Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Polícia catalã diz ter identificado autor de atentado em Barcelona

A polícia autônoma catalã divulgou, nesta segunda-feira (21), a identidade do autor do atentado de Barcelona, que segue foragido. Youbes Abouyaaqoub era o motorista da van que atropelou e matou 13 pessoas, além de deixar mais de 100 feridos. O responsável de Interior do governo da Catalunha, Joaquim Forn, foi o responsável pela divulgação.

Segundo informações da imprensa espanhola, que já havia antecipado a divulgação da identidade do suspeito, Younes Abouyaaqoub é marroquino e tem 22 anos. Ele seria integrante de uma célula terrorista que planejava executar vários ataques na capital da Catalunha.

Josep Lluís Trapero, da polícia catalã, disse que a polícia chegou à autoria do atropelamento examinando a documentação da van, a papelada do aluguel do veículo, evidência científicas e testemunhas que viram Abouyaaqoub fugir da cena do crime.

Além das 13 pessoas em Barcelona, uma outra mulher morreu em Cambrils, depois que o carro onde estavam cinco suspeitos de terrorismo avançou contra pedestres e atropelou pelo menos seis pessoas. Nesta segunda-feira (21), a polícia também confirmou que um homem encontrado morto por esfaqueamento pouco depois do atropelamento em massa também foi assassinado em decorrência do ataque terrorista. Com isso, o número total de vítimas dos dois ataques na Catalunha subiu para 15.

(Com Portal G1)

Temer terá encontro com presidente do Paraguai nesta segunda-feira

Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e do Paraguai, Horacio Cartes, reúnem-se amanhã (21), em Brasília, e discutem temas como a relação econômica entre os dois países, segurança na região de fronteira, a crise na Venezuela e a eliminação de barreiras ao comércio no Mercosul.

No encontro, Temer e Cartes vão avaliar os resultados das recentes operações conjuntas de combate ao crime organizado, de acordo com o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola.

Brasil e Paraguai tem 1.300 quilômetros de fronteira. Outro tema que deve ser tratado pelos presidentes é a usina hidrelétrica de Itaipu, que abastece os dois países.

Mercosul

Em relação ao Mercosul, a previsão é de que, além da questão sobre barreiras ao comércio, os presidentes abordem as negociações sobre a celebração de um acordo comercial entre o bloco e a União Europeia. O Brasil está na presidência temporária do Mercosul e o Paraguai será o próximo país a assumir o posto, no primeiro semestre de 2018.

Pela manhã, Temer recebe o presidente do Paraguai no Palácio do Planalto. Em seguida, oferece um almoço no Itamaraty a Cartes e a delegação paraguaia. Como parte da visita de Estado, Horacio Cartes será recebido na Câmara dos Deputados, no Senado e no Supremo Tribunal Federal.

Relação comercial

O Brasil é o principal parceiro comercial do Paraguai. Absorve cerca de 20% do total das exportações paraguaias e fornece aproximadamente 25% de suas importações. Entre os principais produtos exportados pelo Brasil estão adubos e fertilizantes, cervejas, fumo, fungicidas e ladrilhos/cerâmica. Já entre os importados estão o milho, trigo, material elétrico e soja.

Em 2016, o intercâmbio bilateral alcançou US$ 3,4 bilhões. Nos sete primeiros meses de 2017, o intercâmbio bilateral chegou a US$ 2,1 bilhões, o que representa alta de 19% em relação ao mesmo período do ano passado.

(Agência Brasil)

Itamaraty condena atentado em Barcelona

O ministério de Relações Exteriores emitiu uma nota em que “deplora veementemente” o ataque terrorista ocorrido na tarde desta quinta-feira (17), em Barcelona, na Espanha, quando uma van invadiu uma das áreas turísticas mais visitadas da cidade, a La Rambla, deixando dezenas de pessoas feridas e vítimas fatais.

O Itamaraty informou que até agora não há registro de brasileiros entre as vítimas e que o Consulado-Geral do Brasil em Barcelona está monitorando a situação.

“O Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo, qualquer que seja sua motivação, ao mesmo tempo em que expressa, consternado, seu sentimento de pesar às famílias das vítimas e estende votos de plena e rápida recuperação aos feridos.”

Serviço

Caso algum brasileiro precise de assistência ou tenha informações que possam ajudar, deve ligar para os números +55 61 2030 8803 ou +55 61 2030 8804, no Brasil, ou falar com o Consulado-Geral do Brasil em Barcelona: +34 659 078 057.

(Agência Brasil)

Tite é indicado ao prêmio de Melhor Técnico do Ano

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, está entre os 12 finalistas ao prêmio de melhor técnico do mundo em lista divulgada nesta quinta-feira (17) pela Fifa.

Tite disputará o prêmio The Best de melhor técnico, como a Fifa passou a chamar a disputa desde o ano passado, com nomes como o de Zinedine Zidane (Real Madrid), Luis Enrique (ex-Barcelona), Diego Simeone (Atlético de Madrid) e José Mourinho (Manchester United).

Completam a lista de finalistas Massimiliano Allegri (Juventus), Carlo Ancelotti (Bayern de Munique), Antonio Conte (Chelsea), Leonardo Jardim (Monaco), Joaquim Löw (Alemanha) e Mauricio Pochettino (Tottenham).

A votação começará na próxima segunda-feira e será encerrada em 7 de setembro. Os nomes dos três mais bem votados serão divulgados no mesmo mês. A cerimônia de entrega dos prêmios está marcada para Londres no dia 23 de outubro

(Agência Brasil)

Racismo aumenta nos EUA, dizem especialistas da ONU

Um grupo de especialistas da Organização das Nações Unidas (ONU) em direitos humanos sustentaram nesta quarta-feira (16) que o racismo e a xenofobia aumentam nos Estados Unidos e que os incidentes racistas vividos no final de semana em Charlottesville são o último exemplo desta tendência. A informação é da Agência EFE.

“Estamos alarmados pela proliferação e a saliência que ganharam os grupos que promovem o racismo e ódio. Atos e discursos deste tipo devem ser condenados sem panos quentes, e os crimes de ódio investigados e seus autores punidos”, exigiram mediante um comunicado emitido em Genebra.

Um seguidor neonazista assassinou no sábado uma mulher e feriu várias pessoas em Charlottesville (estado de Virgínia) ao lançar seu veículo contra manifestantes que protestavam pela presença de supremacistas brancos na cidade.

Outra evidência da preocupante da situação nos Estados Unidos é o aumento de manifestações de anti-africanas, disseram o relator da ONU contra as formas contemporâneas de racismo, Mutuma Ruteere; e os presidentes do grupo de trabalho sobre povos africanos, Sabe-o Gumedze; e do Comitê para a Eliminação da Discriminação Racial, Anastasia Crickley.

No caso de Charlottesville, os especialistas enfatizaram que os manifestantes de extrema direita lançaram slogans contra pessoas negras e imigrantes e de corte antissemita.

Os três lembraram também que incidentes parecidos ocorreram recentemente na Califórnia, em Oregon, Nova Orleans e Kentucky, “o que demonstra a extensão geográfica do problema”.

“O Governo deve adotar todas as medidas efetivas de forma urgente para controlar as manifestações que incitam à violência racial e entender como estas afetam a coesão social”, disseram.

Os especialistas expressaram também seu pesar pela morte de dois oficiais da policia após a colisão de seu helicóptero quando vigiavam a situação em Charlottesville.

(Agência Brasil)

Agência de classificação de risco mantém Brasil com perspectiva econômica negativa

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s manteve o rating soberano brasileiro em BB, citando um cenário mais estável desde as denúncias de maio contra o presidente Michel Temer, mesmo após o governo ter elevado as metas de déficits fiscais para 2017 e 2018 nessa terça-feira. A S&P retirou a observação negativa sobre o rating e passou a ter uma perspectiva negativa. Na prática, isso significa que a agência tirou do radar a possibilidade de um corte da nota do país sem um aviso prévio.

Com a perspectiva negativa, o risco de redução do rating é de pelo menos uma chance em três nos próximos seis a nove meses, explicou a S&P. Mas a perspectiva também pode se estabilizar. “Desde que colocamos nossa classificação do Brasil em observação negativa, em maio, o cenário político está um pouco mais estável, uma vez que o presidente Temer sobreviveu a uma votação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em junho e no Congresso em agosto, relacionado a corrupção”, afirmou a S&P.

A agência afirmou ainda que a economia brasileira parece ter se estabilizado, e citou que o Congresso aprovou a reforma trabalhista em julho, além do governo seguir empenhado em fazer avançar a reforma da Previdência e levar adiante uma agenda microeconômica.

“A perspectiva negativa, no entanto, reflete desafios políticos e o risco de um corte nos próximos seis a nove meses se o Congresso não conseguir aprovar leis que reduzam a rigidez fiscal do Brasil, que dificultam a redução do déficit e a moderação sustentada do crescimento das despesas”, disse a S&P.

A empresa de classificação de risco diz ainda que a perspectiva negativa reflete o risco de rebaixamento dentro dos próximos seis a nove meses.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Juiz americano dará palestra em Fortaleza sobre modelo de mediação nos EUA

O juiz norte-americano Randell Lee Wilkinson, que foi membro da Corte Superior da Califórnia (EUA) por 25 anos, cumprirá agenda em Fortaleza neste mês.

Ele vem ministrar, às 19 horas do próximo dia 31, a palestra “Mediação: uma comparação dos desafios e benefícios nos Estados Unidos da América e no Brasil”, no auditório da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec).

Em vídeo, o juiz Randell Lee faz o convite aos que integram o mundo jurídico local e, claro, aos interessados pelo tema.

Simulação da ONU acontecerá no próximo mês em Fortaleza

A Simulação da Organização das Nações Unidas (SONU), maior simulação do gênero realizada no Ceará, acontecerá no período de 20 a 24 de setembro próximo, na Universidade de Fortaleza (Unifor) e na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). A SONU é um programa de extensão da UFC no qual participam alunos do Ensino Médio de escolas públicas e privadas de Fortaleza, bem como estudantes dos mais diversos cursos de graduação e universidades.

O projeto procura recriar todo o ambiente diplomático de organismos internacionais, principalmente daqueles ligados ao sistema da Organização das Nações Unidas (ONU). Para tornar a experiência ainda mais realista, também são simuladas agências de notícias internacionais, as quais realizam toda a cobertura jornalística da simulação. Os participantes integram a simulação como delegados, representando o posicionamento de países perante um tema atual pré-determinado, ou como repórteres, no caso dos estudantes de jornalismo.

Neste ano, a participação de estudantes do Ensino Médio completa 10 anos. Para homenageá-los, será simulada a Conferência para resolução da questão de Laos, realizada em 1962, possibilitando aos alunos participar de uma experiência histórica. Além disso, os secundaristas também poderão se inscrever pela primeira vez no Comitê de Imprensa Internacional, participando da simulação como repórteres, junto com estudantes de jornalismo, cobrindo os acontecimentos dos comitês. O outro comitê voltado aos secundaristas é a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Além desses três comitês, serão simulados mais quatro voltados para estudantes de Ensino Superior. Dentre eles estão a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Conselho de Segurança das Nações Unidas, o Gabinete do Presidente da República Federativa do Brasil, a Corte Interamericana de Direitos Humanos e o III Comitê da Assembléia Geral das Nações Unidas para Assuntos Sociais, Culturais e Humanitários. Durante a simulação, os estudantes aprendem sobre relações internacionais e diplomacia, conhecendo um pouco mais das leis e cultura de diversos países. Além disso, exercitam habilidades relacionadas à oratória e dialética, essenciais para estudantes de direito.

A SONU surgiu na Faculdade de Direito da UFC e já existe há 13 anos. Para além de modelos de organismos internacionais, o programa realiza palestras, minicursos, publicações, campanhas solidárias e outras iniciativas ligadas às relações internacionais.

SERVIÇO

*Inscrições – 20 de agosto, às 22 horas pelo www.sonu.com.br/inscricoes
Valor: R$ 95,00 (inscrições regulares) e R$ 50,00 (cotas para estudantes oriundos de escolas públicas)

*Universidade de Fortaleza – Unifor – Avenida Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz) e Faculdade de Direito da UFC – Rua Meton de Alencar S/N, Centro.
Site: www.sonu.com.br

Senado deve analisar crise da Venezuela nesta terça-feira

A crise na Venezuela deve dominar a pauta do Senado nesta terça-feira (15). É que estão na pauta o plenário da Casa dois requerimentos envolvendo o país. Um deles, apresentado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), pede voto de censura ao presidente do país, Nicolas Maduro. No requerimento Ferraço destaca que Maduro tem adotado posturas arbitrárias e afrontado princípios democráticos e tratados internacionais dos quais inclusive o Brasil faz parte.

O outro requerimento é do senador Jorge Viana (PT-AC) que pede a criação de uma comissão externa para ir ao país vizinho numa “missão de bons ofícios”. A ideia, segundo Viana, é  buscar soluções. O Senado, numa missão de diplomacia parlamentar, se ofereceria no sentido de contribuir para estabelecer um diálogo com as forças políticas venezuelanas, sem distinções ideológicas.

Esse mesmo requerimento foi aprovado no último dia 3 pela Comissão de Relações Exteriores da Casa. “Acho que a situação tem se agravado muito, e talvez o país esteja próximo de uma guerra civil. Não há mais nenhum entendimento, diálogo ou tolerância entre as forças políticas — lamentou o senador, salientando que o aumento da violência e da tensão na Venezuela não interessa à América do Sul”,  destacou.  Jorge Viana disse ainda que o Brasil não pode assistir “de braços cruzados” ao agravamento da crise política e econômica no país vizinho, com o qual divide mais de 2 mil quilômetros de fronteira.

Para o senador Fernando Collor (PTC/AL), presidente da Comissão de Relações Exteriores, os senadores  vão ter que escolher no plenário qual dos requerimentos que vão votar. “Como poderemos ir à Venezuela numa missão de bons ofícios, caso também seja aprovado um voto de censura? Será uma discrepância de atitudes, uma contradição”, ponderou Collor.

Histórico

A crise política na Venezuela foi agravada em maio, quando Maduro, que perdeu as eleições legislativas, convocou uma nova constituinte. O processo eleitoral foi boicotado pela oposição, e protestos de rua já resultaram em mais de 100 mortes. Organizações internacionais de defesa dos direitos humanos têm denunciado a repressão no país. Há líderes oposicionistas presos, enquanto a procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Diaz, foi destituída pela Assembleia Constituinte, cujos integrantes são todos partidários de Maduro. O governo brasileiro, por sua vez, atuou no sentido de suspender o país do bloco do Mercosul, com base na cláusula democrática.

(Agência Brasil)

Dezessete países europeus são afetados por escândalo dos ovos contaminados

Um total de 17 países europeus foram afetados pelo escândalo dos ovos contaminados com o inseticida fipronil, afirmou a Comissão Europeia. Os ovos, produzidos na Bélgica e nos Países Baixos, foram distribuídos também na Alemanha, Suécia, França, Reino Unido, Áustria, Irlanda, Itália, Romênia, Luxemburgo, Polônia, Eslováquia, Eslovênia e Dinamarca.

A Comissão Europeia anunciou que fará uma reunião a nível de ministros no próximo dia 26 para “tirar as lições relevantes” do escândalo. O ministro da Alimentação da Alemanha, Christian Schmidt, pediu que a reunião seja antecipada para o começo deste mês. Além disso, a presidência do Conselho da União Europeia (UE) se dispôs a introduzir o tema do fipronil na ordem do dia no próximo conselho de ministros da UE, declarou Schmidt.

O fipronil é uma substância tóxica que se usa para combater piolhos, ácaros e carrapatos, entre outros parasitas, em cães e outros animais. O consumo excessivo do inseticida pode causar danos ao fígado, às glândulas tireoides e aos rins.

Segundo o Ministério de Agricultura da França, os baixos níveis de fipronil nos ovos contaminados, tendo em conta os hábitos alimentícios franceses, fazem com que o risco para a saúde humana seja muito baixo.

A agência de segurança alimentícia francesa, Anses, disse que um adulto de 70 quilos teria que consumir pelo menos dez ovos para resultar gravemente intoxicado e que mesmo nesse caso os efeitos seriam “geralmente benignos”.

Atualmente se dá como certo que foi um fabricante belga que adicionou fipronil a um produto de limpeza comum e mais tarde o vendeu a empresas holandesas e alemãs, de onde passou aos outros países.

Na semana passada, dois diretores da companhia ChickFriend foram presos preventivamente na Holanda. A polícia recolheu computadores e registros bancários de suas casas e escritórios. Os dois são acusados de posse de substâncias proibidas e de pôr em risco a saúde pública. A empresa está sob suspeita de haver tratado as aves de granja com um produto que continha fipronil. Cerca de 180 produtores de ovos são clientes da ChickFriend.

(Agência Brasil)

Bolsonaro já posa de pré-candidato a presidente durante entrevista à AFP

64 2

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ), que é identificado por muitos como um justiceiro que pretende acabar com a violência, a corrupção e a homossexualidade, definiu-se como o “patriota” de que o Brasil precisa, ao declarar à AFP que é pré-candidato à Presidência em 2018. “O Brasil poderia ter um código penal que protegesse o cidadão de bem, fizesse valer (…) a legítima defesa e desse uma retaguarda jurídica para o policial poder desempenhar bem seu trabalho”, disse em coletiva de imprensa dada na quinta-feira no Rio de Janeiro.

Este ex-capitão do Exército de 62 anos aparece em segundo lugar em várias pesquisas de intenção de voto para as eleições de outubro de 2018, cujas candidaturas só poderão ser definidas entre julho e agosto do ano que vem.

Com um leque de propostas que inclui o direito ao porte de armas, ele abre caminho em meio a um eleitorado cansado de escândalos envolvendo políticos e da violência. Nas pesquisas, ele só é superado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e está praticamente empatado com a líder ambientalista Marina Silva (Rede).

“Vivemos no país da corrupção (…) Está em jogo o futuro do Brasil”, enfatizou.

Ao se projetar na Presidência, Bolsonaro se imagina “um presidente honesto, patriota, que pensa em verde e amarelo e que tem Jesus no coração”.

Embora na coletiva tenha evitado declarar oficialmente a intenção de lançar sua candidatura, à espera de um acordo com o Partido Patriotras, antes conhecido como Partido Ecológico Nacional (PEN), não deixou dúvidas em declarações posteriores à AFPTV.

“Sou pré-candidato às eleições presidenciais do ano que vem e estamos costurando aí a melhor maneira para enfrentar esse pleito”, afirmou.

Adepto de declarações provocadoras e grosseiras, costuma ser tachado de racista, homofóbico e misógino. Em 2016, votou pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, dedicando seu voto ao coronel Brilhante Ulstra, que a torturou durante a ditadura militar (1964-1985).

Em uma escandalosa aparição pública, chegou a dizer, em 2014, à deputada Maria do Rosário (PT/RS) que “nunca a estupraria porque ela não merece” e a afirmar que preferiria que um filho seu morresse a ser gay.

“[Bolsonaro] está fora da elite política tradicional, (mas) domina a arte de fazer sua mensagem chegar às pessoas”, afirmou o cientista político David

Fleischer, da Universidade de Brasília. Seus comentários ofensivos alternam com o tom ameno e relaxado que demonstra no contato com seus eleitores.Sua popularidade se reflete nos 4,5 milhões de “likes” que seu perfil tem no Facebook, contra 2,3 milhões na conta de Lula.

Apesar da incredulidade que sua ascensão causa no próprio Congresso, Bolsonaro foi o legislador mais votado em seu estado em 2014. E, desde então, sua imagem só cresceu, a galope de uma sociedade exausta da corrupção e de crises econômicas.

Uma de suas principais armas de marketing político é se apresentar como uma das poucas figuras nacionais que não foi enlameada pela gigantesca trama de corrupção na Petrobras, revelada pela Operação Lava Jato. Uma lista que inclui o próprio Lula, o presidente Michel Temer e dezenas de legisladores com mandato vigente.

Até outubro de 2018, muita água vai correr debaixo da ponte de um Brasil atormentado, que sai a duras penas da pior recessão de sua história.Lula e Bolsonaro podem liderar as intenções de voto atualmente, mas também têm altos índices de rejeição, o que demonstra que há um espaço importante a ser conquistado por um candidato de centro.

(Com AFP)

Marrocos quer ser sede da Copa 2026

O Marrocos apresentou oficialmente nesta sexta-feira (11) sua candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2026, anunciou a Federação Real Marroquina de Futebol (FRMF) em comunicado. A informação é da Agência EFE.

“A Federação apresentou sua candidatura às comissões competentes da Federação Internacional de Futebol [Fifa]”, explicou a Federação marroquina no texto.

Hoje é o último dia para que as federações de Futebol apresentem suas candidaturas para organizar a Copa do Mundo de 2026. Até agora, os únicos que se candidataram foram as federações dos Estados Unidos, do México e Canadá, que oficializaram uma candidatura conjunta.

O Marrocos já tinha apresentado anteriormente quatro tentativas fracassadas (1994, 1998, 2006, 2010). A sede da Copa do Mundo de 2026 será decidida durante o 68° Congresso da Fifa, que será realizado na Rússia em 13 de junho de 2018.

Se até lá não houver uma candidatura que cumpra os requisitos, o processo será aberto também à Ásia e à Europa e a decisão final sobre a sede será tomada no Congresso de 2020.

(Agência Brasil/Foto – Divugação)

Fabrício Werdum anuncia em Fortaleza volta ao octógono ainda neste ano

O lutador gaúcho Fabrício Werdum, ex-campeão peso-pesado do UFC, está em Fortaleza. Veio para um encontro com fãs, a partir das 20 horas desta sexta-feira, na Barbearia Salvatori, mas aproveitou para anunciar que, dia 12 próximo, retorna à Capital cearense para ministrar um seminário no Shopping RioMar Papicu.

Werdum, em rápida entrevista ainda no Aeroporto Internacional Pinto Martins, avisou estar voltando das férias e já começando a treinar, pois deve voltar ao octógono no fim deste ano.  Não informou sobre adversário, mas disse estar feliz e disposto a encararr qualquer desafiante.

Lutador de artes marciais mistas (MMA), Werdum também já foi duas vezes campeão mundial de jiu-jitsu, duas vezes campeão do campeonato Abu Dhabi Combat Club World Peso Pesado e campeão europeu de jiu-jitsu.

 

Imigrantes são obrigados a pular no mar do litoral do Iêmen. Cinco morrem

Em barcaças inseguras, eles lutam para sobrevier em outros países.

Pelo menos cinco pessoas morreram e 50 seguem desaparecidas depois que aproximadamente 180 imigrantes foram obrigados a se jogar no mar nesta quinta-feira (10) diante do litoral do Iêmen, no segundo fato deste tipo que ocorre no país em 24 horas, informou a Organização Internacional para as Migrações (OIM) em um Twitter. A informação é da Agência EFE.

Os sobreviventes são cerca de 100 pessoas, entre eles 25 que recebem tratamento médico, segundo disse à Agência EFE a diretora do escritório da IOM na cidade de Áden, Lina Koussa.

O incidente aconteceu na província de Shabwa, situada no golfo de Áden, uma zona próxima ao local onde ontem foram jogados ao mar outros 120 imigrantes somalís e etíopes.

Na quarta-feira, pelo menos 29 dos imigrantes se afogaram, outros 22 seguem desaparecidos e, segundo cálculos da OIM, 69 chegaram ao país árabe, que está em guerra desde o final de 2014.

Confirmada apresentação do Ballet Kiev em Sobral

A Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer de Sobral e o Instituto Escola de Cultura, Comunicação, Ofícios e Artes (Ecoa) confirmam a apresentação do Ballet Kiev – que comemora seus 150 anos de fundação numa turnê brasileira, com o espetáculo, nesse município da Zona Norte, “Tributo a Tchaikovsky”.

Duas obras mais populares e emblemáticas poderão ser conferidas: “O Lago dos Cisnes” e “A Bela Adormecida”. O Ballet Kiev estará em Sobral, em única apresentação, no dia 27 de agosto, às 18 horas, no Arco de Nossa Senhora de Fátima.

SERVIÇO

*Para ter acesso gratuito a uma das cadeiras que estarão disponíveis, basta preencher sua ficha de inscrição no site da Prefeitura de Sobral: www.sobral.ce.gov.br. As inscrições se iniciam à zero desta terça-feira e vão até o encerramento das vagas.

FBI já está sob nova direção

Após aprovação hoje (3) pelo Senado, Christopher Wray tomou posse como novo diretor do FBI (Bureau Federal de Investigação – a polícia federal norte-americana). Ele teve 92 votos favoráveis e cinco contrários e foi indicado pelo presidente Donald Trump, depois da demissão do ex-diretor James Comey, em maio.

Wray tem 50 anos de idade e já foi o responsável pela divisão criminal do Departamento de Justiça entre 2003 e 2005,  na administração de George W. Bush.

Em julho, Wray passou pela sabatina no Senado e prometeu defender a independência do FBI. Além disso, disse que irá denunciar qualquer tentativa de ingerência em futuras investigações. Ele afirmou que liderar o FBI é “uma honra única na vida”.

Wray terá como desafio continuar as investigações sobre a suposta interferência da Rússia nas eleições presidenciais do ano passado, que, segundo dados do FBI, teriam prejudicado a ex-candidata Hillary Clinton e favorecido Trump.

Hillary Clinton

A demissão de James Comey, um capítulo polêmico do governo Trump, teria sido motivada, segundo o ex-diretor, pela tentativa de Trump de obstruir as investigações. Ao demitir Comey, Trump afirmou que a demissão foi motivada porque o ex-diretor não teria investigado de forma correta e imparcial o uso de e-mails da ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

Mas, no dia seguinte à demissão, Comey divulgou gravações e disse que Trump havia mentido sobre o motivo de seu afastamento. Ele disse que o presidente havia pedido que ele interrompesse as investigações sobre a interferência russa nas eleições presidenciais de 2016.

Trump negou, mas a imprensa americana continua divulgando informações vazadas sobre a suposta interferência. O novo diretor foi empossado pelo procurador-geral, Jeff Sessions.
Ele afirmou que Wray tem experiência e o  caráter que o cargo exige. “Tenho certeza que o FBI, a primeira agência de investigação do mundo, está em boas mãos com o diretor Chris Way no comando”, afirmou Sessions.

(Agência Brasil)