Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Morre Padre Rufus

“O pregador indiano Padre Rufus morreu na última quarta-feira, 2, de uma parada cardíaca. O padre morreu enquanto dormia, segundo informação publicada pela Irmã Kelly Patrícia no Facebook. Em março deste ano, o padre esteve em Fortaleza, onde proferiu palestra no III Misericórdia Brasil, que atraiu milhares de fieis. O padre era presidente da Associação Internacional de Cura e Libertação e reconhecido mundialmente pelo trabalho ligado ao exorcismo.

Em entrevista ao O POVO, o sacerdote indiano disse ter um propósito: trabalhar para ajudar as pessoas. Queria vê-las livres do mal, da possessão do demônio, das doenças espirituais. É para isso que padre Rufus viaja o mundo todo. O religioso visitou 90 países visitados intercedendo pela libertação. “Por isso que o demônio não gosta de mim”, justificou.

Veja nota publicada pela Irmã Kelly Patrícia

“Louvor a Deus! Acabamos de receber uma noticia triste e alegre ao mesmo tempo, triste porque se trata de alguém que amamos muito e que nos fez muito bem espiritualmente e nos deixa saudosos, e esse bem não foi feito só a nós,

mas também em muitos lugares do mundo por onde ele andou, vivendo literalmente o que Jesus mandou, pregando o Evangelho curando e expulsando os demônios; alegre porque sabemos que se trata de um santo que agora recebe o seu prêmio, que agora goza da visão de Deus, a alegria infinita, estou falando do nosso amado e querido Pe. Rufus Pereira, que ontem partiu para o céu por causa de ataque cardíaco enquanto dormia. Obrigada Bom Deus pelo dom do Pe. Rufus durante todos esses anos, pelo privilégio de tê-lo conhecido. Eu e o todo o Instituto Hesed que tivemos a graça de conviver com Ele, estamos convidando você a unir-se a nós em oração por sua bela alma.”

(POVO Online)

“Os Vingadores” – Maior estreia do ano nas telas do Brasil

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=xy9Wntkb7KU[/youtube] 

“Os Vingadores” teve a maior estreia do ano nos cinemas brasileiros. O filme bateu a marca de 1,5 milhão de espectadores entre sexta-feira e domingo segundo a Rentrak. Ficou na frente de American Pie, líder de bilheteria na semana passada, com público de 199 200 pessoas.

Outra estreia da semana, Sete Dias com Marilyn teve público baixo – apenas 28 400 espectadores em três dias.

(Radar – Lauro Jardim)

Protestos marcam o 1º de Maio no mundo

“As comemorações do Dia do Trabalho (1º) estão sendo marcadas por protestos em várias cidades do mundo contra as medidas de combate à crise econômica internacional. Na França, a cinco dias do segundo turno das eleições presidenciais, a campanha política domina as comemorações. Na Grécia, as celebrações do 1° de Maio coincidem com uma paralisação geral que conta com a participação de funcionários públicos e privados de vários setores.

Só na França, as entidades sindicais programaram 280 protestos em várias cidades do país, além de Paris. Os sindicatos franceses prometem que não haverá mensagens políticas durante os protestos.

As comemorações do Dia do Trabalho deste ano ocorrem no momento em que vários governos tentam adotar pacotes de austeridade, que atingem boa parte da população. Os trabalhadores da Espanha, de Portugal, da Grécia e da Irlanda temem o aumento do desemprego e perdas de benefícios sociais.

Há protestos organizados ao longo do dia na Espanha, em Portugal e na Grécia – países que vivem uma grave crise fiscal e que tentam implementar pacotes de austeridade. Os espanhóis prometem manifestações em 60 cidades. Em Atenas, capital grega, o protesto popular foi convocado por entidades sindicais ligadas aos trabalhadores em greve.

Ônibus, trens e metrôs da capital grega não funcionarão hoje, enquanto os trabalhadores de barcas e navios da Grécia, fundamentais para o turismo do país, cruzam os braços por quatro horas. Profissionais da área de saúde pretendem trabalham com o mínimo de suas equipes nos hospitais públicos e privados. Na Grécia, os protestos ocorrem a cinco dias das eleições.

Na Rússia, o presidente eleito, Vladimir Putin, e o atual presidente, Dmitri Medvedev, participaram de um ato público em comemoração ao Dia do Trabalho. Em uma semana, Putin assume o governo em meio a controvérsias envolvendo sua eleição, sob suspeitas de irregularidades.

Em Havana, capital de Cuba, a celebração do Dia do Trabalho é uma das mais importantes do ano para o governo comunista. Em Istambul, na Turquia, manifestantes, representando diferentes tendências políticas, também foram às ruas. Segundo autoridades do país, 20 mil policiais foram mobilizados para garantir a segurança na Praça Taksim, a mais importante da cidade.

Até 2010, protestos na Turquia eram proibidos. Na Praça Taksim, em 1° de maio de 1977, houve mortes e feridos durante um protesto considerado ilegal, que descambou para um confronto entre manifestantes e policiais.

Em Jacarta, na Indonésia, cerca de 9 mil manifestantes foram às ruas reivindicar aumento de salários. A Indonésia é o quarto país mais populoso do mundo, registrando uma das maiores taxas de crescimento econômico do planeta, mas metade da população ainda vive abaixo da linha da pobreza. Passeatas também foram registradas no Timor Leste, nas Filipinas e em Hong Kong.”

(Agência Brasil com Rádio França)

México – Partido tradicional é favorito nas eleições

A campanha presidencial mexicana arrancou em clima de nostalgia, segundo reportagem da Folha de São Paulo desta segunda-feira. O favorito para a eleição de 1º de julho é Enrique Peña Nieto, do mais tradicional partido do país.

A origem do PRI (Partido Revolucionário Institucional) remonta à Revolução Mexicana de 1910 e seu governo de mais de 70 anos ininterruptos (1929-2000) ainda marca a memória nacional.

Especialistas ouvidos pelo jornal concordam quanto às razões da provável volta do partido ao poder. Após 12 anos de governo, o Partido da Ação Nacional está desgastado. Além de não conseguir conter a violência do narcotráfico, que causou 50 mil mortos desde 2006, não estaria garantindo a distribuição do crescimento econômico.

Mexicana que afirmava esperar 9 bebês não está grávida

Karla Vanesa Pérez Castañeda, uma mexicana de 32 anos que chamou atenção do mundo ao anunciar que estava grávida de nove filhos, admitiu que não esperar nenhum bebê.

A farsa foi descoberta após a secretária de Saúde do estado mexicano de Coahuila, Bertha Castellanos, ficar sensibilizada com a história e determinar a realização de um exame de ultrassom. Karla, que é moradora de Villa de Arteaga, afirmava levar no ventre seis meninas e três meninos. A notícia foi publicada pelo jornal “‘El Universal” e ganhou o mundo. O desmentido veio pela rádio Fórmula, do México.

O parto dos nove bebês já estava marcado para o dia 20 de maio e Karla Vanessa pedia doações para as crianças que iriam nascer em uma casa onde já havia quatro crianças, incluindo trigêmeos. Até o prefeito de Villa de Arteaga, Ernesto Valdés Cepeda, fez campanha para que a população ajudasse a jovem mãe. O prefeito chegou a encaminhar um pedido à câmara municipal e à assembleia estadual de Coahuila para que a grávida possa receber ajuda oficial.

Clique aqui para matéria completa.

Livro de advogado cearense integra lista da Faculdade de Direito de Sorbonne

71 1

A Faculdade de Direito da Universidade de Paris I (Sorbonne) emitiu recentemente lista de novas obras catalogadas em seu acervo. Ali, aparece a obra “O Julgamento de Jesus Cristo sob a Luz do Direito” de autoria do advogado cearense Roberto Victor Pereira Ribeiro.

A Biblioteca da Sorbonne é a maior da França em Ciências Jurídicas e Econômicas. No momento é repositório autorizado para conservar e manter as publicações da Organização das Nações Unidas (ONU) e do Centro de Documentação Européia.

O livro de Roberto Victor Pereira Ribeiro (27) encontra-se registrado no tombo nº Cote(s) CUJAS : 532.522

O jurista Roberto Victor Pereira Ribeiro é o primeiro cearense a ter uma obra sendo doutrinada na cátedra de História do Direito dessa universidade, uma das mais importantes do mundo.

Maioria dos argentinos aprova expropriação da YPF

“Seis de cada dez argentinos apoiam a decisão de expropriar 51% das ações da empresa petrolífera YPF, administrada pela Repsol, anunciada há uma semana pela presidenta Cristina Kirchner. Segundo pesquisa de opinião da consultoria Poliarquia, 44% dos entrevistados, no entanto, culpam os Kirchner (no poder desde 2003) pela crise energética do país. Apenas 36% atribuem a queda da produção de combustível, que transformou a Argentina em país importador de energia, à iniciativa privada.

Uma semana depois do anúncio do projeto de lei de expropriação, o governo garante que ele passará no Congresso, onde conta com a maioria. A primeira votação, no Senado, será nesta quarta-feira (25). Até o ex-presidente Carlos Menem, responsável pela privatização da estatal YPF nos anos 1990, diz que votará a favor da medida, devolvendo as ações da empresa espanhola Repsol ao Estado argentino. “Os tempos mudaram”, justificou Menem, senador do Bloco Federalismo e Liberação (uma dissidência do Partido Justicialista ou Peronista).

Apesar de contar com apoio popular e político, a expropriação anunciada por Cristina Kirchner está sendo questionada por especialistas. Todos concordam que a Repsol repatriava os lucros da empresa, sem investir na exploração de novas reservas de petróleo e gás e na produção de combustível. Resultado: em 2011, importou o equivalente a US$ 9 bilhões em energia, que podia ter produzido. A soma equivale a quase todo o saldo da balança comercial do país, que no ano passado foi US$ 10 bilhões. Este ano, estima-se que as importações de energia ficarão entre US$ 12 e US$ 14 bilhões.”

(Agência Brasil)

Mau tempo derruba avião no Paquistão

“Um avião com 127 passageiros a bordo caiu nesta sexta-feira (20) próximo ao aeroporto internacional de Islamabad, capital do Paquistão, segundo informações de uma rede de TV local. A emissora paquistanesa Geo News informou que o mau tempo e a baixa visibilidade seriam as causas do acidente.

Ainda segundo a rede de TV, a aeronave seria um Boeing 737 e pertenceria à empresa Bhoja Air, de origem paquistanesa.

A Geo News informou que aeronave partiu às 17h (hora local, 9h em Brasília) da cidade de Karachi e deveria pousar em Islamabad às 18h40 (10h40 em Brasília), mas caiu momentos antes da aterrissagem.”

(Com R7.com)

México – 14 corpos esquartejados são encontrados

“As autoridades do México localizaram 14 corpos de homens esquartejados, em uma van  abandonada na cidade de Nuevo Laredo, em Tamaulipas, na fronteira com os Estados Unidos. A região é considerada uma das mais violentas do mundo, pois no local atuam vários cartéis de tráfico de drogas, pessoas e armas.

Em 2010, houve um massacre nessa área em que 72 pessoas foram mortas, inclusive quatro brasileiros.  Pelas investigações, as vítimas tinham entre 30 e 35 anos de idade e seus corpos estavam esquartejados, colocados em sacos plásticos pretos e jogados na van.

As apurações do caso são conduzidas pela Procuradoria Geral de Justiça e a Secretaria de Segurança Pública. Por enquanto, as investigações são mantidas sob sigilo. Mas as autoridades informaram que há suspeita de disputa entre cartéis.”

(Agência Brasil com agência pública de notícias da Argentina, Telam)

FMI: Preços dos alimentos devem cair cerca de 10% este ano

“Os preços dos alimentos devem sofrer redução no mercado mundial ao longo deste ano, como ocorreu na metade de 2011, segundo previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI). Em relatório divulgado hoje (17), o FMI calcula que os preços globais de mercadorias (com exceção do petróleo) deverão cair 10,3% este ano e 2,7% em 2013.

Os técnicos do FMI disseram que há perspectivas de investimentos no abastecimento de alimento, embora os estoques estejam ainda reduzidos, ameaçando alguns setores. No entanto, de uma forma geral, diz o relatório, as previsões são positivas.

De acordo com o FMI, a tendência é que haja melhorias nas colheitas ao longo deste ano. Em 2011, grãos em geral se perderam em decorrência de longos períodos de chuva e de seca em determinadas áreas do planeta.”

(Agência Brasil com Agência Lusa)

Deputado cearense comanda audiência sobre assassinato de estudante brasileiro na Austrália

50 1

 

Por iniciativa do deputado federal João Ananias (PCdoB), a Câmara promoverá, nesta quarta-feira,  às 11 horas, uma audiência pública para debater o caso do estudante brasileiro Roberto Laudésio (21), morto em  Sidney, na Austrália.  A audiência também discutirá  a segurança dos jovens brasileiros que estudam no Exterior.

Laudésio morreu no dia 18 do mês passado, após ser atingido por vários disparos de uma arma de choque (taser) usada pela polícia australiana. O deputado João Ananias está cobrando providências do governo brasileiro para que os culpados pela morte do estudante brasileiro não fique impune.

A audiência será realizada em conjunto com a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e contará com a presença da Ministra do Departamento Consular e Brasileiros no Exterior, Maria Luíza Ribeiro Lopes da Silva, e de representantes dos ministérios da Educação e Justiça. João Ananias foi nomeado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, para acompanhar o caso junto ao Ministério das Relações Exteriores. O debate será transmitido ao vivo pela TV Câmara.

Espanha reage à decisão da Argentina de expropriar petrolífera

“A decisão argentina de expropriar a petrolífera espanhola YPF gerou reações das autoridades da Espanha. O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, prometeu tomar providências em breve. O ministro das Relações Exteriores,  José Manuel Garcia Margallo, e da Indústria, José Manuel Soria, condenaram a medida e a consideraram arbitrária. Para eles, o clima de cordialidade existente entre os dois países está ameaçado.

De acordo com Margallo, o governo argentino quebrou  um “acordo verbal” feito por autoridades em relaçãoà exploração de petróleo por espanhóis no país. Segundo ele, inúmeros acionistas da Repsol, que é responsável pela YPF, serão prejudicados devido à decisão de expropriação definida pelo governo argentino.

No entanto, entre os ecologistas espanhóis, a reação foi de apoio à Argentina. O grupo Ecologistas em Ação informou que não há “nenhum controle público” sobre as atividades da empresa YPF em território argentino. O assunto foi o tema principal dos principais jornais espanhóis, como El País, El Mundo, La Vanguardia, Cinco Dias e ABC.

Pela proposta em discussão na Argentina, 51% das ações da empresa petrolífera serão expropriadas – o governo federal ficará com 26,06% e as regiões produtoras com 24,99%-, enquanto os restantes 49% serão de responsabilidade das províncias (estados), nos quais a empresa atua.”

(Agência Brasil, com Agência Telam) 

Chile é atingido por terremoto de 6,3 graus

“O Chile foi atingido na madrugada de hoje (17) por uma série de três tremores de terra, cuja média foi 6,3 graus de magnitude na escala Richter. Os tremores de terra afetaram a região de Valparaíso, onde funciona parte da administração federal e o Parlamento, e o Deserto de Atacama.

O terremoto mais intenso foi observado na região de Valparaíso, a 112 quilômetros da capital, Santiago. Não há informações sobre vítimas ou feridos. O Escritório de Emergências do Chile (cuja sigla em espanhol é Onemi) informou que o único problema identificado foi uma pane elétrica em Valparaíso, mas que já foi resolvida.

Em 27 de fevereiro de 2010, o Chile foi atingido por um terremoto de 8,8 graus na escala Richter, considerado o pior da história recente do país. Mais de 700 pessoas morreram e várias perderam suas casas. Prédios públicos e privados ficaram danificados.”

(Agência Brasil)

Argentina suspende registro da Bunge por evasão fiscal

O fisco argentino suspendeu nesta segunda-feira

O registro de operador de grãos da companhia do agronegócio Bunge foi suspenso nesta segunda-feira pelo governo argentino. A medida retira alguns benefícios das atividades da empresa no país, enquanto a Justiça determinou um embargo dos bens por supostas irregularidades fiscais.

“A companhia realizou triangulações nocivas de exportações, o que teria permitido evadir mais de 435 milhões de pesos (100 milhões de dólares) em impostos, nos anos 2006 e 2007”, afirmou a Administração Federal de Ingressos Públicos (AFIP) em comunicado.

A órgão afirmou ainda que a Justiça embargou bens da empresa em garantia. O embargo envolve ativos da ordem de 57 milhões de dólares, segundo a AFIP.

A Bunge já havia sido suspensa em março de 2011 pela AFIP, informa as agências.