Blog do Eliomar

Categorias para Futebol

Ceará, enfim, “estreia” no Brasileirão e quebra jejum de 16 jogos sem vitória

Em uma noite em que tudo deu certo para o Vozão, o Ceará enfim venceu a primeira no Brasileirão, ao marcar 1 a 0 sobre o Sport, nesta quarta-feira (18), no estádio Presidente Vargas, na partida que marcou o retorno da Série A, após as disputas da Copa do Mundo. O Vozão não vencia há 16 jogos, sendo 12 pelo Brasileirão e quatro pela Copa do Nordeste.

Arthur, aos 9 minutos da segunda etapa, marcou o gol da vitória alvinegra.O Ceará volta a campo na segunda-feira (23), no Beira Rio, contra o Internacional.

(Foto: Reprodução)

Ceará X Sport – A hora de começar a sair da lanterna

O comentarista e narrador esportivo Evaristo Nogueira está na expectativa de que tanto treino bancado por Lisca leve o time do Ceará a começar a sair do marasmo, ou seja, da condição de lanterna da Série A, do Brasileirão.

O alvinegro enfrentará, nesta noite de quarta-feira, no Estádio Presidente Vargas, o Sport.

A hora é agora, segundo Vavá Maravilha, que integra o elenco do programa Trem Bala, do Alan Neto, na Rádio O POVO 1010.

Fortaleza pode fechar nesta quarta-feira a contratação do atacante Éderson

O Fortaleza pode fechar, nesta quarta-feira, a contratação do atacante cearense Éderson, ex-atleta do Atlético Paranaense. Foi o que revelou, nessa quarta-feira, o diretor de futebol do clube, Sérgio Papellin. Ele adiantou que espera apenas a palavra do empresário do atleta que vem negociando Ederson com um clube do exterior. Caso isso não ocorra, o acerto pode ocorrer com tricolor.

A contratação de um atacante, segundo Papellin, é uma prioridade diante da falta de Gustavo, que se recupera de contusão, devendo permanecer por 60 dias, em razão de uma fratura no braço.

Sérgio Papellin confirmou que, para o jogo do Fortaleza contra o CSA, equipe alagoana em segundo na tabela da Série B e só atrás do time cearense por um ponto, virão estreias. Entre elas, Nenê Bonilha. O jogo ocorrerá na sexta-feira em Maceió, mas o Fortaleza deve embarcar nas próximas horas para Maceió.

Ferroviário bate o São José e abre vantagem para disputar a final da Série D

O Ferroviário bateu o São José por 3 a 1 na noite dessa segunda-feira, 16, na partida de ida pela semifinal da Série D. Com o resultado, o Ferrão leva a vantagem para o jogo da volta na casa do adversário, no domingo, 22, e pode empatar ou perder por um gol de diferença para se classificar para a finalíssima.

O Tubarão da Barra do Ceará abriu o placar aos 25 minutos da 1º etapa após jogada individual de Juninho Quixadá. Mas não teve tempo para comemorar o gol. Dois minutos depois, Kevin deixou tudo igual.

No restante da etapa inicial, Edson Cariús foi quem criou as principais chances do Ferrão. O Ferroviário só não passou à frente no placar porque o goleiro Fábio salvou após cabeceio do artilheiro coral.

Na 2ª etapa, quando a partida parecia se encaminhar para um empate, surgiu o volante Mazinho. O camisa 5 do Tubarão balançou as redes do São José aos 36 minutos do 2º tempo, após aparecer como homem surpresa na área do adversário e completar cruzamento de Valdeci. Na sequência, aos 43 minutos, Gleidson, que havia entrado no lugar de Leanderson, deu números finais ao duelo, marcando o 3º tento do Ferrão no confronto.

(O POVO Online / Foto: Julio Caesar)

Fortaleza volta a perder em casa e recebe as primeiras vaias nesta temporada

125 2

Acabou a zona de conforto do Fortaleza, na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado (14), diante da segunda derrota consecutiva da equipe cearense na competição, dessa vez para o Atlético Goianiense, em pleno Castelão. O único gol da partida ocorreu aos 20 minutos do primeiro tempo, após o volante Pedro Bambu aproveitar bola da direita, dentro da área. O time goiano jogou toda a segunda etapa com um atleta a menos, quando o meio-campista João Paulo foi expulso no final do primeiro tempo. O Leão volta a campo na sexta-feira (20), em Maceió, contra o CSA, quando deixará a liderança, em caso de mais uma derrota.

O anúncio do fim da zona de conforto foi anunciado pela própria torcida tricolor, diante das vaias ao final da partida.

Apesar da vitória, o Atlético Goianiense chutou somente duas vezes contra o gol do Fortaleza. Já o time cearense chegou seis vezes com perigo, mas não fez valer o maior número de ataques, a vantagem numérica em campo, além da maior posse de bola (75%).

O Fortaleza segue líder com 29 pontos, à frente do CSA (28), Vila Nova (26), Avaí (25) e pelo Atlético Goianiense (25).

(Foto: Reprodução)

Série B – Emergentes avançam e pressionam “zona de conforto” do Fortaleza

115 1

O que já chegou a confortáveis sete pontos de vantagem, com relação ao segundo colocado, agora a liderança do Fortaleza na Série B do Campeonato Brasileiro está com um ponto de vantagem à frente do CSA, após a vitória da equipe alagoana, sobre o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, na noite dessa sexta-feira (13), em Maceió, pela 15ª rodada.

Tão incômoda quanto a aproximação de CSA e Vila Nova (também venceu na rodada: 2 a 1 sobre o Paysandu, em pleno estádio Curuzu, em Belém), é a ameaça dos “emergentes” Avaí (retornou ao G4), Guarani de Campinas, Ponte Preta, Goiás e Atlético Goianiense, esse último adversário do Fortaleza, na tarde deste sábado (14), no Castelão, pelo complemento da rodada.

O Atlético, inclusive, possuía a melhor campanha entre os emergentes, nos cinco últimos jogos, até o início da rodada. No momento, pertencente ao Goiás, com quatro vitórias e um empate.

Em caso de vitória, o Fortaleza volta a abrir quatro pontos de vantagem, com relação ao CSA, além de nove pontos sobre o Guarani, a primeira equipe na boca do G4. Se perder, os 11 primeiros colocados na competição estarão na faixa dos 20 pontos (21 a 29).

(Foto: Reprodução)

Estudo mostra que 49% das jogadoras de futebol não recebem salários

Um estudo feito pelo sindicato internacional dos jogadores de futebol (FIFPro), divulgado nesta sexta-feira (13), aponta que 49% das mulheres na modalidade não recebem salários e que 87% encerrarão a carreira antes dos 25 anos.

O documento foi elaborado pela entidade, em parceria com a Universidade de Manchester, e contou com a participação de 3,3 mil jogadoras de elite, em 33 países.

Os dados apontam que 1% das jogadoras cobra salários iguais ou maiores que 6.489 euros (R$ 29.323,14); já 9% recebem entre este valor e 1.620 euros (R$ 7.320,62); entre este último montante e número e 485 euros (R$ 1.920,53), são 30% do universo. Já 60% têm remuneração que vai de zero aos 485 euros, de acordo com o relatório.

O documento ainda aponta que 66% das jogadoras que defendem seleções dos países pesquisados estão insatisfeitas com o pagamento de prêmios de competições. Das ouvidas, 42% admitem que não recebem o suficiente para cobrir despesas.

De acordo com o estudo da FIFPro, o futebol feminino teve aumento de popularidade nos últimos anos, apesar da alta porcentagem de jogadoras dispostas a abandonar a carreira, para seguir outra que permita maiores salários e reconhecimento.

(Agência Brasil com Agência EFE)

Luizianne Lins cumprimenta o “Ferrim” pela classificação

A deputada federal Luizianne Lins (PT) registrou, na Câmara, a classificação do seu Ferroviário para a Série C. Fez questão de levar seu Tutuba de estimação para o plenário.

Além de Luizianne, há outros políticos bem conhecidos e que não escondem a paixão pelo “Ferrim”. Como, por exemplo, o ex-governador Lúcio Alcântara.

(Foto  Facebook)

Cariús é maior que Neymar

Com o título “Cariús é maior que Neymar”, eis artigo do jornalista Henrique Araújo, do O POVO. Ele faz uma comparação, com boa técnica de ironia, entre o Ferroviário, agora na Série C, e o comportamento da Seleção Brasileira de Neymar. Confira:

A classificação do Ferroviário para a Série C e o protagonismo de Tutuba “Vida Loka” repõem a singularidade do Ceará (a unidade federativa) no cenário nacional. Após o revés da seleção de Tite na Copa do Mundo, incapaz de empatar um jogo contra a Bélgica e forçar uma disputa de pênaltis, o time cearense mostrou que pode atuar em condições totalmente adversas e sair vitorioso.

Num gramado mais acidentado que a avenida José Bastos, jogando fora de casa e atrás no placar, o Ferroviário deu banho de tática e controle emocional no escrete Canarinho. Sim, Edson Cariús é maior que Neymar. E Tububa já era pistola muito antes de virar modinha. O resultado não poderia ser outro: o Ferrão está na semi. O Brasil, não.

Sem coaching, tecnologias de ponta, patrocinadores milionários e fiando-se apenas nos poderes milagrosos do seu mascote transgressor, o clube da Barra conquistou o acesso à Terceirona num momento em que o Ceará faz uma campanha claudicante na Série A, atraindo holofotes negativos, e o arquirrival Fortaleza começa a passar maus bocados na B, desmistificando o mito Rogério Ceni.

Tradicional agremiação futebolística e salvaguarda da cultura da arquibancada, cabia ao Tubarão a dura missão de restaurar a ordem na capitania do Siará Grande, este pedaço de chão que foi sendo passado de mão em mão por séculos até chegar à dinastia de Sobral. Para evitar vexame maior, o time compreendeu o seu papel histórico na épica batalha contra o Campinense. E não deixou barato.

Numa terra em que túneis ficam submersos duas semanas depois de entregues pela Prefeitura e o mesmo equipamento esportivo (Centro de Formação Olímpica) é inaugurado 17 vezes pelo governo estadual, o acesso do Ferrão é um tapa na cara da sociedade. Gente como a gente, o time desafia bolões dos privilegiados da classe média e debocha da indiferença da geração Playstation, que sabe de cor a escalação de um Manchester City, mas ignora os feitos de um Janeudo ou de um Leanderson.

Sediado na Barra do Ceará, berço da nossa terrinha, e fundado como um braço esportivo de uma estatal, o clube consolida-se como a terceira via do futebol local. Modesto, presta-se ocasionalmente a alegrar os torcedores, papel às vezes ignorado pelos grandes times da Capital, que se converteram em plataformas políticas para os seus presidentes.

Mas não o Tubarão. De trajetória pendular, às vezes flertando com a autogestão, o Ferrão (apelido carinhoso) ou Ferrim (diminutivo ambíguo) combina uma curiosa característica: a vocação para a felicidade e a resistência. Essas duas qualidades se plasmam nos apaixonados seguidores do clube, que, após mais de duas décadas sem conquistas, testa a sua resiliência no dia a dia.

Ora, torcer Ferroviário nunca é apenas deleite, mas a prova cabal de que se está diante de um exercício de fé. Daí a explosão de alegria antes de ontem, logo após a cobrança de pênaltis. Num jogo encarniçado, o time decidiu o seu futuro na marca da cal, privilégio que o Brasil do folgado Willian e do brilhante Firmino não pode experimentar.

Agora, enquanto o mundo espera o domingo de decisão entre as ricas seleções europeias, o cearense vive mesmo é a expectativa da divulgação das datas para os jogos do Ferroviário. Mbappé e Hazard que me desculpem, mas quero ver é Cariús levando o Tubarão até a final.

*Henrique Araújo,

Jornalista do O POVO.

(Fotos – Divulgação e Gazeta Esportiva/AFP)

Morre o radialista Gledson Serafim

616 2

Morreu, nesta manhã de quarta-feira, vítima de complicações de um AVC o radialista Gledson Serafim (69).

Profissional dos mais respeitados na crônica esportiva cearense, Gledson trabalhou na Rádio Verdes Mares AM, onde foi coordenador de programação e plantonista de esportes. Pertencia aos quadros do Grupo de Comunicação O POVO, onde trabalhava na equipe do Timão do POVO, da Rádio O POVO/CBN.

O velório ocorrerá na Funerária São Matheus e o enterro ocorrerá às 10 horas desta quinta-feira, no Cemitério Parque Soil Poente, em Caucaia (RMF). A APCDEC adotou as providências nesse sentido, informa o presidente da entidade, Alano Maia.

(Foto – Facebook)

Real Madrid convidará meninos resgatados da Tailândia para jogo no Santiago Bernabéu

O Real Madri convidará os 12 meninos resgatados após mais de duas semanas presos em uma caverna da Tailândia para assistir a uma partida da equipe principal do clube no estádio Santiago Bernabéu. Segundo a Agência EFE, o clube madrilenho enviará o convite assim que o grupo de crianças do time dos Javalis Selvagens estiver plenamente recuperado para viajar à capital espanhola.

Com essa iniciativa, o Real Madrid pretende premiar a coragem dos meninos, cujo resgate foi concluído nessa terça-feira (10).
O clube espanhol entrou em contato com o embaixador da Espanha na Tailândia para agilizar os trâmites, assim que viu pela televisão a imagem na caverna de um dos rapazes vestidos com a camiseta do Real Madri.

Equipes de resgate retiraram ontem as últimas quatro crianças e o treinador que permaneciam presos em uma caverna do norte da Tailândia. Nos dois dias anteriores foram retirados mais oito meninos.

(Agência Brasil com EFE)

Ex-ídolos do Ferrão não se manifestam sobre acesso à Série C

Eles levaram o nome do Ferroviário Atlético Clube por todo o País. No entanto, na maior conquista coral nos últimos 20 anos, os ídolos do Ferrão não se manifestaram sobre o acesso da equipe cearense à Série C do Campeonato Brasileiro, nessa segunda-feira (9), após disputa de penalidades contra o Campinense.

Jardel, Jorge Veras, Iarley, Mirandinha, Mazinho Loiola, Celso Gavião, Mota e até o ex-atacante Paulo César não se manifestaram pelas redes sociais. Dos oito ex-ídolos, somente Paulo César se encontra fora do Brasil, quando reside em Guayaquil, no Equador, há mais de 30 anos.

Enquanto isso, o governador Camilo Santana e dois torcedores do Ferrão, a deputada federal Luizianne Lins e o ex-reitor Jesualdo Farias parabenizaram a conquista do clube.

Ferrão garante acesso à Série C na decisão por pênaltis

O Ferroviário garantiu acesso à Série C do Campeonato Brasileiro do próximo ano, ao vencer o Campinense, na noite desta segunda-feira (9), em Campina Grande/PB, nas cobranças de pênaltis. No tempo normal, a equipe paraibana venceu por 1 a 0, mas o Ferrão havia vencido a primeira partida, no Castelão, por 3 a 2.

Na disputa dos pênaltis, o Ferroviário foi eficiente, ao converter as cinco cobranças, enquanto o Campinense desperdiçou a quarta penalidade. Edson Cariús, artilheiro da Série D, converteu a última cobrança.

O Ferrão ainda segue na disputa pelo título da competição, ao lado do Treze/PB, Imperatriz/MA e São José/SP.

(Foto: Reprodução)

Evaristo Nogueira – Ceará e Fortaleza se igualam na necessidade de contratações

O comentarista e narrador esportivo Evaristo Nogueira, um dos passageiros do Trem Bala, do Alan Neto, na Rádio O POVO – AM 1010, e da TV Ceará, anda preocupado com os times do Ceará, lanterna na Série A, e com o Fortaleza, líder na Série B, que, no entanto, está sem muitos dos seus craques.

Os campeonatos estão se afunilando e, na avaliação de Vavá Maravilha, é preciso que essas equipes contratem reforços com urgência.

CBF quer permanência de Tite no comando da seleção

A tentativa do hexa foi adiada para 2022 após a derrota do Brasil nas quartas de final da Copa da Rússia para a Bélgica, por 2 a 1. A avaliação da cúpula da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entretanto, é de que o time caiu de pé. Os dirigentes consideram que o trabalho foi bom e justamente em função de tal cenário o técnico Tite se despediu da competição sob expectativa de permanência, sem avaliação de “terra arrasada’. E o objetivo não é de hoje. Formalmente a CBF fez um convite ao treinador gaúcho antes mesmo da seleção viajar para a Rússia. Eleito para comandar a CBF em 2019, Rogério Caboclo chegou a se reunir com Tite para dizer que, independente dos resultados da Copa 2018, seu contrato seria renovado.

Na coletiva pós-eliminação, o técnico afirmou ser inapropriado falar sobre o futuro. “Não falo absolutamente nada a respeito. É um momento de emoção”, avisou. No comando do Brasil desde agosto de 2016, o treinador assumiu quando o time vivia grave crise técnica e tática na disputa das Eliminatórias. Com ele, foram 26 jogos, 20 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas, incluindo a única em jogos oficiais justamente contra a Bélgica.

Antes de voltar ao Brasil, Edu Gaspar, o coordenador de seleções da CBF, também foi questionado sobre a continuidade da comissão na seleção brasileira. Sua resposta foi evasiva, mas garantiu que uma decisão será tomada na próxima semana. “O passo que temos que dar agora é de estarmos juntos, um ajudar o outro, para que possamos tomar as melhores decisões possíveis”. Tudo caminha para uma questão de formalidade, bastando que ambos aceitem começar um novo ciclo visando a Copa do Catar, que será disputada em dezembro de 2022.

(O POVO – Repórter Daniel Herculano/Foto – Fifa)

Leão volta a perder e vê aproximação do Atlético/GO, Ponte Preta e Goiás

Com a segunda pior campanha entre os 11 primeiros colocados, nas últimas cinco rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza vê a aproximação do Atlético Goianiense (7º), da Ponte Preta (8º) e do Goiás (10º), que possuem as melhores campanhas na fase.

Nesse domingo (8), em Campinas, o Leão foi derrotado pela Ponte Preta, por 2 a 0, com direito à trapalhada entre o zagueiro Roger Carvalho e o goleiro Marcelo Boeck. Aos nove minutos do primeiro tempo, o zagueiro não percebeu Boeck fora do gol e recuou a bola de cabeça. A Ponte ampliou 30 minutos depois, com André Luís, em mais uma falha da zaga.

Apesar da derrota, o Fortaleza segue líder na competição, com 29 pontos, quatro a mais que o vice-líder CSA e sete pontos à frente que o Avaí, a primeira equipe na boca do G4.

O time cearense volta a campo no sábado (14), diante do Atlético/GO, no Castelão.

(Foto: Reprodução)

Papa consola brasileiros pela eliminação e diz: “Será da próxima vez”

237 1

O papa Francisco aproveitou neste domingo (8) a saudação do Angelus para consolar os brasileiros que estavam na Praça de São Pedro, no Vaticano, por causa da eliminação do Brasil na Copa da Rússia.

“Vejo bandeiras brasileiras… saúdo os brasileiros e coragem! Será da próxima vez! Desejo a todos um bom domingo. Por favor, não se esqueçam de rezar por mim. Bom almoço e até logo.”

O papa Francisco já admitiu ser fã de futebol e torce para o San Lorenzo de Almagro, time de Buenos Aires (Argentina).

Na sexta-feira (6), o Brasil foi derrotado pela Bélgica por 2 a 1. Os jogadores brasileiros foram os últimos latino-americanos a deixar a Rússia.

(Agência Brasil)

Fortaleza enfrenta a Ponte Preta buscando manter a liderança na Série B

O turno da Série B do Brasileiro está na reta final. Mais seis partidas e os jogos da volta se iniciam. Para o Fortaleza, líder da competição, a sequência é bem complicada. Daqui até o returno o Leão tem pela frente cinco adversários da parte de cima da tabela. O primeiro deles é a Ponte Preta.

A Macaca faz uma campanha irregular na segundona e ocupa a nona posição, com 18 pontos, onze a menos que o Tricolor, mas para o jogo deste domingo (8), no estádio Moisés Lucarelli, às 18 horas, tem uma carta na manga: a presença do torcedor.

Em treze rodadas a Ponte fez seis jogos em casa, todos com portões fechados, devido punição pela confusão que os torcedores causaram quando o time foi rebaixado para a Série B no ano passado. A ansiedade por reencontrar a torcida é tão grande que há quase duas semanas o time faz campanhas nas redes sociais para lotar o estádio e disponibilizou ingressos a R$ 10.

Por pouco, no entanto, o campo não ficaria “neutro” novamente. Nova punição da justiça desportiva no meio de semana fechou os portões do Moisés Lucarelli por mais duas partidas, mas o jurídico da Macaca agiu rápido e conseguiu empurrar o cumprimento da pena para frente.

O Leão sabe, portanto, que pressão não vai faltar no jogo de hoje. Acontece que a confiança do time foi restabelecida depois da vitória contra o Paysandu em pleno Mangueirão e cheio de desfalques. Rogério deve até manter a mesma formação, com uma linha de três zagueiros na defesa. Diego Jussani volta de suspensão e deve assumir a vaga de Adalberto.

Quem também retorna ao time titular é Jean Patrick. A dúvida é quem Ceni vai sacar do meio campo, se Derley ou Felipe. Nenhum dos reforços anunciados no meio de semana tem condições de jogo – Bonilha só será regularizado a partir do dia 16 de julho e Getterson nem chegou ao Pici ainda.

A provável Fortaleza para o jogo é Marcelo Boeck, Diego Jussani, Roger Carvalho, Ligger; Pablo, Derley, Jean Patrick (Felipe), Bruno Melo; Marlon, Wilson e Dodô.

Treinada por João Brigatti, a Ponte Preta também tem um retorno. O lateral direito Orinho cumpiu suspensão contra o CSA e deve retomar titularidade. Com isso o time deve ir a campo com Ivan, Igor, Léo Santos, Renan Fonseca e Ruan (Orinho); Nathan, João Vitor e Tiago Real; Danilo Barcelos, André Luis e Júnior Santos.

(POVO Online – Repórter Breno Rebouças/Foto – Divulgação)

Série B – CSA volta a vencer, após cinco jogos, e reassume vice-liderança

O CSA reassumiu a vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, na noite dessa quinta-feira (5), no estádio Bento Freitas, no interior gaúcho, ao derrotar o Brasil de Pelotas, por 2 a 0, gols de Daniel Costa e Rafinha, ambos no primeiro tempo.

A equipe alagoana agora soma 25 pontos, quatro a menos que o Fortaleza, que joga no domingo (8), em Campinas, contra a Ponte Preta.

Nos outros jogos dessa quinta-feira, pela 14ª rodada: Oeste 0x1 Guarani de Campinas; Vila Nova 1×1 Londrina e Criciúma 1×1 Figueirense. A rodada teve início na quarta-feira (4) com Coritiba 2×0 Paysandu; CRB 1×0 São Bento; Avaí 0x1 Goiás e Atlético/GO 2×0 Boa Esporte.

(Foto: Reprodução)

Fortaleza está com 39% acima do rendimento para acesso à Série A, diz UFMG

O Fortaleza possui 25 jogos para somar 39 pontos e garantir presença na Série A do Brasileirão do próximo ano. É o que aponta o levantamento do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que assegura o acesso de qualquer equipe à elite do futebol brasileiro com 68 pontos.

Com 29 pontos conquistados em 13 rodadas, sete à frente do segundo colocado, o Fortaleza é a única equipe que atingiu o rendimento parcial necessário para seguir em busca do acesso. Melhor, o Leão está com 39% acima do rendimento. Já os demais clubes sequer atingiram a soma de 23 pontos. Os mais próximos são Avaí, CSA e Vila Nova, todos com 22 pontos, 4,3% abaixo do rendimento.

A equipe comandada pelo treinador Rogério Ceni volta a campo no domingo (8), a partir das 18 horas, em Campinas, contra a Ponte Preta, que possui a melhor campanha das últimas cinco rodadas, ao lado do Goiás.

(Foto: Arquivo)