Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

EUA se igualam às piores ditaduras ao patrocinar rede de espionagem

Com o título “Espionagem por atacado”, o jornalista Plínio Bortolotti comenta o caso da rede de espionagem patrocinada pelo governo norte-americano sobre seus próprios cidadãos e de outros Países. Para Plínio, nesse aspecto, os EUA se igualam às piores ditaduras. Confira:

Edward Snowden, ex-técnico da Agência Nacional de Segurança, revelou a extensa espionagem do governo dos Estados Unidos, sobre seus próprios cidadãos e de outros países. Foram coletados 97 bilhões de dados, sendo três bilhões relacionados a americanos, tendo sido interceptadas ligações telefônicas, conversas por Skype, troca de e-mails e de mensagens em redes sociais e chats. Nesse aspecto, os EUA igualam-se às piores ditaduras, aquelas que entendem ter o direito de controlar o que cada cidadão, pensa, diz e faz.

Entanto, se isso é um pesadelo – equiparável ao Big Brother, que o escritor britânico George Orwell retratou no livro 1984 – não é surpresa para quem acompanha a forma como as gigantes da internet manipulam os dados que transitam pela rede, a cada vez que são acionados os serviços de e-mail, voz e redes sociais.

Em meu blog, vez por outra, combato o entusiasmo acrítico que muitas pessoas devotam à internet. Em post recente, comentei o livro O filtro invisível, de Eli Pariser, no qual ele mostra a maneira pouco ética como as grandes empresas da internet lidam com os dados dos usuários (http://migre.me/eYkj6).

No livro, escrito em 2011, Pariser transcreve parte de um texto de Tim Berners-Lee (o criador da World Wide Web), no qual ele já observava: “(…) os governos – tantos os totalitários como os democráticos – estão monitorando os hábitos on-line da população, ameaçando importantes direitos humanos”.

Agora, fica-se sabendo que esses gigantes não apenas fornecem os dados exigidos pelo governo americano, mas também desenvolvem sistemas para tornar mais rápido o processo de vigilância, como foi o caso do Google, Facebook, Yahoo, Microsoft, Apple, AOL e Paltak (O Estado de S. Paulo, 8/8/2013).

Os governos não fazem mais espionagem seletiva, como na era pré-internet: coletam dados em massa, transformando cada cidadão, em qualquer lugar do mundo, em suspeito e refém, ao mesmo tempo.

* Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br
Jornalista.

Grécia vive dia de protestos

“A Grécia vive hoje (13) um dia de greve geral, convocada pelas duas principais centrais sindicais dos setores público e privado, que deve paralisar os transportes ferroviários e fechar vários serviços no país. Os hospitais, por exemplo, funcionarão apenas para os atendimentos de emergência. O movimento é uma reação à decisão do governo de fechar as emissoras públicas de rádio e televisão, conhecidas pela sigla ERT.

O fechamento das emissoras, segundo as centrais sindicais, foi uma ordem dos credores da dívida pública do país. Os controladores de tráfego aéreo também deverão aderir ao movimento, paralisando as atividades por duas horas, enquanto os jornalistas estão em greve por tempo indeterminado. As emissoras deixaram de funcionar por volta da meia-noite de anteontem (11). Fundadas há 60 anos, as emissoras ERT eram sintonizadas também pela internet. Ontem (12) representantes de vários partidos pediram uma reunião com o governo na tentativa de suspender o encerramento das operações das emissoras.

O clima de tensão na Grécia é constante, com o agravamento dos efeitos da crise econômica internacional sobre o país. Na busca por atender às exigências dos credores, houve demissões de funcionários públicos, aumento de tarifas e impostos e cortes de serviços.”

(Agência Brasil com Agência Lusa)

Brasil atinge metas internacionais contra a fome

“Angola, Brasil e São Tomé e Príncipe estão entre os trinta e oito países que cumpriram os objetivos estabelecidos internacionalmente na luta contra a fome, antecipando o prazo fixado para 2015, anunciou hoje a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

De acordo com a FAO, vinte países já cumpriram o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio número 1 (ODM-1), reduzindo pela metade a proporção de pessoas que sofrem de fome, segundo critério estabelecido pela comunidade internacional na Assembleia Geral da ONU em 2000.

Os países que já alcançaram o ODM-1 foram: Brasil, Angola, Argélia, Bangladesh, Benim, Camboja, Camarões, Chile, República Dominicana, Ilhas Fiji, Honduras, Indonésia, Jordânia, Malaui, Maldivas, Níger, Nigéria, Panamá, Togo e Uruguai.”

(Agência Brasil)

Embaixador da Coreia cumprirá agenda no Palácio da Abolição e na Fiec

koreia

Koo Bon-Woo e o superintendente do Centro de Negócios Internacionais da Fiec, Eduardo Bezerra.

O embaixador da Coreia, Koo Bon-Woo, será recebido em audiência, às 15 horas desta terça-feira, no Palácio da Abolição, pelo governador Cid Gomes. Na agenda, discussões sobre investimentos de grupos coreanos no Estado e, claro, refinaria premium II.

Depois desse compromisso, o embaixador coreano seguirá para a sede da Federação das Indústrias do Ceará, onde vai conversar com a diretoria da entidade. O embaixador será recebido pelo presidente da Fiec, Roberto Macedo.

(Foto – Paulo MOska)

Papa reconhece dificuldade para promover reforma na Igreja, diz site católico

“O papa Francisco reconheceu a dificuldade de promover reformas na cúria da Igreja Católica Apostólica Romana ao se referir a uma “corrente de corrupção” e à existência de um “lobby gay” durante encontro com religiosos latino-americanos. A reunião com os líderes ocorreu no último dia 6, sob a coordenação da Confederação Latino-Americana e das Caraíbas dos religiosos e religiosas (Clar).

Na reunião com os religiosos, o papa disse que a reforma da cúria, que conta com o apoio de “quase todos os cardeais”, é um projeto “difícil”. As avaliações de Francisco foram publicadas, de maneira resumida, no site católico Reflexão e Libertação.

“Na cúria, há pessoas santas verdadeiramente, mas também há uma corrente de corrupção”, diz um trecho do texto. “Fala-se de lobby gay e é verdade, ele existe”, acrescenta o texto atribuído ao papa. “Não posso fazer eu a reforma”, diz ainda o texto, reproduzindo as palavras de Francisco. Segundo o site, o trabalho de organização para promover a reforma será conduzida por uma comissão de oito cardeais que o papa nomeou e que deverá se reunir, pela primeira vez, em Roma, na Itália, em outubro.”

(Agência Brasil)

Tudo ponto para o Festival Internacional de Cinema de Brasília

“A capital federal receberá, a partir de quinta-feira (13), o Festival Internacional de Cinema de Brasília – que usa a sigla Biff, do nome em inglês Brasília International Film Festival. O festival vai apresentar uma série de mostras temáticas, além da mostra competitiva. Nela, 12 filmes de várias partes do mundo concorrem a R$ 100 mil em prêmios.

Países como China, Turquia, Espanha e Senegal participam da mostra competitiva. Os filmes são inéditos no Brasil e serão exibidos no Auditório 1 do Museu da República, com reprises no Cine Cultura Liberty Mall. O festival também trará a chamada Sessão Grandes Pré-Estreias. Nela, serão exibidos, pela primeira vez no país, filmes de Bernardo Bertolucci (Eu e Você), Marco Bellochio (A Bela Que Dorme) e Sofia Coppola (Bling Ring – A Gangue de Hollywood).

Além da mostra competitiva, o festival traz mostras paralelas com temas específicos. Por exemplo, Krisis exibirá apenas filmes com enfoque em crises contemporâneas, como a tentativa do Haiti de se erguer após o terremoto de 2010, que devastou o país. A mostra Mundo Animado apresenta animações de vários países, enquanto a Panorama África trará aos presentes apenas filmes do Continente Africano, como La Pirogue, sobre a tentativa de senegaleses de emigrar para as Ilhas Canárias, e Virgem Margarida, sobre a reeducação de prostitutas em Moçambique.”

(Agência Brasil)

Embaixador da Coreia visita o Ceará

coreiaa

 

Empresários coreanos, o embaixador (gravata vermelha) e Eduardo Bezerra (FIEC).

O embaixador da Coreia no Brasil, Koo Bon-Woo está em Fortaleza. Ele desembarcou nesta tarde de segunda-feira  acompanhado de um grupo de empresários desse País que têm negócios no Complexo Industria e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana). Do aeroporto, embaixador seguiu para o Pecém, onde visitará indústrias e pernoitará para, nesta terça-feira, cumprir agenda a Capital cearense.

Koo Bon-Woo foi recepcionado pelo superintendente do Centro de Negócios Internacionais da Federação das Indústrias do Estado, Eduardo Bezerra. Na agenda dele, nesta terça-feira, encontro com o governador Cid Gomes, a partir da 15 horas,  no Palácio da Abolição, e, às 16h30min, reunião com a diretoria da FIEC tendo à frente o presidente dessa entidade, Roberto Macedo.

(Foto – Paulo MOska)

Exportação de médicos é crucial para a economia de Cuba

85 2

A notícia de que o governo brasileiro estuda trazer médicos cubanos ao país gerou polêmica no último mês. Se concretizados, tais planos incluirão o Brasil em uma longa lista de países que já recebem médicos da ilha caribenha. Mas como, afinal, Cuba chegou a ter tantos médicos? E por que tem tanto interesse em “exportar” seus serviços para outros países?

Em Cuba, os profissionais da área de saúde têm uma função bem mais ampla do que simplesmente atender à população local. Já há algum tempo, a exportação de serviços médicos tornou-se crucial para a economia da ilha.

Segundo informações repassadas pela Chancelaria do país à BBC, o contingente de profissionais de saúde cubanos trabalhando fora da ilha atualmente alcança mais de 20 mil especialistas, que trabalham em 60 países e geram lucros milionários ao regime – as cifras mais otimistas falam em até US$ 5 bilhões (R$ 10,6 bilhões) por ano.

O serviço que os médicos cubanos prestam à Venezuela, por exemplo, permite que Cuba receba 100 mil barris diários de petróleo. Há profissionais da ilha em outros países da região, assim como cerca de 4 mil na África, mais de 500 na Ásia e na Oceania e 40 na Europa. Segundo fontes oficiais, a Venezuela pagaria esses serviços por consulta – e a mais barata custaria US$ 8 (R$ 17) em 2008. Já a África do Sul pagaria mensalmente US$ 7 mil (R$ 14,9 mil) por médico da ilha.

Para muitos países em desenvolvimento, o atrativo dos médicos cubanos é que eles estão dispostos a trabalhar em lugares que os profissionais locais evitam – como em bairros nas periferias ou em zonas rurais de difícil acesso – onde moram pessoas de baixo poder aquisitivo. Além disso, em geral, eles também aceitariam receber remunerações mais baixas.

Em 1959, ano da Revolução Cubana, o país tinha apenas 6 mil médicos, sendo que a metade deles emigrou após o movimento. A crise sanitária que se seguiu a essa emigração alertou o governo para a necessidade de formar profissionais de saúde em ritmo acelerado. Agora, mais de meio século depois, o país tem 75 mil médicos – um para cada 160 habitantes, a taxa mais alta da América Latina.

Boa parte dos médicos que ficaram na ilha após a revolução viraram professores, foram abertas faculdades de Medicina em todo o país e se priorizou o acesso de estudantes ao setor. Tudo facilitado pelo fato de o ensino ser gratuito.

Entre os moradores da ilha, a exportação de médicos gera polêmica. A formação de tantos profissionais de saúde permitiu que Cuba criasse a figura do médico de família, profissional que atende nos bairros e encaminha os pacientes para especialistas ou hospitais. Esse é justamente o programa mais afetado pela saída dos médicos ao exterior. O fechamento de algumas das casas de saúde gera insatisfação entre os cubanos, aumenta a concentração de pacientes por médico e o tempo de espera.

(Agência Brasil com BBC)

Mandela é internado em estado grave devido à infecção pulmonar, mas permanece estável

mandela

O ex-presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz, Nelson Mandela, de 94 anos, foi internado neste sábado (8) em estado grave. Mandela teve uma “recorrência da infecção pulmonar”, segundo nota do governo sul-africano. De acordo com as autoridades do país, Mandela “permanece em estado grave, mas estável”. Ele respira sem ajuda de aparelhos.

Mandela recebe cuidados de médicos que tentam reverter o quadro. Em comunicado, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, diz acompanhar a situação e torcer para que o ex-presidente melhore. Nos últimos meses, Mandela foi internado várias vezes em decorrência da pneumonia.

“O presidente Jacob Zuma, em nome do governo e da nação, deseja a Madiba [apelido de Mandela] uma rápida recuperação e pede à mídia e ao público para respeitarem a privacidade de Madiba e de sua família”, diz o texto.

O nome do hospital onde Mandela está internado não foi divulgado. Não há previsão de alta médica. Em dezembro de 2012 e janeiro de 2011, Mandela esteve internado também por infecções pulmonares, provavelmente ligadas a sequelas de uma tuberculose que contraiu quando estava preso em Robben Island – onde passou 18 dos seus 27 anos de prisão.

O patrimônio do ex-presidente é alvo de disputa entre suas filhas e seus amigos. Duas filhas de Mandela tentam na Justiça garantir o direito de administrar fundos de investimentos do pai.  A disputa envolve os fundos Harmonieux Investment Holdings e da Magnifique Investment Holdings estimados em cerca de US$ 1,7 milhão. Os fundos em disputa pertencem apenas a uma parte da herança de Mandela.

(Agência Brasil)

Obama e Xi Jinping vão se reunir pela primeira vez

“Pela primeira vez, os presidentes Barack Obama (Estados Unidos) e Xi Jinping (China) se reúnem hoje (7) no Rancho Mirage, na Califórnia (Estados Unidos), para redefinir as relações bilaterais. A ideia é promover uma relação mais próxima e recuperar a cordialidade de outros tempos. Chineses e norte-americanos lideram negociações econômicas e políticas no cenário internacional e, em muitas situações, adotam posições opostas, como no caso da crise na Síria.

O ministro dos Negócios Estrangeiros (o equivalente ao ministro das Relações Exteriores) da China, Zheng Zeguang, disse que o objetivo das reuniões é estabelecer um “novo modelo” de relação, que inclua não somente a “confiança mútua”, mas também “a igualdade, a inclusão, a aprendizagem e os benefícios”.

Atualmente, a China e os Estados Unidos são os principais parceiros comerciais da maior parte dos países. Paralelamente, ambos são também líderes de negociações políticas internacionais, como a questão da crise na Síria, que dura dois anos, em que os dois países têm posições contrárias. Também deve ser discutido o impasse envolvendo as Coreias do Norte e do Sul.”

(Com Agência Brasil)

Dilma visitará Portugal neste fim de semana

A presidenta Dilma Rousseff visitará Portugal neste sábado. Ali, cumprirá agenda com uma série de reuniões políticas e ainda participará da Semana de Portugal, cuja data nacional é comemorada no dia 10 em homenagem a Luís de Camões, considerado um herói, que morreu nesse dia.

No dia 10, termina o Ano do Brasil em Portugal e o Ano de Portugal no Brasil – comemoração com diversos eventos culturais (música, teatro, dança, circo, fotografia e artes plásticas) que ocorrem desde 7 de setembro de 2012 em Lisboa e outras cidades portuguesas, assim como em algumas regiões do Brasil.

Em Portugal, a presidenta deve se reunir com o presidente Anibal Cavaco Silva e ambos farão uma declaração à imprensa. Há, ainda, a previsão de uma reunião com o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho. Ela participa também do jantar oficial do Prêmio Camões, no Palácio Nacional de Queluz, em Lisboa.

(Com Agência Brasil)

Standard&Poor's reduz perspectiva de nota da economia brasileira

A agência de classificação de risco Standard&Poor’s diminuiu, de neutra para negativa, a perspectiva de nota para a economia brasileira. A avaliação sobre a dívida do país não foi alterada, mas a agência americana indicou que poderá reduzir a nota nos próximos comunicados. Segundo o documento da agência, o baixo crescimento da economia e a redução do esforço fiscal pela equipe econômica podem representar sinais de que o país não conseguirá manter reduzida a dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

Em entrevista à Agência Brasil, o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Marcio Holland, disse que o governo ainda está analisando o documento. Ele, no entanto, ressaltou que o Brasil cresceu mais do que a média mundial de 2007 a 20012, quando estourou a crise financeira internacional. Para o secretário, as perspectivas em relação ao PIB continuam favoráveis.

“As próprias previsões internacionais apontam que o Brasil permanecerá crescendo acima da média mundial. Temos um ambiente de confiança relevante para manter o crescimento sustentado pelos investimentos”, declarou Holland. Ele lembrou que este ano o programa de concessões de infraestrutura começará a entrar em operação com investimentos estimados em R$ 470 bilhões nos próximos anos.

Em relação à política fiscal, o secretário disse que o Brasil apenas pratica uma política anticíclica, em que o governo gasta mais em ano de baixo crescimento. Ele destacou que o superávit primário brasileiro é um dos maiores do mundo e que a dívida líquida do setor público cairá para menos de 35% do PIB, em 2013.

“Standard&Poor’s prometeu observar a economia brasileira pelos próximos dois anos. Esse tempo é suficiente para mostrar que as perspectivas de crescimento sustentado permanecem favoráveis”, disse.

(Agência Brasil)

Lula receberá condecoração no Equador

“O ministro da Defesa, Celso Amorim, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estão hoje (5), em Quito, no Equador, para agendas distintas. Amorim, que foi ministro das Relações Exteriores do governo Lula, vai se reunir com a ministra da Defesa equatoriana, María Fernanda Espinosa, para discutir os processos de assistência técnica e científica entre os dois governos, considerado um marco da cooperação Sul-Sul e o início do desenvolvimento conjunto da indústria militar.

Amorim e Espinosa também deverão conversar sobre a criação da Escola Sul-Americana de Defesa. O ministro brasileiro também tem marcadas reuniões com o presidente do Equador, Rafael Correa. Segundo o embaixador do Equador no Brasil, Horacio Sevilla, a cooperação bilateral na área de defesa é estreita e foi intensificada nos últimos anos.

O ex-presidente Lula conclui sua viagem pela região, que teve início na Colômbia. Ele também tem reuniões com Correa e receberá uma condecoração. Lula tem reuniões com empresários e professores doutores. Em conversas com líderes internacionais, Correa disse ser favorável ao nome de Lula para a secretaria-geral da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).”

(Agência Brasil com Prensa Latina)

XX Cine Ceará com inscrições até 6ª feira

Os interessados em inscrever seus filmes na 23ª edição do Cine Ceará (Festival Ibero-Americano de Cinema) que acontecerá em Fortaleza  de 7 a 14 de setembro, no Centro Dragão do Mar, têm só até a próxima sexta-feira para realizar o procedimento. O regulamento completo do festival e a ficha de inscrição estão disponível no site http://www.cineceara.com. Uma vez selecionados pela Associação Cultural Cine Ceará, concorrem ao Troféu Mucuripe longas-metragens ibero-americanos e curtas-metragens brasileiros. Entre os filmes de longa duração, aquele escolhido como o melhor da competição leva um prêmio de U$10 mil (dez mil dólares).

Os curtas-metragens deverão ter sido realizados por produtores e/ou diretores brasileiros ou radicados no país há mais de três anos e devem ter até 20 minutos de duração. Deverão ainda ser obras concluídas a partir de janeiro de 2012, que não podem ter participado de processos seletivos nas edições anteriores do Cine Ceará. Os longas-metragens deverão ter duração mínima de 70 minutos e terem sido finalizados a partir de 2011 por produtores e/ou diretores de países da América Latina e o Caribe, Portugal e Espanha, em formatos profissionais.

Os prêmios da crítica para melhor curta e longa-metragem serão concedidos pela Abraccine, Associação Brasileira de Críticos de Cinema. Para o melhor longa, de acordo com o júri oficial, será concedido um prêmio especial no valor de US$ 10 mil. Haverá ainda a entrega do troféu Mucuripe de melhor curta da mostra Olhar do Ceará, para o qual haverá um júri de estudantes das universidades de Fortaleza.

SERVIÇO

* Regulamento no site www.cineceara.com

Brasil disputa vaga na Comissão de Direitos Humanos da OEA

“O ex-ministro Paulo Vannuchi, de 63 anos, disputa até quinta-feira (6) uma das três vagas da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), relativas ao período 2014-2017. As eleições ocorrem na 43ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), em Antígua, Guatemala. O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, chefia a delegação brasileira.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos é formada por sete membros, mas apenas três vagas serão renovadas nas eleições que ocorrem ao longo da semana. O órgão é uma das entidades do sistema interamericano de proteção e promoção dos direitos humanos nas Américas. A sede é em Washington, nos Estados Unidos.

Além de Vannuchi, também concorrem ao posto James Cavallaro (Estados Unidos), Erick Roberts Garcés (Equador), Javier de Balaúnde López de Romaña (Peru). Tentam a reeleição José de Jesús Orozco Henríquez (México) e o atual presidente da comissão, Rodrigo Escobar Gil (Colômbia). A OEA permite reeleição para o cargo apenas uma vez.”

(Agência Brasil)

Brasil assina tratado sobre comércio de armas

“Representantes de 60 países, incluindo a delegação do Brasil, assinaram o Tratado sobre o Comércio de Armas, na sede das Nações Unidas em Nova York, nos Estados Unidos. O Ministério das Relações Exteriores informou que o Brasil participou do processo de negociação do tratado com o objetivo de reduzir a possibilidade de que essas armas sejam desviadas para o mercado ilícito.

A ideia é evitar o incentivo a conflitos internos que estimulam a violência armada. A iniciativa ocorre no momento em que se intensifica, por exemplo, a crise na Síria, que já dura 25 meses e que divide europeus, norte-americanos, russos e chineses. Os europeus se dispõem a vender armas para a oposição ao governo sírio, enquanto russos pretendem abastecer o grupo do presidente da Síria, Bashar Al Assad.

O representante permanente do Brasil na Conferência do Desarmamento, o embaixador Antonio José Vallim Guerreiro, ressaltou que o processo de negociação do tratado levou sete anos. Mas lembrou que o Brasil foi um dos pioneiros em defender uma iniciativa ampla e multilateral.”

(Agência Brasil)

Ano do Brasil em Portugal entra na reta final

“Será encerrado na próxima segunda-feira (10) o Ano do Brasil em Portugal – a mostra de dez meses sobre a produção cultural brasileira, promovida pela Fundação Nacional de Artes (Funarte) com o apoio da Embaixada do Brasil em Lisboa – para atualizar a visão dos portugueses sobre a criação nacional de música, dança, teatro, cinema, fotografia, artes plásticas e literatura. Dez de junho é o Dia Nacional de Portugal e deverá coincidir com cúpula dos governos lusitano e brasileiro em Lisboa. A presença da presidenta Dilma Rousseff é aguardada no encerramento do Ano do Brasil em Portugal, que terá show com a cantora Maria Bethânia.

Na última semana do Ano do Brasil em Portugal, a programação será intensificada com atrações gratuitas ou a preços reduzidos (até 5 euros ou R$ 13,5). No Espaço Brasil, o principal local para a realização de eventos em Lisboa (na LX Factory, Bairro de Alcântara) haverá shows de terça-feira (4) a domingo (9). Entre as atrações estão José Miguel Wisnick, Ná Ozzetti e Ed Motta. Conforme o dia, os shows começam às 21 ou às 22 horas.

Na sexta-feira e no sábado (7 e 8), no mesmo Espaço Brasil (a partir das 9h30min), haverá o Encontro Luso-Brasileiro de Territórios Criativos, para o intercâmbio de conhecimentos e experiências sobre a criatividade como motor do desenvolvimento. No domingo, serão exibidas peças produzidas pelo Polo Joalheiro do Pará, na exposição Cultura e Natureza – O Luxo do Design, Moda e Manualidades da Amazônia.”

(Agência Brasil)