Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Evo Morales diz estar "chocado" com morte de torcedor boliviano

“O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse ter ficado “chocado” com a morte do torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Estrada, de 14 anos, vítima de um sinalizador durante jogo do Corinthians com o San José de Oruro. A reação do presidente foi divulgada pelo vice-ministro dos Esportes, Miguel Angel Rimba. “O presidente, que é um aficcionado por futebol, nos orientou a dar apoio a toda a família [da vítima]”, disse Rimba, informando ter recebido um telefonema de Morales, de Nova York, onde está para o lançamento do Ano Internacional da Quinoa (grão considerado um dos alimentos mais completos de origem vegetal ).

O vice-ministro dos Esportes também manifestou indignação com a possibilidade de uma sanção menor definida pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmenbol) contra o Corinthians, que foi punido com a pena de jogar em estádio com portas fechadas, sem a presença da torcida, na Copa Libertadores da América.

A direção do Corinthians tem três dias para apresentar defesa. “[A decisão] não vai devolver a vida a essa criança e à sua família”, disse Rimba. O Ministério das Relações Exteriores informou que acompanha o caso por meio da Embaixada do Brasil em La Paz, na Bolívia, e que enviou um funcionário do setor consular e um consultor jurídico para Oruro. Segundo autoridades bolivianas, um grupo de brasileiros está detido em Oruro, dos quais dois são acusados ​​de homicídio culposo pelo Ministério Público.”

(Agência Brasil com ABI)

Na Guiné Equatorial, Dilma destaca importância da America do Sul e África

“A presidenta Dilma Rousseff destacou hoje (22) a importância do crescimento econômico nos países da América do Sul e da África e o passado comum entre as duas regiões. Dilma está em Malabo, na Guiné Equatorial, onde participa da 3ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo América do Sul-África (ASA). Segundo ela, o século 21 será um período de destaque para os países sul-americanos e africanos. Para a presidenta, será possível “reduzir a distância” entre os sul-americanos e africanos e os países em desenvolvimento. Dilma lembrou que o momento atual é diferente do passado que ligou a África às Américas por meio da escravidão. “Viva a Unasul [União de Nações Sul-Americanas], a América do Sul e a África!”, disse a presidenta.

Dilma tem atividades durante todo o dia, com almoço, reuniões e encerramento da agenda previsto para as 18h30min (14h30 em Brasília). A presidenta viajou acompanhada por vários ministros, como Antonio Patriota (Relações Exteriores), Helena Chagas (Secretaria de Comunicação Social) e Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior).

A Cúpula América do Sul-África (ASA) representa a consolidação de compromissos baseados na integração sul-americana e no aprofundamento das relações com o Continente Africano. A união entre os países das duas regiões resulta em um grande território com uma diversidade de recursos naturais e biodiversidade, além de uma população de 1,4 bilhão de pessoas.”

(Agência Brasil)

"Neonazistas" perseguem a blogueira cubana

112 5

Com o título “Grupos neonazistas dão show de intolerância”, eis artigo do professor e sociólogo. Ela bate duro em setores da esquerda que protestam contra a visita da blogueira cubana Yoani Sánchez ao Brasil. Não poupa essa turma. Confira:

A chegada da blogueira e militante dos Direitos Humanos Yoani Sánchez ao Brasil, convidada para participar do lançamento do documentário “Conexão Cuba-Honduras” do cineasta brasileiro Dado Galvão, onde é umas das
personagens entrevistadas, e de uma intensa programação que inclui uma sessão de autógrafos de seu livro “De Cuba – com carinho”, e de debates e seminários onde abordará o tema “Liberdade de Expressão”, tem provocado um inusitado festival de agressividade praticados por grupos neonazistas, todos travestidos de esquerda.

Conhecida mundialmente por sua corajosa e ousada militância pela democracia e pelo respeito aos direitos humanos em Cuba, Yoani Sanchéz vem sendo alvo de calúnias e perseguições do establishment cubano, já tendo sido sequestrada e torturada por agentes do governo. Intolerante com todos que ousam criticar o autoritarismo e a falta de liberdade na Ilha, os gorilas cubanos e seus asseclas não encontram limites no processo de difamação e desconstrução dos opositores, taxando todos de mercenários e agentes da CIA.

Valorosa e insubmissa, Yoani vem recebendo apoio e reconhecimento internacional pelo seu trabalho à frente do blog Generación Y, tendo sido agraciada, nos últimos anos, com mais de uma dezenas de prêmios e distinções de instituições de renomes internacionais, pela sua obstinada militância em favor da Democracia e dos Direitos Humanos. Entre os prêmios recebidos, merecem destaques o Prêmio “Ortega y gasset” e os “100 Hispano-americanos Mais Importantes”, do jornal espanhol El Pais; o “Young Global Leader Honoree” do Fórum Econômico Mundial; o “ Maria Moors Cabot Prize; Prêmio da Columbia University; o “Prémio Príncipe Claus”; da Fundação Príncipe Claus, com sede em Amsterdam e, no Brasil, recebeu o “Prêmio Libertas”.

Estimulados pelo embaixador cubano – que reuniu na sua embaixada, em Brasília, dezenas de” militantes”, ocasião em que fez proselitismo político e distribuiu um CD contendo várias acusação levianas à blogueira -, e contando com o apoio logístico de membro do governo brasileiro, através do coordenador-geral de Novas Mídias da Secretaria-Geral da
Presidência, Ricardo Poppi Martins, um bando de intolerantes trogloditas, sob a justificativa de que a blogueira é uma agente da CIA, resolveu impedir, na marra, as programações agendadas com a blogueira. Em Feira de Santana, mesmo com a tentativa de mediação do senador petista Eduardo Suplicy, os agressivos “militantes”, em nome de uma verdade construída na embaixada cubana, colocaram em prática um verdadeiro festival de selvageria e barbárie. Essa intolerância nazi-fascista foi repetida em Salvador e onde nos demais lugares em que Yoani Sánchez compareceu.

Perplexo diante desse show de intolerância e tendo consciência de que estamos diante de um grave atentado à democracia brasileira, presto aqui a minha irrestrita solidariedade à militante da democracia Ioani Sánchez e externo o meu repúdio aos pulhas neonazistas que não conseguem conviver com a democracia. Intolerância nunca mais!

* João Arruda,

Sociólogo e professor da UFC.

Camponeses colombianos trocam coca por produção de cacau para exportação

“Pequenos agricultores colombianos, que antes cultivavam a planta de coca para sobreviver, começam nesta quinta-feira (21) a exportar cacau . Ao todo, serão exportadas 10 toneladas do produto ao mercado europeu. Os camponeses fazem parte do Programa de Desenvolvimento Alternativo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (Unodc). O programa atua em comunidades da Colômbia na prevenção do cultivo ilícito da planta de coca, oferecendo alternativas de plantio de cultivos lícitos, como o cacau e o café orgânico.

É a primeira vez que os produtores exportam esse volume à Europa. Trezentos e sessenta camponeses, de três associações do departamento de Chocó, no Noroeste do país, fazem parte do projeto de cultivos alternativos da Unodc. Segundo a Unidade Administrativa de Consolidação Territorial da Colômbia, a exportação de cacau é emblemática porque é a prova de que o programa de cultivo alternativo é viável. “Isso representa um avanço significativo na luta contra os cultivos ilícitos”, disse o diretor da unidade, Germán Chamorro.

A exportação foi possível graças ao convênio entre a Zotter, empresa austríaca de chocolate, e o governo colombiano. Com a primeira venda ao exterior, a expectativa é que, a curto e médio prazo, mais iniciativas se consolidem, por meio de convênios entre governos, empresas e organismos internacionais. A empresa austríaca interessou-se pelo cacau orgânico colombiano e o governo viabilizou a certificação do produto.”

(Agência Brasil)

Quem faz Yoani personalidade internacional é o regime cubano?

82 4

Com o título “Quem vaia Yoani denuncia Fidel”, eis artigo do poeta e publicitário Ricardo Alcântara. Ele aborda o caso da blogueira cubana, acusada por setores da esquerda brasileira de agente da Inteligência americana. Confira: 

Sou filho da Guerra Fria. Quando alcancei a vida adulta, ainda vivia sob o império da mesma ditadura militar que me assombrara a infância, onde fui testemunha muda de sussurros adultos que indicavam a morte como possibilidade cotidiana. A liberdade não tem preço – foi o que tudo aquilo desde cedo me ensinou. Não é sensato supor que o novo homem com que sonhou Che Guevara possa se construir negando a si mesmo o que é fundamental à consciência: o direito de expressão.

Para estabelecer os princípios de sua nova ordem, as revoluções quase sempre necessitam suspender alguns espaços de manifestação para que a vontade da maioria, desordenada no momento de insurreição, prevaleça. Mas se, meio século depois de sua vitória, um movimento revolucionário ainda recorre a meios extraordinários de controle social para ir adiante, é sinal de que o sonho acabou – e é exatamente isto o que acontece em Cuba nos dias de hoje.

Está no Brasil, favorecida pelas novas medidas de flexibilização adotadas em seu país, a cubana Yoani Sánchez, redatora de um blog de notas breves sobre a vida cotidiana da ilha que já simbolizou um dos mais generosos sonhos da humanidade.

Soube hoje, através dos jornais, que alguns militantes de esquerda, em número reduzido, não superior a vinte pessoas, foram ao aeroporto recepcioná-la com vaias e acusações de que seria a blogueira uma agente da Inteligência americana. Yoani ofereceu uma resposta sábia aos manifestantes: recebeu as vaias como um ato cívico saudável, democrático, e disse lutar para que coisas assim também possam acontecer em seu país. Ao vaiar Yoani, vaiaram, sem saber, a Fidel Castro.

Dialeticamente, ao protestar sem nenhuma restrição contra alguém que luta pela liberdade de expressão, o inexpressivo grupo de militantes presentes ao ato denunciou involuntariamente aquilo que imaginava defender: o regime cubano. Quem deveria festejar, dado o efeito contrário, seria a embaixada norte-americana em Brasília. Não seria de todo absurdo supor que, ao contrário, aqueles militantes, e não Yoani, teriam por mérito seus nomes incluídos na folha de pagamento da CIA.

Mais tarde, militantes estudantis invadiram o local onde a blogueira dava palestra e, ao tentar interditar sua fala, emprestaram ainda maior pertinência aos argumentos usados por ela para justificar suas posições contrárias ao regime.
E aí, uma vez mais, sobrou para a embaixada norte-americana nova dívida de gratidão com a contribuição involuntária que o internacionalismo proletário deu a quem pretende demonizar os irmãos Castros e os quadros de seu governo.

O bloqueio econômico imposto pelos EUA a Cuba fora compensado pelo apoio soviético, enquanto este existiu. Entregue à própria sorte desde que o bloco do Leste evaporou, o regime cubano sobrevive em estado terminal. Isso é História.

Yoani Sánchez é apenas uma blogueira. Seu Generación Y é bem escrito e perspicaz, mas poderia passaria batido, caso editado em um país democrático. Quem faz de Yoani Sánchez personalidade internacional é o próprio regime cubano.

* Ricardo Alcântara,

Poeta e publicitário.

O Caderno

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=AaHQ-ev-eR4[/youtube]

Homenagem deste Blog ao mestre José Júlio da Ponte Filho, que foi sepultado nesta terça-feira, no Cemitério Parque da Paz, em Fortaleza. Deixou um legado de amor à educação, à vida, às pessoas e à natureza. Nossos pêsames aos companheiros de trabalho Alan Neto, Sérgio Ponte e Hider Ponte, extensivo aos demais irmãos e familiares. Esta música foi entoada quando das despedida desse cientista e médico de plantas.

Pelo Twitter, Chávez anuncia estar de volta à Venezuela

60 3

“O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou hoje (18) que está de volta ao país depois de enfrentar um longo período de tratamento contra um câncer em Cuba. Por meio de sua conta na rede social Twitter, ele informou: “Chegamos novamente à pátria venezuelana. Obrigado, meu Deus! Obrigado, povo amado! Aqui continuaremos o tratamento.”

Em seguida, Chávez agradeceu aos irmãos e líderes cubanos Fidel Castro e Raúl Castro e também ao povo venezuelano “por tanto amor”.

“Sigo agarrado a Cristo e confiante em meus médicos e enfermeiras. Até a vitória, sempre! Viveremos e venceremos”, disse, na mensagem na rede social.

(Agência Brasil)

Bento XVI permanecerá em retiro espiritual até o dia 23

76 1

papabento

“Em meio às discussões sobre sua renúncia e sucessão, o papa Bento XVI, de 85 anos, passará a semana em retiro espiritual até sábado (23). Em decorrência do período de meditações, ele cancelou todas as atividades. Ao longo desta semana, no entanto, Bento XVI deverá se reunir com o secretário particular, Georg Ganswein, para despachar os assuntos considerados urgentes. A próxima atividade ocorrerá apenas no dia 23.

Ao encerrar o período de orações, ele se reunirá em audiência privada e de despedida com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano. O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, lembrou que o período de retiro para meditações durante a Quaresma é habitual. Após renunciar, no dia 28, Bento XVI passará a viver, pelo menos por dois meses, na residência pontifícia de Castel Gandolfo. Depois, ele viverá no mosteiro de clausura, no Vaticano, que está sendo reformado. Segundo o porta-voz, a escolha do mosteiro foi proposital para permanecer próximo ao Vaticano.

Bento XVI avisou que depois da renúncia vai se retirar da vida pública e passar a viver escondido, expressões utilizadas por ele na última semana. Nas missas e audiências, o papa reiterou a necessidade de renovação da fé, da Igreja Católica Apostólica Romana, da humildade e da sinceridade.”

(Com Agência Brasil)

Presidente do Equador é reeleito

83 1

“Rafael Correa foi reeleito presidente do Equador na votação de ontem, segundo pesquisas de boca de urna. Correa obteve 61% dos votos, contra 21% do mais próximo dos sete adversários no pleito, o ex-banqueiro Guillermo Lasso, de acordo com o instituto Opinión Pública, cuja enquete foi divulgada pela TV estatal Ecuadorean.

Outro levantamento, do instituto Cedatos-Gallup, indicou que o atual presidente recebeu 61,5% dos votos, enquanto Lasso teria ficado com 20,9%. Um terceiro, do Centro de Pesquisas e Estudos Especializados (Ciees) apontou vitória de Correa com 58,8%, contra 23,1% para o direitista Lasso.

Todas as expectativas eram para a reeleição a Correa.A fim de evitar o segundo turno no Equador, o candidato precisa de pelo menos 50% dos votos válidos, sem incluir brancos ou nulos, ou 40% deles e uma diferença de ao menos 10 pontos percentuais em relação ao segundo colocado.”

(Com Agências)

Que tipo de papa? As tensões internas da Igreja

Em artigo no O POVO deste sábado (16), o teólogo e filósofo Leonardo Boff comenta a renúncia do Papa Bento XVI. Confira:

Não me proponho apresentar um balanço do pontificado de Bento XVI, coisa que foi feito com competência por outros. Para os leitores talvez seja mais interessante conhecer melhor uma tensão sempre viva dentro da Igreja e que marca o perfil de cada papa. A questão central é esta: qual a posição e a missão da Igreja no mundo?

Antecipamos dizendo que uma concepção equilibrada deve assentar-se sobre duas pilastras fundamentais: o Reino e o mundo. O Reino é a mensagem central de Jesus, sua utopia de uma revolução absoluta que reconcilia a criação consigo mesma e com Deus. O mundo é o lugar onde a Igreja realiza seu serviço ao Reino e onde ela mesma se constrói. Se pensarmos a Igreja demasiadamente ligada ao Reino, corre-se o risco de espiritualização e de idealismo. Se demasiadamente próxima do mudo, incorre-se na tentação da mundanização e da politização. Importa saber articular Reino-Mundo-Igreja. Ela pertence ao Reino e também ao mundo. Possui uma dimensão histórica com suas contradições e outra transcendente.

Como viver esta tensão dentro do mundo e da história? Apresentam-se dois modelos diferentes e, por vezes, conflitantes: o do testemunho e o do diálogo.

O modelo do testemunho afirma com convicção: temos o depósito da fé, dentro do qual estão todas as verdades necessárias para a salvação; temos o sacramentos que comunicam graça; temos uma moral bem definida; temos a certeza de que a Igreja Católica é a Igreja de Cristo, a única verdadeira; temos o papa que goza de infalibilidade em questões de fé e moral; temos uma hierarquia que governa o povo fiel; e temos a promessa de assistência permanente do Espírito Santo. Isto tem que ser testemunhado face a um mundo que não sabe para onde vai e que por si mesmo jamais alcançará a salvação. Ele terá que passar pela mediação da Igreja, sem a qual não há salvação.

Os cristãos deste modelo, desde papas até os simples fiéis, se sentem imbuídos de uma missão salvadora única. Nisso são fundamentalistas e pouco dados ao diálogo. Para que dialogar? Já temos tudo. O diálogo é para facilitar a conversão e é um gesto de civilidade.

O modelo do diálogo parte de outros pressupostos: O Reino é maior que a Igreja e conhece também uma realização secular, sempre onde há verdade, amor e justiça; o Cristo ressuscitado possui dimensões cósmicas e empurra a evolução para um fim bom; o Espírito está sempre presente na história e nas pessoas do bem; Ele chega antes do missionário, pois estava nos povos na forma de solidariedade, amor e compaixão. Deus nunca abandonou os seus e a todos oferece chance de salvação, pois os tirou de seu coração para um dia viverem felizes no Reino dos libertos. A missão da Igreja é ser sinal desta história de Deus dentro da história humana e também um instrumento de sua implementação junto com outros caminhos espirituais. Se a realidade tanto religiosa quanto secular está empapada de Deus devemos todos dialogar: trocar, aprender uns dos outros e tornar a caminhada humana rumo à promessa feliz, mais fácil e mais segura.

O primeiro modelo do testemunho é da Igreja da tradição, que promoveu as missões na África, na Ásia e na América latina, sendo até cúmplice em nome do testemunho da dizimação e dominação de muitos povos originários, africanos e asiáticos. Era o modelo do papa João Paulo II que corria o mundo, empunhando a cruz como testemunho de que ai vinha a salvação. Era o modelo, mais radicalizado ainda, de Bento XVI que negou o título de “Igreja” às igrejas evangélicas, ofendendo-as duramente; atacou diretamente a modernidade pois a via negativamente como relativista e secularista. Logicamente não lhe negou todos os valores mas via neles como fonte a fé cristã. Reduziu a Igreja a uma ilha isolada ou a uma fortaleza, cercada de inimigos por todos os lados contra os quais importa se defender.

O modelo do diálogo é do Concílio Vaticano II, de Paulo VI e de Medellin e de Puebla na América Latina. Viam o cristianismo não como um depósito, sistema fechado com o risco de ficar fossilizado, mas como uma fonte de águas vivas e cristalinas que podem ser canalizadas por muitos condutos culturais, um lugar de aprendizado mútuo porque todos são portadores do Espírito Criador e da essência do sonho de Jesus.

O primeiro modelo, do testemunho, assustou a muitos cristãos que se sentiam infantilizados e desvalorizados em seus saberes profissionais; não sentiam mais a Igreja como um lar espiritual e, desconsolados, se afastavam da instituição mas não do Cristianismo como valor e utopia generosa de Jesus.

O segundo modelo, do diálogo, aproximou a muitos pois se sentiam em casa, ajudando a construir uma Igreja-aprendiz e aberta ao diálogo com todos. O efeito era o sentimento de liberdade e de criatividade. Assim vale a pena ser cristão.

Esse modelo do diálogo se faz urgente caso a instituição-Igreja quiser sair da crise em que se meteu e que atingiu seu ponto de honra: a moralidade (os pedófilos) e a espiritualidade (roubo de documentos secretos e problemas graves de transparência no Banco do Vaticano).

Devemos discernir com inteligência o que atualmente melhor serve à mensagem cristã no interior de uma crise ecológica e social de gravíssimas consequências. O problema central não é a Igreja mas o futuro da Mãe Terra, da vida e da nossa civilização. Como a Igreja ajuda nessa travessia? Só dialogando e somando forças com todos.

Chávez aparece em fotos e tem dificuldades de falar e respirar

86 2

“O governo da Venezuela divulgou hoje (15) as primeiras fotografias do presidente Hugo Chávez desde que viajou a Havana, há mais de dois meses, para se tratar de um câncer. Nas fotos, Chávez aparece deitado em uma cama ao lado das duas filhas, Maria Gabriela e Rosa Virginia, que o acompanham desde que viajou a Cuba, no início de dezembro.De acordo com um comunicado lido pelo ministro da Comunicação da Venezuela, Ernesto Villegas, o presidente tem dificuldades para falar e respira com a ajuda de uma traqueostomia, devido a sequelas da infecção respiratória adquirida após a cirurgia para combater o câncer.

“A infecção respiratória (…) foi controlada, mas ainda persiste um certo grau de insuficiência. Devido a essas circunstâncias, que estão sendo devidamente tratadas, o presidente Chávez respira através de cânula traqueal, que lhe dificulta temporariamente a fala”, disse Villegas, em pronunciamento transmitido em cadeia nacional de rádio e televisão. O governo venezuelano informou ainda que a equipe médica cubana aplica “tratamento enérgico” para combater o câncer e que sua aplicação “não está isenta de complicações”.

Em uma das fotografias, Chávez aparece segurando o diário cubano Granma de quinta-feira (14), para mostrar a veracidade da data em que a imagem teria sido feita. A traqueostomia não é visível na foto, já que parte do pescoço de Chávez está coberta pela jaqueta esportiva que passou a usar desde que adoeceu.”

Chavez3_15_02_13_40337 (1)

 

(Com Agência Brasil)

Fortaleza será sede de Congresso Internacional de Direito Sindical

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=JmUcSKdRdF0&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1[/youtube]

Fortaleza vai ser sede do Congresso Internacional de Direito Sindical. A promoção é do Ministério Público do Trabalho e ocorrerá de 10 a 12 de abril próximo, no Hotel Oásis Atlântico. O tema central será “Sindicalismo, Trabalho e Crise Econômica”. O coordenador do congresso, o procurador do trabalho Gerson Marques, deu detalhes para o Blog sobre o evento que incluiu entre assuntos a crise do emprego na Europa e suas repercussões.

Meteorito cai na Rússia e deixa pelo menos 514 feridos

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_n55KSwb6R8[/youtube]

Um objeto não identificado caiu nesta sexta-feira em território russo, na região dos Urais. O Ministério da Defesa russo já confirmou o facto e, de acordo com a agência russa de notícias Interfax, tratou-se de um meteoro que entrou na atmosfera e se desintegrou durante a queda.

O ponto de impacto situar-se-á perto da cidade de Cheliabinsk, a leste dos montes Urais. A agência russa Interfax diz que os feridos são pelo menos 514, 14 dos quais foram já hospitalizados.

O governo russo confirmou ser um meteorito.

(Com Agências)

Rio avaliará plano da Jornada Mundial da Juvenude com presença de novo Papa

“A primeira preocupação da Igreja Católica no Brasil, nas horas seguintes ao comunicado de renúncia do papa Bento XVI, foi a de tranquilizar a comunidade cristã envolvida na organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá no Rio de Janeiro entre 23 e 28 de julho. Afinal, o ponto alto do evento era justamente a presença do sumo pontífice, algo que na manhã de segunda-feira havia se tornado uma grande interrogação para quem planejava viajar ao Rio.

Foi o próprio arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, quem se encarregou de, em seu pronunciamento, tranquilizar os fiéis. A jornada está mantida, e, como havia afirmado o próprio Joseph Ratzinger, a presença do papa no Rio sempre foi certa, independentemente de quem estivesse à frente da Igreja.

Dias depois do anúncio de Bento XVI, uma reavaliação dos efeitos da renúncia traz, para o Rio e a Igreja, uma nova perspectiva. A Jornada Mundial da Juventude não está apenas mantida e com presença confirmada do novo papa, mas também espera receber um público ainda maior que os 2 milhões de pessoas inicialmente aguardadas para os atos de celebração em solo carioca. “Esse é um dos itens de nossa ansiedade. Estávamos nos preparando para receber dois milhões de pessoas. Talvez, pela novidade do papa, esse número aumente. Certamente temos que estar preparados para essa possível mudança”, afirma dom Antônio, vice-presidente do Comitê Organizador Local da JMJ (COL), em entrevista ao site de VEJA.”

(Veja Online)

Obama promete defender Japão de ameaça nuclear coreana

“O presidente Obama reafirmou que os Estados Unidos continuam firmes em seu compromisso de defender o Japão, incluindo a dissuasão estendida oferecida pelo guarda-chuva nuclear dos EUA”, afirmou a Casa Branca em um comunicado. O “guarda-chuva nuclear” citado na nota é a expressão usada para descrever a garantia de defesa que um país com armas nucleares, como os Estados Unidos, faz com um estado não-nuclear aliado, como o Japão.

Na conversa, os dois líderes também falaram sobre as opções diplomáticas para impedir as pretensões atômicas do regime de Kim Jong-um. “(Obama e Abe) se comprometeram a trabalhar juntos em busca de uma ação significativa no Conselho de Segurança da ONU e a cooperar em medidas destinadas a frear os programas nuclear e de mísseis balísticos da Coreia do Norte”, diz o comunicado.”

(Veja Online com agências internacionais)