Blog do Eliomar

Categorias para Fortaleza

Turismo se encontra na Beira Mar

193 1

salmito e cel mendonça

Em visita às obras do mercado provisório dos peixes, nessa terça-feira (16), na avenida Beira Mar, o secretário de Turismo de Fortaleza, Salmito Filho, encontrou o comandante da Companhia de Policiamento Turístico (PMTur), tenente-coronel Cláudio Mendonça.

Os dois conversaram sobre a segurança na área, que nos últimos meses teve os índices de violência reduzidos no trecho da Praia de Iracema ao final da Beira Mar.

Segundo o comandante, a criação do policiamento em lancha reduziu em 90% os ataques dos “mergulhões”, quando assaltantes roubam colares, pulseiras e anéis de ouro e mergulham no mar com o material do roubo na boca. “Essa prática praticamente acabou, depois da criação do policiamento em lancha”, comentou Cláudio Mendonça ao secretário de Turismo.

Além do policiamento em lancha, a segurança no trecho ainda conta com 10 viaturas que circulam na avenida e no entorno, 15 duplas de policiais no calçadão e quatro duplas de policiais que percorrem as areias.

“Assim como você, Salmito, que está sempre fiscalizando as obras da Beira Mar, eu também estou presente no acompanhamento do policiamento. Estou praticamente morando aqui”, ressaltou o comandante.

Para o secretário, é fundamental a presença constante do gestor ou do comandante no acompanhamento dos trabalhos. “Não somente para a fiscalização, mas também para prestigiar o trabalho daqueles que proporcionam melhoria na qualidade de vida da população”, disse Salmito, que espera transferir os comerciantes do Mercado do Peixe na primeira quinzena de maio.

Peixeiros acreditam na transferência em 20 dias

mercado dos peixes

Com a estrutura praticamente concluída, o novo mercado provisório dos peixes deverá estar funcionando até a primeira quinzena de maio. É o que acreditam os comerciantes que terão seus novos boxes entregues pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor).

“Nós já fomos dar uma olhada nos boxes provisórios e achamos que ficaram muito bons”, disse neste domingo (14) o comerciante Antonio Simão, 60, que há 28 anos trabalha no Mercado dos Peixes.

Segundo o secretário Salmito Filho, a determinação do prefeito Roberto Cláudio é que a obra cause o menor transtorno possível aos comerciantes e frequentadores da Beira Mar. De acordo ainda com o secretário, o novo Mercado dos Peixes provisório tem melhores condições de higiene que as do atual mercado.

“Estamos com a obra dentro do cronograma e esperamos antecipar o prazo previsto para a conclusão”, comentou Salmito.

Prefeitura de Fortaleza realiza audiência pública sobre Mercado da Aerolândia

A Prefeitura de Fortaleza realiza nesta segunda-feira (15), às 9h, na Escola Edith Braga, uma audiência pública sobre o Mercado da Aerolândia. O objetivo do encontro é receber sugestões da população para incluir no projeto de revitalização do equipamento. Na ocasião, estarão presentes os titulares da Secretaria Regional VI, Renato Lima, da Secretaria de Infraestrutura, Samuel Dias, e um representante da Secretaria de Cultura de Fortaleza.

Renato Lima destaca a importância da participação popular na audiência e estende o convite a toda a sociedade. “Nós queremos que a população participe desse processo de revitalização do Mercado e precisamos ouvir as sugestões de quem vai usufruir do espaço”, ressalta o titular da Regional VI.

(Prefeitura de Fortaleza)

Estacionamentos dos shoppings serão os próximos a serem fiscalizados pela Câmara

Os estacionamentos dos shoppings serão os próximos alvos de fiscalização da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara de Fortaleza. Em reunião realizada nessa sexta-feira (12), na Sala das Comissões do parlamento municipal, o vereador Acrísio Sena (PT) – junto com outros parlamentares – apresentou relatório sobre a fiscalização realizada na última segunda-feira (8) nos estacionamentos do Centro.

“Há problemas de segurança, conforto, preço e – o mais grave – regulamentação destes espaços”, alertou Acrísio, avisando que os shoppings deverão ser visitados no dia 22 de abril. “Em Salvador, por exemplo, os shoppings não cobram estacionamento”, lembrou o petista.

O evento reuniu representantes do PROCON, DECOM, CREA, Corpo de Bombeiros, Secretaria do Centro e Associação dos Empresários de Estacionamentos. Dentro os assuntos abordados no debate, a principal deliberação foi o estudo das leis relativas à atividade.

“É preciso consolidar e atualizar a legislação que regula o funcionamento dos estacionamentos, inclusive os impactos na Lei de Uso e Ocupação do Solo na capital”, explicou Acrísio.

Destino das barracas da Praia do Futuro será definido dia 23

183 1

salmito pfuturo

Audiência pública na Assembleia Legislativa discutiu situação das barracas

Dois eventos marcaram esta semana a situação das barracas da Praia do Futuro, quando no próximo dia 23, no Recife, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região, no Recife, julgará a ação do Ministério Público Federal que pede a retirada total das estruturas.

Uma audiência pública, na Assembleia Legislativa, avaliou a realidade de Salvador, Aracaju e Maceió, que passaram pelo mesmo processo. Em Aracaju, o poder público passou a gerenciar equipamentos, em uma parceria público-privada (PPP). Em Maceió, as barracas foram padronizadas. Em Salvador, todas as barracas foram demolidas, na ação mais radical.

Segundo o presidente da Comissão de Turismo da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Gelson Ferraz, pesquisas apontam a queda no fluxo turístico em Salvador. “Esperamos que isso não ocorra em Fortaleza. Posso adiantar que o secretário (Turismo) Salmito tem a melhor intenção para salvar as barracas”, comentou.

Já o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Sérgio Aguiar, acredita que a ação do Ministério Público Federal foi equivocada. “A Praia do Futuro necessita de um reordenamento, não da demolição das barracas”, ressaltou.

Prefeitura

Outro evento que marcou a luta para a manutenção das barracas foi o encontro dos barraqueiros com o prefeito Roberto Cláudio. A reunião contou com as presenças do secretário de Turismo de Fortaleza, Salmito Filho, e do vereador Acrísio Sena, que solicitou o encontro.

Segundo dados da Associação dos Barraqueiros da Praia do Futuro, atualmente 80 barracas funcionam na faixa litorânea e 46 estão desativadas. O atendimento ocorre há 40 anos e gera cerca de 20 mil empregos, diretos e indiretos. Por semana, cerca de 200 mil frequentam as barracas.

Secretário Salmito vira figura conhecida em Brasília

salmito monsenhor tabosa avenida

Salmito com secretário Régis Dias, em reunião com comerciantes da Almont

Após passar a semana em Brasília, à cata de recursos para a pasta do Turismo, o secretário Salmito Filho já está de volta à capital federal. O titular da Setfor parou em Fortaleza somente na quinta-feira (11), onde participou de uma reunião com os comerciantes da Associação dos Lojistas Monsenhor Tabosa (Almont), além de um encontro no Gabinete do Prefeito para tratar das barracas da Praia do Futuro, quando no próximo dia 23, no Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região, no Recife, será julgada a ação do Ministério Público Federal que pede a retirada total das estruturas.

Em Brasília, Salmito já assegurou R$ 181 milhões dos R$ 232 milhões necessários para as obras da Beira Mar e da Praia do Futuro. A previsão é que o secretário retorne a Fortaleza na próxima quarta-feira (17).

O POVO traz neste sábado caderno especial sobre os 287 anos de Fortaleza

coracoa

Dentro das comemoração dos 287 anos de Fortaleza, O POVO vai trazer, em sua edição deste sábado, homenagens aos que fizeram e fazem parte dessa história. Isso, através do caderno “Cartografia Sentimental” produzido a partir do olhar de 26 cronistas. O material, editado pelos jornalistas Érico Firmo e Émerson Maranhão, convida o leitor a participar de um passeio afetivo que celebra a relação de Fortaleza com sua gente. O especial é composto por 48 páginas em formato tabloide.

O editor executivo do Núcleo Imagem do O POVO, Gil Dicelli, responsável pelo projeto gráfico e edição de arte, conta que o material traz uma cartografia sentimental da cidade por meio de imagens, artigos e personagens, que serviu como direcionamento para o projeto gráfico. A arte convida o leitor a transitar pelos caminhos emotivos presentes nos textos. “Busquei traduzir essa cartografia de olhares distintos por meio da representação da imagem do coração anatômico”, explica.

Roberto Cláudio dá posse a novos diretores de hospitais e postos de saúde

204 3

rc e eron

Roberto Cláudio e Eron Moreira, durante a solenidade de posse

Em solenidade no Palácio do Bispo, o prefeito Roberto Cláudio deu posse aos novos diretores dos hospitais, postos de saúde, chefes de distritos e médicos aprovados no último concurso. Todos os dirigentes das unidades de saúde também foram aprovados em concurso público, realizado no último mês.

Antes da posse, os dirigentes participaram de um curso, durante dois dias, ministrado por um consultor mineiro para um público de 130 pessoas.

O novo diretor do Gonzaguinha de Messejana, o ex-vereador e oftalmologista Eron Moreira, disse que a determinação do prefeito Roberto Cláudio é a unificação do atendimento.

Fortaleza é a segunda capital com maior aumento no preço do leite

Com um aumento de anual de 17,29%, Fortaleza é a segunda capital com maior elevação no preço do leite, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O estudo foi divulgado nesta segunda-feira (8) e apontou São Paulo como a capital brasileira com maior custo da cesta básica, ao preço de R$ 336,26. Em Fortaleza, a cesta básica custou em março R$ 280,69.

Além do leite, a capital cearense também apresentou o terceiro maior aumento no preço do feijão, diante de um percentual de 32,38%, à frente somente de Aracaju (35,84%) e Salvador (37,22%).

Apesar dos aumentos, a cesta básica em Fortaleza é a quinta mais barata entre as 18 capitais pesquisadas. A carne, o arroz, o tomate e o café compensaram a disparada do leite e do feijão.

Falta de poda compromete tráfego em avenidas

130 1

jovita feitosa árvores semáforo

A falta de poda em árvores dos canteiros centrais das avenidas de Fortaleza tem comprometido o tráfego de veículos e até causado pequenos acidentes de trânsito. É que muitos motoristas só conseguem ver o semáforo já a poucos metros do cruzamento. Em outros casos, a sinalização vertical é completamente encoberta por galhos e folhas.

De acordo com relatos de muitos motoristas, as avenidas Jovita Feitosa e Duque de Caxias (também na extensão da Heráclito Graça) são as que mais sustos provocam.

(Foto: Paulo MOska)

Roberto Cláudio segue para Brasília por recursos para a Praia do Futuro

O prefeito Roberto Cláudio segue nesta segunda-feira (8) para Brasília, onde será recebido pela ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. Na companhia do secretário de Turismo de Fortaleza, Salmito Filho, o prefeito tentará recursos para as obras da Praia do Futuro.

Com previsão de entrega para dezembro deste ano, as obras da Praia do Futuro estão com 30% do seu cronograma concluído. Já as obras da antiga Praça 31 de Março, paralisadas desde a última gestão, receberão recursos da Corporação Andina de Fomento (CAF), que representa o Banco de Desenvolvimento da América Latina no Brasil.

Faltou maior mobilização para salvar o bangalô azul

A pesar dos esforços em contrário, foi demolido na sexta-feira passada, dia 5, o casarão azul na esquina das ruas Padre Valdevino com João Cordeiro. Conforme a matéria “Descaso: Justiça concede liminar que permitiu destruição de bangalô”, da repórter Angélica Feitosa (Editoria Cotidiano, página 2, na edição deste sábado, 6, do O POVO), uma liminar suspendeu o tombamento provisório da mansão. Um edifício será erguido no endereço.

Para que sejam evitados problemas como esse no futuro, empresários da construção civil bem que poderiam negociar projetos que compatibilizem o patrimônio cultural com outras prioridades. É o que aconteceu em vários endereços na avenida Santos Dumont. Mansões, ainda que nem todas, estilo Casa Branca, como a sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), foram conservadas, sendo a corte judiciária ampliada no local com edifício anexo.

A Santos Dumont passou por maior trauma patrimonial em 1974, na demolição do castelo ou palácio do Plácido. A meta era substituí-lo por hipermercado, que acabou embargado. A opção foi a instalação da Central de Artesanato do Ceará (CeArt). Na própria Santos Dumont, de outras casas históricas, nem os alicerces restaram. Na praça José de Alencar, na mesma década de 1970, sacrificou-se a velha sede da Fênix Caixeiral, para no endereço se abrir um armazém de tecidos. Também nunca erguido.

Uma das faltas de solução é determinadas edificações em Fortaleza só serem alvo de atenções quando trabalhadores começam o destelhamento. Ou as picaretas causam os primeiros danos nas paredes. Talvez ocorra mais pelo fato de órgãos do patrimônio histórico, embora com pessoas bem-intencionadas nos quadros, funcionarem semiparalisados pela burocracia. Falta também à sociedade civil, aparentemente, maior militância pela causa. É o contrário da comunidade ambientalista, envolvendo instituições públicas ou entidades privadas, somando-se a políticos identificados com a ecologia. Sem isso, nunca existiriam os parques do Cocó.

(O POVO / Editorial)

Retrocesso

Da coluna Concidadania, no O POVO deste domingo (7), pelo jornalista Valdemar Menezes:

O prefeito Roberto Cláudio pretende fazer a reforma da reforma administrativa que ele próprio propôs.

Bem que nela poderia incluir a correção do retrocesso constituído pela eliminação da votação direta para diretores das escolas municipais. Da forma que está, é um atraso. Até mesmo em relação ao Estado, que prevê a eleição direta para seus diretores de escola, depois da seleção técnica que demonstrará quem está habilitado a se candidatar ao cargo.

Louvável a disposição de suprimir o critério de indicação político-partidária. Mas, a emenda sai pela culatra se rejeitar qualquer forma de legitimidade democrática, que só pode ser dada pelas urnas. Ainda é tempo de corrigir o erro.

Base estremecida

212 7

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (6), pelo jornalista Érico Firmo:

Com três meses de mandato, a articulação política do prefeito Roberto Cláudio não vai bem. O risco de derrota na Câmara Municipal, na última quinta-feira (4), foi bem real. A votação foi abortada para tentar recompor a base.

Os vereadores estão muito insatisfeitos porque perderam poder de influência na gestão. Não são as razões mais nobres que motivam o surto de autonomia e independência dos aliados. Quando seus interesses são atendidos, a maioria dos parlamentares tem demonstrado que não está nem aí para o que está em apreciação pelo Legislativo. Quando não são, tratam de endurecer em algumas votações, como forma de mandar recado.

Às vezes, a derrota do prefeito pode ser sinal de mérito. Assim como a vitória pode ser sintoma dos defeitos.

Cerca de 5% das residências de Fortaleza ainda estão com abastecimento irregular de água

Cerca de 5% das residências de Fortaleza ainda não tiveram o abastecimento de água normalizado. É o que aponta boletim divulgado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), nesta segunda-feira (1º).

Segundo a empresa, pelo menos 95% das residências estão com o abastecimento normalizado. No entanto, algumas áreas altas ou longe dos reservatórios ainda recebem água com pouca pressão.

A previsão da Cagece é de que até a manhã desta terça-feira, 2, o abastecimento desses últimos locais tenha voltado ao nível anterior à suspensão do abastecimento.

A Cagece havia afirmado, na última semana, que a distribuição de água em Fortaleza voltaria ao normal na noite de quinta-feira, 28 de março, após manutenção na Estação de Tratamento de Água (ETA) Gavião. No entanto, o prazo foi estendido para a manhã de sexta-feira, 29, e, novamente, descumprido.

(O POVO Online)

80% das residências estão com abastecimento de água regular na Grande Fortaleza, diz Cagece

Cerca de 80% das residências da Grande Fortaleza já estão com abastecimento de água regularizado neste domingo (31). Para os outros 20%, situados em locais de topografia alta ou longe dos reservatórios, a previsão é de que o abastecimento retorne ao nível anterior ao da suspensão até a terça-feira (2). O balanço foi divulgado pela assessoria de imprensa da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) na tarde deste domingo.

A Companhia esclarece que a Estação de Tratamento de Água do Gavião – que abastece Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Eusébio – teve seu funcionamento suspenso na quinta-feira, 28, à meia-noite. Às 20h do mesmo dia 28, foi retomado o abastecimento para a zona Oeste de Fortaleza. No entanto, por motivos técnicos, somente às 9h30min, do dia 29, foi possível retomar o funcionamento da ETA Gavião em sua totalidade. Durante a parada da Estação de Água, a Cagece executou quatro injetamentos em tubulações e alguns serviços de manutenção na Estação de Tratamento de Água (ETA) Gavião.

(O POVO Online)

Alô, AMC!

137 2

beira mar descaso

Leitor Tadashi Enomoto registra irregularidades no trânsito da Avenida Beira Mar, neste feriado prolongado da Semana Santa. No primeiro flagrante, o motorista de uma carreta decide estacionar onde bem lhe convém. Depois, um ciclista, sem qualquer visão do tráfego de veículos e pedestres, pedala na contramão com propaganda.

Leitor destaca que não havia agentes da AMC no local.