Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Papa Francisco inicia visita ao México

PapaFrancisco

“O Papa Francisco inicia hoje (12) viagem ao México, que vai até quinta-feira, antecedida de uma escala em Havana para um encontro histórico com o patriarca ortodoxo russo Kiril. A programação da viagem, como tem sido habitual, prevê encontros com famílias, jovens, religiosos e autoridades. Ele também se vai dirigir aos marginalizados de Ecatepec, uma área metropolitana da Cidade do México densamente povoada, ao povo indígena de Chiapas e aos imigrantes de Ciudad Juárez, na fronteira com os estados norte-americanos do Novo México e do Texas, onde deve visitar uma prisão.

Antes, o papa fará uma escala na capital de Cuba, em um novo gesto de distensão dos conflitos seculares entre católicos e ortodoxos, para um encontro ecumênico com o patriarca Kiril, líder espiritual da influente igreja ortodoxa russa, na companhia do presidente cubano Raúl Castro.

O primeiro papa latino-americano que visita o México durante quase seis dias irá a quatro estados (estado do México, Chiapas, Michoacán e Chihuahua) e seis cidades, fará cinco homilias, um angelus e sete discursos.

Fortes medidas de segurança foram tomadas para esta visita, com mobilização de 13 mil policiais federais e de meios operacionais que incluem mais de mil veículos e 13 aviões. Em diversas ocasiões, Francisco vai se deslocar em papamóvel.

Após a escala em Havana, o avião da Alitalia chega na tarde de hoje à Cidade do México, onde será recebido pelo presidente Enrique Peña Nieto, sem cerimônias nem discursos.

A recepção oficial está prevista para este sábado, em um encontro entre o papa e o chefe de Estado no Palácio Nacional. Francisco fará a primeira mensagem à nação, na presença de representantes políticos, da sociedade civil e do corpo diplomático.

Um dos pontos altos da visita será deslocamento à Ecatepec, nos arredores da capital federal, onde o pontífice deverá abordar o tema das “periferias humanas” em um dos maiores municípios do país, com 4 milhões de pessoas e elevado grau de marginalização. Está prevista uma missa para mais de 500 mil pessoas.

As minorias indígenas e a importância de sua identidade cultural e do meio ambiente em que habitam serão os temas da visita ao estado de Chiapas, que ocorre a partir de segunda-feira (15), antes dos deslocamentos ao estado de Michoacán, à Ciudad Juárez e a outras localidades do estado de Chihuahua, onde encerra a viagem.

Na cidade fronteiriça de Juárez, o papa visitará o Centro Penitenciário Cereso 3, que já foi considerado um dos mais perigosos do mundo e onde se encontram 3 mil presos, dos quais 700 poderão assistir ao discurso do papa.

A véspera do início da visita foi marcada por graves incidentes na prisão de Topo Chico em Monterrey, estado de Nuevo Léon (Norte do México), que deixaram dezenas de mortos entre detidos e guardas prisionais.”

(Agência Lusa)

Venezuela registra três mortes por Zika vírus

“Três pessoas morreram na Venezuela por complicações de saúde ligadas ao vírus Zika, informou nessa quinta-feira (11) o presidente Nicolás Maduro. Em declarações à televisão estatal, Maduro disse que há 319 casos confirmados no país. “Infelizmente tivemos três mortes por Zika em todo o país”, afirmou.

As autoridades sanitárias suspeitam que o Zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, seja a causa de numerosos casos de deformações congênitas em bebês cujas mães foram contaminadas durante a gravidez.

Saiba Mais
Vacina contra Zika pode ser desenvolvida em até um ano, diz ministro
O Brasil é atualmente o país mais atingido no mundo pela epidemia de Zika, com 1,5 milhão de doentes e três mortes confirmadas, seguindo-se a Colômbia, com 22.600 casos.

No dia 1º de fevereiro, a Organização Mundial da Saúde considerou que o recente aumento de casos de microcefalia e de desordens neurológicas em bebês na América Latina constitui emergência de saúde pública de alcance internacional e que há forte suspeita de que o aumento dos casos seja causado pelo vírus Zika.

A microcefalia é um distúrbio de desenvolvimento fetal que resulta em um perímetro do crânio abaixo do normal, com consequências no desenvolvimento do bebê.

O vírus Zika também é suspeito de causar a síndrome neurológica de Guillain-Barré, que pode causar paralisia definitiva.”

(Agência Lusa)

Lúcio Alcântara expõe coleção em Portugal

lucioalcantara

O ex-governador Lúcio Alcântara está expondo, na Biblioteca Nacional de Lisboa, a sua coleção de marcadores de livros. Por sinal, rara e tendo.

Entre as peças, que vão do papel, tecido, metal e outros artefatos, há um marcador da época da Independência dos EUA (1776).

Lúcio, pouca gente sabia, coleciona esse tipo de peça que, na Europa, tem valor histórico, pois resgata cultura e costumes.

Por aqui, ele, que é da Academia Cearense de Letras, nunca expôs. Pode ser que agora o faça.

Padres miissonários da Misericórdia partilham com o Papa

paresl,ocais

Nesta Quarta-feira de Cinzas, no Vaticano, acontece o encontro dos padres nomeados pelo Papa Francisco como “Missionários da Misericórdia” para este Jubileu Extraordinário. Dos 400 mil sacerdotes em todo o mundo foram escolhidos mil. Desse grupo, sete são do Ceará. A celebração será presidida pelo Romano Pontífice na Basílica de São Pedro às 13 horas, horário de Brasília.

Padre Rafhael Maciel, sacerdote da Arquidiocese de Fortaleza, natural da cidade de Maranguape, participou da audiência de Sua Santidade com os Missionários da Misericórdia na terça-feira. Da Arquidiocese de Fortaleza também foram nomeados Missionários da Misericórdia os padres Dênys Lima, Antonio Furtado, Livandro Monteiro e Almeida Neto que pertencem à Comunidade Católica Shalom. 
O Papa Francisco pede também que os Missionários da Misericórdia “sejam pregadores convincentes da misericórdia” e que se organizem “nas dioceses, ‘missões populares’, de modo que estes Missionários sejam anunciadores da alegria do perdão. Seja-lhes pedido que celebrem o sacramento da Reconciliação para o povo, para que o tempo de graça, concedido neste Ano Jubilar, permita a tantos filhos afastados encontrar de novo o caminho para a casa paterna”.

(Site do Shalom)

Pesquisas dão vitória a Trump e a Sanders nas primárias de New Hampshire

As votações no estado norte-americano de New Hampshire nas primárias das eleições presidenciais deste ano nos Estados Unidos terminaram às 20h locais (23h horário de Brasília) dessa terça-feira (9). As pesquisas divulgadas após o fechamento das urnas dão a vitória a Donald Trump e Bernie Sanders.

O milionário Donald Trump, que disputa a indicação para ser candidato a presidente dos Estados Unidos pelo Partido Republicano, ganhará as primárias no New Hampshire, segundo as sondagens divulgadas pelas grandes cadeias de televisão norte-americanas. As pesquisas lhe atribuem, em média, 31,2% dos votos.

No Partido Democrata, as pesquisas indicam a vitória do senador Bernie Sanders, com uma vantagem de 13,3 pontos percentuais em relação à ex-primeira-dama e ex-secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton.

As sondagens divulgadas antes da votação também indicavam que os vencedores no New Hampshire seriam Trump e Sanders. O processo eleitoral para as eleições presidenciais norte-americanas deste ano começou em 1º de fevereiro no Iowa, estado do Meio Oeste dos Estados Unidos.

No Partido Democrata, Hillary Clinton havia vencido Bernie Sanders na eleição de delegados do Iowa, mas por uma margem mínima. Ela obteve 49,86%, a muito pouca distância dos 49,57% do seu adversário político.

Em relação aos republicanos, o senador Ted Cruz, de ascendência cubana, ganhou do bilionário Donald Trump. A grande surpresa, no entanto, foi Marco Rubio, também de origem cubana, ter ficado em terceiro lugar, a apenas um ponto do magnata.

(Agência Brasil)

Sem ajuda, mais de 58 mil crianças podem morrer de fome na Somália

Mais de 58 mil crianças podem morrer de fome na Somália se não receberem ajuda de emergência devido à enorme seca no país associada às consequências da guerra civil, alertou nesta segunda-feira (8) a Organização das Nações Unidas (ONU).

“O nível de desnutrição, principalmente das crianças, é muito preocupante, aproximadamente 350 mil menores de cinco anos sofrem de desnutrição aguda”, declarou o coordenador da ajuda humanitária da ONU na Somália, Peter de Clercq, em nota.

A situação faz lembrar que há quatro anos, quando a combinação de uma seca de grande amplitude com a guerra civil provocou a morte devido à fome de mais de 250 mil pessoas.

Atualmente, cerca de 950 mil pessoas “lutam diariamente para se alimentarem” e 4,7 milhões de somalis, perto de 40% da população, necessitam de ajuda humanitária, segundo os dados recolhidos pela Unidade de Análise da Segurança Alimentar e da Nutrição da ONU e a Rede de Alerta Precoce da Fome.

(Agência Brasil)

Navio patrulha norte-coreano entra em águas da Coreia do Sul

Um navio patrulha da Coreia do Norte entrou nesta segunda-feira (8) em águas da Coreia do Sul, gerando novo episódio de tensão um dia depois de Pyongyan – gmaior cidade da República Popular Democrática da Coreia –  ter lançado um satélite de longo alcance.

Um navio patrulheiro norte-coreano cruzou a delimitação marítima ocidental entre as duas coreias às 06h55 locais, segundo um porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

O navio permaneceu 20 minutos em águas sul-coreanos e regressou ao lado da Coreia do Norte depois de um navio militar da Coreia do Sul ter feito disparos de advertência.

A Marinha sul-coreana “está em alerta elevada e intensificou a vigilância das atividades da Coreia do Norte”, informou o ministério.

(Agência Brasil)

Detidos sete suspeitos do Estado Islâmico que preparavam atentados na Rússia

Sete presumíveis membros do grupo radical Estado Islâmico (EI), suspeitos de prepararem atentados em Moscou e São Petersburgo, foram detidos nesse domingo (7) em Iekaterinburg (Urais), anunciaram nesta segunda-feira (8) os serviços de informação russos (FSB).

Segundo comunicado do FSB, os suspeitos são da Rússia e da Ásia Central. Nas casas dos detidos foram descobertos “um laboratório de explosivos, detonadores, armas de fogo, granadas e literatura extremista”.

O FSB informou ainda que os líderes chegaram ao território russo vindos da Turquia e previam partir para a Síria após a realização dos atentados.

Cerca de 2,9 mil russos, na maioria originários das repúblicas do Cáucaso, combatem nas fileiras do EI na Síria e no Iraque, segundo os serviços secretos russos.

(Agência Brasil)

Dois naufrágios no Mar Egeu deixam pelo menos 35 mortos nesta segunda-feira

Pelo menos 35 imigrantes morreram nesta segunda-feira (8) em dois naufrágios no Mar Egeu, ao largo da costa ocidental da Turquia, quando as embarcações em que seguiam tentavam alcançar as ilhas gregas da região, porta de entrada na Europa.

O primeiro naufrágio de uma embarcação que tentava alcançar a ilha grega de Lesbos deixou pelo menos 11 vítimas.

O segundo incidente, que provocou 24 mortos, foi registado perto de Edremit, a norte de Dikili e na província de Balikesir.

Três passageiros da primeira embarcação foram socorridos pela guarda-costeira, enquanto quatro foram salvos no segundo naufrágio.

As novas tragédias ocorrem no mesmo dia em que  chanceler alemã, Angela Merkel, chega à Turquia, com o objetivo de pressionar os turcos a reduzir o fluxo de imigrantes em direção à Europa.

A Turquia, que acolhe oficialmente cerca de 2,7 milhões de sírios e 300 mil iraquianos em fuga dos seus países em guerra, tornou-se num dos principais pontos de partida dos imigrantes que pretendem alcançar a Europa.

No início de fevereiro, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) informou que, apenas em janeiro de 2016, 62.193 migrantes atravessaram o Mar Egeu para entrar na Grécia. No mesmo período, foi registada a morte de 60 crianças que tentavam atravessar o Mediterrâneo.

Em 2015, 270 jovens morreram afogados enquanto tentavam fazer travessia por mar. No total, a OIM contabiliza 368 mortos no Mediterrâneo.

(Agência Brasil)

Itamaraty condena lançamento de foguete de longo alcance pela Coreia do Norte

O Itamaraty apoiou nesse domingo (7) a condenação emitida pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas ao anúncio de lançamento de satélite de longo alcance pela Coreia do Norte. A ação, repudiada pela comunidade internacional, é vista como um teste secreto de mísseis.

A declaração unânime do Conselho de Segurança, que em breve anunciará novas sanções ao país, foi feita após reunião de emergência convocada a pedido dos Estados Unidos e do Japão. A China, principal aliado de Pyongyang, e outros 14 países que compõem o colegiado apoiaram a manifestação do órgão executivo da ONU.

Em nota o Ministério das Relações Exteriores destaca que o Brasil “deplora” a decisão do governo norte-coreano de lançar um satélite com emprego de tecnologia de mísseis balísticos, em violação às resoluções do Conselho de Segurança.

“O governo brasileiro conclama a República Popular Democrática da Coreia a abster-se de atos que prejudiquem a via do diálogo e da negociação diplomática. Também insta Pyongyang a retomar as Conversações Hexapartites, reintegrar-se o mais cedo possível ao Tratado de Não Proliferação Nuclear como Estado não nuclearmente armado e a assinar e ratificar o Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares”, destacou a nota.

(Agência Brasil)

ONU pede à Coreia do Norte para parar com ações provocatórias

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, pediu neste domingo (7) à Coreia do Norte para “parar com as ações provocatórias”, após o lançamento de um foguete de longo alcance. “É profundamente lamentável que a República Popular Democrática da Coreia tenha realizado um lançamento usando tecnologia de mísseis balísticos, violando resoluções do Conselho de Segurança [da ONU]”, disse Ban Ki-moon, em comunicado.

O secretário-geral das Nações Unidas apela à Coreia do Norte para “parar com as ações provocatórias” e respeitar as suas “obrigações internacionais”. No comunicado, Ban Ki-moon “refirma o seu compromisso em trabalhar com todos os lados para reduzir as tensões” e conseguir a “desnuclearização da península coreana”.

A Coreia do Norte assegura que o lançamento do foguete foi bem sucedido e que colocou em órbita um satélite espacial de observação terrestre. Fontes dos governos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos confirmaram o êxito da operação norte-coreana, que é considerada pela comunidade internacional como um teste encoberto de mísseis balísticos.

(Agência Brasil)

Presidente do Haiti deve deixar o governo neste domingo

Está prevista para este domingo (7) a saída do atual presidente do Haiti, Michel Martelly. O que deveria ser uma transição política comum, com a entrada de um presidente eleito, se tornou um imbróglio de desfecho desconhecido. Após uma série de protestos da população, o segundo turno das eleições presidenciais foi adiado mais de uma vez. Os haitianos suspeitam de fraude no processo eleitoral para beneficiar o candidato do governo, Jovenel Moise.

Martelly, no entanto, promete deixar o cargo mesmo sem um novo nome eleito para ocupá-lo. Um presidente provisório deverá assumir seu lugar, até que o processo eleitoral continue. Mas uma pesquisa divulgada em fevereiro pelo Instituto Igarapé, com sede no Rio de Janeiro, alimentou as suspeitas levantadas pela oposição e pela população. O estudo revelou que houve uma baixa presença de eleitores nas urnas no primeiro turno presidencial, destoando dos números oficiais.

Do total de entrevistados, 1.460 haitianos afirmaram ter registro para votar, sendo que 103 deles não tinham certeza se o registro eleitoral ainda estava válido, seja por terem se mudado, por nunca terem votado desde que tiraram o documento. A popularidade do candidato de oposição, Jude Celestín, retratada na pesquisa mostrou discrepância com o resultado oficial do primeiro turno das eleições.

Na pesquisa, 91% dos entrevistados declararam preferência a Celestín. No primeiro turno das eleições presidenciais, o candidato de Martelly, Jovenel Moise, obteve 32,76% dos votos, contra 25,29% registrados por Célestin.

Os números servem de combustível para a suspeita da população em relação às fraudes na eleição. Diante do resultado do primeiro turno, Celestín se recusou a participar do segundo turno. Grupos de manifestantes protestaram, bloqueando ruas, queimando pneus e veículos. A onda de violência atingiu o país e continuou após o adiamento do segundo turno.

(Agência Brasil)

Papa Francisco terá encontro com Patriarca Ortodoxo da Rússia

“O Papa Francisco e o patriarca ortodoxo russo Kirill vão se encontrar no dia 12 de fevereiro no Aeroporto de Havana, em Cuba, no primeiro encontro dos líderes das duas Igrejas. O anúncio foi feito hoje (5). Será “o primeiro encontro da história” entre os dois principais dirigentes dos cristãos do Ocidente e do Oriente separados desde o cisma de 1054 que separou a Igreja Católica em duas, informou o Vaticano.

“A Santa Sé e o Patriarcado de Moscou têm a alegria de anunciar que, com a graça de Deus, Sua Santidade o Papa Francisco e Sua Santidade o Patriarca Kirill de Moscou e de toda a Rússia se encontrarão em 12 de fevereiro”, segundo um comunicado conjunto.

O encontro ocorrerá à margem de uma visita à América Latina do patriarca Kirill, cuja igreja conta com 130 milhões de fiéis, e da viagem ao México do papa Francisco, que guia 1,2 bilhão de católicos.

O encontro terá início com uma reunião de duas horas e será concluído com a assinatura de uma declaração comum, diz o comunicado conjunto.”

(Agência Lusa)

China autoriza exportações de 17 frigoríficos brasileiros

“O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou hoje (4) que a China autorizou 17 frigoríficos brasileiros a exportar para o país asiático. Desse total, cinco são de carne bovina, oito de aves e quatro de suínas. As empresas estão distribuídas em cinco estados.

Em São Paulo estão três frigoríficos de bovinos e um de aves; em Minas Gerais, dois de bovinos e dois de aves, no Rio Grande do Sul dois de aves e dois de suínos, no Paraná, três de aves e em Santa Catarina dois de suínos.

Segundo o ministério, com as novas habilitações, haverá um aumento de US$ 340 milhões nos embarques de carnes para o mercado chinês. O órgão informou ainda que o início efetivo das vendas depende agora de negociação entre os frigoríficos e os importadores chineses.

As exportações de carne bovina do Brasil para a China foram retomadas no ano passado, com a suspensão, em maio, de um embargo do país asiático ao Brasil que durava desde 2012.

Em novembro de 2015, em missão à China, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e o ministro da Administração-Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (Aqsiq) daquele país, Zhi Shueing, concordaram em estabelecer um cronograma de trabalho para análise de estabelecimentos brasileiros que aguardavam autorização para exportar.

Com a habilitação dessas 17 plantas, o Brasil passa a ter 65 frigoríficos autorizados a exportar carne para a China. Desses, 38 são de aves, 16 de bovinos e 11 de suínos. Em 2015, o Brasil exportou à China um total de US$ 1,1 bilhão em carnes, dos quais US$ 477 milhões em carne bovina, US$ 608 milhões em carne de frango e US$ 10 milhões em carne suína.”

(Agência Lusa)

Senador republicano Rand Paul abandona corrida presidencial norte-americana

O senador Rand Paul, aspirante à candidatura republicana à Casa Branca, anunciou nesta quarta-feira (3) que abandona a corrida presidencial, após os resultados dececionantes que registou na primeira votação feita na segunda-feira (2) no estado norte-americano do Iowa.

“Tem sido uma honra incrível realizar uma campanha para a Casa Branca ancorada em princípios. Hoje, vou terminar no mesmo ponto por onde comecei, pronto e com vontade de defender a causa da liberdade”, disse o senador republicano em comunicado.

Com o abandono de Rand Paul, a corrida para a nomeação presidencial republicana tem agora dez candidatos.

(Agência Brasil)

OMS pede a países europeus que abram luta contra o Zika

“O Departamento para a Europa da Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu hoje (3) aos países europeus que tomem medidas para impedir a propagação do vírus Zika, considerando que o risco aumenta com o início da primavera e durante o verão. “Todos os países europeus em que o mosquito Aedes aegypti (o transmissor) está presente podem ter risco de propagação da doença do vírus Zika”, disse a diretora regional da OMS, Zsuzsanna Jakab.

Lembrando que com o início da primavera e durante o verão aumenta o risco de o vírus Zika se espalhar, Jakab considera que “agora é o momento de os países se prepararem para reduzir o risco para suas populações”.

Segundo a OMS, não existe vacina ou tratamento para a doença, por isso a estratégia é proteger a região europeia do mosquito, por meio do controle e da eliminação dos locais de reprodução, da aplicação de inseticidas e da morte das larvas em caso de surtos.

É recomendado que as pessoas em risco, sobretudo as mulheres grávidas, sejam informadas sobre a prevenção, que seja reforçada a vigilância e garantida a detecção laboratorial do vírus e que se intensifique a investigação para compreender a doença e desenvolver testes e vacinas.

A Organização Mundial da Saúde lembra ainda que o aumento de casos de microcefalia e de desordens neurológicas na América Latina constitui emergência de saúde pública de alcance internacional, acrescentando que há forte suspeita de que o aumento dos casos seja causado pelo vírus Zika. A microcefalia é um distúrbio que resulta em num perímetro do crânio infantil mais baixo do que o normal, com consequências no desenvolvimento do bebé.”

(Agência Lusa)

Unicef lança campanha para financiar programas de proteção às mulheres contra o Zika

“O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançou um apelo para arrecadar cerca de US$ 9 milhões para financiar programas na tentativa de limitar a propagação do vírus Zika e atenuar o impacto das infecções sobre recém-nascidos e suas famílias.

“Com o vírus Zika declarado uma emergência de saúde pública que afeta mais de 20 países da América Latina e do Caribe, o Unicef está trabalhando com os governos na mobilização das comunidades para que se protejam da infecção”, informou o órgão.

Em comunicado, o Unicef destacou que, embora não haja evidência conclusiva da relação de causalidade entre a microcefalia e o Zika, há preocupação suficiente para justificar uma ação imediata.

“Precisamos agir rápido para oferecer às mães e gestantes a informação de que necessitam para proteger seus bebês e a si mesmas e precisamos engajar as comunidades no combate ao mosquito que carrega e transmite o vírus”, disse a assessora sênior para Emergências de Saúde, Heather Papowitz.

O órgão das Nações Unidas informou que está trabalhando em parceria com o governo brasileiro para mobilizar comunidades, por meio de mensagens, sobre como evitar picadas de mosquito e eliminar os criadouros.”

(Agência Lusa)

Dilma avisa: quer transformar a Bolívia no “coração energético da América do Sul”

997503-02022016-dsc_5053

“Após se encontrar com o presidente da Bolívia, Evo Morales, a presidenta Dilma Rousseff disse que o Brasil concorda com a meta de transformar o país vizinho em “coração energético da América do Sul”. Segundo a presidenta, o governo tem acompanhado com “muito interesse os esforços” que a Bolívia vem fazendo para ampliar sua “bem-sucedida exploração de gás natural”.

Dilma e o presidente boliviano almoçam neste momento no Itamaraty. Ao oferecer um brinde a Evo Morales, a presidenta destacou que ele tem sido um “símbolo” na América Latina da “capacidade dos povos de se representarem de forma independente”. O Brasil deseja que a Bolívia desenvolva seu potencial de produção e exportação de energia elétrica, afirmou Dilma.

Depois de se reunirem no Palácio do Planalto, Dilma e Morales dirigiram-se ao Palácio do Itamaraty, onde ocorreria o almoço. Enquanto aguardavam a chegada de Evo, o vice-presidente Michel Temer acompanhou e conversou com Dilma, junto com o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira.

Quando o presidente da Bolívia desceu do carro, em frente à Esplanada dos Ministérios, e se encaminhou para o tapete vermelho do Itamaraty, um pequeno grupo fez um protesto contra ele. Em um tom de voz que dava para ser ouvido de dentro do prédio, um dos quatro manifestantes gritava palavras de ordem como “Sai do Brasil, traficante”.

Ao retribuir o brinde à presidenta, Morales não mencionou o ocorrido. Ele agradeceu o apoio de Dilma, e disse que conta com o apoio brasileiro na redução da pobreza por meio de políticas sociais e de transferência de tecnologia. “Nesses momentos, nunca me senti abandonado nem por [ex-presidente Luiz Inácio] Lula [da Silva], nem por Dilma, nem pelo povo brasileiro”, afirmou.”

(Agência Brasil)

 

Mais de 10 mil crianças migrantes desapareceram na Europa em dezembro

Mais de 10 mil crianças migrantes não acompanhadas desapareceram na Europa entre 18 e 24 de dezembro passado, estima a Europol, agência de polícia europeia, que teme que muitas delas sejam exploradas, inclusive sexualmente, pelo crime organizado.

De acordo com Brian Donald, diretor da Europol citado pelo The Observer, os números divulgados referem-se a crianças de quem se perdeu a movimentação após o registro pelas autoridades europeias. Cerca de metade delas desapareceu na Itália.

Das 10 mil desaparecidas, nem todas “serão exploradas para fins criminais”, afirmou. Algumas dessas crianças migrantes teriam se reunido com integrantes de sua família, “só que não sabemos onde estão, o que fazem ou com quem”, acrescentou.

Cerca de 1 milhão de migrantes – 27% crianças – chegaram à Europa no ano passado, na pior crise migratória na região desde a 2ª Guerra Mundial, estima a Europol. “Nem todas elas estão sozinhas, mas acreditamos que uma parte” entre na Europa sem companhia, explicou.

De acordo com Brian Donald, há uma “infraestrutura criminal” pan-europeia sofisticada, que tem como alvo os migrantes com fins diversos.

(Agência Brasil)

Ceará deveria olhar modelo de segurança pública de São Paulo

141 1

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (31):

Não é de bom tom o Governo do Ceará se mobilizar para questionar os dados da ONG mexicana cujo relatório coloca Fortaleza entre as mais violentas do mundo. É simplesmente uma perda de tempo.

Sob qualquer aspecto e seja qual for a metodologia adotada para montar o índice de homicídios, Fortaleza (pelo menos até 2015) estará sempre entre as cidades mais violentas do mundo. Não é de hoje. Desde 2012 que é assim. Aqui se mata a rodo e sob qualquer pretexto. O noticiário nem consegue mais dar conta dos casos.

O melhor que o Governo faz é seguir adiante e aprofundar a sua política que vem obtendo resultado. É aconselhável também olhar para o modelo de São Paulo, o único com resultados exemplares no Brasil.