Blog do Eliomar

Categorias para Eleições 2018

Camilo diz que atentado praticado contra Bolsonaro é “reprovável sob todos os aspectos”

316 4

O governador Camilo Santana (PT), que postula a reeleição, lamentou, nesta sexta-feira, o atentado a faca praticado contra o candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

“Um fato gravíssimo e reprovável sob todos os aspectos”, disse Camilo, acrescentando que a sociedade não pode “tolerar jamais” ações desse tipo.

“Democracia se faz com diálogo e repeito, jamais com violência”, concluiu Camilo Santana.

O atentado, a intolerância e a democracia

156 1

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira:

O atentado sofrido pelo candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), é algo inadmissível sob todos os aspectos. Expõe o clima de intolerância que, de alta temperatura nas redes sociais, ultrapassa a fronteira do virtual e chega à realidade.

Numa sociedade que vive sob o manto da democracia não deve haver espaço para extremismos. A paixão jamais pode superar a razão. O direito de se exercitar a política partidária e de se fazer a pregação ideológica precisa sempre ser defendido. A violência gera a violência, eis o que aprendemos desde cedo.

Que o episódio envolvendo um candidato a presidente seja esclarecido em toda sua plenitude. Tudo de forma aberta, transparente e sem qualquer tipo de aproveitamento político.

Nesse momento, toda solidariedade àquele que foi alvo do atentado. E toda confiança neste País que, apesar de tantas agruras e contradições, é a Pátria, acima de tudo, de todos.

(Foto – Reprodução de TV)

Uma violência inaceitável

Com o título “Violência inaceitável”, eis o Editorial do O POVO desta sexta-feira:

A agressão a faca sofrida pelo candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem de ser condenada sem nenhum tipo de reticência por qualquer pessoa, partido ou organização que se considere comprometida com a democracia. Nesse sistema de convivência, as divergências políticas têm de ser resolvidas com diálogo, com respeito às instituições, e nas urnas.

Felizmente todos os candidatos à Presidência – alguns adversários ferrenhos de Bolsonaro – manifestaram-se contra o ataque. João Amoêdo (Novo) considerou o acontecimento “lamentável”; Geraldo Alckmin (PSDB) lembrou que política “se faz com diálogo e convencimento, jamais com ódio”; Guilherme Boulos (Psol), afirmou que “a violência não se justifica”; Ciro Gomes (PDT) disse repudiar a violência “como linguagem política”; Marina Silva (Rede), considerou o ataque “inadmissível”. Candidato a vice-presidente pelo PT, Fernando Haddad, também repudiou “totalmente qualquer ato de violência”.

Sem entrar no pântano das redes sociais, na qual os grupos de ódio se engalfinham, sem um mínimo de racionalidade, é preocupante observar que alguns políticos manifestaram-se de maneira desmedida. Parecem ter perdido a noção da responsabilidade e agiram como incendiários, no momento em que os bombeiros são mais do que necessários.

Nesse aspecto, inclui-se a declaração extemporânea da ex-presidente Dilma Rousseff, lamentando o episódio, mas afirmando que “o ódio que você planta, você colhe tempestade”, além de atitudes mais graves. O general Hamilton Mourão (vice de Bolsonaro), por exemplo, disse que o agressor seria “um militante do PT”, como forma de atingir o partido. O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, apelou para a linguagem belicosa, afirmando que “a guerra está declarada”.

No entanto, o mais provável é que o agressor, Adélio Bispo de Oliveira, tenha algum tipo de desequilíbrio mental. Segundo agentes da Polícia Federal, ao ser preso, ele dizia que o ataque fora ordenado por Deus.

Agressões desse tipo – como também foi o caso do ataque a tiros contra a caravana de Lula que percorria o sul do País, em março deste ano -, têm de ser repudiados de pronto. Não se pode compactuar com isso, sob pena de se pôr em risco a democracia, conquistada a duras penas.

É preciso, portanto, aproveitar o momento para apelar a partidos e candidatos que, porventura, ainda não perceberam que o ódio leva a mais ódio, para que tenham um mínimo de espírito democrático e façam de suas campanhas um debate de ideias e propostas; que rejeitem expressamente a violência física e verbal; que deixem de lado os apelos bélicos e a disseminação do ódio. Assim, talvez se possa tirar alguma lição de um episódio lastimável.

Bolsonaro diz em vídeo que nunca fez mal a ninguém

253 3

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) disse, em um vídeo gravado hospital de Juiz de Fora, que “nunca fez mal a ninguém” e que no momento em que foi esfaqueado sentiu o que parecia “apenas uma pancada”. A informação é da Folha de S.Paulo desta sexta-feira.

Em sua primeira declaração após o ataque nesta quinta (6), ele comparou aquele momento com uma bolada em um jogo de futebol. “A dor era insuportável. E parecia que tinha algo mais grave acontecendo”, disse ele.

O vídeo foi feito no leito do hospital pelo senador Magno Malta (PR-ES), que foi visitá-lo junto com filhos do candidato a presidente. Falando com dificuldade, ele agradeceu à equipe de médicos e enfermeiros que, disse, impediu que o pior acontecesse.

“Eu me preparava para um momento como esse, porque você corre riscos”, disse. Bolsonaro lamentou ainda que não poderá comparecer a um desfile de Sete de Setembro, no Rio. Na gravação, Magno Malta aparece fazendo uma oração sobre o leito de Bolsonaro e pede a Deus pela recuperação do candidato.

(Foto – Reprodução de TV)

Veículos internacionais repercutem atentado contra Bolsonaro

Veículos portugueses foram os primeiros a noticiar o ataque contra Jair Bolsonaro, com o Diário de Notícias apontando que o presidenciável foi transportado para um hospital. Em seu site, o jornal também publicou um vídeo onde é possível ver o ataque sofrido pelo candidato.

Também em solo europeu, o britânico Guardian afirmou que Bolsonaro polarizou a opinião pública no Brasil com seus apelos por leis mais frouxas quanto ao armamento e com ataques a partidos de esquerda e elogios à ditadura militar.

Nos Estados Unidos, o New York Times disse que Bolsonaro lidera as pesquisas e, para apresentar o candidato aos leitores, afirmou que o presidenciável é “uma figura profundamente polarizadora” e que enfrenta acusações por “declarações depreciativas em relação a mulheres, negros e gays”, além de falar nostalgicamente sobre a ditadura militar no Brasil. Já o Washington Post publicou uma nota apontando o ocorrido e destacou que não há perigo à vida de Jair Bolsonaro.

(Foto – Reprodução de TV)

Próximas horas serão fundamentais contra quadro de infecção de Bolsonaro

209 1

Após cirurgia para estancar uma hemorragia em veia abdominal e a retirada de parte do intestino grosso, o risco agora para o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, é uma infecção no ferimento, que poderá se alastrar para todo o corpo. É o que diz a equipe médica que atende Bolsonaro, que afirma ainda que as próximas horas serão fundamentais para uma avaliação da verdadeira situação.

O candidato foi agredido a faca durante um ato de campanha, em Juiz de Fora (MG), na tarde dessa quinta-feira (6). O agressor Adelio Bispo de Oliveira, 40, disse que agiu sozinho, mas um segundo suspeito se encontra detido na sede da Polícia Federal em Juiz de Fora.

(Com Agências)

Kátia Abreu, candidata a vice de Ciro, cumpre agenda em Fortaleza nesta sexta-feira

A candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes, senadora Kátia Abreu, cumprirá agenda em Fortaleza, a partir das 16 horas desta sexta-feira, informa a assessoria de campanha do PDT.

Kátia Abreu será recepcionada pela primeira-dama de Fortaleza, Carol Bezerra, com quem visitará o Lar Casa de Jesus, coordenado pela Irmã Conceição Dias e pela Irmã Maria de Lourdes Rabelo e que acolhe, desde 1987, numa ação voluntária, crianças e adolescentes com câncer.

Enquanto a postulante a vice cumpre agenda na Capital, Ciro estará em carretas pelos municípios de Massapê e Sobral. O governador Camilo Santana divulgou agenda nesta sexta-feira incluindo Massapê.

SERVIÇO

*Lar Casa de Jesus – Rua Ildefonso Albano, 3052, no Bairro Joaquim Távora, na esquina com Rua Soriano Albuquerque.

(Foto – Agência Brasil)

Homem é detido com R$ 70 mil, remédios e santinhos de candidato a deputado federal

Homem foi detido na madrugada desta quinta-feira, 6, no bairro Novo Portugal, com R$ 72.021,95, milhares de cápsulas de medicamentos e uma caixa com panfletos do candidato a deputado federal Roberto Pessoa (PSDB). O material foi apreendido e teria sido encaminhado à Polícia Federal (PF), segundo O POVO apurou. O suspeito foi liberado após prestar depoimento na Delegacia Metropolitana do Eusébio, informou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Ainda de acordo com a pasta, policiais militares faziam patrulhamento no bairro quando avistaram o veículo suspeito. Após a abordagem, o dinheiro, os santinhos e as cápsulas foram encontradas. De acordo com fonte da Polícia Civil, sob condição de anonimato, o suspeito do crime eleitoral é Mauro Henrique Nascimento Ramalho, conhecido como Dr. Mauro, candidato derrotado à Prefeitura do Eusébio nas eleições de 2016.

A assessoria de imprensa do candidato Roberto Pessoa negou relação com o homem detido. “Tomamos conhecimento, por meio das redes sociais, que circulam imagens de uma suposta apreensão (…) Desde já, a Coordenação da Campanha se coloca à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento e para auxiliar a apurar o acontecimento, que claramente tenta prejudicar a imagem do candidato Roberto Pessoa, que tem uma vida pública construída dentro da legalidade, da ética e da seriedade”, argumentou em nota. A assessoria ainda ressalta que o homem prestous esclarecimentos e foi liberado.

A assessoria de imprensa da PF disse desconhecer o caso, assim como o Ministério Público Eleitoral (MPE). O POVO Online não conseguiu contato com Dr. Mauro.

(O POVO Online)

Presidente do TSE divulga nota condenando ataque a Bolsonaro

127 1

A presidente do Tribunal Superior leitoral, ministra Rosa Weber, divulgou uma nota agora há pouco condenando o ataque ao candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, registrado nesta tarde de quinta-feira, em Juiz de Fora. Bolsonaro foi atacado a faca quando em campanha pelas ruas dessa cidade mineira. Confira:

“O TSE repudia toda manifestação de violência, seja contra eleitores, seja candidatos ou em virtude do pleito. Inaceitável que atitudes extremadas maculem conquista tão importante quanto é a Democracia.”

Temer repudia atentado contra Jair Bolsonaro

O presidente Michel Temer definiu como “intolerável” o ataque sofrido nesta quinta-feira (6) pelo candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG). Bolsonaro foi atacado por um homem que se aproximou e desferiu uma facada, o que o levou à Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. O suspeito está preso. A informação é do Portal G1.

“Isto revela algo que nós devemos nos conscientizar porque é intolerável exatamente a intolerância que tem havido na sociedade brasileira. É intolerável que as pessoas falseiem dados durante campanha eleitoral. É intolerável que nós vivamos num estado democrático de direito que não haja possibilidade de uma campanha tranquila, de uma campanha em que as pessoas vão e apresentem os seus projetos, porque ninguém vota em candidato”, disse Temer durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Segundo Temer, o episódio é “triste” e “lamentável”. “Se Deus quiser o candidato Bolsonaro passará bem, temos certeza que não haverá nada mais grave, esperamos que não haja nada mais grave”.

“Que sirva de exemplo para que as pessoas que hoje estão fazendo campanha percebam que a tolerância é uma derivação da própria democracia, é a derivação do chamado estado de direito. Nós não temos estado de direito se houver intolerância. E intolerância muitas e muitas vezes deriva exata a precisamente da falta de cumprimento do texto legal, de falta de cumprimento da Constituição Brasileira”, complementou Michel  Temer.

(Foto – Agência Brasil)

Ciro repudia atentado e se solidariza com Bolsonaro

Ciro Gomes, postulante do PDT a presidente da República, repudiou, em suas redes sociais, o ato de violência praticado, nesta quinta-feira, contra Jair Bolsonaro, candidato a presidente da República pelo PSL.

Bolsonaro estava em campanha pelas ruas de Juiz de Fora (MG), quando foi atacado a faca. Eis o que ele disse:

Repudio a violência como linguagem politica, solidarizo-me com meu opositor e exijo que as autoridades identifiquem e punam o ou os responsáveis por esta barbárie.

Bolsonaro interrompe ato de campanha após ser esfaqueado em Juiz de Fora, diz PM

Em campanha na cidade de Juiz de Fora (MG), o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi atingido por uma pessoa com uma faca na mão, segundo a Polícia Militar. A informação é da Folha Online.

O candidato estava sendo carregado por apoiadores e foi retirado do ato.

“Não sabe a gravidade ainda ou o que está acontecendo”, disse o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável em sua página no Facebook.

Há informações de que o responsável pelo ataque foi preso, mas a Polícia não deu mais detalhes. O candidato está na na Santa Casa de Juiz de Fora e o filho de Bolsonaro informa que ele está fora de perigo.

Ele levou seis pontos na região do abdômen, informou um dos seus filhos. Perdeu pouco sangue e se submete a cirurgia no hospital. Há suspeita de lesão n fígado.

*Confira vídeo da agressão aqui.

(Foto -Site Renova Mídia)

Domingos Filho pode ser candidato

594 1

A 2ª Vara da Fazenda Pública confirmou nesta quinta-feira (06) a decisão liminar da 28ª Vara da Justiça Civil que permitiu a candidatura do conselheiro em disponibilidade do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Domingos Filho, nas eleições de outubro. A decisão, assinada pelo juiz Francisco das Chagas Barreto Alves, destaca que o impedimento da candidatura de Domingos Filho seria desproporcional e decretaria a “morte civil de um cidadão”.

“É imperioso afirmar que o fato de o autor estar em disponibilidade, sem qualquer expectativa de retorno ao serviço público, por si só, reveste-se, ou pelo menos quer me parecer revestir, em uma aposentadoria maquiada, que estaria a tolher agora, neste momento atual de sua vida civil, os direitos constitucionais do Requerente, o que se mostra desproporcional e acima de tudo injusto, pois estaríamos aqui referendando uma verdadeira decretação da morte civil de um cidadão”, diz a decisão.

Mais adiante, o juiz elogia os argumentos utilizados pela juíza Maria de Fátima Bezerra Facundo para a concessão da liminar. “Bastante arrazoada e fundamentada, não sendo para mim difícil acompanhar os seus termos e fundamentos”, ressaltou o juiz no parecer.

Ainda na decisão, pede-se para dar comunicado ao Estado sobre a decisão e o o seu cumprimento de caráter liminar. Ao mesmo tempo o Estado do Ceará será citado/intimado a apresentar contestação em prazo de 30 dias.

(Foto – Divulgação)

Ibope mostra Bolsonaro a um passo do segundo turno

121 1

Com o título “Ibope mostra Bolsonaro a um passo do segundo turno”, eis artigo de Henrique Araújo, jornalista do O POVO. Ele comenta as chances do candidato a presidente pelo PSL, mesmo com tempo exíguo e sob ataque de adversários. Confira:

Os números do Ibope divulgados ontem mostram cenário que, depois de muita instabilidade, começa a se assentar. Nele, Jair Bolsonaro (PSL) segue na liderança e praticamente consolida um lugar no segundo turno das eleições presidenciais. Mesmo com tempo exíguo e sob ataque dos adversários, o capitão da reserva oscilou positivamente e abriu dez pontos de vantagem em relação ao segundo pelotão.

A um mês do primeiro turno, parece uma boa distância. Bolsonaro conseguirá mantê-la? Vai depender da artilharia dos demais candidatos e do poder de resposta do deputado federal.

Por ora, a briga mais encarniçada está na disputa pela segunda vaga. O empate triplo entre Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) vai determinar o ritmo de campanha de agora em diante. Natural, então, que as trocas de ataques entre Ciro e Alckmin e entre o tucano e Bolsonaro, já em temperatura elevada, se acentuem mais.

No meio desse tiroteio, Marina tem sobrado até aqui. À exceção da postulante da Rede, todos os concorrentes ao Planalto melhoraram seu desempenho. Fernando Haddad (PT), por exemplo, passou de 4% para 6% de intenções de voto.

Ainda que não tenha assumido oficialmente a titularidade da chapa e começado a pedir votos no lugar de Lula, cuja candidatura foi barrada pelo TSE na sexta-feira passada, o ex-prefeito de São Paulo demonstra potencial para alargar sua preferência.

O ex-governador de São Paulo também incrementou performance. Deve aliviar a pressão dentro da própria equipe. Para quem tem o maior tempo de propaganda (mais de seis minutos) e oito partidos aliados, no entanto, o resultado ainda é acanhado.

Nessa corrida maluca que se tornou a eleição deste ano, foi Ciro quem mais tirou proveito da ausência de Lula. No primeiro levantamento de votos sem o ex-presidente e já com o horário eleitoral em andamento, o ex-governador do Ceará foi de 9% para 12%, atingindo o patamar de Marina, que permanece com 12%.

O retrato mostrado pelo Ibope é curioso. Por duas razões: primeiro, não há uma posição confortável, e mesmo a liderança de Bolsonaro é volátil, podendo derreter no curso deste mês de campanha.

Segundo: os brancos e nulos caíram vertiginosamente, o que sugere que o eleitorado está tomando conhecimento dos candidatos e começando a decidir seu voto.

E aí precisamente mora o risco para o PT, que resolveu adiar a substituição na cabeça de chapa até o dia 11 deste mês enquanto mantém batalha jurídica para garantir a presença de Lula na disputa. Essa insistência na defesa do ex-presidente pode custar caro à legenda.

De olho nisso, Ciro mudou de estratégia, voltando-se agora ao eleitorado lulista na esteira do vácuo que a indecisão do PT deixou. Até domingo, o pedetista vai visitar seis dos nove estados do Nordeste.

Há muita campanha pela frente, mas os sinais que o Ibope acendeu ontem são claros: certo ou errado, o eleitor está finalmente fazendo as suas escolhas.

*Henrique Araújo

henriquearaujo@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

OAB disponibiliza aplicativo para receber denúncias sobre crimes eleitorais

A Ordem dos Advogados do Ceara colocou à disposição o aplicativo “Contra o Caixa 2”, que está recebendo denúncias de crimes e abusos eleitorais. O aplicativo está disponível para os sistemas Android e IOs, informa a assessoria de imprensa da entidade, adiantando que as denúncias podem ser feitas por meio de relato escrito, com a opção de envio de imagens, vídeos e áudios para a formação das provas contra as irregularidades.

“As eleições que se avizinham são as mais importantes e decisivas desde o início da redemocratização, há 33 anos. As últimas conquistas como a lei da ficha limpa, a proibição de financiamento eleitoral por empresa e a proibição de doações ocultas foram avanços valiosos. Mas temos de evoluir muito mais”, diz o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia.

Em 2016, primeira eleição em que o aplicativo esteve ativo, a Ouvidoria-Geral da OAB contabilizou 723 denúncias enviadas por meio do aplicativo. Destas, 215 traziam mídias anexadas como base comprobatória da denúncia. Do total, 496 manifestações (68,18%) passaram pela primeira triagem da Ouvidoria, quando são visualizados elementos mínimos para o prosseguimento da denúncia.

TSE aprova registro de Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral aprovou, nesta quinta-feira (6), o registro de candidatura a presidente de Jair Bolsonaro (PSL). Este foi o último dos 13 registros de candidatura a presidente da República julgados pelo TSE.

Doze registros foram aprovados, e o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), negado.

A candidatura do deputado chegou a ser contestada por um advogado do Rio de Janeiro, com o argumento de que o candidato argumento de que o candidato é réu em processo criminal no Supremo Tribunal Federal.

(Foto – Reprodução de TV)

Camilo diz ter ficado “muito feliz” com desempenho de Ciro na pesquisa do Ibope sem Lula

O governador Camilo Santana (PT) disse, nesta quinta-feira, estar “muito feliz” pelo desempenho apresentado por Ciro Gomes na pesquisa do Ibope. Ciro cresceu três pontos na primeira pesquisa realizada após o início da propaganda eleitoral gratuita e com indeferimento de nome de Lula na disputa. Jair Bolsonaro (PSL) aparece na liderança.

Para Camilo, é fundamental que há um nome de partido progressista no segundo turno. Sobre Fernando Haddad, pouco comentou, preferindo endereçar para a direção nacional qualquer tido de explicação acerca da estratégia da campanha do petista.

Camilo, na condição de governador, esteve em Brasília, nas últimas horas, quando, ao lado do presidente do Congresso, o senador Eunício Oliveira, articulou a liberação de recursos em ministérios.

Depois de Alckmin, Temer pode atacar Fernando Haddad

Depois de gravar um vídeo atacando o presidenciável tucano Geraldo Alckmin, eis que o presidente Michel Temer promete novos ataques. Não só ao PSDB, mas, também, ao PT.

Segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online, o presidente quer repetir a estratégia ao longo da campanha para responder publicamente eventuais ataques disparados pelos presidenciáveis contra sua gestão.

Temer e sua equipe estão analisando como rebater as pedradas atiradas por Fernando Haddad para, se tudo der certo, divulgar uma resposta ao petista nesta quinta-feira (06).

Cid Gomes: Se a população não votar, abrirá espaço para os corruptos

222 1

“O pior dos mundos é não votar. O pior dos mundos é perder a fé. Porque é aí que os picaretas, os vagabundos, os corruptos é que vão reinar”, eis o recado que o candidato ao Senado pelo PDT, Cid Gomes, deu aos eleitores em clima de inauguração, nessa noite de quinta-feira, em Fortaleza, do comitê do deputado estadual Tin Gomes, que postula a releição.

Cid fez elogios a Tin e disse que ele tem sido uma referência na Assembleia. “Votem no Tin que vocês estarão ajudando ao seu município, ao seu bairro, ao estado do Ceará”, finalizou.

E Tin Gomes ficou emocionado.

(Foto – Divulgação)

TRE promove ações educativas nas escolas de Fortaleza

146 1

A Escola Judiciária Eleitoral, organismo do TRE do Ceará, promove exposições dialogadas e rodas de conversa com o tema “Saia do Muro” em escolas de Fortaleza nestes mês de setembro e começo de outubro. A atividade integra o Programa Eleitor do Futuro destinado a promover a educação política dos adolescentes na faixa etária de 12 a 17 anos de idade, estimulando-os ao exercício da cidadania e do voto consciente.

Foi priorizado o atendimento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) da rede estadual de ensino que ofertam, apoiadas pelo TRE, a disciplina eletiva “Educação para a Cidadania na Escola” com o conteúdo programático: Educação integral – o sujeito em formação para a vida; Cidadania, democracia e política no Estado Democrático de Direito; O processo eleitoral no Brasil – história e conceitos; Participação e mobilização em atos decisórios no cotidiano escolar; Formação de lideranças e protagonismo estudantil.

O tema da ação educativa é inspirado no Projeto Saia do Muro, uma parceria do Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância, Jornal O Povo, Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, Ministério Público do Trabalho e Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Ceará. O Projeto Saia do Muro objetiva fomentar, durante o período eleitoral, a discussão de temas fundamentais para a garantia de direitos de crianças, adolescentes e suas famílias por meio da realização de pesquisas.

SERVIÇO

*Confira o cronograma aqui.