Blog do Eliomar

Categorias para Fortaleza

Vereador sugere que motos usem faixas exclusivas fora do horário de pico

foto-eulogio-neto-vereador

Um projeto de indicação do vereador Eulógio Neto (PDT) será apresentado nesta terça-feira (11), no plenário da Câmara Municipal de Fortaleza, que sugere que motos possam trafegar pelas faixas exclusivas dos ônibus, no intervalo das 10 horas às 17 horas.

Segundo o vereador, as faixas exclusivas reduziram o espaço de carros e motos, o que pode gerar acidentes entre esses dois meios de transporte. “As faixas estreitas, principalmente, tem se tornado, por diversas vezes, vias inseguras para a convivência dos automóveis e motocicletas, uma vez que o espaço de ‘corredor’ torna-se muito exíguo, facilitando a ocorrência de acidentes”, justifica o parlamentar do PDT, ao destacar a importância dos serviços de mototáxi e motoboys.

“De fato, a utilização de motocicletas como meio de transporte e ferramenta de trabalho ganha cada vez mais importância em nosso país”, observa.

(Fogo – Agência Câmara Fortaleza)

Roberto Cláudio diz que vantagem na pesquisa é fruto de “trabalho e humildade”

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-pdt-rc-1009

Para o prefeito Roberto Cláudio, candidato à reeleição pelo PDT, a vantagem de 14 pontos percentuais sobre o seu adversário Capitão Wagner (PR) – 48% a 34% -, neste segundo turno, segundo pesquisa O POVO/Datafolha, divulgada na madrugada deste domingo (9), é fruto de “trabalho e humildade”, que têm o reconhecimento da população de Fortaleza.

“Com humildade e trabalho estamos ocupando as ruas para falar das conquistas da nossa cidade nesses três anos e meio”, disse Roberto Cláudio, ao ressaltar a necessidade de continuar apresentando propostas e ouvindo a população.

Neste domingo, o candidato do PDT participou de um passeio ciclístico, quando pedalou do Cocó até o Mercado dos Peixes, no Mucuripe. O prefeito destacou ações no transporte público, além do incentivo ao uso da bicicleta, por meio da implantação de 150 quilômetros de ciclovias e ciclofaxias e de 120 estações de bicicletas compartilhadas.

Roberto Cláudio também participou de um adesivaço na Praia do Futuro.

Em Castelão lotado, Leão busca colocar fim aos anos de Série C

foto-fortaleza-torcida

Sete anos em 90 minutos. Ou um pouco mais do que isso. Não é questão de drama. É de fato um grito que está entalado na garganta do torcedor tricolor. E que espera sair das entranhas, ecoar pela Capital, após a partida deste domingo (9), às 19 horas, no Castelão: “O Leão voltou”. Diante do Juventude-RS, uma vitória simples no mata-mata garante o retorno do Fortaleza à Série B do Campeonato Brasileiro depois de sete anos entregue aos percalços da Terceira Divisão Nacional.

Na última segunda-feira, a equipe leonina empatou sem gols com o adversário gaúcho em Caxias do Sul-RS. Uma partida dura e equilibrada, contra oponente forte no Estádio Alfredo Jaconi. Apesar do zero no marcador, o Fortaleza mostrou a consciência de quem sabia da responsabilidade de não trazer para casa desvantagem comprometedora. Porque a esperança da sua torcida — que promete encher as arquibancadas do estádio — dependia dessa garantia de continuar sonhando. Firme no propósito do acesso.

(O POVO)

A lógica dos eleitores

O jornalista Fábio Campos avalia a pesquisa O POVO/Datafolha. Confira:

O jogo político tem seus dogmas. Um deles: o gestor bem avaliado será reeleito. Mas, sabe-se, a política é dominada por variáveis que ninguém controla. Na política, absolutamente nada é absoluto. O absoluto só se concretiza quando os votos são contados. Portanto, os que se embrenham na zona de conforto costumam dar com os burrinhos n’água.

Vide Lúcio Alcântara, o governador que, em 2006, foi disputar o segundo mandato montado em uma gestão muito bem avaliada pelo honorável eleitor. Acabou derrotado no primeiro turno. Em política, o que parece sólido se desmancha no ar. O jogo é decidido sempre por um conjunto de circunstâncias que interagem entre si. Algumas controláveis. Outras, nem tanto.

Já é clássico: a pesquisa é o retrato de um momento. Um momento criado pelas circunstâncias que explicam o resultado apresentado no retrato. Bom, são as circunstâncias que explicam a folgada frente que Roberto Cláudio (PDT) colocou sobre Capitão Wagner (PR) na disputa pela Prefeitura de Fortaleza.

A principal circunstância: a avaliação da gestão de RC na Prefeitura melhorou substancialmente. Entre a primeira pesquisa O POVO-Datafolha (19 de agosto) e esta última finalizada em 07 de outubro, a aprovação de RC saiu de 34% para 50%. Notem: é praticamente igual aos 48% que RC obtém na pesquisa estimulada.

Prevalece a seguinte lógica: o eleitor que aprova uma gestão tende a bancar sua continuidade. Assim, a trajetória do prefeito só confirma outro dogma eleitoral: a avaliação da gestão sempre melhora no decorrer da campanha. Afinal, o espaço publicitário do horário eleitoral é generoso. Não foi à toa que RC juntou um bando de partidecos em seu palanque. Afinal, cada segundo na TV é precioso e deve ser usado com o fim de melhorar a avaliação como gestor.

Há outras circunstâncias que ajudam a explicar o resultado da pesquisa. Em uma semana entre o fim do primeiro turno e o início do segundo, RC conseguiu produzir alguns fatos políticos no entorno de sua candidatura. Entre eles, o apoio do PR, da Rede, de Ronaldo Martins e de Tim.

Tais fatos geram percepções do eleitor. O frenesi é visto pelo distinto eleitorado como demonstração de força política. Em contrapartida, do lado do Capitão, um deserto de fatos positivos que conviveu com pelo menos um negativo. No caso, o convite para as forças federais atuarem na cidade por causa do, digamos, comportamento assoberbado dos cabos e soldados eleitorais do Capitão.

O Capitão gente boa parece ser bem visto por significativa parte do eleitorado, mas não necessariamente isso ocorre em relação à tropa sob seu comando. Quem está acostumado com os humores da cidade, sabe que chegaria o momento em que o mal estar provocaria a fratura exposta. Pois é.

Atentem para um detalhe: a propaganda do Capitão no rádio e na TV é agradável aos olhos e, em muitos momentos, aos ouvidos. É esteticamente bem melhor que a de RC, que se mostra velhinha e esmaecida. No entanto, a estética e a linguagem são fatores que, para funcionar, precisam se relacionar com muitos outros.

No entanto, o jogo está sendo jogado. É apenas o início do segundo tempo. RC vai jogar para manter o resultado e o Capitão terá que reinventar sua estratégia se quiser virar o jogo. Isto, claro, se o Datafolha tiver captado com plena exatidão o real sentimento do eleitor, que, lembremos-nos sempre, costuma ser sábio até quando erra.

Aprovação de RC melhora e vai a 50%

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-pdt-rc-aprovacao

A pouco menos de três meses para o fim do mandato, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) tem hoje a gestão aprovada por 50% dos eleitores de Fortaleza. O desempenho, apontado na última pesquisa O POVO/Datafolha, representa uma melhora de 16% desde o último levantamento do tipo, de 18 e 19 de agosto de 2016.

No cenário antigo, 34% dos entrevistados avaliavam a gestão do prefeito como “ótima” ou “boa”. Agora, mesmo índice foi a 50%. Índice de eleitores que classificaram a gestão como “ruim” ou “péssima” reduziu, indo de 23% em agosto para 11%. Já número de pessoas que classificam o governo como “regular” se manteve estável, oscilando de 40% para 38%.

O intervalo entre as avaliações compreende justamente o pouco mais de um mês e meio desde o início da campanha eleitoral deste ano. A gestão, portanto, teria conseguido melhorar a imagem com a população por meio da campanha e da propaganda em Rádio e TV.

Solicitados a darem uma “nota” para a gestão Roberto Cláudio, os entrevistados conferiram ao gestor a média de 6,9. Em agosto, mesmo índice era de 5,8. Neste total, 15% deram nota máxima ao gestor, com dez, e 6% atribuíram nota zero à gestão.

A pesquisa foi realizada entre a última quinta-feira, 6, e esta sexta-feira, 7, e ouviu 864 eleitores de todas as regiões de Fortaleza. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com número CE-09432/2016.

(O POVO)

Roberto Cláudio tem 48%; Capitão Wagner 34%

99 4

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-rc-e-wagner

Primeira rodada da pesquisa O POVO/Datafolha para o 2º turno em Fortaleza mostra Roberto Cláudio (PDT) com 14 pontos de vantagem sobre Capitão Wagner (PR). Mantendo liderança da primeira etapa da eleição, o prefeito tem hoje 48% das intenções de voto, contra 34% de Wagner. Indecisos são 10%, com 8% dizendo que irão votar em branco ou anular o voto.

Na divulgação por votos válidos, onde são excluídos da conta indecisos e eleitores que declararam votos brancos ou nulos, a diferença entre os candidatos passa para 18 pontos. Neste tipo de balanço, que segue a forma como a Justiça Eleitoral contabiliza o resultado das eleições, o candidato à reeleição alcança 59% das intenções de voto, contra 41% do militar.

A pesquisa foi realizada entre a última quinta-feira, 6, e a sexta-feira, 7, e ouviu 864 eleitores de todas as regiões de Fortaleza. Ela capta, portanto, a volta da propaganda em Rádio e TV e as primeiras movimentações de apoio de candidatos derrotados no 1º turno. Até a sexta-feira, Tin Gomes (PHS) e Ronaldo Martins (PRB) já haviam sinalizado apoio a RC.

A pesquisa aponta também indefinição do cenário: a vinte dias do 2º turno, 13% dos eleitores ainda admitem mudar de voto. Este dado, aliado aos 10% de indecisos na pesquisa estimulada, indica espaço de crescimento para ambas as candidaturas.

Regionais e segmentos

Na análise por região de moradia, Roberto Cláudio lidera em cinco das seis regionais de Fortaleza, tendo empate técnico com Capitão Wagner apenas na Regional III. Nesta área, RC tem 41% contra 39% de Wagner. A maior vitória do prefeito ocorre na Regional VI, onde ele possui 54% das intenções de voto, contra 27% do adversário.

O prefeito também lidera em todos os segmentos por sexo, idade, renda e escolaridade, com exceção da parcela de eleitores entre 25 e 34 anos. Neste recorte do eleitorado, Roberto Cláudio tem 45% das intenções contra 41% de Wagner, configurando empate técnico dentro da margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Entre o conhecimento do número de candidatos, cerca de nove a cada dez eleitores (89%) informaram corretamente o número de urna de seu candidato.

No 1º turno da eleição, Roberto Cláudio terminou na frente com 40,81% dos votos, contra 31,15% de Capitão Wagner. Questionados pelo Datafolha, 74% dos eleitores disseram ter definido o voto nesta etapa um mês antes da eleição. Já 7% disseram ter escolhido seu candidato na véspera da votação, e 8% no próprio dia da eleição.

A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, e a taxa de confiança é de 95%. Isto significa que, se fossem feitos cem levantamentos nesta metodologia, os resultados seriam os mesmos em 95 deles. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com número CE-09432/2016.

(O POVO)

Prontuário Eletrônico já é implantando nos 108 postos de saúde de Fortaleza

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já trabalha com prontuário eletrônico em todos os 108 postos de saúde da Cidade. A ferramenta foi implementada junto com o novo modelo de atendimento dessas unidades baseado nas Redes de Atenção à Saúde. Hoje, é o único no prontuário eletrônico no Brasil que alimenta diretamente o E-SUS (sistema usado pelo Ministério da Saúde para reestruturar e garantir a integração dos demais sistemas utilizados, de modo a permitir um registro da situação de saúde individualizado por meio do Cartão Nacional de Saúde).

A ferramenta foi criada para facilitar e contribuir com a organização do trabalho dos profissionais de saúde, propiciar um atendimento mais personalizado, garantir acesso on-line ao prontuário do paciente, durante a consulta, produzir melhor distribuição e aproveitamento das consultas, permitir a organização dos processos de trabalho nas unidades de saúde, auxiliando no planejamento da agenda dos profissionais, procedimentos e visitas e torna possível o controle da prescrição dispensação e estoque de medicamentos. O sistema oferece ainda um protocolo de atendimento para Hipertenso, Diabético, Hanseníase, Mulher e Criança.

(Prefeitura de Fortaleza)

Roberto Cláudio recebe o apoio de Ronaldo Martins

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-pdt-rc-e-ronaldo

O candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, recebeu na manhã deste sábado (8), no comitê de campanha, no bairro Cocó, o apoio de Ronaldo Martins, que disputou o primeiro turno como candidato do PRB.

Com o apoio de Ronaldo Martins, o plano de governo de Roberto Cláudio incorpora propostas do PRB, como ouvidoria nos bairros, sinalização horizontal de fotossensores, além de alas especiais para idosos nos hospitais municipais.

(Foto: Divulgação)

Roberto Cláudio aposta no trabalho e na “Fortaleza que não pode parar”

85 4

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-pdt-rc-educacao

Escolas em tempo integral, construções e reformas de postos de saúde, Bilhete Único, mobilidade urbana, Areninhas e requalificação de praças. Essas são algumas das ações destacadas no programa eleitoral no rádio, neste sábado (8), do candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio.

Candidato à reeleição, Roberto Cláudio aposta em uma “Fortaleza que não pode parar” para dar continuidade a projetos como o IJF 2, além de novas propostas para a cidade.

Roberto Cláudio falou ainda na questão dos medicamentos, quando “um ou outro pode faltar”, ao apontar um estoque de mais de 23 milhões de remédios. Disse ainda que está atento aos problemas da segurança pública e que a Prefeitura cumpre a sua parte no combate, por meio de ações na educação, na cultura, no esporte e na ocupação dos espaços públicos.

(Foto: Divulgação)

Capitão Wagner insiste na imagem do prefeito “boa gente”

150 4

eleicoes-2016-fortaleza-2turno-pr-wagner-cafe

Cafezinho com um, tapioca com outro, rachinha com a galera e até roda de piadas com outros mais. A estratégia do prefeito “boa gente” é mantida neste segundo turno da eleição à Prefeitura de Fortaleza, de acordo com o programa de rádio do candidato do PR, Capitão Wagner.

Mesmo afirmando que “como parlamentar, realizei muitas coisas”, o candidato do PR se diz ainda pouco conhecido e se apresenta como Wagner Sousa. O jingle sugere um “momento de mudança”.

(Foto: Reprodução de vídeo da campanha)

15 dias – Prefeitura desvia tráfego sob o viaduto da Raul Barbosa para conclusão das obras de pavimentação e drenagem

foto-prefeitura-fortaleza-161008-obras

Para conclusão das obras de pavimentação e drenagem da rotatória sob o viaduto da avenida Raul Barbosa, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) informa novos desvios de tráfego que exigirão a compreensão dos motoristas. Em virtude da intervenção, a alça oeste/sul do viaduto será bloqueada provisoriamente, impactando o acesso de quem trafega pela avenida Murilo Borges e rua Capitão Aragão em direção ao Aeroporto. A previsão é que a interdição ocorra na segunda-feira (10), a partir das 7 horas.

Para viabilizar os desvios, a alça leste/norte será liberada. Essa medida irá melhorar o deslocamento de quem trafega pela avenida Murilo Borges e deseja seguir em direção à Aldeota. Agentes de trânsito do órgão darão suporte operacional durante a execução dos serviços que devem ser finalizados em um prazo de até 15 dias.

Devido ao bloqueio, o motorista que trafega na avenida Murilo Borges, com destino ao Aeroporto, deverá entrar à direita na avenida Raul Barbosa, efetuar o retorno próximo ao posto de combustível, seguindo pela própria avenida utilizando os viadutos liberados anteriormente. Já quem circula pela rua Capitão Aragão, seguirá o seguinte desvio: entrar à direita na Rua Tenente Barbosa, à esquerda na rua Tenente Roma e à direita retornando na avenida Raul Barbosa.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), por sua vez, vai alterar o itinerário de seis linhas de ônibus em decorrência dos desvios realizados. As linhas 625 – Parque Manibura/Borges de Melo I/Ida, 069 – Lagoa/Papicu/Via Expressa/Volta e 066 – Parangaba/Papicu/Aeroporto/Volta trafegam pela Av. Gen. Murilo Borges, Av. Raul Barbosa, Rua Tenente Roma, Rua Tenente Barbosa e retornam ao itinerário oficial. As linhas 031 – Av. Borges de Melo I/Ida, 032 – Av. Borges de Melo II/Volta, 625 – Parque Manibura/Borges de Melo I/Volta passam a trafegar pela Rua Cap. Olavo, Maj. José Araújo Aguiar, Av. Raul Barbosa, retornando ao itinerário oficial.

(Prefeitura de Fortaleza)

PT libera voto de militantes no segundo turno das eleições em Fortaleza

100 3

O Partido dos Trabalhadores (PT) vai liberar o voto de seus militantes no segundo turno das eleições, no qual Roberto Cláudio (PDT) e Capitão Wagner (PR) ainda disputam o comando da Prefeitura de Fortaleza. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira, 7, pelo presidente da sigla no município, o deputado estadual Elmano de Freitas, em um hotel localizado no bairro de Fátima. A candidata do PT, Luizianne Lins, foi a terceira mais votada, com 193.687, ficando de fora da próxima fase da corrida eleitoral.

Na votação do diretório municipal, foram 42 votos a favor da liberação, dois contra e duas abstenções. Segundo Elmano de Freitas, o anúncio foi feito após quatro horas de reunião com todos os filiados, nesta tarde. O governador do Estado, Camilo Santana (PT), e a candidata da sigla nestas eleições, Luizianne Lins, foram ouvidos.

Elmano afirmou que a decisão vem para manter a coerência do PT, visto que nenhuma candidatura, tanto de Roberto Cláudio, quanto de Capitão Wagner, representa os ideais do partido.

(O POVO Online)

Capitão Wagner pede voto dos demais candidatos, faz ataques e apregoa renovação

eleicoes-2016-fortaleza-pr-0929-capitao

A falta de medicamento, uma administração voltada para “os mais ricos” e um sentimento de não querer mais “o mesmo” marcaram a abertura do programa eleitoral no rádio do candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, na manhã desta sexta-feira (7).

Ao pedir os votos do eleitorado das demais candidaturas que não passaram para o segundo turno, o candidato do PR se apresentou como Wagner Sousa e apregoou que é renovação.

No programa, novos jingles, novos apelos e um espaço para voltar a se apresentar para o eleitorado, com direito a giro por vários bairros da cidade.

(Foto – Divulgação)

O que está na mira neste segundo turno

roberto-e-wagner-divulgacao

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (3):

O que esperar deste 2º turno de eleições em Fortaleza com Roberto Cláudio e Capitão Wagner? Uma certeza: não vai ser modorrenta como na primeira fase. Promete muitas emoções e abrir não somente o leque de propostas, mas também o estojo de munições. Sim, porque as contradições entre candidatos e propostas vão aparecer mais claramente, até porque ambos concentrarão as atenções em todos os sentidos.

Espera-se que questões importantes para Fortaleza entrem no debate como, por exemplo, meio ambiente e o potencial turístico e de negócios da cidade, bem como, de forma mais clara, o que virá de novo para uma juventude à mercê da pouca assistência oficial.

O 2º turno será ocasião para dirimir dúvidas. Da parte do Paço: O que há de fato nessa caixa-preta chamada ISGH, que administra a saúde? E, do lado do opositor: O que dizer de uma greve armada que gerou pânico na cidade?

Roberto Cláudio fala em humildade para vencer a eleição

eleicoes-2016-votacao-fortaleza-pdt-rc

Após agradecer os votos que recebeu neste domingo (2), o prefeito Roberto Cláudio (PDT) disse que a sua ida ao segundo turno é um reconhecimento da população de Fortaleza pelo trabalho que vem sendo desenvolvido na cidade, nas áreas da educação, da saúde, da mobilidade urbana, no lazer, na cultura, no esporte e no transporte público.

Apesar de destacar os feitos da administração, Roberto Cláudio ressaltou que a humildade deve ser mantida para a conquista da reeleição.

Capitão Wagner conta com a “oposição” para ganhar a eleição

60 1

Para o candidato do PR à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) terminou o primeiro turno com quase 60% de oposição à sua administração.

A lógica de Capitão Wagner tem como base a sua votação, além de todos os votos das demais candidaturas, incluindo o PT e o PSB, que disputaram com Luizianne Lins e Heitor Férrer, respectivamente.

Juntos, Luizianne e Heitor somaram 22,1% dos votos válidos, 10% a menos de toda a votação de Capitão Wagner.

O desafio do PR será reverter as críticas que Luizianne e Heitor fizeram ao próprio Capitão Wagner, mais intensas que as críticas feitas por Roberto Cláudio.

Mudança na Câmara Municipal de Fortaleza foi de 60,4%

Dos 43 vereadores da atual legislatura da Câmara Municipal de Fortaleza, somente 17 vereadores retornarão à Casa no próximo ano. A mudança é a maior desde 1988, com 74,2% do quadro, quando o fortalezense “embalou” o projeto mudancista de 1986, contra a política dos coronéis.

Confira os vereadores eleitos

Coligação PDT/PP/PTB/Pros – Adail Jr. (PDT) e Salmito (PDT), Antonio Henrique (PDT), Iraguassú Filho (PDT), Renan Colares (PDT), Dr. Elpídio (PDT), Didi Mangueira (PDT), John Monteiro (PDT), Mairton Felix (PDT), Dr. Luciram Girão (PDT) e Zier Ferrer (PDT);

Coligação PR/SD – Célio Studart (SD), Odécio Carneiro (SD), Soldado Noélio (PR), Julierme Sena (PR), Idalmir Feitosa (PR) e Marcio Martins (PR);

PRTB – Paulo Martins, Priscila Costa, Portinho e Raimundo Filho;

Coligação PSD/DEM/PCdoB/PMB – Benigno Junior (PSD), Professor Evaldo Lima (PCdoB) e Marcio Cruz (PSD);

PPL – Esio Feitosa, Gardel Rolim e Larissa Gaspar;

PT – Guilherme Sampaio e Acrisio Sena;

PEN – Marta Gonçalves e José Freire;

PPS – Michel Lins e Dummar Ribeiro;

PRP – Emanuel Acrizio e Marilia do Posto;

PTC – Bá e Claudia Gomes;

PSDC – Jorge Pinheiro;

PSDB – Plácido;

PMDB – Casimiro Neto;

PRB – Evaldo Costa;

PSL – Marcelo Lemos;

PTN – Frota Cavalcante.

Com quase 90% das urnas apuradas, nova composição da Câmara Municipal de Fortaleza ganha forma

A Câmara Municipal de Fortaleza deverá ter uma mudança de 62% de seus atuais parlamentares, com base na apuração de quase 90% das urnas apuradas.

Entre os atuais vereadores praticamente reeleitos estão Salmito Filho, Adail Júnior, Antonio Henrique, Didi Mangueira e Elpídio Nogueira, todos do PDT, além de Benigno Júnior e Marcio Cruz, do PSD, Guolherme Sampaio e Acrísio Sena, do PT, Bá e Cláudia Gomes, do PTC, e Evaldo Lima, do PCdoB.

Já os vereadores Eron Moreira (PP) e Plácido Filho (PSDB) devem retornar à Casa.

Célio Studart (SD) deverá ser o candidato com maior número de votos, enquanto Ailton Lopes (Psol) está praticamente eleito.