Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Corte Suprema da Argentina julgará Cristina Kirchner por corrupção

A Corte Suprema de Justiça da Argentina confirmou para a próxima terça-feira (21) o primeiro julgamento oral da ex-presidente Cristina Kirchner por corrupção. O juízo oral estava marcado inicialmente para acontecer no dia 26 de fevereiro, mas foi adiado por problemas de saúde de um dos juízes do caso, que morreu em março.

Na última terça-feira (14), a Corte Suprema pediu o processo para revisá-lo e, então, surgiram dúvidas sobre um possível novo adiamento do juízo oral. No entanto, a Corte confirmou que a audiência está mantida.

Juiz pede prisão preventiva de Cristina Kirchner
Justiça confirmou para terça-feira julgamento da ex-presidente Cristina Kirchner – Alberto Raggio/Reuters/Direitos reservados
“O pedido para revisão dos autos por esta Corte não suspende o juízo oral em trâmite, e não houve decisão alguma do Tribunal Oral nesse sentido. A medida é apenas para examinar a causa que, uma vez extraídas e certificadas as cópias pertinentes, será devolvida a este Tribunal, em tempo oportuno”, diz documento expedido pela Corte.

A confirmação do julgamento causou manifestações contra e favor de Cristina Kirchner. De um lado, os apoiadores do presidente Mauricio Macri e opositores de Cristina, comemoram o fato, principalmente por se tratar de ano eleitoral no país. De outro lado, os chamados kirchneristas, reclamam que o atual governo vem exercendo pressões sobre a Justiça.

Cristina Kirchner é acusada em mais de dez ações, cinco delas com pedidos de prisão, que não podem ser executados devido ao foro privilegiado por ser senadora. Na ação pela qual será ouvida na terça-feira (21), a ex-presidente é investigada por irregularidades em obras públicas que teriam favorecido o empresário Lázaro Báez; o ex-ministro do Planejamento Julio De Vido e o ex-secretário de Obras Públicas José López, todos presos por outros crimes.

Em setembro, Cristina Kirchner e os filhos serão ouvidos em outro processo, por lavagem de dinheiro. Candidata novamente à Presidência este ano, ela vem aparecendo nas pesquisas com uma pequena vantagem em relação ao seu opositor e atual presidente, Mauricio Macri.

(Agência Brasil)

Bolsonaro recebe prêmio nos EUA e diz: ser presidente foi “milagre”

O presidente Jair Bolsonaro recebeu hoje (16), em Dallas, no Texas, o prêmio de Personalidade do Ano da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. O evento foi realizado durante almoço oferecido pelo World Affairs Council (Conselho de Assuntos Mundiais, em tradução livre) de Dallas/Fort Worth, e contou com a participação de dezenas de empresários, além de ministros do governo brasileiro.

No discurso improvisado de cerca de 13 minutos, o presidente brasileiro ressaltou a aproximação de seu governo com os Estados Unidos, criticou setores de esquerda e governos anteriores e reafirmou que sua eleição foi resultado de um “milagre”.

“Realmente aconteceu o que eu chamo de milagre, no Brasil. Ou melhor, dois milagres. Um, eu agradeço a Deus pela minha sobrevivência. E o outro, pelas mãos de grande parte dos brasileiros, alguns morando aqui nos Estados Unidos, me deram a missão de estar à frente desse grande país, que tem tudo para ocupar um local de destaque no mundo, mas que, infelizmente, por políticas nefastas de gente que tinha ambição pessoal acima de tudo, não nos deixaram ascender”, afirmou.

Bolsonaro disse que, no começo, até dentro de casa havia dúvidas sobre sua ambição que, segundo ele, nunca foi pessoal. “Com verdade, comecei andando sozinho por todo o Brasil. Às vezes, gente da própria casa achava que tinha algo errado comigo, tendo em vista o que eu almejava. Mas não almejava por mim, sabia dos problemas”.

O presidente comparou a situação do Brasil com a de Israel e se colocou com um “ponto de inflexão” para que o país alcance um melhor patamar de desenvolvimento: “Eu sempre dizia nas minhas andanças: olhe o que Israel não tem e veja o que eles são. Agora olhe o que o Brasil tem e o que nós não somos. Onde está o erro? Onde está o ponto de inflexão? E eu me apresentei para ser esse ponto de inflexão”, disse.

Relação com EUA

Dirigindo-se a uma plateia formada basicamente por empresários, Bolsonaro criticou a política de governos anteriores em relação aos Estados Unidos e prometeu maior aproximação: “No Brasil, a política, até há pouco, era de antagonismo a países como os Estados Unidos. Os senhores eram tratados como inimigos nossos. (…) O Brasil de hoje é amigo dos EUA, respeita os EUA, quer o povo americano e os empresários americanos ao nosso lado”. O presidente disse estar convicto de que a união e a confiança entre os dois países podem levar à ampliação do comércio e à assinatura de acordos entre os dois governos.

Venezuela e Argentina

Jair Bolsonaro voltou a citar a crise na Venezuela, opinou sobre as eleições na Argentina e criticou líderes e partidos de esquerda latino-americanos. “Falou-se há pouco aqui da nossa querida Venezuela. Pobre povo venezuelano está fugindo da violência, da fome e da miséria. Mas não se esqueçam da nossa Argentina, [que] está indo para um caminho bastante complicado, com problemas estruturais em seu país. O meu amigo Macri enfrenta dificuldades e vê crescer a possibilidade de uma presidente última voltar ao poder – essa que era amiga do PT no Brasil, de Chávez, de Maduro, dentre outros, além de Fidel Castro”, afirmou Bolsonaro.

Ele ainda acrescentou que pretende visitar em breve a Argentina, mas negou intromissão em questões internas do país vizinho. “Vamos colaborar no que for possível com aquele país, sem nos imiscuirmos nas questões internas, mas sabedores de que se tivermos uma outra Venezuela no Cone Sul da América do Sul, os problemas são enormes para nós e, com toda certeza, para os senhores”.

Contingenciamento

Ao citar as manifestações de ontem no Brasil contra o bloqueio orçamentário em universidades públicas, Bolsonaro disse que o Brasil tem um “enorme potencial humano”, mas que a imprensa, as escolas e as faculdades sofrem interferência da esquerda.

“Temos um potencial humano fantástico, mas a esquerda brasileira entrou, infiltrou e tomou não apenas a imprensa, mas em grande parte as universidades e escolas do ensino médio e fundamental”, disse. Em outro ponto do discurso, o presidente voltou a citar a mídia, que, segundo ele, não é isenta no Brasil. “Se vocês fossem isentos, já seria um grande sinalizador de que o Brasil poderia sim romper obstáculos e ocupar um local de destaque no mundo”.

(Agência Brasil)

Missão espacial chinesa é a primeira a desvendar segredos do lado oculto da Lua

A missão chinesa Chang’e-4 foi a primeira a chegar ao lado mais afastado da Lua, assim como a primeira a descobrir a presença de olivina. A sonda tem investigado a composição do manto lunar, de forma a explicar a evolução e formação da Lua. Com as recentes descobertas, especula-se que a origem da Lua esteja relacionada com a colisão da Terra com um corpo celeste.

A sonda Chang’e-4 pousou na cratera lunar Vón Kármán no dia 3 de janeiro, e instalou o rover Yutu-2 para explorar a Bacia do Polo-Sul-Aitken, a maior e mais velha cratera do lado oculto da Lua. O rover colecionou algumas amostras e as suas descobertas foram divulgadas no Jornal Nature, nessa quarta-feira (16).

As amostras revelaram vestígios de olivina, o que levou os investigadores a especular que o manto poderá conter olivina e piroxena em iguais quantidades, ao invés do domínio de um desses minerais. A olivina é um dos principais componentes do manto terrestre, o que poderá confirmar a teoria de que a Lua se formou com algum material que a Terra perdeu apos o choque com um corpo celeste. Os minerais encontrados são, por sua vez, distintos das amostras da superfície lunar.

Uma vez que as caraterísticas e composição do subsolo permanecem desconhecidas, esta descoberta é considerada importante.

De acordo com a hipótese mais aceite, quando a Terra sofreu o impacto da colisão com um corpo celeste, Theia, algum material terá se desprendido, aglomerando-se e formando a Lua. Os elementos mais leves ficaram na superfície, mas os minerais mais densos, como é o caso da olivina, caíram no manto lunar.

Desde então, a origem e estrutura da Lua têm sido temas de debate entre a comunidade científica. Dessa forma, a investigação chinesa poderá conduzir a um maior conhecimento acerca da evolução lunar e à confirmação da existência de um oceano de magma, teoria que ainda não foi confirmada.

A missão espacial faz ainda parte da ambição da China no espaço, iniciada nos anos 70.

O rover continuará a explorar o local e retirará mais material do solo, e, em 2020, a China planeia enviar a sonda Chang’e 5, com o objetivo de regressar à Terra com as amostras recolhidas na Lua.

(Agência Brasil)

Olimpíadas de Tóquio – Começa venda de ingressos

O site oficial das vendas de ingressos começou a receber hoje (9) pedidos para a venda de ingressos para a Olimpíada de 2020, a ser realizada no Japão. As vendas serão feitas por sorteio.

O site da competição oferece ingressos para as cerimônias de abertura e encerramento e para as provas dos 32 esportes.

Cada inscrito pode solicitar até 30 ingressos em primeira opção e outros 30 em segunda preferência, mas, no total, poderá adquirir não mais do que 30 ingressos.

As inscrições para a venda inicial de ingressos estão limitadas a pessoas residentes no Japão, que precisam estar cadastradas no Tokyo 2020 ID, site oficial das vendas de ingressos para os jogos. Já estão cadastradas cerca de 3 milhões de pessoas.

As solicitações serão recebidas até as 23h59 de 28 de maio. Os resultados do sorteio serão anunciados em 20 de junho.

A expectativa é de que haja um grande número de solicitações no site das vendas logo após o início do prazo e pouco antes do seu encerramento.

O comitê organizador da Olimpíada de 2020, em Tóquio, recomenda aos interessados que evitem os períodos de maior procura. Explica que nenhuma antecedência na inscrição afetará os resultados do sorteio.

(Agência Brasil)

Mulher desiste de doar R$ 30 mil para menina com câncer: “Descobri que é filha de lésbicas”

As mães de uma menina de quase 2 anos, dignosticada com câncer há cinco meses, denunciaram, no início de abril, um episódio de homofobia que revoltou sua família. Tiffany e Albree Shaffer, moradoras de Ohio, nos Estados Unidos, receberam uma mensagem de uma pessoa que disse ter se sensibilizado com a história da criança, mas que deixaria de doar um valor equivalente a R$ 30 mil para o tratamento porque ela é filha de duas lésbicas.

Em dezembro de 2018, foi descoberto que a pequena Callie estava com neuroblastoma avançado, um tipo de câncer que ataca glândulas acima dos rins. Na semana seguinte, saiu o prognóstico: a doença estava no estágio quatro e a paciente precisaria de 18 meses de quimioterapia e radiação. Mas o custo para tal seria alto. Um parente dela teve a ideia de criar uma campanha de financiamento coletivo com o objetivo de ajudar nas despesas médicas.

Tiffany e Albree relataram em um post no Facebook terem ficado “chocadas e enojadas” a mensagem enviada por uma mulher identificada como Bren Marie. O desabafo alcançou, até o momento, 12 mil compartilhamentos.

“Minhas orações estão com a Callie. Eu ia doar US$ 7,6 mil (cerca de R$ 30 mil) para ela, mas descobri que ela é filha de lésbicas. Eu escolhi fazer uma doação para St. Jude (hospital infantil) devido a esse fato”, afirmou a usuária da rede social. “Desculpe, ainda vou rezar por ela, mas talvez seja a maneira de Deus de chamar sua atenção que ela precisa de uma mamãe e um papai, não duas mamães”.

Segundo a emissora americana “NBC News”, o perfil dela foi excluído ou teve seu nome alterado após o caso repercutir na web.

Callie, no hospital em Olhio, antes de perder os fios Callie, no hospital em Olhio, antes de perder os fios Foto: Facebook / Reprodução
“Tentamos não ficar chateadas, mas foi difícil”, disse Albree, de 26 anos. “Eu não podia acreditar que ela nos procurou para nos dizer isso diretamente. Ela poderia simplesmente não ter doado e ignorado a página”.

Apesar disso, ela contou que acabou recebendo doações de estranhos após a mensagem de Bren Marie ter viralizado e enxergou nessa gentileza algo positivo em meio a tudo que aconteceu. A vaquinha online já arrecadou cerca de US $ 80 mil (aproximadamente R$ 315 mil).

(Com Jornal Extra)

Amsterdã vai proibir veículos a gasolina e diesel a partir de 2030

Carros e motos movidos a gasolina e diesel serão proibidos em Amsterdã a partir de 2030, anunciou o Conselho Municipal da capital holandesa nessa quinta-feira (2). Segundo as autoridades locais, trata-se de um esforço para despoluir o ar da cidade.

“A poluição costuma ser um assassino silencioso e é um dos maiores riscos à saúde em Amsterdã”, disse a conselheira de trânsito da cidade, Sharon Dijksma.

Apesar do uso generalizado de bicicletas na Holanda, o nível de poluição do ar fica acima do permitido pelas normas europeias em muitas áreas do país, principalmente devido ao tráfego pesado em Amsterdã e na cidade portuária de Roterdã.

O Ministério da Saúde da Holanda alertou que os níveis atuais de dióxido de nitrogênio e de material particulado podem levar a doenças respiratórias, e que a exposição crônica pode reduzir a expectativa de vida em mais de um ano.

O governo da cidade de Amsterdã comunicou que pretende substituir todos os motores a gasolina e diesel por alternativas livres de emissões, como carros elétricos e a hidrogênio, até o fim da próxima década.

A medida começará a ser implementada em 2020, com o banimento de carros a diesel produzidos antes de 2005. A proibição será gradualmente expandida.

O governo local informou que pretende oferecer subsídios e permissões de estacionamento para estimular os cidadãos a trocarem seus carros por veículos mais limpos.

A associação da indústria automotiva holandesa criticou os planos e afirmou que pessoas pobres, “que não têm dinheiro para um carro elétrico”, serão excluídas da cidade.

Amsterdã segue uma tendência internacional. Madri já anunciou que vai restringir o acesso à cidade de veículos a diesel e gasolina fabricados antes de 2000. Roma pretende fechar o centro da cidade para veículos a diesel a partir de 2024.

(Agência Brasil com Deutsche Welle, agência pública da Alemanha)

Guaidó agora pede manifestação pacífica para este sábado na Venezuela

O deputado venezuelano e autodeclarado presidente interino Juan Guaidó voltou a apelar ao povo venezuelano para que saia às ruas neste sábado (4), numa manifestação pacífica frente às bases militares do país, de modo a pedir ao Exército que deixe de apoiar Nicolás Maduro. Entretanto, o Grupo de Lima vai se reunir hoje para analisar a situação do país, onde foi decretada a prisão do líder da oposição, Leopoldo López, agora refugiado na embaixada espanhola em Caracas.

Em sua conta no Twitter, Guaidó escreveu: “Sábado, dia 4: mobilização pacífica nacional nas principais unidades militares para que se juntem à Constituição”.

“Convoco todos os setores do país a pronunciar-se e a exigir o fim da usurpação, a ação constitucional das Forças Armadas, a sua participação na Operação Liberdade e a organizar e realizar um dia de greve ou protesto setorial durante a próxima semana”.

O Exército é ator central no poder venezuelano, pois domina o setor de petróleo, do qual o país obtém 96% de suas receitas.

“Continuar nas ruas é a única maneira de manter a atenção, pressão e ação da comunidade internacional, impulsionar a ação constitucional das Forças Armadas e demonstrar a quem ainda apoia o ditador que não haverá estabilidade enquanto a usurpação continuar”, acrescentou.

Guaidó destacou, no entanto, a importância de que essas manifestações sejam pacíficas. “Peço a todos que mantenham o caráter massivo e pacífico dos protestos e que não coloquem a vida em risco”.

(Agência Brasil e RTP)

Maduro diz que Justiça busca responsáveis pela tentativa de golpe

125 1

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse, nessa quarta-feira (1º), que a Justiça está em busca dos responsáveis pela revolta militar que foi contida na terça-feira (30) pelo governo, e que eles, “mais cedo ou mais tarde”, pagarão com a prisão pelo crime de traição.

“Estão fugindo de embaixada em embaixada”, disse Maduro diante de milhares de simpatizantes, que se reuniram nos arredores do Palácio Presidencial de Miraflores para celebrar o 1º de Maio, em referência ao líder oposicionista Leopoldo López, a quem não mencionou diretamente.

“A Justiça está em busca dos responsáveis e, mais cedo ou mais tarde, eles pagarão com prisão por sua traição e seus crimes”, acrescentou o presidente. “Aqui não são as balas nem os fuzis que vão impor um presidente marionete em Miraflores, é absolutamente inviável”, afirmou Maduro. “Nos próximos dias, mostrarei todas as provas de quem conspirou e como conspirou para que o povo saiba quem são os traidores e que a Justiça faça a sua parte”.

López burlou a pena de quase 14 anos que cumpria em seu domicílio. Ele acompanhou o presidente do Parlamento venezuelano, Juan Guaidó, que é reconhecido por mais de 50 países como presidente interino da Venezuela, em seu discurso aos militares, no qual pediu que se voltassem contra Maduro.

Durante a manhã dessa quarta-feira, o opositor compareceu a várias concentrações da oposição no leste de Caracas e depois se refugiou na residência do embaixador da Espanha em Caracas, Jesús Silva. As palavras de Maduro também faziam alusão a Guaidó, que liderou as manifestações da oposição em Caracas.

A Justiça venezuelana já tem duas linhas de investigação contra o líder do Parlamento: uma por ter proclamado um governo interino e outra pelos apagões que deixaram quase todo o país paralisado e às escuras em março passado.

Maduro também acusou o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, de ter conduzido pessoalmente a revolta de uns 20 militares, que classificou de “escaramuça golpista”. “Assim denuncio e peço que se averigue nos Estados Unidos as ações ilegais e golpistas de John Bolton contra a democracia venezuelana”, disse.

Guaidó afirmou que continuará libertando os presos políticos, depois que intercedeu pela libertação de López. “Vamos seguir libertando os presos políticos, (como) Juan Requesens, Gilber Caro”, disse o líder oposicionista diante de centenas de simpatizantes, no leste de Caracas, próximo a Petare, a maior favela do país.

“Estamos mais fortes, mais determinados”, insistiu o deputado, que recebeu apoio nas ruas depois de uma revolta militar fracassada que liderou na terça-feira.

Guaidó afirmou que López, que cumpria em casa uma pena de quase 14 anos de prisão, foi libertado por funcionários do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) que cumpriram sua ordem de presidente interino, depois que ofereceu a eles “anistia e garantia de indultos”.

A Venezuela vive enorme tensão política desde janeiro deste ano, quando Maduro tomou posse de um novo mandato que não é reconhecido pela oposição e por parte da comunidade internacional. Guaidó se autoproclamou presidente de um governo interino que conta com o apoio de mais de 50 países.

Paralelamente,, o país sul-americano vive a pior crise econômica de sua história, o que gera protestos diários para denunciar a escassez severa de alimentos e remédios e a péssima prestação de serviços públicos.

(Agência Brasil com informações da Deutsche Welle, da Alemanha)

 

Líder do PT acusa EUA de liderar golpe contra a Venezuela

Líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS) foi às redes sociais manifestar apoio ao ditador da Venezuela, Nicolás Maduro. A informação é divulgada pela Veja Online.

Pimenta afirmou que a população venezuelana foi ao palácio presidencial defender Maduro. Também disse que os acontecimentos dessa terça (30) refletem mais um golpe liderado pelos Estados Unidos. Eis a postagem:

O povo da Venezuela já está na frente do Palácio Miraflores para defender o mandato do presidente eleito com 6 MILHÕES de votos pelo mesmo sistema eleitoral que elegeu Guaidó deputado com 90 mil votos.

EUA precisam entender que não cabe mais golpe de Estado na América Latina! pic.twitter.com/ZdePwrZQu3

— Paulo Pimenta (@DeputadoFederal) April 30, 2019

É muito grave o que está acontecendo na Venezuela e tem nome: tentativa de GOLPE DE ESTADO.

Com toda certeza Guaidó partiu para o tudo ou nada porque tem na retaguarda os EUA e sabemos que Trump é capaz de QUALQUER COISA para se apossar das maiores reservas de petróleo do mundo.

— Paulo Pimenta (@DeputadoFederal) April 30, 2019

NOTÍC

China quer ampliar investimentos no Brasil; Camilo Santana foi destaque nos encontros

Empresários chineses estão interessados em conhecer e participar de novos investimentos no Brasil, especialmente no setor de obras e projetos de infraestrutura, disse hoje (27) o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, durante o Fórum de Think Tanks (expressão em inglês que significa incentivar a expressão de ideias e projetos) China-Brasil.

O evento, realizado na Embaixada da China, em Brasília, discutiu as oportunidades de negócios existentes no Brasil, que podem ser integrados à Nova Rota da Seda, programa de investimentos chineses previsto para as próximas três décadas. O programa engloba financiamentos de centenas de bilhões de dólares.

O embaixador da China, Yang Wanming, no Fórum de Think Tanks China-Brasil – Marcelo Camargo/Agência Brasil
O embaixador Yang Wanming disse estar muito otimista com o futuro das relações de seu país com o Brasil, e ressaltou que a visita do presidente Jair Bolsonaro à China, prevista para este ano, dará mais motivos para o fortalecimento das relações entre os governos chinês e brasileiro.

De acordo com o embaixador, os empresários chineses terão oportunidade de conhecer melhor as oportunidades de investimentos no próximo dia 9 de maio, quando se reunirão com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para tomar conhecimento sobre os planos de privatização e licitação de projetos de transportes a serem realizados pelo governo brasileiro.

Wanming lembrou que as relações entre Brasil e China já duram 45 anos. Os dois países, segundo ele, podem celebrar grandes avanços nos planos político, econômico, cultural e esportivo. “Em 2018, o volume de trocas comerciais entre China e Brasil superou US$ 100 bilhões”, disse. Participaram do fórum empresários, representantes do governo e acadêmicos dos dois países.

Empresários chineses estão interessados em conhecer e participar de novos investimentos no Brasil, especialmente no setor de obras e projetos de infraestrutura, disse hoje (27) o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, durante o Fórum de Think Tanks (expressão em inglês que significa incentivar a expressão de ideias e projetos) China-Brasil.

O evento, realizado na Embaixada da China, em Brasília, discutiu as oportunidades de negócios existentes no Brasil, que podem ser integrados à Nova Rota da Seda, programa de investimentos chineses previsto para as próximas três décadas. O programa engloba financiamentos de centenas de bilhões de dólares.

O embaixador Yang Wanming disse estar muito otimista com o futuro das relações de seu país com o Brasil, e ressaltou que a visita do presidente Jair Bolsonaro à China, prevista para este ano, dará mais motivos para o fortalecimento das relações entre os governos chinês e brasileiro.

De acordo com o embaixador, os empresários chineses terão oportunidade de conhecer melhor as oportunidades de investimentos no próximo dia 9 de maio, quando se reunirão com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para tomar conhecimento sobre os planos de privatização e licitação de projetos de transportes a serem realizados pelo governo brasileiro.

Wanming lembrou que as relações entre Brasil e China já duram 45 anos. Os dois países, segundo ele, podem celebrar grandes avanços nos planos político, econômico, cultural e esportivo. “Em 2018, o volume de trocas comerciais entre China e Brasil superou US$ 100 bilhões”, disse.

Participaram do fórum empresários, representantes do governo e acadêmicos dos dois países.

Ceará

O governador Camilo Santana (PT) esteve na comitiva do Brasil e fechou parcerias no plano do intercambio na área da educação, Camilo foi, inclusive, alvo de reportagem da tv estatal chinesa.

(Agência Brasil)

Líderes da Coreia do Norte e Rússia têm primeiro encontro de cúpula

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, participa hoje (25) de sua primeira cúpula com o presidente russo, Vladimir Putin. Utilizando-se de um trem especial, Kim chegou a Vladivostok, no extremo oriente da Rússia, onde foi recebido por uma orquestra militar nessa quarta-feira. É muito provável que o tema da desnuclearização da Península Coreana esteja incluído na agenda.

Apesar de se mostrar preparado para participar de uma terceira rodada de negociações com o presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, Kim afirmou que a insistência de Trump em manter as sanções até que a Coreia do Norte se desnuclearize completamente é um posicionamento unilateral. Kim parece estar interessado em conseguir o apoio da Rússia para convencer os EUA a aliviarem as sanções, já que Putin disse que compreende a situação norte-coreana.

Acredita-se que Putin queira desenvolver relações com a Coreia do Norte para aumentar o envolvimento da Rússia na Península Coreana.

(Agência Brasil, com informações da NHK/Foto – Agência Lusa)

Terremoto nas Filipinas deixa pelo menos 11 mortos

Autoridades das Filipinas estão trabalhando para determinar a extensão dos danos causados por um forte terremoto que atingiu a ilha de Luzon, no norte do país.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou que o terremoto, de magnitude 6,1, atingiu uma cidade localizada a cerca de 60 quilômetros a noroeste de Manila, a capital do país.

Segundo a mídia local, pelo menos 11 pessoas morreram na província de Pampanga, e operações de resgate estão em andamento na província, nos locais onde o desabamento de edifícios deixou vítimas. Acredita-se que muitas pessoas ainda se encontrem presas sob os escombros.

(Agência Brasil com NHK – emissora pública de televisão do Japão)

CIC fecha parceria com grupos de Macau

111 1

André Siqueira acertou acordos com empresários de Macau.

O Presidente do CIC e do Sindialimentos do Ceara, André Siqueira´, fechou acordo de cooperação para facilitar o acesso das pequenas e médias empresas cearenses ao mercado chinês. Foi com a Associação de Indústria e Comércio de Macau durante viagem de uma missão articulada pela entidade, na última semana.

Após representar a Fiec em Missão em Portugal – onde também firmou acordo de cooperação, André seguiu para o Fórum de Networking em Macau, para, também, apresentar a Fiec no evento e empresas associadas ao Sindialimentos, com potencial de negócios com a região.

O Hotel MGM, a Vang Kei Hong Trading Company e Siqueira assinaram uma carta de intenções para facilitar o acesso das pequenas e médias empresas cearenses ao mercado chinês. André afirmou que a MGM proporcionou uma grande oportunidade para o Brasil explorar os mercados de Macau e da área da Grande Baía chinesa.

(Foto – Divulgação)

Camilo diz em Portugal o que vem investindo na área da Segurança Pública

130 1

O governador Camilo Santana (PT) expôs, nesta segunda-feira, durante o VII Fórum Jurídico de Lisboa. O encontro ocorre até quarta-feira (24), na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL), em Portugal, traz como temática “Justiça e Segurança”. Camilo expõ so planejamento da área da segurança cearense e apresentou detalhes sobre investimentos na área pelo Estado nos últimos quatro anos.

“Nós somos de um estado meio ousado e que só acredita em política pública com planejamento e o Ceará já deu exemplo na área da educação. Quando assumi o governo em 2015 disse que era preciso fazer um plano na área de segurança. Convidamos o Fórum Nacional de Segurança Pública e especialistas para que a gente pudesse fazer um diagnóstico e traçar um rumo a médio e longo prazo para enfrentar o problema da segurança no Ceará. Depois de mais de um ano de debate com a sociedade nós criamos o Pacto por um Ceará Pacífico, que tem participação de diversas instituições na discussão do enfrentamento do problema da violência. O Pacto foi traçado com dois eixos principais: segurança e justiça; e segurança e prevenção social”, expôs o governador.

Camilo destacou, sobre investimentos feitos no setor, o fortalecimento das polícias e das demais instituições que compõem as forças de segurança do Estado. “O Ceará contratou mais de 10 mil profissionais de segurança nos últimos quatro anos. Investimos na polícia judiciária. Temos um programa de metas, com premiação, no qual destinamos R$ 120 milhões para toda a área da segurança pública para atingir a meta da diminuição de homicídios. Compramos aeronaves, viaturas”, informou. Sobre o sistema prisional, Camilo Santana destacou as intervenções que foram feitas dentro das unidades penitenciárias, com o aumento de 70% dos profissionais, criação de mais de 3 mil vagas e o cumprimento da lei de execuções penais, “mostrando que quem manda dentro dos presídios é o Estado”.

Camilo Santana reforçou a necessidade de um engajamento entre todos os poderes, incluindo municípios, estados e União. “É um desafio para o Brasil hoje essa questão da violência. Nós governadores é que somos cobrados pela sociedade pelo problema da segurança. O crime ultrapassou os limites dos estados e se nacionalizou nos últimos anos. É competência da União combater o narcotráfico. Os estados não podem legislar sobre o tema e assumem quase todo o custeio da segurança pública. Portanto, a gente sempre tinha uma cobrança da necessidade da União fazer esse debate e quem tinha que conduzir esse processo era o poder executivo e chamar os outros poderes. Eu acho que o Brasil deu um passo importante na criação do Sistema Único de Segurança Pública, que é do final do ano passado, mas precisávamos ter com diretrizes, normas, metas, fundos para que a gente pudesse discutir esse processo a nível nacional”, disse.

(Foto – Divulgação)

Ataques simultâneos atingem igrejas e hotéis no Sri Lanka

Uma série de explosões simultâneas em três igrejas e três hotéis de luxo no Sri Lanka provocou a morte de mais de 150 pessoas neste domingo (21). Entre os mortos, há pelo menos 35 estrangeiros, segundo balanços iniciais. Cerca de 500 pessoas ficaram feridas.

Segundo as autoridades do Sri Lanka, os primeiros seis ataques ocorreram por volta das 8h45 (horário local, 2h30 em Brasília). No momento das explosões, os templos católicos estavam celebrando o Domingo da Ressureição, uma das datas mais importantes do calendário cristão.

A capital, Colombo, foi alvo de pelo menos quatro explosões: em três hotéis de luxo e uma igreja. As outras duas igrejas atingidas ficam em Negombo, no oeste do país (região que abriga uma grande população católica); e em Batticaloa, no leste.

Poucas horas depois das seis explosões simultâneas iniciais, foram registrados mais dois atentados. Uma explosão atingiu um pequeno hotel em Dehiwala, um subúrbio de Colombo. Uma oitava explosão foi registrada em Dematagoda, outro subúrbio da capital, e atingiu uma residência.

Sete pessoas foram presas por suspeita de participação nos ataques. A rede BBC informou que o governo disse que a maioria das explosões foi provocada por terroristas suicidas.

Nenhum grupo reivindicou a autoria das ações até o momento. Em resposta aos ataques, o governo impôs toque de recolher em toda a ilha, com início às 18h (horário local) até as 6h do dia seguinte. O governo determinou ainda um bloqueio temporário às redes sociais para impedir a difusão “de informações incorretas”.

“O governo decidiu bloquear todas as plataformas de redes sociais para evitar a disseminação de informações incorretas e falsas. Essa é apenas uma medida temporária”, afirmou a Presidência do país em comunicado.

Segundo as autoridades, pelo menos 45 pessoas morreram em Colombo, 67 em Negombo, 25 em Batticaloa e 2 em Dehiwala.

O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, pediu calma ao país após a série de atentados.

“Por favor, fiquem calmos e não sejam enganados por rumores”, declarou Sirisena em mensagem à nação. O presidente, que se mostrou “em ‘choque’ e triste com o que ocorreu”, esclareceu que “as investigações estão em curso para descobrir que tipo de conspiração está por trás desses atos cruéis”.

(Agência Brasil com Deutsche Welle, agência pública da Alemanha)

 

Encontro de cúpula Rússia-Coreia do Norte deve ocorrer na próxima semana

Uma autoridade de alto escalão do gabinete presidencial russo declarou que o primeiro encontro de cúpula entre o presidente Vladimir Putin e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, deverá ocorrer na próxima semana.

A autoridade disse à emissora pública de televisão do Japão NHK, nessa quinta-feira (18), que os dois líderes deverão se encontrar em um salão de conferência internacional, em Vladivostok, possivelmente na próxima quinta-feira (25).

Acrescentou que executivos de empresas ferroviárias e fabricantes de aviões russos também visitarão a cidade. Eles esperam discutir a cooperação econômica, incluindo reparos de vias férreas e aviões comerciais da Coreia do Norte.

Segundo a autoridade, a Rússia recebeu muitas solicitações da Coreia do Norte. Putin teria o objetivo de mostrar a influência do seu país Rússia sobre a Coreia do Norte, ressaltando a cooperação bilateral, depois que a cúpula Estados Unidos-Coreia do Norte, em fevereiro, terminou sem acordo.

(Agência Brasil com NKH/Foto – Sputnik)

Muito além de uma Notre-Dame em chamas

Com o título “Notre-Dame em chamas”, eis artigo de Antonio Mourão Cavalcante, professor universitário, médico e antropólogo. Ele aborda o incêndio registrado neste monumento da humanidade e observa: “Vamos reconstruir, em Paris e dentro de nós mesmos, o Templo da Fé, do Amor e da Misericórdia. Renascido das cinzas…” Confira:

A Catedral Notre-Dame de Paris, que agora se desmancha em chamas, venceu muitas intempéries, guerras, saques e séculos… De súbito, não mais que um curto circuito, consegue arrasar séculos de devoção, esperança e História. Fumaça escura, densa. Madeira, fé e tempo se desmanchando no ar.

Impossível não dar espaço à imaginação – a todos os sinais e símbolos – que o inusitado suscita. Não sem por quê, a tragédia acontece exatamente no momento em que a Igreja Católica, particularmente na França, sofre um dos seus momentos mais tormentosos. Lembro a voz que falou a São Francisco por três vezes seguidas: “Francisco, vai e reconstrói a minha igreja. Casa que, como vês, está ruindo”. Não por acaso, nosso Papa é Francisco e, pronunciando-se sobre o acontecido, ele diz que além da tristeza, devemos alimentar e reconstruir a esperança..

Mais instigante ainda, que tudo ocorre quando estamos no início da Semana Santa. É quando o gigantesco monumento à fé e à história de um povo, queima-se em imolação. É chegado, talvez, um tempo de morte. De fim de muitas coisas e ciclos. Coisas que precisam ser queimadas. Transformadas em pó: “Lembra-te que és pó, e ao pó hás de voltar”.

No mistério da fé, vivemos a passagem em que Cristo se entrega. E é morto pelos homens. Dessa morte, feito cinzas, há de ressuscitar aquele que venceu a Morte.

Vamos reconstruir, em Paris e dentro de nós mesmos, o Templo da Fé, do Amor e da Misericórdia. Renascido das cinzas…

Imagino depois, muito tempo depois … Vejo uma pessoa idosa e uma criança. Mãos dadas, eles desenvolvem um diálogo inusitado. Avô e neto.

– Olhe, meu filho, nesse local havia uma Igreja. Igreja bem grande. Catedral. Magnífica!

– Mas, o que é Igreja, Vovô?

– Igreja é a Casa de Deus..

– E quem é Deus? Puxa, então Ele morreu?….

*Antonio Mourão Cavalcante,

Professor universitário, médico e antropólogo.

()Foto – Z.A. AFP)

Banco do Brics vai investir US$ 621 milhões em projetos do Brasil

O Brasil receberá US$ 621 milhões do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), instituição financeira criada em 2015 pelo grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o Brics. Nos três primeiros anos de operação da instituição, foram aprovados quatro projetos brasileiros que abrangem as áreas de energia renovável (eólica, solar e hidrelétrica), construção de estradas, reconstrução de rodovia férrea, esgotamento sanitário, telecomunicações e refinarias da Petrobras. Os dados são do estudo Arquitetura Financeira Conjunta do BRICS: o Novo Banco de Desenvolvimento, lançado (17) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

O estudo estima que o deficit de investimentos em infraestrutura nos países em desenvolvimento seja de US$ 1 trilhão e US$ 1,5 trilhão por ano. Criado para oferecer crédito a projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nos BRICS e em outros países em desenvolvimento, o NDB aprovou, entre 2016 e 2018, 30 projetos num total de US$ 8,1 bilhões. Segundo a pesquisa, quase um terço do valor se destina a financiamentos no setor de transporte, enquanto 26% é direcionado à energia limpa. Além desses setores, o banco também é voltado para projetos contemporâneos nas áreas de mobilidade urbana e rural, eficiência na oferta e uso da água, proteção contra enchentes, infraestrutura (social e urbana) e produção limpa (atividades poupadoras de emissão de CO2).

O Brasil, como um dos cinco acionistas do NDB, já aportou US$ 1 bilhão até 2019 e deverá destinar mais US$ 1,050 bilhão para a instituição até 2022. Até o momento, o banco já recebeu aportes de US$ 5,3 bilhões de seus sócios fundadores, e a meta de integralização do capital até 2022 é de US$ 10 bilhões.

Juntos, os países do BRICS têm uma participação de 33% no produto global, 42% da população mundial e 43% de contribuição no crescimento do produto global, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) para 2018.

Escritório no Brasil

O NDB tem sede em Xangai, na China, além de um escritório em Johanesburgo, na África do Sul. Em novembro de 2019, está prevista a inauguração de um escritório no Brasil, na cidade de São Paulo. Há, ainda, expectativa de criação de uma representação na capital federal. Em 2020, o Brasil indicará o novo presidente do banco, lembra o Ipea.

(Agência Brasil)

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão

143 2

O ex-presidente do Peru, Alan García, tentou se matar na manhã de hoje (17) quando ia ser detido pela polícia em sua casa no bairro de Miraflores, em Lima. Ele é acusado de corrupção em caso envolvendo a Odebrecht.

Seu estado de saúde é grave, segundo a imprensa local. García foi levado com urgência ao Hospital Casimiro Ulloa, na capital peruana.

(Com informações da Telam – Agência de Notícias da Argentina/Foto – Sputnik Brasil)

Catedral de Notre-Dame – Bombeiros controlam fogo e impactos serão avaliados nesta terça-feira

Equipes de bombeiros e especialistas vão analisar, nesta terça-feira (16), o prejuízo deixado pelas chamas que destruíram o telhado e derrubaram “flecha”, a torre mais alta da Catedral de Notre-Dame, em Paris. O incêndio levou nove horas para ser extinto.

“O perigo do fogo está descartado, mas se desconhece como resistirá a estrutura. Especialistas vão se reunir para investigar o caso”, afirma o secretário do Ministério do Interior, Laurent Nuñez. Nuñez explicou ainda que o objetivo agora é saber se a estrutura oferece suficiente estabilidade.

Ainda havia pequenos focos de incêndio no início desta manhã, mas bombeiros garantiram que não havia mais perigo de as chamas voltarem a crescer, segundo Gabriel Plus, porta-voz dos bombeiros de Paris.

Bombeiros seguem atuando em Notre-Dame, na França, para extinguir incêndio.

(Com Portal G1/Foto – Stefane de Sakiuin, da AFP)