Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Dois homens são detidos na Indonésia por plano de atentado no Ano-Novo

Dois homens, incluindo um indivíduo da minoria muçulmana uigur, foram detidos na Indonésia por estarem envolvidos em um plano para concluir um atentado em Jacarta no Ano- Novo, informou nesta sexta-feira (25) a polícia do país.

A polícia deteve um indonésio, chamado Arif Hodayatullah, perto da capital por conduzir um carro sem placa, e descobriu diversos livros com instruções para fazer bombas no interior do veículo.

Uma unidade antiterrorismo fez uma operação em Java, onde deteve um uigur, identificado como Alli, e apreendeu um colete para explosivos e materiais para produzir uma bomba.

“Descobrimos o plano [onde o ataque iria ser executado], mas só descobrimos um, precisamos continuar investigando”, disse o porta-voz da polícia, Anton Charliyan na noite dessa quinta-feira (24).

Na segunda-feira (21), a polícia em Java deteve cinco suspeitos de uma célula ligada ao grupo radical Estado Islâmico, e quatro de outra ligada à rede do Jemaah Islamiyah, à qual é atribuída a responsabilidade pela maioria dos ataques na Indonésia.

O país destacou mais de 150 mil militares e policiais para o período do Natal e Ano-Novo, além de reforçar a segurança nos aeroportos.

(Agência Brasil)

Papa Francisco apregoa na Missa do Galo simplicidade contra abundância do luxo

129 1

papa-missa-galo-alessandro-di-meo

“O Papa Francisco defendeu hoje (24), durante a Missa do Galo, que celebrou no Vaticano, a importância de um comportamento sóbrio e simples das pessoas que estão “vivendo em uma sociedade voltada para o consumo, prazeres, abundância e luxo.”

“Em uma sociedade frequentemente ébria de consumo e de prazeres, de abundância e de luxo, de aparência e de narcisismo, Deus chama-nos a ter um comportamento sóbrio, ou seja, simples, equilibrado, linear, capaz de entender e viver o que é importante”, disse o papa Francisco, na homilia feita hoje para milhares de fiéis de todo o mundo.

Durante a missa que marca o início dos ritos de Natal, Francisco também conclamou a todos a valorizarem a misericórdia, tema do Jubileu Extraordinário, que começou em 8 de dezembro e vai até 20 de novembro do próximo ano.

Na homilia, Francisco destacou que “em um mundo amiúde severo com o pecador e indulgente com o pecado, é necessário cultivar um forte sentido da justiça, da procura”, e também “pôr em prática a vontade de Deus”.

“Perante uma cultura da indiferença, que, com frequência, acaba por ser desapiedada, o nosso estilo de vida deve estar cheio de piedade, de empatia, de compaixão, de misericórdia, que retiramos a cada dia do poço da oração”, defendeu.

Segundo o papa, Jesus Cristo ensina aos fiéis católicos “o que é verdadeiramente importante” na vida, ou seja, “mostrar um comportamento simples e manifestar bondade e misericórdia com o próximo”.

(Agência Lusa)

Parceria do Curso de Música da UFC de Sobral com universidade do Canadá tem aval da Capes

marco-lattes

“Um projeto conjunto de pesquisa do Curso de Música do Campus da UFC em Sobral (Zona Norte) e da Universidade de Laval, no Canadá, foi contemplado na primeira chamada do Programa Geral de Cooperação Internacional (PGCI), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Intitulada “Estudos sobre as práticas musicais em espaços não institucionalizados no Canadá e no Brasil: formação humana e desenvolvimento através da educação musical em comunidades de situação de vulnerabilidade social”, a proposta foi aceita no âmbito do DFATD (parcerias com o Canadá) e tem como coordenadores os professores Marco Toledo, pela UFC, e Francis Dubé, da Faculdade de Música daquela universidade canadense.

O projeto foi o único da área de Artes entre os 24 aprovados na primeira chamada. E, entre os cinco contemplados da modalidade específica (DFATD), foi o único da área de Ciências Humanas gerado em uma universidade do Norte/Nordeste.

O professor Marco Toledo ressalta que a proposta aprovada é oriunda do eixo temático “Ensino de Música”, do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira da UFC, e resulta do trabalho de pesquisadores do Grupo de Pesquisa em Educação, Artes e Música (Pesquisamus), do Curso de Música do Campus de Sobral, que tem como colaboradores os professores Vicente Pinto, do Curso de Medicina de Sobral, e Cristina Tourinho, do Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal da Bahia (UFBA), além de pesquisadores das universidades canadenses do Québec em Montreal, de McGill e de Simon Fraser; do College of Music (Londres) e da Universidade de Toulouse (França).

“Com a aprovação desse projeto, teremos financiamento para missões de trabalho e de estudo entre Brasil e Canadá, durante dois anos, podendo ser estendido para quatro anos. Estão previstas, ainda, publicações em português, francês e inglês da produção intelectual dessas equipes”, explicou Marco Toledo.”

(Site da UFC)

Naufrágio causa a morte de 10 migrantes no mar do Egeu

“O naufrágio de um barco hoje (23), próximo da ilha grega de Farmakonissi, no Mar Egeu, causou a morte de dez pessoas, incluindo cinco crianças, informou a agência noticiosa grega ANA. Treze pessoas foram salvas e há duas desaparecidas.

Nessa terça-feira, 11 migrantes, incluindo três crianças, também morreram afogados na costa da Turquia, no naufrágio de um barco.

Cerca de 700 pessoas, a maioria crianças, morreram este ano na tentativa de atravessar o Mar Egeu para chegar à Grécia, segundo dados da Organização Internacional das Migrações. Mais 3 mil morreram na travessia do Mediterrâneo em direção à Itália.”

(Agência Lusa)

Dólar cai e volta a fechar abaixo de R$ 4,00

dolar

“Um dia depois de atingir o maior valor em quase três meses, a moeda norte-americana caiu e voltou a fechar abaixo de R$ 4. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (22) vendido a R$ 3,989, com queda de R$ 0,034 (-0,85%). Ontem (21), a cotação tinha fechado em R$ 4,023, no valor mais alto desde 29 de setembro (R$ 4,059).

A moeda norte-americana operou em queda durante todo o dia. No entanto, a cotação ficou próxima da estabilidade no início da tarde, atingindo R$ 4,012 por volta das 14h. Somente depois das 16h, o câmbio consolidou a queda e voltou a ficar abaixo de R$ 4. A divisa acumula alta de 2,62% em dezembro e de 50,01% em 2015.

O dólar ampliou a queda depois da teleconferência do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, com jornalistas estrangeiros. Na conversa, o ministro disse que o governo pode avançar na proposta de reforma trabalhista no próximo ano e comprometeu-se a executar a meta de superávit primário – economia de recursos para pagar os juros da dívida pública – de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB), sem possibilidade de abatimentos.

O dia também teve ganhos na Bolsa de Valores. Depois de registrar fortes perdas nas últimas duas sessões, o Ibovespa, índice da Bolsa de Valores de São Paulo, apresentou pequena recuperação e fechou esta terça-feira com alta de 0,62%, em 43.469 pontos. Mesmo com a recuperação, o índice continua no menor nível desde abril de 2009, no auge da crise financeira provocada pelo estouro da bolha imobiliária nos Estados Unidos.”

(Agência Brasil)

Prefeitura de Fortaleza ganha prêmio do BID

Do professor Haroldo Rodrigues Júnior (Unifor),  recebemos a seguinte nota:

Caro Eliomar de Lima,

A parceria da cidade de Fortaleza com o Instituto Internacional de Inovação de Fortaleza – I3FOR (Instituto Internacional da Unifor), fruto da cooperação com a Universidade do Arizona, começa a render frutos maravilhosos.

Acabamos de receber a notícia- no último dia 18, de que Fortaleza ganhou o Prêmio Gobernarte: The Art of Good Government, iniciativa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no eixo “Cidades e Big Data”.

O objetivo do concurso GobernArte foi identificar, premiar, documentar e disseminar experiências inovadoras da administração pública dos governos subnacionais, como estados, províncias, departamentos, municípios ou outras denominações equivalentes na América Latina e Caribe (LAC). Fortaleza se destacou no campo da mobilidade urbana.

Partido Popular vence eleições legislativas na Espanha

O Partido Popular (PP) ganhou as eleições espanholas desse domingo (20) com 123 deputados e 28,7% dos votos, seguido do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), com 90 deputados e 22%, depois de escrutinados 99,5% dos boletins.

O Podemos tem 69 lugares, com cerca de 20,6%, seguindo-se o Ciudadanos, com 40 deputados e 13,9%. Seguem-se a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC), com nove eleitos e 2,3% dos votos nacionais, a Democràcia y Llibertat (oito deputados e 2,2%), o Partido Nacionalista Basco (seis deputados e 1,2%).

Sem conseguir formar um grupo parlamentar no Congresso ficaram a Esquerda Unida (dois deputados e 3,6%), o partido basco EH (2 lugares e 0,8%) e a Coligação Canária (um deputado e 0,3%).

(Agência Brasil)

OMC veta subsídios a exportações de bens agrícolas por países desenvolvidos

A 10ª Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), encerrada neste fim de semana, em Nairobi, no Quênia, gerou resultados comemorados pelo governo brasileiro em decorrência da facilidade que vai gerar para as exportações. Durante o encontro, foram proibidos imediatamente os subsídios à exportação de produtos agrícolas por países desenvolvidos.

Principal deliberação da conferência, a medida vai melhorar a competitividade dos países exportadores e diminuir as distorções do comércio internacional.

Em três anos, também haverá a proibição desse tipo de favorecimento para os países em desenvolvimento. A partir de agora, o financiamento de exportações com apoio oficial ficará limitado ao prazo de um ano e meio, com o objetivo de evitar distorcê-las por meio de crédito subsidiado.

Outra decisão da conferência é a elaboração de regras que não permitam a empresas estatais exportadoras concederem subsídios disfarçados, e que evitem que a ajuda alimentar distorça a concorrência e afete os mercados locais destinatários dessa ajuda.

De acordo com o ministério das Relações Exteriores, o governo brasileiro demonstrou “satisfação” com a aprovação das medidas. Os itens são demanda antiga dos países em desenvolvimento e vão gerar simetria de tratamento entre bens industriais e agrícolas.

(Agência Brasil)

Alto integrante do Hezbollah é morto em ataque aéreo de Israel na Síria

Um alto integrante do grupo xiita Hezbollah, Samir Kantar, foi morto durante um ataque aéreo israelense perto de Damasco, capital da Síria, anunciou neste domingo (20) a organização em comunicado.

“O decano dos prisioneiros libaneses foi morto na noite de sábado quando aviões do inimigo judeu bombardearam um edifício residencial em Jaramana”, informou o Hezbollah.

Samir Kantar tinha sido condenado à pena perpétua e passou quase três décadas na prisão em Israel, antes de ser libertado em 2008 no âmbito de uma troca de prisioneiros entre Israel e o Hezbollah libanês, organização qualificada de terrorista pelos Estados Unidos e aliada do Irã.

(Agência Brasil)

Espanhóis vão às urnas em eleições gerais neste domingo

Pela primeira vez na história da democracia espanhola, a disputa pelo Parlamento não estará concentrada nos dois partidos de mais tradição: o Popular (PP), do atual primeiro-ministro, Mariano Rajoy, e o Partido Socialista (PSOE), que esteve à frente do governo anterior e, agora, tem o economista Pedro Sanchez como candidato. A eleição ocorre neste domingo (20).

A última pesquisa oficial, feita pelo Centro de Pesquisa Sociológica, apontou o PP à frente, com 28,6% dos votos, seguido dos Socialistas, com 20,8%. Mas outros dois partidos aparecem logo atrás: 19% das intenções de voto ficaram com a legenda liberal, de centro-direita, Ciudadanos, liderada pelo advogado Albert Rivera, e 15,7% apontam para o jovem Podemos, com tendência à esquerda e postura anti-austeridade. O partido, criado há menos de dois anos, tem à frente o professor universitário Pablo Iglesias.

A pesquisa indica ainda que um em cada três eleitores não sabe em quem votar.

(Agência Brasil)

Brasil terá queda de 3,5% no PIB neste ano, diz Cepal

“A Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) divulgou hoje (17) um balanço que estima queda de 3,5% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro neste ano e de 2% em 2016. PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. O Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe foi anunciado em Santiago do Chile, pela secretária executiva da Cepal, Alicia Bárcena.

As projeções demonstram que a economia dos países da América Latina e do Caribe terão recuo de cerca de 0,4% em 2015, puxado pelas retrações do Brasil e da Venezuela.De acordo com a Cepal, a Venezuela terá queda de 7,1% do PIB este ano e a de 7% em 2016. A região, como um todo, deverá crescer somente 0,2% no próximo ano.

Segundo o estudo, a América Latina e o Caribe deverão enfrentar desafios em função do lento crescimento da economia mundial, que deve chegar a 2,9% no ano que vem. Em 2015, a taxa foi de 2,4%, levemente inferior à de 2014, que foi de 2,6%.

“É necessário retomar o crescimento e reverter o ciclo contracionista do investimento em um contexto de lenta recuperação mundial e queda no comércio”, afirmou Alicia Bárcena.

Além disso, as incertezas sobre o crescimento da China devem influenciar a região também. O país asiático, um dos principais sócios comerciais da América Latina, tem apresentado uma significativa desaceleração – estima-se que chegue a uma taxa próxima de 6,4%.

“A desaceleração da China atua nos preços dos nossos produtos exportados, e o grande exemplo é o ferro. Mas temos que ver o que é positivo e o que é negativo. Podem “sobrar” recursos para eles investirem em lugares com maior propensão a crescimento, dado que eles estão diminuindo o ritmo de crescimento. Isso pode estimular um fluxo de investimentos estrangeiros chinês um pouco mais interessante para a região”, afirmou hoje, em Brasília, Carlos Mussi, diretor do Escritório da Cepal no Brasil.

Outro fator relevante para as economias da região é o preço das matérias-primas, que ficou em baixa neste ano e para as quais não se esperam mudanças significativas em 2016. Entre janeiro de 2011 e outubro de 2015, a queda dos preços dos metais e da energia (petróleo, gás e carvão) foi próxima de 50%, enquanto os preços dos alimentos diminuíram 30% no mesmo período.

Durante o ano de 2015, o preço dos produtos energéticos é o que mostra a maior queda, 24% até outubro, enquanto o preço dos metais diminuiu 21% e o dos produtos agrícolas, 10%.

O estudo demonstrou também aumento da taxa de desemprego, que chega a 6,6% e corresponde a 14,7 milhões de pessoas. O emprego assalariado cresceu 0,4%, percentagem muito inferior à de 0,8% registrada em 2014.”

(Agência Brasil)

Seca – Como a Austrália superou 12 anos de escassez de água

A Austrália, país sujeito a secas recorrentes, conhece bem o problema da escassez de água. Seu pior período foi registrado entre 1997 e 2009, batizado como “Seca do milênio”. A estiagem sem precedentes baixou o nível de alguns reservatórios australianos a apenas 17% de água, um cenário muito parecido, por exemplo, com o de São Paulo. A seca do milênio foi o agente que obrigou o governo australiano a elaborar novas políticas de gestão hídrica, a realizar obras de infraestrutura e também a criar e divulgar campanhas de conscientização por parte da população.

Quantificação da água

Quantificar a água foi uma das medidas adotadas durante a estiagem. O governo australiano criou um conjunto de dados nacionalmente coerentes e comparáveis que forneceram uma visão detalhada sobre a gestão dos recursos hídricos do país em escala nacional e regional. A seca do milênio influenciou o desenvolvimento de novas tecnologias de inovação e investigação. Um exemplo disso é o aplicativo Waterstorage, hoje disponível para todos os australianos, que apresenta os níveis de água por cidades.

Reutilização da água

Além de construir usinas de dessalinização – processo que transforma a água do mar em potável – e investir em obras que acabaram com vazamentos de água, o governo da Austrália criou sistemas de reutilização da água. Funciona da seguinte forma: a água já utilizada em uma residência é direcionada para reservatórios próprios. Depois de tratada, a água retorna para a casa, onde será utilizada por meio de torneiras especiais. Os moradores podem reutilizar a água em casos onde a água potável não é necessária (descargas dos sanitários, lavagem de carros, regagem de jardins, entre outros).

Economia de água dentro de casa

A população australiana também tem sido agente fundamental para economia de água. Durante a seca do milênio, algumas medidas incentivadas pelo governo foram adotadas amplamente pela população:

• Banhos de apenas quatro minutos. As pessoas utilizavam ampulheta para medir o tempo. Atualmente está em desuso porque a população já foi suficientemente treinada para banhos cursos;
• Lavar pratos e outros utensílios em bacias, evitando que torneiras fiquem abertas por muito tempo;
• Compra e utilização de produtos da linha branca, que gastam menos energia elétrica e fazem melhor uso da água. Há um sistema de classificação para este. Também passaram a utilizar o sistema universal Dual Flush, que permite o controle do volume de água a ser utilizado em cada descarga, evitando desperdícios;
• Recolhimento da água da chuva.

Banco Central americano eleva taxa de juros em 0,25%

“O Federal Reserve (Fed), Banco Central americano, decidiu hoje (16) elevar as taxas de juros de referência em 0,25%. É o primeiro aumento dos juros dos Estados Unidos em quase dez anos.

Após uma reunião de dois dias, o Fed indicou que as taxas de juros, que estavam próximas de zero, vão subir “gradualmente” a partir de agora.”

(Agência Lusa)

Agência Fitch rebaixa nota e Brasil perde grau de investimentos

“A agência de classificação de risco Fitch Ratings retirou o grau de investimento do Brasil, com rebaixamento da nota soberana do país. O grau de investimento é conferido a países considerados bons pagadores e seguros para investir. A nota do Brasil passou de BBB- para BB+.

Além de rebaixar a nota, a Fitch colocou o Brasil em perspectiva negativa. Segundo a agência, o rebaixamento é reflexo da recessão econômica mais profunda do que se esperava, do cenário fiscal adverso e do crescimento da incerteza política, que pode afetar a capacidade do governo de implementar ajustes para estabilizar a crescente dívida pública.

Para a Fitch, o aumento das taxas de desemprego, o crédito mais restrito, a confiança em queda e a alta inflação estão reduzindo o consumo. A agência também destaca que o ambiente externo continua difícil para o Brasil, com a queda dos preços de commodities (produtos primários com cotação internacional), a desaceleração da economia da China e o aperto das condições financeiras internacionais.

Essa é a segunda agência de classificação de risco a retirar o grau de investimento do Brasil. Em setembro, a Standard&Poor’s reduziu a nota de crédito do Brasil de BBB- para BB+, com perspectiva negativa. Quando duas agências retiram o grau de investimento, fundos estrangeiros têm que retirar recursos aplicados no país.

A classificação de risco por agências estrangeiras representa uma medida de confiança dos investidores internacionais na economia de determinado país. As notas servem como referência para os juros dos títulos públicos, que representam o custo para o governo pegar dinheiro emprestado dos investidores. As agências também atribuem notas aos títulos que empresas emitem no mercado financeiro, avaliando a capacidade de as companhias honrarem os compromissos.

O grau de investimento funciona como um atestado de que os países não correm risco de dar calote na dívida pública. Abaixo dessa categoria, está o grau especulativo, cuja probabilidade de deixar de pagar a dívida pública sobe à medida que a nota diminui. Quando um país dá calote, os títulos passam a ser considerados como de lixo. O mesmo vale para as empresas.

classificacao_de_risco_tesouro_nacional_1

As agências mais conceituadas pelo mercado são a Fitch, a Moody’s e a Standard & Poor’s (S&P), que periodicamente mandam técnicos aos países avaliados para analisarem as condições da economia. Uma avaliação positiva faz um país e suas empresas levantarem recursos no mercado internacional com custos menores e melhores condições de pagamento. Da mesma forma, uma boa classificação atrai investimentos estrangeiros ao país.”

(Agência Brasil)

Secretário de Defesa dos EUA faz visita-surpresa ao Iraque

“O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Ashton Carter, chegou hoje (16) a Bagdá para uma visita não anunciada, incluída em uma viagem ao Oriente Médio para conseguir maior apoio à campanha militar contra o grupo radical Estado Islâmico.

Acompanhado por uma delegação militar, Carter vai se reunir com representantes do governo iraquiano, incluindo o primeiro-ministro, Haider Al Abadi, e o ministro da Defesa, Khaled Al Obaidi, disse à Efe fonte oficial iraquiana.

Os Estados Unidos lideram uma coligação formada por 65 países que bombardeiam há um ano as posições dos jihadistas do Estado Islâmico na Síria e no Iraque.”

(Agência Lusa)