Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

The Economist – Brasil pode pagar preço alto para realizar a Copa 2014

“No atual ritmo de preparos, os brasileiros pagarão um preço alto para garantir a infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014, diz a revista Economist em sua edição desta quinta-feira.

A reportagem cita os atrasos na adequação e na construção de aeroportos e estádios e lembra que “São Paulo ainda nem começou a construir a arena que deve abrigar a partida inicial” da Copa. Além disso, “a maioria dos aeroportos do Brasil já está operando acima de sua capacidade normal” para atender o crescimento da demanda interna.

Em entrevista à reportagem da Economist, o especialista em infraestrutura Paulo Resende, da Fundação Dom Cabral, disse que é importante ser realista quanto ao que poderá ser concretizado até 2014.

Ainda que novos terminais, pistas e aeroportos sejam necessários para satisfazer a demanda doméstica, “se continuarmos a dizer que tudo vai estar pronto até a Copa, arriscamos fazer papel de bobos”, declarou Resende, defendendo ajustes temporários para o evento esportivo (como adaptações em balcões de check-in e em estacionamentos de aeroportos e o uso de aviões menores).

A revista cita também o consultor de aviação Respicio Espírito Santo, que se diz preocupado com a possibilidade de o governo, na pressa para concluir obras, usar dinheiro público indiscriminadamente ou ser leniente quanto a regras de construção.

“O Brasil pode conseguir se aprontar para o chute inicial, talvez com menos estádios que o planejado, mas parece que deverá pagar um preço alto para um torneio bem-sucedido”, concluiu a Economist.”

(POrtal Uol)

FMI – América Latina deve subir juros

“Apesar de registrar, atualmente, um crescimento mais moderado em relação ao ano passado, a América Latina ainda enfrenta o risco de superaquecimento provocado pelo excesso de medidas de estímulo econômico e pelos aumentos dos preços de alimentos e energia. A avaliação é do Fundo Monetário Internacional (FMI), que recomendou o aumento dos juros e a contenção de gastos públicos pelos governos da região.

De acordo com o relatório Perspectivas Econômicas: As Américas, apresentado nesta semana no México, o aumento da demanda doméstica e a entrada de recursos das exportações estão impulsionando a economia na América Latina. Esse cenário, no entanto, tem pressionado os preços internos e aumentado as preocupações com relação à inflação.

“A América Latina continua crescendo a um ritmo vigoroso impulsionado por um forte aumento da demanda interna. Mas a região vem experimentando um excesso de medidas de estímulo, o que acarreta o risco de superaquecimento”, destacou o documento. O FMI alertou ainda para o risco de formação de bolhas nos preços de alguns ativos caso os países não tomem medidas para desaquecer as economias.

Segundo o relatório, as pressões inflacionárias são agravadas pelo aumento nos preços internacionais dos alimentos e da energia nos últimos meses. Para conter a inflação, o fundo sugere novas elevações nas taxas de juros na América Latina. “Apesar de vários bancos centrais terem elevado as taxas de juros, são necessários novos aumentos para conter as pressões de demanda”, afirmou o documento. 

Para este ano, o FMI elevou a previsão de crescimento das economias latino-americanas de 4,70% para 4,75%. Para 2013 e 2014, a projeção de crescimento é de 4%. A expansão, no entanto, é menor que os 6% registrados em 2010. Além de medidas para conter a inflação e o crescimento, o fundo considera como desafios para a região o aumento dos déficits externos e nas contas públicas e o crescimento das importações em ritmo maior que as exportações.”

(Agência Brasil)

Presidente do Paquistão nega que País soubesse do paradeiro de Osama bin Laden

“O presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, negou hoje (3) que as autoridades soubessem que o líder e fundador da Al Qaeda, Osama Bin Laden, estivesse vivendo no país. Segundo ele, o Paquistão  “nunca foi nem nunca será o foco de fanatismo que é muitas vezes descrito pela mídia”. De acordo com Zardari, o Paquistão é “talvez a maior vítima mundial do terrorismo”.

Ele também negou que a morte de Bin Laden, em uma mansão próxima a uma academia militar paquistanesa, seja um sinal da incapacidade do país de combater o terrorismo. A afirmação do presidente foi exposta em um artigo publicado no jornal norte-americano The Washington.

No último domingo (1º), Bin Laden foi morto por uma operação de forças norte-americanas na cidade paquistanesa de Abbottabad, a cerca de 100 quilômetros de Islamabad. A ação, promovida pelos Estados Unidos, não contou com o apoio do governo paquistanês.

Zardari não justificou como Bin Laden foi capaz de viver em relativo conforto no Paquistão. “Ele não estava em qualquer lugar que havíamos previsto que estaria”, acrescentou.

Ontem (2), o principal assessor da Casa Branca para assuntos de segurança nacional de contraterrorismo, John Brennan, afirmou que era “inconcebível que Bin Laden não tivesse um sistema de apoio no país que permitisse a ele ficar lá por um longo tempo”.

O governo dos Estados Unidos anunciou hoje o fechamento de sua embaixada na cidade paquistanesa de Karachi e de seus consulados em Peshawar, Lahore e Karachi para os serviços de rotina até segunda ordem, por motivos de segurança.”

(Agência Brasil com BBC Brasil)

Obama acompanhou ao vivo ação que matou Osama

45 1

“O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e autoridades da área de segurança do país acompanharam em tempo real a operação que terminou com a morte de Osama Bin Laden, no domingo (1º), no Paquistão.

Bin Laden foi morto em uma mansão, onde estava escondido, na cidade de Abbottabad, ao norte da capital Islamabad. Sua morte foi anunciada por Obama no fim da noite de domingo, em um pronunciamento transmitido ao vivo pela TV.

Segundo a Casa Branca, o presidente e a cúpula de segurança assistiram, na Casa Branca, aos cerca de 40 minutos da operação que levou à morte do líder da Al Qaeda. “Foi provavelmente um dos períodos mais cheios de ansiedade, eu acho, nas vidas das pessoas que estavam reunidas aqui ontem (domingo)”, disse o principal assessor da Casa Branca para assuntos de segurança nacional e contraterrorismo, John Brennan.

Brennan afirmou ainda que uma mulher foi usada como escudo humano para proteger Bin Laden. “Tinha uma família na casa e uma mulher estava na linha de fogo, usada como escudo para proteger Bin Laden dos tiros”, contou, sem confirmar se ela foi colocada na frente do terrorista ou se ela tentou, voluntariamente, salvar Bin Laden.

O conselheiro também disse que, se pudessem, os Estados Unidos teriam capturado Bin Laden ainda vivo. Segundo Brennan, as Forças Armadas do Paquistão só ficaram sabendo da missão depois que aviões norte-americanos deixaram o espaço aéreo do país.

O conselheiro elogiou a ação de Obama em autorizar o ataque como “uma das mais corajosas decisões já tomadas por um presidente nos últimos tempos.” Brennan assegurou que o corpo de Bin Laden foi lançado ao mar, supostamente seguindo as tradições islâmicas. “O enterro foi feito de maneira apropriada, com as pessoas apropriadas lá”, limitou-se a dizer.

Segundo a Casa Branca, a operação tinha sido cuidadosamente planejada, mas os soldados do grupo de operações especiais da Marinha americana (Seals) que entraram no complexo não sabiam como seria o interior da residência, nem a quem encontrariam exatamente.

Além da mulher, morreram no tiroteio Bin Laden e outros três homens –que Brennan apontou que aparentemente seriam um dos filhos adultos do dirigente da Al Qaeda, seu mensageiro de confiança e o irmão deste último.”

(Com agências internacionais)

Morte de Osama – Em seu 2º pronunciamento, Obama se diz orgulhoso

146 1

“Esse é um bom dia para a América”, disse nesta segunda-feira o presidente Barack Obama em Washington, no dia seguinte à notícia da morte do terrorista Osama Bin Laden. “Eu não poderia estar mais orgulhoso de nossos homens e mulheres que vestem nossos uniformes”, afirmou, garantindo que, hoje, o mundo é um lugar mais seguro.

O pronunciamento, realizado na Casa Branca, ocorre na cerimônia da entrega da medalha de honra. Nele, Obama elogiou os serviços prestados por soldados na guerra no Afeganistão – invadido em novembro de 2001 na grande medida adotada pelos Estados Unidos em reação aos atentados terroristas no World Trade Center, em Nova York.

Na cerimônia, Obama também garantiu que Bin Laden foi sepultado de acordo com a tradição da sua religião. Depois de morrer na invasão de sua casa em Abbottabad, o terrorista foi jogado ao mar numa localidade não informada. A ação, entremeada às escassas informações de como a operação foi efetivada, geraram dúvidas de que Bin Laden teria recebido o devido respeito ao ser sepultado.”

(Portal Terra com agências internacionais)

Morte de Osama – CIA teme retaliações

54 1

“As forças de segurança os serviços de inteligência dos Estados Unidos vão redobrar sua vigilância devido às possibilidades de represálias de grupos ligados à Al Qaeda à morte do líder da rede terrorista, Osama bin Laden.

“Ainda que Bin Laden esteja morto, a Al Qaeda não está”, disse o diretor da CIA, Leon Panetta, em um comunicado distribuído aos funcionários desse organismo.

“Quase com segurança os terroristas tentarão se vingar e temos de permanecer e permaneceremos atentos”, acrescentou o chefe da CIA, quem sustentou que os Estados Unidos “conseguiram dar um duro golpe ao inimigo”.

“O único chefe que (os terroristas) tiveram, cuja visão cheia de ódio guiou seus atos, já não existe. Aquele que era supostamente inalcançável, foi preso e morto. E não descansaremos até que o último destes terroristas seja levado à justiça”, disse Panetta no comunicado.

Nesta segunda-feira, pelo menos um grupo aliado à Al Qaeda, o Movimento dos Talebans do Paquistão (TTP),já confirmou que vai reagir à morte de Bin Laden.

“Não podemos confirmar o martírio de Osama bin Laden, quando nossas próprias fontes confirmarem estaremos em condições de afirmar outra coisa”, disse o porta-voz do TTP, Ehsanullah Ehsan, em uma entrevista por telefone à AFP.

“Se conheceu o martírio, vingaremos sua morte e lançaremos ataques contra os governos americano e paquistanês, assim como contra as forças de segurança, inimigos do islã”, disse Ehsan.

O presidente do Comitê de Segurança Nacional da Câmara, o republicano Peter King, disse em entrevista ao programa “Today”, da NBC, que a morte de Bin Laden “foi uma vitória contra a Al Qaeda” e que ela pode dar “uma sensação de capítulo encerrado” aos familiares das vítimas do 11 de setebro”.

(Com Uol e agências internacionais)

Atentado mata quatro em mesquita do Paquistão

“Uma mulher e três crianças morreram, e cinco outras pessoas ficaram feridas na explosão de uma bomba perto de uma mesquita do noroeste do Paquistão, informou a polícia.

O atentado aconteceu em Charsadda, não muito longe das zonas tribais, bastião do talibã paquistanês, depois do anúncio da morte de Osama Bin Laden.

Aparentemente, o alvo do ataque era uma delegacia de polícia, localizada próxima à mesquita.

Entre os feridos estão dois policiais.”

(Com Agências Internacionais)

Morte de Osama – Interpol alerta para reforço da segurança

“A Interpol, agência internacional de polícia, alertou hoje (2) que todos os seus países-membros reforcem medidas de segurança em razão da morte do líder e fundador da Al Qaeda, Osama Bin Laden.

O governo norte-americano já havia emitido um alerta sobe o risco de violência “antiamericana” após o anúncio da morte do extremista. Por meio de nota, os Estados Unidos estenderam o alerta a todos os cidadãos em viagem ou que morem no exterior.

Bin Laden foi morto ontem (1º) em uma operação norte-americana no Paquistão. A morte do líder da Al Qaeda foi confirmada pelo presidente Barack Obama às 23h35 (0h35 de hoje no Brasil), em pronunciamento na TV.

(Agência Brasil)

Morte de Osama – Sede de organismos internacionais, Bélgica teme atentados

“Sede de vários organismos internacionais, a Bélgica está em estado de “alerta especial” diante do temor de um ataque terrorista em represália à morte de Osama Bin Laden, afirmou o primeiro-ministro interino belga, Yves Leterme.

O país recebe todos os dias ministros e altos funcionários de governos de todo o mundo, que vão a Bruxelas para participar de reuniões com membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), da Comissão Europeia (braço Executivo da União Europeia), do Conselho Europeu ou do Parlamento Europeu.

Além disso, quatro vezes por ano, chefes de Estado e de governo dos 27 países da União Europeia se reúnem na capital belga diante de mais de mil jornalistas, o que torna a cidade um alvo ideal para um atentado de grande impacto.

Por isso, a agência estatal responsável por avaliar os riscos de um ataque terrorista na Bélgica (Ocam, em francês) está considerando aumentar o nível de alerta, atualmente em dois de uma escala de quatro.

O primeiro-ministro interino disse que os dispositivos de segurança do país serão “adaptados” caso a agência considere a medida necessária. A decisão deverá ser tomada “nos próximos dias”, explicou Leterme, em uma entrevista concedida à televisão estatal RTBF.

O diretor da Ocam, André Vandoren, ressaltou que três supostos membros da Al Qaeda foram detidos na Alemanha na semana passada com planos de um atentado contra a Bélgica, o que reforça o temor de um ataque terrorista no país.”

(Agência Brasil e BBC Brasil)

Vaticano – Osama terá de responder a Deus por ter matado muitas pessoas

69 2

“O líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, terá de responder a Deus por ter matado muitas pessoas e explorado a religião para espalhar o ódio, disse o Vaticano nesta segunda-feira.

O padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, disse que embora os cristãos “não se alegrem” com a morte de Bin Laden, este fato serve para lembrá-los da “responsabilidade de cada pessoa perante Deus e homens”.

“Osama bin Laden, como todos sabem, tinha a grave responsabilidade de ter espalhado divisão e ódio entre as pessoas, causando mortes de um incontável número de pessoas e explorando a religião com esses objetivos”, disse ele.

Lombardi também disse que o Vaticano espera que a morte de Bin Laden “não seja uma ocasião para mais ódio, mas para paz.”

(Com Agências e Uol)

Egípcio deve suceder Osama bin Laden

42 1

“Com a morte do líder terrorista da Al Qaeda, o saudita Osama bin Laden, surgem duas dúvidas importantes: quem ocupará o comando da principal rede terrorista em atividade? E quem será apontado pelo FBI como o homem mais procurado do mundo? Tudo indica que o detentor desses dois títulos será o médico egípcio Ayman al-Zawahiri, até este domingo o vice-líder da Al Qaeda e segundo na lista de mais procurados do FBI.

Zawahiri é apontado por muitos como o mentor de Bin Laden e da própria Al Qaeda. Nos últimos anos, o egípcio era o rosto público da organização terrorista e vinha aparecendo e divulgando mais mensagens de ódio contra os EUA do que Bin Laden – que passou mais de dez anos escondido para evitar sua captura pelas forças de segurança norte-americanas.

No mês passado, ele incitou muçulmanos a lutar contra as forças da Otan e dos EUA que atuam na Líbia. “Quero chamar a atenção de nossos irmãos muçulmanos na Líbia, Tunísia, Argélia e no restante dos países islâmicos para o fato de que, se os americanos e as forças da Otan entrarem na Líbia, então os países vizinhos devem se levantar e lutar tanto contra os mercenários de Muammar Gaddafi [ditador líbio] e os países da Otan”, disse Zawahiri.

Nascido em uma família de classe média alta, Zawahiri está agora perto dos 60 anos. Ele ganhou destaque recentemente por atacar o presidente dos EUA, Barack Obama. Em 2008, ele chamou Obama de “house negro”, termo cunhado pelo líder americano Malcom X para descrever escravos negros subservientes a seus patrões brancos. Em 2009, Zawahiri disse que Obama não era diferente de seu predecessor, George W. Bush, que governava os EUA durante os atentados do 11 de setembro e responsável por lançar a guerra contra o Afeganistão e a Al Qaeda.”

 (Com Uol e Agências Inrternacionais)

Um dos filhos de Osama teria morrido no ataque

“A operação que matou Osama bin Laden também deixou três homens e uma mulher mortos, incluindo um filho do chefe da Al-Qaeda, informaram fontes oficiais.

“Além de Osama bin Laden, três homens foram mortos na operação”, afirmou a fonte, que não quis ser identificada.

Dois dos homens trabalhavam como mensageiros de Bin Laden e o terceiro supostamente seria um filho de Bin Laden.

“Uma mulher foi morta quando foi usada como escudo por um combatente. Duas outras mulheres ficaram feridas”, afirmou ainda a fonte, acrescentando que a operação durou menos de 40 minutos. ”

(Agências Internacionias)