Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Cid recebe vice-presidente da Coca-Cola

O governador Cid Gomes (PSB) recebe, às 8h30min desta quarta-feira, no Palácio da Abolição, o vice-presidente da Coca-Cola, Irial Finan. Ele apresentará para Cid os novos projetos da Coca-Cola e investimentos futuros e de olho na Copa das Confederações e Copa de 2014.

O ex-governador Tasso Jereissati que, através da Norsa Refrigerantes, representa a Coca-Cola no Ceará, vai estar também nessa audiência? Eis a dúvida.

Corte Interamericana de Direitos Humanos vai julgar Fujimori por tortura

“A Corte Interamericana de Direitos Humanos, vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA), vai analisar uma denúncia de tortura ocorrida durante o governo do ex-presidente do Peru Alberto Fujimori (1990-2000). O caso foi enviado à corte pela Comissão de Direitos Humanos do Peru. Para os defensores da vítima, o país descumpriu as recomendações que a comissão havia feito.

De acordo com a denúncia, a vítima foi alvo de prisão ilegal e buscas arbitrárias em sua casa, em 13 de abril de 1992, por agentes do governo. Segundo relatos, a vítima foi torturada e tratada de forma cruel, desumana e degradante, incluindo um estupro. A pessoa ficou detida por 17 dias.

É o terceiro caso de denúncia contra Fujimori que passou pela Comissão de Direitos Humanos do Peru e o único em análise na OEA. Os demais processos se referem a um homem e a uma mulher, que também acusam o ex-presidente de uma série de crimes de violação de direitos.

Atualmente, Fujimori está preso e faz tratamento para combater um câncer na língua. No ano passado, ele assistiu à derrota da filha Keiko Fumimori nas eleições presidenciais. Ela perdeu a disputa para o atual presidente peruano, Ollanta Humala.”

(Agência Brasil, com informações da agência pública de notícias da Argentina, Telam)

BID faz chamada para oferta de financiamentos

“O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou a Chamada de Propostas 2012 da Iniciativa para a Promoção de Bens Públicos Regionais na América Latina e no Caribe. As propostas serão aceitas até 29 de março de 2012.
 
Em 2012, a Iniciativa oferece até US$ 5 milhões em recursos não reembolsáveis ​​para financiar projetos que incentivem a cooperação regional entre os países membros mutuários do BID, para enfrentar os desafios e aproveitar novas oportunidades de desenvolvimento conjunto.
 
Um critério importante para a seleção será o alinhamento proposto com as prioridades da Nova Estratégia Institucional do BID, que foi adotado como parte do Nono Geral Aumento de Capital do BID (GCI-9). O apoio à cooperação e integração regional e global é um dos pilares desta nova estratégia.
 
Atualmente, o portfólio da iniciativa BPR inclui 82 projetos, totalizando US$ 67,5 milhões de recursos investidos. Em muitos casos, a iniciativa tem servido como uma incubadora de ideias inovadoras que demonstram como a cooperação regional pode produzir benefícios mensuráveis.
 
Entre eles está o Sistema Único de Segurança da Base de Dados Social para permitir que os trabalhadores migrantes de países do Mercosul acumulem benefícios de pensão através das fronteiras. Outro exemplo é o Protocolo da América Central para a Garantia da Qualidade e Aquisição de Medicamentos. Esse projeto apoia os ministérios da Saúde dos países da América Central, Belize e República Dominicana para comprar determinados medicamentos do grupo, resultando em preços mais baixos de remédios para atender aos padrões regionais de qualidade. Exemplos adicionais de projetos de BPR de alto impacto podem ser encontrados na publicação Bens Públicos Regionais: Inovação em Cooperação Sul-Sul.
 
Todas as propostas devem ser apresentadas de acordo com os Procedimentos do Convite à Chamada de Propostas e devem ser submetidas através da página da web dentro de 24 horas (meia-noite), em Washington DC (GMT -5) em 29 de março de 2012.

SERVIÇO

* Antes de submeter uma proposta, as instituições interessadas devem se cadastrar aqui.

(JC Online)

Dilma visita o Haiti e discute situação de imigrantes

“A angústia de milhares de haitianos que migram para o Brasil será um dos principais temas da conversa da presidenta Dilma Rousseff com o presidente do Haiti, Michel Martelly, hoje (1º), em Porto Príncipe. Para o governo haitiano, o assunto é considerado de relevância máxima. Emocionado, o embaixador do Haiti no Brasil, Idalbert Jean-Pierre, disse à Agência Brasil que considera uma vitória a decisão brasileira de conceder 1.200 vistos a imigrantes haitianos, sem exigência de vínculo empregatício.

“Sabemos que o Brasil também tem seus problemas, gostaríamos que a cota fosse maior, mas entendemos e consideramos uma vitória [a fixação de 100 vistos por mês]”, disse o embaixador. “No Haiti, a situação se agravou ainda mais depois do terremoto [de 12 de janeiro de 2012], as pessoas estão sem perspectiva de emprego e andam desoladas sem saber o que fazer.”

Nos últimos meses, milhares de haitianos entraram no Brasil para fugir das dificuldades no país – o mais pobre das Américas, registrando elevados índices de mortalidade infantil, criminalidade e fome. Os imigrantes entram, em sua maioria, por Tabatinga, no Amazonas, e Brasileia, no Acre. Mas também ingressam no país por Rondônia.

Pela decisão do governo brasileiro, cada  visto permitirá ao cidadão haitiano trazer a mulher, o marido ou companheiro, o pai e a mãe, além dos filhos com menos de 24 anos – desde que sejam solteiros, estudantes e dependentes financeiramente. O estrangeiro que entra no Brasil sem visto corre o risco de ser deportado.

O embaixador disse, porém, que está preocupado com o futuro dos haitianos que chegam ao Brasil. Segundo ele, em média cada imigrante gasta de US$ 3 mil a US$ 4 mil, dinheiro que ele “levará toda uma vida” para pagar. De acordo com o diplomata, a maioria consegue fazer a viagem do Haiti para o Brasil com a ajuda de “coiotes” – pessoas que atravessam os imigrantes ilegalmente pelas fronteiras, cobrando por isso.

“Esses imigrantes vão receber quanto [de salário] no Brasil? [Essas pessoas] vão receber salários, terão muitas dificuldades. Mesmo assim resolvem enfrentar todas as dificuldades”, disse o embaixador, que foi ao Acre e ao Amazonas para conversar com os imigrantes. “É impossível se colocar no lugar dessas pessoas. Só sabe o que sente e o drama de um imigrante outro igual a ele.”

(Agência Brasil)

Copa 2014 – Assessora de Hilary Clinton visita Fortaleza

41 1

Fortaleza recebe nesta sexta-feira a visita de Reta Jo Lewis, assessora de projetos especiais da secretária norte-americana Hilary Clinton. Ela faz um giro pelas cidades que serão subsede dos jogos da Copa de 2014.

Dentro do objetivo de trocar experiências e, claro, oportunidades de negócios para grupos americanos de olho no certame mundial de futebol, Reta Jo Lewis será recebida, a partir das 15 horas, no Palácio da Abolição, pelo governador Cid Gomes (PSB).

Filha de Chávez posta foto na internet com mão cheia de dólares

49 3

O Instagram, aplicativo de upload de fotos disponível para produtos da Apple, da filha caçula do presidente Hugo Chávez vem dando o que falar na Venezuela. Nesta semana, Rosinés, de 14 anos, postou uma foto sua com cheia de dólares na mão. A imagem provocou indignação já que políticas decretadas por seu pai dificultam há quase uma década o câmbio da moeda americana no país.

Nas redes sociais, muitos venezuelanos comentaram a foto com irritação. Muitos explicaram que não conseguiam trocar os bolívares venezuelanos pelo dólar por causa do limite, imposto pelo governo desde 2003, para a compra da moeda americana. Alguns venezuelanos acabam não conseguindo quantia suficiente para viajar ou para fechar negócio.

A imagem também serviu para opositores de Chávez criticarem a retórica do presidente contra o capitalismo e o consumismo. Alguns chegaram a manipular a foto, substituindo o dinheiro por xícaras de café ou sacos de açúcar, produtos que, vez ou outra, se tornam escassos nos mercados venezuelanos.

No Twitter, a mãe de Rosinés, a jornalista Marisabel, separada de Chávez desde 2003, defendeu a filha.

“Eu disse para ela que o erro não era tirar a foto, mas postá-la num meio onde pessoas ignorantes não respeitam os outros”, escreveu a mãe no microblog.

Ano passado, o Instagram de Rosinés virou manchetes no país depois que a adolescente postou uma foto ao lado de Justin Bieber, durante um show do cantor canadense em Caracas. Para opositores, a foto foi uma prova do estilo de vida da família Chávez.

(O Globo)

Assistente de Hillary diz que há vaga para quem fala português

43 1

A indústria turística americana está à procura de quem fale português, de olho nos turistas brasileiros cada vez mais numerosos — e gastadores — que chegam aos EUA.

O recado veio da secretária-assistente de Estado interina para Hemisfério Ocidental (Américas), Roberta Jacobson, durante um encontro de Hillary Clinton com 45 estudantes da rede pública brasileira no programa Jovens Embaixadores, que promove intercâmbio cultural.

“A indústria turística está desesperada por quem fala português. Estão buscando mais informações sobre o Brasil”, afirmou ela aos adolescentes, que têm entre 15 e 18 anos, ao falar da importância do programa para estreitar laços e das portas abertas por ele.

Os EUA vêm, nas últimas semanas, redobrando os acenos ao Brasil nas áreas de turismo e educação. Na semana passada, o presidente Barack Obama anunciou a simplificação do programa de vistos para brasileiros, a fim de aumentar o número de documentos emitidos.

Nesta quarta-feira (25), sua secretária de Estado, Hillary, cumprimentou os adolescentes e disse esperar deles sugestões para aperfeiçoar o intercâmbio entre os dois países.

“São tempos animadores para ser um jovem brasileiro. Quando penso nas mudanças ocorridas no tempo de vida de vocês, não há outro país onde mais coisas tenham acontecido, no sentido de se criar oportunidades.”

Vindos de todos os Estados do Brasil, muitos deles ainda de aparelhos nos dentes e voz infantil, os estudantes contaram sua experiência a Jacobson, antes de se encontrarem com Hillary, e disseram-se felizes por poderem quebrar estereótipos.

“Minha família hospedeira perguntou se no Brasil há pizza”, disse um dos garotos de inglês impecável.

(Folha)

VAMOS NÓS – E nos dão até arrepios todos esses “mimos” norte-americanos para com o Brasil.

Presidente da Ordem dos Advogados de Portugal fala para emissora do Ceará

36 2

O programa Contraponto, da TV Mais (Canal 15, Net) apresentará nesta quarta-feira, a partir das 22 horas, entrevista especial com o Bastionário da Ordem dos Advogados de Portugal (a OAB portuguesa), Marinho e Pinto.

Durante conversa de uma hora com o advogado Alfredo Marques, um dos apresentadores da atração, ele fala sobre a relação da Ordem com o mundo jurídico, questões atuais e polêmicas envolvendo essa entidade e o Ministério da Justiça de Portugal, além de abordar a crise europeia.

Marinho e Pinto também aborda a questão do Direito no Brasil.

Presidente do Irã transitou por Fortaleza neste domingo

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, transitou por Fortaleza por volta das 9 horas da manhã deste domingo, segundo informações da Infraero. A aeronave dele fez um pouco técnico para reabastecimento. Ahmadinejad permaneceu na sala vip do Aeroporto Internacional Pinto Martins por cerca de 50 minutos com comitiva de ministros e empresários.

A viagem dele é para estreitar contatos com países da América Latina, onde ficará quase uma semana. De Fortaleza, ele seguiu para Caracas (Venezuela) e  depois seguirá para Managua (Nicarágua), Havana (Cuba) e Quito (Equador).

Segundo assessores, Ahmadinejad pretende firmar parcerias e discutir questões econômicas e políticas.

Relações cordiais

Já a Agência Brasil informa que o presidente define as relações entre o Irã e a América Latina de forma simples: “As relações existentes entre o Irã e os países da América Latina são cordiais e estão em [pleno] desenvolvimento”.

Para Ahmadinejad, há semelhanças culturais entre os latinos e os iranianos. A visita à América Latina foi motivada, segundo assessores, pela cerimônia de posse do presidente reeleito da Nicarágua, Daniel Ortega. Ortega é chamado de general pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, e vários líderes políticos latino-americanos por ter participado dos movimentos de guerrilha no país.

Em Cuba e Equador, Ahmadinejad se reúne com os presidentes Raúl Castro (Cuba) e Rafael Correa (Equador), além do ex-presidente Fidel Castro. Nos últimos anos, o governo Ahmadinejad intensificou as relações bilaterais com vários países da América Latina principalmente com a Venezuela e o Brasil – durante a gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Vigília por Cristina Kirchner

“Simpatizantes de Cristina Kirchner se reuniram hoje (3) na porta do hospital onde a presidenta da Argentina será operada amanhã (4) de câncer na tireoide. Eles convocaram uma vigília, em todo o país, para acompanhá-la na cirurgia.

Cristina Kirchner deve permanecer internada durante 72 horas no Hospital Austral, na localidade de Pillar, na grande Buenos Aires. Os médicos descobriram que ela tinha um tumor maligno, na glândula tireoide, durante um exame de rotina, no ultimo dia 22. As chances de cura do carcinoma papilar são grandes, segundo os médicos, mas a presidenta terá que ficar de repouso até o próximo dia 24. Seu vice, Amado Boudou, presidirá o país enquanto ela estiver se recuperando.

Reeleita com 54% dos votos, em outubro passado, Cristina Kirchner iniciou seu segundo mandato anunciando a redução de subsídios e enfrentando reivindicações sindicais. Mas o anúncio da doença da presidenta acalmou os ânimos da oposição.

“Ninguém vai criticá-la agora porque ninguém quer ser acusado de agredir uma mulher doente”, disse à Agência Brasil o psicólogo Ivan Locatelli, que nas eleições presidenciais votou na oposição. “Tenho medo que o governo acabe tirando proveito político da situação, como fez com a morte de Nestor Kirchner”, acrescentou.

O ex-presidente e marido de Cristina Kirchner morreu há pouco mais de um ano, mas é lembrado com frequência, tanto pela presidenta como por seus simpatizantes. Entre eles, a líder das Mães da Praça de Maio, Hebe de Bonafini. Nestor e Cristina Kirchner conquistaram o apoio das organizações de direitos humanos ao revogarem as leis de anistia e reabrirem centenas de processos contra militares, acusados de tortura e assassinato durante a ditadura (1976-1983).”

(Agência Brasil)

Republicanos vâo às urnas nos EUA escolher candidato à presidência da República

“Seis candidatos republicanos disputam hoje (3) a preferência do eleitorado no estado americano de Iowa, que abre o calendário eleitoral dos Estados Unidos visando às eleições presidenciais em novembro.
Os pré-candidatos Mitt Romney, Ron Paul e Rick Santorum lideram as pesquisas como possíveis indicados do estado à candidatura republicana, mas o resultado permanece imprevisível.

Cerca de 120 mil eleitores se reunirão em assembleias em escolas, residências e prédios públicos para votar naquele que consideram o mais apto a enfrentar o presidente Barack Obama na disputa pela Casa Branca.

Serão cerca de 1,7 mil reuniões em 99 condados de Iowa, nas quais os eleitores escolherão os 28 deputados que se comprometerão a votar em determinado candidato na Convenção Nacional Republicana na Flórida em agosto.

Com população majoritariamente branca e rural, de cerca de 3,5 milhões de pessoas – que muitos consideram pouco representativa dos EUA –, o estado de Iowa tem lugar especial no pleito americano, sendo visto como um teste crucial para a viabilidade de uma candidatura.

Uma boa colocação na prévia de Iowa representa um impulso para as votações seguintes. Muitas vezes, os vencedores no estado acabam sendo os indicados de seus partidos, como ocorreu com George W. Bush em 2000 e o próprio Obama – ambos chegaram à Presidência.”

(Agência Brasil com agências internacionais)

Papa celebra primeira missa do ano conclamando educar jovens para a paz

“O Papa Bento XVI insistiu, neste domingo, durante a mensagem de Ano Novo, sobre a necessidade de inculcar valores morais nas crianças e nos jovens, para que possam “construir a paz”.

Lamentou que as crianças sejam, agora, criadas numa “realidade social que pode levá-las a se tornarem intolerantes e violentas”, e pediu que seja transmitido a elas, ao contrário, “um profundo senso de justiça e de respeito ao próximo”.

Fez um apelo aos líderes religiosos e educadores através do mundo a combater “a cultura do relativismo”, e a transmitir aos jovens os valores da paz e da justiça.

“A cultura do relativismo apresenta uma questão radical: é ainda necessário educar? E educar para que?”, questionou o soberano pontífice.

“Ante as sombras que obscurecem o horizonte do mundo de hoje, a responsabilidade de educar os jovens para ensinar a eles a verdade, os valores e as virtudes, é olhar o futuro com esperança”, acrescentou.”

(Agências Internacionais)

José Graziano assume neste domingo como diretor-geral da FAO

“O ex-ministro de Segurança Alimentar e Combate à Fome e economista José Graziano, de 62 anos, assume amanhã (1º) o cargo de diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Ele ficará no cargo até julho de 2015. Pela frente, Graziano tem o desafio de convencer os líderes da comunidade internacional a assumir a erradicação da fome como meta política.

Nos últimos cinco anos, Graziano atua na FAO como representante da agência na América Latina e no Caribe. Em 26 de junho do ano passado, ele foi eleito o novo diretor-geral da FAO com 180 votos contra 92. Na disputa, estava o ex-ministro de Relações Exteriores da Espanha Miguel Ángel Moratinos.

Como diretor-geral da FAO, Graziano tem pela frente vários desafios, um deles é enfrentar o fato de cerca de 500 milhões de pessoas serem apontadas como famintas no mundo. O novo diretor terá ainda de lidar com a tendência de alta dos preços dos alimentos, na próxima década, no momento em que a situação se agrava na região denominada Chifre da África, que fica ao Nordeste do continente africano.

Para erradicação da fome e da pobreza no mundo, Graziano defende parcerias por meio de programas que já produzem resultados positivos em diferentes países e que, para ele, devem ser usados como meios para atenuar tensões e conflitos. Segundo ele, os confrontos podem ser resolvidos por meio da geração de oportunidades.

Graziano foi titular do Ministério da Segurança Alimentar no início da gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, e responsável pela implantação do Programa Fome Zero. Ele é formado em agronomia e com pós-doutorado em estudos latino-americanos pela Universidade da Califórnia e há pelo menos três décadas dedica-se aos estudos de questões relacionadas ao desenvolvimento rural e à luta contra a fome.”

(Agência Brasil)

Coreia do Norte diz que não muda postura política

“A Coreia do Norte advertiu nesta sexta-feira ao mundo que não mudará de política com seu novo líder, Kim Jong-un, nem iniciará um diálogo com o atual governo de Seul, um dia depois da proclamação como governante do filho mais novo de Kim Jong-il, que faleceu no dia 17 de dezembro.

“Declaramos de forma solene e com orgulho aos dirigentes políticos estúpidos do mundo, entre eles os fantoches da Coreia do Sul, que não esperem a mínima mudança de nossa parte”, afirma um comunicado da Comissão de Defesa Nacional divulgado pela agência oficial KCNA.

Pyongyang também descartou qualquer possibilidade de discussão com o atual governo sul-coreano.

“Como já dissemos, continuamos nos recusando a estabelecer vínculos com o traidor Lee Myung-bak e seu grupo”, afirma o texto da Comissão de Defesa Nacional, considerada a estrutura mais poderosa do país, em um texto ofensivo ao presidente sul-coreano.

Na quinta-feira, um dia depois do funeral de Kim Jong-il, seu filho Kim Jong-un foi proclamado “líder supremo do partido, do Exército e do povo”, em uma grande cerimônia militar organizada em Pyongyang.”

(AFP)

Na Colombia, agora é lei: homens e mulheres devem ter salários equivalentes

“O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, sancionou a lei que determina que homens e mulheres tenham equivalência de salários. A medida atende a uma série de apelos de entidades de defesa das mulheres que se queixavam da discriminação salarial por sexo ou gênero, como definem os especialistas.

“Acabo de aprovar a lei que elimina a discriminação que existe contra as mulheres em matéria salarial”, disse o presidente. Segundo ele, estudos recentes mostram que mulheres que ocupam os mesmos cargos de homens e têm tarefas idênticas às desempenhadas por eles chegam a receber um salário 20% inferior.

Santos determinou ainda que o Ministério do Trabalho atue com “muito rigor” no cumprimento da nova lei. De acordo com o departamento nacional de estatísticas da Colômbia, no trimestre entre agosto e outubro de 2011, a população economicamente ativa estava estimada em 22,8 milhões de pessoas, dos quais 9,76 milhões, o equivalente a 42,8%, eram mulheres.

Na relação de desempregados, estimados em cerca de 2,18 milhões, 1,24 milhões de pessoas eram mulheres, o equivalente a 56,8%.”

(Agência Brasil)

Senado uruguaio aprova legalização do aborto

“O Senado do Uruguai aprovou na última sessão do ano, por 31 votos a 17, o projeto que legaliza o aborto no país até 12 semanas de gestação. O texto ainda precisa ser submetido à votação na Câmara dos Deputados, o que deve ocorrer nos primeiros meses de 2012. As discussões entre os senadores duraram mais de nove horas.

“A lei atual é ineficaz, discriminatória e injusta, porque algumas podem realizar as suas decisões e algumas não”, disse a senadora Monica Xavier (Partido Socialista), que é doutora em medicina. O senador Carlos Moreira (Aliança Nacional) rebateu a colega informando que o “direito à vida começa no momento da concepção”.

Pelo texto aprovado, a mulher poderá interromper a gravidez até 12 semanas de gestação – não vale para os casos de estupro, de risco à saúde da mãe e de malformações do feto, que têm lei específica. De acordo com o projeto aprovado pelos senadores, todos os serviços de saúde públicos e privados serão obrigados a realizar o aborto sem cobrar pela operação.

A legislação em vigência no Uruguai, que é de 1938, determina pena de três meses a nove meses de prisão para a mulher que se submete à interrupção da gravidez. A punição sobe de seis meses a 24 meses para quem colaborar com a retirada do feto e para até 8 anos de prisão, se a mulher for obrigada a fazer o aborto.”

(Agência Brasil com Telesur)