Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Diretora-geral da Unesco agenda visita ao Brasil

A diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, estará em Brasília na segunda-feira (19) e terça-feira (20) para lançar o Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, por ocasião da 8ª. edição do Fórum Mundial da Água. Depois da África e do Oriente Médio, esta é a primeira viagem de Audrey Azoulay à América Latina. A informação é da assessoria de imprensa da Unesco.

A diretora-geral participará da cerimônia oficial de abertura do Fórum, na presença do presidente Michel Temer, de 14 chefes de Estado e do príncipe herdeiro do Japão. Ela será a voz das pessoas que têm acesso limitado à água e defenderá o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e das Metas relativas à água, em especial o ODS 6, que visa a garantir o acesso de todos à água e ao saneamento.

Após o almoço oferecido por Michel Temer aos Chefes de Estado, a diretora-geral lançará oficialmente, com os parceiros do UN-Water (ONU-Água, em tradução livre), o Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos (WWDR), que este ano se intitula “Soluções baseadas na natureza para a gestão da água”. Coordenado pelo Programa Mundial de Avaliação dos Recursos Hídricos (WWAP) da UNESCO, este Relatório Mundial é o resultado da colaboração das 31 entidades das Nações Unidas e dos 39 parceiros internacionais que compõem o UN-Water. Seu conteúdo defende soluções baseadas na natureza (SbN) para melhorar o fornecimento e a qualidade da água e reduzir o impacto dos desastres naturais.

A viagem oficial da diretora-geral também será a ocasião para a realização de encontros bilaterais com autoridades brasileiras, em especial com o presidente do Brasil, Michel Temer, acompanhado do Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, com a Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, e com o Ministro da Educação, M. Mendonça Filho.

Organizado a cada três anos, o Fórum é o principal encontro mundial em que a comunidade de profissionais do setor hídrico e os formuladores de políticas trabalham para estabelecer os planos de ação de longo prazo sobre os desafios relacionados à água. Com mais de 150 países representados, o Fórum visa a aumentar a conscientização e reforçar o compromisso político com relação ao uso e à gestão da água.

Além do Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, este ano acontece a abertura da Década Internacional de Ação “Água para o Desenvolvimento Sustentável” (22 de março de 2018 a 22 de março de 2028). A Década visa a fortalecer a cooperação e a mobilização internacionais, a fim de contribuir para a realização dos ODS.

 

Assassinato de Marielle – Comissão Interamericana de Direitos Humanos divulga nota de repúdio

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) repudiou o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), e do seu motorista, Anderson Pedro Gomes, na noite de quarta-feira (14), no bairro do Estácio, na região central do Rio de Janeiro. O organismo aponta a vereadora como “reconhecida defensora de direitos humanos”.

Para a CIDH, o Estado brasileiro “tem a obrigação de investigar” o lamentável crime de maneira séria, rápida, exaustiva, independente e imparcial, e punir os responsáveis intelectuais e materiais”. A comissão defendeu ainda que as linhas de investigação considerem a hipótese do assassinato ter sido motivado pela atividade de Marielle como mulher, afrodescendente, vereadora e defensora de direitos humanos.

“A CIDH reforça a importância de que tais investigações garantam o acesso dos familiares à Justiça, oferecendo-lhes as informações pertinentes e garantindo seu direito a ser escutados e a participar de todas as etapas do processo”, diz o comunicado.

A CIDH sugere ainda que o Estado brasileiro adote “urgentemente” todas as medidas necessárias para garantir o direito à vida, à integridade e à segurança de defensoras e defensores de direitos humanos. “Para isso, urge o Estado a que implemente eficazmente seu Programa Nacional de Proteção de Defensores/as de Direitos Humanos”.

Conforme a comissão, os atos de violência e outros ataques contra os que defendem os direitos humanos, além de afetar as garantias próprias de todo ser humano, atingem o papel fundamental que eles têm na sociedade. “Tais atos prejudicam também a todas aquelas pessoas para quem trabalham, deixando-as em um estado de maior vulnerabilidade, chegando inclusive até o desamparo”, diz a comissão, acrescentando que o trabalho realizado por pessoas que lutam pelos direitos humanos “é essencial para a construção de uma sociedade democrática sólida e na consolidação do Estado de Direito”.

(Agência Brasil)

Câmara privada de conciliação brasileira abre filial em Miami

A Vamos Conciliar, câmara privada de conciliação e mediação on-line, inaugurou uma filial em Miami (EUA), a primeira no Exterior. O serviço é oferecido a empresas e pessoas físicas.

A sede da Vamos Conciliar fica Brasília, mas há sucursais em São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco.

Destacando que o meio de resolução de litígios é uma alternativa econômica e rápida em relação ao processo judicial, Ana Paula Dias Marques, conciliadora e mediadora da empresa, afirma que o movimento da empresa poderá ajudar a melhorar as relações comerciais entre Brasil e Estados Unidos.

Vaticano condena a deixar cargo arcebispo acusado de abusos de menores

Papa Francisco prossegue com a assepsia.

A Congregação para a Doutrina da Fé condenou o arcebispo de Aganha (Guam), Anthony Sablan Apuron, a deixar o cargo e o proibiu de viver nesta ilha do Pacífico Ocidental por considerá-lo culpado “de alguns dos crimes dos quais o acusavam”, entre eles, abusos de menores.

Cinco juízes do tribunal apostólico do Santo Ofício emitiram a sentença em primeira instância, da qual o arcebispo poderá recorrer, de acordo com o comunicado enviado hoje (16) pelo escritório de imprensa do Vaticano. Por enquanto, a pena ficará suspensa à espera de o arcebispo apresentar um recurso contra a sentença.

O caso chegou ao tribunal do Vaticano no dia 5 de outubro de 2016 e um de seus integrantes, o cardeal americano Raymond Leo Burke, viajou no início do ano passado a Guam para ouvir o testemunho do acusado e as supostas vítimas.

Apuron, de 71 anos, foi acusado por três homens de ter abusado sexualmente deles quando eram coroinhas nos anos 70. A mãe de uma quarta vítima, que já faleceu, também acusa o arcebispo desses crimes. O arcebispo, que ainda não foi indiciado pela justiça civil, nega estas acusações.

O papa Francisco já havia agido em 2016 ao designar o arcebispo Savio Tai Fai Hon como “administrador apostólico” (uma espécie de interventor) em Guam por conta da situação criada pelas acusações. As informações são da agência de notícias EFE.

Após a conclusão da missão do interventor, o papa nomeou um arcebispo coadjutor, Michael Jude Byrnes, para substituir Apuron em suas funções, embora este ainda mantivesse o título de arcebispo.

(Agência Brasil)

Putin convoca russos para eleições deste domingo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, fez hoje (16) uma convocação aos russos para que votem nas eleições presidenciais do próximo domingo (18), na qual sua reeleição como chefe do Kremlin é considerada certa. Em vídeo divulgado no dia do encerramento da campanha, Putin destacou que “precisamente a vontade popular, a vontade de cada cidadão da Rússia, depende do curso do país”.

“A quem votar, como exercer o direito de escolher livremente, é uma decisão pessoal de cada cidadão. Mas se essa decisão for evitada, esta eleição, determinante, acontecerá sem levar em conta a opinião dos senhores”, disse.

O chefe do Kremlin afirmou que os russos sempre decidiram seu destino e atuaram conforme sua “consciência, compreensão da verdade e justiça, e seu amor à pátria”.

“Isso faz parte do nosso caráter nacional, conhecido no mundo todo”, acrescentou.

Putin expressou a convicção de que todos e cada um dos russos estão preocupados com o destino do país e acrescentou: “É por isso que estou me dirigindo aos senhores para pedir que compareçam no próximo domingo aos colégios eleitorais. Exerçam seu direito de escolher o futuro da nossa amada e grande Rússia”.

De acordo com as últimas pesquisas, Putin vencerá as eleições – que foram adiadas em uma semana para coincidir com o quarto aniversário da anexação da Crimeia – com mais de dois terços dos votos.

(Agência Brasil)

Ranking da Fifa – Alemanha lidera e Brasil fica em 2º lugar

A ausência de jogos envolvendo seleções em fevereiro fez com que o ranking da Fifa (Federação Internacional de Futebol – divulgado hoje (15) – praticamente se repetisse, com mudanças mínimas. Os poloneses, que disputarão a próxima Copa do Mundo na Rússia, a partir de junho, subiram uma posição e estão a apenas um degrau de sua melhor classificação na história. As informações são da agência de notícias EFE.

Os cinco primeiros lugares se mantêm inalterados, com Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina e Bélgica, nessa ordem.

Entre as 50 primeiras seleções, a única que ganhou três ou mais posições foi a República Tcheca, que agora está em 43º. Os Estados Unidos (25º) e a Costa Rica (26º) caíram uma posição.

No ranking da Fifa, a Alemanha lidera com 1.609 pontos e o Brasil figura em segundo lugar com 1.489 pontos. Depois, aparecem Portugal, Argentina, Bélgica e Espanha entre as seis primeiras equipes. A Fifa divulgará seu próximo ranking no dia 12 de abril.

(Agência Brasil)

Fortaleza será sede de fórum internacional de aviação

Fortaleza vai ser sede de um fórum internacional de aviação. Trata-se do “IWAF: ICAO World Aviation Forum”, que congrega administradores de aeroportos do mundo todo, companhias aéreas, agentes do setor, órgãos reguladores, companhias de turismo e operadores. Será a primeira vez que o fórum acontecerá fora de Montreal, no Canadá. O fórum ocorrerá em setembro próximo, no Centro de Eventos e resultará de uma parceria do Governo do Estado e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Nesta manhã de quarta-feira, o governador Camilo Santana recebeu o presidente da Anac, Ricardo Botelho, em audiência no Palácio da Abolição, quando tudo ficou acertado. A International Civil Aviation Organization (ICAO) é uma agência especializada das Nações Unidas na área da aviação e organizará o fórum.

Ainda durante o encontro, Camilo e Botelho discutiram a parceria entre a empresa alemã Fraport e o Aeroporto de Fortaleza e fortaleceram as expectativas de novos voos e oportunidades para o Ceará. Participaram também da reunião o secretário do Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro, o secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes.

(Foto – Divulgação)

Givenchy, o mago dos ricos chiques

Com o título “Givenchy foi o mago dos ricos chiques”, eis artigo do jornalista Elio Gaspari. Para ele, o costureiro não vai fazer falta, mas será lembrado sempre quando uma mulher vestir um “pretinho”. Confira: 

Morreu o costureiro Hubert de Givenchy. Não fará falta, porque seu mundo acabou há décadas. Será eternamente lembrado, sempre que uma mulher vestir um “pretinho” parecido com o de Audrey Hepburn no filme “Bonequinha de luxo”.

Quando ela entrou no ateliê, Givenchy decepcionou-se com aquela moça de roupas banais. Ele achava que sua nova cliente Hepburn seria a já famosa Katherine. Daquele encontro resultou uma amizade de 40 anos marcada pela seu estilo, classe e elegância.

Em 1992, Audrey estava ligada a aparelhos, morrendo de câncer nos Estados Unidos, queria passar o Natal na sua casa da Suíça. Não podia viajar num voo comercial, pois seu estado exigia um controle especial da pressurização durante o pouso. Givenchy ligou para uma de suas clientes, Bunny Mellon, e pediu-lhe o jatinho. Audrey Hepburn viajou num avião decorado com flores brancas e morreu em casa semanas depois.

O mundo da alta-costura já tinha acabado em 1995, quando Givenchy se aposentou. Talvez tenha acabado em 1968, quando o genial Cristóbal Balenciaga fechou sua casa de Paris, horrorizado com o que acontecia na rua. Acabou-se o tempo de estrelas que tinham horror a holofotes (Audrey Hepburn) e bilionárias capazes de ensinar que “nada deve ser notado”, como Bunny Mellon. Num só ano, a senhora gastou na Maison Givenchy o equivalente a 700 mil dólares em dinheiro de hoje, mas passava despercebida.

Hoje não existem grandes costureiros. Balenciaga, ambidestro, costurava com as duas mãos. Givenchy comandou a confecção do casaco de luto da Duquesa de Windsor para o enterro do marido em um dia. Dizia que o cabelo de Ivana, a primeira mulher de Donald Trump, parecia um repolho e jamais vestiria a cantora Madonna, pois não desenhava “fantasias”.

No Met Gala de 2016, Madonna apareceu com uma fantasia da etiqueta Givenchy que lhe expunha o traseiro. Ele nada tinha a ver com isso. No mundo em que não há mais alta-costura, todas as marcas do passado foram compradas por conglomerados financeiros. A Maison Givenchy pertence ao grupo LVMH. As iniciais vêm de Louis Vuitton (famoso fabricante de malas), Moët (champanhe) e Hennessy (conhaque). Seu poderoso executivo é Bernard Arnault, um engenheiro que jamais desenhou uma saia ou apreciou um vinhedo. Ele é o imperador de um novo luxo, popular, comandado pelos grandes varejistas. Os vestidos que eram costurados em Paris hoje são feitos na China. O grupo LVMH tem dezenas de grifes, entre elas Dior, Kenzo e Pucci, ou as dos relógios Bulgari, Hublot ou TAG Heuer.

De certa maneira, o luxo popularizou-se. Aquilo que um dia foi a clientela dos grandes costureiros cabe hoje no cadastro de uma só rede de revendedores. No final de sua carreira, Givenchy acompanhou a ousadia de Madame Chanel e lançou uma linha de perfumes. Ele gostaria de ter sabido que um ex-retirante nordestino chamado Lula deu a Marisa, sua mulher, um frasco de Amarige. Isso numa época em que o presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, usava colônia Monsieur de Givenchy.

Hubert de Givenchy foi tudo isso, era marquês e também um homem bonito, com 1,96m e “nariz de rico”, expressão criada por Danuza Leão para a estampa de Christine Lagarde, a diretora do FMI. Quem duvida que haja relação entre nariz e riqueza, olhe para o bilionário Jorge Paulo Lemann.

*Elio Gaspari

opiniao@opovo.com.br

Jornalista.

Papa Francisco – Cinco anos do pontificado da tolerância

Com o título “Papa da tolerância”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Destaca os cinco anos do pontificado do Papa Francisco. Confira:

Hoje, o papa Francisco (Jorge Bergoglio) completa cinco anos de pontificado. Tempo suficiente para ter surpreendido o mundo, por incontáveis vezes, nesse curto período. É providencial que num dos momentos mais enevoados e regressivos da história mundial – marcado por intolerâncias, violências, apartação social, desigualdades e injustiças excessivas – uma voz mansa, mas firme, lembre ao mundo os caminhos da tolerância, da compaixão e do respeito ao outro, como a única via possível de um convívio humano e pacífico.

Para ter credibilidade, Francisco procurou falar mais através de gestos concretos. Apresentou-se como bispo de Roma e, diante de seus diocesanos, pediu-lhes a bênção para sua missão. Enfatizou assim o sacerdócio real do povo cristão (falando para dentro de sua Igreja) e deixou expresso para a Igreja Universal (que vai além da Romana) a intenção de Roma se apresentar apenas como Igreja destinada a “presidir à caridade” em comunhão com as demais igrejas não-romanas, e se aproximar o quanto possível da estruturação hierárquica existente no Primeiro Milênio, quando o Papa de Roma não tinha jurisdição universal sobre as outras igrejas (antes da divisão entre Oriente e Ocidente cristãos).

Simultaneamente, fortaleceu a aproximação com as religiões não-cristãs (diálogo inter-religioso) para uma ação comum em favor dos valores espirituais, da paz e da justiça social no mundo. Não só: reconhecendo, tacitamente, a validade da experiência espiritual do outro, dentro da compreensão de que, por cima das fronteiras religiosas, dos dogmas e dos símbolos de cada religião (e no fundo da experiência espiritual autêntica) todos se deparam com a Realidade Única. Essa compreensão não significa sincretismo religioso, mas respeito à busca espiritual do outro, tomando como metáfora as trilhas palmilhadas por escaladores de um monte, a partir de encostas diferentes, mas que confluem para o mesmo pico. Esse entendimento resulta em tolerância e compreensão mútuas.

Para nós, brasileiros, essa mensagem tem um valor fundamental no presente contexto em que intolerância e exclusivismo, inclusive religioso, campeiam entre nós de forma espantosa e tentam invadir a dimensão institucional para moldar a sociedade segundo uma camisa de força “semiteocrática”, intolerante, preconceituosa e hipócrita. Misturar credo religioso e política partidária é receita certa para a tragédia, como revela a História. O Brasil deve estar atento para não se deixar manietar por esse tipo de regressismo obscurantista. Como filho da América Latina, Francisco sabe o quanto são enganosos esses caminhos.

(Foto – Reuters)

Ângela Merkel é eleita para quarto mandato como chanceler da Alemanha

Angela Merkel foi eleita, nesta quarta-feira (14), chanceler da Alemanha pela quarta vez, com votos da maioria absoluta dos Bundestag (Câmara Baixa), após reeditar o acordo de grande coalizão entre conservadores e social-democratas. A informação é da Agência EFE.

Quase seis meses depois das eleições gerais, ela recebeu o apoio de 364 deputados dos 692 presentes no plenário, enquanto 315 votaram contra, nove se abstiveram e quatro anularam.

“Aceito a eleição”, disse Merkel, perante o presidente da Câmara, Wolfgang Schauble, que lhe desejou “força e sucesso” para enfrentar as “grandes tarefas” da legislatura.

Entre a União Democrata-Cristã (CDU) da chanceler, a União Social-Cristã na Baviera (CSU) e seus parceiros do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) somam 399 cadeiras.

Após o resultado da apuração, a chanceler recebeu cumprimentos dos parlamentares e dos convidados, entre eles ministros da antiga legislatura, futuros membros do gabinete, seu marido, Joachim Sauer, e sua mãe, Herlind Kasner.

(Agência Brasil)

Morre físico Stephen Hawking

194 1

O famoso físico britânico Stephen Hawking morreu nesta quarta-feira (14), aos 76 anos, confirmou a família em um comunicado. A informação é da Agência EFE.

Na declaração, os filhos Lucy, Robert e Tim relataram que ele morreu em sua casa em Cambridge, no Reino Unido, nas primeiras horas de hoje. “Estamos profundamente tristes pelo fato de o nosso amado pai ter morrido hoje”, afirmam os familiares, lembrando que ele foi “um cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado perdurarão por muitos anos”.

Os filhos destacam que “sua coragem e persistência, com seu brilho e humor, inspiraram pessoas em todo o mundo”.

“Ele disse uma vez que este não seria um grande universo se não fosse o lar das pessoas que você ama”, comentaram, ressaltando que vão sentir falta dele “para sempre”.

Hawking foi um físico teórico, astrofísico, cosmólogo e divulgador, que sofria de uma doença vinculada à Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

A doença foi se agravando com o passar do tempo até que ele ficou praticamente paralisado e, com isso, foi obrigado a se comunicar por meio de um aparelho que reproduzia sua voz, o que não o impediu de continuar investigando os segredos do universo.

Recentemente, o cientista britânico divulgou um relatório detalhado sobre os buracos negros, tema que mais pesquisou ao longo de sua vida. Foi em entrevista a Neil deGrasse Tyson, no programa de televisão Star Talk, no National Geographic Channel, onde ressaltou que antes do Big Bang nada aconteceu.

Hawking escreveu Uma Breve História do Tempo, líder em vendas em nível internacional e que o tornou uma das maiores celebridades do mundo científico desde Albert Einstein.

Apesar de seus problemas de saúde, que começaram a se agravar quando tinha 21 anos, Hawking viveu mais de meio século com uma patologia que, muitas vezes, é responsável por morte prematura.

Stephen Hawking nasceu no dia 8 de janeiro de 1942, em Oxford (Reino Unido) e se transformou em uma das figuras mais influentes no mundo da ciência, não apenas como teórico e astrofísico, mas também como divulgador científico.

(Agência Brasil)

PGR afirma que governo pode rever permanência de Cesare Battisti no Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer a favor da competência do governo federal para dar a palavra final sobre a extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti. A manifestação foi elaborada ontem (12) no processo no qual o italiano pretende suspender preventivamente eventual decisão que determine sua expulsão do Brasil. Ainda não há data para julgamento.

De acordo com entendimento da PGR, Battisti não tem direito adquirido para permanecer no Brasil, e a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que autorizou sua permanência, em 2010, pode ser revista pelo governo federal.

“A decisão do presidente da República que nega a entrega de estrangeiro para fins de extradição é insindicável pelo Poder Judiciário. Daí, contudo, não há inferir a impossibilidade de revisão pelo Chefe de Estado da decisão de entrega do estrangeiro”, argumentou Dodge.

Nesta terça-feira, após a apresentação da manifestação da PGR, a defesa de Battisti rechaçou o parecer e pediu acesso à íntegra do suposto pedido de extradição feito pela Itália.

A extradição de Battisti voltou a ser cogitada no final do ano passado, após autoridades italianas afirmarem que mantém conversas com o Brasil para garantir a devolução do italiano, que obteve visto de permanência após decisão do então presidente Lula que o manteve no país.

Histórico

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por homicídio quando integrava o grupo Proletariados Armados pelo Comunismo. Ele chegou ao Brasil em 2004, onde foi preso três anos depois. O governo italiano pediu a extradição do ex-ativista, aceita pelo Supremo. Contudo, no último dia de seu mandato, em dezembro de 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu que Battisti deveria ficar no Brasil e o ato foi confirmado pelo STF.

A Corte entendeu que a última palavra no caso deveria ser a do presidente, porque se tratava de um tema de soberania nacional. Preso desde 2007, Battisti foi solto da Penitenciária da Papuda, em Brasília, em 9 de junho de 2011. Em agosto do mesmo ano, obteve o visto de permanência do Conselho Nacional de Imigração.

Em setembro de 2016, o ministro do Supremo Luiz Fux negou habeas corpus apresentado à Corte pela defesa do ex-ativista italiano, numa ação vista como uma tentativa de impedir sua possível extradição para a Itália.

(Agência Brasil/Foto – AP)

Equipe da TV espanhola circula pelo Ceará

Confira uma das edições da atração.

Já em Fortaleza uma equipe do Canal 4, da TV da Espanha. Calma, calma. Nada de reportagens sobre a onda de violência que atinge o Ceará. Veio fazer matérias sobre o turismo que, claro, exige muita, muita segurança.

É a turma do Programa de Monique, que faz coberturas sobre turismo no mundo. Aqui, permanecerá até o fim da semana.

Donald Trump demite seu secretário de Estado e anuncia de imediato o substituto

O presidente Donald Trump demitiu Rex Tillerson e anunciou, nesta terça-feira (13), Mike Pompeo como o novo secretário de Estado dos EUA. Em sua declaração, ele não deu explicação para a mudança. Já o cargo de diretor da CIA, que até agora pertencia a Pompeo, ficará com Gina Haspel, a primeira mulher a assumir o posto.

O anúncio foi feito por Trump em seu Twitter. “Mike Pompeo, diretor da CIA, vai se tornar nosso novo Secretário de Estado. Ele fará um trabalho fantástico! Obrigado, Rex Tillerson, por seu serviço! Gina Haspel vai se tornar a nova diretora da CIA, e a primeira mulher escolhida para o cargo. Parabéns a todos!”

Na Etiópia, ônibus cai em barranco e mata 38 pessoas

Pelo menos 38 pessoas, a maioria estudantes universitários, morreram e 10 ficaram feridas depois que o ônibus no qual viajavam caiu em um barranco no nordeste da Etiópia, segundo informaram hoje (13) veículos da imprensa local.

O acidente ocorreu quando o ônibus viajava pela zona de Wollo, no estado de Amhara. O veículo caiu por um barranco em uma curva, segundo informou a televisão estatal Fana Broadcasting Corporate (FBC).

Segundo as autoridades locais, 38 passageiros morreram e outros 10 estão sendo tratados pelos ferimentos em dois hospitais. Entre os mortos estão 28 homens e 10.

(Agência Brasil com EFE)

Navio-escola mexicano faz escala em Fortaleza

O Cônsul honorário do México em Fortaleza, empresário João Soares Neto, recepcionou, nessa noite de segunda-feira, no Porto do Mucuripe, autoridades diplomáticas e navais por ocasião da chegada do navio-escola Cauahtemoc, da Marinha mexicana.

A embarcação, que permanecerá na Capital cearense até quarta-feira, quando tomará a rota do Rio de Janeiro, estará aberta à visitação pública das 10 às 17 horas desta terça-feira.

(Foto – Divulgação)

Chanceler sul-coreana vai aos EUA discutir encontro entre Trump e Kim Jong-un

A chanceler da Coreia do Sul, Kang Kyung-wha, viajará quinta-feira (15) a Washington para se reunir com o secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Rex Tillerson, e discutir o encontro entre o presidente americano, Donald Trump, e o líder do regime da Coreia do Norte, Kim Jong-un. A informação é da Agência EFE.

“Os chefes da diplomacia sul-coreana e americana planejam compartilhar suas avaliações do recente e rápido progresso na península coreana”, informa o Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Sul em comunicado sobre a visita da chanceler.

“Ambos discutirão em detalhes como cooperar estreitamente para conseguir a desnuclearização da península, assim como as conversas entre os EUA e a Coreia do Norte”, completa a nota.

A viagem da chanceler foi marcada depois de Trump ter anunciado, na semana passada, que aceita o convite de Kim Jong-un para um encontro, que deve ocorrer em maio. O papel da Coreia do Sul como mediadora da reunião foi essencial.

Nos diálogos entre as duas Coreias, motivados pela participação do regime de Pyongyang nos Jogos Olímpicos de Inverno, uma delegação sul-coreana viajou à capital do país vizinho na última semana e se reuniu com Kim Jong-un. Ele afirmou que aceita a desnuclearização se houver garantias de que o país não sofrerá uma invasão militar.

A mesma delegação viajou a Washington para repassar a mensagem a Trump, assim como o convite de Kim para realizar o primeiro encontro da história entre líderes dos EUA e da Coreia do Norte.

Na reunião entre os chanceleres, Kang também conversará com Tillerson sobre “assuntos econômicos e comerciais recentes, incluindo as medidas protecionistas americanas”, diz a nota.

A Coreia do Sul considera que a decisão de Trump de impor de taxas de importação sobre o aço terá grande impacto para a economia do país, terceiro maior exportador do metal para os EUA.

(Agência Brasil)

Avião cai em aeroporto do Nepal

Uma aeronave da companhia aérea bengalesa US-Bangla, que transportava 67 passageiros e 4 tripulantes, caiu enquanto aterrissava no aeroporto de Katmandu, Capital do Nepal, nesta manhã de segunda-feira. A informação é da agência Reuters.

As autoridades do aeroporto informaram que 17 pessoas foram resgatadas da aeronave, que tinha saído de Dacca (capital de Bangladesh), de acordo com a porta-voz do aeroporto, ouvida pela agência Reuters.

A BBC afirma que o avião caiu do lado leste da pista do aeroporto Tribhuvan e que a aeronave pousaria às 14h20 no horário local (5h30, em Brasília), citando informações do site de monitoramento aéreo FlightRadar24.

Fotos divulgadas em redes sociais mostram que muita fumaça podia ser vista à distância. Uma pessoa, que pediu para Associated Press para não ser identificada, afirmou que a aeronave teria pegado fogo pouco antes de tocar o solo.

A mídia local identificou a aeronave como uma S2-AGU, um Bombardier Dash 8 Q400, mas a informação não foi confirmada oficialmente. O aeroporto foi fechado após o acidente.

Sebastián Piñera assume novo mandato no Chile

O empresário Sebastián Piñera, de 68 anos, tomou posse neste domingo (11) na presidência do Chile para um mandato que vai até 2022. Ele venceu, em segundo turno, as eleições presidenciais de dezembro e assume o cargo no lugar de Michelle Bachelet. Este é o segundo mandato de Piñera, que já governou o país de 2010 a 2014.

A cerimônia, realizada em Valparaíso, contou com a presente de chefes de Estado da América Latina, entre os quais o presidente brasileiro, Michel Temer, que estava acompanhado pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes.

Em nota, o Itamaraty informou que o Brasil é o principal destino dos investimentos chilenos no mundo, com estoque de US$ 31 bilhões, e seu primeiro parceiro comercial na América do Sul. De acordo com o comunicado, o Chile, por sua vez, é o segundo parceiro comercial do Brasil na região, com intercâmbio comercial da ordem de US$ 8,5 bilhões, em 2017. Os dois países assinaram, em 2015, o Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos e, atualmente, negociam acordos de compras governamentais e de serviços financeiros..

“Brasil e Chile compartilham valores fundamentais como a promoção da democracia e a defesa dos direitos humanos. Os dois países também estão engajados no processo de aproximação entre Mercosul e Aliança do Pacífico”, afirma a nota. “O governo brasileiro reitera sua disposição em trabalhar com o novo governo chileno em favor do fortalecimento da relação bilateral e do aprofundamento da integração regional”, diz o texto.

(Agência Brasil/Foto – AFP)