Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Fotomontagem da Benetton coloca Papa beijando na boca um imã sunita

“Mais uma vez o grupo italiano Benetton optou por imagens de impacto para sua publicidade, mostrando, desta vez, uma montagem do Papa Bento XVI beijando na boca o imã sunita da Universidade egípcia de Al-Azhar, Ahmed el Tayyeb, em nome da luta “contra o ódio”.

A fotomontagem, que faz parte da nova campanha “United Colors of Benetton” chamada “UNHATE” (“não ódio”), está sendo apresentada nesta quarta-feira por Alessandro Benetton, vice-presidente do Benetton Group, em Paris. Já começou a circular pela internet e num banner gigante colocado perto do castelo de Sant’Angelo, em Roma.

Luca Borgomeo, presidente da Associação dos telespectadores católicos italianos, pediu a retirada imediata da publicidade: “Será que a Benetton não podia conceber qualquer coisa melhor?”, indagou.

Uma outra imagem impactante foi colocada em outro banner diante da catedral de Milão, mostrando Barack Obama beijando o presidente chinês, Hu Jintao.

O grupo Benetton e seu fotógrafo Oliviero Toscani tornaram-se célebres por suas fotomontagens provocadoras nos anos 90, entre elas a de uma irmã de caridade sedutora, que se apresenta vestida num hábito branco beijando um jovem padre de batina preta.

O fotógrafo italiano comprometeu-se com temas ligados à liberdade sexual, Aids e mais geralmente contra descriminações a comunidades, raças e culturas.

As relações entre o Papa e o imã de Al-Azhar são difíceis, principalmente depois que Bento XVI expressou solidariedade às vítimas do atentado que fez 21 mortos numa igreja de Alexandria, no dia 1º de janeiro passado.

O imã interpretou os protestos como uma intromissão do Vaticano nos assuntos religiosos de seu país.

O Vaticano ainda não reagiu à publicidade.”

(AFP)

Ex-prefeita de Fortalza e militante do Crítica Radical embarcam para ato político no Wall Street

415 1

 

Militantes Maria Luiza e Célia Zanetti.

“Na bagagem, um manifesto e, na mente, o desejo de luta. Hoje, duas representantes do Movimento Crítica Radical, a ex-prefeita Maria Luiza Fontenele, e Célia Zanetti, que também é da União das Mulheres Cearenses, embarcam para Wall Street, coração do capitalismo financeiro, em Nova York. Elas querem se unir e levar solidariedade ao movimento “Ocupe Wall Street” e, ao mesmo tempo, criar movimento transnacional pela emancipação humana, que pressupõe a superação do sistema capitalista.

Wall Street foi ocupada no dia 17 de setembro em protesto contra o controle da política pelo dinheiro. Manifestantes acampam no Zuccotti Park, nas imediações do distrito financeiro. A ideia é colaborar, levando a teoria formulada pelo Crítica Radical, e aprender com eles. Como o Movimento tem assembleias diárias, Maria Luiza conta que elas tentarão ler o manifesto e abrir o debate.

Para Maria Luiza, Wall Street simboliza o sistema que fez do dinheiro o deus que submete todas as relações humanas. “Queremos fazer a denúncia de que esse tipo de sociedade não traz alternativa de felicidade humana, nem de atender minimamente as necessidades humanas. Esse modelo de sociedade, que é a civilização moderna, está em colapso”, critica.”

(O POVO)

Senado italiano pode votar plano de austeridade

“Em meio às incertezas políticas e econômicas, o Senado da Itália examina e pode votar ainda hoje (11) o plano de austeridade elaborado pelo governo. Para a execução das propostas, é necessário que a Câmara dos Deputados também analise e aprove as medidas. A estimativa é que amanhã (12) os deputados italianos discutam o assunto. Paralelamente, o país discute o processo de sucessão instaurado a partir da renúncia do primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

Os analistas italianos apostam em quatro nomes para a disputa. O senador vitalício italiano Mario Monti, de 68 anos, aparece como um dos candidatos fortes para ocupar o cargo. A designação do substituto de Berlusconi ficará a cargo do presidente da Itália,  Giorgio Napolitano. O substituto comandará o governo de transição, pois em fevereiro de 2012 há eleições no país.

Também está cotado o deputado Giuliano Amato, de 73 anos, que foi primeiro-ministro em duas ocasiões e pertence ao Partido Democrata de Esquerda – o principal da oposição, mas é respeitado também pelos grupos políticos de direita. Como terceiro nome aparece o atual secretário de Estado e candidato à Presidência da República derrotado em 2006, Gianni Letta, de 76 anos.

Porém, para Berlusconi o candidato ideal para sucedê-lo é o jurista Angelino Alfano, de 41 anos. O ex-ministro da Justiça e integrante do Partido do Povo da Liberdade (PDL) – que é o de Berlusconi – ficou conhecido por defender a lei que imuniza juridicamente o primeiro-ministro.”

(Rádio Fança, RFI, e agência pública de notícias de Portugal, Lusa)

Cantor Billy Paul falará para jovens do Mucuripe

245 2
O Instituto Centec, por meio do Projeto Toque de Vida, realizará na próxima sexta-feira, às 11 horas, no Centro de Inclusão Tecnológica e Social (CITS) do Mucuripe, um encontro com o cantor norte-americano Billy Paul. Ele ali estará para falar sobre o tema “Combate às Drogas e Inclusão Social através da Música”. Além do cantor, estarão presentes o secretário estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social, Evandro Leitão, a secretária adjunta da Secult, Maninha Morais, o presidente nacional da Central Única de Favelas (Cufa), Preto Zezé, e Adam Faulk, músico da banda de Billy Paul.

Billy Paul conversará com os moradores do Conjunto Santa Terezinha e adjacências sobre a importância da música na formação dos jovens. Como ex- dependente químico, o cantor falará sobre sua luta contra as drogas e dará uma canja cantando dois dos seus maiores sucessos.

Médico de Michael Jackson deve ser condenado

“Os jurados chegaram a um veredicto sobre o caso do doutor Conrad Murray, o médico do falecido cantor Michael Jackson, morto em 2009 aos 50 anos. Murray é acusado de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e se foi considerado culpado poderá receber uma sentença de até quatro anos de prisão e a suspensão da sua licença médica.
O veredicto deverá ser lido logo mais, disseram funcionários do tribunal em Los Angeles onde ocorre o julgamento.

(Associated Press- Agência Estado)

Diretora do FMI apela aos líderes políticos contra nova década perdida

“Em visita à Rússia, a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse hoje (7) que o mundo sofre “de uma crise coletiva de confiança”, referindo-se aos impactos da crise econômica internacional. Segundo ela, os líderes políticos devem agir rapidamente para evitar mais incerteza, instabilidade e um colapso global. A iniciativa deve partir da comunidade internacional como um todo, e não de ações isoladas, destacou Lagarde.

“Se não agirmos em conjunto, poderemos entrar em uma espiral de incerteza, de instabilidade financeira e de colapso na demanda global. Em última análise, poderemos enfrentar uma década perdida de baixo crescimento e alto desemprego”, disse Lagarde.

A diretora-gerente elogiou a decisão dos líderes da União Europeia de socorrer os países da zona do euro que enfrentam dificuldades para rolar as dívidas. Citando a ajuda à Grécia, Lagarde disse que foi um “passo importante” para restaurar a confiança e a ordem na região. “A nossa economia global moderna é incrivelmente complexa e interdependente. A Rússia e os demais países emergentes têm atuado bem na tentativa de enfrentar a crise econômica internacional. Mas agora vemos nuvens escuras”, disse Lagarde.

Para a diretora-gerente, os riscos da crise econômica internacional são graves. “Todos devemos estar vigilantes”, alertou. De acordo com Lagarde, é preciso reagir e afastar a tristeza para restaurar o crescimento global. Ela advertiu que a tendência de o desemprego aumentar é percebida em vários locais do mundo.

Lagarde ressaltou a liderança da Rússia entre os emergentes. “É o maior produtor mundial de petróleo e, ao lado de outros importantes mercados emergentes, ajuda a elevar o crescimento, inclusive em países de baixa renda, por intermédio do comércio, dos investimentos e dos financiamento”, disse.”

(Agência Brasil)

The New York Times às segundas no O POVO

O Grupo de Comunicação O POVO, por meio do jornal O POVO lançará, na próxima segunda-feira, um suplemento especial com matérias do jornal americano The New York Times. No Brasil, apenas a Folha de São Paulo traz o caderno. Publicado, sempre às segundas-feiras, o caderno especial – de seis a oito páginas – trará notícias traduzidas sobre política, economia, mundo, artes e ciência do mundo todo, não apenas sobre os Estados Unidos.

“Nós já temos uma parceria consolidada com o The New York Times por meio da publicação das colunas do economista Paul Krugman e do jornalista Thomas Friedman. Nosso forte conteúdo editorial e analítico vai ao encontro do que é editado pelo jornal americano. Estamos muito felizes em oferecer este novo e diferenciado material aos nossos leitores.”, afirma o diretor-geral de Jornalismo do O POVO, Arlen Medina Néri.

As colunas de Krugman e Friedman permanecem publicadas no núcleo de Negócios, aos domingos e às sextas, respectivamente.

“O The New York Times é um jornal de referência e uma das marcas mais fortes do mundo. A partir da parceria, O POVO vai trazer mais um conteúdo diferenciado. A qualidade é inquestionável, logo tem tudo a ver com o leitor do O POVO.”, avalia o diretor-adjunto de Redação do O POVO, Erick Guimarães. O suplemento do The New York Times é publicado em países da América, Europa, Ásia e África (ver lista abaixo).

THE NEW YORK TIMES:

O The New York Times é o jornal mais importante e influente do mundo. Foi fundado em 18 de setembro de 1851 pelo banqueiro George Jones e o jornalista e político Jarvis Raymond com o nome New-York Daily Times. Em 1896, foi comprado por Adolph Simon Ochs, um editor da cidade de Chattanooga, que o revolucionou. Nesta época, surgiu o slogan All the news that’s fit to print (Todas notícias dignas de publicação), que até hoje aparece na primeira página do jornal.

Cuba sanciona lei que permite compra e venda de imóveis

“O governo de Cuba sancionou uma lei que autoriza pela primeira vez em 50 anos a compra e venda de imóveis, medida longamente esperada pela população e que busca impulsionar a deprimida economia cubana e reduzir o alto déficit habitacional, informou nesta quinta-feira o jornal oficial Granma.

“As novas normas jurídicas reconhecem a compra e venda, permuta e adjudicação – por divórcio, falecimento ou saída definitiva do proprietário do país – de imóveis entre pessoas naturais cubanas com domicílio no país e estrangeiros residentes permanentes na ilha”, informa o Granma. A nova legislação faz parte das reformas aprovadas em abril pelo VI Congresso do Partido Comunista para dinamizar a deprimida economia da ilha e reduzir um déficit calculado em meio milhão de moradias.

As reformas, incluindo a legalização do trabalho privado e a compra e venda de automóveis, foram colocadas em vigor gradualmente pelo presidente Raúl Castro.

“São eliminadas as autorizações prévias das direções municipais da Habitação, e será requerido a inscrição do imóvel no Registro de Propriedade”, afirmou Granma sobre a nova lei, que será publicada no curso do dia na Gazeta Oficial. “A nova legislação ratifica que apenas se poderá ser proprietário de um imóveis como residência permanente e outras em zonas de veraneio“, acrescentou.

Cuba, com 11,2 milhões de habitantes, enfrenta uma grave crise habitacional, agravada há três anos pela passagem de três furacões que destruíram meio milhão de imóveis e deixaram perdas totais de 10 bilhões de dólares. Mais de 80% dos cubanos são proprietários de suas casas, mas até agora não podiam vender por disposições legais, e sim apenas permutar.”

(JB Online)

Dilma: Brasil está pronto para contribuir com o FMI

92 2
“A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira (3) aos demais líderes do G20 que o Brasil está pronto para contribuir com recursos para o Fundo Monetário Internacional (FMI) na busca de uma solução para a crise na Europa.

Em almoço que marcou o início oficial da reunião de cúpula do G20, Dilma manifestou preocupação de que a crise respingue nos países emergentes e frisou a importância de o grupo pensar em medidas que possam alavancar o crescimento global.

A expectativa na semana passada era que o G20 pudesse definir um modelo de apoio ao plano de resgate da Grécia aprovado pela União Europeia na última quinta-feira. O Brasil vinha afirmando sua disposição de fornecer mais recursos via acordos bilaterais com o FMI que pudessem se traduzir no compromisso de futuros aumentos de cotas na instituição.

As incertezas em torno da zona do euro, contudo, se aprofundaram após a convocação pelo governo grego de um plebiscito para consultar a população sobre o plano de resgate, ou sobre a permanência no euro. Em meio a preocupações crescentes de que a Grécia possa deixar a moeda comum europeia, diminuiu a expectativa de que o grupo, e em particular a China, possa se comprometer com uma ajuda mais substancial a Atenas.

Dilma afirmou que o Brasil é solidário com a Europa, mas defendeu que as dificuldades demandam liderança e uma ação clara e rápida. Segundo uma fonte familiarizada com o encontro, a presidente frisou que o continente é um “patrimônio democrático” que precisa ser preservado.”

(Folha.com)

Obama: É preciso manter pressão sobre o Irã

“O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que ele e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, concordam que é preciso manter a pressão sobre o Irã para conter o que chamou de ameaça das ambições nucleares de Teerã.

Os dois líderes discutiram a situação antes da Cúpula do G20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo), na cidade francesa de Cannes. O Irã insiste em afirmar que seu programa nuclear tem fins civis.

Ontem (2), Israel testou um sistema de mísseis balísticos, em meio a especulações de que o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, estaria tentando convencer ministros a aprovar um ataque contra as instalações nucleares do Irã.”

(Agência Brasil/BBC Brasil)

Dilma é a 22ª pessoa mais poderosa do mundo, segundo revista Forbes

147 2

“A presidente Dilma Rousseff foi listada como a 22ª pessoa mais poderosa do mundo pela revista “Forbes”. No ano passado, quando já havia sido eleita presidente, Dilma apareceu em 16º lugar no ranking feito pela publicação americana.

Como motivo para a escolha de Dilma neste ano, a revista cita a “faxina” no governo com a demissão de ministros suspeitos de corrupção.

A publicação ainda fala da expectativa para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, que estão com as obras atrasadas e orçamento acima do previsto.

Dilma é a única brasileira na lista deste ano.”

(Folha.com)

Fortaleza será sede de Conferência Mundial sobre Turismo Econômico e Social

O secretário estadual do Turismo, Bismarck Maia, dará entrevista coletiva nesta quinta-feira, a partir das 14h30min, em seu gabinete de trabalho (Cambeba).Vai apresentar toda a programção da Conferência  Internacional em Turismo: O turismo como indutor do desenvolvimento econômico, da inclusão social e da integração regional”.

A Confeerência, organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Governo de Ceará e a Organização Mundial do Turismo (OMT), com o apoio do Ministério de Turismo e o Banco do Nordeste (BNB), ocorrerá  nos dias 28 e 29 deste mês, no Centro de Convenções.

O presidente do BID, Luís Alberto Moreno, e o Secretário Geral da OMT, Taleb Rifai, confirmaram presença no evento, que envolverá governadores, entre outras autoridades.

Papa diz estar rezando pela recuperação de Lula

110 2

“O Papa Bento XVI enviou mensagem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informando que vai rezar por ele para que se recupere do câncer de laringe. A mensagem foi encaminhada ao embaixador do Brasil no Vaticano, Almir de Sá Barbuda, que apresentou ontem  (31) suas credenciais ao papa.

Com o papa, o embaixador conversou também sobre a visita que ele fará ao Brasil em 2013. Bento XVI participará da 23ª Jornada Mundial de Juventude, no Rio de Janeiro. O papa pediu ainda que Barbuda enviasse uma mensagem à presidenta Dilma Rousseff que lhe deseja “os melhores êxitos na sua missão” de governar o país.

Bento XVI elogiou o esforço do governo brasileiro em erradicar a pobreza e buscar a igualdade social no país. Segundo ele, Dilma pode contar com o apoio da Igreja Católica na execução de políticas sociais.

“O governo brasileiro sabe que pode contar com a Igreja como um parceiro privilegiado em todas as suas iniciativas que visam a erradicação da fome e da miséria. A Igreja não pode nem deve colocar-se no lugar do Estado, mas também não pode nem deve ficar à margem na luta pela justiça”, disse o papa.

Barbuda se encontrou com Bento XVI e com o secretário de Estado do Vaticano, Tarcísio Bertone, para entregar cartas credenciais – cerimônia em que um novo embaixador se apresenta a um chefe de Estado.

“Ambos manifestaram grande admiração por Vossa Excelência [Lula] e pediram para lhe transmitir que terão presente em suas orações os melhores votos pelo seu pronto restabelecimento e rápido retorno à vida pública brasileira”, disse o embaixador.”

(Agência Brasil)