Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Egípcio deve suceder Osama bin Laden

47 1

“Com a morte do líder terrorista da Al Qaeda, o saudita Osama bin Laden, surgem duas dúvidas importantes: quem ocupará o comando da principal rede terrorista em atividade? E quem será apontado pelo FBI como o homem mais procurado do mundo? Tudo indica que o detentor desses dois títulos será o médico egípcio Ayman al-Zawahiri, até este domingo o vice-líder da Al Qaeda e segundo na lista de mais procurados do FBI.

Zawahiri é apontado por muitos como o mentor de Bin Laden e da própria Al Qaeda. Nos últimos anos, o egípcio era o rosto público da organização terrorista e vinha aparecendo e divulgando mais mensagens de ódio contra os EUA do que Bin Laden – que passou mais de dez anos escondido para evitar sua captura pelas forças de segurança norte-americanas.

No mês passado, ele incitou muçulmanos a lutar contra as forças da Otan e dos EUA que atuam na Líbia. “Quero chamar a atenção de nossos irmãos muçulmanos na Líbia, Tunísia, Argélia e no restante dos países islâmicos para o fato de que, se os americanos e as forças da Otan entrarem na Líbia, então os países vizinhos devem se levantar e lutar tanto contra os mercenários de Muammar Gaddafi [ditador líbio] e os países da Otan”, disse Zawahiri.

Nascido em uma família de classe média alta, Zawahiri está agora perto dos 60 anos. Ele ganhou destaque recentemente por atacar o presidente dos EUA, Barack Obama. Em 2008, ele chamou Obama de “house negro”, termo cunhado pelo líder americano Malcom X para descrever escravos negros subservientes a seus patrões brancos. Em 2009, Zawahiri disse que Obama não era diferente de seu predecessor, George W. Bush, que governava os EUA durante os atentados do 11 de setembro e responsável por lançar a guerra contra o Afeganistão e a Al Qaeda.”

 (Com Uol e Agências Inrternacionais)

Um dos filhos de Osama teria morrido no ataque

“A operação que matou Osama bin Laden também deixou três homens e uma mulher mortos, incluindo um filho do chefe da Al-Qaeda, informaram fontes oficiais.

“Além de Osama bin Laden, três homens foram mortos na operação”, afirmou a fonte, que não quis ser identificada.

Dois dos homens trabalhavam como mensageiros de Bin Laden e o terceiro supostamente seria um filho de Bin Laden.

“Uma mulher foi morta quando foi usada como escudo por um combatente. Duas outras mulheres ficaram feridas”, afirmou ainda a fonte, acrescentando que a operação durou menos de 40 minutos. ”

(Agências Internacionias)

A repecussão da morte de Osama bin Laden

72 2

“Importantes personalidades da política dos EUA e do mundo emitiram na madrugada desta segunda-feira comunicados demonstrando satisfação pelo anúncio da morte do líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama Bin Laden.

O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton assegurou que a morte de Bin Laden é um momento “profundamente importante para as pessoas de todo o mundo que buscam um futuro comum de paz e liberdade”.

Em um comunicado, o ex-presidente felicitou Barack Obama, à equipe de Segurança Nacional e aos membros das Forças Armadas americanas que “levaram Osama bin Laden perante a justiça depois de mais uma década de ataques assassinos da Al Qaeda”.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, assegurou nesta segunda-feira que a morte de Osama bin Laden é uma “vitória muito importante” para os Estados Unidos e expressou sua esperança de que a notícia traga um pouco de alento para quem perdeu seus entes queridos nos ataques do dia 11 de setembro de 2001.

“Após o 11 de setembro de 2001, demos nossa palavra como americanos que não nos deteríamos perante nada para capturar ou matar Osama bin Laden. Com a contribuição de milhões de pessoas, incluindo muitos que fizeram o máximo sacrifício por nossa nação, mantivemos essa palavra”, disse Bloomberg.

Já o primeiro-ministro britânico, David Cameron, afirmou nesta segunda-feira que a notícia da morte de Osama Bin Laden é um “grande alívio para as pessoas do mundo todo”.

“Osama bin Laden era responsável pelas piores atrocidades terroristas no mundo: o 11 de setembro e tantos outros antenados que custaram milhares de vidas, incluindo inúmeros britânicos”, declarou o líder do Reino Unido, país que desde o início da chamada “Guerra ao Terror” foi um grande parceiro dos Estados Unidos nas ações militares no Oriente Médio.

O premiê israelense, Binyamin Netanyahu, felicitou os Estados Unidos pela notícia, que afirmou ser um “retumbante triunfo” para Washington e seus aliados.

“Este é um retumbante triunfo para a justiça, a liberdade e os valores compartilhados por todas as nações democráticas que lutam lado a lado contra o terrorismo.”

Em discurso transmitido ao vivo pela televisão na noite de domingo o presidente americano, Barack Obama, confirmou a morte de Bin Laden, o atual terrorista mais procurado do planeta.
De acordo com ele, a morte decorreu de uma ação de inteligência do Exército dos EUA em parceria com o Paquistão, que localizou o terrorista na última semana. O líder terrorista foi morto neste domingo em uma mansão nos arredores de Islamabad, após ação de um pequeno grupo de soldados americanos.

Obama, após relembrar a dor dos ataques de 11 de Setembro de 2001, disse que “a justiça foi feita” e que capturar o terrorista era uma das prioridades de seu governo.”

(France Presse e Efe)

Obama anuncia morte de Osama bin Laden

“O líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden, está morto e seu corpo foi resgatado por autoridades dos Estados Unidos, informou a rede de televisão CNN no fim da noite do domingo. De acordo com as fontes ouvidas pela CNN, Bin Laden morreu durante um ataque dos EUA a uma mansão nos arredores de Islamabad, capital do Paquistão, país vizinho ao Afeganistão.

O presidente dos EUA, Barack Obama, fez por volta da 0h30 desta segunda-feira (horário de Brasília), um pronunciamento anunciando oficialmente a morte do líder terrorista de origem saudita Osama bin Laden.

De acordo com Obama, o governo dos EUA havia obtido informações na semana passada sobre a localização de Bin Laden em um complexo na periferia de Islamabad, capital do Paquistão. “Na semana passada determinamos que tínhamos informação suficiente [para conduzir um ataque conta Bin Laden]. Na noite de hoje [domingo], um pequeno time de soldados americanos levou a cabo a operação. Após um tiroteio, esses soldados mataram Bin Laden e capturaram seu corpo. Nenhum americano foi ferido e houve cuidado para que nenhum civil fosse ferido durante a operação”, disse Obama no pronunciamento.”

(Co9m Agêncis e Uol)

Dia de lembrar João Paulo II

“O nome era Karol Wojtyla, mas foi como João Paulo II que ele esteve presente na vida e no imaginário de milhões de cristãos durante os 27 anos de seu pontificado. Seis anos e 1 mês após sua morte, que reuniu milhões de pessoas durante o funeral, a expectativa é que mais um mar de gente esteja presente para a beatificação de João Paulo II, neste domingo de Misericórdia, no Vaticano.

Entre a multidão presente para os eventos oficiais, Fortaleza estará representada por membros da Comunidade Católica Shalom que viajaram para Roma na última quinta-feira. Entre eles, o fundador do Shalom, Moysés Azevedo, que ainda em 1980, durante a visita do pontífice a Fortaleza, foi escolhido para oferecer um presente a João Paulo II em nome dos jovens.

E aquele dia 9 de julho de 1980 ficou marcado como a única visita de um papa à capital cearense. Milhares de cearenses se aglomeraram nas ruas para acompanhar o polonês na abertura do X Congresso Eucarístico. E uma dessas pessoas devotas a João de Deus é Maria Zeneida Araújo, de 71 anos. Mãe de 12 filhos, dos quais 10 ‘se criaram’, dona Maria relembra da multidão espremida no Castelão para ver o papa.

Mas o desgosto daquele dia era a ausência da filha Lucivânia, que não queria conversa com igreja. Mal sabia, que a filha ‘rebelde’ correria para a avenida José Bastos para ver a passagem da comitiva e se sentiria profundamente marcada por esse rápido encontro. A lembrança fez com que, anos depois, grávida, escolhesse dar o nome João Paulo à criança. Como nasceu uma menina, ela ganhou o nome de Paula, ao que a avó acrescentou Wojtyla, mesmo com a contrariedade do cartório.

Paula Wojtyla, hoje com 22 anos, é “religiosa, formada, trabalhadora”. Para dona Maria, a benção maior é ter a família devota a Deus.

Morada de João Paulo

Se para alguns a presença de João Paulo II em Fortaleza foi um alento para a fé, para outros marcou o começo de um lar. Segundo a história que Maria Olímpia de Almeida, de 68 anos, ouviu dos moradores mais antigos, o papa fez uma doação para que fosse comprado um terreno para o povo. Com o espaço garantido, as pessoas iniciaram a construção das casas onde hoje é o conjunto João Paulo II. Nenhuma comemoração à beatificação será feita no bairro.

Mas se, no Conjunto que leva seu nome, não terá comemorações, uma capela no Monte Castelo tratará de oferecer três missas em sua homenagem. É na Capela Santa Teresinha, pertencente à paróquia Senhor do Bonfim, que está o altar usado por João Paulo II durante a missa no Castelão e é lá que o arcebispo auxiliar de Fortaleza, Rosalvo Cordeiro de Lima, celebrará uma das missas hoje.

SERVIÇO

Domingo da Divina Misericórdia, na capela Santa Teresinha, com missa às 7h, 12h e 18h. Endereço: Rua Conrado Cabral, 648. Monte Castelo.

(O POVO)

Globo fatura audiência com casamento real

“A transmissão do casamento real rendeu à Globo uma folgada liderança de audiência. Todas as emissoras transmitiram o evento (no futuro, quem sabe, venderão a exclusividade do show matrimonial real como se faz com os jogos de futebol…).

A Globo registrou média de doze pontos, segundo os números prévios do Ibope para a Grande São Paulo. A Record alcançou sete pontos, seguida do SBT (três pontos) e da RedeTV! e Band (um ponto cada uma).  O número de aparelhos ligados no horário foi o dobro do o habitual.”

(Radar – Veja)

Fidel recebe prêmio do Conselho Mundial da Paz

96 4

“O ex-presidente de Cuba Fidel Castro, que comandou o país de 1976 a 2008, recebeu hoje (30) o Prêmio Olivo da Paz, concedido pelo Conselho Mundial da Paz. O conselho concede prêmios a personalidades que contribuem para o desarmamento e a coexistência pacífica entre as nações. De uma organização brasileira, Fidel, de 84 anos, ganhou um quadro que reproduz imagens de trabalhadores e suas reivindicações no mundo.

A organização não governamental Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz prestou uma homenagem a Fidel. A entidade presenteou o ex-presidente com um retrato da pintora baiana Ediria Carneiro, que foi casada com o líder comunista brasileiro João Amazonas. O quadro retrata a luta e as reivindicações históricas dos trabalhadores no mundo.

As informações são da estatal Rádio Havana Internacional. Afastado do comando do Partido Comunista de Cuba (PCC) desde o último dia 19, Fidel se mantém atento às mudanças estruturais em curso no país. O ex-presidente afirmou ser favorável à decisão de abrir o mercado econômico cubano, assim como reduzir os mandatos públicos.

Cuba passa por um dos momentos mais críticos de sua economia. Sob embargo econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos há 49 anos, os cubanos sofrem com as limitações para exportar e importar vários produtos, inclusive, gêneros de primeira necessidade.”

(Agência Brasil com internacionais))

Cid Gomes retorna do eixo Europa-China nesta 6ª feira

“O governador Cid Gomes desembarca nesta sexta-feira da viagem de dez dias que fez pela Espanha, Itália e China, segundo sua assessoria. No roteiro, ele conheceu portos, manteve encontro com a Endesa – a controladora da Coelce, e esteve com um grupo chinês do setor automotivo interessado em investir no Nordeste. A expectativa é de que tantos contatos e diárias resultem em algo de concreto.

Cid deveria ter chegado na quarta-feira e, em razão do atraso, o Palácio da Abolição suspendeu inaugurações que estavam programadas para este fim de semana como a entrega dos açudes Riacho do Meio, em Alto Santo (Vale Jaguaribano), e Umari, em Madalena (Sertão de Canindé).

Hora de readaptar o fuso horário. Para evitar a velha enxaqueca.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Banco Mundial adotará Bolsa Família como exemplo de ação contra a pobreza

O exemplo brasileiro da adoção de programas de transferência de renda, principalmente o Bolsa Família, deverá ser tomado como referência pelo Banco Mundial (Bird) que organiza um plano internacional para a próxima década. O foco do banco é a a renovação das estratégias de atuação nas áreas de proteção social e trabalho. O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Rômulo Paes de Sousa, representará o Brasil nos debates.

“É necessário observar que que os programas de cooperação não se baseiam em venda de bens e serviços”, afirmou o secretário à Agência Brasil. “É uma abordagem integrada [reunindo vários setores em níveis federal, estadual e municipal] e mais mecanismos diretos. Vamos mostrar o que deu certo e o que não deu certo no Brasil”, acrescentou.

Sousa apresentará o “modelo brasileiro” à direção do banco amanhã (27) e sexta-feira, em reuniões em Paris. Além do Brasil, foram convidadas autoridades da Costa Rica, Libéria, China, do Bahrein, dos Estados Unidos e da Rússia.

O secretário disse que quatro pilares sustentam a política social do governo brasileiro: o tratamento geopolítico e não comercial do tema, o envolvimento de setores distintos dos governos federal, estadual e municipal, um cadastro eficiente com os nomes dos beneficiados e seus históricos, a integração entre os programas e a ssociação desses elementos com o “Estado forte e sólido”.
 
“O Brasil não se pauta por interesses geopolíticos ou comerciais para implantar os programas, o exemplo disso é o apoio dado à África. Não há um vínculo comercial para a transferência da nossa tecnologia”, afirmou Paes de Sousa. “Ao fazer isso, o Brasil mostra que o problema das cooperações [muitas vezes] é a relação de venda de bens e serviços. Estimulamos os financiamentos e há lugar para as instituições multilaterais.”

Pelos dados do MDS, de 2003 a 2008 aproximadamente 24,1 milhões de brasileiros deixaram a linha de pobreza. Os programas de transferência de renda condicionada, como o Bolsa Família, atendem a cerca de 12,9 milhões de famílias no Brasil. De 2003 a 2010, mais de 13 milhões de empregos formais foram criados.”

(Agência Brasil)

Produção japonesa de carros cai mais de 50% após terremoto

“Os principais fabricantes de carros japoneses tiveram queda de mais de 50% na produção doméstica após o terremoto e o tsunami do dia 11 de março. As maiores reduções foram registradas pela Toyota e pela Honda. As montadoras tiveram, em março, queda de 62,7% e 62,9% na produção, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano passado.

Já a Mazda e a Nissan tiveram redução de 53,6% e 52,4%, respectivamente, na fabricação de veículos. A queda foi causada pela falta de componentes e de peças que eram produzidas por fábricas localizadas na região devastada pelo terremoto e pelo tsunami.

As filiais no exterior também registraram cortes na produção e a situação só deve começar a se regularizar no segundo semestre. De acordo com comunicados distribuídos à imprensa pelas principais montadoras, os cortes na produção devem continuar por tempo indeterminado.”

(BBC Brasil)

Dívida dos ricos chega a 61% do PIB global

“A dívida de um punhado de países ricos aumentou em US$ 16 trilhões (mais que o PIB americano) desde 2007, e atinge hoje US$ 42 trilhões, ou 61% do PIB global, representando uma das principais ameaças à recuperação da economia mundial.

Esse endividamento pesa hoje sobre Estados Unidos, países da zona do euro, Reino Unido e Japão, justamente a parte mais rica do mundo, que por séculos foi o motor e a vanguarda da expansão da prosperidade humana.

Em 2007, antes da crise econômica global, a dívida dos países ricos era de US$ 26 trilhões, e correspondia a 47% do PIB global.

Nesta semana, os mercados globais entraram em estado de choque com a notícia de que a famosa agência de rating (classificação de risco de crédito) Standard & Poor’s havia colocado a nota dos Estados Unidos em “perspectiva negativa”.

A decisão da S&P não significa que os EUA já foram rebaixados, mas sim que existe uma chance em três de que isto venha a ocorrer em dois anos. Essa simples possibilidade, porém, já é suficiente para mexer com um dos mais importantes pilares do sistema financeiro global.”

(Estado.com)