Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Crise na Venezuela

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (21):

Depois das mortes e violências levadas a cabo pela oposição venezuelana, a ameaça de ficar isolada continentalmente ficou explícita com a decisão dos países da Unasul de apoiar o resultado das eleições presidenciais, bem como a investigação das denúncias eleitorais e dos fatos violentos ocorridos nos últimos dias.

Nicolás Maduro foi empossado, sexta-feira, como presidente legítimo, em cerimônia prestigiada por quase duas dezenas de chefes de estado (inclusive, Dilma Rousseff) e outros representantes estrangeiros. Simultaneamente, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) acatou o pedido dos oposicionistas de auditar 100% das urnas, já que foi feito pelos caminhos institucionais.

De acordo com a Constituição, o resultado é proclamado depois de auditadas, automaticamente, 54% das urnas, logo após a contagem dos votos. Contudo, a lei garante a possibilidade de se recorrer a uma auditoria de 100% das urnas. Mas, antes, os contestadores teriam de reconhecer a legitimidade da ordem constitucional democrática vigente.

Crise na Venezuela: Vitória da institucionalidade

Eis Editorial do O POVO deset sábado:

A posse do presidente Nicolás Maduro, ontem, na presença de chefes de Estado da Unasul e de várias outras representações estrangeiras concorreu – junto com a decisão do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano de aceitar a auditoria em 100% dos votos das eleições do último domingo – para o aliviamento das tensões no país. A própria Unasul já reconhecera a legitimidade dos resultados e pedira uma investigação das denúncias eleitorais e dos últimos acontecimentos violentos.

A via escolhida pela oposição – de não acatamento da ordem jurídica legítima – poderia levar a Venezuela à conflagração, com resultados imprevisíveis. O único caminho viável para todas as forças internas é o de acatamento do Estado Democrático de Direito vigente. Afinal de contas, as instituições políticas venezuelanas foram validadas pela soberania popular. A própria Constituição, antes de ter sua elaboração concluída, foi amplamente debatida na sociedade e posteriormente levada a referendo popular para ser ratificada ou não pelo povo. Este a aprovou com amplíssima votação.

Seria um erro da oposição voltar à posição anterior de negar a legitimidade da ordem jurídica, que a tinha levado a não participar do jogo eleitoral. A correção daquele equívoco rendeu-lhe grandes frutos eleitorais desde então. Assim, seria uma estupidez reincidir no erro. Se o fizesse estaria apostando na via golpista. Ora, a consciência democrática internacional rejeita esse tipo de solução ilegítima. Basta lembrar o desastre para a imagem da oposição que foi o golpe de estado contra Hugo Chávez, em 2002. Quem quiser ascender ao poder, hoje, na América Latina, tem que conquistar o voto do eleitor.

Apesar de já ter proclamado Nicolás Maduro como candidato vencedor, o CNE acatou o pedido de recontagem dos votos, desde que foi encaminhado pela via institucional pelos opositores. Devemos lembrar que, em seu primeiro pronunciamento, logo que saiu o resultado das urnas, Nicolás Maduro manifestou-se aberto a esse pleito da oposição. Contudo, cabia ao CNE – por ser um órgão autônomo, conforme a Constituição, decidir essa questão. É o que fez, agora, sabiamente, criando as condições mínimas para o diálogo interno entre as forças oponentes.

Obama diz que autoridades ainda investigam motivação do atentado

O presidente Barack Obama disse na noite dessa sexta-feira (19) que o maior desafio das autoridades a partir de agora será descobrir o que motivou os envolvidos no atentado à Maratona de Boston e se há mais pessoas envolvidas no ataque.

Obama discursou em cadeia de televisão momentos após a confirmação da captura de Dzhokhar Tsarnaev dentro de um barco guardado no quintal de uma casa em Watertown. O outro suspeito havia morrido em confronto com a polícia.

Obama declarou que os Estados Unidos continuarão a receber pessoas de todo o mundo. O suspeito preso e seu irmão morto em confronto com a polícia eram tchetchenos que moravam no país há uma década. “Eles falharam porque nós nos recusamos a ser aterrorizados”, disse o presidente norte-americano.

Obama homenageou as três pessoas mortas nos atentados e o policial assassinado pelos suspeitos.

(Agência Brasil)

Venezuela – Conselho Eleitoral anuncia auditoria

“O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) decidiu na noite dessa quinta-feira (18) auditar 46% das urnas usadas nas eleições presidenciais de domingo (14) na Venezuela, que deram a vitória ao candidato Nicolás Maduro. Os 54% restantes já haviam sido verificados, de acordo com o CNE. O governador do estado de Miranda e candidato oposicionista, Henrique Capriles, que liderou protestos no país pela recontagem manual dos votos, aceitou a decisão do CNE. Os votos digitados nas urnas eletrônicas foram impressos e guardados em caixas para auditoria posterior.

“Aceitamos o que foi decidido pelo conselho sobre recontar os votos. O que estávamos pedindo está aqui na nossa Constituição e fortalece nossa democracia”, destacou, poucos minutos depois do anúncio da decisão do CNE, por volta das 23h no horário de Caracas.

“Vamos fazer isso para frear os violentos que buscavam acabar com a democracia”, destacou a presidenta do CNE, Tibisay Lucena. Ela explicou como será feita a auditoria. “Selecionaremos uma amostra que será auditada inicialmente por dez dias. O processo se completará por ciclos de dez em dez dias até completar 30 dias e no final o resultado será entregue em um informe ao país.”

(Agência Brasil)

Suspeito de ataques em Boston é morto durante operação policial

Um dos suspeitos pela explosão na Maratona de Boston foi morto após sefr capturado durante mega operação policial na cidade de Watertown, informou o comissário da polícia de Boston, Edward F. Davis. De acordo com a polícia, o suspeito que aparece nas imagens divulgadas pela FBI –polícia federal norte-americana– com um boné preto foi baleado em confronto com a polícia. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O caso provocou tês mortos e mais de 170 feridos na última segunda-feira.

“Nós acreditamos que esse homem é um terrorista. Acreditamos que ele veio até aqui para matar pessoas”, declarou o comissário. Ainda segundo ele, o suspeito praticou um assalto a uma loja de conveniência na noite desta quinta-feira (18). Um segundo suspeito pelos ataques durante a Maratona de Boston –que está com um boné branco nas imagens– está sendo procurado pela polícia em Watertown. A polícia do Estado de Massachusetts pediu, por meio de sua conta oficial no Twitter, que os moradores de Watertown não saiam de suas residências e só abram a porta de casa para a polícia.

* Com Portal Uol aqui.

FMI preocupado com ritmos diferentes de recuperação das maiores economias mundiais

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, manifestou nessa quinta-feira (18), em Washington, preocupação com a recuperação em velocidades distintas das maiores economias mundiais.

Para Christine, o atual “momento crítico” da economia mundial exige uma resposta “personalizada” para cada país. Contudo, a diretora-geral do FMI alertou para a necessidade de “sincronizar” as necessidades das diferentes economias, dando como exemplo a estagnação na Europa e no Japão, o crescimento lento dos Estados Unidos e a realidade das economias emergentes.

O crescimento a “diferentes velocidades”, diz Christine, “não é a recuperação mais saudável” que o fundo pudesse imaginar. “O que precisamos é uma economia em recuperação de uma forma global”, acrescentou a diretora-geral da entidade.

O FMI estima que a economia na zona do euro se contraia 0,3% este ano, previsão menor que a expansão de 0,2% esperada em janeiro. Nas projeções incluídas no World Economic Outlook, documento publicado na terça-feira pela instituição baseada em Washington, as revisões apontam para uma deterioração em relação ao relatório anterior, divulgado em outubro. As previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial foram reduzidas de 3,5% para 3,3%. No entanto, a estimativa para 2014 foi mantida em 4%.

(Agência Brasil)

Alvaro Dias: ‘situação de torcedores brasileiros na Bolívia fere nossa soberania’

O senador Alvaro Dias cobrou do governo, nesta quinta-feira (18), uma postura mais rigorosa diante da situação dos doze torcedores do Corinthians que estão presos na Bolívia desde fevereiro. Ele elogiou, no entanto, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, por ter discutido o assunto com autoridades bolivianas nesta semana.

Alvaro classificou a prisão dos torcedores, suspeitos de participação na morte do jovem Kevin Espada, atingido por um sinalizador em partida entre Corinthians e San José, de “irregular, ilegal e injusta”. Ele ressaltou que cinco dos presos nem estavam no estádio no momento da ocorrência.

Segundo o senador, não se pode descartar a hipótese de a manutenção das prisões ser um “revide” do governo boliviano, pelo fato de o Brasil estar abrigando o senador de oposição Roger Pinto Molino na embaixada em La Paz.

– É uma das hipóteses: revide em função de ter o governo brasileiro acolhido um senador de oposição ao governo boliviano, que está aguardando um salvo-conduto para poder sair do país, já que é perseguido pelo governo local – disse Alvaro.

Ele lembrou que a hipótese já foi aventada pelo senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), que visitou os torcedores em Oruro, em março. Desde então, Ferraço, que é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), vem cobrando uma solução para a situação.

– Não há dúvida de que isso afeta as relações diplomáticas e fere um pouco a nossa soberania. Isso, sem dúvida nenhuma, se constitui em humilhação para o Brasil. É um desrespeito! – disse Alvaro.

(Agência Senado)

Unasul discutirá tensão pós-eleições na Venezuela

“A tensão na Venezuela, em decorrência das eleições presidenciais ocorridas no domingo (14), é o tema principal de uma reunião de urgência convocada para hoje (18) pelos líderes da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), em Lima, no Peru. A presidenta Dilma Rousseff confirmou presença. Depois, ela segue para Caracas, capital venezuelana, para a cerimônia de posse do presidente eleito Nicolás Maduro. No total, oito pessoas morreram e 70 ficaram feridas nos confrontos depois do pleito.

A reunião ocorre em Lima porque o presidente do Peru, Ollanda Humala, comanda temporariamente a Unasul. Integram a Unasul os seguintes países: Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai (suspenso do bloco), Venezuela, Chile, Guiana e Suriname. O Panamá e o México são países observadores do grupo.

O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Congresso peruano, Víctor Andrés García Belaunde, disse que o desafio da reunião é “convencer” as partes em conflito na Venezuela a buscar um “diálogo franco e sincero para salvar a democracia e assegurar a governabilidade”. O parlamentar se refere a Maduro e ao grupo de oposição, liderado por Henrique Capriles, derrotado nas eleições, pois nos últimos dias os incidentes envolvendo aliados de ambos os lados se agravaram gerando momentos de tensão e violência na Venezuela.”

(Agência Brasil)

Explosão em fábrica no Texas deixa mortos e feridos

“A Fábrica de Fertilizantes Ocidente, localizada em West, na região de Waco, no Texas (Estados Unidos), foi alvo de uma explosão ontem (17) à noite. Não há detalhes sobre as causas do incidente. Testemunhas dizem que a impressão é que houve a explosão de uma bomba. As autoridades públicas avaliam o número de mortos e feridos. Informações não oficiais indicam que os mortos podem chegar a 70 e o de feridos, a mais de 170, pois há pessoas ainda sob os escombros. A explosão ocorreu por volta das 19h50 (21h50 de Brasília) e provocou danos em uma área extensa.

Segundo as autoridades, pelo menos 50 casas foram danificadas e um edifício com 50 apartamentos ficou destruído. Um asilo também teria sido atingido, segundo informações preliminares. Várias construções no entorno ainda continuavam em chamas por volta das 1h30 (3h30 de Brasília). Bombeiros, ambulâncias e seis helicópteros foram deslocados para participar do resgate.

O incidente no Texas ocorreu no mesmo momento em que os Estados Unidos vivem em clima de comoção devido às explosões registradas durante a Maratona de Boston, há três dias, matando três pessoas e deixando mais de 180 feridas. Paralelamente, o presidente norte-americano Barack Obama e um senador receberam correspondências aparentemente contaminadas com o veneno letal ricinina.”

(Agência Brasil, com BBC Brasil)

Teste preliminar mostra veneno em carta enviada a Obama

“Os serviços secretos dos Estados Unidos disseram nesta quarta-feira (17) que teste preliminar da substância enviada em uma carta ao presidente norte-americano Barack Obama deu resultado positivo para o veneno ricino. Há a necessidade de se fazer testes mais elaborados para se ter uma resposta definitiva. O FBI, a Polícia Federal norte-americana, já adiantou que não há aparentes ligações entre o envio da carta e os ataques em Boston.

“Somente uma análise completa realizada em um laboratório credenciado pode determinar a presença de um agente biológico como o ricino. Estes testes estão sendo processados e geralmente levam de 24 a 48 horas”, indicou o FBI, em comunicado. Sobre as investigações dos atentados em Boston, o mesmo órgão disse estar alcançando “progressos substanciais”. Também na manhã de hoje, partes de dois edifícios do Senado norte-americano foram esvaziadas após o recebimento de cartas e caixas suspeitas.

Ainda nessa terça-feira (16), uma carta contendo o veneno ricino foi enviada ao senador republicano Roger Wicker. O envelope foi interceptado em uma central dos Correios do Capitólio e não chegou ao senador. Os incidentes ocorrem em um momento de tensão nos Estados Unidos, dias depois do atentado à Maratona de Boston, em que três pessoas morreram e mais de 170 ficaram feridas.”

(Agência Brasil)

Dilma declara repúdio a ataque em Boston e declara solidariedade às vítimas

A presidente Dilma Rousseff lamentou na noite dessa segunda-feira (15) o atentado ocorrido na cidade de Boston, nos Estados Unidos. Segundo nota oficial divulgada pelo Palácio do Planalto, a presidente manifestou seu repúdio “a esse ato insano de violência e sua solidariedade, em nome de todos os brasileiros, às vítimas e suas famílias”.

Três pessoas morreram durante a explosão de duas bombas, ao final da Maratona de Boston, informou o governo do estado de Massachusetts durante uma entrevista coletiva. O número de feridos, segundo a rede de televisão CNN, é pelo menos 130 pessoas, 17 internadas em estado crítico. As investigações do atentado foram assumidas pelo Federal Bureau of Investigation (FBI).

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi informado e ordenou a “resposta necessária” ao incidente no popular evento desportivo da cidade no Estado de Massachusetts. As autoridades ainda não se pronunciaram sobre a origem das explosões, descritas pela CNN como um incidente “aparentemente de explosões de bomba”.

(Agência Brasil)

Obama diz que responsáveis por explosões em Boston serão punidos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que os responsáveis pelas explosões na Maratona de Boston serão identificados e levados à Justiça. Segundo informações publicadas pela Agência Lusa, as explosões deixaram pelo menos dois mortos e mais de 100 feridos.

“Nós ainda não sabemos quem fez isso e o porquê. As pessoas não devem tirar conclusões precipitadas antes de todos os fatos serem apurados. Nós iremos até o final disto. Iremos encontrar quem fez isto e saberemos os motivos. Indivíduos ou grupos serão responsabilizados e levados à Justiça”, disse Obama em um pronunciamento nesta segunda-feira (15).

O presidente norte-americano informou que já pediu ao diretor do FBI (a Polícia Federal americana), Robert Mueller, que investigue o caso e que o governo de Boston irá receber ajuda adicional.

Ele disse que, junto com a primeira-dama Michelle Obama, está rezando pelas famílias das vítimas de Boston. O presidente agradeceu o trabalho dos bombeiros, policiais e membros da Guarda Nacional no socorro às vítimas.

A Maratona de Boston é um dos principais eventos desportivos norte-americanos, com cerca de 27 mil corredores e milhares de espectadores. As imagens das televisões diretas do local mostraram cenas de pânico, com os destroços cobrindo as ruas e feridos sendo levados em macas. Testemunhas disseram que as duas explosões ocorreram em sequência, uma em seguida da outra e com poucos segundos de diferença, e não simultaneamente.

Segundo o jornal Boston Globe, as explosões ocorreram às 15h (horário local). É feriado estadual nesta segunda-feira em Boston. Relatos indicam que as explosões ocorreram cerca de três horas após os vencedores da prova terem cruzado a linha de chegada. Imagens gravadas de um helicóptero exibiram grandes manchas de sangue no asfalto na popular região de compras e turismo conhecida como Back Bay.

Informações apontam que a primeira explosão pode ter ocorrido no lado norte da Rua Boylston, antes da ponte que marca a linha de chegada. Outra forte explosão foi ouvida poucos segundos depois.

Os corredores que ainda não tinham completado a maratona foram desviados para longe do local da fumaça das explosões, e as ruas ao redor foram isoladas. A unidade da Cruz Vermelha para o leste do estado de Massachusetts montou um centro de resposta a desastres no local.

(Agência Brasil)

Consultor cearense integra grupo que quer estreitar as relações Brasil-Quênia

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7UgWouV7pGU[/youtube]

O Brasil quer estreitar relações com o Quênia. Dentro desse objetivo, o Itamaraty acerta exposição, com eventos esportivos e cultuais e rodada de negócios. O consultor internacional Bosco Monte, que faz parte do grupo que organiza essa programação, dá detalhes desse estreitamento de relações com o Quênia.

Economia chinesa cresce abaixo do esperado

“A economia da China, segunda maior do mundo depois dos Estados Unidos, desacelerou e cresceu menos do que o previsto por analistas nos primeiros três meses do ano. O crescimento anualizado foi de 7,7% no trimestre de janeiro a março, comparado com 7,9% nos três meses anteriores. Os analistas previam uma porcentagem mais próxima aos 8%. “A China manteve um firme crescimento apesar da complicada situação econômica internacional”, informou o Gabinete Nacional de Estatísticas do país. A China tenta incentivar o crescimento após registrar o menor aumento do Produto Interno Bruto (PIB) em treze anos, em 2012.

Vários dados econômicos, divulgados hoje (15) pelo governo da China, também ficaram abaixo do esperado, elevando as dúvidas sobre as perspectivas para o crescimento chinês. A produção industrial cresceu 8,9% em março em relação ao ano anterior, muito abaixo dos cerca de 10% previstos pelos analistas. Os investimentos em bens de capital, um dos motores do crescimento chinês, subiram a uma taxa anual de 20,9% nos primeiros três meses do ano, mas os analistas previam mais de 21%.”

(Agência Brasil e Portugal Lusa)

Venezuela – Oposição não quer reconhecer vitória de Maduro

“Depois da vitória de Nicolás Maduro na disputa presidencial na Venezuela, o candidato oposicionista, Henrique Capriles, anunciou que não reconhece o resultado das urnas na votação desse domingo (14) e disse que vai pedir a recontagem dos votos computados pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE). Maduro venceu com pequena margem de diferença – menos de 234 mil votos – sobre Capriles. “Não vamos reconhecer um resultado enquanto não se contar cada voto dos venezuelanos, um por um. Exigimos que o CNE abra todas as caixas e que cada voto seja contado”, declarou após a divulgação do resultado das eleições desse domingo, depois das 23h no horário local.

Capriles teve 49,07% dos votos e Maduro, atual presidente interino do país, conquistou 50,66% do total apurado. Considerado sucessor político de Hugo Chávez, que morreu em março após lutar contra um câncer, o presidente eleito pediu humildade à oposição para que reconheça os resultados, mas acrescentou que aceita que a chamada verificação cidadã (auditoria) seja feita.

O sistema eleitoral usa urnas eletrônicas e os votos são impressos e guardados para posterior verificação. “O processo foi justo, legal e constitucional”, disse Nicolás Maduro, em seu primeiro pronunciamento após a vitória.”

(Agência Brasil)

Maduro vence eleição na Venezuela

“Considerado sucessor político de Hugo Chávez e atual presidente interino do país, Nicolás Maduro, foi eleito presidente da Venezuela, anunciou a presidenta do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibisay Lucena. Maduro, candidato da situação, teve 50,66% dos votos, superando os 49,07% do oposicionista Henrique Capriles. Maduro irá suceder Hugo Chávez, que morreu em março após lutar contra um câncer.

De acordo com a presidenta do conselho, não há como o resultado mudar. Até o momento, 99,12% das urnas foram apuradas. “O CNE, quando dá um resultado eleitoral, é porque é irreversível”, disse. Segundo o conselho, 78,71% dos eleitores votaram neste domingo (14). O resultado foi divulgado às 23h16 (horário de Caracas).

Maduro tem 51 anos, foi motorista de ônibus e participou desde o início do movimento de esquerda fundado por Hugo Chávez. Em 2000, foi eleito deputado da Assembleia Nacional, e em 2006, assumiu o cargo de Ministro das Relações Exteriores do governo de Chávez, e se manteve na função até ser designado vice-presidente do país.”

(Agência Brasil)