Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Sem ‘garantias’ no Senado, Dilma busca apoio internacional

foto dilma nova iorque

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Érico Firmo:

Enquanto internamente acusa ser alvo de golpe, a presidente Dilma Rousseff (PT) deixou o País nas mãos do suposto golpista, com objetivo de travar a disputa na arena internacional. O fato de entregar o governo a Michel Temer (PMDB) mostra que ela está já voltada para a trincheira simbólica, para a construção da narrativa sobre o impeachment.

A disputa pelos votos do Senado é dada como perdida. Nessa disputa sobre a imagem que ficará para a história, o olhar internacional é determinante. Até agora, ele é amplamente favorável a Dilma.

A presidente não falou de golpe. Foi sutil. Tangenciou.

Meias-palavras e sentidos apenas sugeridos são linguagem preferencial na diplomacia.

Aloysio Nunes é alvo de protesto em Washington

77 1

brazilianexpats

O tucano Aloysio Nunes , em missão em Washington pela Comissão de Relações Exteriores do Senado, foi hostilizado por brasileiras do recém-fundado grupo “Brazilian Expats for Democracy” (Expatriados Brasileiros pela Democracia, em tradução livre).

As mulheres tiraram fotos com Aloysio com um cartaz que dizia “No coup in Brazil” (Não ao golpe no Brasil).

(Lauro Jardim – Globo)

Cuba anuncia redução do preço de produtos básicos

“O governo cubano vai reduzir, a partir de hoje (22), em cerca de 20% os preços de um grupo de produtos básicos, sobretudo alimentos, informou nessa quinta-feira o Ministério das Finanças e Preços. A medida, a ser aplicada em lojas que vendem produtos em pesos cubanos convertíveis (CUC) e em pesos cubanos (CUP, moeda nacional), tem como objetivo aumentar gradualmente a capacidade de compra de CUP em curto prazo, segundo nota oficial divulgada ontem.

A queda dos preços inclui produtos como o arroz e o chícharo (legume muito consumido na ilha) que são vendidos livremente, à margem do cartão de racionamento vigente no país, que dispensa produtos subvencionados.

Em Cuba circulam duas moedas: o peso cubano (CUP) e o peso convertível (CUC, equivalente ao dólar). A maior parte da população – que se queixa de salários baixos e preços elevados – recebe os salários em CUP, que equivalem, em média, atualmente a cerca de 584 pesos cubanos mensais (US$ 23,3).

A nota oficial diz que a redução de preços está relacionada a uma referência feita no relatório central do 7º Congresso do Partido Comunista, realizado recentemente.O texto diz que os “salários e pensões continuam a ser insuficientes para satisfazer as necessidades básicas da família cubana”. Nesse sentido, considerou-se que a solução “definitiva para essa complexa realidade” será alcançada com o “aumento da produtividade e da eficiência” da economia nacional.”

(Agência Brasil)

Morre Prince, um dos últimos pops americanos

62 1

Header-Prince-628x378

“O cantor americano Prince, um dos grandes músicos pop de sua geração, morreu de forma repentina aos 57 anos, nesta quinta-feira, em sua residência de Minneapolis.

“Com profunda tristeza confirmo que o lendário e icônico artista Prince Rogers Nelson faleceu em sua residência de Paisley Park (Minneapolis) esta manhã”, diz um comunicado assinado por Yvette Noel-Schure. A assessora não revelou mais detalhes sobre a causa da morte, mas o cantor lutava há várias semanas contra uma forte gripe que o obrigou a cancelar várias apresentações.

As autoridades de Minneapolis afirmaram que estão investigando uma morte em Paisley Park.

No dia 15 de abril, o jato particular de Prince fez um pouso de emergência para que ele recebesse atendimento médico depois que uma gripe se agravou durante um voo de Atlanta para sua casa.

Prince foi internado em um hospital, mas recebeu alta depois de algumas horas e foi autorizada a seguir viagem. A notícia da morte de Prince, uma das figuras mais influentes e ao mesmo tempo elusivas da música, havia sido divulgada mais cedo pelo site de notícias de entretenimento TMZ.

Prince se tornou um fenômeno internacional na década de 1980, com sua mistura de estilos, do funk ao dance, passando pelo rock, com origem em Minneapolis. O álbum de 1984 “Purple Rain” é considerado por muitos críticos um dos melhores de todos os tempos.

O artista morava na região de Minneapolis, onde gravava seus álbuns em seu estúdio Paisley Park e organizava festas.

Na década de 1990, Prince mudou o seu nome artístico para um “símbolo de amor” impronunciável e escreveu a palavra “escravo” no rosto para protestar contra as condições de seu contrato com a gravadora Warner.

Entre suas músicas mais famosas estão “Purple Rain”, “1999”, “When Doves Cry”, “Cream” e “Kiss”.

Recentemente, Prince demonstrou uma grande produtividade, com o lançamento de álbuns pela plataforma de streaming Tidal, além de programar shows no último minuto para evitar cambistas. “Isto é o que parece quando pombas choram… Prince R.I.P. Condolências para a família e a todos nós”, escreveu a comediante Whoopi Goldberg no Twitter.”

(Com Agências)

Dilma vai denunciar “golpe” em Nova York

“A presidenta Dilma Rousseff viaja a Nova York, nos Estados Unidos, para participar, na sexta-feira (22), da cerimônia de assinatura do Acordo de Paris sobre Mudança do Clima, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU). O embarque está previsto para amanhã (21). A previsão é que ela retorne ao Brasil ainda na sexta-feira. Com a viagem, o vice-presidente Michel Temer assume a Presidência da República.

No discurso em Nova York, Dilma deve abordar a crise política e o processo deimpeachment em curso no Senado Federal. Ontem (19), em entrevista a correspondentes estrangeiros no Palácio do Planalto, Dilma voltou a criticar o vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por conspirarem contra seu mandato. Ela também afirmou que o Brasil tem um “veio golpista adormecido” e que não houve um presidente após a redemocratização do país que não tenha tido um processo de impedimento no Congresso Nacional. Como segundo na linha sucessória, o vice-presidente assume a chefia do Executivo em casos de viagens internacionais do titular.

Acordo de Paris

O acordo global climático foi assinado na 21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima em Paris, em dezembro. Após 13 dias de debates, representantes de 195 países chegaram, pela primeira vez na história, a um acordo global sobre o clima.

O Acordo de Paris prevê limitar o crescimento da emissão de gases de efeito estufa e a criação de um fundo global de US$ 100 bilhões, financiado pelos países ricos, a partir de 2020, para frear o aquecimento global a 1,5°C.”

(Agência Brasil)

Fortaleza ganha prêmio em concurso do Banco Interamericano de Desenvolvimento

ec6ed6c3-79a2-4526-8c81-3fdc3c2a0986

Sudha Ram (Universidade do Arizona), Haroldo Rodrigues (Unifor/ I3FOR), Patrícia Macêdo (PMF) e presidente do BID,  Luís Alberto Moreno.

Fortaleza foi uma das duas únicas cidades brasileiras premiadas no concurso Gobernarte, realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A premiação, realizada nesta terça-feira (19), em Washington (EUA), contou com a presença da Coordenadora de Relações Internacionais, Patrícia Macêdo, do vice-presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), Vasco Furtado, representantes da Prefeitura de Fortaleza, além do professor Haroldo Rodrigues, do Instituto Internacional de Inovação de Fortaleza (I3FOR).

O prêmio se deu por meio do projeto “Fortaleza Inteligente”, uma iniciativa da Unifor com a Prefeitura, que está sendo implantado pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos e a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova).

(Site da PMF)

Nova York em clima de primárias para escolher representantes na corrida presidencial

“Eleitores democratas e republicanos participarão hoje (19) das primárias de Nova York, mais uma etapa do processo eleitoral norte-americano visando a escolher os candidatos que representarão cada partido nas eleições presidenciais marcadas para novembro deste ano.

De acordo com as últimas pesquisas, feitas pela rede de televisão NBC e pelo jornal The Wall Street Journal. o empresário Donald Trump está com 33 pontos de vantagem em relação a seus adversários republicanos. Entre os dois candidatos democratas, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton está com 13 pontos à frente do senador Bernie Sanders, segundo pesquisa divulgada pelo Baruch College/ NY1 News e Quinnipiac University.

Do lado democrata, Bernie Sanders aposta na possibilidade remota de bater Hillary Clinton em seu estado natal. Ele pretende repetir o que aconteceu no mês passado em Michigan. As pesquisas mostravam Hillary com 21 pontos de vantagem, mas os resultados acabaram dando vitória a Sanders.

De acordo com estimativas da rede de televisão ABC News, Hillary Clinton tem um total de 1.758 delegados e Sanders, 1.076 delegados. O número de delegados necessários para vencer a nomeação democrata é 2.383.”

(Agência Lusa)

Presidentes de Venezuela e Bolívia criticam abertura de impeachment de Dilma

Dois chefes de Estado da América do Sul, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Bolívia, Evo Morales, declararam apoio à presidenta Dilma Rousseff após decisão da Câmara dos Deputados de abertura do processo de impeachment na Câmara dos Deputados neste domingo (17).

Em sua conta no Twitter, Maduro questionou a legalidade do processo aprovado e acusou a oposição brasileira de atuar por “ordem yankee”, referindo-se aos Estados Unidos.

“A direita do continente desconhece a Soberania Popular. Pretendem que desapareçamos? Alerta, alerta que caminha”, escreveu o presidente venezuelano.

Também via Twitter, o presidente boliviano, Evo Morales, foi outro a criticar a abertura do processo de impeachment de Dilma. Ele referiu-se à votação de domingo à noite como um “golpe”, reproduzindo um discurso amplamente repetido pelos críticos ao impeachment e pela própria Dilma.

“Não ao golpe no Congresso. Defendamos a democracia do Brasil, sua liderança regional e a estabilidade da América Latina”.

Estados Unidos

A imprensa norte-americana deu grande destaque à notícia de que a Câmara dos Deputados do Brasil aprovou na noite desse domingo (17) a autorização para a  abertura do processo de impeachment pelo Senado contra a presidente Dilma Rousseff.

Segundo o  The Wall Street Journal, o Congresso brasileiro “deu um passo gigante” para remover a presidente brasileira.

A rede de televisão CBS News disse que a presidente brasileira é acusada de usar truques de contabilidade na gestão do orçamento federal para manter os gastos e reforçar apoios.

O The Wall Street Journal o Brasil é uma democracia que vem sendo há tempos atormentada por problemas. “Quatro dos oito presidentes eleitos entre 1950 e ascensão de Dilma ao poder, há dois anos, não puderam terminar seus mandatos”. O jornal refere-se aos ex-presidentes Getúlio Vargas, Jânio Quadros, João Goulart e Fernando Collor de Mello.

(Agência Brasil)

Fortaleza terá edição do Festival do Software Livre

79 1

festiill

Fortaleza será sede, neste sábado, do Festival Latino-Americano de Instalação de Software Livre (FLISoL). Trata-se de um evento internacional, realizado anualmente, e que ocorre de forma simultânea em diversas cidades da América Latina.

O FLISoL congrega diversas comunidades, de forma voluntária, que têm como principal objetivo promover o uso de software livre, apresentando sua filosofia, alcance, avanços e desenvolvimento ao público em geral.

SERVIÇO

*As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site http://flisolce.org/, onde você também encontra a programação completa e outras informações sobre o evento.

Impeachment no Brasil é liderado por políticos acusados de corrupção, diz The New York Times

“O mais importante jornal dos Estados Unidos – o “The New York Times”, publica extensa reportagem na edição desta sexta-feira, 15, em que destaca que o processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff, está sendo liderado por políticos que enfrentam uma série de acusações como corrupção, fraude eleitoral e até abusos de direitos humanos. “O que revela a hipocrisia entre os líderes brasileiros no debate nacional”, diz o texto que ressalta que a presidente não é acusada de roubar dinheiro público. “Uma raridade”, diz o jornal.

Com o título “Dilma Rousseff alvo no Brasil de legisladores que enfrentam seus próprios escândalos”, a reportagem nota que, no processo de impeachment, a presidente brasileira “não enfrenta acusação de corrupção”. “Em vez disso, ela é acusada de usar dinheiro dos gigantescos bancos públicos para cobrir lacunas no Orçamento, danificando a credibilidade econômica do Brasil”.

“A senhora Rousseff, então, é uma raridade entre as grandes figuras políticas: Ela não é acusada de roubar dinheiro para ela mesma”, diz a reportagem do Times.

Cunha, Temer e Renan

Em contraponto, a reportagem cita vários parlamentares favoráveis à saída de Dilma que enfrentam problemas nesse tema. O deputado Eduardo Cunha, por exemplo, é classificado como “o poderoso presidente da Câmara que lidera o esforço pelo impeachment e está em julgamento no Supremo Tribunal Federal sob a acusação de que embolsou US$ 40 milhões em propinas”. A reportagem também lembra de acusações de corrupção que envolvem outros personagens centrais no processo, como o vice-presidente Michel Temer e Renan Calheiros.

Éder Mauro, Mansur e Maluf

A reportagem também cita casos de parlamentares que não estão envolvidos diretamente no processo, mas que apoiam a saída de Dilma Rousseff. O NY Times dá como exemplo o deputado Éder Mauro (PSD-PA), que é investigado por tortura e extorsão, e o deputado Beto Mansur (PRB-SP), que é acusado de manter 46 empregados em fazendas de soja em condições deploráveis e comparadas a uma escravidão moderna.

O texto da reportagem, inclusive, começa com o ex-prefeito paulistano. “Paulo Maluf, um congressista brasileiro, está tão mal pelos próprios escândalos de corrupção que os seus próprios eleitores o descrevem com o slogan ‘Rouba, mas faz’. Mas, como uma série de outros membros do Congresso do Brasil atingidos por outros escândalos, o senhor Maluf diz estar tão farto de tanta corrupção no País que apoia a saída da presidente Dilma Rousseff.”

(Estadão/Conteúdo)

Espetáculo argentino “ABBA Mamma Mia” fará escala em Fortaleza

unnamed (7)

Fortaleza assistirá, no próximo dia 1º, no Teatro RioMar, o espetáculo argentino “ABBA Mamma Mia – The Tribute Show”, uma das mais incríveis homenagens já criadas ao grupo ABBA. Aplaudido em diversos países da América do Sul, o show capta a imagem, a música e a personalidade do grupo sueco ABBA, uma das bandas de maior sucesso na história da música pop e uma das líderes da disco music, fenômeno musical que contagiou o mundo no final dos anos 70.

O público vai ser convidado a relembrar o passado, com direito a botas de couro, figurinos gritantes, indumentárias cobertas de pedras brilhantes e todo o glamour de uma época de ouro que infelizmente não existe mais.

“Abba Mamma Mia – The Tribute Show” é protagonizado pelas atrizes e cantoras Gwendolyne Moore (como Agnetha) e Florencia Róvere (como Frida), esta ex-protagonista do musical “Les Miserables” (“Os Miseráveis”) no México e na Inglaterra. Na parte masculina estão dois músicos de extrema experiência. Na voz e na guitarra Nicolás Salvador (como Björn) e nos vocais e pianos Sergio Gutierrez (como Benny). A banda está desenhada para reproduzir fielmente a formação vocal e instrumental do quarteto original.

SERVIÇO

*Classificação: Livre, com duração de 120 minutos.

*Ingresso Rápido: 4003-1212

www.ingressorapido.com.br

*Bilheteria do Teatro RioMar Fortaleza: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 Piso L3 – Shopping RioMar Fortaleza – Papicu / Horário de funcionamento: de terça-feira a sábado, das 12 às 21 horas, e domingo e feriados, das 14 às 20 horas.

(Foto – Divulgação)

Maduro diz que EUA estão desesperados por Golpe de Estado na Venezuela

“O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, acusou os Estados Unidos de estarem “desesperados” para avançar com um golpe de Estado contra o seu governo e de usarem a imprensa norte-americana para pedir uma intervenção estrangeira na Venezuela.

“Que razões tem esse império decadente e imoral para que um dos jornais que sempre tem servido como impulsionador de golpes de Estado hoje apele a uma intervenção na Venezuela?”, disse Maduro em Caracas, nessa quarta-feira (13), nas cerimônias de celebração do Dia Nacional da Milícia Bolivariana. Ele comentou o editorial publicado ontem pelo jornal The Washington Post, que insistia na necessidade de uma intervenção política estrangeira na Venezuela.

“Condeno e refuto todas as ameaças que se fazem desde Washington contra a Venezuela”, afirmou Maduro. Ele pediu às Forças Armadas para analisar e atualizar todos os planos de defesa nacional.

Segundo o presidente, Washington organiza uma conspiração golpista para acabar com o governo revolucionário e com a pátria venezuelana. “Está em marcha. Há uma conspiração golpista dirigida desde Washington”, acrescentou. Maduro considerou que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, “revelou as suas verdadeiras intenções” ao pedir a substituição do governo venezuelano.

“Pela primeira vez, um presidente dos EUA, em tempo de revolução, pede publicamente a ‘substituição imediata’ do governo constitucional e legítimo da Venezuela”, disse, chamando os venezuelanos a “levantar a voz da dignidade e a condenar a ingerência golpista do governo dos Estados Unidos em assuntos que dizem respeito só aos venezuelanos”.

O editorial publicado pelo The Washington Post insiste que a Venezuela precisa de uma intervenção política estrangeira de forma a preservar a democracia na região.

“A Venezuela precisa desesperadamente de intervenção política dos [países] vizinhos, que têm um mecanismo pronto na Organização dos Estados Americanos, a Carta Democrática Interamericana – tratado que prevê ação coletiva quando um regime viola as normas constitucionais”, diz o jornal.”

(Agência Lusa)

Cientistas chineses anunciam criação de embriões humanos imunes ao HIV

“Uma equipe de cientistas da Universidade de Medicina de Cantão, no Sul da China, anunciou que conseguiu criar embriões humanos resistentes ao vírus HIV, por meio de modificação genética. Segundo o coordenador da equipe, Fan Yong, os testes feitos em 26 embriões “defeituosos e inaptos a tratamentos de fertilidade” permitiram criar quatro embriões imunes ao HIV, enquanto os restantes mostraram mutações “não planejadas”, informou hoje (13) um jornal oficial.

O trabalho foi publicado no último número do Journal on Assisted Reproduction and Genetics e detalha que todos os embriões foram destruídos no espaço de três dias.

É a segunda vez que um grupo de médicos chineses causa controvérsias com experiências sobre a modificação genética de embriões. No ano passado, uma equipe da Universidade Zhongshan, também em Cantão, disse ter conseguido alterar pela primeira vez na história o genoma humano em embriões.”

(Agência Lusa)

Caso Panamá Papers – Polícia fez buscas na sede da Mossak Fonseca

“As autoridades panamenhas fizeram, nessa terça-feira (12), buscas ao escritório de advocacia Mossack Fonseca no âmbito da investigação aberta após a divulgação do Panamá Papers. A unidade policial de combate ao crime organizado foi responsável pelas buscas à sede da empresa, “sem qualquer incidente ou interferência”, informou a Procuradoria em comunicado, acrescentando que operações semelhantes estavam sendo feitas em filiais da empresa.

O objetivo é “obter documentação relacionada com as informações publicadas na imprensa sobre a eventual utilização da empresa em atividades ilícitas”, disseram autoridades panamenhas. A operação de ontem foi a primeira do gênero feita pela Procuradoria no âmbito da investigação sobre o caso Panamá Papers.

No último dia 3, a procuradora-geral do Panamá, Kenia Porcell, anunciou a abertura da investigação devido ao escândalo mundial provocado pela divulgação de documentos da Mossack Fonseca e de suas operações na criação de empresas offshore para que grandes fortunas pudessem escapar ao fisco dos países de origem.

A investigação apura se foi cometido em território panamenho algum ato passível de punição no âmbito do Panamá Papers. A maior investigação jornalística da história, divulgada há uma semana, envolve o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (Icij, na sigla em inglês), com sede em Washington, e destaca os nomes de 140 políticos de todo o mundo, entre eles 12 antigos e atuais líderes mundiais.

A investigação reuniu 11,5 milhões de documentos ligados a quase quatro décadas de atividade da Mossack Fonseca, especializada na gestão de capitais e de patrimônio, com informações sobre mais de 214 mil empresas offshore em mais de 200 países e territórios.

De acordo com a investigação, milhares de empresas foram criadas em paraísos fiscais para centenas de pessoas administrarem o seu patrimônio. Entre os citados estão o rei da Arábia Saudita, pessoas próximas do presidente russo Vladimir Putin, o presidente da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa), Michel Platini, e a irmã do rei Juan Carlos e tia do rei Felipe VI de Espanha, Pilar de Borbón.”

(Agência Lusa)

Jornais dos Estados Unidos destacam aprovação de relatório pró-impeachment

A aprovação do relatório que recomenda a continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pela comissão especial da Câmara dos Deputados foi destaque nas edições online de jornais norte-americanos.

O The Wall Street Journal destacou que a presidente é acusada de manipular as finanças públicas. “Foi um revés para a líder [do Brasil], o que aumenta as chances de sua saída”, diz a matéria, assinada por correspondentes no Brasil.

No entanto, o jornal pondera que a derrota de Dilma na comissão era esperada, pois as atividades da casa legislativa brasileira “são fortemente influenciados por seu inimigo político, presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que tem se esforçado pela derrubada da presidente”.

O The Washington Post também publicou que a comissão votou pela recomendação de dar seguimento ao processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, deixando mais próxima a possibilidade da saída da líder brasileira.

O jornal norte-americano diz que Dilma está enfrentando processo de impeachment por alegações de que sua administração violou regras fiscais para mascarar problemas de orçamento. O The Washington Post afirma também que os oponentes de Dilma dizem que o processo está em consonância com os desejos da maioria dos brasileiros, enquanto os que apoiam a presidente consideram que Dilma está sendo vítima de uma ação de tomada de poder por seus inimigos.

(Agência Brasil)

Panamá Papers: Escritórios da Mossack Fonseca em El Salvador são alvos de buscas

As autoridades policiais de El Salvador fizeram buscas nos escritórios da empresa que está no centro da investigação Panamá Papers, a Mossack Fonseca. Os policiais apreenderam um computador, informou neste sábado (9) a Procuradoria-Geral do país pela rede social Twitter.

Na quarta-feira (6), as autoridades de El Salvador já haviam anunciado a abertura de uma investigação sobre os 33 cidadãos citados no escândalo para apurar se teriam violado alguma lei.

O procurador estatal, Douglas Melendez, que visitou as instalações da empresa de advocacia na sexta-feira, disse aos jornalistas que cerca de 20 computadores e vários documentos foram confiscados. E sete funcionários foram ouvidos. Eles não chegaram a ser detidos.

A Panamá Papers é uma investigação feita pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, sigla em inglês) sobre a indústria de empresas offshore. Esse tipo de empresa pode ser usada para esconder dinheiro e dificultar o rastreamento de seus verdadeiros donos.

(Agência Brasil)

Dilma é a líder mais decepcionante do mundo, segundo pesquisa

foto dilma desespero

Com 374 mil votos, a presidente Dilma Rousseff (PT) lidera pesquisa da revista norte-americana Fortune, que há 10 dias promove uma enquete do “líder mais decepcionante” do mundo.

Segundo a votação parcial, divulgada neste sexta-feira (8), Dilma supera em mais de 20 vezes a votação do segundo colocado, o governador do Estado americano de Michigan, Rick Snyder.

(com agências)

Pesquisa sobre zika vírus renderá prêmio de 30 mil euros

“O laboratório Servier e a Fiocruz decidiram lançar um prêmio para valorizar as pesquisas em neurociências. Serão investidos 120 mil euros no período de três anos, repassados aos vencedores.

A primeira edição será já em novembro e incluirá um aporte especial de 30 mil euros para contemplar estudos importantes sobre as consequências neurológicas do zika vírus.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Papéis do Panamá – Escândalo derruba membro do Comitê de Ética da FIFA

“O uruguaio Juan Pedro Damiani, citado no escândalo dos Papéis do Panamá, demitiu-se hoje (6) do Comité de Ética da Federação Internacional de Futebol (FIFA), segundo um comunicado do organismo que tutela o futebol mundial.

O dirigente já estava sob inquérito interno, iniciado na segunda-feira (4), logo após seu nome aparecer em documentos relacionados com a criação de offshore em paraíso fiscal pelo escritório de advocacia panamenho Mossack Fonseca. A nota da FIFA apenas refere-se à demissão de Damiani, conhecido como um ‘cruzado’ contra a corrupção no futebol sul-americano enquanto membro daquele comitê, sendo também presidente do Peñarol, um dos mais prestigiados clubes do uruguai.

Juan Pedro Damiani, de 58 anos, já estava sob investigação nos Estados Unidos, por estar ligado a negócios com um antigo vice-presidente da FIFA, acusado de corrupção pela Justiça norte-americana.

Os Papéis do Panamá revelam que a sociedade de advogados de Damiani atuou como intermediária na constituição de uma empresa ligada a Eugenio Figueiredo, antigo líder da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmenbol), e a dois outros homens acusados no escândalo de subornos na Fifa.

Segundo o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, que coordenou todo o noticiário conhecido como Papéis do Panamá, Damiani tratou de processos de sete companhias relacionadas com Figueiredo e instaladas no paraíso fiscal.

Os mesmos documentos mostram que a sua sociedade de advogados também serviu uma empresa em Nevada (Estados Unidos) ligada a dois outros suspeitos do caso Fifa, o empresário Hugo Jinkis e o seu filho Mariano, também eles sob investigação da Justiça norte-americana, pelo suposto pagamento de dezenas de milhões de dólares de suborno pela obtenção de direitos de televisão na América do Sul.

“Os registos não revelam conduta ilegal de Damiani ou da sua firma, mas levantam novas questões sobre o próprio e a Fifa”, diz o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.”

(Agência Lusa)

Terremoto de magnitude 6,8 é registrado no Pacífico

“Um terremoto de magnitude 6,8 na escala de Richter atingiu hoje (6) Vanuatu, país do Pacífico sul, de acordo com o site European-Mediterranean Seismological Centre. O tremor de terra foi registrado a 103 quilômetros de Sola, capital da província de Torba, na República de Vanuatu.

No domingo passado, a região de Vanuatu foi abalada por um tremor de magnitude 7,2 na escala de Richter, tendo sido lançado um alerta de tsunami, que não se confirmou.

O tremor de terra foi verificado a 35 quilômetros de profundidade do mar, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que efetua a vigilância sísmica em todo o mundo. O terremoto não provocou danos materiais ou vítimas e, mais tarde, o Centro de Alertas para Tsunami do Pacífico emitiu uma segunda mensagem para informar que a ameaça de tsunami tinha passado.

(Agência Lusa)