Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Unicef lança campanha mundial contra a subnutrição infantil

“O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lançou hoje (16), em Madri, a campanha Agora Não Podemos Parar, destinada a combater a subnutrição infantil, responsável pela morte diária de 8 mil crianças no mundo.

No Dia Mundial da Alimentação, comemorado nesta sexta-feira, o Unicef informou que a ideia é melhorar as condições de vida das crianças mais vulneráveis.

Em nota, o Comitê Espanhol do fundo destaca que a subnutrição aguda é “grave” e que continua a pôr em perigo mais de 17 milhões de crianças e é responsável por mais da metade das mortes na faixa etária até 5 anos.

“A subnutrição infantil tem efeitos devastadores na infância”, disse o presidente do Comitê Espanhol, Carmelo Angulo, que pediu a união da sociedade na luta contra essa “tragédia crônica”.

A campanha de combate à subnutrição tem foco sobretudo na prevenção, por meio de ações de conscientização e da oferta, entre outros produtos, de suplementos alimentares, tratamentos terapêuticos e leite a hospitais e centros de saúde.

A campanha prevê ainda maior trabalho das organizações da sociedade civil com comunidades locais sobre hábitos alimentares e promoção do leite materno.

O Unicef lembrou que campanhas anteriores sobre o mesmo tema, em colaboração com governos e organizações da sociedade civil, permitiram, de 2000 e 2013, diminuir a subnutrição crônica no mundo de 33% para 25%.

Em 2014, a agência das Nações Unidas apoiou mais de 2,3 milhões de crianças subnutridas em situações de emergência humanitária.”

(Agência Basil)

Conselho de Segurança da ONU convoca reunião de emergência

“O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) promove hoje (16) reunião de emergência para discutir o aumento da violência em Israel e nos territórios palestinos ocupados.

Os diplomatas dos países do grupo árabe nas Nações Unidas mantiveram encontro para discutir o assunto, na tarde dessa quinta-feira (15), quando encarregaram a Jordânia de fazer contato com a presidência espanhola do Conselho de Segurança a fim de organizar a reunião, informou o embaixador palestino na ONU, Riyad Mansur. O encontro foi marcado para as 11 horas (horário local).

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, tem pedido repetidamente calma, após semanas marcadas por atos de violência que deixaram pelo menos 30 mortos. “A situação é explosiva, o conselho deve assumir a sua responsabilidade, devemos fazer tudo para impedir o derramamento de sangue e, em seguida, discutir como proteger a população civil dos territórios palestinos”, destacou o diplomata.

A onda de violência em Israel e nos territórios palestinos nas últimas duas semanas tem feito aumentar o receio de uma reação popular na região, depois das de 1987-1993 e 2000-2005, que deixaram milhares de mortos.”

(Agência Lusa)

Salário mínimo na Venezuela terá aumento de 30%

“O pesidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nessa quinta-feira (15) um aumento de 30% no salário mínimo a partir de novembro. “Para proteger o salário, decidi decretar um aumento do salário mínimo nacional de 30%”, disse Maduro, durante um encontro com trabalhadores na Siderúrgica de Orinoco (Sidor), em Guyana, a 700 quilômetros a sudeste de Caracas.

“Devem ajustar-se, imediatamente, todas as tabelas da administração pública, das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas”, destacou, acrescentando que o aumento representa investimento extraordinário.

Com o novo aumento (o quarto em 2015), o salário mínimo dos venezuelanos sobe de 7.421,66 para 9.649 bolívares (de 1.033 para 1.343,49 euros), enquanto o subsídio de alimentação passa a ser 6.750 bolívares (939,84 euros).

Os venezuelanos queixam-se com frequência dos altos preços dos produtos, num país onde um café custa 70 bolívares (9,74 euros) e um quilo de carne bovina, 1.500 bolívares (208,85 euros) à taxa de referência oficial de 6,30 bolívares por cada dólar norte-americano. A taxa é usada para a importação de produtos prioritários.

Segundo Nicolás Maduro, o aumento vai “muito além” da inflação anual estimada, que “deverá ficar por volta de 80%”, apesar de o Banco Central da Venezuela não divulgar os dados oficiais sobre a inflação desde janeiro de 2015.

Segundo o Fundo Monetário Internacional e a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), a inflação anual na Venezuela deverá ser superior a 180%.”

(Agência Lusa)

Rebaixamento da nota do Brasil já era esperado por parlamentares

No Congresso Nacional, o rebaixamento da nota do Brasil pela agência de classificação de risco Fitch foi considerado algo que podia ser previsto. Tanto oposicionistas quanto governistas disseram que a decisão já podia ser prevista diante do quadro de instabilidade política e das dificuldades econômicas que o país vem enfrentando.

A Fitch rebaixou a nota do Brasil, mas manteve o grau de investimento. A nota passou de BBB para BBB-, com perspectiva negativa.

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse que o rebaixamento já era esperado e o atribuiu à incapacidade do governo de dar ao mercado sinais de que tem condições de reverter a situação ruim da economia.

“As contas do país vêm se deteriorando de forma extremamente grave. E o que é mais sensível a essas agências é a percepção de que o governo perdeu a capacidade de orientar, de sinalizar para uma agenda nova de retomada do crescimento, de controle da inflação e de reanimação da economia. Poucos indicadores que nos chegam vêm na direção contrária”.

Para o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), o país vive um momento de “descrédito e desânimo interna e externamente”, o que provoca esse tipo de reação do mercado financeiro. “O governo, por ter perdido a autoridade política e econômica, não consegue atrair a confiança de investidores. O único caminho que poderia reverter isso seria a mudança do comando do país, uma mudança de atitude”, afirmou.

Para os governistas, o rebaixamento da nota também já era esperado. No entanto, o líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), culpou o Congresso por agravar a situação, impedindo a votação de matérias que poderiam ajudar a reverter o quadro econômico, como a prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU), o projeto de repatriação de recursos irregulares no exterior e a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

(Agência Brasil)

Enem – Notas podem ser aproveitadas em seis universidades de Portugal

“Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão utitlizar suas notas para disputar vagas no Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), em Portugal. O IPP assinou um acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizador do exame, para aproveitar os resultados como forma de ingresso de estudantes brasileiros em seus cursos.

O IPP fica na cidade de Portalegre, na região de Alentejo, sul do país. Está a duas horas da capital, Lisboa, e a quatro de Madri, na Espanha. É a sexta instituição de ensino portuguesa a utilizar o resultados do Enem para ingresso no ensino superior. O processo seletivo do IPP ocorre em junho de cada ano e a instituição pode receber cerca de 100 estudantes brasileiros.

O IPP tem escolas de educação, tecnologias e gestão, saúde e agrária. Entre os cursos, estão enfermagem, veterinária e tecnologia de produção de biocombustíveis, além de cursos em áreas pouco exploradas no Brasil, como equinicultura, que forma técnicos na criação e manejo de equinos.

A inscrição no processo seletivo custa 20 euros. Os estudantes internacionais selecionados pagam por ano cerca de mil euros. Aqueles que desejarem se hospedar no campus podem alugar instalações cujo valor mensal varia de 73 a 110 euros e dispõem de descontos em alimentação.

Desde 2014, o Inep tem acordo firmado com as universidades portuguesas de Coimbra e Algarve, Instituto Politécnico de Leiria (IPL), Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) e o Instituto Politécnico do Porto.Para aproveitamento dos resultados do exame para ingresso em suas graduações. Neste ano, o Enem será nos dias 24 e 25 de outubro e cerca de 7,7 milhões de pessoas deverão fazer as provas.

A nota do Enem é usada para selecionar estudantes para vagas públicas e privadas de ensino superior e ensino técnico pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e pelo Sistema de Seleção da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), respectivamente. Além de ser exigência para financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para o programa de intercâmbio acadêmico Ciência sem Fronteiras. O Enem pode ser usado ainda como certificação do ensino médio.”

(Agência Brasil)

Papa Francisco pede perdão pelos escândalos recentes em Roma e o Vatricano

“O Papa Francisco pediu hoje (14) perdão, em nome da Igreja Católica, pelos “escândalos” que têm surgido nos últimos anos em Roma e no próprio Vaticano, sem os especificar. O pedido de desculpas foi feito no início da audiência geral, na Praça de São Pedro, antes de começar a leitura de uma catequese sobre a família.

“Sei que Jesus é realista e é inevitável que existam escândalos. Mas é o homem que provoca os escândalos. Em nome da Igreja, quero pedir perdão pelos escândalos que aconteceram em Roma e no Vaticano”, afirmou Francisco, com semblante preocupado, dando depois início à leitura do discurso.

Embora o papa não tenha se referido a nenhum caso em particular, nos últimos dias tem subido a tensão no Vaticano por causa da publicação de uma carta enviada por 13 bispos – alguns deles negaram ter assinado o documento -, em que denunciam a forma como está ocorrendo a reunião dos bispos. Alguns cardeais confirmaram a existência da carta, mas não souberam dizer o conteúdo e a lista dos que assinaram.

Diante do aumento da tensão provocado pela divulgação da carta, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse, nessa terça-feira (13) que esse é “um ato de distúrbio”.

O cardeal alemão Ludwig Muller, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé (o antigo Santo Ofício) e que surge entre os signatários, também criticou a publicação do documento e disse que há um novo “Vatileaks”, após o de 2012, quando chegaram á imprensa documentos confidenciais da Santa Sé.

Na semana passada, o sacerdote polaco Krzysztof Charamsa, teólogo da mesma congregação, secretário adjunto da Comissão Teológica e professor da universidade pontifícia, admitiu ser homossexual e ter um companheiro.

Federico Lombardi considerou “muito graves e irresponsáveis” as declarações de Charamsa, sobretudo por terem sido dadas na véspera do início do Sínodo Ordinário para a Família e expulsou-o da congregação.

Rcentemente, a imprensa divulgou carta assinada por mais de 100 fiéis da Paróquia de Santa Teresa de Ávila, em Roma, em que denunciavam a presença um sacerdote em locais frequentados por homossexuais, onde era significativo o consumo de grande quantidade de droga e de bebidas alcoólicas.

Na carta consta também o testemunho de uma pessoa que afirmou ter mantido várias vezes relações sexuais com o religioso, em troca de dinheiro.”

(Agência Lusa)

Rede Twitter anuncia demissões apregoando reestruturação

“A rede social Twitter anunciou nesta terça-feira (13) que demitirá 336 funcionários, número que corresponde a 8% de sua força de trabalho. Segundo a empresa, a reestruturação é parte de um plano geral de reorganização de prioridades e para aumentar a eficiência da empresa.

A medida foi anunciada duas semanas após o retorno de Jack Dorsey, um dos fundadores, que assumiu como presidente. “Tomei algumas decisões duras, mas necessárias, que permitirão ao Twitter prosseguir com maior objetividade e reinvestir no nosso crescimento”, anunciou Dorsey através da própria rede social.

O Twitter enfrenta vários problemas, como uma desaceleração no crescimento do número de usuários, além de prejuízos financeiros. Desde que Dorsey e seus parceiros iniciaram o serviço, o Twitter perdeu quase 2 bilhões de dólares. Os investidores temem que os resultados do terceiro trimestre do ano, que serão apresentados no dia 27 de outubro, tragam novas decepções.

Dorsey admitiu que o modo de utilização do Twitter é muito confuso para algumas pessoas, fazendo com que a rede social perca usuários, enquanto serviços como o Snapchat e o WhatsApp, do Faceboook, ganham popularidade. Ele prometeu tornar o produto mais acessível no próximo ano.

A demissão de 8% de sua força de trabalho de um total de 4.100 pessoas deverá aliviar as finanças da empresa, enquanto novas ferramentas são desenvolvidas.”

(RC/ap/afp)

Volkswagen vai reduzir investimentos em 1 bilhão de euros por ano

“O grupo Volkswagen, envolvido na manipulação dos testes de emissões poluentes, anunciou hoje (13) que vai reduzir em 1 bilhão de euros por ano os investimentos previstos para a marca Volkswagen. Em comunicado, o novo responsável da marca Volkswagen, Herbert Diess, anunciou que o programa de poupança em curso será executado de forma mais rápida.

O grupo Volkswagen, por meio do presidente executivo do grupo, Mathias Muller, tinha informado na semana passada que os investimentos previstos de 86 bilhões de euros até 2020 seriam analisados e alguns, congelados ou adiados.

O grupo Volkswagen detém em Portugal a fábrica da Autoeuropa onde são produzidos os modelos Volkswagen Eos, Scirocco e Sharan e Seat Alhambra e anunciou em março de 2014 um investimento de mais de 670 milhões de euros e a criação de mais de 500 postos de trabalho para o período entre 2014 e 2019.

Herbert Diess adiantou ainda nesta terça-feira uma nova reorientação estratégica da marca, com uma aposta clara nos veículos elétricos e uma nova estratégia para os motores a diesel, o foco do escândalo. “A marca Volkswagen vai se reposicionar para o futuro, tornando-se mais eficiente, oferecendo à gama de produtos novas tecnologias, acelerando o programa de eficiência”, acrescentou.”

(Agência Lusa)

 

Standard & Poor’s baixa nota da Volkswagen

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) baixou nesta segunda-feira (12) a nota da Volkswagen (VW) de A para A-, depois de a fabricante alemã de automóveis ter manipulado os dados sobre as emissões poluentes em seus veículos a diesel. A S&P adiantou que também revisou para baixo a nota de crédito a curto prazo, de A-1 para A-2.

“Também baixamos a nossa nota a longo e curto prazo dos instrumentos de dívida da Volkswagen”, acrescentou a agência.

A Standard & Poor’s coloca a fábrica alemã na lista de observação com implicações negativas, depois de a empresa ter admitido, em setembro, que instalou um kit em automóveis a diesel para manipular as emissões poluentes.

A agência baixou também a nota da subsidiária Volkswagen Financial Services e da nórdica Volkswagen Finans Sverige AB, que estão em observação com implicações negativas.

Os analistas da S&P consideram que a manipulação das emissões da Volkswagen poderá ter impacto negativo nas suas vendas e preços, afetando o crescimento do negócio e a rentabilidade da subsidiária de serviços, que financia 26,5% das vendas da marca em todo o mundo e 34% na Europa.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou, no último dia 18 de setembro, a VW de manipular o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes por meio de um software instalado em veículos a diesel.

Dias depois, a Volkswagen reconheceu ter manipulado os dados e anunciou que mais de 11 milhões de carros a diesel em todo o mundo têm o equipamento que permite alterar o desempenho dos motores em termos de emissões para a atmosfera.

(Agência Brasil)

Rússia bombardeia 53 alvos na Síria em 24 horas

Aviões russos bombardearam 53 alvos na Síria nas últimas 24 horas, destruindo campos de treino, postos de comando e depósitos de munições do grupo extremista Estado Islâmico (EI), anunciou nesta segunda-feira (12) o Ministério da Defesa.

Segundo o porta-voz do ministério, Igor Konashenkov, os ataques permitiram destruir um campo em Mastuma, na província de Idleb, usado para reunir combatentes chegados do exterior. Na província de Hama, foi destruído um centro de comando subterrâneo e depósitos de munições e combustível.

De acordo com Moscou, os ataques aéreos iniciados pela Força Aérea russa no dia 30 de setembro já permitiram destruir uma parte importante do arsenal do Estado Islâmico.

(Agência Brasil)

Prêmio Nobel de Economia sai para britânico

SWEDEN-NOBEL-ECONOMICS

O britânico Angus Deaton, de 69 anos, professor de Economia e Relações Internacionais da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, venceu nesta segunda-feira o prêmio Nobel de Economia 2015. Seus estudos têm como tema a análise do consumo, pobreza e bem-estar social. O prêmio foi anunciado hoje em Estocolmo,na Suécia, às 13h (8 horas, no horário de Brasília) pela Academia Real Sueca de Ciências. Esse é o últimos dos seis prêmios Nobel anunciados neste ano.

“Para projetar uma política econômica que promova o bem-estar e reduza a pobreza, devemos primeiro entender as escolhas de consumo individuais”, afirmou a equipe da Academia ao anunciar o prêmio. “Mais do que ninguém, Angus Deaton aprimou essa compreensão”. Além da condecoração, o economista é agraciado com 8 milhões de coroas suecas, que equivalem a 978.000 dólares.

(Veja Online)

Feira em Fortaleza expõe a cultura de 12 países

foto feira arte 151010

Para quem decidiu ficar em Fortaleza neste feriado, um bom passeio é a Feira Internacional de Artesanato, Moda e Decoração, que ocorre no Centro de Eventos até esta segunda-feira (12). Mais de 10 mil itens da arte e da cultura de 12 países estão expostos a partir das 15 horas, no Centro de Eventos, com entrada a R$ 10 (meia de R$ 5 e gratuito para crianças com idades até 10 anos).

O público também poderá conferir comidas típicas e danças do Brasil, Índia, Turquia, Paquistão, Egito, China, Japão, Emirados Árabes, Síria, Líbano, Polinésia Francesa, Chile, Rússia, França, Austrália, Peru, Equador, República Tcheca, Indonésia, Bali, Tunísia, Quênia, Coréia, Tailândia, África do Sul e Senegal.

(Foto: Ana Aranha)

MP suíço: Mulher de Cunha usou contas no exterior para pagar despesas pessoais

50 1

O Ministério Público da Suíça enviou nesta semana ao Brasil documentos que mostram a origem do dinheiro encontrado nas contas atribuídas ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. De acordo com os investigadores da Operação Lava Jato, os valores, que não foram divulgados, podem ser fruto do recebimento de propina em um contrato da Petrobras na compra de um campo de Petróleo em Benin, na África, avaliado em mais de US$ 34 milhões.

Os dados constam no relatório no qual o órgão de investigação suíço confirmou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que as contas encontradas em um banco daquele país estão em nome de Cunha. O documento relata que parte do dinheiro foi usado para pagar contas pessoais da mulher do presidente, Claudia Cruz, uma das beneficiárias das contas.

O relatório mostra que cartões de credito, aulas de tênis e uma escola de ensino médio na Inglaterra foram pagos com recursos oriundos das contas. Com base nos dados financeiros, a PGR avalia se vai denunciar Eduardo Cunha ao STF pela segunda vez na Operação Lava Jato. No mês passado, Cunha foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por ser acusado por um dos delatores das investigações de receber US$ 5 milhões em propinas em um contrato da Petrobras para compra de navios-sonda.

Após a divulgação do relatório, Cunha reafirmou que não vai comentar o conteúdo antes de obter acesso à investigação. O presidente divulgou nota na qual declara que não tem contas no exterior.

“O presidente [da Câmara, Eduardo Cunha] desconhece o teor dos fatos veiculados e não tecerá comentários sem ter acesso ao conteúdo real do que vem sendo divulgado. Assim que tiver ciência, por meio de seus advogados, o presidente se manifestará”, diz a nota.

(Agência Brasil)

Prêmio Nobel da Paz sai para Quarteto para o Diálogo Nacional da Tunísia

“O Prêmio Nobel da Paz 2015 foi concedido hoje (9) ao Quarteto para o Diálogo Nacional da Tunísia, pela contribuição para a construção de uma democracia pluralista após a Revolução de Jasmim de 2011. O resultado foi anunciado pela Academia Sueca.

O quarteto inclui organizações-chave da sociedade civil: a União Geral dos Trabalhadores da Tunísia (UGTT), a Confederação da Indústria, do Comércio e Artesanato (Utica), a Liga dos Direitos Humanos (LDHT) e a Ordem Nacional dos Advogados da Tunísia (Onat).

As quatro organizações que representam diversos setores e valores da sociedade tunisiana se uniram no verão de 2013, após o processo de democratização ter quase entrado em colpso, após uma onda de assassinatos políticos e de manifestações de protesto. Para o Comitê Nobel, o quarteto criou um processo político alternativo e pacífico, quando o país estava à beira de uma guerra civil.

“O Prêmio Nobel da Paz de 2015 é atribuído ao Quarteto e não individualmente a cada uma das quatro organizações”, frisa o comitê, lembrando que a Primavera Árabe – série de manifestações e conflitos em países muçulmanos pela democracia – começou precisamente na Tunísia em 2010 e 2011, espalhando-se rapidamente a outros países norte-africanos e do Oriente Médio.”

(Agência Lusa)

Prêmio Nobel de Química sai para um sueco, um americano e um turco

“A Real Academia Sueca das Ciências concedeu hoje (7) o Prêmio Nobel de Química aos pesquisadores Thomas Lindalh, da Suécia, Paul Modrich, dos Estados Unidos, e Aziz Sancar, da Turquia, pelo estudo de mecanismos que permitem a reparação de DNA.

Lindalh, de 77 anos, é ligado ao Instituto Francis Crick e ao Laboratório Clare Hall, ambos no Reino Unido; Modrich, de 69 anos, à Escola de Medicina da Universidade de Duke (EUA), e Sancar, também de 69 anos, da Universidade da Carolina do Norte (EUA).

Na última segunda-feira (5), a Academia Sueca anunciou os nomes dos pesquisadores William C. Campbell, dos Estados Unidos, Satoshi Omura, do Japão, e Youyou Tu, da China, contemplados com o Prêmio Nobel de Medicina.

Campbell e Omura foram distinguidos pelas descobertas relacionadas a uma nova terapia para combater infecções provocadas por parasitas, como lombrigas, enquanto Youyou Tu vai receber o prêmio por uma inovadora terapia contra a malária.

O ganhador do Nobel de Literatura sai nesta quinta-feira (8), o Nobel da Paz, sexta-feira (9), e o de economia, segunda-feira (12). Os prêmios serão entregues em Estocolmo no dia 10 de dezembro.”

(Agência Lusa)

Lá vem PIzzolatto!!

pizzolatot

“A Corte Europeia de Direitos Humanos rejeitou hoje (6) a última tentativa de recurso do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, contra sua extradição para o Brasil e ele deve deixar a Itália amanhã (7), escoltado por policiais federais, para cumprir em Brasília a pena determinada no julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão.

O ex-diretor foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 12 anos e sete meses de prisão por lavagem de dinheiro e peculato, mas, por ter dupla cidadania, fugiu para a Itália em setembro de 2013, antes do fim do julgamento. Ele foi preso em fevereiro do ano passado em Maranello, e cumprirá pena na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal.

No recurso protocolado na corte, a defesa de Pizzolato, como nas demais ações contra a extradição, voltou a alegar que os direitos humanos não são respeitados nos presídios brasileiros. O argumento foi usado pela defesa para pedir que o ex-diretor do Banco do Brasil continuasse na Itália.

A extradição foi formalmente autorizada no dia 22 de setembro pelo Conselho de Estado da Itália, após várias decisões da Justiça italiana a favor e contra a extradição. Segundo os juízes que analisaram o caso, existem no Brasil todas as condições para garantir a segurança de Pizzolato em um presídio.”

(Agência Brasil)

Nobel de Física vai para um japonês e um canadense

“O Prêmio Nobel de Física foi concedido hoje (6) ao japonês Takaaki Kajita e ao canadense Arthur B. McDonald por seus trabalhos sobre os neutrinos, partículas elementares. O júri sueco premiou os dois pesquisadores “pela descoberta das oscilações dos neutrinos, que demonstram que as partículas têm massa”, o que permite compreender o funcionamento interno da matéria e, dessa forma, conhecer melhor o universo.

Nessa segunda-feira (5), a Academia Sueca anunciou os nomes dos pesquisadores William C. Campbell, dos Estados Unidos, Satoshi Omura, do Japão, e Youyou Tu, da China, contemplados com o Prêmio Nobel da Medicina.

Campbell e Omura foram distinguidos pelas descobertas relacionadas a uma nova terapia para combater infecções provocadas por parasitas, como lombrigas, enquanto Youyou Tu vai receber o prêmio por uma inovadora terapia contra a malária.

O vencedor do Prêmio Nobel de Literatura será anunciado quinta-feira (8) em Estocolmo pela academia. O Nobel da Paz será divulgado sexta-feira (9) e o de economia no dia 12.

Cepal estima que economia do Brasil terá contração de 2,8% em 2015

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) revisou nessa segunda-feira (5) para baixo a projeção de crescimento da atividade econômica da região em 2015 de 0,5% para -0,3% e estima que, para 2016, o crescimento será em torno de 0,7%. No caso do Brasil, a contração da economia deverá ser 2,8% em 2015 e de 1% em 2016. Na projeção anterior, a Cepal calculou que a atividade econômica brasileira deveria recuar 1,5% neste ano.

De acordo com a Cepal, entre os principais fatores para essa redução do crescimento na América Latina e no Caribe estão a fragilidade da demanda interna; a desaceleração das economias emergentes, principalmente da China; a valorização do dólar; uma crescente volatilidade dos mercados financeiros e a queda nos preços dos bens primários.

O comunicado ressalta que as economias da América do Sul especializadas em commodities, principalmente petróleo e minérios, e com crescente grau de integração comercial com a China, vão registrar a maior desaceleração.

O organismo recomenda que, para enfrentar a desaceleração econômica, é crucial reverter a queda na taxa de investimento que afeta a capacidade de crescimento no médio e no longo prazo. “Dinamizar os investimentos constitui tarefa fundamental para mudar a atual fase de desaceleração e alcançar um caminho de crescimento sustentável no longo prazo”, concluiu o comunicado.

(Agência Brasil)

Dólar fecha no menor nível em quase três semanas

“A moeda norte-americana fechou esta segunda-feira (5) no menor nível em quase três semanas. O dólar comercial caiu R$ 0,045 (-1,14%) e foi vendido a R$ 3,901. A cotação é a mais baixa desde 17 de setembro, quando tinha encerrado em R$ 3,882.

O dólar operou em baixa durante todo o dia. Na mínima, por volta de 12h45, chegou a ser vendido a R$ 3,892. Nas horas seguintes, a cotação oscilou, até fechar pouco acima de R$ 3,90. A moeda caiu 1,6% em outubro, mas acumula alta de 46,7% em 2015.

O dia também foi marcado pelo otimismo na bolsa de valores. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou em alta de 1,20%, aos 47.598 pontos. As ações ordinárias da Petrobras avançaram 2,73%. Desde agosto do ano passado, a bolsa não subia por cinco dias seguidos.

O Banco Central (BC) continuou a renovar os contratos de swaps cambiais que vencem em novembro. O banco adiou o vencimento de 10.275 contratos nesta segunda. Os swaps cambiais equivalem à venda de dólares no mercado futuro. Na renovação, o BC não vende novos contratos, apenas troca a data de vencimento dos contratos existentes.

Nesta segunda-feira, o banco não vendeu novos contratos de swap. Há dez dias, a autoridade monetária não faz leilões de linha, em que vende dólares das reservas internacionais com compromisso de recomprar o dinheiro semanas mais tarde.

Contribuiu para a queda do dólar o otimismo no cenário externo. A redução na criação de empregos nos Estados Unidos em agosto e em setembro trouxe a expectativa de que o Federal Reserve (Banco Central norte-americano) adie o aumento de juros da maior economia do planeta. Juros baixos por mais tempo nos Estados Unidos desestimulam a fuga de capitais de países emergentes como o Brasil, segurando a cotação do dólar.”

(Agência Lusa)