Blog do Eliomar

Categorias para Gastronomia

XIII Festival Brasil Sabor movimenta restaurantes do Ceará

O XIII Festival Brasil Sabor, uma promoção da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), movimenta a gastronomia do Ceará até o dai 3 de junho. O lançamento do evento, o maior do gênero gastronômico do mundo (registrado no Guiness Book), acontece nesta sexta-feira, às 19 horas, no Mercado dos Pinhões, em Fortaleza. Na ocasião, os restaurantes participantes e chefes de cozinha da Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC) irão expor e comercializar pratos inscritos, com um valor promocional de R$ 10,00.

Com o tema “Original do Brasil”, da Abrasel vai ocorrer também nos municípios de Aquiraz, Aracati, Trairi e na Região do Cariri. Nestas cidades, os clientes poderão degustar pratos em 47 restaurantes com preços que variam entre R$ 10 e R$ 59. Na Capital, os ingredientes escolhidos são carne de sol e atum, que estarão presentes nas receitas do Medit Bistrô (Atum tataki); Carneiro do Ordones (Carne de sol Ordones); Artesanal Restaurante (Risoto cangaceiro); Bistrô das Saladas (Risoto Ondas do Mar); Divina Comida (Strogonoff de carne de sol); Cantinho do Frango (Carne do Sol do Cantinho), dentre outros.

Em Fortasleza, o Festival Brasil Sabor conta com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo, Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria de Pesca, Agricultura e Aquicultura do Estado, Instituto Centro Tecnológico do Ceará (Centec) e da Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC), além de patrocínio nacional da Ambev.

Premiação

A premiação dos melhores pratos ocorre no dia 6 de junho, no Mercado dos Pinhões. Os restaurantes participantes serão visitados e avaliados por comissão julgadora, composta por associados inscritos no festival, membros da diretoria da Abrasel, jornalistas e chefs da ACC. Ao todo, serão mais de R$ 4 mil reais em prêmios divididos para os três primeiros colocados.

Programação do Festival Brasil Sabor

19h30 – Cerimônia de abertura

Apresentação das Bandas: O Verbo e Batuque da Gente

Participação dos chefs: Barão, Marie Anne, Nice, Rosi, Dedé, Ana Clévia, Irene Semente, Lúcia Soltero, Charton Nogueira, Luciano Ferreira, Ana Katarina, Anax Freitas, Soraia, Sandra, Carlos Henrique, Mauricio Campos, Fabiana; e chefs do Willi Gastrô, Budega dos Pinhões, Budega do Raul.

Confira a lista de restaurantes participantes:

Fortaleza

Bar Teresa & Jorge; Bistrô das Saladas; Boozer’s Pub; Brasil Tropical Restaurante; Cantinho do Frango; Carneiro do Ordones Original; Casa do Carneiro O Diniz; Cervejaria Turatti; Crocobeach; Dez17 Lounge Bar; Divina Comida – Desembargador Leite Albuquerque; Divina Comida – Torres Câmara; Etho’s Pastelaria Pizzaria; Floresta Bar; Floresta Brasil; Jardins Lounge Bar; Medit Bistrô; Órbita Blue; Pirata Bar; Primo Piato; Terra Mia Restaurante Pizzaria; Tutto Mercato.

Aquiraz

Artesanal Restaurante e Moenda Restô (Engenhoca Parque).

Aracati

Bar Caverna, Barraca & Restaurante Antônio Coco, Cantinho da Sardenha, Dunas Burguers, La Trattoria, Restaurante Mangueiral e Rica Panccita.

Trairi

Atlântico Food

Barbalha

Barbalha Vip

Crato

Toca do Lampião, Ponto do Cupim, Pau D’Arco Pizzaria e Churrascaria, Tabuleiro da Carne, Restaurante Só Baião, Monarca Lounge Bar.

Juazeiro do Norte

Camarão & Cia, Cupim na Brasa Cariri, Dom Botteco, Pasto & Pizzas, Monalisa Restaurante, Seu Gringo, Rock Dog e Taberna da Carne.

SERVIÇO

*Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas, s/n – Centro).

Em clima de Copa da Rússia, restaurante lança o petisco “Vai, Brasil!”

301 1

Tricampeão do tradicional Festival Comida di Boteco, o restaurante Tronco do Gaúcho está lançando uma novidade gastronômica de olho na Copa da Rússia.

É o prato “Vai, Brasil!”, que oferece para a clientela cinco coxinhas (3 de carne de sol e duas de frango com calabresa) ao preço de R$ 22,99.

Quem manda a divulgação para o Blog é o querido ex-jogador Solimar. Ele convoca a torcida para saborear o petisco, a partir das 18 horas desta sexta-feira.

DETALHE – O cliente ganha o direito de escalar seus cinco jogadores preferidos. Há bandeirinhas com foto dos craques à vontade.

(Foto – Divulgação)

Uece inscreve para curso de Gestão de Negócios Gastronômicos

A Universidade Estadual do Ceará abriu inscrições para a Especialização em Gestão de Negócios Gastronômicos, uma iniciativa proposta e desenvolvida pelo Observatório Cearense da Cultura Alimentar (Occa), que é vinculado à Instituição. O objetivo do curso é formar profissionais para gerenciar e operacionalizar, de forma rentável e segura, as atividades administrativas e financeiras do setor de alimentos e bebidas, bem como desenvolver nos profissionais competências para gerir os mais diversos aspectos dos negócios gastronômicos.

A carga horária do conteúdo teórico é de 375 horas aula, sendo mais 90 horas aula para desenvolvimento de monografia. A grade de professores inclui profissionais Doutores, Mestres e Especialistas com vasta experiência no mercado de trabalho e na pesquisa acadêmica sobre Gastronomia e Cultura Alimentar.

SERVIÇO

*Coordenação do Núcleo Latu Sensu – (85) 3292.1294 e 3225.8729.

Mercado São Sebastião é opção para repor energia neste Carnaval

Buchada, caldo de carne, cuscuz, panelada, baião de dois, sarrabulho, além de sucos revigorantes. Conhecido pela culinária regional, o mercado São Sebastião, no Centro, é bastante procurado pelos foliões para a reposição de energia.

É o que destaca o vereador de Fortaleza, Acrísio Sena, professor e carnavalesco, que nesta terça-feira (13) aproveitou a gastronomia do São Sebastião neste último dia de Carnaval em Fortaleza.

(Foto: Divulgação)

Diego Lozano, um dos maiores confeiteiros do mundo, fará workshop em Fortaleza

O chef paulistano Diego Lozano realizará, pela primeira vez em Fortaleza, o workshop “Tendências da confeitaria moderna”. Será no dia 9 de dezembro, das 8 às 18 horas, no Hotel Oasis Imperial. Lozano ensinará técnicas que o consagraram como um dos maiores nomes da confeitaria no País, além de contar sua trajetória.

Segundo o chef, o workshop tem como objetivo levar a Escola de Confeitaria (sediada em São Paulo) de uma maneira mais acessível para outras pessoas do Brasil. Ele apresentará um panorama do que está acontecendo no mundo da confeitaria e falará sobre a influência das redes sociais. Demonstrará ainda técnicas que estão entre as principais tendências do momento em receitas de doces com características regionais.

Programação

8h às 8h15 – Abertura
8h15 às 9h – Apresentação do Chef Diego Lozano
9h às 10h – Influência das redes sociais na confeitaria moderna
10h às 10h15 – Intervalo
10h15 às 12h – Início das demonstrações de técnica em confeitaria
12h às 13h – Intervalo para almoço
13h às 14h15 – Continuação das técnicas em confeitaria
14h15 às 14h30 – Intervalo
14h30 às 16h – Montagem do buffet e sorteio de kits
16h às 17h – Sessão de fotos com Diego Lozano
DETALHE – Os participantes do workshop receberão uma apostila e um certificado ao final. Haverá ainda sorteio de brindes e kits especiais.

SERVIÇO

*Hotel Oasis Imperial  – Avenida Beira-Mar, 2500, Fortaleza.

*Ingressos: R$ 400, no site http://escolaitinerante.com.br ou na Sablé Diamant.

*WhatsApp para mais informações (11) 9-7953-7862.

(Foto – Divulgação)

Uma pitada sobre gastronomia popular

Com o título “queijos e vinhos”, eis artigo de José Borzacchiello, geógrafo e professor emérito da UFC, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Hora de abordar assuntos da gastronomia, porque a fatos da vida real que estão difíceis de digerir. Confira:

Luto para não desanimar, mas está difícil. Noticiário de tevê, nem pensar. Insistindo na busca da sobrevivência, fujo quando percebo entre amigos e parentes mais próximos os sintomas de depressão coletiva.

Enquanto a coisa aqui tá preta, como diz Chico Buarque, que tal falar de temas amenos, comidinhas, festivais gastronômicos, masterchef ou de varandas gourmet esfumaçadas com forte cheiro de churrasco.

Uns podem falar de queijos e vinhos, acepipes, molhos, ervas e temperos sofisticados, outros experimentam as delícias do mundo e têm alto poder de compra. O povo mesmo fica na farinha ou no baião de dois. Seria interessante discutir num seminário a gastronomia e a justiça social.

Nesses tempos de redução do Bolsa Família e de gente grande com olho na cesta básica dos pequenos, fica difícil falar de experimentos nas apertadas cozinhas da periferia ou do gosto da gastronomia popular. O baião de dois de qualquer tipo faz sucesso. Gosto dele solto ou ligado com coentro e cebolinha bem picados. Como dizer não a uma farofa de cuscuz regada com um molho de vinagrete.

Aliás, na cozinha popular, o molho vinagrete tem o papel de valete – tempera e complementa tudo. Vai bem com churrasquinho vendido nas esquinas. As grelhas fumegantes exalam aquele cheiro de carne assada, chamada de torrada nos meios populares. Esse molho e um pouco de farinha é sucesso garantido. Na gastronomia do pobre não falta salsicha. Essa proteína possível invade as cozinhas populares. Picadinhas, inteiras, em pedaços maiores, elas recebem todo tipo de tempero e fazem a alegria das crianças. A carne moída rende e rende muito. A sabedoria popular faz milagres com poucas porções. Com molho de tomate industrializado, um pouco de colorau e engrossada com algumas colheradas de farinha de trigo, esse molho cobre macarrão, macaxeira cozida, arroz e outras coisas.

Tenho que admitir as diferenças entre as cozinhas gourmet e a criatividade popular. A carcaça do frango que seria atirada no lixo na casa grande, digo nas casas dos patrões, melhoram o sabor do caldo de caridade. Ossos do frango misturados com ovo estrelado dão mais consistência ao caldinho dos pobres. Nos supermercados da periferia compram-se ossos, mocotós e outras partes não valorizadas dos animais abatidos. A rapadura já não faz tanto sucesso. Os mais antigos gostam da preta, do Cariri. Outros preferem o canjirão ou as com doces de jerimum ou de mamão, castanhas de caju, entre outros. No lado refinado da cidade, o maridão gourmet passeia pelas gôndolas e conservadoras luxuosas das delicatessen com produtos especiais, caros e sofisticados. Profusão de queijos – camembert, reblochon, roquefort, emmental, brie – uma festa regada a bom vinho. São momentos difíceis que o país atravessa. O pior de tudo é que, até para se falar de comida, não dá para não se discutir desigualdade social e falta ou fragilidade das políticas públicas de inclusão. Enquanto a tempestade não passa, busco abrigo nas coisas boas que o povo sabe fazer.

José Borzacchiello da Silva

email@opovo.com.br
Geógrafo e professor emérito da UFC

Tudo pronto para o XVII Festival do Escargot & Frutos do Mar

Prefeito Cláudio Pinho (PDT) abre o evento.

Tudo pronto para o XVII Festival do Escargot & Frutos do Mar, que será abeto nesta noite de sexta-feira e se estenderá até domingo, na Praia da Taíba, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza). A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo estima 30 mil pessoas durante os dois dias do evento.

Além da variedade da gastronomia, cantores e atrações de renome nacional como Biquíni Cavadão, Alceu Valença e Marcos Lessa. As bandas Selvagens à Procura de Lei, Dona Leda, Nonsense, Reite e Quarto 9 também marcarão presença no festival.

Nesta edição, destaque para a Ilha gastronômica que contará com oficinas com importantes chefs de cozinha, concurso de pratos preparados à base de frutos do mar, além de feira de artesanato local. A programação esportiva, realizada pela Federação Cearense de Surf, contará com a etapa do Circuito Cearense, Nordestino e Brasileiro de Surf, mas também com categorias amadoras, voltadas para os atletas locais.

“O festival do escargot já faz parte do calendário cultural de São Gonçalo do Amarante. É um evento importante para mostrarmos além do potencial turístico da nossa região e as delícias da nossa culinária” diz o prefeito Cláudio Pinho (PDT).

Programação

Palco Principal
Sexta-feira (08)
21:30h – DonaLeda
23:00h – Alceu Valença
00:30h – Marcos Lessa
02:00h – Banda Quarto 9
Sábado (09)
21:30h – Tributo: Belchior está aqui
22:15h – Banda Reite
00:00h – Biquíni Cavadão
02:00h – Banda Muita Vibe Surf Brothers
Domingo (10)
Circuito Cearense, Nordestino e Brasileiro de Surf

Pôr do Sol
Sexta-feira (08)
16:30h – Fauzi e banda The Soul Vibe
18:00h – Daniel Lopes e banda Nonsense
19:00h – Jhonny Silva e banda Indiana Buena
Sábado (09)
17h – Selvagens à Procura de Lei
18:30h – Banda Zé Manduca

Fortaleza ganha um restaurante de massas artesanais

Fortaleza acaba de ganhar uma osteria. Trata-se da primeira do gênero na cidade, inaugurando, segundo seus proprietários, o conceito de gastronomia artesanal. As massas e os molhos frescos e artesanais são feitos diariamente para lembrar a comida da “nona”.

A Prato Osteria e Café apresenta uma variedade de pratos, que servem do almoço ao jantar, passando pelo café da tarde, com crepiocas e saladas. Tudo feito na hora e sem molhos artificiais.

Para os apreciadores de vinho, a carta da casa possui opções que harmonizam perfeitamente com os pratos, garantem proprietários.

SERVIÇO

Local – Rua Maria Tomásia, 1300 – Aldeota
Instagram: @Pratoosteriaecafe
Mais Informações – (85) 981844025.

(Foto – Divulgação)

Polo de Gastronomia do Dragão do Mar vira prato indigesto

Com o título “Crônica de uma morte anunciada”, eis artigo de Rodolphe Trindade, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), no Ceará. Ele aborda a crise no polo de gastronomia no entorno do Centro Dragão do Mar. Confira:

O Polo de Gastronomia do Dragão do Mar representa a maior área de entretenimento do Norte/Nordeste e, talvez, uma das maiores do Brasil. Com certeza é a mais eclética da Cidade. Mas agora já não sei se estamos neste ranking. Será que o Dragão terá o futuro da Praia de Iracema?

No sábado, 19, participei do último samba do Buoni Amici’s Sport Bar, casa chefiada pelo amigo e diretor da Abrasel-CE Célio Paiva. Foram 17 anos funcionando, gerando 60 empregos e muita alegria. Seu fechamento é resultado da dificuldade que muitos outros donos de estabelecimentos da região estão sofrendo. Fato que não é de hoje, mas, sim, anunciado desde quando nós, da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará, em parceria com o Sebrae, criamos o polo de gastronomia e entretenimento do Dragão do Mar, em 2015.

Na época, após diagnóstico da região, já anunciávamos que a problemática do Dragão era a mesma vivida pela Praia de Iracema nos anos 2000. E alertamos o poder público estadual e municipal. Infelizmente, as soluções tomadas pelo Estado foram ineficientes para o nosso setor e faltou força ao Município para resolver o problema, mesmo após várias reuniões com os gestores responsáveis.

Estabelecimentos sendo fiscalizados e multados, inúmeros ambulantes em suas portas, situação que chega a ser desrespeitosa com quem paga seus impostos. Ou libera-se de vez a informalidade ou seguem-se as regras. Se liberarmos a atividade dos ambulantes sem as exigências impostas aos formais, então não podemos impor os trâmites legais aos comércios legalizados, que geram impostos e empregos.

Portanto, acredito na coerência da atual gestão da Prefeitura de Fortaleza em resolver o mais rápido possível a questão da informalidade, não só nesta área, mas em tantas outras. A Abrasel estará sempre pronta e aberta a trabalhar para que a legalidade e o bom funcionamento do setor de alimentação fora do lar sejam respeitados.

*Rodolphe Trindade

rodolphe@pirata.com.br

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel-CE).

Formação acadêmica em Gastronomia será tema de debate

Quais são os novos desafios e oportunidades para docentes e alunos dentro da formação acadêmica em Gastronomia, diante do que o mercado de trabalho espera e necessita? Eis o mote do debate que o Observatório Cearense da Cultura Alimentar (Occa) promoverá quinta-feira, das 9 às 11h30min, no Espaço de Cultura & Arte do O POVO.

O Ciclo de Debates Formação em Gastronomia, que conta também com apoio da Associação Cearense dos Chefes de Cozinha (ACC), tem o objetivo de discutir demandas, dificuldades e objetivos dos cursos de Gastronomia frente às mudanças do mercado.

O primeiro de três encontros sobre o assunto já ocorreu na última quinta-feira, reunindo coordenadores dos cursos de gastronomia da Fateci e Unichristus, Thalma Escócia e Samira Lodi, além do chef de cozinha Luciano Ferreira, presidente da ACC. Este próximo evento será com representantes dos cursos de gastronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Instituto Federal do Ceará (IFCE).

O debate é aberto a estudantes de gastronomia e áreas afins, assim como ao público em geral, e não requer inscrição prévia.

Fortaleza ganhará o Mercado Cultural dos Pinhões

O Mercado Cultural dos Pinhões, anexo do atual Mercado dos Pinhões, será inaugurado às 18 horas desta quarta-feira. Na ocasião, será realizado o Festival de Comida de Boteco, no qual renomados chefs de cozinhas apresentarão seus petiscos da culinária nordestina. O evento, segundo a assessoria de imprensa do Paço Municipal, será realizado pelas Secretarias da Cultura e Regional Centro, em parceria com Associação dos Chefs de Cozinha do Ceará, responsável pelo Festival de Comida de Boteco.

Entre os chefs que marcarão presença, estão Giorgio Guastella, Fabiana Rosa, Luciano Ferreira, Luhen, Ana Kataria, Francisco Vieira, Cláudia Pinheiro, Barão, Lucia, Carlos Henrique, Demão, Charton, Irene, Raul, Marie Anne, Rozi, Nice, além da Flair Eventos, ACC (Bar Itaipava) e Cervejas Artesanais.

O projeto do novo equipamento visa transformá-lo, junto ao Mercado dos Pinhões, no Polo Cultural e Gastronômico de Fortaleza, em um ponto de referência da comida cearense, com festivais gastronômicos temáticos junto à programação cultural regular. A programação contará com shows musicais, feiras de artes e de gastronomia voltados para todos públicos das mais variadas faixas etárias.

(Foto – Divulgação)

Gastronomia – Um patrimônio que contribui para o crescimento econômico

Com o título “A força da gastronomia”, eis artigo do superintendente estadual do Sebrae, Joaquim Cartaxo. “Esse patrimônio também contribui para o crescimento econômico e desenvolvimento socioambiental”, defende Cartaxo. Confira:

O patrimônio gastronômico configura-se como um dos elementos determinantes à afirmação identitária de um território, pois a partir dele é possível escrever a história e a miscelânea das diferentes culturas existentes no lugar. Em torno da culinária, reúnem-se utensílios, música, festas, indumentárias, vocabulário e demais elementos que compõe a vivência cotidiana da comunidade.

Esse patrimônio também contribui para o crescimento econômico e desenvolvimento socioambiental, pois possui capacidade de fazer surgir diversos tipos de negócios direta e indiretamente relacionados à gastronomia, gerando emprego e renda.

Ressalte-se o valor inestimável desse patrimônio para o turismo. Vários lugares no mundo têm sua gastronomia como principal atrativo turístico. Um exemplo é o Peru, que atrai cada vez mais turistas interessados em sua gastronomia. Não é à toa que no ano passado o país ganhou o World Travel Awards, o Oscar do turismo, na categoria Melhor Destino Gastronômico do Mundo.

A Secretaria do Turismo do Ceará informa que a alimentação está entre os principais gastos dos turistas que visitam o Estado, superando até mesmo as despesas com hospedagem. De 2010 a 2015, os gastos dos turistas com alimentação injetaram na economia estadual cerca de R$ 6,7 bilhões.

Por isso, é fundamental para um destino turístico valorizar o seu patrimônio gastronômico. Este processo passa pelo conhecimento e valorização dos seus principais insumos e das receitas tradicionais, que são a base para o desenvolvimento desta gastronomia; pelo reconhecimento das ideias e trabalho dos profissionais que atuam nesse segmento, em especial os chefes de cozinha, pois são eles, dominando técnicas e conhecimentos, que colaboram para difundir a identidade do lugar em forma de saberes e sabores. E passa ainda pela qualificação dos estabelecimentos de alimentação, desde a manipulação adequada dos alimentos até o atendimento.

*Joaquim Cartaxo 

cartaxojoaquim@bol.com.br

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae/Ceará.

Ivonilo Praciano comemora 15 anos da coluna “Muito Prazer”

Há 15 anos, o jornalista Ivonilo Praciano relata suas passagens e experiências em um vasto mundo de sabores e possibilidades gastronômicas. E todas as suas impressões podem ser conferidas na coluna Muito Prazer, atualmente publicada às sextas-feiras no caderno Buchicho Comes & Bebes, do O POVO. Nesse tempo, o jornalista conta que acompanhou muitas casas nascendo, outras fechando e o mercado se renovando o tempo inteiro.

“Comecei em um mercado onde não tínhamos condição de fazer uma coluna semanal. Eu peguei um mercado com grandes talentos, mas que era pequeno. Vi essa mudança grande e a coluna tem muito a ver com isso”, relembra.

Para celebrar a data, o colunista comanda uma festa hoje, no La Frontera Tex Mex Grill. O cardápio da casa, assinado pelo chef Vinícius Leite, o Vinny, será servido em finger food (pequenas porções). Na ocasião, serão apresentadas em primeira mão as novidades gastronômicas do restaurante, comandado por Raniere Almeida e Aparecida de Oliveira. O evento será exclusivo para cerca de 300 convidados, que serão recebidos na porta pelo anfitrião, ao lado da Virgem de Guadalupe, painel criado por Denise Pontes para o restaurante.

“Depois eu vou servir minha tradicional arraia afrodisíaca”, emenda Ivonilo sobre a iguaria, elaborada por ele há cerca de 20 anos e regada a temperos variados. Cerveja, vinho e um frozen especial de marguerita também poderão ser degustados na ocasião.

A celebração já é tradicional e sempre marcada pelo clima alegre e de confraternização entre quem “faz o mercado e as pessoas que frequentam os restaurantes”, comenta. “É sempre um ritmo muito bom, uma mescla de pessoas”. Para animar a noite, haverá ainda a apresentação de mariachis (música mexicana).

“Falar do Ivonilo é muito fácil porque ele tem um dos ingredientes mais importantes, que é a entrega em tudo que faz. Ele é um mágico, um mago, sempre muito firme e que tem contribuído de forma marcante para alavancar a gastronomia no nosso Estado”, enfatiza o chef Fernando Barroso, que acompanha a trajetória de Ivonilo de outros carnavais. “Eu o conheço há um bom tempo, desde o trabalho dele com o teatro, vi todo esse desenvolvimento dele em relação ao maracatu”, complementou o chef.

Para Anna Paula Rezende, chef paraense criada no Rio de Janeiro e há 15 anos residindo em solo cearense, Ivonilo Praciano traduz-se num ícone da gastronomia cearense. “Ele foi um dos primeiros que acreditou em mim quando cheguei aqui com meus doces. Tenho uma gratidão eterna com ele, sem falar que ele é uma figura emblemática”, celebra.

Mesmo conhecido no ambiente gastronômico há tanto tempo, Ivonilo é categórico ao afirmar que “ainda está aprendendo”. “Tenho 15 anos de coluna, mas são 35 anos de jornal. Eu nunca sinto os anos passarem, mas é muito bacana ter percorrido essa história”. (colaborou Teresa monteiro)

SERVIÇO

*Evento fechado e exclusivo para convidados.

Vem aí o I Festival de Pequi de Fortaleza

Típico do cerrado brasileiro e da região da Chapada do Araripe no Ceará, o pequi (cuja nomenclatura vem do Tupi e significa “pele espinhenta”) vem se destacando na culinária nacional e regional há alguns anos. De todos os frutos nativos do cerrado brasileiro, o pequi é o mais consumido e comercializado, e também o melhor estudado nos aspectos nutricional, ecológico e econômico.

Por conta disso, vem aí o I Festival do Pequi de Fortaleza, que acontecerá nesta quarta-feira (28), a partir das 18 horas, no Le Park Bistrô e Cevicheria. O chef Frederico Jayme é o responsável pelo estabelecimento e pelas comidas deliciosas à base de pequi, que serão servidas no festival.

“Teremos pratos regionais cearenses, goianos, da minha terra natal, e contemporâneos, todos a lá carte com pequi. Para os apaixonados por pequi como eu será uma noite dos sonhos. Os pequis estão vindo diretamente de Goiás, onde se cultivam os mais aromáticos e polpudos do Brasil. Quem conhece sabe do que estou falando”, destaca o chef Frederico Jayme.

DETALHE – As reservas para o evento já estão à venda no Le Park Bistrô no valor de R$ 65,00. O festival terá um Menu especial com direito a couvert, opções de entradas, pratos principais e sobremesas preparados no cardápio à base de pequi com opção de harmonização de vinhos. Os ingressos serão limitados.

SERVIÇO

*Le Park Bistrô e Cervicheria – Complexo Imprensa Food Square – Avenida Desembargador Moreira, 2355 – Dionísio Torres.
Instagram: @leparkbistro

Fortaleza será sede do II Congresso Internacional sobre Gastronomia e Ciência de Alimentos

Será aberto às 14 horas desta quarta-feira, no Hotel Oásis Atlântico, o II Congresso Internacional sobre Gastronomia e Ciência de Alimentos. O encontro, que se estenderá até sexta-feiras, quer mostrar que a gastronomia vai muito além de receitas e inclui ciência e muita pesquisa sobre os alimentos que são consumidos diariamente.

Um dos destaques da programação será a apresentação do Projeto BFN, do Ministério do Meio Ambiente, que conserva a biodiversidade para a nutrição e alimentação. A pesquisa prevê a criação de uma banco de dados com frutas nativas que estão em desuso no Ceará como murici, pitanga, cajá, cajuí, jenipapo e pequi. A ordem é estimular o consumo em diversos receitas e não somente em forma de suco, que é o mais comum.

Esse projeto visa contribuir também para melhorar a segurança alimentar e a nutrição humana em diversos programas.

SERVIÇO

As inscrições podem ser feitas pelo link  http://www.cgca2016.com.br/. Podem participar profissionais de áreas abrangendo os setores de gastronomia, nutrição, economia doméstica, química, agricultura, engenharia de alimentos, engenharia de pesca, sociologia, história, turismo, agronomia e medicina veterinária.

Festival Viva Capoeira Viva terá palestra sobre cozinha ancestral africana

Chef-Clovis-Lima-Qualidade-Internet-18-400x400

O Chef Clóvis Lima, que é o “Embaixador da Gastronomia do Ceará”, dará palestra no próximo dia 20, às 19 horas, sobre “Cozinha Ancestral Africana, Comida de Santo e sua Influência na Gastronomia Brasileira”.

Será dentro do Festival Viva Capoeira Viva, no Centro Dragão do Mar, que será aberto domingo e se estenderá até o dai 23 deste mês.

Clóvis Lima vai, inclusive, preparar pratos na ocasião para degustação do público.

Comida di Buteco – Box no mercado São Sebastião desbanca competidores tradicionais

foto nem comida de buteco

Almôndegas recheadas com queijo, acompanhadas de farofa e molho agridoce. Esse é o prato vencedor do “Comida de Buteco”, que neste ano reuniu 20 estabelecimentos, avaliados nos quesitos tiragosto, atendimento e higiene.

Para quem pensa que o prato vencedor é servido em algum boteco da Varjota, Praia de Iracema, Parquelândia ou Beira Mar, certamente nunca apreciou a culinária do mercado São Sebastião, no Centro. Além da boa panelada, buchada, carneiro e do sarrabulho, o mercado agora também se orgulha do Francisco Antônio Serafim, o Nem, autor do prato vencedor do “Comida di Buteco 2016” e que disputará no segundo semestre o concurso nacional.

Além das “Almôndegas do Nem”, Fortaleza também irá competir com o prato “Aqui Não Tem Trouxa” (porção de trouxinhas recheadas com costela bovina assada e temperos especiais, acompanhadas por geleia de pimenta e molho especial), do boteco Teresa e Jorge; e do tiragosto Sarrabulho (guisado com miúdos de porco à moda), do Bar do Helano.

Fortaleza recebe a oitava edição do Restaurant Week

Fortaleza é sede, até o próximo dia 15, da oitava edição do Restaurant Week. O evento congrega os melhores restaurantes da cidade e atrair o grande público amante da boa gastronomia. Nesta edição, para valorizar os insumos nacionais e que favoreçam os produtores locais, o tema em destaque é “Clássicos com Toques Brasileiros”.

O desafio para os chefs é que eles reinventem grandes receitas clássicas, acrescentando ingredientes à moda brasileira. Nessa edição, os estabelecimentos vão dispor menus que incluem entrada, prato principal e sobremesa a preço fixo de R$ 39,90 + R$ 1 de doação (total R$ 40,90) no almoço e no R$ 51,90 + R$ 1 de doação (total R$ 52,90) no jantar. 

Um ingrediente a mais nesse festival: em Fortaleza, a cada prato vendido será doado R$ 1.00 ao Iprede, que promove ações de desenvolvimento na primeira infância, atenção à mulher e assistência psicossocial a famílias em situação de vulnerabilidade e pobreza. O valor de R$ 1,00 é apenas uma sugestão para estimular os frequentadores a colaborarem, mas é comum os clientes fazerem doações bem maiores. As doações serão depositadas diretamente na conta bancária da entidade.

Confira a relação dos restaurantes participantes

Cabaña Del Primo – Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Aldeota

Família Del Mare – Avenida Santos Dumont, 2391 – Aldeota

Fuji Sushi Lounge – Rua Leonardo Mota, 774 – Meireles

Geppos Restaurante – Avenida Desembargador Moreira, 999 – Jardins Open Mall (Loja ABC)

L’Entrecotê de Paris – Rua Maria Tomásia, 531 – Aldeota

L’Ô Restaurante – Avenida Pessoa Anta, 217 – Centro

La Pasta Gialla Shopping Pátio Dom Luís – Avenida Dom Luís, 1200 – Aldeota (Loja 125)

La Pasta Gialla Shopping Iguatemi – Avenida Washington Soares, 85 – Edson Queiroz (Loja 779)

Maestro Restaurante – Avenida Beira Mar, 848 – Hotel Sonata de Iracema – Praia de Iracema

Misaki Restaurante – Avenida Desembargador Moreira, 1031 – Jardins Open Mall (Loja A) – Aldeota

Moana Gastronomia & Arte – Avenida Dom Luís, 55 – Meireles

Moleskine Gastrobar – Rua Professor Dias da Rocha, 578 – Meireles

Nakombi – Avenida Washington Soares, 85 – Shopping Iguatemi (Loja 743)

Nostradamus – Avenida Beira Mar, 3980 – Hotel Gran Marquise Piso R – Mucuripe

Pipo Restaurante – Rua São Gabriel, 399 – Cocó

Ryori Sushi Lounge – Avenida Dom Luís, 1113 – Shopping Bougainville (Loja 18 e 19)

Santa Grelha Meireles – Rua Tibúrcio Cavalcante, 790 – Meireles

Santa Grelha Shopping Iguatemi – Avenida Washington Soares, 85 (Loja 779)

Terra do Sol – Avenida Zezé Diogo, 5295 – Praia do Futuro II

SERVIÇO

*Valor: R$ 39,90 + R$ 1,00 no almoço / R$ 51,90+ R$ 1,00 no jantar
*Reservas Online: www.restaurantweek.com.br

“Tronco do Gaúcho” lança prato temático sobre Olimpíadas

O Restaurante Tronco do Gaúcho (Bairro de Fátima) lançará, às 18h30min desta quinta-feira, um prato temático alusivo às Olimpíadas do Rio 2016. Segundo o controlador do estabelecimento, Solimar Ruffini, o prato foi batizado de “Rio 2016” e reúne cuscuz marroquino com camarão empanado, ovos de codorna com farofa de amendoim, costela bovina desfiada e uma linguiça caseira.

“São cinco petiscos em um, representando os cinco anéis olímpicos. Tudo servido numa  bandeja acrílica e personalizada com o tema”, explica Solimar Ruffini para o Blog.

edbb0b43-64d6-4ce2-8bca-b3a565498321