Blog do Eliomar

Categorias para Educação

Ministro Cid Gomes avalia Plano de Expansão da Faculdade CDL

foto cid e honório 150304

Nem só de criticas ao Congresso vive o ministro da Educação, Cid Gomes. Nessa quarta-feira, em Brasília, ele avaliou o Plano de Expansão da Faculdade CDL, durante reunião com o presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), empresário Honório Pinheiro.

Fundada há 7 anos, a Faculdade CDL, que tem como mantenedora a CDL de Fortaleza, poderá servir para todo o país, no quesito de capacitação profissionais do setor varejista.

(Foto – MEC)

Início das aulas do Pronatec é adiado para 17 de junho

O início das aulas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi adiado de 17 maio para 17 de junho. Criado em 2011 pelo governo federal, o Pronatec concede bolsas de estudos para alunos de cursos técnicos.

Com a mudança, fica atrasada também a divulgação de quantas vagas as instituições de ensino privado conseguiram no programa. Em nota, o Ministério da Educação (MEC), informou que aguarda aprovação orçamentária e haverá oferta de vagas ainda este semestre. O ministério informa ainda que está finalizando a pactuação de vagas com os ofertantes e, em breve, divulgará mais informações.

Em fevereiro, o MEC divulgou que foram liberados R$ 119 milhões para regularizar o atraso no pagamento de mensalidades de 2014 do Pronatec para instituições privadas. Na ocasião, o ministério disse que a liberação de repasses de 2015 está dentro do previsto.

(Agência Brasil)

Cid Gomes terá que explicar quem são os “300, 400 deputados” que querem tornar governo frágil

220 1

guimaraes

Guimarães diz que declaração de Cid Gomes foi “infeliz”

A Câmara Federal aprovou na noite desta quarta-feira (4) a convocação do ministro da Educação, Cid Gomes, para esclarecer criticas a deputados e à Casa. As declarações do ministro foram feitas na sexta-feira (27), na Universidade Federal do Pará, durante reunião com professores e reitores de universidades federais. Foram 280 votos a favor da convocação, 102 contra e quatro abstenções.

A convocação do ministro ocorreu com a aprovação do requerimento do líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE). De acordo com o requerimento, Cid Gomes disse que a Câmara ”tem lá uns 300, 400 deputados [para quem] quanto pior, melhor para eles. Eles querem é que o governo esteja frágil, porque é a forma de achacarem mais, tomarem mais, tirarem mais dele, aprovarem as emendas impositivas”.

Após a aprovação do requerimento, o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), determinou que a Secretaria-Geral da Mesa tomasse as providências necessárias para que o ministro compareça para prestar esclarecimentos sobre suas declarações.

Durante os debates, alguns líderes da base, como André Figueiredo (PDT-CE), Sibá Machado (PT-AC) e Domingos Neto (PROS-CE), defenderam a transformação do requerimento de convocação em requerimento de convite – que não obriga o comparecimento do ministro. No caso de convocação, o ministro pode ser punido por crime de responsabilidade se não comparecer.

Líder do governo na Casa, o deputado José Guimarães (PT-CE) pediu que os deputados tivessem calma e não chegassem a um processo de radicalização, transformando as declarações do ministro em crise. “Não podemos tocar fogo num paiol como se fosse o fim do mundo. Foi uma declaração infeliz, mas prefiro trabalhar para que o ministro venha aqui e esclareça tudo para retomarmos o diálogo”, ponderou.

(Agência Brasil)

Prefeito entregará nesta quinta-feira Centro de Educação Infantil no bairro Dias Macedo

rcceg

O prefeito Roberto Cláudio (Pros), acompanhado do secretário municipal da Educação, Jaime Cavalcante, vai inaugurar, às 17 horas desta quinta-feira, o Centro de Educação Infantil da Escola Municipal Maria de Carvalho Martins (Bairro Dias Macedo). Essa é a nona unidade educacional inaugurada desde o início da atual gestão, segundo a assessoria de imprensa do Paço Municipal. Segundo o Paço, até 2016, ainda serão construídos 120 novos Centros de Educação Infantil em toda a cidade.

A nova unidade atenderá cerca de 200 crianças, de 1 a 5 anos de idade. O total do investimento da construção foi de R$ R$1.660.089,89, oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A creche possui área total de 2.800m², sendo 1375 m² de área construída e contará com oito salas de aulas, fraldário, sala de leitura e biblioteca, copa, refeitório, despensa, cozinha, solarium (espaço externo à sala para atividades ao ar livre, como banho de sol), sala de repouso para as crianças, rouparia, lavanderia e sala de professores.

Materiais escolares só podem ser vendidos com selo do Inmetro

A partir deste mês, materiais escolares só podem ser vendidos ao consumidor se tiverem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O diretor de Avaliação da Conformidade do órgão, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alfredo Lobo, recomendou aos pais e responsáveis que “passem a exigir, no ato da compra, a marca do Inmetro”.

Após consulta pública, o Inmetro publicou no dia 7 de dezembro de 2010 a Portaria 481, que estabelecia requisitos mínimos de segurança para a fabricação, importação e comercialização de artigos escolares. Dependendo do tipo de material, o produto tem de ser submetido e  aprovado por testes químicos, mecânicos, toxicológicos e biológicos para poder obter o selo de identificação da conformidade.

Segundo o Inmetro, é considerado artigo escolar qualquer objeto ou material com motivos ou personagens infantis usados em ambiente escolar ou em atividades educativas, com ou sem funcionalidade lúdica, por crianças menores de 14 anos.

Um total de 25 itens é abrangido pela portaria. Entre eles estão apontador, borracha e ponteira de borracha, caneta esferográfica, caneta hidrográfica ou hidrocor, giz de cera, lápis preto ou grafite, lápis de cor, lapiseira, marcador de texto, cola líquida ou sólida, corretor adesivo, compasso, régua, esquadro, estojo, massa de modelar, massa plástica, merendeira ou lancheira com ou sem acessórios, tesoura de ponta redonda, tinta guache ou nanquim, pintura a dedo plástica ou aquarela.

(Agência Brasil)

MP fará júri simulado para debater maioridade penal com alunos da rede pública

O Ministério Público do Estado do Ceará promoverá nesta quarta-feira, às 10 horas, no Ponta Mar Hotel, uma ação educativa com estudantes das redes municipal e estadual de ensino para aproximar os jovens da Instituição. Serão realizadas palestras e debates com promotores de Justiça de diversas áreas de atuação e haverá distribuição de cartilhas.

Além disso, será feita a simulação de um júri com os estudantes para discutir a redução da maioridade penal. A ação integra a programação do VI Congresso do Ministério Público da Região Nordeste, que será realizado entre quarta-feira e sexta-feira, no mesmo local. Neste ano, o evento discute o tema “Um olhar para o futuro.

SME implanta projeto com material didático voltado para as artes.

Em parceria com as editoras Ática e Scipione e o Instituto Abril Educação, a Secretaria Municipal da Educação realizou a primeira formação do Projeto “Apaixonados por Educação”. O evento marca a implantação do material didático “Projeto Radix” para o estudo de artes nas escolas, que leva Fortaleza a ser a primeira capital do Brasil a integrar os livros de artes ao material didático obrigatório e individual dos alunos do 6º ao 9º ano. Ou seja, Fortaleza é a primeira cidade do Brasil a fornecer material didático de artes para alunos e professores.

O evento aconteceu na Faculdade Farias Brito e contou com a presença do Secretário da Educação, Jaime Cavalcante; a autora do Projeto Radix – raiz do conhecimento, Beá Meira; o Coordenador do Ensino Fundamental da SME, Eduardo Araújo e professores que trabalham com a temática nas escolas municipais. Ao todo serão 10 encontros ao longo de 2015.

OAB e Prefeitura retomam projeto de cidadania na escola

210 1

valdetariomonteiro

A Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará e a Secretaria da Educação de Fortaleza reiniciam, nesta segunda-feira, as atividades do Projeto “OAB EDUCAR: Uma aula de Cidadania”. A aula inaugural ocorrerá às 16 horas, na Escola João Hipólyto de Azevedo e Sá, no bairro Dias Macedo.

O projeto, cuja primeira fase teve início no primeiro semestre de 2014, ocorre por meio de visitas de advogados membros da OAB, que ministram palestras sobre temas como, constituição, direito civis e direitos políticos. Além disso, é distribuída a cartilha “Aprender Direito”. A cartilha foi formulada voluntariamente por integrantes da Ordem e produzida em parceria com a SME.

A ordem, segundo o presidente da Ordem, Valdetário Monteiro, é difundir, de forma bem simples e com linguagem adequada para o jovem, lições de cidadania e mensagens sobre direitos mais básicos, que deverão ser absorvidas pelos jovens, suas famílias e o entorno das escolas.

Cid Gomes puxa reunião de ministros da Educação dos Brics

“Ministros da Educação de cinco países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) – entre eles Cid Gomes, participarão de reunião, nesta segunda-feira, no Hotel Saint Peter, em Brasília. O encontro deve avançar na discussão dos temas prioritários estabelecidos na primeira reunião de ministros da Educação e na 6ª Cúpula de Chefes de Estado do Brics, ocorrida em Fortaleza, em julho de 2014.

A discussão irá priorizar temas de educação profissional e tecnológica, educação superior e desenvolvimento de metodologias conjuntas para indicadores educacionais.

Para isso, o ministro da Educação, Cid Gomes, e os vice-ministros da África do Sul, Mduduzi Manana; da China, Yubo Du; da Índia, Satyanarayan Mohanty, e da Rússia, Alexander Klimov, vão se debruçar sobre uma pauta que vai desde o desafio de integrar a juventude ao mercado de trabalho até a formação de uma rede de universidades dos países do Brics.”

(Com Agências)

Educação para o crescimento

342 1

Em artigo no O POVO deste sábado (28), o professor de Português da Faculdade Cearense, Carlinhos Perdigão, questiona a aprovação de estudantes, cada vez mais jovens, em cursos superiores. Confira:

Como pode um adolescente de 14 anos cursar Medicina? E as chamadas maturidades intelectual e humana, tão necessárias para a construção eficiente de um curso relacionado ao mundo adulto? Pois eu creio que possa sim! O processo educacional não é algo que se construa da noite para o dia. Assim como não vai ser no curso que o estudante de Sergipe, José Victor Menezes Teles irá fazer.

Obviamente que, durante o transcorrer dos estudos, as leituras que fará – potencializadas pelas pesquisas e orientações hábeis de professores – poderão significar novos e amadurecidos horizontes para ele.

Assegurado isso, há atualmente a questão da circulação e recepção de ideias presentes no mundo. De uma forma em geral, o jovem hoje acessa uma gama de informações que antes não existia. As leituras livrescas – coadunadas por suportes como a internet – podem conectar uma pessoa a muitos campos de conhecimento. Ou seja, a informação caminha lado a lado, e um adolescente de 14 anos no século XXI – com interesse em amadurecer e com adequadas orientações – tem potencial cognitivo para compreendê-la em seus meandros e percursos.

Existem outros pontos que o caso contém: a gana e a disciplina que o rapaz teve nos estudos diários e com professores de distintas áreas, as leituras de diversos gêneros que realizou – segundo ele: “primordiais”, a resolução de questões inerentes ao Enem, a escrita de diversas redações, além do foco decisivo em fazer Medicina.

Outro aspecto relevante: não vejo o estudante como um fenômeno. É sim uma pessoa disciplinada e com talento suficiente para adentrar em esferas humanas do saber. Afora discordar da supervalorização do curso em foco. E se o interesse dele fosse por outras áreas, haveria todo este questionamento?

Que se deixe o sergipano seguir sua vida em paz. Afinal, ela será de muitos estudos, e certamente de uma educação voltada ao crescimento humano-intelectual.

Decon intensifica fiscalização e autua três escolas em Fortaleza

O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) realizou nesta quinta-feira (26) uma fiscalização nas escolas de Fortaleza. A operação, motivada por inúmeras denúncias, tem o objetivo de verificar se as entidades de ensino estão atuando corretamente. Três escolas foram autuadas por irregularidades. São elas: Colégio 7 de Setembro, Colégio Master e Colégio Antares.

Chamou a atenção do Decon o número de denúncias sobre a exigência de declaração de quitação de débito em escola anterior como condição para matrícula escolar. O Colégio Master, no bairro São Gerardo, e o Colégio Antares, no bairro Vila União, foram autuados por fazerem essa exigência irregular e por possuírem Registro Sanitário vencido e não apresentarem Certificado de Conformidade do Corpo de Bombeiros (CBM-CE). Já o Colégio 7 de Setembro, no Centro, foi autuado por não apresentar Registro Sanitário e Certificado CBM-CE.

O Decon quis saber ainda se efetuam cobrança de material coletivo previsto na portaria nº 06/2014 (Decon-CE), se reajustam valores de anualidade ou semestralidade sem prévia disponibilização de planilha de custos e se divulgam, em local de fácil acesso ao público, no período mínimo de 45 dias antes da data final da matrícula, o texto da proposta do contrato contendo: o valor da anualidade ou semestralidade e o número de vagas por sala/classe.

Segundo a secretária-executiva do Decon, Ann Celly Sampaio Cavalcante, o trabalho de fiscalização nas escolas da Capital seguirá nos próximos meses. Os consumidores que constatarem alguma irregularidade nas escolas podem fazer a denúncia pela internet (www.decon.ce.gov.br) ou pelo telefone do Setor de Fiscalização do Decon (85) 3452 4505.

(Decon-CE)

MPCE promove evento para prevenção de violência nas escolas de Apuiarés

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) promove no sábado (28) o I Encontro Integrado de Mãos Dadas pela Educação – Articulando Lideranças e Renovando Esperanças, em Apuiarés. O evento ocorre das 8 às 17 horas, na Escola Matilde Barroso Góis, e tem o objetivo de sensibilizar a população para a importância de promover uma cultura de paz no ambiente escolar e na comunidade. Vão participar estudantes, familiares, líderes comunitários e autoridades em geral.

O Encontro é resultado de uma articulação conjunta entre o Centro de Apoio Operacional da Infância e da Juventude do MPCE (CAOPIJ), a Promotoria de Justiça de Apuiarés e a Secretaria de Educação do Município, contando ainda com o apoio da Escola Superior do MP (ESMP); da Divisão de Proteção ao Estudante (DIPRE), da Polícia Civil; do Núcleo de Prevenção da Violência (NUPREV), da Polícia Militar; e do DETRAN/CE.

Com o objetivo de discutir políticas de prevenção da violência, a programação do evento inclui dinâmicas de sensibilização, apresentação de vídeos e palestras. Serão discutidos, entre outros temas, a resolução pacífica dos conflitos escolares e a parceria entre a polícia e a escola.

“Nós temos tido muitas ocorrências, incluindo bullying, maus tratos, envolvimento com drogas, porte de arma branca e também alunos que são vítimas de violência doméstica. Muitas vezes os professores não sabem como proceder diante dessas questões, por isso resolvemos buscar o apoio de outras instituições”, explica a coordenadora pedagógica do Município, Cibele Braz.

A Secretaria de Educação não sabe quantificar os casos, mas afirma que o problema vem ocorrendo nas unidades dos Ensinos Fundamental e Médio. A ideia é que futuramente outros eventos sejam realizados em outras escolas.

(MPCE)

Vereador de Quixadá apresenta projeto para critérios no fechamento de escolas

quixadá

Na próxima semana, a Câmara Municipal de Quixadá apreciará projeto de lei do vereador Higo Carlos (PT), que define critérios para o fechamento de escolas públicas no município.

Segundo o vereador, é necessário um amplo debate com os pais de alunos, estudantes, professores e diretores, antes do fechamento de qualquer unidade. De acordo ainda com o vereador, o projeto prevê ainda que o Conselho Municipal de Educação possa oferecer parecer favorável ou não para o fechamento.

Nesta semana, o parlamentar se reuniu com a presidenta do Conselho Municipal de Educação de Quixadá e deliberou sobre o assunto.

Secretário da Educação de Fortaleza e o primeiro teste político

311 1

jaimecavlacnte

O novo secretário municipal da Educação, Jaime Cavalcante, passará por seu primeiro teste político. Ele receberá, às 14 horas desta quinta-feira, em seu gabinete um grupo de docentes.

O grupo, levado pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort), vai cobrar dele o pagamento da gratificação de incentivo à lotação, que consta em acordo firmado com a gestão municipal.

DETALHE – No site da Prefeitura, o nome de Joaquim Aristides ainda consta como titular da Educação.

DETALHE 2 – Falando em teste político, bom lembrar que Jaime Cavalcante foi vereador e dirigente do PP de Fortaleza. 

Leônidas Cristino reverencia memória da professora Maria José

191 1
O deputado federal Leônidas Cristino (Pros) homenageou a professora Maria José Santos Ferreira Gomes, falecida no dia 16. Foi durante pronunciamento na Câmara. Ele citou o educador Rubem Alves: “O professor não morre jamais. Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra”, afirmou. 
Ele destacou alguns momentos da professora Maria José que, por exemplo, ao ser interrogada sobre quais os pontos positivos e negativos de ser mãe de filhos dedicados à política (ex-governador Cid Gomes, ex-ministro Ciro e o deputado Ivo ), respondeu: “Não considero ruim estar perto do mundo do poder. Acredito que o que importa é ajudar os que precisam, é ter o poder para ver as pessoas crescerem e a comunidade melhorar cada vez mais. Para mim isso é sempre positivo”.
O deputado destacou que a professora era “uma educadora vocacionada, que enxergava na Educação uma oportunidade prática de transformação da sociedade.

Leitor e pai de aluno manda nota para Blog

176 2
De Marcelo Soares, leitor do Blog e pai de aluno, recebemos a seguinte nota, em tom de queixa. O alvo, no caso, é a AMC. Confira: 
Prezado Eliomar de Lima,
Sou pai de um aluno que estuda no ANTARES, Unidade Fátima. Minha motivação em te escrever é para protestar contra a falta de educação que alguns pais têm ao deixar seus filhos naquela escola, assim como a falta de fiscalização por meio do órgão responsável pelo trânsito.
A via de acesso permite estacionar dos dois lados e circular um carro por sentido, mas alguns pais com conflito de educação teimam em parar o trânsito, “estacionando” no meio da rua, impedindo a circulação de veículos. Com preguiça de andar um ou dois quarteirões e estacionar em local adequado, param arbitrariamente na frente da escola. Que educação esses pais querem passar aos seus filhos? A da “vantagem” acima de tudo? A do egoísmo? Da falta de civilidade?
Para completar, há uma ausência plena de fiscalização por parte da AMC. Ao longo de mais de um ano, NUNCA vi um agente nas redondezas. Conivência? Nunca vi agente ou os novos profissionais que foram contratados recentemente, mas que não tem nenhum tipo de força.
Pois bem, apelo ao alcance da sua comunicação para o bom senso dos pais e demais pessoas que deixam os estudantes, filhos ou não, naquela escola, assim como mais rigor na fiscalização nos arredores deste e demais estabelecimentos que tem seu trânsito comprometido pela falta de educação de motoristas, pelo visto, sedentos por serem multados.
Sem mais,
Marcelo Soares.

Combate ao uso de pau de arara como transporte escolar é tema de reunião no TCE

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará vai reunir representantes de órgãos estaduais e federal para discutir o uso indevido do pau de arara para transporte de estudantes da rede pública de ensino em municípios do interior cearense. A reunião, agendada para esta quarta-feira (25), a partir das 15 horas, será conduzida pelo presidente do TCE Ceará, conselheiro Valdomiro Távora.

Devem participar do encontro dirigentes da Secretaria da Educação (Seduc), Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Polícias Militar do Ceará (PMCE), Rodoviária Estadual (PRE) e Rodoviária Federal (PRF), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e da Associação dos Municípios do Estado do -Ceará (Aprece). Da Corte de Contas, além do presidente Valdomiro Távora, participam o relator do processo nº 12595/2014-8, conselheiro-substituto, Paulo César de Souza, a secretária de Controle Externo, Giovanna Adjafre, e o diretor da 5ª Inspetoria de Controle Externo, Rubens Cezar Parente Nogueira.

Desde 2010, o TCE Ceará tem intensificado a fiscalização sobre o uso adequado dos veículos escolares adquiridos para atendimento exclusivo dos alunos da rede pública de ensino. Esse trabalho é feito em conjunto com órgãos estaduais e objetiva aperfeiçoar a boa utilização dos bens na gestão pública.

(TCE)

Ministério Público recomenda a elaboração dos planos estadual e municipal de educação

“O Ministério Público do Estado do Ceará, através dos promotores de Justiça do Núcleo de Defesa da Educação, expediu, na manhã desta terça-feira (24), uma recomendação ao governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, e ao prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, para que promovam discussões e encaminhamentos necessários à elaboração dos respectivos Planos Estadual e Municipal de Educação, através de comissões, constituídas por representantes dos diversos segmentos da educação e da sociedade, atentando para os aspectos plurais e paritários, garantindo seu regular funcionamento.

Os respectivos Planos de Educação devem ser encaminhados às Casas Legislativas competentes, no prazo máximo de 100 dias, para análise e posterior aprovação, e consequente transformação em lei. Além disso, o Ministério Público requisita que seja encaminhada informação, no prazo de dez dias, a contar da ciência do teor da recomendação, sobre as medidas adotadas para o seu cumprimento. O eventual descumprimento da recomendação ou a ausência, no prazo estabelecido, de resposta justificada quanto às providências adotadas poderá ensejar em elemento probatório em sede de ações civis.

O documento foi assinado pelos promotores de Justiça Elizabeth Maria Almeida de Oliveira, Antônio Gilvan de Abreu Melo, Francisco Elnatan Carlos de Oliveira e José Aurélio da Silva. De acordo com os representantes do Ministério Público, o Plano Nacional de Educação se encontra elaborado e aprovado, fato este que enseja a elaboração e aprovação dos Planos Estadual e Municipal de Educação, com a finalidade de instituição de políticas públicas que atendam à população, com ações e metas que repercutam na qualidade dos serviços educacionais ofertados.”

(Site do MP-CE)

STJ proíbe matrícula de criança menor de 6 anos no ensino fundamental

“Crianças menores de 6 anos de idade não poderão mais ser matriculadas no ensino fundamental conforme decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Corte modificou acórdão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) que permitia que crianças que completassem 6 anos após 31 de março fossem matriculadas no ensino fundamental em Pernambuco, desde que tivessem a capacidade intelectual comprovada por meio de avaliação psicopedagógica.

A decisão do TRF5 foi motivada por ação civil pública apresentada pelo Ministério Público Federal contra os critérios fixados nas resoluções número 1 e 6 do Conselho Nacional de Educação (CNE). No entanto, para o ministro Sérgio Kukina, relator dos recursos na Primeira Turma do STJ, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) é clara ao definir que o ensino fundamental obrigatório inicia-se aos seis anos de idade.

“A insofismável circunstância de que a criança, após a data de corte, 31 de março, pudesse completar seis anos ainda ao longo do ano letivo não indica desarmonia ou afronta ao aludido Artigo 32, até porque o artigo 29 da mesma LDB, de forma coerente, estabelece que o ciclo etário alusivo ao antecedente ensino infantil abarca crianças de ‘até seis anos de idade’, evitando indesejado hiato etário que pudesse acarretar prejuízo aos infantes”, argumentou o ministro em seu voto proferido em dezembro do ano passado e divulgado ontem (23) pelo STJ.”

(Agência Brasil)

Deputado quer proibir venda de refrigerante nos colégios do Ceará

492 20

duqinha

O deputado estadual Manuel Duca (Pros) está otimista quanto a aprovação de um projeto de sua autoria, já apresentado no legislativo estadual, que quer proibir venda de refrigerante nas escolas.

O parlamentar diz estar preocupado com a obesidade das crianças e adolescentes que, na hora do recreio, ficam sem opção saudável. Além da proibição de refrigerante, Duca quer proibir também outros congêneres como sucos artificiais.

Na lista ainda salgadinhos e pipoca industrializada.