Blog do Eliomar

Categorias para Eleições 2018

Candidaturas individuais podem receber pedido de impugnação até hoje

Termina hoje (25) o prazo para que candidatos, partidos e o Ministério Público peçam a impugnação de pedidos de registro individual de candidaturas. O prazo vale somente para contestações na Justiça Eleitoral de políticos que queiram disputar as eleições este ano mas, por algum motivo, não tiveram o pedido de registro feito por seus partidos políticos ou coligações.

A data final para tentativas de impugnação das candidaturas apresentadas de forma coletiva se encerrou na última quinta-feira (23). Na corrida para ocupar o Palácio do Planalto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu nos últimos dias apenas dois pedidos individuais: José Natan Emídio Neto e Matuzalém Rocha disseram ser candidatos a presidente e vice, respectivamente, pelo PMN.

Durante convenção nacional, porém, a legenda decidiu não escolher nome para as candidaturas majoritárias e por esse motivo o partido já apresentou uma ação para impugnar a chapa. “O requerente preencheu apenas a ficha de inscrição de candidato do requerido e, note-se, ao cargo de deputado federal, sem apresentar os documentos necessários que acompanhariam a citada ficha de inscrição. Além disso, não compareceu às convenções do partido, quando, então, poderia se pronunciar e requisitar os votos de apoiamento à sua candidatura”, argumentou o PMN.

Fora da esfera nacional, é possível que outros candidatos individuais a cargos como deputado estadual e distrital tenham pedido de impugnação protocolado até o fim do dia de hoje. Para todos os casos, o TSE tem até o dia 17 de setembro, de acordo com a legislação eleitoral, para julgar os pedidos de registros e o resultado das possíveis impugnações.

No caso da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o tribunal recebeu 16 questionamentos. Uma das contestações foi feita pela Procuradora-Geral Eleitoral, Raquel Dodge. No pedido, ela afirma que Lula – que figura como líder de intenções de voto nas pesquisas eleitorais – está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, por ter sido condenado na segunda instância da Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, razão pela qual não está apto a disputar a eleição.

Além de Lula, Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Henrique Meirelles (MDB) foram alvo de pedidos de impugnações ou notícias de inelegibilidade junto ao TSE.

(Agência Brasil)

Eunício e Camilo destacam união em defesa do Ceará

A Transposição do São Francisco, os hospitais regionais e ainda a linha leste do Metrofor foram algumas ações destacadas pelo governador Camilo Santana (PT), candidato à reeleição, e pelo senador Eunício Oliveira (MDB), também candidato à reeleição, na manhã deste sábado (25), em Messejana, como resultado da união política em defesa do Ceará, que inclui ainda a candidatura Cid Gomes (PDT) ao Senado.

“Essa junção de forças ultrapassou questões pessoais com uma única intenção, fazer um Ceará que seja de todos os cearenses”, ressaltou Eunício.

“Em um cenário de crise econômica e de seca, procurei e encontrei em Eunício as portas abertas para fazer as parcerias necessárias. Se Deus quiser, o povo cearense vai renovar seu mandato e ter novamente um senador capaz de ajudar o Ceará”, apontou Camilo.

Os discursos ocorreram durante a inauguração do comitê de campanha de Dr. Hugo, candidato à reeleição à Assembleia Legislativa. “É preciso reforçar a confiança nesse projeto que atua pelo bem do Ceará”, disse Dr. Hugo.

(Foto: Divulgação)

Uma crônica sobre política no transporte público

Em artigo no O POVO deste sábado (25), a jornalista Letícia Alves relata conversas no interior dos ônibus sobre eleições deste ano. Confira:

Todos os dias, a caminho do trabalho, escuto – entre uma música e outra – as conversas nascidas nesse ambiente tão rico de realidade e humanidade que é o transporte público. Às vezes, o papo está tão bom que nem desenrolo o fone de ouvido e prefiro anotar no meu post it mental os causos que renderiam boas crônicas. De uns tempos para cá, até mesmo as desgraças compartilhadas arrefeceram para dar lugar ao debate político.

Não minto: é Bolsonaro cá, Lula lá, Ciro ali e aqui e acolá Alckmin e Marina. Ainda não presenciei discussões acaloradas, com agressões de todo tipo. Em geral, o assunto é tratado com bom humor, mas a impressão que tenho é de que isso é para atenuar a desesperança e o desassossego de um povo que, já cansamos de saber, não acredita mais nos políticos.

Semana passada, duas moças sentadas atrás de mim conversavam sobre o desempenho dos candidatos à Presidência em um debate:

– Mulher, eu assisti só pra achar graça. Ninguém ali sabe de nada, não.

A conversa foi entrecortada pelo ruído do trânsito e não consegui mais ouvir quase nada. Fiquei pensando, porém, sob qual perspectiva elas atribuíam a ignorância dos presidenciáveis. Certamente não pelos números que despejam na protocolar discussão ensaiada meia dúzia de vezes durante a campanha.

O que falta aos candidatos é um tanto de realidade. A realidade nua e crua que o povo experimenta diariamente. E não basta visitá-la de quatro em quatro anos ou forjá-la com vitimismo. Não adianta ir ao centro da cidade e apertar a mão do pobre se, na testa, estiver escrito em letras garrafais: “Não sou daqui”.

Não quero dizer que é necessário ao político ser pobre. Ser “de origem pobre” ou ser “novo na política” são categorias sempre ressaltadas por candidatos nas eleições, mas que são meros fetiches linguísticos – por si mesmas não significam coisa alguma se a compreensão deles sobre a realidade não for profunda.

Ao político é imprescindível um misto de conhecimento prático e reflexivo, técnico e comum. É preciso balancear sabedoria científica com popular, cujo maior detentor é o povo que o elege – e o povo sabe muito.

Também é vital o respeito à moral, à fé, à cultura e às tradições do povo. Enfim, é preciso ter sinceridade: o andar lado a lado com a verdade de ser, falar, agir e defender. Atrás de mim, as duas amigas concluíram a conversa assim: “Eles só falam mentira”. Ninguém acredita mais.

Letícia Alves,

jornalista do O POVO

Sogro – Cid participa de inauguração do comitê no Crato

“Eu não estou aqui pedindo pelo meu sogro, não estou pedindo pela pai da minha mulher, Maria Célia. Estou pedindo porque sei que o Dr. Leitão vai elevar a representação do Cariri na Assembleia”. O pedido é do ex-governador Cid Gomes, candidato ao Senado pelo PDT, na manhã deste sábado (25), em discurso realizado sobre um carro de som, durante inauguração de comitê no Crato, no Cariri.

O candidato a deputado estadual é o promotor de Justiça e sogro do ex-governador, Dr. Leitão, que pela primeira vez disputa um cargo eletivo.

“Ele é um vocacionado para a vida pública. Como promotor, não se preocupou apenas em acusar as pessoas, defendeu o direito delas, sobretudo dos consumidores e dos deficientes”, completou Cid.

O ex-governador e candidato ao Senado aproveitou o evento para também pedir votos para Ciro, candidato à Presidência da República pelo PDT. “Ele (Ciro) é indignado com a corrupção, é indignado com o que está acontecendo no Brasil e está preparado para ser presidente”.

(Foto: Divulgação)

Salmito inaugura comitê de campanha na tarde deste sábado

589 1

Com as presenças do governador Camilo Santana, do ex-governador Cid Gomes e do prefeito Roberto Cláudio, o candidato a deputado estadual Salmito Filho (PDT) inaugura na tarde deste sábado (25), na Aldeota, a partir das 17 horas, o comitê central de campanha.

SERVIÇO

Inauguração do comitê de Salmito

Avenida Santos Dumont, 3860, Aldeota (antiga unidade do Detran-CE)

Horário: 17 horas

A resposta política à violência

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (25), pelo jornalista Érico Firmo:

O mais preocupante em relação à crise de criminalidade é a falta de perspectivas. Favorito para se reeleger, Camilo não apresenta saídas propriamente novas. Algo que sinalize virada no novo mandato. Os adversários, tampouco.

Tudo que se discute parece bastante com o que foi feito nos últimos 12 anos. O pensamento político cearense não aponta perspectiva de melhora nos próximos quatro anos. Claro, a campanha está começando. Quem sabe, alguém guarda alguma ideia um pouco mais refinada, elaborada para atacar o problema.

A forma de criminalidade trazida pelas facções é nova. Estamos, todavia, presos às velhas fórmulas, que não foram propriamente um sucesso nem na realidade anterior.

PCdoB lança George Valentim a deputado estadual

O ex-prefeito de Maranguape, George Valentim (PCdoB), teve a candidatura lançada na noite dessa sexta-feira (24), com a presença de lideranças do município, vereadores da Região Metropolitana de Fortaleza e do Maciço de Baturité, além do advogado Dênis Bezerra, que faz dobradinha com Valentim, na condição de candidato a deputado federal. Na manhã deste sábado (25), haverá a inauguração do comitê do candidato em Maranguape.

“Na minha gestão como prefeito, éramos a oitava maior economia do Ceará, mas infelizmente hoje estamos na 51ª posição em renda per capita pela falta de oportunidade de emprego, circulação de renda e falta de dinheiro em nossa cidade”, disse Valentim, que promete, caso eleito, a voltar o mandato para o crescimento econômico do Ceará.

Valentim reforçou ainda a necessidade de ampliar as oportunidades no ensino superior em Maranguape, que está entre as 10 maiores cidades do Estado, mas é o único município da relação sem uma universidade pública e gratuita. Lembrou que há oito anos a obra do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) se arrasta sem uma data precisa de término.

(Foto: Divulgação)

Maracanaú – General participa de primeira carreata do PSDB neste sábado

A coligação Tá Na Hora de Mudar (PSDB/Pros), que possui à frente o tucano General Theophilo como candidato ao Governo do Ceará, promove neste sábado (25), a partir das 17 horas, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, a primeira carreata de campanha. A concentração ocorre no Distrito Industrial.

Pela manhã, a partir das 8 horas, o candidato do PSDB estará em Iguatu, no Centro-Sul do Estado, em uma caminhada no Mercado Central.

PSOL-PCB é notificado por não cumprir cota para mulheres

1043 1

O Tribunal Superior Eleitoral aponta: a cada 10 candidatos das eleições 2018, apenas 3 são mulheres. A proporção (30,7%) não evoluiu desde as últimas eleições presidenciais, em 2014 – em que 31,1% dos candidatos eram mulheres – e continua abaixo da média da população brasileira. No país, a cada 10 pessoas, 5 são do sexo feminino. O levantamento foi feito pelo Portal G1 e inclui o Ceará.

Desde 1997, a lei eleitoral brasileira exige que os partidos e as coligações respeitem a cota mínima de 30% de mulheres na lista de candidatos para a Câmara dos Deputados, a Câmara Legislativa, as Assembleias Legislativas e as Câmaras municipais. Em 2018, o percentual precisa ser respeitado para as coligações de deputados estaduais, federais e distritais.

O problema é que, mesmo com a lei, coligações e partidos têm registrado chapas com menos mulheres que o exigido. Isso tem feito com que coligações inteiras sejam impugnadas (contestadas) ou notificadas a ajustar o mais breve possível a composição.

O G1 fez uma consulta a todos os tribunais regionais eleitorais (TREs) do país e constatou: ao menos 32 chapas já foram ou impugnadas ou notificadas em oito estados (AM, CE, MA, MG, RJ, RN, SP e TO). Em outros sete (AP, DF, ES, MS, PE, SE e SC), ainda não há notificações, o que não significa que elas não serão feitas. Isso porque os pedidos de registro dos partidos e coligações ainda estão sob análise. Outros 12 estados não responderam.

Ceará

No Ceará, foram quatro – entre elas a do PSOL/PCB para o cargo de deputado federal. Moésio Mota, integrante da direção estadual do PSOL no Ceará, diz que o ajuste será feito.

“Faltou uma companheira. O PCB chegou a registrar o nome, mas ela teve um problema. Ela era sindicalista. A gente não tinha essa informação na hora e ela não sabia que tinha de estar afastada por um período bem anterior. E aí com isso ficou faltando uma pessoa para completar o número de 30%. Nós achamos muito ruim. Queríamos na verdade ter mais mulheres, não só os 30% da cota. A gente já tem uma nova candidata que iremos registrar na lista de candidaturas remanescentes.”

Marina Silva defende tratamento especial paras a mulher na aposentadoria

252 1

A candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, defendeu, na entrevista exclusiva à EBC, um tratamento especial para as mulheres na reforma da Previdência. Sem especificar qual seria a idade mínima para aposentadoria feminina, ela afirmou que “enquanto as mulheres trabalharem mais que os homens e tiverem dupla jornada, elas terão uma aposentadoria diferenciada”.

Marina foi a segunda a participar da série de entrevistas da EBC (Agência Brasil, TV Brasil e Rádio Nacional) com os candidatos à Presidência da República.

A entrevista foi mediada pela jornalista Roseann Kennedy, com a participação dos jornalistas Renata Giraldi, da Agência Brasil, Pedro Pontes, da TV Brasil e Priscilla Mazenotti, da Rádio Nacional.

*Confira entrevista na íntegra na Agência Brasil aqui.

Acrísio e Rachel Marques lançam candidaturas na noite dessa quinta-feira

Candidatos a deputado estadual e a deputada federal, respectivamente, Acrísio Sena e Rachel Marques, ambos do PT, lançaram oficialmente suas campanhas, na noite dessa quinta-feira (23), na sede do partido na Avenida da Universidade, no bairro Benfica.

Ambos destacaram a crise econômica e política no País, após Michel Temer ter assumido a Presid~encia da República. Acrísio e Rachel ainda pediram votos para Camilo Santana, candidato à reeleição ao Governo do Ceará, Cid Gomes, candidato ao Senado, e também para o ex-presidente Lula.

“Sabemos como o Brasil mudou para pior após o golpe e temos a chance de restaurar os direitos dos trabalhadores”, disse Acrísio.

“Aqui temos um governo que é referência nacional na educação e responsabilidade fiscal e temos a obrigação de reeleger Camilo”, apontou Rachel.

(Foto: Divulgação)

TRE do Ceará anuncia nesta sexta-feira o tempo do horário gratuito dos partidos e emissoras geradoras

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará vai promover nesta sexta-feira, às 9 horas, na Sala de Sessões, audiência pública para que sejam adotadas providências acerca do Horário Eleitoral Gratuito, que começará no dia 31 de agosto.

A informação é da assessoria de imprensa do TRE, adiantando a pauta:

1. Escolha das emissoras geradoras da propaganda eleitoral gratuita em rede, no rádio e na televisão;

2. Sorteio da ordem de veiculação da propaganda em rede de cada partido ou coligação para o primeiro dia do horário eleitoral gratuito;

3. Distribuição, através do sistema informatizado do TSE, do tempo da propaganda eleitoral gratuita, em rede;

4. Elaboração do plano de mídia para a propaganda eleitoral, através de inserções, pelos partidos políticos e emissoras de televisão e de rádio;

5. Elaboração e aprovação de acordo entre os partidos e coligações e as emissoras de rádio e televisão, dispondo sobre a entrega das gravações contendo a propaganda eleitoral gratuita.

Editorial do O POVO aborda a pauta do Unicef para as eleições

Com o título “Eleições: Pauta do Unicef”, eis o Editorial do O POVO desta sexta-feira:

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) quer aproveitar as eleições de outubro próximo para suscitar debates sobre questões fundamentais que envolvem o destino de crianças e adolescentes na sociedade brasileira. É a oportunidade de os cidadãos inquirirem candidatos a cargos eletivos sobre o que pretendem fazer a respeito dessa problemática, sem a resolução da qual será impossível ao Brasil alcançar um lugar respeitável na comunidade mundial.

O momento das eleições é o mais apropriado para checar o que foi realizado desde o pleito anterior, e do quanto houve de empenho, compromisso e criatividade por parte dos representantes escolhidos então para dar as respostas prometidas. E, ao mesmo tempo, verificar as pretensões dos novos postulantes nessa área. Afinal, tanto o presidente da República a ser eleito, como os membros do Congresso Nacional (deputados federais e senadores), bem como os governadores e deputados estaduais a serem escolhidos têm sob sua alçada (em nível federal e estadual) o poder de decidir sobre as políticas públicas a serem definidas para esse segmento. O voto não deve ser aleatório, mas a partir do que cada um representante se propõe a fazer para resolver cada um dos problemas fundamentais do País. E o do destino de crianças e adolescentes é um dos mais prementes, não só por conta da maior vulnerabilidade a que estão expostos, mas porque se trata do potencial capital humano da Nação. Sem este, o País não pode vislumbrar o futuro com confiança.

Assim, o Unicef faz bem em cobrar que esse tema esteja na pauta de compromissos fundamentais dos candidatos. Afinal, 61% de meninos e meninas brasileiros estão vivendo na pobreza, 2,8 milhões de jovens entre 4 e 17 anos estão fora da escola (dados de 2015), 31 crianças e adolescentes são assassinados por dia no País e houve um crescimento de 5,3% da mortalidade infantil (entre 2015 e 2016) e uma queda de 95% para 78,5% da cobertura vacinal de poliomielite.

Tudo isso é muito grave e demonstra o quanto pobreza, violência, educação e saúde são temas transversais e preponderantes na vida de crianças e adolescentes brasileiros. Por causa disso, o Unicef pontuou sugestões de investimento, políticas e ações sobre esses temas, sob o imperativo básico de maior orçamento para que os direitos desse segmento vulnerável e promissor da sociedade sejam garantidos.

O quadro apontado reflete a dura realidade nacional. Mais do que incluir a obrigatoriedade de apuração e divulgação do orçamento, é importante garantir mais investimentos, o que estaria sendo dificultado pela Emenda Constitucional 95/16, que prevê congelamento de investimentos por 20 anos em áreas como saúde e educação.

Estou na política para melhorar a vida das pessoas, diz Eunício

Ao declarar que está na política para melhorar a vida das pessoas, em entrevista a uma emissora de Fortaleza, nesta quinta-feira (23), o senador Eunício Oliveira, candidato à reeleição pelo MDB, se dispôs a trabalhar para derrubar o veto do presidente Michel Temer, também do MDB, ao piso dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.

“Esses profissionais são verdadeiros anjos da guarda que trabalham na ponta para oferecer cuidado com a saúde das pessoas mais simples. Da mesma forma que arquivei a Reforma da Previdência, mais uma vez estarei enfrentando a área econômica do governo. Eu sirvo à população cearense, especialmente a que mais precisa”, ressaltou Eunício.

Pela lei que foi aprovada e encaminhada à sanção presidencial, o piso salarial  nacional para os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias seria de R$ 1.250 em 2019, R$ 1.400 em 2020 e R$ 1.550 em 2021. A partir de 2022, o piso seria reajustado anualmente em 1º de janeiro, com valor a ser fixado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A previsão de reajuste, no entanto, foi vetada. Em caso de derrubada do veto, o reajuste passará a valer.

Ainda durante a entrevista, Eunício apontou uma série de conquistas nos campos do abastecimento de água emergencial e estruturante, moradia digna, atendimento à saúde, educação, planejamento e recursos para segurança pública, renegociação das dívidas dos agricultores, transporte público e geração de emprego e renda.

Eunício explicou também que a aliança com o governador Camilo Santana (PT) e com Cid Gomes (PDT) foi firmada em torno de um projeto administrativo que busca fazer um Ceará mais forte.

“Essa parceria foi evoluindo. Ontem mesmo, liberamos R$ 1,6 bilhão para o Metrofor. A minha realização na política é fazer pelo coletivo. Deus já me deu tudo, agora minha missão é trabalhar para melhorar a vida dos meus irmãos cearenses. Por tudo isso, recomendo e voto em Camilo para governador, Cid e Eunício para senadores”, disse.

Nesta noite, Eunício participou da inauguração do comitê de Domingos Neto e Domingos Filho, no bairro Aldeota.

(Fotos: Divulgação)

Marina Silva grava domingo para o horário gratuito com o cineasta Fernando Meirelles

A candidata a presidente da República pela Rede da Sustentabilidade, Marina Silva, sob a direção do cineasta Fernando Meirelles e outros voluntários, via gravar neste domingo, em São Paulo, os seus programas eleitorais que irão ao ar a partir do dia 31.

A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

Como Marina terá apenas dezesseis segundos três vezes por semana, a gravação deve ser coisa rápida.

(Foto – Aurélio Alves/O POVO)

Cid Gomes pede votos em Sobral para os irmãos Ciro e Lia

O ex-governador Cid Gomes (PDT), candidato ao Senado, participou nesta quinta-feira (23) de um adesivaço em Sobral, na Região Norte do Estado, a 222 quilômetros de Fortaleza, quando conversou com motoristas para pedir votos para o irmão Ciro Gomes, candidato à Presidência da República pelo PDT.

Em sua cidade natal, Cid destacou que Ciro é o candidato mais preparado ao Palácio do Planalto, diante da experiência administrativa, formação acadêmica e sem processos por corrupção ou improbidade.

Cid também pediu votos para a médica e irmã Lia Gomes, candidata a deputada estadual. “Eu tenho certeza que a Lia será uma extraordinária deputada estadual. Ela vai brigar pelos direitos do povo. Vai representar nossa gente e vai trabalhar, lutar e ser instrumento para conquistar direitos pra nossa gente”, afirmou.

A médica Lia Gomes, que vai disputar sua primeira eleição, afirmou que tem várias bandeiras. “Mas a principal delas é defender os direitos das mulheres. E lutar para que haja menos violência entre homens e mulheres”, comentou.

O ex-governador e candidato ao Senado ainda fez elogios e pediu votos para o deputado federal Leônidas Cristino, candidato à reeleição. “Ele faz do exercício do mandato uma luta pela população”.

(Foto: Divulgação)

Marqueteiros de Alckmin estão sem rumo sobre modelo da propaganda na TV

Faltam oito dias para a campanha ter início na TV e a equipe de marketing do candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin (PSDB), ainda não se definiu sobre o modelo de propaganda eleitoral que deve ser seguido.

É o que informa o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo, adiantando que nunca é demais lembrar: é na TV que se concentram todas as apostas de Alckmin para tentar se livrar dos magros índices que aparecem nas pesquisas até agora.

(Foto – Reprodução de TV)

Chico Lopes inaugura comitê eleitoral nesta quinta-feira

O parlamentar apoia a reeleição do petista Camilo Santana.

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) vai inaugurar seu comitê pró-reeleição nesta quinta-feira, a partir das 19 hora, na avenida da Universidade, 1814 (Benfica). Toda a cúpula do partido estará presente, bem como lideranças da chapa majoritária.

Lopes, por sinal, defende a anulação da reforma trabalhista aprovada neste Governo Temer e que só retirou direitos, segundo o deputado.

Gorete Pereira inaugura comitê na terra do ex-amigo Roberto Pessoa

A presidente estadual do PR, deputada federal Gorete Pereira, lançará nesta quinta-feira, às 19 horas, na Feira Center, em Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza), sua candidatura à Câmara.

Justamente na terra do seu ex-amigo, o neotucano Roberto Pessoa, e prestigiada pelo governador Camilo Santana e Cid Gomes e Eunício Oliveira, candidatos ao Senado pelo PDT e MDB respectivamente.

Gorete travou peleja com o Capitão Wagner, que presidia o PR , e conseguiu levar o partido para a base aliada do Palácio da Abolição, o que fez Roberto Pessoa deixar a legenda, esquecer a amiga e, de quebra, fazer o Capitão ir montar sua tropa no PROS e no apoio ao General Thophilo (PSDB) para o Governo.

(Foto – Divulgação)