Blog do Eliomar

Categorias para Fortaleza

“Beira Mar será a mais bonita e contemporânea orla do Brasil”, assegura secretário

319 11

setfor salmito obras 31 março

Secretário Salmito Filho com a diretora da CAF, Moira Paz, na Praia do Futuro

Após conseguir resgatar, junto ao Ministério do Turismo, a confiança dos investimentos que serão aplicados em Fortaleza, o secretário municipal do Turismo, Salmito Filho, assegura que “a Beira Mar será a mais bonita e contemporânea orla do Brasil”. Nas últimas duas semanas, o secretário acompanhou representantes do Ministério do Turismo em visita aos locais que receberão os investimentos, desde a Sabiaguaba à Barra do Ceará, além de pontos turísticos da cidade. Salmito também esteve na Praia do Futuro com agentes da Corporação Andina de Fomento (CAF), que representa o Banco de Desenvolvimento da América Latina no Brasil.

“O Ministério do Turismo sabe de cor as perdas de recursos de Fortaleza. São cerca de R$ 20 milhões, todos na última gestão e todos por perda de prazos”, lamentou Salmito.

Desde que assumiu a pasta, Salmito Filho tem participado de encontros com entidades do setor, além de reuniões com investidores e gestores do setor. “Já cheguei a me reunir com os ex-secretários de Turismo da última gestão. Ficou claro que os graves problemas que encontramos foram motivados por uma inexplicável centralização administrativa do gabinete da então prefeita”, comentou.

setfor e abih

Secretário Samito na ABIH-CE

Nesta semana, o secretário esteve reunido com o trade turístico da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Ceará (Abih-CE), na sede da entidade, no bairro Meireles, quando expos projetos e metas da pasta. Salmito Filho também esteve reunido com representantes do Polo Gastronômico do Bairro Varjota.

Em março

Após resolver todas as pendências da última gestão, junto ao Governo Federal, investidores e Ministério Público Federal, o secretário Salmito Filho dará início às obras da Beira Mar, começando pelo Mercado dos Peixes. O secretário acredita que o prazo inicial será na primeira quinzena de março.

MPF quer auditorias sobre obra do Hospital de Sobral e repasse na gestão Luizianne

175 2

oscarcostafilhoo

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) pediu ao Ministério da Saúde, através do Departamento Nacional de Auditoria do SUS, que investigue a obra do Hospital Regional Norte, em Sobral. Na sua inauguração, em 18 de janeiro, o Hospital Regional Norte contou com o show da cantora Ivete Sangalo. Na ocasião, o cachê pago à artista foi de R$ 650 mil reais. Apesar do evento, apenas a parte administrativa do hospital começou a funcionar. O atendimento aos pacientes ainda não foi iniciado. Um mês depois, em 17 de fevereiro, a fachada do HRN desabou, após as chuvas que ocorreram na cidade, deixando um operário ferido.

O procurador da República Oscar Costa Filho solicita que sejam apurados o financiamento, a regularidade da obra e todos os trâmites relativos à construção do prédio, a partir da licitação e contratação do consórcio Marquise/ Empresa Industrial Técnica S/A.

GESTÃO LUIZIANNE

Costa Filho ainda pede que seja analisado o repasse de cerca de R$ 27 milhões provenientes do Ministério da Saúde no fim da gestão da ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que seriam destinados ao pagamento de servidores que trabalham com alta e média complexidade, além de convênios. Em reportagem publicada pela imprensa local, a atual secretária de saúde do município, Socorro Martins, afirma ter havido um desvio dessa verba autorizado por “determinação superior”.

Para o procurador, a irregularidade no uso da verba estaria vinculado à crise vivida pela área da saúde em Fortaleza. Exemplo dessa crise é a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza que, de acordo com matéria publicada por um jornal da capital nessa terça-feira (19), está atendendo com apenas 50% da sua capacidade por falta de recursos.

(Com MPF)

Um pacto pela deseducação

168 3

Em artigo enviado ao Blog, o professor Francisco Djacyr faz uma crítica ao Pacto pela Educação em Fortaleza. Confira:

Não consigo entender a forma como algumas pessoas veem a educação pública em nosso país, onde muitos acham que qualquer coisa pode ser feita, qualquer remendo ou qualquer gambiarra resolve o ensino brasileiro. Vemos com tristeza a assinatura do tal Pacto pela Educação, que reduz o ano letivo de 2012 e provoca uma quebra de ritmo em todas as escolas da rede municipal com recomendações tipo recuperação paralela, trabalhos domiciliares, ampliação do ano vindouro e situações que têm provado que nossa educação é uma emenda bem pior que o soneto. Além de tudo isso, nos admira o silêncio dos que militam na educação. Onde estão as Universidades neste momento com seus estudiosos? Por que nossos sindicatos concordam com tal absurdo? Por que o aluno de escola pública não tem direito a debater os seus direitos?

No rol das emendas mal feitas surge a proposta de ampliação do calendário do ano vindouro que mexe com férias dos professores, quebra a regra de vida dos professores que terão que sair bem tarde para reassumir as aulas em outros expedientes e utilização do programa Mais Educação como suposta medida de garantia do bom ensino, o que infelizmente não é realidade em nossa cidade. Talvez amargaremos mais uma vez posições vexatórias na educação, pois acho que a mudança real seria nas condições de trabalho, na situação da gestão e, principalmente, na concretização de um processo de formação de professores e comunidades para o real sentido da educação como um todo. Por que não investem na figura do educador? Por que não transformam a escola em um ambiente prazeroso bem mais atraente que a euforia da droga e do dinheiro fácil que embriaga nossos adolescentes?

Tenho muito medo do que acontece com a educação em nossa cidade, pois esse tal Pacto pela Educação abre um precedente grave para que outras gambiarras sejam feitas e medidas absurdas sejam tomadas e que a bomba sempre estoure no colo dos professores, que já estão extremamente desacreditados ao ver saída e entrada de governos sem atacar de verdade a verdadeira essência da mudança na educação. Não precisamos de pactos para redução de carga horária preceituada em lei, precisamos de pacto para resgatar a dignidade e o respeito aos educadores que hoje são grande número nas licenças de cunho psiquiátrico, fonológico e outros problemas da profissão, além do estresse provocado pelo medo da violência que aterroriza as escolas em nossa cidade.

Soluções reais para educação estão na gestão democrática, na participação político pedagógica e, sobretudo, na formação ativa e real no sentido de dar a escola seu sentido real que antes de formação meramente conteudística tem de ser com formação concreta e completa de seres humanos que nasceram e merecem viver com alegria, emoção e, sobretudo, dignidade.

Infelizmente a Escola Pública na visão de muitos é local para se fazer a coisa de qualquer jeito, talvez por isso nem os professores colocam seus filhos lá…

Secretário Salmito Filho fala na TV O POVO das obras na Beira Mar e da Copa do Mundo

224 1

salmito tv opovo circuito A

O secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, é o entrevistado desta segunda-feira (18) do programa Circuito A, na TV O POVO – canal 48 (aberto), canal 11 (TV Show) e canal 23 (Net) -, a partir das 22h45min, com apresentação de Francisco Campelo. A entrevista será reapresentada no próximo sábado (23), a partir das 19h30min, e no domingo (24), a partir das 11h15min. A partir da terça-feira (19), a entrevista ficará disponível também do site circuitoa.com.

Salmito Filho revela os pontos turísticos de Fortaleza que serão revitalizados, como ainda o início das obras da revitalização da orla marítima, a começar pela Beira Mar. O secretário também fala da expectativa do setor na Copa das Confederações e Copa do Mundo, além do empenho do prefeito Roberto Cláudio no investimento do turismo.

Derrota da cidade

180 4

Da coluna Concidadania, no O POVO deste domingo (17), pelo jornalista Valdemar Menezes:

Com a decisão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) autorizando o reinício das obras de construção de um loteamento na região do Parque do Cocó, cresce a pressão para a realização do referendo sobre o veto popular que proíbe a construção de obras privadas na Área de Relevante Interesse Ecológico (Árie) do Cocó.

Mas, tanto a prefeitura como o Estado já poderiam se adiantar e desapropriar a área, regulamentando o Parque. A mobilização da sociedade civil, com o emprego de todos os meios legítimos possíveis (o último, segundo operadores do Direito, seria a desobediência civil) para fazer valer o interesse público.

Este recurso é apontado por alguns doutrinadores constitucionais como forma legítima de reagir a violações sérias dos princípios da justiça, da liberdade igual, da oportunidade justa. Segundo esse entendimento, mesmo que decisões sejam formalmente legais, elas podem ser ilegítimas.

Obras na Dom Manuel causam transtornos

239 4

chuva alagamento dom manuel com pero coelho

Leitor Joelyton Figueiredo envia foto para o Blog que mostra os transtornos no cruzamento da avenida Dom Manuel com a rua Pero Coelho, no Centro. O fluxo é desviado da avenida, diante das intermináveis obras de um buraco na própria Dom Manuel.

Neste domingo (17), por causa da chuva, o cruzamento ficou alagado e alguns carros decidiram por manobras irregulares para evitar mergulhar o veículo nas águas.

Bagagem carregada

249 2

luizianne jardel evaldo

Evaldo Lima, Jardel e Luizianne

Da coluna Vertical, no O POVO deste sábado (16):

Aguardada dia 21 em Fortaleza, a ex-prefeita Luizianne Lins, que preside o PT estadual, terá pela frente vários questionamentos. Entre estes, o imbróglio dos terceirizados do IDGS e a novela do aumento da passagem de ônibus.

Ja Evaldo Lima (PCdoB), ex-secretário municipal do Esporte e hoje líder do prefeito RC, esclarece que a atual gestão não tem responsabilidade sobre o aumento da passagem de ônibus. Não falou de herança maldita. “Fui secretário de Luizianne e tenho orgulho disso. Estou hoje cumprindo missão do PCdoB”.

Funceme prevê mais chuva neste fim de semana

170 2

funceme 130215

A atuação da Zona de Convergência Intertropical, responsável pela forte chuva no fim da manhã desta sexta-feira (15) deverá permanecer este fim de semana, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Da noite dessa quinta-feira (14) à manhã desta sexta-feira, Fortaleza registrou 19,6 milímetros de chuva. No Estado, a maior precipitação ocorreu em Tamboril, com 61 milímetros.

Plácido diz que não se sente esquecido pelo prefeito Roberto Cláudio

418 18

placidofilhjoo

O ex-vereador Plácido Filho (PDT) disse para o Blog, nesta quarta-feira, que não se sente “esquecido” pelo prefeito Roberto Cláudio (PSB), por não fazer parte da atual administração municipal. “Eu mergulhei no Bom Jardim e no Serviluz em busca de votos para o Roberto Cláudio, do mesmo jeito que fiz para o Heitor Férrer no primeiro turno. Mas, em nenhum momento, ficou acertado com o candidato ou com a sua equipe de campanha que o meu apoio seria moeda de troca para um cargo na administração. Quem me conhece, sabe que esse não é o meu estilo”, comentou o ex-líder da oposição à gestão Luizianne Lins.

“A vitória de Roberto Cláudio também é minha vitória, pois tudo o que denunciamos contra a ex-prefeita Luizianne Lins agora vem à tona. O próprio prefeito, quando então candidato, empregou muito dos meus discursos feitos na tribuna da Câmara Municipal, principalmente no segundo turno”, ressaltou.

Plácido Filho disse ainda que não acredita que o seu papel de opositor tenha contribuído para a sua não reeleição.

“Na verdade, a derrota, se é que assim podemos chamar, pois faz parte do processo democrático e todo político um dia terá que encarar, não foi do Plácido. A derrota foi do PDT, que não conseguiu repassar os votos que teve na votação majoritária para a votação proporcional. Mas, infelizmente, esse tipo de responsabilidade não tem sido bem compreendida pelo partido”.

“Alô, Polícia. Tá tendo um assalto”, denuncia o assaltante

278 1

assaltante trote 130211

Um fato inusitado, mas ousado, chamou a atenção da Polícia, nesta segunda-feira (11), durante uma ocorrência na Beira Mar. Homens do Batalhão de Policiamento Turístico (Bptur) estranharam o fechamento de um quiosque, no calçadão da avenida, que diariamente apresenta um grande fluxo de turistas à procura de pacotes para as praias do litoral cearense.

Os policiais passaram a cercar o local e a bater na porta. Minutos depois, os militares foram informados pela Coordenadoria Integrada de Operações Policiais (Ciops) de um assalto em andamento nas proximidades do quiosque.

Intrigados com a coincidência, o grupo se dividiu. Alguns policiais foram checar o suposto assalto contra um posto de combustível, enquanto a outra parte insistiu na ocorrência no calçadão da Beira Mar.

Com o retorno dos policiais, o grupo então teve a certeza do crime em andamento no quiosque e passou a ameaçar a invadir o local. O assaltante então se entregou e confessou o trote do assalto ao posto de combustível. Levado ao 2º Distrito, no Meireles, ele contou ao delegado plantonista que praticou o assalto porque estaria desempregado. Também disse em depoimento que a ideia do trote surgiu no momento do desespero, diante do cerco policial.

Pão, água e olhe lá

151 1

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (9), pelo jornalista Érico Firmo:

A oposição definitivamente não terá vida fácil na Câmara Municipal. O vereador Deodato Ramalho (PT) havia feito acordo com Joaquim Rocha (PV) para ocupar a vaga que seria deste último na Comissão de Direitos Humanos.

O líder do prefeito, Evaldo Lima (PCdoB), entrou em campo para que a troca não ocorresse. O que chama atenção é que, normalmente, os governos brigam para ter a presidência, a maioria dos membros e, no máximo, também a vice-presidência das principais comissões. Não é usual embate em torno de simples cadeira – em colegiado que não está entre os mais estratégicos e no qual a base é francamente majoritária.

Depois de muita confusão com os petistas, mediante ameaça de o acordo para distribuição das vagas ser rompido e ser reivindicada a distribuição proporcional, o líder cedeu.

Justiça determina volta da passagem de ônibus a R$ 2

173 2

A Justiça determinou neste sábado (9) a redução da passagem dos ônibus em Fortaleza, de R$ 2,20 para R$ 2. O valor deverá ser reajustado logo após o Carnaval, depois que a Prefeitura de Fortaleza voltar do feriadão momino e adotar as medidas cabíveis. A decisão foi tomadas pelo desembargador Francisco de Assis Filgueiras Mendes.

O valor havia sido reajustado, há cerca de um mês, diante da mensagem da gestão anterior em dezembro último.

Peemedebista diz que partido vai para onde PT for em 2014

201 2

AL 130206 PMDB PT PV

As eleições do próximo ano marcaram o “cardápio” no almoço entre os deputados Antonio Carlos (PT) e Roberto Mesquita (PV), além do vereador Vitor Valim (PMDB) e do presidente municipal do PT, Raimundo Ângelo, o Raimundinho, na tarde dessa quarta-feira (6), no restaurante do prédio-anexo da Assembleia Legislativa.

Para o deputado Antonio Carlos, o PT fará tudo para ter o PSB na aliança à reeleição da presidente Dilma Rousseff. “Estamos no campo do velho ‘se’, pois muita coisa ainda deverá acontecer até o próximo ano. Mas ninguém é inocente para não achar que uma candidatura Eduardo Campos (PSB), à Presidência da República, abriria possibilidades nos Estados”, comentou o ex-líder do governador Cid Gomes na Assembleia Legislativa e agora opositor declarado.

Já o peemedebista Vitor Valim assegurou que o partido irá “para onde o PT for”. “Isso é questão fechada. Para onde o PT for o PMDB irá. É só o que eu posso adiantar, qualquer outra afirmação são palavras que colocaram em minha boca”, comentou o vereador, ao ser perguntado da possibilidade de candidatura própria do PMDB ao Governo do Ceará.

Oposição legítima

Para o deputado Roberto Mesquita, o discurso de oposição dos vereadores de Fortaleza ao Governo do Estado não estaria incomodando deputados estaduais tidos como oposicionistas ao governo Cid Gomes.

“Mais de 60% da riqueza do Estado está em Fortaleza, que também possui 30% da população do Ceará. Então, acredito ser legítima a oposição que vereadores de Fortaleza têm feito ao Governo do Estado”, comentou o parlamentar do PV.

O deputado Antonio Carlos assegurou que a ex-prefeita Luizianne Lins nunca se incomodou com a oposição que vinha da Assembleia Legislativa. “Os vereadores de Fortaleza podem criticar o Governo do Ceará, assim como os deputados podem fazer oposição à Prefeitura de Fortaleza. No caso da (ex-)prefeita Luizianne Lins, a reclamação era porque as críticas à gestão eram pauta única de alguns deputados”, ressaltou.

Segurança e atendimento serão reforçados no Aeroporto Pinto Martins neste Carnaval

pinto-martins-opovo

O Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, vai intensificar os serviços de atendimento aos usuários e irá reforçar as equipes de segurança durante o período de Carnaval, a partir desta quinta-feira, 7, até o domingo seguinte ao feriado, 17. As medidas fazem parte do plano para o Carnaval da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e da Receita Federal, que será conduzido em 10 dos 63 aeroportos do País.

Além da Capital cearense, haverá intensificação de serviços no Galeão e Santos Dumont (RJ), Congonhas e Guarulhos (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Salvador e Porto Seguro (BA) e Recife (PE) – que são os que registram mais movimento neste período do ano.

A operação prevê ainda remanejamento de funcionários segundo escala e manutenções preventivas. De acordo com a  Infraero, mais de 2,4 milhões de pessoas deverão passar pelos aeroportos do Brasil na próxima semana, 11,2% a mais do que no mesmo período do ano passado. O objetivo da Anac é manter a fluidez nos aeroportos e evitar os tumultos típicos de períodos de grande movimentação, como é o carnaval.

A agência ainda orienta que os passageiros baixem pela internet os aplicativos da Infraero, que fornecem informações sobre a situação dos voos e um guia sobre viagens, e das companhias aéreas, que permitem a realização de check in online – o que ajuda a diminuir as filas. Esses aplicativos estão disponíveis para celulares com plataformas mobile. No Aeroporto Santos Dumont, por exemplo, não é mais possível fazer check in nos balcões das companhias aéreas, somente nos terminais de auto-atendimento e via internet. Os balcões são reservados apenas para o despacho de bagagem.

Em cidades com fluxo de passageiros maior, como Rio de Janeiro, Salvador e Recife, serão adotadas medidas para tentar minimizar os efeitos da movimentação, como aumento da fiscalização dos serviços de transporte e de estacionamento, dos serviços de imigração e de recepção de turistas estrangeiros ou brasileiros.

Nos aeroportos de Guarulhos (SP) e do Galeão (RJ), que concentram os voos internacionais, haverá 88% mais funcionários da Receita Federal para controlar a entrada de visitantes e a saída de brasileiros. Durante o carnaval, não será possível acessar, pela internet, os serviços da Receita, cuja página estará em manutenção.

Caso o passageiro não tenha os problemas solucionados pela companhia aérea responsável, a reclamação deverá ser encaminhada à Anac (por meio do número 0800 725 4445), aos órgãos de Defesa do Consumidor (Procons) ou à Justiça. A orientação vale para passagiros em qualquer aeroporto do País.

Com informações da Agência Brasil

Banheiros no térreo do terminal da Parangaba viram assunto proibido

173 1

banheiros parangaba

A construção do banheiro feminino e a reforma do banheiro masculino, ambos no primeiro piso do Terminal de Passageiros da Parangaba, viraram assunto proibido entre fiscais e funcionários do local. Qualquer informação deve ser obtida diretamente na Etufor, segundo os servidores.

As obras foram iniciadas há cerca de 18 meses e, aparentemente, concluídas há cinco meses, já que não há mais trabalhadores no local desde então.

Pessoas com necessidades especiais ou idosas reclamam que têm que subir a escadaria que dá acesso ao segundo piso para a utilização dos banheiros.

Vamos nós – Então, ok. Perguntamos a Etufor: quando usuários do terminal da Parangaba poderão usar os banheiros do primeiro piso? Esperamos que o assunto não permaneça proibido.

Associação fez até festas com nome de candidato

371 10

Fundada pelo hoje vereador Eulógio Neto (PSC), a associação comunitária Grupo Solivida recebeu no ano passado R$ 218 mil da Prefeitura de Fortaleza para realizar duas festas. Além do valor destinado aos eventos, outro detalhe chama a atenção: ambas remetem ao nome do vereador que as articulou. Ao todo, R$ 153 mil dos cofres públicos financiaram o “8º Arraiá do Cumpade Eulógio” e R$ 65 mil o bloco de Pré-Carnaval “Elógico que eu vou”. Mesmo com o patrocínio, as festas ainda tiveram apoio de empresas, distribuição de bebidas alcoólicas e até venda de abadás.

Na última quinta-feira, 31, O POVO visitou a sede do Grupo Solivida, no Conjunto Ceará, atrás de mais informações sobre os convênios. O saguão de entrada, até então bastante movimentado, se esvaziou rapidamente após a chegada da reportagem.

A equipe aguardou por Estefânio Melo, irmão de Eulógio e atual presidente do Solivida, por cerca de vinte minutos, mas os funcionários afirmaram que “não conseguiram localizá-lo”. Nas paredes da associação, figuravam diversas fotos de Eulógio Neto em festas, eventos de distribuição de alimentos e palanques políticos.

Mais tarde, a reportagem procurou o vereador na própria Câmara Municipal. Eulógio Neto, que já estava ciente da visita ao Solivida, defendeu que a instituição é “cem por cento legalizada”, negando que o instituto tenha recebido verbas públicas.

“Se o jornal quiser ir lá, pode falar comigo que eu mesmo mostro os projetos que o Solivida toca. Mas não posso falar pela instituição, já que não sou mais o presidente há um bom tempo”, disse.

Antes de terminar a conversa, no entanto, Eulógio avisa: “esse tipo de reportagem, sobre associação, não é legal, não. E a legislatura tá começando agora, ainda tem quatro anos por aqui… Eu não estou ameaçando…”.

Outras associações

Situações inusitadas envolvendo associações não se limitam ao caso do Solivida. No Parque Presidente Vargas, o “Centro de Apoio ao Cidadão”, do vereador Antônio Henrique (PTN), virou referência até para o trânsito da região. Ligado à associação dos moradores do Parque Presidente Vargas, a entidade é amplamente conhecida na região e oferece desde aplicação de flúor até cortes de cabelo.

O vereador, no entanto, nega ter qualquer relação com a entidade, apesar de ter apresentado R$ 280 mil em emendas para ela – como informa a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2012 – e de publicar dezenas fotos do local em sua página de Internet. “Convivemos com o trabalho e achamos que é positivo. O dinheiro é público e a emenda é do vereador”, diz.

Com sede no Conjunto José Walter, o instituto Ação Pela Vida também é popularmente associado ao vereador Gelson Ferraz (PRB). A associação, que traz diversas fotos do parlamentar em sua página de Internet como seu “idealizador”, recebeu indicações de mais de R$ 455 mil em emendas e firmou convênios no valor de cerca de R$ 453 mil.

(O POVO)

Associação de esposa de ex-vereador recebeu R$ 1,1 milhão

A associação de Santo Antônio – Casa da Vovó Marieta, ligada ao ex-vereador Machadinho Neto (DEM), recebeu mais de R$ 1,1 milhão da Prefeitura de Fortaleza em 2012.

A maioria dos pagamentos foi referente à realização de cirurgias de média complexidade em idosos, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

A entidade, que se declara sem fins lucrativos, se dedica a tratar de idosos carentes e é presidida por Ruthmar Xavier, esposa de Machadinho Neto. Na última eleição, Ruthmar tentou se eleger vereadora pelo PMN, sem sucesso.

(O POVO)

Como o dinheiro público ajuda a eleger vereadores

329 8

ricardo rocha MPCE

Promotor Ricardo Rocha

Atendimento de saúde, distribuição de alimentos, eventos esportivos, festas e até translado para hospitais – tudo grátis e perto de quem mais precisa. O cenário é rotina em qualquer uma das dezenas de associações comunitárias espalhadas por Fortaleza. Em alguns casos, o suposto gesto de caridade é, na verdade, estratégia que se consolidou como trampolim para a política local. Na linha cada vez mais tênue entre o público e o privado, o antigo vereador de bairro se reinventa: agora é, também, dono de associação.

O assistencialismo bancado por políticos não configura, por si só, irregularidade. “O problema é que a maioria dessas associações é mantida quase que exclusivamente por dinheiro público, e com o objetivo de promover politicamente o parlamentar que exerce controle sobre ela. Aí sim é uma complicação”, explica o promotor de Justiça Ricardo Rocha, do Ministério Público Estadual.

E são diversos os caminhos percorridos pelas associações para abocanhar fatias do dinheiro do contribuinte. Na maioria dos casos, as entidades recebem emendas apresentadas pelos próprios vereadores, liberadas pela Prefeitura. Outra forma de financiamento público é em convênios entre o Município e as associações – muitas vezes quitados com notas fiscais falsas, segundo investigações do Ministério Público.

Reação

Na última semana, o MP moveu ação contra o vereador Leonelzinho Alencar (PTdoB), acusado de enriquecimento ilícito por repasses de recursos municipais para o instituto Jader Alencar. A entidade, ligada à família do vereador e presidida pelo seu tio, Solinésio Alencar, recebeu – apenas em 2011 – cerca de R$ 270 mil em convênios com a Prefeitura. Em toda a Grande Messejana, a imagem do instituto é diretamente relacionada ao parlamentar.

O caso de Leonelzinho está longe de ser isolado. Ao longo da última semana, O POVO investigou associações comunitárias que firmaram convênios com a Prefeitura de Fortaleza ou que foram agraciadas por emendas parlamentares de vereadores do Município. Atuando no vácuo gerado pela ausência do governo, as associações forçam vínculos com a população carente, através da prestação de serviços que deveriam ser garantidos pelo Estado.

São muitas as situações inusitadas: micaretas, arraiás e até cursos de costura e culinária. Em pelo menos oito dessas associações, são expressivas ainda as evidências de uso das entidades para a promoção política de candidatos à Câmara Municipal. No final das contas, toda a fatura acaba indo parar direto no bolso do fortalezense.

(O POVO)

Táxis mais caros em Fortaleza

Da coluna Vertical, no O POVO deste sábado (2):

O Sindicato dos Taxistas do Ceará enviou ao prefeito Roberto Cláudio (PSB) um pedido de reajuste na tarifa praticada em Fortaleza. De acordo com Vicente de Paula Oliveira, presidente do Sinditaxi, “a tarifa normal está custando R$ 3,62”. Já pelo quilômetro rodado, o passageiro está pagando R$ 1,81.

Roberto Cláudio recebeu um pedido de reajuste de 17% nos valores do serviço prestado na praça. Segundo Vicente, os táxis da capital cearense estão com os preços congelados desde maio de 2011.

Em tempos de Lei Seca e Copa das Confederações, RC tem mais um abacaxi para descascar.