Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Venezuela acusa americano de financiar protestos da oposição

O governo da Venezuela informou nesta quarta-feira (25) ter capturado um americano por suposto envolvimento nos protestos realizados pela oposição, após o resultado das eleições presidenciais de 14 de abril. Os protestos deixaram nove pessoas mortas e 78 feridas.

O ministro de Interior e Justiça, Miguel Torres disse que Timothy Hallet Tracy, 34 anos, foi detido por ter se infiltrado em uma organização de jovens opositores que participaram da “Operação Soberania”.

“Detectamos a este norte-americano, o qual presumimos pertencer a uma organização de inteligência”, declarou Miguel Torres. O ministro disse que Timothy Tracy recebeu treinamento para se infiltrar e financiamento para repassar aos jovens.

“Este sujeito queria incitar mobilizações, após a emissão dos resultados [das eleições], para levar o país a uma guerra civil. Temos documentos que comprovam que ele queria nos conduzir a este cenário, e isso, conduziria a intervenção dos Estados Unidos em nosso país”, acrescentou o ministro.

(Agência Brasil)

Presidente da Nestlé defende privatização da água

86 1

Essa está no Blog do Luís Nassif desta quarta-feira e chega no momento em que o Governo do Ceará apresenta, em mensagem enviada para a Assembleia, brechas que podem fazer a Cagece fechar parcerias com a iniciativa privada. Confira o original:

Peter Brabeck-Letmathe, un empresario austríaco que desde el año 2005 ejerce como presidente del grupo Nestlé, considera que se debería privatizar el suministro de agua para que como sociedad tomáramos consciencia de su importancia y acabásemos con el malbaratamiento que se produce en la actualidad.

Unas palabras las suyas que provocan cierto estupor, máxime si se tiene en cuenta que Nestlé es el líder mundial en la venta de agua embotellada. Un sector éste que le reporta el 8% de sus ingresos totales, que en el 2011 ascendieron hasta los 68.580 millones de euros.

Pero Brabeck ha salido al paso de estas y otras críticas para remarcar que el hecho de que mucha gente tenga la percepción de que el agua es gratuita hace que en demasiadas ocasiones no se le dé el valor que tiene y se malgaste. De ahí que sostenga que los gobiernos deben garantizar que cada persona disponga de 5 litros de agua diaria para beber y otros 25 litros para su higiene personal, pero que el resto del consumo se tendría que gestionar siguiendo criterios empresariales.

A pesar del rechazo que provocan sus postulados, hace tiempo que los defiende sin miramientos, con entrevistas como ésta que aparece en el siguiente vídeo en la que califica de extremistas a las ONG que sostienen que el agua debería ser un derecho fundamental.

En su opinión, el agua debería ser tratada como cualquier otro bien alimenticio y tener un valor de mercado que viniera establecido por la ley de la oferta y la demanda (!!!). Sólo de esta manera, apunta, emprenderíamos acciones para limitar el consumo excesivo que se da en estos momentos. Toda un alma caritativa el señor Peter Brabeck-Letmathe.

(Com Abadia Digital)

Congresso colombiano debate casamento gay

No centro de Bogotá, capital da Colômbia, dois grupos de manifestantes dividiram espaço na Praça Bolívar nessa terça-feira (23), em frente ao Congresso da República, em manifestações contra e a favor do casamento entre homossexuais. O assunto será debatido no Senado colombiano, que tem até o mês de junho para decidir sobre o assunto, por determinação da Corte Constitucional do país. Se aprovado, a Colômbia será o terceiro país da América do Sul a reconhecer o casamento gay, assim como a Argentina e o Uruguai.

O Bloco Nacional Pró-Matrimônio Igualitário na Colômbia, que reúne ativistas de diferentes organizações não governamentais, enviou carta ao Congresso pedindo a aprovação, lembrando que a Corte Constitucional espera que uma decisão seja tomada. Em julho do ano passado, foi solicitada à Corte uma alteração na definição de matrimônio vigente no país há 125 anos, mas a Justiça se negou a decidir sobre a definição legal de matrimônio expressa na lei atual: “união de um homem e uma mulher”.

O Tribunal transferiu o pedido ao Congresso, argumentando que a Câmara e o Senado devem “superar o estado de omissão legislativa” sobre a união gay. O Código Civil colombiano reconhece a possibilidade de união entre duas pessoas do mesmo sexo desde 2010, mas a Constituição, em vigor no país desde 1991, mantém a definição de que o “casamento nasce da vontade entre um homem e uma mulher”.

(Agência Brasil)

Papa reza por bispos ortodoxos que foram sequestrados na Síria

“O papa Francisco acompanha com atenção o sequestro de dois bispos das igrejas ortodoxas síria e grega, em Alepo, no Norte da Síria. Em nota, o Vaticano informou hoje (23) que Francisco faz orações pela saúde e libertação dos religiosos que foram sequestrados ontem (22). “[O papa faz suas preces para que], com o esforço de todos, o povo sírio possa finalmente ver respostas eficazes ao drama humanitário e o surgimento no horizonte de esperanças”, diz o texto.

A Síria vive em clima de guerra há dois anos em decorrência da disputa de poder entre as forças do governo e a oposição. De acordo com a agência oficial de notícias do país, Sana, um “grupo terrorista armado” sequestrou o bispo Yohanna Ibrahim, responsável pela igreja síria ortodoxa, e o bispo Boulos Yazikhi, responsável pela igreja grega ortodoxa, quando faziam trabalhos humanitários no povoado de Kafr Dael, na província de Alepo.

Segundo relatos, o carro no qual estavam os bispos foi interceptado e motorista foi morto. Os cristãos constituem cerca de 5% da população síria. No começo de fevereiro, dois padres foram sequestrados por homens armados também em Alepo.”

(Agência Brasil com Rádio Vaticano)

Fortaleza receberá mestre de Krav Maga, luta de origem israelita

Fortaleza vai receber, nesta quarta-feira, o mestre Kobi Lichtenstein, fundador da Federação Sul-Americana de Krav Maga – uma luta de origem israelita. Ele vai expor a técnica durante palestra marcada para as 20 horas desta quarta-feira, na Academia Mix (Bairro Dionísio Torres).

O Krav Maga é a única luta reconhecida mundialmente como defesa pessoal e não como arte marcial. Foi desenvolvido em Israel, para permitir a qualquer pessoa exercer o direito à vida. Com respostas simples, rápidas e objetivas para situações de violência do dia a dia, o Krav Maga possibilita que o cidadão comum possa se defender, independentemente de força física, idade ou sexo.

Explosão deixa dois feridos na embaixada francesa em Trípoli

“Um carro-bomba explodiu hoje (23) em frente à Embaixada da França em Trípoli, a capital da Líbia, ferindo dois seguranças franceses. A explosão destruiu parte do muro da embaixada e causou graves danos ao edifício. O governo líbio acusou grupos terroristas pelo ataque. O presidente da França, François Hollande, disse que o governo espera que a Líbia esclareça completamente o ataque. “A França espera das autoridades líbias um esclarecimento completo sobre este ato inaceitável, para que os autores sejam identificados e julgados. Esse ato visa, por meio da França, a todos os países da comunidade internacional envolvidos na luta contra o terrorismo”, disse Hollande em comunicado.

Ele determinou ao ministro das Relações Exteriores, Laurent Fabius, que vá à Líbia e adote as medidas necessárias para garantir o repatriamento dos dois guardas. Em nota, Fabius assegurou que, em conjunto com as autoridades líbias, tudo será feito para esclarecer as circunstâncias desse ato odioso e identificar rapidamente os autores.

O deputado francês Jacques Myard informou que a explosão destruiu 80% do prédio da representação diplomática. A embaixada está instalada em uma casa de dois andares, em um bairro residencial de Trípoli. Dois carros estacionados perto da embaixada também ficaram destruídos.”

(Agencia Brasil com BBC Brasil)

Espanha registra o maior déficit do PIB entre países europeus

“A Espanha é o país da Europa que registrou maior déficit do Produto Interno Bruto (PIB) em 2012. O instituto de estatística dos 27 países que compõem a União Europeia, o Eurostat, informou que a Espanha registrou 10,6% de déficit, mesmo com os repasses para sanear as instituições financeiras. O segundo país com maior déficit foi a Grécia com 10%, depois a Irlanda com 7,6% e Portugal com 6,4%

Os países da zona do euro (que adotam a moeda única) sofrem os impactos da crise econômica internacional. O ministro da Economia e Competitividade da Espanha, Luis de Guindos, disse que o plano de reformas que será apresentado esta semana pelo governo federal vai estimular o crescimento econômico e não apenas tentará resolver o problema do déficit financeiro.

De acordo com informações não oficiais, o governo espanhol evita adotar mais medidas de austeridade, que são rejeitadas pela sociedade espanhola, pois envolvem aumento de impostos e tarifas públicas, assim como corte de pessoal.”

(Agência Brasil)

Partido Colorado vence as eleições presidenciais no Paraguai

“Horacio Cartes, candidato do Partido Colorado, foi eleito presidente do Paraguai. O pleito ocorreu nesse domingo (21) e, segundo o Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE), ele venceu com uma diferença de 9 a 10 pontos percentuais em relação ao segundo colocado Efraín Alegre, do Partido Liberal. A apuração dos votos ainda não foi concluída.

Às 23h45,min, o site do TSJE informava que 99,13% dos votos para presidente foram apurados, com 45,8% para Cartes e 36,95% para Alegre. Em seu discurso de vitória, Cartes reafirmou seu compromisso eleitoral de dar “um novo rumo ao Paraguai”.”

(Com Agências)

Paraguaios vão às urnas para eleger novo presidente

O Paraguai elege neste domingo (21) um novo presidente e renova a totalidade do Congresso. A votação ocorre dez meses depois da crise institucional desencadeada pela destituição do presidente Fernando Lugo, que levou os governos regionais a suspenderem o país do Mercado Comum do Sul (Mercosul) e da União de Nações Sulamericanas (Unasul).

Desde as 8h e até as 18h (horário de Brasília), 3,5 milhões de paraguaios irão às urnas para decidir quem vai governar o país nos próximos cinco anos. Dois dos 11 candidatos lideram as pesquisas de opinião, ambos de partidos tradicionais: Horacio Cartes, do Partido Colorado (que governou o país durante 61 anos), e Efraín Alegre, do Partido Liberal Autentico (no poder desde o impeachment de Lugo).

Os resultados preliminares devem ser divulgados três horas depois do fechamento das urnas e a previsão é de que, até o final da noite, o nome do vencedor seja anunciado. No Paraguai não existe segundo turno: ganha quem obtiver a maioria dos votos. Além de presidente, os paraguaios elegerão 17 governadores, 45 senadores e 80 deputados federais. As últimas pesquisas indicavam que os colorados e liberais teriam as maiores bancadas, mas que a esquerda ganharia terreno.

“Fernando Lugo é candidato a senador pela Frente Guasú. Deve ser eleito e provavelmente consiga eleger outros quatro senadores, formando uma bancada própria – coisa que não tinha quando era presidente”, disse à Agência Brasil o analista politico Francisco Capli, da consultora First Analysis, que faz pesquisas de opinião. Foi o Congresso, de maioria oposicionista, que aprovou o impeachment relâmpago de Lugo. Em 48 horas o ex-bispo esquerdista foi julgado, condenado e substituído por seu vice, Federico Franco – político conservador do Partido Liberal.

(Agência Brasil)

Papa Francisco se diz “muito preocupado” com situação política da Venezuela

papa francisco

O papa Francisco comentou a situação política na Venezuela, neste domingo (21), após oração na Praça de São Pedro, no Vaticano. O papa se disse “muito preocupado” com a “grande dificuldade que o país atravessa”.

Ao revelar suas “intensas orações” pela Venezuela e convocar os fiéis a “rezar e trabalhar a favor da reconciliação e da paz”, o papa Francisco pediu ao venezuelano que rejeite a violência e estabeleça um “diálogo baseado na verdade”.

(com agências)

Crise na Venezuela

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (21):

Depois das mortes e violências levadas a cabo pela oposição venezuelana, a ameaça de ficar isolada continentalmente ficou explícita com a decisão dos países da Unasul de apoiar o resultado das eleições presidenciais, bem como a investigação das denúncias eleitorais e dos fatos violentos ocorridos nos últimos dias.

Nicolás Maduro foi empossado, sexta-feira, como presidente legítimo, em cerimônia prestigiada por quase duas dezenas de chefes de estado (inclusive, Dilma Rousseff) e outros representantes estrangeiros. Simultaneamente, o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) acatou o pedido dos oposicionistas de auditar 100% das urnas, já que foi feito pelos caminhos institucionais.

De acordo com a Constituição, o resultado é proclamado depois de auditadas, automaticamente, 54% das urnas, logo após a contagem dos votos. Contudo, a lei garante a possibilidade de se recorrer a uma auditoria de 100% das urnas. Mas, antes, os contestadores teriam de reconhecer a legitimidade da ordem constitucional democrática vigente.

Crise na Venezuela: Vitória da institucionalidade

Eis Editorial do O POVO deset sábado:

A posse do presidente Nicolás Maduro, ontem, na presença de chefes de Estado da Unasul e de várias outras representações estrangeiras concorreu – junto com a decisão do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano de aceitar a auditoria em 100% dos votos das eleições do último domingo – para o aliviamento das tensões no país. A própria Unasul já reconhecera a legitimidade dos resultados e pedira uma investigação das denúncias eleitorais e dos últimos acontecimentos violentos.

A via escolhida pela oposição – de não acatamento da ordem jurídica legítima – poderia levar a Venezuela à conflagração, com resultados imprevisíveis. O único caminho viável para todas as forças internas é o de acatamento do Estado Democrático de Direito vigente. Afinal de contas, as instituições políticas venezuelanas foram validadas pela soberania popular. A própria Constituição, antes de ter sua elaboração concluída, foi amplamente debatida na sociedade e posteriormente levada a referendo popular para ser ratificada ou não pelo povo. Este a aprovou com amplíssima votação.

Seria um erro da oposição voltar à posição anterior de negar a legitimidade da ordem jurídica, que a tinha levado a não participar do jogo eleitoral. A correção daquele equívoco rendeu-lhe grandes frutos eleitorais desde então. Assim, seria uma estupidez reincidir no erro. Se o fizesse estaria apostando na via golpista. Ora, a consciência democrática internacional rejeita esse tipo de solução ilegítima. Basta lembrar o desastre para a imagem da oposição que foi o golpe de estado contra Hugo Chávez, em 2002. Quem quiser ascender ao poder, hoje, na América Latina, tem que conquistar o voto do eleitor.

Apesar de já ter proclamado Nicolás Maduro como candidato vencedor, o CNE acatou o pedido de recontagem dos votos, desde que foi encaminhado pela via institucional pelos opositores. Devemos lembrar que, em seu primeiro pronunciamento, logo que saiu o resultado das urnas, Nicolás Maduro manifestou-se aberto a esse pleito da oposição. Contudo, cabia ao CNE – por ser um órgão autônomo, conforme a Constituição, decidir essa questão. É o que fez, agora, sabiamente, criando as condições mínimas para o diálogo interno entre as forças oponentes.

Obama diz que autoridades ainda investigam motivação do atentado

O presidente Barack Obama disse na noite dessa sexta-feira (19) que o maior desafio das autoridades a partir de agora será descobrir o que motivou os envolvidos no atentado à Maratona de Boston e se há mais pessoas envolvidas no ataque.

Obama discursou em cadeia de televisão momentos após a confirmação da captura de Dzhokhar Tsarnaev dentro de um barco guardado no quintal de uma casa em Watertown. O outro suspeito havia morrido em confronto com a polícia.

Obama declarou que os Estados Unidos continuarão a receber pessoas de todo o mundo. O suspeito preso e seu irmão morto em confronto com a polícia eram tchetchenos que moravam no país há uma década. “Eles falharam porque nós nos recusamos a ser aterrorizados”, disse o presidente norte-americano.

Obama homenageou as três pessoas mortas nos atentados e o policial assassinado pelos suspeitos.

(Agência Brasil)

Venezuela – Conselho Eleitoral anuncia auditoria

“O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) decidiu na noite dessa quinta-feira (18) auditar 46% das urnas usadas nas eleições presidenciais de domingo (14) na Venezuela, que deram a vitória ao candidato Nicolás Maduro. Os 54% restantes já haviam sido verificados, de acordo com o CNE. O governador do estado de Miranda e candidato oposicionista, Henrique Capriles, que liderou protestos no país pela recontagem manual dos votos, aceitou a decisão do CNE. Os votos digitados nas urnas eletrônicas foram impressos e guardados em caixas para auditoria posterior.

“Aceitamos o que foi decidido pelo conselho sobre recontar os votos. O que estávamos pedindo está aqui na nossa Constituição e fortalece nossa democracia”, destacou, poucos minutos depois do anúncio da decisão do CNE, por volta das 23h no horário de Caracas.

“Vamos fazer isso para frear os violentos que buscavam acabar com a democracia”, destacou a presidenta do CNE, Tibisay Lucena. Ela explicou como será feita a auditoria. “Selecionaremos uma amostra que será auditada inicialmente por dez dias. O processo se completará por ciclos de dez em dez dias até completar 30 dias e no final o resultado será entregue em um informe ao país.”

(Agência Brasil)

Suspeito de ataques em Boston é morto durante operação policial

Um dos suspeitos pela explosão na Maratona de Boston foi morto após sefr capturado durante mega operação policial na cidade de Watertown, informou o comissário da polícia de Boston, Edward F. Davis. De acordo com a polícia, o suspeito que aparece nas imagens divulgadas pela FBI –polícia federal norte-americana– com um boné preto foi baleado em confronto com a polícia. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O caso provocou tês mortos e mais de 170 feridos na última segunda-feira.

“Nós acreditamos que esse homem é um terrorista. Acreditamos que ele veio até aqui para matar pessoas”, declarou o comissário. Ainda segundo ele, o suspeito praticou um assalto a uma loja de conveniência na noite desta quinta-feira (18). Um segundo suspeito pelos ataques durante a Maratona de Boston –que está com um boné branco nas imagens– está sendo procurado pela polícia em Watertown. A polícia do Estado de Massachusetts pediu, por meio de sua conta oficial no Twitter, que os moradores de Watertown não saiam de suas residências e só abram a porta de casa para a polícia.

* Com Portal Uol aqui.

FMI preocupado com ritmos diferentes de recuperação das maiores economias mundiais

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, manifestou nessa quinta-feira (18), em Washington, preocupação com a recuperação em velocidades distintas das maiores economias mundiais.

Para Christine, o atual “momento crítico” da economia mundial exige uma resposta “personalizada” para cada país. Contudo, a diretora-geral do FMI alertou para a necessidade de “sincronizar” as necessidades das diferentes economias, dando como exemplo a estagnação na Europa e no Japão, o crescimento lento dos Estados Unidos e a realidade das economias emergentes.

O crescimento a “diferentes velocidades”, diz Christine, “não é a recuperação mais saudável” que o fundo pudesse imaginar. “O que precisamos é uma economia em recuperação de uma forma global”, acrescentou a diretora-geral da entidade.

O FMI estima que a economia na zona do euro se contraia 0,3% este ano, previsão menor que a expansão de 0,2% esperada em janeiro. Nas projeções incluídas no World Economic Outlook, documento publicado na terça-feira pela instituição baseada em Washington, as revisões apontam para uma deterioração em relação ao relatório anterior, divulgado em outubro. As previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial foram reduzidas de 3,5% para 3,3%. No entanto, a estimativa para 2014 foi mantida em 4%.

(Agência Brasil)

Alvaro Dias: ‘situação de torcedores brasileiros na Bolívia fere nossa soberania’

O senador Alvaro Dias cobrou do governo, nesta quinta-feira (18), uma postura mais rigorosa diante da situação dos doze torcedores do Corinthians que estão presos na Bolívia desde fevereiro. Ele elogiou, no entanto, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, por ter discutido o assunto com autoridades bolivianas nesta semana.

Alvaro classificou a prisão dos torcedores, suspeitos de participação na morte do jovem Kevin Espada, atingido por um sinalizador em partida entre Corinthians e San José, de “irregular, ilegal e injusta”. Ele ressaltou que cinco dos presos nem estavam no estádio no momento da ocorrência.

Segundo o senador, não se pode descartar a hipótese de a manutenção das prisões ser um “revide” do governo boliviano, pelo fato de o Brasil estar abrigando o senador de oposição Roger Pinto Molino na embaixada em La Paz.

– É uma das hipóteses: revide em função de ter o governo brasileiro acolhido um senador de oposição ao governo boliviano, que está aguardando um salvo-conduto para poder sair do país, já que é perseguido pelo governo local – disse Alvaro.

Ele lembrou que a hipótese já foi aventada pelo senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), que visitou os torcedores em Oruro, em março. Desde então, Ferraço, que é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), vem cobrando uma solução para a situação.

– Não há dúvida de que isso afeta as relações diplomáticas e fere um pouco a nossa soberania. Isso, sem dúvida nenhuma, se constitui em humilhação para o Brasil. É um desrespeito! – disse Alvaro.

(Agência Senado)

Unasul discutirá tensão pós-eleições na Venezuela

“A tensão na Venezuela, em decorrência das eleições presidenciais ocorridas no domingo (14), é o tema principal de uma reunião de urgência convocada para hoje (18) pelos líderes da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), em Lima, no Peru. A presidenta Dilma Rousseff confirmou presença. Depois, ela segue para Caracas, capital venezuelana, para a cerimônia de posse do presidente eleito Nicolás Maduro. No total, oito pessoas morreram e 70 ficaram feridas nos confrontos depois do pleito.

A reunião ocorre em Lima porque o presidente do Peru, Ollanda Humala, comanda temporariamente a Unasul. Integram a Unasul os seguintes países: Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai (suspenso do bloco), Venezuela, Chile, Guiana e Suriname. O Panamá e o México são países observadores do grupo.

O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Congresso peruano, Víctor Andrés García Belaunde, disse que o desafio da reunião é “convencer” as partes em conflito na Venezuela a buscar um “diálogo franco e sincero para salvar a democracia e assegurar a governabilidade”. O parlamentar se refere a Maduro e ao grupo de oposição, liderado por Henrique Capriles, derrotado nas eleições, pois nos últimos dias os incidentes envolvendo aliados de ambos os lados se agravaram gerando momentos de tensão e violência na Venezuela.”

(Agência Brasil)