Blog do Eliomar

Categorias para Festa junina

Bar Besouro entra no ritmo de São João

114 1

Tradicional na realização da festa de São João, no bairro Parquelândia, o Bar Besouro Verde promove neste sábado (19), das 18 horas às 22 horas, o pré-São João. Neste domingo (20), a partir das 12 horas, além das comidas típicas, também haverá bingo dançante.

O Besouro Verde possui uma das mais procuradas feijoadas da região e o premiado feijão verde, no concurso Comida di Buteco.

DETALHE – Quem chegar mais cedo neste domingo, ainda poderá torcer pelo “anavan” do Vozão no Brasileirão, diante do Vitória, às 11 horas, em Salvador.

Luan Santana abrirá o festão junino de Iguatu

A Prefeitura Municipal de Iguatu divulgou a programação do seu “Arraiá do Povo 2018”, o maior evento cultural da região Centro Sul do Ceará. O festão junino ocorrerá no período de 13 a 17 de junho e homenageará os músicos Jeová Fernandes e Djacir Rodrigues.

Entre as atrações, o cantor Luan Santana, que vai abrir toda a programação.

Em 2017, durante os quatro dias de festa, mais de 200 mil pessoas passaram pelo Parque de Exposições do Rotary Club, onde aconteceu o evento. Neste ano, a expectativa é superar esta marca.

Confira as principais atrações do São João de Iguatu:

Dia 13/06

Abertura do Festival Junino com apresentações de quadrilhas

Dia 14/06

Luan Santana

Tropykália

Manuca Araújo

Dia 15/06

Wallas Arrais

Gabriel Diniz

JP Cantor

Dia 16/06

José Augusto

Forró Real

Bêu Paulino

Erick Land

Dia 17/06

Banda Ingroove

(Foto – Divulgação)

Festival Jeri Junino empolga turistas em Jericoacoara

O Festiva Jeri Junino, da cidade de Jijoca de Jericoacoara está atraindo milhares de turistas e, claro, cearenses. O evento vai até domingo com o XXIV Festival de Quadrilhas e muita animação comandada por vários cantores e bandas.

No começo da madrugada deste sábado, um dos destaques foi o cantor cearense Diassis Martins. O cabra teve agenda cheia neste mês e, para agosto, promete agitar em muitas vaquejadas.

(Foto – Leitor do Blog em Jeri)

IV Festival Cearense de Quadrilhas terá grande final no domingo

A grande final do XV Festival Cearense de Quadrilhas Juninas acontecerá no próximo domingo (16), a partir das 18 horas, no North Shopping Jóquei. Na data será divulgada a quadrilha campeã do Estado.  O evento é realizado numa cidade cenográfica montada, que conta ainda com barracas com comidas típicas para todos os gostos e muito arrasta-pé.

O evento deste ano apresenta ainda para o público a 4ª edição do Festival Junino, o concurso nacional de rainhas juninas e concurso nacional de rainhas juninas da diversidade, além de apresentações musicais.

Nesta quinta-feira quem vai abrir a programação musical é a banda Forró Real (13). A animação da sexta-feira (14) fica por conta de Pedro e Benício. No sábado (15) é o dia da banda Forró do Seu Minino e, no domingo (16), sobe ao palco a cantora Taty Girl.

SERVIÇO

*A entrada para atrações musicais custa R$ 12 (meia para todos), com vendas nas Óticas Diniz (Piso 1) do North Shopping Jóquei e no site ingressando.com. Nesta quarta-feira (12), o acesso é gratuito.

*Local – Estacionamento externo.

(Foto – Reprodução TV)

IX Arraiá das Cumadi é sucesso no bairro Parquelândia

Terminou por volta das 3 horas deste domingo o IX Arraía das Cumadi, o festão junino fora de época realizado por 15 donas de casa do bairro Parquelândia, mais precisamente na rua Amadeu Furtado, 357, ao lado do Bar Besouro Verde.

Cerca de cinco mil pessoas circularam pelo local embalados pela banda Asa Noturna e tendo a opção de várias barracas com comidas e bebidas típicas, além de churrasco, pula-pula, desfile das crianças vestidas de caipirinhas, além de um momento de orações por vizinhos que morreram neste mês.

A festa contou com apoio da Prefeitura de Fortaleza, do Bar Besouro Verde, vereador Luciram Girão e deste Blog e, principalmente, com a garra das “cumadis”, que, mais uma vez, promoveram um evento dos mais elogiados também por visitantes de outros  bairros.

A apresentação da quadrilha junina Fogo de Paixão, do bairro Jacarecanga, foi um dos destaques do festão junino.

AS CUMADIS 

Nadir Batista, Eneide, Nádia, Hélia, Carla, Marcela, Argélia, América, Amazônia, Argentina, Valda, Vânia, Valéria e Socorro França e Leleide.

Elas prometem arrasar ano que vem, pois será a décima-edição do arraiá.

Tudo pronto para o IX Arraiá das Cumadi no bairro Parquelândia

Tudo pronto para o IX Arraiá das Cumadi, o festão junino organizado por 15 donas de casa do bairro Parquelândia e que moram mais precisamente na rua Amadeu Furtado, o palco do evento que será animado pela banda Asa Noturna.

Na programação, no entorno do Bar Besouro Verde, estabelecimento que completa 63 anos, quadrilha convidada, quadrilha improvisada, barracas com comidas e bebidas típicas, pescaria para a criançada, além de pula-pula de graça, e um clima bem familiar e seguro.

A festança começa a partir das 20 horas, contando ainda com desfile das caipirinhas – criançada que ganhará prêmios, além de atrações convidadas. A festa conta com vários apoiadores – comerciantes da região, a Regional III e este Blog.

Chitão de Massapê começa nesta quinta-feira

Começa nesta quinta-feira à noite o tradicional chitão da cidade de Massapê (Zona Norte). A concentração ocorrerá na Praça da Matriz. Na programação, apresentações de quadrilhas juninas e shows variados com bandas do fórro elétrico e Dorgival Dantas.

O prefeito Jacques Albuquerque abrirá o chitão ao lado de Roberto Pessoa, vice-prefeito de Maracanaú, e do presidente regional do PSDB, o ex-senador Luiz Pontes. O chitão vai se estender até sábado.

Comunidades do Bom Jardim fazem o “Arraiá do Sim à Vida”

Duzentas e quarenta crianças do Programa de Prevenção às Drogas do Movimento Saúde Mental Comunitária vão cair no “Arraiá Sim à Vida”, das 9 às 13 horas desta quarta-feira. A festa junina, com casamento matuto e quadrilhas, acontecerá na Comunidade Marrocos, no bairro Bom Jardim.

As crianças e adolescentes, de 7 a 14 anos, são das comunidades do Bom Jardim e Siqueira, de Fortaleza, e do Horto, de Maracanaú (RMF). Será uma “festança” com merenda de milho verde e encerramento com almoço de integração dos quatro núcleos do programa, informa a organização.

Abordagem

O programa de prevenção às drogas e fortalecimento dos serviços sociais de saúde, Sim à Vida, é realizado pelo MSMC com o co-financiamento da CBM da Alemanha e da União Europeia. Trabalha a arte, a música e o espetáculo nas ação de prevenção às dependências.

A socioterapia trabalha o autoconhecimento, a autoestima e as múltiplas inteligências (artística, pictórica, cinestésica, etc). A manifestação da cultura junina é um desses momentos ricos de fortalecimento cultural.

SERVIÇO

Local – Rua Regivaldo França, 122. (Marrocos) – Bom Jardim.
Contatos – Elizeu de Sousa – 99989.9012 zap ou 99245.9161.

Igreja Batista Central vai promover o X Arraial do Milagreiro

A Igreja Batista Central de Fortaleza (IBC) promoverá, sábado, a partir das 18 horas, no Campus Tenda, seu X Arraial do Milagreiro. O festão tem espírito comunitário, pois cada pessoa leva uma comida típica para compartilhar, dará o ponta pé inicial ao evento, em seguida acontece a apresentação teatral e da Quadrilha O Milagreiro.O sanfoneiro Orlando Neri, ex- músico da rede de bandas Mastruz com Leite, fará participação especial junto com a Banda Milagreiro composto por 10 músicos.

Trinta casais, entre 16 e 45 anos, compõem a quadrilha. O cordel será a linguagem utilizada para contar a história das celebrações do povo hebreu até os
festejos de hoje em dia.  Três atores encenarão personagens bíblicos como Moisés, João Batista e também os sertanejos do nordeste brasileiro. Alguns nomes da cultura nordestina serão citados durante a apresentação, como Raquel de Queiroz, Luiz Gonzaga e Clara Nunes.

A quadrilha encenará o nascimento de Jesus, a transformação da água em vinho, a multiplicação dos peixes e pães, mostrando a compaixão de Jesus pelo povo. A apresentação será finalizada com a ressurreição​ e adoração a Jesus juntando pela primeira vez o público à grande roda da quadrilha. O figurino da quadrilha foi inspirado no mandacaru​ e sua flor, que assim como Jesus é sinal de vida e esperança em meio a circunstâncias tão adversas como a seca no sertão.

SERVIÇO

*Mais informações – 3444-3600; acesse o site: www.ibc.org.br; Facebook: www.facebook.com/IBCFortaleza

*Campus Tenda IBC – Rua do Cruzeiro, 401 – Ancuri, 4º anel viário – Km 14 – Entrada: franca.

(Foto – Divulgação)

O mundo mudou e as festas juninas também

Com o título “Festas juninas”, eis artigo de José Borzacchiello, professor emérito da UFC, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Ele fala que o mundo mudou e as festas juninas também. Confira:

Vendo Fortaleza do alto, busco vestígios de antigas festas juninas até onde minha vista alcança. Nada de fumaça de fogueiras, balões coloridos, fogos iluminando o céu, cheiro de milho, cana e batata doce assados na brasa, ruas embandeiradas como convém a uma autêntica festa junina sertaneja. Fogueiras e balões não cabem mais nas áreas superurbanizadas. Provocam acidentes, incêndios, queimaduras. A festa, mesmo repaginada, permanece fortemente inscrita no calendário de eventos da Cidade. Os traços sertanejos típicos das festas juninas mostram novo formato e cara nova, mas nem por isso deixaram de atrair multidões. O diferencial reside no fato do caráter oficial das festas, hoje incentivadas com verbas municipais e/ou estaduais.

Louvo os que persistem mantendo os traços típicos das festas juninas. Muitas escolas e colégios valorizam aspectos das festas tradicionais. As crianças, orgulhosas, se divertem nos “arraiais”, cuidadosamente preparados, e, muitas vezes, com ajuda delas. Gosto de ver a alegria da petizada. Meninas com tranças, outras com ‘maria chiquinha’ com enormes laçarotes nas pontas, chapéu de palha, vestidos bonitos com estampas enormes e coloridas. Rostos pintados, todas graciosas com sinais artificiais nas faces avermelhadas pelo excesso de maquiagem. Os meninos, garbosos, ostentam seus bigodes pretos como carvão.

Quando sorriem, mostram as falhas na dentição com pintura especial. Trajam as tradicionais camisas xadrez e calças com enormes falsos remendos. Como não lembrar a alegria dessas festas juninas tão belas, puras, ingênuas, cheias de significado que rememoram um passado perdido? A festa mudou, ganhou novos sentidos. É feita noutra escala, ocupa enormes espaços e é preparada por especialistas, ajustadas às modernas técnicas com bandas famosas que garantem o sucesso do evento. Festa junina de hoje é megaevento, é marketing político, atrai multidões. É um grande negócio que envolve complexa cadeia produtiva. Na festa atual, não há mais lugar para capelinha, padre, delegado, cadeia, barraquinhas de comidas feitas pela vizinhança.

Nos superpalcos da festa, a mistura de ritmos. Forró, sertanejo romântico divertem a multidão que não aceita de bom grado os poucos momentos de intervalo. A quadrilha, dança coletiva típica do período junino, também se ajustou às exigências desses tempos espetacularizados. Os concursos atraem grupos enormes, luxuosamente trajados com roupas cintilantes e adornos multicoloridos de forte efeito visual. As apresentações maravilham o público – música alta, dançarinos afinados no compasso, noivas lindas. Tudo bem ensaiado, diferente do tempo em que os moradores das ruas se cotizavam para fazer a festa.

Era tempo de fogueiras, bandeirinhas de papel de seda cortadas e coladas pela criançada. Tempo de uma delicadeza em que todos se conheciam, dançavam, participavam, não eram espectadores. Em meio à festa, a criançada corria, pulava, gritava. Muitos namoros iniciados em torno da fogueira terminaram em casamento. O mundo mudou e as festas juninas também. São tempos modernos.

*José Borzacchiello da Silva

borzajose@gmail.com
Geógrafo e professor emérito da UFC

Ceará Junino de Fortaleza – Primeira etapa será no Bairro Ellery

242 1

Começa nesta sexta-feira, a partir das 21 horas, a primeira etapa do Ceará Junino de Fortaleza. Será dentro do XXIII Festival de Quadrilhas Juninas do Bairro Ellery. Os dias e horários de apresentação das quadrilhas foram definidos durante sorteio realizado na Secretária de Cultura do Estado. As apresentações vão acontecer até sábado, na Praça Manoel Dias Macedo.

O Festival é uma promoção da Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo e do Centro de Juventude Igor Andrade.

A quadrilha campeã garantirá vaga no Festival Estadual de Quadrilhas Juninas. Para o produtor cultural do festival, Wescley Sacramento, “esse evento é motivo de alegria para os moradores e para região, que receberão um festival tradicional e de grande importância para Estado.”

Quadrilhas participantes do festival

Dia 30 de junho (sexta-feira)

Quadrilha Flor de Laranjeira

Quadrilha Zé Morinha

Quadrilha Santa Terezinha

Quadrilha Junina Babaçu

Dia 1º de julho (sábado)

Quadrilha Pirambu em Festa

Quadrilha Amor Nordestino

Quadrilha Encanta Ceará

Quadrilha Arraia do Bairro Ellery

DETALHE – O festival ainda contará com apresentações de outras quadrilhas parcerias: Quadrilha Sagrada Famílias, Império Junino e Raízes Sertanejas.

(Foto – Divulgação)

Tudo pronto para o I Chitão de Caucaia

Será aberto, a partir das 18 horas desta terça-feira, o I Chitão de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). A promoção, da prefeitura deste município, com apoio do Governo do Estado, vai se estender até o dia 2 de julho reunido 35 quadrilhas juninas em dois festivais, shows de forró e barracas de comidas típicas em um ambiente decorado para receber famílias do município e visitantes.

O I Chitão está sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura. “Caucaia é a segunda maior cidade do Ceará. Não pode ficar de fora do calendário de festas juninas. A cada ano, nós vamos buscar mais parceiros para a festa ser maior e melhor. Ela gera renda e movimenta a cidade”, afirma o prefeito Naumi Amorim.

Treze quadrilhas do município participarão do Festival. A premiação será de R$ 5 mil (cinco mil) para a primeira colocada, de R$ 3 mil (três mil) para a segunda colocada e de R$ 2 mil (dois mil) para a terceira colocada. A premiação será destinada a duas categorias: adulto e infantil.

Shows

Além das quadrilhas, o Chitão terá shows com tradicionais nomes do forró cearense. Na sexta-feira (30/6), subirão ao palco o cantor Toca do Vale e o caucaiense Adauto do Acordeon.

No sábado (1º/7), o show será do cantor Felipão. Haverá em seguida apresentação da cantora Vanessa Barros, natural de Caucaia, e da banda Brasas do Sertão. Encerrando a agenda de shows, o domingo (2/7) será animado por Forró Real e Matheus Bill.

SERVIÇO

*Cras Sede, antigo CSU – Rua José de Pontes, s/n, no Açude.

Associação dos Filhos e Afilhados de Juazeiro do Norte faz festão junino na Capitá

A Associação dos Filhos  e Afilhados de Juazeiro do Norte (AFAJ) promoverá neste sábado, a partir das 20 horas, seu festão junino.

Vai ser no sítio Recanto do Rei (Bairro José de Alencar) do cumpade Odivaldo Limeira Lima.

Na programação, quadrilha junina, barracas de bebidas e comidas típicas e muito forró pé-de-serra.

Economia criativa em tempo de festas juninas

Com o título “Economia  criativa e as festas juninas”, eis artigo da ex-secretária estadual da Cultura, Cláudia Leitão. Ela avalia que esse momento de festas pelo País poderia ser menos informal e mais profissional para alavancar a economia. Confira:

Como na América Latina, no Caribe e na África, também no Brasil as festas populares estão entre as mais significativas expressões da nossa diversidade cultural. Lamentavelmente, elas não são compreendidas como vetores econômicos, especialmente, como instrumentos de inclusão produtiva para milhões de brasileiros. Todos nós sabemos, de forma empírica, que as festas juninas movimentam, uma grande rede produtiva merecedora de estudos específicos, que nos permitiriam conhecer para (re)conhecer as dinâmicas econômicas dessa importante expressão cultural, sobretudo para ampliar os seus impactos positivos para os micro e pequenos empreendedores criativos do Nordeste.

Contudo, há desafios a serem enfrentados: grande parte da economia das festas juninas é informal; parte dos insumos que poderiam ampliar essa economia é importada, a exemplo das vestimentas da festa, importadas da China; não há formação adequada para a gestão empreendedora das festas no Brasil, ao exemplo, do que já existe, por exemplo, em Trinidad y Tobago, onde a universidade forma especialistas e gestores para as festas; inexistem políticas integradas entre as pastas da Cultura e do Turismo no País que permitam a construção de um turismo cultural capaz de valorizar as festas como um insumo estratégico para o turismo.

Por outro lado, a ausência de políticas públicas reproduz nas festas juninas as assimetrias entre os elos dessa importante rede. Assim, a indústria cultural acaba por ser hegemônica, solapando as expressões culturais locais, fundamentais à diversidade da festa. Não é por acaso que a cantora Elba Ramalho, em entrevista recente, reconhece que a produção musical das festas juninas vem sendo ameaçada pela música sertaneja paulista!

Enfim, para que as festas juninas sejam compreendidas enquanto patrimônio cultural imaterial, mas também como alternativa de desenvolvimento econômico, necessitaríamos reforçar os papéis da cultura no desenvolvimento local e regional, enfatizando a força crescente da economia criativa no Brasil. É o que vem afirmando Irina Bokova, atual diretora-geral da Unesco: além de gerar postos de trabalho, a economia criativa contribui com o bem-estar geral das comunidades, fomenta a autoestima individual e a qualidade de vida, o que resulta em um desenvolvimento sustentável e inclusivo.

Neste momento, em que festejamos São João e São Pedro, enquanto o Ministério da Cultura agoniza, a observação de Irina Bokova não poderia ser mais oportuna.

*Cláudia Leitão

claudiasousaleitao@yahoo.com.br

Professora e pesquisadora da Uece, consultora em Economia Criativa.

Secretários de Maracanaú trocam experiências com o São João de Campina Grande

Carlos Eduardo (Seinfra), Romero Rodrigues, prefeito de Campina Grande (PB), Gerson Cecchini (Secult e Turismo) e André Agra, Seplag de Campina Grande.

Os secretários de Cultura e Turismo de Maracanaú, Gerson Cecchini, e o de Infraestrutura, Carlos Eduardo Borges Evangelista, estiveram na Paraíba,reunidos com o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues. A pauta principal foi uma troca de experiências sobre os festejos de São João dos dois municípios e infraestrutura urbana. Maracanaú tem o terceiro maior São João do Brasil e o maior e melhor do Ceará. Já Campina Grande tem o maior São João do Brasil e do Mundo, com 31 dias de festa. A reunião contou ainda com a presença do secretário de Planejamento de Campina Grande, André Agra.

“Nós temos o maior São João do Ceará. Viemos a Campina Grande para conhecer o maior São João do Mundo. Passamos o último fim de semana em Campina Grande e participamos de vários momentos do evento, tanto no Parque do Povo, como na Locomotiva do Forró e distrito de Galante. Ficamos honrados em sermos muito bem recebidos pelo prefeito Romero e o secretário André Agra. A reunião técnica foi bastante rica em informações. Nosso objetivo é levar essa experiência de 34 anos do São João de Campina Grande para o nosso São João de Maracanaú em 2018”, detalhou Gerson Cecchini, secretário de Cultura e Turismo de Maracanaú.

(Foto – Divulgação)

Produtos de festa junina têm inflação de 2,7%

A cesta de produtos de festa junina teve aumento de custo de 2,7% entre 2016 e 2017, segundo dados divulgados hoje (20) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Apesar do aumento, os produtos juninos tiveram uma inflação abaixo da média do Índice de Preços ao Consumidor, que acumula taxa de 4,05% em 12 meses.

Entre os itens com maiores aumentos de preço estão o fubá de milho (17,83%), a farinha de mandioca (16,81%), o bolo pronto (14,13%), milho de pipoca (13,43%), queijo minas (13,34%) e queijo coalho (11,90%).

Dos 26 itens pesquisados, apenas cinco tiveram queda nos preços entre os festejos juninos de 2016 e as festas deste ano: a batata inglesa (-45,63%), couve (-7,52%), mandioca (-5,90%), farinha de trigo (-4,47%) e o óleo de soja (-1,83%).

(Agência Brasil)

Padarias apostam nas festa juninas

As padarias esperam um aumento de 20% nas vendas neste mês de festa junina. Quem avisa é o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Ceará, Lauro Martins.

Ele diz que este é um dos melhores períodos de venda para o segmento. “A gente aproveita para fazer reservas e aguardar o outro período bom que é o Natal”, explica. Várias padarias vendem produtos da época e apostam em decoração festiva para atrair a clientela.

Indagado se o setor pensa em reajustar o preço do pão nos próximos meses, Lauro descarta logo, justificando que o trigo, comprado em dólar, estabilizou a tabela.

 

Shopping Benfica realiza o São João Solidário

Comidas típicas, barraca de brincadeiras, feira de artesanato, roupas e acessórios de caipira marcam São João Solidário, no 2º piso do Shopping Benfica, a partir da terça-feira (13).

A Cidade Benjunino seguirá montada até o dia 24 deste mês, quando ocorrerá o arraial, a partir das 19 horas, com entrada gratuita.

Durante o período do São João Solidário, parte das vendas na Cidade Benjunino será destinada aos trabalhos sociais da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios e da Igreja de São Benedito.

MP e TCM alertam prefeitos sobre gastos com festas juninas

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) A Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), organismo do Ministério Público Estadual, e o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM)  enviam, nos próximos dias, a todos os prefeitos ofício alertando sobre cuidados legais que devem tomar em se tratando de despesas com festas juninas.

No ofício, há recomendações para que os prefeitos priorizem as despesas e pagamentos necessários à manutenção da máquina administrativa, abstendo-se de contrair gastos com bens e serviços de natureza não essenciais ao interesse público e de realizar despesas, repasses ou dívidas relacionadas a eventos festivos e shows em detrimento do equilíbrio das contas municipais e da prestação de serviços públicos de qualidade.

Assinam o ofício o presidente do TCM, Domingos Filho, e a coordenadora da Procap, procuradora de Justiça Vanja Fontenele.

Eles alertam que “o descumprimento dos preceitos fundamentais da administração pública pode configurar a ocorrência de ilícito administrativo” e que “a responsabilização pela prática de atos de improbidade pode acarretar a suspensão dos direitos políticos, a perda da função pública, a indisponibilidade de bens ou ressarcimento ao erário, sem prejuízo da ação penal cabível”.

O TCM e a Procap lembram, no comunicado, que diversos prefeitos já decretaram situação de calamidade financeira neste ano e que mais de 90 municípios tiveram situação de emergência por estiagem ou seca decretada ou homologada pelo Governo do Estado. Dessa forma, entendem que a realização de eventos festivos pode se mostrar contrária ao princípio da razoabilidade.

Vem aí o São João Solidário do Shopping Benfica

O Shopping Benfica vai promover, de 13 a 24 deste mês, o seu São João Solidário. Dentro dessa onda, montará um arraiá – Cidade Benjunino, no segundo piso, com produtos da época. Parte da venda será destinada aos trabalhos sociais da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios e do Santuário de São Benedito.

Barracas de comida típica, feira de artesanato e locais para brincadeiras dessa festança voltadas para a criançada constam na programação.

No dia 24, a partir das 19 horas, haverá um grande festão, onde os cumpades e cumades terão acesso gratuito.

(Foto – Divulgação)