Blog do Eliomar

Categorias para Fortaleza

15 dias – Prefeitura desvia tráfego sob o viaduto da Raul Barbosa para conclusão das obras de pavimentação e drenagem

foto-prefeitura-fortaleza-161008-obras

Para conclusão das obras de pavimentação e drenagem da rotatória sob o viaduto da avenida Raul Barbosa, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informa novos desvios de tráfego que exigirão a compreensão dos motoristas. Em virtude da intervenção, a alça oeste/sul do viaduto será bloqueada provisoriamente, impactando o acesso de quem trafega pela avenida Murilo Borges e rua Capitão Aragão em direção ao Aeroporto. A previsão é que a interdição ocorra na segunda-feira (10), a partir das 7 horas.

Para viabilizar os desvios, a alça leste/norte será liberada. Essa medida irá melhorar o deslocamento de quem trafega pela avenida Murilo Borges e deseja seguir em direção à Aldeota. Agentes de trânsito do órgão darão suporte operacional durante a execução dos serviços que devem ser finalizados em um prazo de até 15 dias.

Devido ao bloqueio, o motorista que trafega na avenida Murilo Borges, com destino ao Aeroporto, deverá entrar à direita na avenida Raul Barbosa, efetuar o retorno próximo ao posto de combustível, seguindo pela própria avenida utilizando os viadutos liberados anteriormente. Já quem circula pela rua Capitão Aragão, seguirá o seguinte desvio: entrar à direita na Rua Tenente Barbosa, à esquerda na rua Tenente Roma e à direita retornando na avenida Raul Barbosa.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), por sua vez, vai alterar o itinerário de seis linhas de ônibus em decorrência dos desvios realizados. As linhas 625 – Parque Manibura/Borges de Melo I/Ida, 069 – Lagoa/Papicu/Via Expressa/Volta e 066 – Parangaba/Papicu/Aeroporto/Volta trafegam pela Av. Gen. Murilo Borges, Av. Raul Barbosa, Rua Tenente Roma, Rua Tenente Barbosa e retornam ao itinerário oficial. As linhas 031 – Av. Borges de Melo I/Ida, 032 – Av. Borges de Melo II/Volta, 625 – Parque Manibura/Borges de Melo I/Volta passam a trafegar pela Rua Cap. Olavo, Maj. José Araújo Aguiar, Av. Raul Barbosa, retornando ao itinerário oficial.

(Prefeitura de Fortaleza)

PT libera voto de militantes no segundo turno das eleições em Fortaleza

11 3

O Partido dos Trabalhadores (PT) vai liberar o voto de seus militantes no segundo turno das eleições, no qual Roberto Cláudio (PDT) e Capitão Wagner (PR) ainda disputam o comando da Prefeitura de Fortaleza. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira, 7, pelo presidente da sigla no município, o deputado estadual Elmano de Freitas, em um hotel localizado no bairro de Fátima. A candidata do PT, Luizianne Lins, foi a terceira mais votada, com 193.687, ficando de fora da próxima fase da corrida eleitoral.

Na votação do diretório municipal, foram 42 votos a favor da liberação, dois contra e duas abstenções. Segundo Elmano de Freitas, o anúncio foi feito após quatro horas de reunião com todos os filiados, nesta tarde. O governador do Estado, Camilo Santana (PT), e a candidata da sigla nestas eleições, Luizianne Lins, foram ouvidos.

Elmano afirmou que a decisão vem para manter a coerência do PT, visto que nenhuma candidatura, tanto de Roberto Cláudio, quanto de Capitão Wagner, representa os ideais do partido.

(O POVO Online)

Capitão Wagner pede voto dos demais candidatos, faz ataques e apregoa renovação

eleicoes-2016-fortaleza-pr-0929-capitao

A falta de medicamento, uma administração voltada para “os mais ricos” e um sentimento de não querer mais “o mesmo” marcaram a abertura do programa eleitoral no rádio do candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, na manhã desta sexta-feira (7).

Ao pedir os votos do eleitorado das demais candidaturas que não passaram para o segundo turno, o candidato do PR se apresentou como Wagner Sousa e apregoou que é renovação.

No programa, novos jingles, novos apelos e um espaço para voltar a se apresentar para o eleitorado, com direito a giro por vários bairros da cidade.

(Foto – Divulgação)

O que está na mira neste segundo turno

roberto-e-wagner-divulgacao

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (3):

O que esperar deste 2º turno de eleições em Fortaleza com Roberto Cláudio e Capitão Wagner? Uma certeza: não vai ser modorrenta como na primeira fase. Promete muitas emoções e abrir não somente o leque de propostas, mas também o estojo de munições. Sim, porque as contradições entre candidatos e propostas vão aparecer mais claramente, até porque ambos concentrarão as atenções em todos os sentidos.

Espera-se que questões importantes para Fortaleza entrem no debate como, por exemplo, meio ambiente e o potencial turístico e de negócios da cidade, bem como, de forma mais clara, o que virá de novo para uma juventude à mercê da pouca assistência oficial.

O 2º turno será ocasião para dirimir dúvidas. Da parte do Paço: O que há de fato nessa caixa-preta chamada ISGH, que administra a saúde? E, do lado do opositor: O que dizer de uma greve armada que gerou pânico na cidade?

Roberto Cláudio fala em humildade para vencer a eleição

eleicoes-2016-votacao-fortaleza-pdt-rc

Após agradecer os votos que recebeu neste domingo (2), o prefeito Roberto Cláudio (PDT) disse que a sua ida ao segundo turno é um reconhecimento da população de Fortaleza pelo trabalho que vem sendo desenvolvido na cidade, nas áreas da educação, da saúde, da mobilidade urbana, no lazer, na cultura, no esporte e no transporte público.

Apesar de destacar os feitos da administração, Roberto Cláudio ressaltou que a humildade deve ser mantida para a conquista da reeleição.

Capitão Wagner conta com a “oposição” para ganhar a eleição

11 1

Para o candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) terminou o primeiro turno com quase 60% de oposição à sua administração.

A lógica de Capitão Wagner tem como base a sua votação, além de todos os votos das demais candidaturas, incluindo o PT e o PSB, que disputaram com Luizianne Lins e Heitor Férrer, respectivamente.

Juntos, Luizianne e Heitor somaram 22,1% dos votos válidos, 10% a menos de toda a votação de Capitão Wagner.

O desafio do PR será reverter as críticas que Luizianne e Heitor fizeram ao próprio Capitão Wagner, mais intensas que as críticas feitas por Roberto Cláudio.

Mudança na Câmara Municipal de Fortaleza foi de 60,4%

Dos 43 vereadores da atual legislatura da Câmara Municipal de Fortaleza, somente 17 vereadores retornarão à Casa no próximo ano. A mudança é a maior desde 1988, com 74,2% do quadro, quando o fortalezense “embalou” o projeto mudancista de 1986, contra a política dos coronéis.

Confira os vereadores eleitos

Coligação PDT/PP/PTB/Pros – Adail Jr. (PDT) e Salmito (PDT), Antonio Henrique (PDT), Iraguassú Filho (PDT), Renan Colares (PDT), Dr. Elpídio (PDT), Didi Mangueira (PDT), John Monteiro (PDT), Mairton Felix (PDT), Dr. Luciram Girão (PDT) e Zier Ferrer (PDT);

Coligação PR/SD – Célio Studart (SD), Odécio Carneiro (SD), Soldado Noélio (PR), Julierme Sena (PR), Idalmir Feitosa (PR) e Marcio Martins (PR);

PRTB – Paulo Martins, Priscila Costa, Portinho e Raimundo Filho;

Coligação PSD/DEM/PCdoB/PMB – Benigno Junior (PSD), Professor Evaldo Lima (PCdoB) e Marcio Cruz (PSD);

PPL – Esio Feitosa, Gardel Rolim e Larissa Gaspar;

PT – Guilherme Sampaio e Acrisio Sena;

PEN – Marta Gonçalves e José Freire;

PPS – Michel Lins e Dummar Ribeiro;

PRP – Emanuel Acrizio e Marilia do Posto;

PTC – Bá e Claudia Gomes;

PSDC – Jorge Pinheiro;

PSDB – Plácido;

PMDB – Casimiro Neto;

PRB – Evaldo Costa;

PSL – Marcelo Lemos;

PTN – Frota Cavalcante.

Com quase 90% das urnas apuradas, nova composição da Câmara Municipal de Fortaleza ganha forma

A Câmara Municipal de Fortaleza deverá ter uma mudança de 62% de seus atuais parlamentares, com base na apuração de quase 90% das urnas apuradas.

Entre os atuais vereadores praticamente reeleitos estão Salmito Filho, Adail Júnior, Antonio Henrique, Didi Mangueira e Elpídio Nogueira, todos do PDT, além de Benigno Júnior e Marcio Cruz, do PSD, Guolherme Sampaio e Acrísio Sena, do PT, Bá e Cláudia Gomes, do PTC, e Evaldo Lima, do PCdoB.

Já os vereadores Eron Moreira (PP) e Plácido Filho (PSDB) devem retornar à Casa.

Célio Studart (SD) deverá ser o candidato com maior número de votos, enquanto Ailton Lopes (Psol) está praticamente eleito.

Nas redes sociais, denúncias de crimes eleitorais e intimidação de policiais

8 1

Policiais em serviço no interior de zonas eleitorais e boatos rompimentos políticos são as mais graves denúncias nas redes sociais, na manhã deste domingo (2). Segundo os internautas, policiais do Ronda do Quarteirão estariam aguardando a chegada do candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, no interior da seção.

Caso a denúncia dos internautas seja verdadeira, os policiais estariam infringindo o artigo 141 da Lei Eleitoral, que diz que “a força armada conservar-se-á cem metros da seção eleitoral e não poderá aproximar-se do lugar da votação, ou dele penetrar, sem ordem do presidente de mesa”.

No Conjunto Palmeiras, internautas relatam intimidação de policiais contra pessoas que carregam bandeiras ou adesivos em suas roupas de eleitores de Roberto Cláudio.

Na Messejana, o crime eleitoral, segundo os internautas, seria o boato que o vereador Salmito Filho e Roberto Cláudio, ambos do PDT, haviam rompido. As assessorias dos dois candidatos lamentaram esse tipo de “baixaria” contra a democracia.

Heitor vota e passará o dia com a família

eleicoes-2016-votacao-fortaleza-psb-heitor

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, votou por volta das 8 horas, no Colégio Justiniano de Serpa, no Centro, e passará o dia com a família.

Somente por volta das 17 horas, ao fim da votação, é que Heitor irá acompanhar a apuração dos votos com a militância e candidatos à Câmara Municipal de Fortaleza, no comitê de campanha.

Vale o quanto pesa

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (2):

Domingo de eleição. Escrevo na noite de sexta-feira com as pesquisas e o instinto pessoal apontando para uma disputa que vai para o segundo turno. Portanto, a conversa vai continuar. Noutro plano, é verdade. O papo do segundo turno é diferente. É um plebiscito com perguntas diversas a depender do interlocutor. Sim ou não à gestão de Roberto Cláudio? Sim ou não à sua continuidade?

E se o segundo turno for entre o prefeito e o Capitão, o eleitor vai querer encerrar a gestão de RC a favor do policial que entrou para a política? Um “sim” ao Capitão é um “não” a RC. Um “sim” a RC é um “não” ao Capitão. O que vai preponderar? São perguntas que vão motivar a reflexão dos eleitores. E se for Luizianne Lins (PT), a ex-prefeita, a chegar ao segundo turno com o prefeito?

Pois é. O fato é que segundo turno é eleição praticamente nova. Novas circunstâncias que impõem nova recomposição de forças. Dos candidatos que não passaram pra segunda etapa será exigido um posicionamento. Esses têm responsabilidade sobre milhares de eleitores que optaram pelos que não foram adiante. Responsabilidade decisiva numa eleição que promete ser muito disputada.

Tão disputada que a posição dos candidatos menos votados terá peso decisivo. Caso, por exemplo, João Alfredo (Psol) conseguir só os 2% ou o 1% que as pesquisas até aqui detectaram, creiam, o que ele disser, o que não disser e o que indicar no segundo turno poderá ter efeito significativo para o resultado da disputa. Imaginem então o peso de Heitor Férrer (PSB).

Que façam política. Que tomem suas decisões de acordo com o que o jogo pede. Que não se coloquem no plano boquirroto do “não tenho nada a ver com isso”. Têm sim. E muito. Nessa recomposição, que todos os candidatos que ficaram pra trás façam valer sua força e respeitem o voto que receberam.

No mais, é domingo de democracia. No dia da eleição, Fortaleza vive momentos especiais. A cidade costuma ficar muito tranquila. Há certa leveza a determinar o comportamento das pessoas. A maioria vota pela manhã. Resta o resto do dia ensolarado para o lazer.

Com o dia repleto de responsabilidades profissionais, vou votar somente à tarde. Atravesso a cidade até a velha Parangaba. Mais velha que quase todo o resto da cidade. Ali pertinho da Igreja Matriz. Aliás, Parangaba não é bairro. É distrito. Centro geográfico da Capital. Arronches nos séculos 18-19. Terras dos índios Potiguaras catequizados pelos jesuítas.

Pela noite, estarei na TV O POVO. A partir das 19 horas. A análise dos resultados do Ceará afora. Brasil afora. Com atenção especial para Fortaleza, a loura desposada do sol, Capital da Terra da Luz, batismo que nada tem a ver com a claridade solar, mas sim com a libertação dos escravos, atitude tomada em nossas terras antes que todo o resto do País fizesse. Que os eleitores passeiem até as urnas o espírito da liberdade em mente.

Heitor é o primeiro dos candidatos à Prefeitura a votar neste domingo

Por meio das páginas no Facebook dos candidatos à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer (PSB) é o primeiro dos oito candidatos ao Palácio do Bispo a votar neste domingo (2). Segundo o próprio Heitor, ele votará às 8 horas, no Colégio Justiniano de Serpa, no Centro.

Capitão Wagner (PR) também divulgou que votará às 9 horas, no bairro João XXIII, no Colégio Lima Nogueira.

Ronaldo Martins (PRB) também vota às 9 horas, na Assembleia Legislativa do Ceará, no Bairro Dionísio Torres.

Também às 9 horas, no Colégio Creusa do Carmo Rocha, no Bairro Granja Portugal, vota o candidato Francisco Gonzaga (PSTU).

João Alfredo (Psol) vota às 10 horas na Faculdade Farias Brito, no Bairro Varjota.

No mesmo horário, a candidata do PT, Luizianne Lins, vota na Assembleia Legislativa do Ceará.

Roberto Cláudio (PDT) informou que votará às 10 horas, no Colégio Batista, na Aldeota.

Ibope aponta segundo turno entre Roberto Cláudio e Capitão Wagner

12 1

A pesquisa Ibope/Verdes Mares indica um segundo turno em Fortaleza entre as candidaturas Roberto Cláudio (PDT) e Capitão Wagner (PR), após divulgação de intenções de voto à Prefeitura, na noite deste sábado (1º).

Sem levar em consideração os votos brancos e nulos, Roberto Cláudio aparece com 38% das intenções de voto, seguido por Capitão Wagner, com 30%; Luizianne Lins (PT), com 19%; Heitor Férrer (PSB), 7%; Ronaldo Martins (PRB), 4%; João Alfredo (Psol), 1%; e Francisco Gonzaga (PSTU), que não pontuou.

A pesquisa ouviu 805 eleitores, entre os dias 28 de setembro e 1º de outubro, com margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Roberto Cláudio encerra campanha no primeiro turno com carreata

eleicoes-2016-fortaleza-pdt-1001-rc-carreata

Por mais de três horas, centenas de veículos percorreram as principais avenidas de Fortaleza, no encerramento das ações neste primeiro turno da candidatura à reeleição do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

A carreata teve início nas proximidades do Aeroporto Internacional Pinto Martins e seguiu até a Barra do Ceará, trafegando por bairros nobres e pela periferia da cidade.

Para o prefeito Roberto Cláudio, o carinho recebido nas ruas renova sua forças na campanha e o desejo de fazer cada vez mais por Fortaleza.

Pesquisa traz melhores notícias para RC do que para o Capitão, avalia jornalista

7 2

Em avaliação da pesquisa O POVO/Datafolha, divulgada há pouco, o jornalista Fábio Campos chama a atenção para o crescimento de Roberto Cláudio na espontânea e o aumento de Capitão Wagner no índice de rejeição. Confira:

O POVO/Datafolha é pão quentinho na boca do forno. 1.745 eleitores entrevistados entre a sexta-feira e a manhã deste sábado, véspera da peregrinação pelas urnas. A menor (2%) margem de erro entre todas as pesquisas realizadas até aqui em Fortaleza.

Alguns indicativos são preciosos. Mantendo o ritmo, não há sinais de fenômeno eleitoral. Todas as mudanças em relação à pesquisa de uma semana atrás se dão absolutamente dentro da margem de erro.

Porém, vale o foco em pontos específicos. Entre esta e a última consulta, Roberto Cláudio conseguiu aumentar em dois pontos a diferença para o Capitão na pesquisa estimulada. O que era seis agora são oito pontos separando o primeiro do segundo colocado, situação já ocorrida em pesquisa do dia 8.

Há melhores notícias para RC do que para o Capitão. O prefeito cresceu na espontânea. Wagner estagnou. Desde a primeira pesquisa, a rejeição de RC caiu de 29% para 22%, enquanto a de Wagner aumentou de 13 para 21%. Está nesse ponto o grande drama da ex-prefeita Luizianne Lins, que tem 40% de rejeição.

A disputa vai para o 2º turno. Se a apuração confirmar a pesquisa, os pesos de Luizianne e Heitor Férrer tendem a ser decisivos.