Blog do Eliomar

Categorias para Futebol

Jogos deste sábado podem definir equipes do hexagonal ou o primeiro rebaixado

Matar ou morrer é o destino de Tiradentes e Horizonte, neste sábado (17), na abertura da penúltima rodada do Campeonato Cearense de Futebol. Em caso de vitória do Tiradentes (diante do Iguatu, às 16 horas) e de, pelo menos, um empate do Horizonte (diante do Uniclinic, no mesmo horário), o Maranguape estará rebaixado para a segunda divisão do próximo ano, independente do resultado contra o Ceará, amanhã (18), no PV.

No complemento da rodada neste sábado, o Fortaleza defende a liderança na fase de classificação, às 18 horas, no Castelão, contra o Floresta. Caso os três jogos de hoje terminem empatados, as equipes para o hexagonal ficam definidas, independente dos resultados deste domingo e também da última rodada, no próximo fim de semana.

A penúltima rodada será completada neste domingo, com Ferroviário x Guarani de Juazeiro. O Ferrão é o vice-líder da competição, enquanto o time juazeirense luta para não ser rebaixado.

Ferroviário bate o Sport nos pênaltis e consegue classificação histórica na Copa do Brasil

O Ferroviário conseguiu uma classificação histórica diante do Sport, na noite desta quinta-feira, 15, na Ilha do Retiro, em Recife. O Tubarão estava perdendo por 3 a 0 até os 30 minutos do 2º tempo, quando deu início à reação até o empate. A partida precisou ser decidida nas penalidades, com o time coral batendo os pernambucanos por 4 a 3 e avançando para a 3ª fase da Copa do Brasil. O feito garante ao clube da Barra do Ceará mais R$ 1,4 milhão de cota na competição.

Os torcedores presentes na Ilha do Retiro presenciaram uma retomada que vai ficar marcada na história do Ferroviário. A equipe foi presenteada pela entrega máxima dentro de campo, não deixando de desistir de um jogo que já parecia perdido.

A reação do Ferroviário passa pelo técnico Ademir Fonseca, que obrigou o time a se impor diante do Sport, clube que integra a elite do futebol brasileiro. Dentro de campo, o Tubarão, que voltou a disputar a Copa do Brasil após 14 anos de ausência e jogará a Série D 2018, foi buscar o placar com uma partida inspirada de Valdeci, que saiu do banco para servir os companheiros e marcar o terceiro do Ferrão.

O Sport começou a construir o placar no 1º tempo, com gol de Anselmo. No 2º tempo, ampliou com Fabrício e Marlone. O Ferroviário perdia por 3 a 0 até os 30 minutos da etapa final, quando Mazinho descontou de cabeça.

O mesmo Mazinho voltou a balançar as redes aos 37 minutos. E, aos 41 minutos, o incansável Valdeci empatou o jogo. Nos pênaltis, o goleiro Bruno Colaço brilhou e pegou duas cobranças, garantindo o Ferrão na próxima fase da Copa do Brasil.
+ Feito histórico do Ferrão

O Tubarão da Barra enfrenta na terceira fase da Copa do Brasil o vencedor do duelo entre Vila Nova e Joinville, que se enfrentam na próxima quinta-feira, às 19h15min, em Goiânia.

O Ferroviário começou a todo vapor. Nos 20 minutos iniciais, o time comandado por Ademir Fonseca conseguiu encurralar e pressionar o adversário em busca do gol. Valdo Bacabal, aos 11 minutos, teve a grande chance do Ferrão na primeira etapa, quando cabeceou livre dentro da área. Magrão salvou o Leão da Ilha.

Após o bom início do Ferroviário, o Sport se organizou e bloqueou as investidas dos cearenses, retomando o controle da partida. Os pernambucanos perderam o centroavante Leandro Pereira por lesão. O técnico Nelsinho Baptisa lançou a campo Rogério, deixando a equipe de Recife mais veloz e ofensiva.

E foi de Rogério o desvio na bola aérea que deixou Anselmo livre para abrir o placar. O Ferrão reagiu bem ao jogo e conseguiu equilibrar novamente o duelo. Mas não foi suficiente para transformar a reação em gol. O 1º tempo terminou com a vantagem simples para o Sport.

Na 2ª etapa, o Leão da Ilha voltou para matar o jogo. O Ferroviário apostou em mudanças ofensivas, colocando em campo Valdeci, meio-campista, no lugar do zagueiro Jean.

O Sport marcou o segundo gol aos 10 minutos com Fabrício, que cabeceou no canto após cruzamento de Capa. Os pernambucanos chegaram aos 26 minutos com Marlone.

Quando tudo parecia se encaminhar para uma vitória tranquila do Sport, o Ferroviário iniciou uma reação histórica. Ademir Fonseca fez mais duas alterações: lançou a campo Emerson Santos e Rodrigo Rodrigues, substituindo Amaral e Valdo Bacabal.

Aos 30 e 37 minutos do 2º tempo, Mazinho marcou para o Ferroviário, com assistências de Valdeci. O baixinho, que deixou o banco para incendiar o jogo, balançou as redes aos 41 minutos. Com o empate no fim, o Sport não teve mais tempo de reagir. O apito final, aos 48 minutos, decretou as penalidades.

Cobranças de pênalti: Sport 3 x 4 Ferroviário
Janeudo (Ferroviário) – gol
Thomás (Sport) – gol
Valdeci (Ferroviário) – gol
Léo Ortiz (Sport) – gol
Rodrigo Rodrigues (Ferroviário) – gol
Fabrício (Sport) – gol
Mazinho (Ferroviário) – gol
Rogério (Sport) – perdeu
Mota (Ferroviári) – perdeu
Marlone (Sport) – perdeu

(O POVO Online / Foto: Mateus Dantas)

Ferroviário embarca para enfrentar o Sport

O time do Ferroviário embarcou, na madrugada desta quarta-feira, para o Recife (PE), Ali, a equipe cearense enfrentará o Sport pela Copa do Brasil, em partida marcada para a quinta-feira.

O Ferroviário, comandado por Ademir Fonseca, vive uma situação complicada em termos de tabela. Jogou no domingo pelo Campeonato Cearense e folgou na segunda de Carnaval, fez um treino na manhã de terça, quando entrou em regime de concentração. Além disso, contra o Sport só a vitória interessa.

Em caso de empate no Recife a decisão será nos pênaltis, regulamento da segunda fase da Copa do Brasil.

Ferrão vence e assume vice-liderança do Estadual

O Ferroviário venceu o Maranguape, na tarde deste domingo (11), no estádio Domingão, por 2 a 1, e assumiu a vice-liderança do Estadual, além de garantir presença na próxima fase da competição. A partida encerrou a sétima rodada da fase classificatória. A duas rodadas para o término da fase, o Maranguape praticamente está rebaixado para a segunda divisão do próximo ano.

O Ferroviário abriu o placar com Andrei, aos 25 minutos do primeiro tempo. Gugu, aos 10 minutos da segunda etapa, empatou para o Maranguape, enquanto Rodrigo, aos 40 minutos, fez o gol da vitória coral.

(Foto: Arquivo)

Emoções do Estadual ficam para o rebaixamento

Sem surpresa, o Ceará derrotou o Horizonte, na noite desse sábado, no Castelão, por 2 a 1 (gols de Douglas Coutinho e Felipe Azevedo e Danilo), e deixou as emoções da primeira fase do Campeonato Estadual de Futebol para a zona de rebaixamento. A sétima rodada será completada na tarde deste domingo (11), a partir das 16 horas, no estádio Presidente Vargas, com Ferroviário x Maranguape.

Uma vitória coral, diante do lanterna, levará o Ferrão do inferno ao céu, Além de matematicamente fugir do rebaixamento, o time da Barra do Ceará ainda assumirá a vice-liderança na tabela de classificação.

Além do Maranguape, praticamente rebaixado, ainda agonizam na luta contra o rebaixamento o Tiradentes, o Guarani de Juazeiro e o Horizonte.

No próximo fim de semana, será disputada a oitava e penúltima rodada da fase de classificação: Uniclinic x Horizonte; Tiradentes x Iguatu; Fortaleza x Floresta; Ferroviário x Guarani e Maranguape x Ceará.

(Foto: FCF)

Fortaleza goleia o Guarani e assegura classificação ao hexagonal

O Fortaleza goleou o Guarani de Juazeiro, na tarde deste sábado (10), no estádio Romeirão, por 4 a 0, e assegurou a classificação para o hexagonal, a duas rodadas para o término da primeira fase. Líder do campeonato, com 15 pontos, o Fortaleza é beneficiado pelos confrontos entre Uniclinic x Horizonte e Floresta x Uniclinic para a classificação antecipada, diante do número de vitórias. Tinga, duas vezes, Léo Natal e Leonan marcaram os gols.

Ainda neste sábado, Iguatu e Floresta empataram em 1 a 1, e o Uniclinic venceu o Tiradentes, por 1 a 0. Com os resultados, o Tiradentes segue na zona do rebaixamento, ao lado do Maranguape, que neste domingo (11) enfrenta o Ferroviário. Neste momento, no Castelão, o Ceará enfrenta o Horizonte.

(Foto: O POVO)

Futebol no Carnaval – Ceará e Fortaleza “desfilam” em campo neste sábado

Chamusca comanda o Vovô.

Não tem pra bloco carnavalesco, fantasia e nem folia. No Ceará, o sábado de Carnaval será de compromisso importante. Hoje, às 18 horas, o Alvinegro enfrenta o Horizonte, no Castelão, em partida que pode, com duas rodadas de antecedência, deixar bem encaminhada a classificação à próxima fase do Estadual.

Em caso de vitória, o Ceará abre seis pontos de diferença para o 7º colocado, primeiro time fora da zona de classificação, que é o próprio Horizonte.

 

Rogério Ceni é o técnico do Leão.

 

Já o Fortaleza volta a campo pelo Campeonato Cearense às 16h30min deste sábado, contra o Guarani, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

O Leão precisa da vitória para se manter na liderança do certame. A partida vale também como reabilitação, já que o último resultado do tricolor foi uma derrota no Clássico-Rei.

Outros jogos

Além de Horizonte x Ceará e Guarani de Juazeiro x Fortaleza, a rodada deste sábado de Carnaval tem ainda mais dois jogos pelo Cearense.

No estádio Morenão, em Iguatu, o time da casa recebe o Floresta, às 16 horas. O duelo é um confronto direto de duas equipes que ocupam lugar no G-4 e possuem a mesma campanha: 11 pontos, com 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

Quem vencer praticamente garante classificação para a 2ª fase do Estadual. A seu favor, o time mandante tem o fator casa, já que está invicto atuando em seus domínios. Em três jogos em seu estádio, o Iguatu venceu dois e empatou um.

O sábado tem ainda Uniclinic x Tiradentes, encontro de times da Capital, que se enfrentam às 16 horas, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

(Com O POVO)

O caso de cinco clássicos Ceará X Fortaleza sem registro na história e outras coisas…

Com o título “Nem tudo é futebol”, eis uma bela crônica de Sérgio Redes, que pode ser conferida no O POVO desta quinta-feira. Ele aborda o caso de cinco clássicos Ceará-Fortaleza sem registro de resultado na história , em clima dos mais nostálgicos. Confira:

Ninguém sabe o número exato de vitórias de um clube sobre o outro. No levantamento feito por Eugênio Fernandes da Fonseca, que pesquisou o Clássico-Rei na Biblioteca Pública e arquivos dos jornais cearenses, cinco jogos estão sem resultados.

O primeiro deles aconteceu no dia 27 de janeiro de 1924, o segundo em 17 de fevereiro de 1924, o terceiro em 12 de abril de 1925, o quarto em 18 de julho de 1926 e o quinto em 18 de dezembro. Matéria para estatísticos e historiadores interessados em corrigir essa falha.

Um bom lugar para se começar é ali na banca de jornal do Paixão, na Praça do Ferreira, onde bate o coração da cidade. Todas as manhãs se agrupa em volta da banca uma turma que já dobrou o Cabo da Boa Esperança. Ali mora a memória e o bate-papo sobre futebol corre solto.

A praça tem sua história. Durante a ditadura, quase a destruíram, substituindo o Abrigo Central e a Coluna da Hora por uns morros gramados dentro duns canteiros de concreto. Ninguém via ninguém. Em 1991, o Fausto Nilo remodelou os espaços e hoje em dia todo mundo se vê.

A praça me traz recordações do tempo em que o Ceará concentrava no Excelsior. Qualquer bobeira da comissão técnica, eu, Erandir e Zé Eduardo dávamos uma fugida do hotel para ouvir os discos da Vox e comer um pastel com caldo de cana no Leão do Sul.

Desta vez não pude ir, mas dei uma ligada para o Babau. O Babau vive na praça, sabe das apostas e me diz que apostam em tudo. A primeira bola que sai pela linha de meta, quem primeiro acerta a trave, o primeiro gol, o primeiro jogador expulso e por aí vai.

Segundo ele, muita gente perdeu dinheiro no Fortaleza. Como? Se o Ceará era considerado favorito, pergunto. Tem isso não!, responde. “Um Clássico-Rei não tem favorito, mas a mídia nacional e local o tempo inteiro falando no Rogério Ceni sugestiona.”

Despeço-me do Babau e fico pensando na praça, no Ceará, no Fortaleza, na imprensa esportiva e nesse vazio histórico de não sabermos o resultado de cinco edições do Clássico-Rei. E lembro de Elton Medeiros: “Povo sem memória vira fantasma de si mesmo.”

*Sérgio Redes,

Cronista e desportista do O POVO

Vozão e Ferrão avançam na Copa do Brasil

O Ceará e o Ferroviário garantiram classificação para a próxima fase da Copa do Brasil, na noite dessa quarta-feira (7), ao derrotarem as equipes do Brusque/SC e do Confiança/SE, respectivamente. Na próxima fase, o Vozão enfrenta o Londrina/PR, enquanto o Ferrão encara o Sport/PE. As datas ainda serão definidas pela CBF.

No estádio Augusto Bauer, no interior catarinense, o Ceará jogava pelo empate, na condição de visitante, mas venceu o Brusque, por 1 a 0, gol de Rafael Carioca, aos 20 minutos da segunda etapa, após forte chute de fora da área.

No estádio Presidente Vargas, somente a vitória interessava ao Ferroviário. O time da Barra do Ceará abriu o placar com Túlio, aos 41 minutos do primeiro tempo, mas permitiu o empate da equipe sergipana com Vitor, aos 10 minutos da segunda etapa. A vitória coral ocorreu aos 33 minutos com Rodrigo.

(Fotos: Reprodução)

Voo atrasa e faz presidente do Ceará perder a estreia do clube na Copa do Brasil

O presidente do Ceará Sporting Clube, Robinson de Castro, vai ter que assistir ao jogo do seu time contra o Brusque, válido pela Copa do Brasil, nesta noite de quarta-feira (20h45min), em casa mesmo.

O voo da Gol 1521, no qual viajaria nesta madrugada de quarta para Santa Catarina, atrasou sua chegada procedente da Capital paulista e o fez perder a conexão programada em São Paulo (de lá pegaria outro voo para Navegantes e seguiria, de carro, para Brusque).

Ainda no Aeroporto Internacional Pinto Martins, Robinson de Castro conversou com a reportagem do Blog e falou sobre as perspectivas do alvinegro não somente na Copa do Brasil, mas também da maratona de jogos que o time enfrenta, o que fará com que alguns compromissos da equipe no campeonato estadual sofram mudança de data.

O Ceará também está na Copa do Nordeste e, em abril, atuando em partidas da Série A, do Brasileirão.

Ceará vai estrear no Brasileirão contra o Santos, na Vila Belmiro

O Ceará fará sua estreia contra o Santos, fora de casa, na Vila Belmiro (SP). Foi o que saiu na tabela da Série A, do Brasileirão, divulgada, sem muitos detalhes, na tarde desta segunda-feira, pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O segundo jogo do alvinegro, em casa, será contra o São Paulo, já o terceiro, será diante do Flamengo, também em casa. A 1ª rodada do certame está confirmada para os dias 14 (sábado) e 15 (domingo) de abril próximo.

A confirmação de datas, horários e locais dos jogos deverá ser feita nas próximas semanas, quando a CBF divulgará a tabela completa do Brasileirão.

 

Ceará quebra tabu e ganha do Fortaleza – 2 X 0

O ano do centenário do Clássico-Rei começou com fim de tabu e festa alvinegra. Depois de sete jogos de jejum, o Ceará venceu o Fortaleza no primeiro duelo entre os rivais em 2018. Valdo e Elton marcaram para o Alvinegro no triunfo por 2 a 0, na noite deste domingo, 4, no Castelão, em jogo marcado por muita intensidade e tensão.

Com o resultado, o Ceará permaneceu na 5ª posição, mas chegou aos 10 pontos e diminuiu a distância para os líderes. Já o Fortaleza permanece na 1ª colocação, com 12 pontos, só dois à frente do rival.

O Alvinegro volta a campo na quarta-feira, 7, para jogar pela Copa do Brasil. O Vovô enfrentará o Brusque-SC, às 20h45min (horário de Fortaleza), no Estádio Augusto Baer.

Já o Tricolor voltará a campo só no sábado de carnaval, 10, para enfrentar o Guarani de Juazeiro, às 16 horas, no estádio Romeirão.

O Jogo

Como era de se esperar, o clássico começou com muita intensidade, com o Fortaleza tendo maior volume de jogo e investindo pelo lado esquerdo de ataque, mostrando também boa postura defensiva para impedir as progressões do Ceará.

Mas não demorou para o Alvinegro equilibrar a partida. Muito aplicado taticamente, o Vovô teve grande entrega coletiva, organização defensiva e eficácia.

O primeiro gol veio aos 31 minutos. Ricardinho cobrou escanteio na 1ª trave e Valdo se antecipou aos marcadores para cabecear e abrir o placar.

O Fortaleza tentou reagir após o gol, mas esbarrava na marcação alvinegra. Aos 40 minutos, os tricolores reclamaram de pênalti em Alípio após dividida com Valdo na área, mas o árbitro César Magalhães nada marcou. Na sequência, aos 42 minutos, o Ceará marcou o segundo em transição ofensiva de muita rapidez

Em lance muito inteligente e com ampla visão de jogo, Pio fez, do campo de defesa, ótimo lançamento para Felipe Azevedo, que partiu em velocidade pela direita e cruzou na medida para Elton, livre na área, ampliar antes do intervalo.

Pro 2º tempo, Rogério Ceni colocou Alan Mineiro e Felipe nos lugares de Alípio e João Henrique para buscar o empate, mas ele não contava que logo aos 5 minutos um lance mudaria os rumos da partida.

Gustavo fez falta dura em Pedro Ken, pisando no tornozelo do adversário, e foi expulso. Com jogador a menos, a situação do Tricolor ficou ainda mais complicada.

A partir de então, o Ceará, que já era melhor no jogo, dominou totalmente a peleja. Foram ao menos mais três chances de ampliar o placar, com Elton, Arthur e Wescley, mas os alvinegros pecaram na finalização.

O Fortaleza, sem sua principal referência ofensiva, não teve forças para buscar a reação e viu o rival valorizar a posse de bola e gastar o tempo até o apito final.

(O POVO – Repórter André Almeida/Foto – Mateus Dantas)

Fortaleza perde para o Horizonte e Ceará deixa zona de classificação

Após três rodadas com apenas um ponto ganho, o sinal de alerta soou neste domingo (28), em Porangabuçu, após o desfecho da rodada deste fim de semana da fase classificatória do Campeonato Estadual de Futebol. Com o empate diante do Ferroviário, no sábado (27), em 1 a 1, no Castelão, o Vozão ficou dependendo de resultados negativos de Horizonte, Tiradentes e Uniclinic para seguir entre os seis times que disputarão o hexagonal na próxima fase.

As vitórias do Horizonte (2 a 1 Fortaleza) e do Tiradentes (3 a 0 Maranguape) tiraram o Ceará da zona de classificação, quando agora ocupa a sétima colocação, praticamente na metade dos jogos da primeira fase. Para completar, o Uniclinic empatou com o Iguatu, em 1 a 1, e se igualou em número de pontos com o Vozão, mas com um jogo a menos com relação ao Alvinegro. Ceará e Uniclinic decidem na quinta-feira (1º), no Castelão, quem segue com chances de classificação e quem agoniza no restante da primeira fase.

Já o Fortaleza, apesar da derrota, poderá assumir a liderança da primeira fase, na quarta-feira (31), diante do Tiradentes, no Castelão. O Leão perdeu a invencibilidade neste domingo, apesar do confronto entre o melhor ataque do campeonato contra a pior defesa. O atual líder é o Floresta, único invicto na competição.

(Foto: Reprodução)

Com golaço de Gustagol, Fortaleza bate o Maranguape e mantém 100% de aproveitamento

O atacante Gustavo roubou a cena mais uma vez e ajudou o Fortaleza a conquistar a segunda vitória consecutiva no Campeonato Cearense. O Fortaleza bateu o Maranguape por 2 a 0, na noite desse domingo, 21, no Castelão, com um golaço de bicicleta do Gustagol. Tricolor fica na 3ª colocação com seis pontos, com um ponto e um jogo a menos do que o líder Ferroviário.

A vitória do Tricolor do Pici começou a ser construída aos 16 minutos do 1º tempo, com gol de pênalti marcado por Bruno Melo. Mas o melhor do jogo só veio aos 44 minutos do 2º tempo, quando Edinho, que saiu do banco para substituir Léo Natel, cruzou na área e achou Gustavo. O artilheiro do Campeonato Cearense finalizou com uma bicicleta para o fundo das redes. Torcida foi ao delírio com o golaço.

Gustavo já havia caído nas graças da torcida com a estreia no Cearense, quando marcou os quatro gols da partida diante do Uniclinic, no PV. Com mais uma atuação de destaque, atleta é o nome do momento do Fortaleza neste início da temporada.

O Leão tem 100% de aproveitamento na competição. São duas vitórias, seis gols marcados e nenhum sofrido. O Tricolor volta a campo na quinta-feira, 25, às 20 horas, no Castelão, diante do Iguatu, vice-líder do campeonato.

(O POVO Online)

Ceará perde para Iguatu em fórmula de campeonato que favorece os “grandes”

O Ceará perdeu para o Iguatu, na tarde deste domingo (21), por 2 a 1, no estádio Morenão, no Centro-Sul do Estado, mas segue entre as seis equipes que disputarão a próxima fase. Arthur abriu o placar para o Vozão, aos 18 minutos do primeiro tempo. Canga empatou aos 47 minutos, enquanto Elanardo, de pênalti, virou o placar para os donos da casa, aos oito minutos da segunda etapa.

Apesar da derrota, em sua segunda partida na competição, o Ceará segue entre as seis equipes que disputarão a próxima fase. Nesta fase, as 10 equipes se enfrentam apenas uma vez. Os seis melhores classificados avançam no campeonato. Na segunda fase, quatro equipes avançam para o mata-mata.

Pelo regulamento, o primeiro colocado da primeira fase não levará nenhuma vantagem para o hexagonal, que também será disputado apenas em jogos de ida.

O líder da primeira fase é o Ferroviário, que neste domingo venceu o Tiradentes, por 2 a 1, no estádio Presidente Vargas. O Ferrão soma duas vitórias e um empate, o mesmo desempenho do Iguatu, mas possui melhor saldo de gols. Floresta, que nesse sábado venceu o Horizonte, por 2 a 1, é o terceiro colocado com cinco pontos, seguido pelo Fortaleza, Ceará e Horizonte, todos com três pontos.

Neste momento, o Fortaleza enfrenta o Maranguape, em sua segunda participação na fase classificatória.

(Foto: Reprodução)

CBF quer instalar biometria nos estádios para reforçar segurança

Arena Castelão

Por medida de segurança, a CBF vai pedir a implementação de sistema biométrico em todos os estádios do Brasil. Dono da Arena da Baixada e de uma torcida com histórico de violência, o Atlético Paranaense saiu na frente e aderiu à medida.

No Paraná, o sistema de controle e acesso é todo feito pela empresa de tecnologia Imply, que já iniciou a operação no estádio Beira Rio, do Internacional, e foi sondada para adotar o procedimento em arenas paulistas.

(Veja)