Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Diretora-geral da OMS visita o Brasil para discutir o combate ao zika

“A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, chega hoje (23) ao Brasil para visita oficial. Ela desembarca em Brasília, onde será recebida pela presidenta Dilma Rousseff. Ao longo do dia, estão previstos ainda encontros com ministros de diversas pastas envolvidas na resposta brasileira à epidemia do vírus Zika.

Margaret Chan vem ao país acompanhada da diretora da Organização Pan-Americana de Saúde e diretora regional da OMS paras as Américas, Carissa Etienne. Da capital, ela deve seguir para o Recife, já que o estado de Pernambuco registra o maior número de casos de microcefalia possivelmente associados à infecção (182 casos da malformação confirmados e 1.203 em investigação).

No início do mês, a OMS declarou emergência em saúde pública de interesse internacional em razão do aumento de casos de infecção pelo Zika em diversos países e de uma possível relação da doença com quadros de malformação congênita e síndromes neurológicas. A decisão foi tomada após reunião de um comitê de emergência em Genebra.”

(Agência Brasil)

O Silêncio do Papa Francisco

Com o título “O Silêncio de Francisco”, o promotor de justiça Walter Filho cutuca católicos para o detalhe de que, ao visitar Cuba, o Papa nada falou sobre presos políticos daquele País. Confira:

O papa Francisco visitou Cuba pela segunda vez e, como antes, não proferiu uma única palavra sobre os presos políticos que são mantidos nas masmorras de Havana por ordem do tirano Fidel Castro – quem ousa divergir do velho decadente é jogado no calabouço ou fuzilado.

As palavras liberdade e democracia parecem ter sumido do vocabulário do Pontífice em sua rápida passagem na ilha caribenha. No seu encontro com o líder da igreja Ortodoxa Russa, era só alegria, mesmo pisando o solo onde as liberdades civis são sufocadas. É nesse pedaço de chão em que milhares de dissidentes são

torturados e assassinados pelo regime homicida castrista – o sacrifício dos inocentes pelos pecados dos culpados.

Quando chegou ao México, uma democracia onde não existe a abjeta figura do preso político, o papa Francisco soltou a voz. Ao visitar um presídio em Ciudad Juárez, disse: “Às vezes parece que os presídios se propõem a incapacitar as pessoas a seguirem cometendo delitos mais do que promover os processos de reabilitação”.

Por que ocultou a face diante da situação degradante dos prisioneiros de Cuba? Faltou-lhe coragem. É o que penso. A coragem é para os iluminados, e Francisco revelou não a ter diante da injustiça que sabe existir. O líder pacifista negro Orlando Zapata Tamayo morreu de fome numa prisão cubana. Os amigos foram proibidos de homenageá-lo no enterro. O papa conhece muito bem a história.

As pregações de Cristo eram corajosas, não à toa sofreu o martírio da perseguição. Enfrentou déspotas, combateu as injustiças e clamou por um mundo melhor para se viver. Infelizmente, seu legado sofreu distorções em nome de uma fé equivocada – olhar para o céu e esquecer as tiranias diante de nós.

O bispo de Roma, diante do calvário imposto aos dissidentes cubanos, silenciou a voz, fechou os olhos, tapou os ouvidos e seguiu viagem. Um gesto de fraqueza, mas imperdoável para quem ocupa a cadeira de Pedro. Disse Cristo: “cuide de minhas ovelhas”. Francisco não ouviu.

* Walter Filho

walterfilhop@gmail.com

Promotor de justiça.

Brasil agora é o décimo cotista do FMI

“O Brasil passou a ser o décimo maior cotista do Fundo Monetário Internacional (FMI), informou hoje (22) o Banco Central (BC). O país subiu quatro posições após a integralização do aumento de sua cota, na semana passada.

Segundo o BC, o aumento se deu no âmbito da 14ª Revisão Geral de Cotas do FMI. Ao final do processo de integralização de cotas por parte dos países membros, a ser concluído nas próximas semanas, a participação no total das cotas do Brasil no organismo subirá de 1,78% para 2,32%.

De acordo com o BC , a 14ª Revisão Geral de Cotas foi resultado de uma longa negociação no período pós-crise de 2008 e culminou em um acordo em 2010, visando dobrar os recursos regulares do FMI e aumentar a participação relativa das economias emergentes e em desenvolvimento.

Entre os países que mais aumentarão a participação estão os BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China), que passarão a figurar entre os dez maiores cotistas do fundo e, conjuntamente, somarão 14,2% em cotas (ou 13,5% com poder de voto) do FMI.
O resultado líquido do aumento de cotas não afeta o nível das reservas internacionais do Brasil, informou o BC.”

(Agência Brasil)

Explosão de bomba no Egito mata uma pessoa e deixa sete feridos

“Uma pessoa morreu e sete ficaram feridas na sequência da explosão, na noite de ontem (21) de um engenho no norte da península egípcia do Sinai, informou hoje (22) a agência de notícias egípcia Mena.

Fontes de segurança, citadas pela agência, explicaram que o ataque, que ocorreu na avenida Al Bahr, em Al Arish, capital do norte do Sinai, tinha como alvo as forças de segurança. A bomba explodiu próximo a um grupo de civis, que passavam pelo local.

Os feridos foram transportados para um hospital e fontes médicas indicaram que um estudante, de 18 anos, morreu devido à gravidade dos ferimentos.

A polícia lançou uma vasta operação na zona do atentado devido ao receio de que haja outros artefatos explosivos e na tentativa de capturar os responsáveis pelo ataque.

O Egito tem sido palco de uma série de atentados desde o golpe militar de 3 de julho de 2013, que derrubou o então Presidente, o islâmico Mohamed Mursi, ligado à Irmandade Muçulmana.”

(Agência Lusa)

Governo da Bolívia diz que houve “empate técnico” em referendo

O governo da Bolívia informou nesse domingo (21) que houve “empate técnico” no referendo constitucional sobre a reeleição do presidente Evo Morales, acrescentando que os números oficiais podem variar em relação às pesquisas, que dão vitória ao “não”.

O vice-presidente boliviano, Álvaro García Linera, afirmou, em entrevista em La Paz, que os resultados preliminares das empresas de pesquisa Ipsos e Mori mostram que o país se encontra “diante de um claríssimo empate técnico eleitoral”, indicando que “metade da população optou pela alteração da Constituição”.

À falta de resultados oficiais, as primeiras projeções feitas pelas pesquisas e divulgadas pelos meios de comunicação social bolivianos dão ao “não” entre 51% e 52,3% e ao “sim” entre 47,7% e 49%.

Morales, o líder político há mais tempo no poder na Bolívia, organizou o referendo para poder se candidatar a um quarto mandato presidencial e se manter no poder até 2025.

Se a estimativa da Ipsos se confirmar, será a primeira derrota política do presidente boliviano, que está no cargo desde 2006 e que previu que venceria com 70% dos votos.

(Agência Brasil)

Hillary Clinton vence Bernie Sanders no Nevada

Hillary Clinton venceu nesse sábado (20) as eleições dos democratas no Nevada, derrotando Bernie Sanders, na terceira etapa das primárias para a Casa Branca, segundo projeções da imprensa. “A todos os que participaram, em cada canto do Nevada, com determinação e coração: esta vitória é de vocês. Obrigado”, escreveu a ex-secretária de Estado numa rede social.

Clinton deverá ficar alguns pontos à frente do senador de Vermont, na consulta organizada pelo partido democrata, segundo os canais de televisão Fox News e NBC. A diferença entre os dois candidatos era pequena, quando já tinham sido apurados 68% dos votos: Hillary Clinton tinha 52,2% dos delegados, contra 47,7% de Bernie Sanders.

(Agência Brasil)

Bolivianos decidem neste domingo sobre reeleição de Evo Morales

Os bolivianos irão às urnas neste domingo (21) para votar uma reforma constitucional que deve decidir se o presidente Evo Morales, no poder desde 2006, poderá voltar a se candidatar ao cargo nas próximas eleições, marcadas para 2019.

Pesquisas de intenção de voto realizadas nos últimos dias mostram vantagem do “Não” sobre o “Sim”, especialmente após virem à tona denúncias de que Morales teria usado sua influência para que uma ex-namorada conseguisse um emprego como alta executiva em uma multinacional chinesa.

Morales está no poder desde 2006. Caso a medida não seja aprovada, ele deve ficar na presidência do país até janeiro de 2020. Se os bolivianos aprovarem a mudança constitucional e ele for eleito a um novo mandato, Morales ocupará o cargo até 2025.

Morales esteve à frente do país no maior boom econômico de sua história, com crescimentos anuais que chegaram a 6%. Calcula-se, ainda, segundo dados do Banco Mundial, que o índice de pobreza extrema na Bolívia tenha passado de 38,2% para 17% em seu governo, e que a renda per capita tenha subido de US$ 873 para US$ 3.119, criando uma nova classe média.

No mesmo período, no entanto, aumentaram as denúncias de corrupção dentro do governo e a superlotação em penitenciárias, assim como surgiram diversas denúncias de perseguição à liberdade de imprensa.

(Agência Brasil)

OEA conclui audiência sobre trabalho escravo no Brasil

A Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), em San José (Costa Rica), concluiu nessa sexta-feira (19) audiência sobre a existência de milhares de trabalhadores submetidos, a partir de 1989, a trabalho escravo, forçado e servidão na Fazenda Brasil Verde, no Pará.

Se condenado, o Brasil terá de ressarcir os trabalhadores e suas famílias. Além disso, terá de adotar medidas e leis para prevenir casos semelhantes. O Brasil é criticado por entidades de direitos humanos por ter negligenciado os fatos, deixando de acionar os proprietários de fazendas e indústrias que submeteram trabalhadores a formas degradantes de trabalho.

A Corte deverá finalizar o julgamento ainda este ano. Em março, haverá uma fase de apresentação de argumentos sobre o caso. “Esperamos que a sentença da Corte ajude a dar visibilidade ao trabalho escravo no Brasil”, disse a diretora executiva do Centro pela Justiça e Direito Internacional, Viviana Krstcevic. “É preciso que haja medidas penais e econômicas que permitam inibir a escravidão moderna”,

O juiz brasileiro Roberto Caldas, que tomou posse há cinco dias na presidência da Corte Interamericana de Direitos Humanos, não participou da audiência. Seis juízes, que participaram da audiência de ontem, vão examinar e julgar se existe trabalho escravo no Brasil no caso da Fazenda Brasil Verde.

(Agência Brasil)

Papa Francisco sugere métodos contraceptivos para mulheres ameaçadas pelo Zika vírus

papa2

“O Papa Francisco sugeriu nesta quinta-feira, 18, que as mulheres ameaçadas com o zika vírus poderiam usar métodos contraceptivos, mas não abortar o feto, dizendo que há uma clara diferença moral entre abortar e prevenir uma gravidez, disse ele abordo de seu avião. Francisco respondeu a pergunta de um repórter que questionou se o aborto e o uso de contraceptivos poderiam ser considerados um “mal menor” quando ligados aos casos do vírus zika ou de microcefalia.

“O aborto não é um mal menor, é um crime”, disse ele a repórteres. “Retirar uma vida para salvar outra é o que a máfia faz. É um crime. É um mal absoluto”. Por outro lado, evitar a gravidez não é um mal absoluto em certos casos, como quando uma pessoa está com o vírus zika, disse o papa.

Em outra questão, desta vez envolvendo as eleições presidenciais nos EUA, o papa Francisco disse que a posição do pré-candidato republicano Donald Trump sobre a imigração “não é cristã”, disse ele durante uma coletiva de imprensa dentro de seu avião enquanto viajava para Roma após sua visita ao México, onde a situação dos imigrantes foi um tema central.

O pontífice criticou duramente a proposta de Trump de erguer um muro na fronteira e deportar milhões de imigrantes ilegais. “Uma pessoa que só pensa sobre a construção de muros, onde quer que estejam, e não na construção de pontes, não é cristã. Isso não está no Evangelho”, disse o papa.

“Este homem não é cristão, se ele fala dessa maneira”. Antes de sair do México na quarta-feira, o papa mostrou a sua solidariedade com os migrantes. Logo após as declarações do papa, Trump se pronunciou, afirmando que um líder religioso questionar a fé de uma pessoa é “vergonhoso”.

(Associated Press)

Obama visitará Cuba em março

obamam

“A Casa Branca deverá anunciar hoje (18) que o presidente Barack Obama planeja viajar para Cuba em março deste ano, Será a primeira viagem de um presidente norte-americano a Havana, capital cubana, em 88 anos. A viagem, que vinha sendo comentada informalmente nos meios diplomáticos, foi confirmada pelo The Wall Street Journal, na edição de hoje (18), citando como fonte um alto funcionário do governo norte-americano.

A viagem de Obama ocorrerá 15 meses depois que os Estados Unidos e Cuba anunciaram planos para restaurar relações após um congelamento diplomático que durou mais de 50 anos. A visita constitui mais uma etapa na reaproximação histórica entre os Estados Unidos e Cuba. A última e única visita de um presidente norte-americano ao país foi feita por Calvin Coolidge, em 1928.

Situada a apenas 145 quilômetros da costa da Flórida, Cuba vem sofrendo um embargo econômico dos Estados Unidos desde 1961, quando as relações entre os dois países foram cortadas . O rompimento ocorreu depois da revolução cubana liderada por Fidel Castro.”

(Agência Lusa)

Ministério da Fazenda ameniza novo rebaixamento de nota do Brasil

“O novo rebaixamento do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s não alterará a perspectiva de recuperação da economia brasileira no médio prazo, informou há pouco o Ministério da Fazenda. Em nota, a pasta reafirmou que continua trabalhando para alcançar o reequilíbrio fiscal e criar condições para a retomada do crescimento e assegurou que o governo mantém a capacidade de honrar os compromissos.

A nota destacou que o governo está empenhado na aprovação de mudanças que melhorarão as contas públicas. Para este ano, ressaltou o ministério, as prioridades são a votação das propostas de emenda à Constituição que desvincula parte do Orçamento Federal e que recria a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). A pasta reafirmou o compromisso de enviar uma proposta de reforma da Previdência Social até o fim de abril.

Além das reformas estruturais, o ministério informou que elabora uma proposta que cria um limite para o crescimento das despesas primárias no médio prazo. “Em seu conjunto, essas medidas reduzirão as incertezas fiscais, promoverão a melhora nos níveis de confiança, reduzirão as taxas de juros de longo prazo e a volatilidade da taxa de câmbio. Essas condições são fundamentais para a retomada dos investimentos”.

O ministério também informou que está comprometido com medidas que visam a melhorar a competitividade do país. A pasta cita o aperfeiçoamento de marcos regulatórios e o leilão de concessões em empreendimentos de infraestrutura que pretendem atrair investimentos importantes para a recuperação da economia.”

(Agência Brasil)

Agência Standard & Poor’s volta a rebaixar nota do Brasil

“Cinco meses após retirar o selo de bom pagador do Brasil, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) voltou a rebaixar o país. A nota foi reduzida de BB+ para BB. A agência concedeu ainda perspectiva negativa, significando que pode reduzir ainda mais a classificação do país nos próximos meses.

A agência tinha sido a primeira a retirar o grau de investimento (que funciona como garantia de que o país não dará calote na dívida pública) em setembro do ano passado. Em dezembro, a Fitch seguiu a decisão. Entre as três principais agências do mundo, somente a Moody’s mantém o selo de bom pagador do Brasil.

Quando rebaixou o país pela primeira vez, a S&P citou a deterioração do cenário político e os problemas fiscais como fatores que impediriam a estabilidade da dívida pública brasileira.

Em nota, a S&P informou que os desafios políticos e econômicos enfrentados pelo Brasil persistem e que agora espera um processo mais longo de ajuste econômico, com prolongamento da recessão e correção mais lenta da política fiscal. De acordo com a agência, há chance maior do que 1 em 3 de que a nota brasileira seja reduzida novamente.”

(Agência Brasil)

Jornal do Partido Comunista alerta sobre riscos de guerra na Coreia

“Um jornal oficial do Partido Comunista da China (PCC) alertou hoje para os riscos de uma possível guerra na Península Coreana, apoiando as sanções contra a Coreia do Norte e a destruição do seu arsenal nuclear. Em editorial, o Global Times aconselha também a China a colocar mais “mísseis” no Noroeste da Ásia, caso a Coreia do Sul instale o sistema antimísseis norte-americano THAAD, que, na opinião do jornal, tem como verdadeiro alvo a China.

“A China pode tomar como referência a reação da Rússia aos países do Leste da Europa que instalaram o sistema antimísseis dos EUA”, sugere o jornal, em um artigo intitulado “A China deve se preparar para o pior na Península Coreana”.

Para o Global Times, o país deverá “apoiar firmemente” sanções “mais restritas” contra a Coreia do Norte – aprovadas pelo Conselho de Segurança da ONU – e contribuir para a destruição da “capacidade de desenvolvimento nuclear” do país.

O editorial acrescenta que, em caso de guerra, a China não terá “obrigações morais” neste conflito, visto que os outros intervenientes “não seguiram os seus conselhos”.

“O fracasso em resolver a crise nuclear é o resultado das intenções dos EUA de controlar o noroeste da Ásia e sua intromissão para travar a ascensão da China”, acusa o jornal.

A China é o aliado mais importante da Coreia do Norte e o seu maior parceiro comercial. Até há pouco tempo, as relações entre os dois países eram descritas como “muito próximas”. Em mapas chineses impressos até cerca de 20 anos atrás, a península coreana correspondia a apenas um país, a Republica Democrática Popular da Coreia, com a capital em Pyongyang, e Seul, capital da Coreia do Sul, tinha estatuto de cidade de província.

Consciente da fonte de tensão regional e do embaraço para a diplomacia chinesa que a Coreia do Norte representa, a China tem enviado cada vez menos missões diplomáticas àquele país, um dos mais isolados do mundo. Em 2014, o presidente chinês, Xi Jinping, visitou a Coreia do Sul antes de ir à Coreia do Norte.”

(Agência Lusa)

Dólar volta a ultrapassar os R$ 4,00 e fecha no maior valor em três semanas

dolar

“Num dia de oscilações no mercado financeiro, a moeda norte-americana voltou a ultrapassar R$ 4 e fechou no maior valor em três semanas. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (16) vendido a R$ 4,071, com alta de R$ 0,074 (1,86%). A cotação está no maior valor desde 28 de janeiro (R$ 4,08).

A cotação operou em alta durante toda a sessão, mas disparou a partir das 13h. A divisa acumula alta de 1,14% em fevereiro e de 3,1% em 2016.

Na Bolsa de Valores, no entanto, o dia foi de recuperação. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, encerrou o dia com alta de 2,13%, aos 40.948 pontos. Apesar de as ações da Petrobras terem caído, as ações da mineradora Vale subiram 7,42% (papéis ordinários) e 8,25% (papéis preferenciais).

Nas últimas semanas, as commodities (bens primários com cotação internacional) têm caído fortemente por causa de dados que mostram a desaceleração da economia chinesa. No caso do petróleo, o problema é agravado pela resistência de países em reduzir a produção.

O preço do barril de petróleo tipo Brent, que tinha ultrapassado US$ 33 nos últimos dias, voltou a cair hoje para US$ 32 após a notícia de que o Irã não pretende aderir ao acordo para manter a produção nos níveis em que vigoravam as sanções econômicas.

A retração da China, a segunda maior economia do planeta, prejudica países exportadores de commodities, como o Brasil, porque reduz a demanda global por matérias-primas e produtos agrícolas. Com as exportações mais baratas, menos dólares entram no mercado brasileiro, empurrando para cima a cotação da moeda norte-americana.”

(Agência Lusa)

Rússia anuncia primeiro caso de Zika no País

“A Rússia anunciou hoje (15) o primeiro caso de vírus Zika no país, em uma mulher infectada na República Dominicana, para onde viajou de férias. De acordo com o departamento de Consumo (Rozpotrebnadzor), a doente foi hospitalizada em Moscou e o seu estado é “satisfatório”. “As análises laboratoriais revelaram a presença do vírus Zika na doente”, explicou a mesma fonte.

As autoridades sanitárias russas mantêm sob observação os familiares mais próximos da mulher infectada. O avião no qual a mulher regressou à Rússia foi desinfectado “para evitar riscos para a saúde dos passageiros”, acrescentou.

O vírus Zika foi detectado em cerca de 30 países da América Latina e Caribe. Em 1º de fevereiro, a Organização Mundial de Saúde declarou emergência de saúde internacional, devido à possível relação entre os casos de microcefalia em recém-nascidos registrados no Brasil com o vírus Zika.

Transmitido pela picada de mosquitos do Aedes aegypti, o Brasil é o país mais atingido no mundo pela epidemia de Zika, com três mortes confirmadas, seguindo pela Colômbia.”

(Agência Lusa)

Obama e Putin devem cooperar para o cessar-fogo na Síria

O presidente russo, Vladimir Putin, e o norte-americano, Barack Obama, concordaram em intensificar a cooperação entre as agências de inteligência e segurança dos dois países para permitir a implementação do acordo de cessar-fogo na Síria, informou neste domingo (14) a agência de notícias russa Interfax.

Obama e Putin conversaram por telefone sobre o acordo assinado no último dia 12 pelo International Syria Support Group (ISSG), na Alemanha. O tratado prevê o início de um cessar-fogo dentro de sete dias, como o primeiro passo para o fim da guerra civil na Síria, iniciada em 2011, na Primavera Árabe, para derrubar o regime do ditador Bashar al-Assad.

Apesar da assinatura do acordo, no fim de semana alguns representantes de países europeus demonstraram ceticismo em relação ao papel da Rússia, acusada pelo Ocidente de atacar civis e rebeldes com o consentimento de Damasco, para fortalecer o regime de Assad. Os envolvidos na assinatura do acordo fizeram apelos para que Moscou suspenda seus bombardeios para que o cessar-fogo vigore.

O acordo foi assinado por 17 países do ISSG, em Munique. Além do fim das hostilidades, prevê o acesso imediato de ajuda humanitária em zonas abaladas pelos confrontos na Síria. O texto, no entanto, não recai sobre as operações contra grupos terroristas, como o Estado Islâmico, e limita-se às tensões entre o governo e os rebeldes. Para a alta representante de política externa da União Europeia, a italiana Federica Mogherini, não existe “uma solução puramente militar” para a crise síria, que já provocou a morte de 11,5% da população e o êxodo de 50%.

(Agência Brasil)

Cuba devolve míssil enviado ‘por engano’ pelos Estados Unidos

Cuba devolveu nesse sábado (13) aos Estados Unidos um míssil norte-americano que foi recebido “por engano” na ilha, em 2014, anunciou em comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros cubano.

De acordo com as autoridades cubanas, o míssil norte-americano tipo AGM 114 Hellfire chegou à ilha em junho de 2014, proveniente de Paris, “por engano ou manipulação incorreta do país de procedência”.

Segundo o texto oficial, “Cuba atuou com seriedade e transparência, e cooperou para encontrar uma solução satisfatória neste caso”. As autoridades cubanas informam ainda que o governo dos Estados Unidos comunicou oficialmente a Havana o interesse em recuperar o míssil.

Depois do assentimento do governo cubano, foram iniciados os procedimentos da devolução, tendo o míssil regressado aos Estados Unidos.

(Agência Brasil)

Casal uruguaio, que percorre a América Latina desde 2012, faz escala em Fortaleza

3cbd2862-c4eb-4d28-8996-0caea77a544c

Este casal de uruguaios está percorrendo toda a América Latina. Saiu de Montevidéu em dezembro de 2012.

Mário Sabah e sua mulher, Serrana, já passaram por quase todo o Continente, e, girando pelo Brasil de furgão, fez escala em Manaus (AM) e Belém (PA) e agora está em Fortaleza.

O casal, que descansa um pouco e conhece a cidade, estacionou o furgão em frente ao Clube Náutico, na avenida Beira Mar. Vai pegar a estrada novamente na segunda-feira.

(Foto – Tadashi Enomoto)