Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Papa celebra primeira missa do ano conclamando educar jovens para a paz

“O Papa Bento XVI insistiu, neste domingo, durante a mensagem de Ano Novo, sobre a necessidade de inculcar valores morais nas crianças e nos jovens, para que possam “construir a paz”.

Lamentou que as crianças sejam, agora, criadas numa “realidade social que pode levá-las a se tornarem intolerantes e violentas”, e pediu que seja transmitido a elas, ao contrário, “um profundo senso de justiça e de respeito ao próximo”.

Fez um apelo aos líderes religiosos e educadores através do mundo a combater “a cultura do relativismo”, e a transmitir aos jovens os valores da paz e da justiça.

“A cultura do relativismo apresenta uma questão radical: é ainda necessário educar? E educar para que?”, questionou o soberano pontífice.

“Ante as sombras que obscurecem o horizonte do mundo de hoje, a responsabilidade de educar os jovens para ensinar a eles a verdade, os valores e as virtudes, é olhar o futuro com esperança”, acrescentou.”

(Agências Internacionais)

José Graziano assume neste domingo como diretor-geral da FAO

“O ex-ministro de Segurança Alimentar e Combate à Fome e economista José Graziano, de 62 anos, assume amanhã (1º) o cargo de diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Ele ficará no cargo até julho de 2015. Pela frente, Graziano tem o desafio de convencer os líderes da comunidade internacional a assumir a erradicação da fome como meta política.

Nos últimos cinco anos, Graziano atua na FAO como representante da agência na América Latina e no Caribe. Em 26 de junho do ano passado, ele foi eleito o novo diretor-geral da FAO com 180 votos contra 92. Na disputa, estava o ex-ministro de Relações Exteriores da Espanha Miguel Ángel Moratinos.

Como diretor-geral da FAO, Graziano tem pela frente vários desafios, um deles é enfrentar o fato de cerca de 500 milhões de pessoas serem apontadas como famintas no mundo. O novo diretor terá ainda de lidar com a tendência de alta dos preços dos alimentos, na próxima década, no momento em que a situação se agrava na região denominada Chifre da África, que fica ao Nordeste do continente africano.

Para erradicação da fome e da pobreza no mundo, Graziano defende parcerias por meio de programas que já produzem resultados positivos em diferentes países e que, para ele, devem ser usados como meios para atenuar tensões e conflitos. Segundo ele, os confrontos podem ser resolvidos por meio da geração de oportunidades.

Graziano foi titular do Ministério da Segurança Alimentar no início da gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, e responsável pela implantação do Programa Fome Zero. Ele é formado em agronomia e com pós-doutorado em estudos latino-americanos pela Universidade da Califórnia e há pelo menos três décadas dedica-se aos estudos de questões relacionadas ao desenvolvimento rural e à luta contra a fome.”

(Agência Brasil)

Coreia do Norte diz que não muda postura política

“A Coreia do Norte advertiu nesta sexta-feira ao mundo que não mudará de política com seu novo líder, Kim Jong-un, nem iniciará um diálogo com o atual governo de Seul, um dia depois da proclamação como governante do filho mais novo de Kim Jong-il, que faleceu no dia 17 de dezembro.

“Declaramos de forma solene e com orgulho aos dirigentes políticos estúpidos do mundo, entre eles os fantoches da Coreia do Sul, que não esperem a mínima mudança de nossa parte”, afirma um comunicado da Comissão de Defesa Nacional divulgado pela agência oficial KCNA.

Pyongyang também descartou qualquer possibilidade de discussão com o atual governo sul-coreano.

“Como já dissemos, continuamos nos recusando a estabelecer vínculos com o traidor Lee Myung-bak e seu grupo”, afirma o texto da Comissão de Defesa Nacional, considerada a estrutura mais poderosa do país, em um texto ofensivo ao presidente sul-coreano.

Na quinta-feira, um dia depois do funeral de Kim Jong-il, seu filho Kim Jong-un foi proclamado “líder supremo do partido, do Exército e do povo”, em uma grande cerimônia militar organizada em Pyongyang.”

(AFP)

Na Colombia, agora é lei: homens e mulheres devem ter salários equivalentes

“O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, sancionou a lei que determina que homens e mulheres tenham equivalência de salários. A medida atende a uma série de apelos de entidades de defesa das mulheres que se queixavam da discriminação salarial por sexo ou gênero, como definem os especialistas.

“Acabo de aprovar a lei que elimina a discriminação que existe contra as mulheres em matéria salarial”, disse o presidente. Segundo ele, estudos recentes mostram que mulheres que ocupam os mesmos cargos de homens e têm tarefas idênticas às desempenhadas por eles chegam a receber um salário 20% inferior.

Santos determinou ainda que o Ministério do Trabalho atue com “muito rigor” no cumprimento da nova lei. De acordo com o departamento nacional de estatísticas da Colômbia, no trimestre entre agosto e outubro de 2011, a população economicamente ativa estava estimada em 22,8 milhões de pessoas, dos quais 9,76 milhões, o equivalente a 42,8%, eram mulheres.

Na relação de desempregados, estimados em cerca de 2,18 milhões, 1,24 milhões de pessoas eram mulheres, o equivalente a 56,8%.”

(Agência Brasil)

Senado uruguaio aprova legalização do aborto

“O Senado do Uruguai aprovou na última sessão do ano, por 31 votos a 17, o projeto que legaliza o aborto no país até 12 semanas de gestação. O texto ainda precisa ser submetido à votação na Câmara dos Deputados, o que deve ocorrer nos primeiros meses de 2012. As discussões entre os senadores duraram mais de nove horas.

“A lei atual é ineficaz, discriminatória e injusta, porque algumas podem realizar as suas decisões e algumas não”, disse a senadora Monica Xavier (Partido Socialista), que é doutora em medicina. O senador Carlos Moreira (Aliança Nacional) rebateu a colega informando que o “direito à vida começa no momento da concepção”.

Pelo texto aprovado, a mulher poderá interromper a gravidez até 12 semanas de gestação – não vale para os casos de estupro, de risco à saúde da mãe e de malformações do feto, que têm lei específica. De acordo com o projeto aprovado pelos senadores, todos os serviços de saúde públicos e privados serão obrigados a realizar o aborto sem cobrar pela operação.

A legislação em vigência no Uruguai, que é de 1938, determina pena de três meses a nove meses de prisão para a mulher que se submete à interrupção da gravidez. A punição sobe de seis meses a 24 meses para quem colaborar com a retirada do feto e para até 8 anos de prisão, se a mulher for obrigada a fazer o aborto.”

(Agência Brasil com Telesur)

Raúl Castro manda libertar 2,9 mil presos cubanos

“O  presidente de Cuba, Raúl Castro, anunciou hoje (28) que anistiou 2,9 mil presos, sendo que 86 são estrangeiros de 23 países. Com o anúncio, Castro cumpre o prometido há cinco dias. De acordo com nota, a anistia é “total e definitiva”.

A iniciativa conta com o apoio da Suprema Corte e dos ministérios do Interior e da Justiça cubanos. A execução da ordem tem 48 horas para ser cumprida. Segundo a imprensa oficial de Cuba, a decisão foi tomada a pedido do papa Bento XVI, de organizações não governamentais e das famílias dos presos.

Castro disse que a anistia envolve, principalmente, as mulheres, os doentes e idosos, além dos jovens com chances de integração social. Segundo ele, não foram incluídos entre os anistiados os condenados por espionagem, terrorismo, assassinato, tráfico de drogas, pederastia com violência, roubo em residência habitada, estupro e corrupção de menores.

Em julho deste ano, Castro concordou, durante conversas com a Igreja Católica, em libertar 52 dissidentes presos desde 2003. As prisões em massa daquele ano ficaram conhecidas como a Primavera Negra de Cuba. Na ocasião, a União Europeia cancelou a cooperação com a ilha, que só foi retomada em 2008.

Cuba nega que tenha prisioneiros políticos. Segundo o governo, são mercenários pagos pelos Estados Unidos para desestabilizar o país.”

(Agência Brasil com Prensa Latina)

O PCdo B, Kim Jong-il e suas contradições

174 4

Com o título  “Problema para o PCdoB”, eis editorial desta quarta-feira da Folha de São Paulo. O texto aponta contradições dos comunistas brasileiros e a vida de Kim Jong-il, o falecido ditador norte-coreano. Confira:

Não tomar Coca-Cola, abominar hambúrgueres e jamais pôr os pés na Disneylândia. Dentre os inúmeros sacrifícios que se pedem de um bom combatente anti-imperialista, exigências como estas são coisa de somenos.

O recém-falecido líder norte-coreano Kim Jong-il, a ser enterrado com pompas hoje, não tinha dificuldades em seguir essas regras. Em vez do refrigerante, preferia consumir conhaque francês de primeira qualidade.

Sendo tão firmes os seus compromissos em questões desse tipo, causa surpresa a notícia, divulgada pela mídia japonesa, de que seu filho e sucessor, Kim Jong-un, teria visitado a Disney de Tóquio aos oito anos.

Sabendo-se que o documento utilizado era um passaporte brasileiro, o caso haverá de ter repercussões em nosso país.

Estaria a exigir, sem dúvida, vigoroso protesto do Partido Comunista do Brasil (PC do B), que há poucos dias emitiu nota de pesar pelo falecimento do ditador.

Segundo a nota, Kim Jong-il “manteve bem altas as bandeiras da luta anti-imperialista” e da “construção de um Estado e de uma economia prósperos e socialistas”. A manifestação obteve apoio do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que, além de disciplinado militante do PC do B, não perde oportunidades na luta para manter as crianças brasileiras imunes à influência americana.

Tendo combatido as comemorações do Halloween, sugerindo sua substituição pelo nacionalíssimo Dia do Saci, não lhe será fácil absorver a notícia de que também nas melhores famílias a Disney oferece atração irresistível -e que as cores brasileiras foram utilizadas nessa expedição turística.

Mas existe outro modo de encarar a embaraçosa questão. Além dos estimados US$ 700 mil anuais em conhaque francês, Kim Jong-il não dispensava outros itens de importação para seu desfrute pes-soal. Filmes de James Bond e desenhos animados do Patolino estavam entre os seus preferidos.

O PC do B poderia usar a informação para dizer que a Coreia do Norte é um país aberto culturalmente, elogio que faltou à sua nota.

Pensando melhor, talvez essa estratégia fosse equivocada. Quem sabe o melhor seria, em face dessas revelações, voltar atrás no lamento pela morte do ditador. Era frouxo demais em seu combate; precisaria da orientação ideológica mais firme de seus camaradas brasileiros para não cair nos engodos do entretenimento americano.

Manter ou não a nota de pesar a um fã de desenhos animados americanos? Eis um assunto a ser debatido no Comitê Central do PC do B.

Cristina Kirchner será operada de câncer dia 4

“A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, será operada de um câncer de tiroide no próximo dia 4 de janeiro, informou nesta terça-feira o porta-voz Alfredo Scoccimarro.

Cristina Kirchner realizou exames de rotina no dia 22 de dezembro que revelaram um “carcinoma papilar no lóbulo direito da glândula tiroide”, disse o porta-voz.

Scoccimarro acrescentou que a presidente “já realizou exames pré-cirurgicos que indicaram a ausência de compromisso dos ganglios linfáticos e de metástase”.

A cirurgia será realizada no próximo dia 4, no hospital privado Austral, onde Kirchner permanecerá “internada durante 72 horas”. O período de “convalescença será de 20 dias”, segundo o porta-voz.”

(AFP)

Banco Mundial promoverá seminários para elaborar diagnóstico da economia cearense

“O Banco Mundial promoverá no próximo mês, em Fortaleza, uma bateria de reuniões com gestores do governo estadual. Hora de fazer diagnóstico da economia cearense para servir de preparação para o Swap III, um tipo de empréstimo cuja liberação de verbas está condicionada ao cumprimento de metas e que será liberado ao longo de 2012.

O Swap III, empréstimo de US$ 350 milhões par os próximos quatro anos, envolverá ações destinadas a melhorar a gestão em vários setores como infraestrutura, saúde e educação.

Essas informações são do diretor-geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Flávio Ataliba.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Senado dá a Cristina Kirchner controle sobre papel-jornal

224 3

A maioria governista que domina o Senado argentino garantiu a aprovação do polêmico projeto que dá ao Estado o controle sobre o papel-jornal, declarado objeto de “interesse nacional” pela nova legislação. Após horas de discussão, a iniciativa obteve 41 votos a favor e 26 contra. Houve uma abstenção.

Na contramão de críticas de associações de jornais e empresas e das forças da oposição, o governo de Cristina Kirchner manteve o projeto – de iniciativa da Casa Rosada – que, uma vez sancionado, subordinará ao governo a única empresa produtora de papel-jornal no país.

A Papel Prensa terá que operar com sua capacidade máxima e fornecer papel a todos os jornais argentinos que solicitem, a um preço fixo, estabelecido pelo Ministério da Economia.

Se descumprir as regras, a empresa enfrentará sanções que incluem até seu confisco. Hoje, a Papel Prensa — controlada por “Clarín”, “La Nación” e pelo Estado — produz 170 mil toneladas de papel por ano, abaixo das 230 mil consumidas pelas empresas do setor.

O “Clarín” importa 16 mil toneladas, e o “La Nación”, outras 11 mil. Os jornais “El Cronista” e “Perfil”, que também sã considerados adversários pelo governo, dependem quase totalmente do papel importado.”

(O Globo)

PCdoB divulga nota se solidarizando com povo coreano pela morte de Kim Jong II

294 6

Kim Jong II à esquerda.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) se solidariza com o povo coreano e com o Partido do Trabalho da Coreia pela morte do líder da República Popular Democrática de Corea (RPDC), Kim Jong Il.

A nota – assinada pelo presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, e pelo secretário de Relações Internacionais do Partido, Ricardo Abreu Alemão, destaca a dedicação de Kim Jong Il pela independência da RPDC, pela luta anti-imperialista e pela construção de um Estado e de uma economia prósperos e socialistas.

Estimado camarada Kim Jong Un
Estimados camaradas do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coréia

Recebemos com profundo pesar a notícia do falecimento do camarada Kim Jong Il, secretário-geral do Partido do Trabalho da Coreia, presidente do Comitê de Defesa Nacional da República Popular Democrática da Coreia e comandante supremo do Exército Popular da Coreia.

Durante toda a sua vida de destacado revolucionário, o camarada Kim Jong Il manteve bem altas as bandeiras da independência da República Popular Democrática da Coreia, da luta anti-imperialista, da construção de um Estado e de uma economia prósperos e socialistas, e baseados nos interesses e necessidades das massas populares.

O camarada Kim Jong Il deu continuidade ao desenvolvimento da revolução coreana, inicialmente liderada pelo camarada Kim Il Sung, defendendo com dignidade as conquistas do socialismo em sua pátria. Patriota e internacionalista promoveu as causas da reunificação coreana, da paz e da amizade e da solidariedade entre os povos.

Em nome dos militantes e do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) expressamos nossas sentidas condolências e nossa homenagem à memória do camarada Kim Jong Il. 

Temos a confiança de que o povo coreano e o Partido do Trabalho da Coreia irão superar este momento de dor e seguirão unidos para continuar a defender a independência da nação coreana frente às ameaças e ataques covardes do imperialismo, e ao mesmo tempo seguir impulsionando as inovações necessárias para avançar na construção socialista e na melhoria da vida do povo coreano.

(Com Blog do Noblat)

Polícia invade TV na Argentina

“O juiz federal Walter Bento ordenou, nesta terça-feira, a intervenção na sede da operadora de TV a cabo Cablevisión, do grupo Clarín, o maior do setor de multimídia da Argentina, que interpretou o fato como parte de uma “perseguição” do governo de Cristina Kirchner.

Cinquenta agentes da polícia militar entraram na sede da Cablevisión em Buenos Aires, cumprindo ordens do magistrado da província de Mendoza (oeste), por denúncia de “exercício presumível de concorrência desleal” e “posição dominante”.

O juiz designou um “interventor coadministrador” depois da queixa apresentada pela empresa concorrente Vila-Manzano, titular do Supercanal, também de televisão a cabo, segundo Ricardo Mastronardi, advogado do funcionário designado interventor pela Justiça, Enrique Anzoise.

“Não podemos separar este episódio da escalada do governo nacional contra o grupo Clarín”, disse o gerente de Comunicações, Martín Echevers.

De acordo com o “Clarín”, o grupo de multimídia Vila-Manzano, a que pertence o Supercanal, é um aliado fundamental do governo argentino.”

(Folha.com)

Cesare Battisti – Sob as bênçãos do padre

321 9

O religioso puxou receptivo para Battisti.

Do padre Haroldo Coelho (PSOL), recebemos nota sobre a presença do ex-preso político italiano Cesare Battisti que, nessa noite de segunda-feira, lançou o livro “Ao pé do muro”, no auditório da ADUFC:

Em agradecimento pela luta de Fortaleza em prol de sua libertação, Cesare Battisti, foi calorosamente recebido, no Aeroporto Pinto Martins, pelos que fizeram parte do Comitê da Grande Luta que ecoou no Brasil e no mundo.

A presidente Dilma evitou que, mais uma vez, se cometesse um crime contra o direito de asilo, como foi o caso da revolucionária Olga Benário, que foi entregue pelo governo brasileiro aos seus algozes nazistas. 

Padre Haroldo Coelho,

Professor e sociólogo

Membro do PSOL e do Movimento Democracia Direta.

Líder norte-coreano morre de ataque cardíaco

“O líder norte-coreano Kim Jong-il morreu no sábado (17), aos 69 anos, vítima de ataque cardíaco quando realizava uma viagem, anunciou hoje (19) a agência oficial de Pyongyang, KCNA.

A agência informou que Kim Jong-il morreu após “grande fadiga mental e física”, durante viagem “para realizar as suas funções de liderança”.

O líder norte-coreano, que tinha diabetes e problemas cardíacos, sofreu um ataque cardíaco em agosto de 2008 e desde então circulavam vários rumores sobre o seu estado de saúde.

O governo da Coreia do Sul declarou estado de alerta e estabeleceu um plano de emergência pouco depois do anúncio da morte de Kim Jong-il, informou a agência de Seul, Yonhap.

O mais provável sucessor de Kim Jong-il é seu filho mais novo, Kim Jong-un, que tem 29 anos e foi nomeado general de quatro estrelas e vice-presidente da Comissão Militar Central do Partido dos Trabalhadores em 2010.

Kim Jong-il liderava a dinastia comunista hereditária norte-coreana há 17 anos.”

(Agência Brasil-Lusa)

Jurista lança mais uma edição da Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais

Jurista Paulo Bonavides e sua mulher, Iêda.

As Edições Demócrito Rocha e a Fundação Paulo Bonavides lançam, na próxima segunda-feira,  na presidência do O POVO, às 9 horas, a “Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais”, edição nº 12. Instituída em comemoração ao centenário da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (1903-2003), a publicação tem como diretor o professor Paulo Bonavides, presidente emérito do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional (IBDC).

A edição homenageia o constitucionalista Jorge Miranda, por sua jubilação como Professor Catedrático da Universidade de Lisboa. Em nota editorial, Paulo Bonavides assegura tratar-se o homenageado de jurisconsulto de alto quilate, que prestou às letras constitucionais de Portugal e do Brasil relevantes serviços, por obras que escreveu e publicou conferências proferidas e intercâmbios que fomentou.

Paulo Bonavides registra, com pesar, o recente falecimento de três eminentes juristas da atualidade, todos colaboradores da Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais: o espanhol Pablo Lucas Verdú, o argentino Pedro J. Frias e o brasileiro Washington Peluso Albino de Sousa.

Professor jubilado da Universidade Complutense de Madrid, onde se destacou como um dos catedráticos de mais fama e renome, Pablo Lucas Verdú teve seus livros traduzidos em vários países e era um jurista de reputação internacional. Pedro J. Frias, presidente de honra da Associação Argentina de Direito Constitucional, era considerado um dos melhores constitucionalistas de nossa época. Já o renomado professor Washington Peluso Albino de Sousa, era antigo catedrático da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais – BH.

QUEM ASSINA

A 12ª edição da Revista traz artigos assinados pelos juristas Dieter Grimm, Juarez Freitas, Diego Valadés, Ingo Wolfgang Sarlet, José F. Palomino Manchego, Jorge Carpizo, Giuseppe de Vergottini, Fábio Konder Comparato, Humberto Theodoro Júnior, Gilberto Bercovici, Eros Roberto Grau, Christian Starck, Marco Aurélio Mello, Miguel Revenga Sánchez, Raúl Gustavo Ferreyra, J. Bernardo Cabral, Cláudio Araújo Pinho, Alexander Graser, Filomeno Moraes, Willis Santiago Guerra Filho, Marco Antonio Marques da Silva, Ruy Samuel Espíndola, Paulo Bonavides, Luís Roberto Barroso, Ricardo Haro e Maria M. Rocasolano.

(Foto – Paulo MOska)