidades do país.

Há cerca de três meses, estudantes da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa se queixaram de discriminação ao encontrarem, na entrada da instituição, uma caixa de pedras e uma placa onde se lia “grátis para atirar em um zuca”, termo pejorativo usado para se referir a brasileiros.

“Eu vejo Portugal como um estado democrático, funcional e onde qualquer ação de xenofobia, racismo, o estudante pode procurar as autoridades portuguesas e também brasileiras e entrar com uma ação”, disse Weintraub que afirmou já ter tratado do assunto com a Embaixada de Portugal.

Convênio

Os convênios com instituições de ensino superior portuguesas tiveram início em 2014, durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, quando as universidades de Coimbra e Algarve assinaram acordo com o MEC aceitando o exame como forma de admissão. Segundo o ministério, desde o início do convênio, Coimbra recebeu 1.239 alunos e a Universidade de Algarve, 450.

Das 41 instituições, três têm sede na capital do país: o Instituto Universitário de Lisboa, a Universidade Autônoma de Lisboa e o Instituto Politécnico da Lusofonia. Já a Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa está localiza na cidade de Oliveira de Azeméis.

Segundo o MEC, a intenção é expandir os convênios para outros países. O presidente do Inep disse que existem tratativas com instituições da França e da Espanha, mas ainda não há previsão de um acordo final.

“Há, sim, o interesse de ampliar para outros países, já começamos contatos, mas ainda é muito incipiente. Acreditamos que vai ser possível, só que isso é um processo que demora um pouco, que não é imediato”, disse Lopes que aproveitou para afirmar que o cronograma do Enem está em dia.

“A elaboração do Enem está ocorrendo dentro do planejado, dentro do cronograma. Não tem ocorrido nenhum tipo e problema para o Enem, os estudantes podem ficar tranquilos com relação a isso”, disse.

(Agência Brasil)

Artigo – “Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida”

Com o título “Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida”, eis artigo de Richard Vasconcelos, CEO da LEO Learning Brasil e mestre em Tecnologias Educacionais pela Universidade de Oxford. “De acordo com especialistas em neurociência, há uma relação direta entre esse tipo de memória e a inteligência emocional, elemento comprovadamente mais influente para uma carreira de sucesso do que processos de formação ou índices de Q.I.”, diz o articulista. Confira:

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto. Mas os primeiros passos do seu filho e a primeira medalha da sua filha seguirão ocupando a parte mais nobre do seu “HD”, a memória emocional. De acordo com especialistas em neurociência, há uma relação direta entre esse tipo de memória e a inteligência emocional, elemento comprovadamente mais influente para uma carreira de sucesso do que processos de formação ou índices de Q.I.

Especialmente aos homens, neste mês em que é comemorado o Dia dos Pais, é válida a reflexão sobre a importância de ressignificar o cotidiano e atribuir o devido valor à existência de memórias emocionais de qualidade. Some-se a isso o fato de que é urgente às empresas incentivar um compartilhamento mais igualitário entre pais e mães no que diz respeito ao acompanhamento da rotina de seus filhos.

Afinal, vivemos em um país em que o nascimento de uma criança representa um direito legal de seis meses de afastamento exclusivamente materno equiparado a apenas uma semana de pausa paterna. Além disso, o mais comum é que responsabilidades como consultas médicas e reuniões escolares comumente também fiquem a cargo das mulheres.

Nesse contexto, o famoso horário comercial e a jornada de trabalho acabam se estruturando como impedimentos quase monolíticos à presença paterna em eventos importantes, seja uma reunião escolar, uma consulta médica ou a final da escolinha de futebol. E cabe às empresas abraçar mais flexibilidade para mudar esse cenário.

A flexibilidade entra aqui como ferramenta para reforçar a possibilidade de equilíbrio entre trabalho e família. Afinal, todos sabem que tarefas não desaparecem e que metas de entregas precisam ser cumpridas. Porém, pode-se chegar mais cedo, sair mais tarde, fazer o trabalho em casa. O fato é que qualquer tarefa do dia-a-dia pode ser feita em um horário alternativo. E oferecer condições aos colaboradores para que equilibrem as duas esferas da vida é o melhor presente que um gestor pode dar.

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto. Até lá, permita que um enorme volume de memórias emocionais positivas sejam armazenadas ao longo do tempo por você.

*Richard Vasconcelos,

CEO da LEO Learning Brasil, mestre em Tecnologias Educacionais pela University of Oxford e atua há 15 anos no mercado de educação. É neto do fundador da universidade Estácio, atuou na implantação do ensino à distância na instituição até 2009. Fundou a Me Digital, startup desenvolvedora de soluções para gestão escolar e é ex-CEO e sócio da rede de escolas de inglês Britannia, vendida para a Cultura Inglesa em 2018.

 

MEC diz que vai ampliar vagas de ensino em tempo integral

O Ministério da Educação (MEC) planeja ampliar a quantidade de vagas para o ensino médio em tempo integral. É uma das medidas anunciadas no Compromisso Nacional pela Educação Básica, em julho. A meta inicial da pasta é atingir 500 mil novas matrículas até 2022 – hoje são 230 mil, informa a assessoria de imprensa da pasta.

A proposta do programa, criado em 2016, é ampliar a carga horária do ensino médio de 4 para, no mínimo, 7 horas diárias. Um total de 1.024 escolas participa. O MEC já disponibilizou R$ 338 milhões para as instituições de ensino em 2019. “Estamos estudando a criação de mais um caminho para aumentar a oferta de vagas em tempo integral. É o contrário do que foi veiculado por alguns veículos de comunicação”, disse o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel.

Segundo o secretário de Educação Básica do MEC, Janio Macedo, a pasta mantém diálogo constante com o Conselho dos Secretários Estaduais de Educação (Consed) e com a União Nacional dos Dirigentes de Municipais de Educação (Undime) para formular políticas públicas que beneficiem a educação em estados e municípios.

O Novo Ensino Médio tem um projeto piloto em 3.500 escolas. Nelas, a carga horária foi ampliada de 4 para 5 horas diárias. O orçamento disponibilizado para essas instituições em 2019 é de R$ 340 milhões.

Já o Novo Mais Educação, lançado em 2016, é voltado para o Ensino Fundamental e tem o objetivo de melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes, no contraturno, fora da grade curricular.

Esse programa será reestruturado pelo MEC, em conjunto com o Consed e a Undime, para aumentar a carga horária do 6º ao 9º ano do ensino fundamental de 4 para 5 horas diárias dentro da grade curricular. “É preciso esclarecer que o Novo Mais Educação e o Ensino Médio em Tempo Integral são dois programas distintos. O primeiro abarca somente o ensino fundamental”, disse Janio Macedo.

Faculdade Católica de Fortaleza fecha parceria com Polo Universitário Santo Inácio

161 1

Padre Eugênio Pacelli será o diretor desse novo polo.

A Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) é a mais nova parceira do Polo Universitário Santo Inácio. A instituição ligada à Arquidiocese da capital cearense vai se juntar à Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), ao Centro Universitário Católica de Quixadá (Unicatólica) e ao Colégio Santo Inácio. A informação é da assessoria de imprensa do Polo Santo Inácio.

Esse novo Polo de Ensino terá como diretor o padre Eugênio Pacelli, jesuíta que atua na direção de Pastoral do Colégio Santo Inácio. O anúncio oficial dessa parceria vai acontecer neste domingo, às 18 horas, durante missa na quadra do colégio.

Na ocasioão, a missa será presidida pelo reitor da Unicap, padre Pedro Rubens Ferreira de Oliveira, e contará com as presenças dos reitores da FCF, padre Antônio Francileudo, e da Unicatólica, professor Marcos James Chaves Bessa.

Expansão

Com a chegada da FCF, o Polo Universitário Santo Inácio passará a contar com três Instituições de Ensino Superior (IES) católicas atuando juntas no oferecimento de cursos de pós-graduação e de extensão.

O Polo já disponibiliza o Mestrado Interinstitucional (Minter) em Ciências da Linguagem e o Doutorado Interinstitucional (Dinter) em Direito. Esses dois cursos stricto sensu já estão em andamento.

Há ainda a especialização (lato sensu) em Tanatologia, Suicídio e Processo de Luto, também em andamento. Em breve, serão lançados novos cursos lato sensu. Na extensão, está sendo ofertado o curso Ciclo de Estudos Noites de Aprofundamento Bíblico.

(Foto – Divulgação)

Artigo – O presidente da Academia Brasileira de Letras aborda o desmonte

Com o título “Desmonte”, eis artigo de Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras. “Escrevo, hoje, em primeira pessoa, apenas e tão somente, na qualidade de professor titular da UFRJ. Não falo senão por mim mesmo, com as cordas vocais que me constituem.”, diz ele, expondo sua revolta com cortes na área da educação. Confira:

Pergunto até quando Catilina irá abusar da nossa paciência, e qual o tamanho do abismo a que nos leva? Procuro modular minha indignação diante dos ataques desferidos à Constituição de 1988. Fruto soberbo de uma transição inacabada para a democracia, nossa Carta Magna vive sob estado de sítio. Espero que o Supremo desperte do sono dogmático e compreenda, de modo frontal, a gravidade do momento.

Só o tempo dirá como chegamos ao presente estado de coisas e quem sequestrou nossa frágil democracia. Só o tempo dirá quais foram os arquitetos desse frágil castelo de cartas, e quem feriu o coração da República.

Tenho mais de 50 anos e nunca me senti tão vilipendiado como professor. Os reitores das universidades são tratados como agentes da desordem e do “marxismo cultural”. O ministério ameaçou corte de verba por motivos impensáveis a três universidades. Ao perceber que era inconstitucional, abriu fogo contra todos.

Houve quem defendesse o fim do ensino da Filosofia e da Sociologia. Um argumento interessante para documentar a que ponto chegamos.

Nosso original chanceler, na mesma linha ortodoxa, disse que a autoridade máxima do país era o novo Messias, a pedra angular que todos rejeitaram.

Sugiro que façamos um estudo do campo semântico da política atual, seguindo o “Linguagem do Terceiro Império”, de Viktor Klemperer.

De onde tiraram a loucura de acabar com os cursos de Filosofia e Sociologia? Em que país do mundo, em que regime totalitário se ousaria tamanho dislate? Um misto de soberba e despreparo de hooligans, ungidos por um deus odioso.

Mas é também um plano, para adestrar a universidade pública. Poderão ensinar, em casa, que a Terra é plana, ou quadrada, que a evolução não existe, que só a Bíblia interessa, e que a ciência sem religião é de satanás.

Sou um péssimo exemplo: cursei História na UFF. Sou professor de literatura. E bem mais grave: com pós-doutorado de Filosofia na Alemanha. Deveria ressarcir os cofres públicos.

Fico espantado que não tenham lido Max Weber, Karl Mannheim e, nem tampouco, o “deletério” Karl Marx, homem de vasta cultura. Esse filósofo, de barba selvagem, trazia no DNA o escândalo da desigualdade entre os homens. Ele e Francisco, o de Assis e o do Vaticano. Todos a serviço do “Fórum de São Paulo”.

Não há problema se você é de direita ou de esquerda. O que espanta é a surda arrogância, o ódio à cultura e as paixões violentas.

Certo ministro segue a cartilha do “filósofo” do turpilóquio, o das palavras grosseiras. É chocante a baixa qualidade do debate. Querem uma posição mais moderada? Pois muito bem, leiam Norberto Bobbio, leiam Karl Popper e Bertrand Russell. E compreendam a dignidade republicana dos cargos que ocupam.

Não agridam a liberdade de cátedra, assegurada na Constituição. Os professores são tratados como espiões da KGB, dispostos a favorecer a entrada dos tanques soviéticos através de nossas fronteiras. É um caso psiquiátrico. Leiam o Manual de Diagnósticos (DSM-5).

Eis a luta da “pedra angular” contra o dragão da maldade. Somos filhos do demônio, os professores, hereges que não obedecem à cartilha do pensamento único, se ainda houver conjunto de neurônios capazes de pensar.

A Universidade pública é a maior conquista da sociedade civil. Compõe um capítulo formidável na História do Brasil e do Ocidente. Possui altos níveis de excelência, jamais deixou de rasgar novos horizontes científicos, apesar da verba irrisória.

Peço aos que cuidam da educação maior cuidado. Que não se torne a dizer que o corte no ensino superior vai abrir mais creches. Esse dilema não existe. Trata-se de uma falácia que se aprende num simples manual de lógica.

Porque não é matéria de Veterinária, mas de Filosofia.

A diversidade do pensamento é o que interessa: de Kafka (com K) a Agostinho, de Adam Smith a James Joyce (com Y). O diálogo construtivo sem ódio e sem anátema.

Não busco a imprecação e o pugilato. Trabalho no campo das ideias, de modo contundente e ao mesmo tempo respeitoso.

Mas não vou assistir, de braços cruzados, ao desmonte da Universidade pública.

*Marco Lucchesi,

Professor e presidente da Academia Brasileira de Letras.

(Foto – Reprodução)

Mensagem que reestrutura sistema remuneratório dos professores tramita na AL em regime de urgência

A Assembleia Legislativa aprovou, nessa terça-feira, a tramitação, em regime de urgência, para projeto de lei do Poder Executivo que reestrutura o sistema remuneratório dos profissionais de nível superior do Grupo Ocupacional Magistério da Educação Básica.

Acatou pedido do líder do Governo na Casa, Júlio César (Cidadania).

A proposta de n°68/19 garante aos professores da educação pública básica do Ceará melhoria remuneratória, alterando os valores de gratificação e melhorando o vencimento da categoria.

(Foto – ALCE)

Prefeitura de Caucaia vai convocar 104 professores do cadastro de reserva

O prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, autorizou a convocação de 104 professores do cadastro reserva para compor o quadro de educação: 50 professores de educação básica geral e 54 professores de disciplinas específicas.

O edital de convocação será publicado no Diário Oficial do Município (DOM) no próximo dia 19, informa a assessoria de imprensa desse município da Região Metropolitana de Fortaleza.

Aprovados no concurso público de 2016, o grupo vai iniciar o exercício a partir de 10 de fevereiro de 2020. Caucaia tem a segunda maior rede de ensino do Estado.

Na atual gestão, já foram convocados 575 educadores. Caucaia conta com uma rede de ensino composta por 55 mil alunos e 189 unidades escola.

(Foto – Divulgação)

Enade: informações erradas podem ser alteradas até o fim do mês

As instituições de ensino superior têm até o dia 30 de agosto para corrigir informações de estudantes e de cursos para a realização do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019. Caso a retificação do dado errado não seja feita no prazo, o aluno e a instituição não vão poder participar do exame.

As alterações devem ser realizadas exclusivamente pela internet, no Sistema Enade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O exame é obrigatório e indispensável para obter o diploma.

O Enade ocorre no dia 24 de novembro e visa avaliar o aprendizado de universitários que ingressam e terminam diferentes cursos. Em 2019 serão avaliados estudantes de graduação das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde, engenharias e arquitetura e urbanismo. No caso dos tecnólogos, as áreas analisadas serão: ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e segurança.

(Agência Brasil)

Colégio da Polícia Militar de Fortaleza e de Juazeiro do Norte vão abrir matrícula para 488 vagas

362 1

Saiu edital de processo seletivo para admissão de novos alunos nos colégios da Polícia Militar de Fortaleza e de Juazeiro do Norte (Região do Cariri.  Pelo edital, serão ofertadas 488 vagas destinadas aos ensinos fundamental e médio.

O período de inscrições já tem data: a partir de 29 de agosto, prosseguindo até o dia 4 de setembro, exclusivamente pela internet. A matrícula deve ser feita por um dos responsáveis legais do candidato (pai, mãe, pessoa que detenha a guarda judicial ou tutor).

Seleção

As provas estão marcadas para o dia 22 de setembro, com local do certame sendo divulgado na ‘’Área de Acompanhamento do Candidato’’ disponível no mesmo endereço eletrônico. A taxa da inscrição, via pagamento de boleto bancário, é de R$ 95,00.

As vagas estão divididas entre dependentes de policiais e bombeiros militares, policiais civis, peritos e público em geral, de não dependentes. Ao todo, serão disponibilizadas 160 vagas no 1º Colégio da Polícia Militar General Edgard Facó (CPMGEF), de Fortaleza, distribuídas entre 1º , 2º e 6º anos do ensino fundamental.

DETALHE – O Colégio da Polícia Militar Coronel Hervano Macêdo Júnior, situado em Juazeiro do Norte, ofertará 328 vagas, atendendo ao 6º, 8º e 9º ano do ensino fundamental e o 1º, 2º e 3º ano do ensino médio.

SERVIÇO

*Colégio da Polícia Militar do Ceará – Avenida Mister Hull, 3835, bairro Antônio Bezerra.

*Mais Informações – (85) 3388.7740.

(Foto – Arquivo)

Deputados mantêm aposentadoria especial para professores

Por 394 votos a 9, o Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou destaque do Partido Novo e manteve as idades especiais de aposentadoria para professores aprovada na reforma da Previdência. Os trabalhadores da categoria se aposentarão aos 60 anos (homens) e 57 anos (mulheres), desde que cumpram o pedágio especial de 100% do tempo que falta para a aposentadoria pelas regras atuais.

O Novo queria retirar esse ponto do texto aprovado ontem (6) em segundo turno. Caso o destaque fosse aprovado, os professores se aposentariam aos 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres). Além de suprimir a regra que menciona uma redução da idade de aposentadoria para os professores, o destaque retiraria a garantia de que os benefícios previdenciários seriam reajustados pela inflação para garantir seu valor real.

No momento, a Câmara analisa destaque do PDT para eliminar a regra de transição que permite o pedágio de 100% para a aposentadoria. O texto aprovado em segundo turno estabelece que trabalhadores da iniciativa pública e privada podem aposentar-se a partir dos 57 anos (mulheres) e dos 60 anos (homens), com pelo menos 30 anos de contribuição (mulheres) e 35 anos (homens), desde que trabalhem o dobro do tempo que falta para a aposentadoria pelas regras atuais. O partido quer instituir o pedágio de 50% por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) paralela.

Outros destaques rejeitados

Dos nove destaques apresentados, os deputados rejeitaram cinco até agora. O primeiro, de autoria do PT, permitiria que recolhimentos do trabalhador abaixo do valor mínimo exigido para determinada categoria conte como mês de efetiva contribuição. O relator da reforma na comissão especial, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), alegou que a retirada desse ponto da reforma prejudicaria os trabalhadores intermitentes.

De autoria do PCdoB, o segundo destaque rejeitado manteve as mudanças no cálculo de pensões por morte , permitindo o pagamento de pensões inferiores a um salário mínimo caso o segurado tenha outras fontes formais de renda. O terceiro destaque rejeitado, apresentado pelo PT, queria retirar a fixação, na Constituição, de critérios de renda para o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O quarto destaque rejeitado, do PSOL, retiraria da reforma a restrição ao abono salarial aprovada em dois turnos. O benefício agora será pago apenas para quem ganha até R$ 1.364,43 por mês, considerado pelo governo como limite para famílias de baixa renda, gerando economia de R$ 76,4 bilhões em dez anos.

No início da madrugada, o plenário da Câmara aprovou o texto principal por 370 votos a favor, 124 contra e 1 abstenção.

A tramitação em primeiro turno da proposta foi concluída em 13 de julho. Na ocasião, o texto principal foi aprovado por 379 votos a 131. Em segundo turno, são necessários também 308 votos para aprovar a PEC e os partidos podem apresentar somente destaques supressivos, ou seja, para retirar partes do texto. Concluída a tramitação na Câmara, a matéria segue para análise do Senado, onde também será analisada em dois turnos de votação.

(Agência Brasil)

Prefeitura oferece 30 vagas para Inglês Instrumental

O Instituto Municipal de Desenvolvimento de Recursos Humanos, órgão de capacitação da Prefeitura de Fortaleza, inscreve para o curso de Inglês Instrumental até 4 de setembro. São ofertadas 30 vagas, informa a assessoria de imprensa do órgão, adiantando que a carga horária é de 60h/a. As aulas acontecerão às segundas e quartas-feiras, das 17 às 19 horas. O valor total do curso é de R$ 300.

Para realizar sua inscrição, os interessados devem preencher o formulário eletrônico disponível na área de Educação do Catálogo de Serviços da Prefeitura e, em seguida, gerar o boleto que deve ser pago e apresentado até o dia 4 de setembro, junto ao comprovante de inscrição, na Gerência de Extensão do Imparh, de segunda a sexta, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. As vagas serão preenchidas por ordem de confirmação presencial das matrículas no Instituto.

O curso de Inglês Instrumental do Imparh tem por objetivo desenvolver a habilidade de compreensão leitora de textos científicos em língua inglesa, fazendo com que o leitor possa ler e entender textos em inglês de diversas áreas por meio de métodos, estratégias e técnicas de leitura.

SERVIÇO

*Gerência de Extensão do Imparh – Avenida João Pessoa, 5609 – Damas

*Mais Informações – 3433.2960.

Inscrições para bolsas remanescentes do ProUni começam nesta segunda-feira

A partir desta segunda-feira (5) o Programa Universidade para Todos (ProUni) estará com inscrições abertas para bolsas em universidades particulares, inclusive para candidatos que não participaram na última edição do Enem, desde que já tenham realizado o exame nacional em alguma oportunidade, a partir de 2010.

Estudantes que já cursam alguma universidade podem se inscrever até o dia 30 de setembro. Já os candidatos que não estão em nenhuma universidade podem efetuar a inscrição somente até o dia 16 de agosto.

A inscrição deverá ser feita na internet, no site do programa (http://prouniportal.mec.gov.br/). As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até um e meio salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos.

O ProUni foi criado em 2004 pelo Ministério da Educação (MEC) e concede bolsas de estudo para cursos de graduação em instituições de ensino superior no Brasil.

(Com Agências)

Fortaleza terá mais uma marcha em defesa da educação

O Sindifort e a Intersindical do Ceará participarão, no próximo dia 13, da Marcha pela Educação, que vai protestar contra corte de verbas na área e outras ações do governo Jair Bolsonaro.

Na pauta, também, a luta contra a reforma da Previdência.

A concentração do ato ocorrerá a partir das 8 horas, na Praça da Gentilândia. de onde sairá uma caminhada até a Praça do Ferreira, puxada pelo movimento estudantil e entidades ligadas a instituições do ensino superior público do Estado.

(Foto – Arquivo)

Camilo abre atividades das escolas públicas lançando mais uma edição do projeto AoGosto do Aluno

O governador Camilo Santana abrirá, a partir das 8 horas desta quinta-feira, no Centro de Eventos, as atividades do projeto AoGosto do Aluno, que chega em sua quarta edição. A realização é da Secretária da Educação do Ceará. O projeto envolverá atividades no campo da arte, cultura, esporte e lazer.

Durante a abertura da edição do AoGosto do Aluno, Camilo Santana fará a entrega de instrumentos musicais para os grupos de fanfarras de 135 escolas, localizadas em 80 municípios. Também será anunciado o investimento na aquisição de acervos bibliográficos para as escolas da rede pública municipal.

As ações do AoGosto do Aluno acontecerão na Capital e no Interior para mais de 400 mil alunos. Ao longo do mês, os estudantes participarão de passeios culturais, como a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, além de visitas a museus e dia de lazer em parque aquático. Haverá ainda a tradicional Corrida das Escolas Públicas Estaduais e a final do Festival Alunos que Inspiram.

A III Corrida das Escolas Públicas Estaduais será realizada, no dia 18, na Avenida Beira Mar, em Fortaleza. O percurso de 5 km reunirá cinco mil alunos e educadores das escolas da rede estadual.

No dia 29, acontecerá a final do IV Festival Alunos que Inspiram, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. O evento dará espaço às atividades artísticas desenvolvidas nas escolas, destacando o talento e a criatividade dos estudantes. Na edição deste ano, serão contempladas 15 modalidades de expressão, distribuídas em seis categorias: artes visuais, criação literária, dança, música, teatro e vídeo.

(Foto – Jarbas Oliveira)