Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Michel Platini é candidato a presidente da Fifa

Michel_Platini_in_Wroclaw_by_Klearchos_Kapoutsis_wide_crop

“O francês Michel Platini, atual presidente da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa), anunciou hoje (29) sua candidatura à presidência da Federação Internacional de Futebol (Fifa), e promete restituir a “dignidade merecida” a um organismo que tem que ser “exemplar, unido e solidário”.

Em carta enviada às 209 federações filiadas à Fifa, publicada no site oficial da Uefa, o ex-jogador de futebol francês quer voltar a ter uma Fifa “respeitada, amada e popular”, depois do escândalo de corrupção que atingiu, nos últimos meses, o organismo que rege o futebol mundial e que levou à renúncia do suíço Joseph Blatter, no cargo desde 1998.

“Conto com seu apoio e com a paixão que partilhamos pelo futebol para que, em conjunto, possamos oferecer às dezenas de milhões de adeptos apaixonados pelo nosso esporte a Fifa que ambicionam: uma Fifa exemplar, unida e solidária; uma Fifa respeitada, amada e popular”, escreveu Platini.

Presidente da Uefa desde 2007 e membro do Comité Executivo da Fifa desde 2002, o dirigente francês prometeu “reunir o planeta do futebol, dando voz a todos e respeitando a diversidade do nosso desporto no mundo inteiro”, e assim “devolver à Fifa o lugar e a dignidade que ela merece”.

No comunicado, Platini diz que durante quase meio século, a Fifa só teve dois presidentes, e ele vê essa “extrema estabilidade” como paradoxal, num mundo que sofreu mudanças radicais e num desporto que assistiu a uma transformação econômica considerável. “Mas os recentes acontecimentos obrigam a organização que tutela o futebol mundial a reformar-se e a repensar a sua governança”, acrescentou.

Platini, de 60 anos, explicou que sua candidatura à presidência da Fifa “é uma decisão muito pessoal, cuidadosamente ponderada, que implicou uma avaliação do futuro do futebol e do meu próprio percurso. É igualmente consequência das calorosas manifestações de estima, apoio e incentivo que muitos de vocês me demonstraram”, disse.

O prazo para a entrega de candidaturas à presidência da Fifa termina em 26 de outubro. A eleição ocorrerá no Congresso Extraordinário, em Zurique, na Suíça, agendado para 26 de fevereiro de 2016.”

(Agência Brasil)

Ex-secretário de Justiça é o novo governador do Distrito LA-4 do Lions Clube

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=YddpNARHNKY[/youtube]

o ex-secretário da Justiça do Ceará, Evânio Guedes (Governo Lúcio Alcântara) é o novo governador do Distrito LA-4, do Lions Clube. Ele, inclusive, já vai comandar dia 1º de agosto, no Clube Náutico, o primeiro encontro do Conselho Distrital.

Evânio Guedes, em conversa com este Blog, falou sobre o encontro e suas metas à frente do Distrito LA-4 do Lions.

PDVSA do Brasil em processo de liquidação extrajudicial

“O desmoronamento da Venezuela e a crise econômica no Brasil – fora os problemas com a refinaria Abreu e Lima), atingiram em cheio a PDVSA por aqui.

A estatal venezuelana de petróleo está em processo de liquidação extrajudicial no Brasil. A operação brasileira micou e a ideia da empresa é manter somente as operações na região Norte, atuando na área de óleo e lubrificantes.”

(Veja Online)

Prefeito de Sobral será aluno de curso em Harvard

273 3

veveuuii

Veveu ao lado da vice-governadora, sua mulher Izolda Cela.

O prefeito Clodoveu Arruda (PT), de Sobral (Zona Norte) viajará, no começo de agosto, para os Estados Unidos.

Ali, ele passará 15 dias iniciando um curso na área de gestão pública, ao lado de outros prefeitos brasileiros, na Universidade de Harvard, segundo informa sua assessoria.

O curso será feito em módulos. Calma! Veveu não deixará a Prefeitura.

Jornalista morre quando cobria confrontos entre rebeldes e exército na Síria

“O jornalista Zaer al Alayi, presidente do Centro de Informação da Defesa Nacional em Damasco, morreu hoje (27) quando cobria confrontos entre o exército e os rebeldes, no bairro de Yobar, na capital síria, informaram ativistas e a imprensa.

A agência de noticias oficial Sana, que descreveu Al Alayi como corresponsável da emissora Sham FM, explicou que o jornalista perdeu a vida durante a cobertura da operação das Forças Armadas contra “os terroristas takfiri” (muçulmanos radicais) em Yobar, no noroeste de Damasco, sem dar mais detalhes.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) confirmou os dados e acrescentou que junto com o jornalista morreram três integrantes das forças do regime, entre eles dois oficiais.

De acordo com a organização não governamental, Al Alayi seguia com o exército, as forças da defesa nacional – milícias pró-governamentais – e o grupo xiita libanês Hezbollah.

É desconhecida ainda a causa exata da morte, embora o Observatório tenha destacado que o bairro de Yobar é cenário de troca de fogo e de combates entre os efetivos pró-regime e organizações rebeldes de tendência islâmica, entre as quais a Frente al Nsura, filial síria da Al Qaida. A aviação governamental efetuou hoje no local vinte bombardeios contra os oponentes.”

(Agência Lusa)

Começam nesta segunda-feira negociações sobre novo empréstimo para a Grécia

Representantes dos credores da Grécia (União Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) iniciam nesta segunda-feira (27) as conversas com as autoridades gregas para um novo empréstimo ao país. A previsão é que as reuniões comecem assim que as equipes chegarem a Atenas.

De acordo com a comissão, ainda não está decidido se, na primeira fase das discussões, as equipes serão constituídas por técnicos ou por chefes das delegações das quatro instituições envolvidas – além das três citadas, as reuniões contarão também com a participação do Mecanismo Europeu de Estabilidade. Uma fonte do Ministério das Finanças grego havia informado que as negociações começariam nesta terça-feira (28). Nos últimos dias, têm sido apontadas várias datas para o início da missão.

O objetivo das negociações é conseguir finalizar até 20 de agosto um terceiro empréstimo à Grécia, que enfrenta problemas de liquidez e que nessa data terá de pagar 3,19 bilhões de euros ao Banco Central Europeu. Em setembro, Atenas terá de fazer um reembolso de 1,5 bilhão de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

O regresso a Atenas das instituições credoras foi imposto à Grécia no acordo feito em Bruxelas no dia 13 de julho. O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, também teve de se comprometer a fazer uma série de cortes orçamentários, além de reformas que prolongam a austeridade com a qual o partido de esquerda Syriza tinha prometido acabar.

(Agência Brasil)

Obama inicia visita oficial ao Quênia

“O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chega hoje (24) à Nairóbi, no Quênia, para uma visita oficial. Segundo a Casa Branca, os objetivos da visita são aprofundar as relações econômicas, fortalecer a segurança dos Estados Unidos e ampliar o apoio do governo queniano na região contra grupos radicais islâmicos na região. Apesar dos temas da pauta, a viagem de Obama ao país tem um valor emocional para o presidente, porque o Quênia é a terra natal do pai do presidente.

Na véspera da visita, a imprensa norte-americana e queniana exploravam o “laço emocional” de Obama com o país africano. Ele deve dedicar um tempo da viagem para se reunir com membros de sua família no Quênia.

Outro fato que ganhou destaque na imprensa foi a divulgação pelo governo queniano de alguns detalhes do itinerário da viagem de Obama, com informações sobre os planos de voo. O porta-voz do presidente, Josh Earnest, disse nessa quarta-feira (22) que o vazamento dos detalhes da viagem não justificavam uma mudança nos planos e no itinerário. “Nós não acreditamos que seja preciso neste momento, uma mudança de programação ou qualquer alteração do itinerário do presidente”.

(Agência Lusa)

Pentágono anuncia morte de um importante líder da rede terrorista Al Qaeda

“O Pentágono anunciou hoje a morte de um importante comandante da rede terrorista Al Qaeda e de dois outros militantes durante um bombardeio da força aérea norte-americana, no dia 11 último, no Afeganistão. O ataque, na província de Paktika, matou Abu Khalil al-Sudani, “um destacado comandante operacional da Al Qaeda”, de acordo com uma declaração do Pentágono divulgada no Iraque.

“Al-Sudani era um dos três violentos extremistas mortos no ataque. A morte dele vai prejudicar as operações da Al Qaeda em todo o mundo”, acrescentou o comunicado.

O Pentágnono descreveu Al-Sudani como um destacado membro da ‘shura’ (conselho consultivo muçulmano) e líder de operações suicidas da rede terrorista, afirmando, ainda, que o dirigente estava diretamente envolvido no planejamento de ataques contra os Estados Unidos.

(Agência Lusa)

EUA e Cuba reabrem embaixadas nesta segunda-feira

“Os Estados Unidos e Cuba reabrem hoje embaixadas em Havana e Washington, reatando relações diplomáticas sete meses após o início de histórico processo de reaproximação, após de 54 anos de distanciamento.

O restabelecimento oficial das relações diplomáticas entre os dois países, após mais de meio século de tensões herdadas da Guerra Fria, marca o fim da primeira fase desse processo iniciado a 17 de dezembro de 2014. O presidente cubano, Raúl Castro, insiste em só normalizar as relações quando o presidente norte-americano, Barack Obama, utilizar os seus “poderes executivos” para pôr fim ao embargo imposto à ilha em 1962.

Além disso, o chefe de Estado cubano exige também que os Estados Unidos devolvam o território “ilegalmente ocupado” da base naval de Guantanamo.

Outra das exigências de Havana para a normalização de relações com Washington é que acabe com as “transmissões de rádio e televisão ilegais”, elimine programas para promover a “subversão e a desestabilização internas” e compense o país “pelos danos humanos e económicos” que as políticas norte-americanas causaram.

As relações diplomáticas entre os dois países estavam suspensas desde 1961, após uma decisão do presidente norte-americano John F. Kennedy, em resposta a uma aproximação dos revolucionários cubanos à ex-União Soviética e ao confisco de bens norte-americanos.”

(Agência Brasil)

Bancos da Grécia voltam a funcionar

Os bancos da Grécia reabriram nesta segunda-feira (20),  após três semanas de fechamento imposto pelo governo para evitar o agravamento da crise no sistema financeiro.

No entanto, os controles de capitais, em vigor desde 29 de junho, mantêm-se, apesar de o limite diário de 60 euros nas retiradas ter sido flexibilizado para até 420 euros por semana.

(Agência Brasil)

Novos ministros gregos tomam posse depois de remodelação no governo

Os novos ministros do governo da Grécia prestaram neste sábado (18) juramento numa cerimonia no palácio presidencial, depois de o primeiro-ministro grego, Alex Tsipras, anunciar nessa sexta-feira (17) uma remodelação que abrangeu 10 integrantes do Executivo.

A mudança mais significativa e também a mais previsível foi a do ministro da Reconstrução Produtiva, Energia e Meio Ambiente, Panayotis Lafazanis, que fez parte dos 32 deputados do Syriza que votaram contra as reformas, na quarta-feira (15), no Parlamento grego Lafazanis foi substituído por Panos Skourletis, até agora ministro do Trabalho, um dos colaboradores mais próximos de Tsipras.

“A remodelação adapta-se à nova realidade”, disse Skourletis em declarações aos meios de comunicação na sua chegada ao palácio presidencial.

Para o Ministério do Trabalho foi nomeado Yorgos Katrúgalos, até agora ministro-adjunto da Reforma Administrativa, Katrúgalos disse que se compromete a empreender novos objetivos “na medida do possível e dentro das condições socialmente justas”. O novo vice-ministro da Defesa, Dimitris Vitsas, sublinhou que “é um período difícil” e que “o lema” do novo governo deve ser “trabalho, trabalho e trabalho”.

(Agência Brasil)

Grécia: parlamento alemão vota hoje novo programa de resgate

Os deputados da Alemanha votam nesta sexta-feira (17) o terceiro programa de ajuda internacional à Grécia. Numa sessão extraordinária, espera-se que a maioria dos parlamentares da coligação – conservadores e sociais-democratas representam 80% – deem sinal verde ao Executivo.

Além da Alemanha, outros cinco países da zona do euro (Holanda, Finlândia, Áustria, Eslováquia e Estônia) preveem a necessidade de procedimentos parlamentares antes do início da negociação formal sobre o memorando de entendimento.

Só depois é que as instituições ficarão devidamente autorizadas a negociar com o governo grego o memorando de entendimento de um terceiro programa de assistência à Grécia, agora no quadro do Mecanismo Europeu de Estabilidade, o novo fundo de resgate permanente da zona do euro.

(Agência Brasil)

Brasília é sede da 48ª Cúpula do Mercosul

“A negociação do acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia, a incorporação da Bolívia como sexto país-membro e a renovação do Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (Focem) serão alguns dos pontos centrais da 48ª Cúpula do bloco regional integrado por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, que começa hoje (16), em Brasília.

A cúpula tem início com a reunião do Conselho do Mercado Comum, que contará com a presença dos chanceleres dos Estados-Partes e Associados e continua amanhã (17), com a participação dos Chefes de Estado. A presidenta Dilma Rousseff vai receber os presidentes do Uruguai, Tabaré Vázquez, do Paraguai, Horacio Cartes, da Venezuela, Nicolás Maduro, além da presidenta argentina Cristina Kirchner. O presidente da Bolívia, Evo Morales, e da Guiana, David Granger, também são esperados, segundo o Ministério das Relações Exteriores.

A negociação do bloco  referente  a um acordo comercial com a União Europeia será um dos assuntos de destaque da reunião, conforme adiantou o subsecretário-geral da América do Sul, Central e do Caribe do Ministério das Relações Exteriores, Antonio Simões, em entrevista na segunda-feira (13). No momento, os dois lados montam uma lista de quais produtos poderão ter tarifa zerada. A apresentação das ofertas comerciais deverá ocorrer no último trimestre deste ano. A apresentação tem que ser simultânea e chegou a ser negociada em 2013 e 2104, mas não prosperou.”

(Agência Brasil)

Jogos Pan-Americanos de Toronto – Brasil já é o terceiro em medalhas

“O desempenho de ouro da natação brasileira, na noite dessa quarta-feira (15) ajudou a levar o Brasil à terceira posição no quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Já são 16 medalhas de ouro, 14 de prata e 25 de bronze. O Brasil só fica atrás dos donos da casa, com 33 ouros, e dos Estados Unidos, que subiram 28 vezes no topo do pódio. Logo atrás do Brasil, estão Cuba e Colômbia. Os dois países também conquistaram 16 ouros, mas ficam atrás no número de medalhas de prata.

Além das seis medalhas da natação, sendo três de ouro, o Hino Nacional também tocou na disputa do halterofilismo. O atleta Fernando Reis venceu a prova na categoria acima de 105 kg, ao levantar um total de 427 kg em quatro tentativas. A medalha de prata ficou com o Canadá e a de bronze, com o Equador.

O desempenho brasileiro também teve destaque no badminton, com duas medalhas de prata. As irmãs Luana e Lohaynny Vicente, além da dupla Daniel Paiola e Hugo Arthuso, perderam as finais, mas garantiram lugar no pódio. No tiro rápido 25 metros, Emerson Duarte também levou a prata.

No futebol feminino, um placar que traz más lembranças para os brasileiros se repetiu. Mas, dessa vez, a nosso favor. A Seleção venceu o Equador por 7 a 1, com direito a cinco gols de Cristiane, sendo quatro deles de cabeça. “Tenho uma boa impulsão e aproveitei que elas não marcavam. Foi um alívio, na verdade, tirei um peso que estava carregando”, disse a atacante ao site do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Cristiane havia deixado o mundial de futebol feminino, no mês passado, sem marcar nenhum gol.”

(Agência Brasil)

Desmond Tutu, Nobel da Paz, está hospitalizado com infecção

“O Nobel da Paz sul-africano Desmond Tutu, de 83 anos, foi hospitalizado devido a uma “infecção persistente”, informaram hoje jornais locais.

Apesar da sua retirada formal da vida pública, em 2010, e dos problemas de saúde que tem enfrentado, Tutu é muitas vezes considerado como o guia moral da África do Sul, em razão de sua postura crítica e franca face à injustiça, seja no território sul-africano como a nível internacional.

Em dezembro último, Tutu, uma das figuras centrais do movimento contra o racismo, cancelou a sua participação num encontro dos ganhadores do Prêmio Nobel, em Roma. Ele iniciou um novo tratamento oncológico, devido a um problema na próstata.”

(Agência Lusa)

Mais de 2 mil jovens são assassinados por ano em oito Capitais. Na lista, Fortaleza

41 1

eixos

“A cada ano, 2,1 mil jovens entre 10 e 19 anos são assassinados em oito capitais brasileiras: Belém, Fortaleza, Maceió, Manaus, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo. O dado faz parte de estudo divulgado hoje (14) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Segundo o levantamento, a taxa de homicídios de jovens nos bairros mais pobres das metrópoles brasileiras chega a 136 mortes por 100 mil habitantes. Nas áreas mais ricas, a taxa tende a zero. “O Brasil é o segundo país que mais mata os seus adolescentes, perdendo apenas para a Nigéria. Isso tem que mudar. Reduzir as desigualdades é reduzir os assassinatos dos jovens e adolescentes brasileiros”, enfatizou a coordenadora da plataforma Centros Urbanos do Unicef, Luciana Phebo.

O representante do Unicef no Brasil, Gary Stahl, destacou que a maioria dos assassinados é homem, da cor negra, tem de 16 a 18 anos e vive nas periferias das grandes cidades. Outros indicadores mostram, segundo ele, que esses jovens passam por uma trajetória de violações que termina com as mortes trágicas. “Eu acho que não é coincidência que o perfil típico da criança fora da escola no Brasil é homem, negro, de 13 anos, na zona rural, com pais analfabetos e família pobre.”

Gary Stahl defendeu a adoção de ações em prol da redução das desigualdades sociais como forma de mudar essa situação. “Temos que começar com os serviços básicos em todo o Brasil. Olhar de perto a situação daqueles mais excluídos, os negros, quilombolas, ribeirinhos. Porque muitos deles buscam oportunidades nas grandes cidades”, acrescentou.

O representante do Unicef destacou ainda que, muitas vezes, essas mortes são tratadas com descaso. “[No Brasil,] 93% dos homicídios não são esclarecidos. Não sabemos quem matou, por que matou. Se um país não investiga 93% dos homicídios, qual vai ser a política que esse país vai adotar para reduzir o número de homicídios?”, questionou.”

(Agência Brasil)

Justiça Federal libera sírios que estavam presos em Fortaleza

“A Justiça Federal revogou a prisão preventiva de sete sírios na última sexta-feira, 3. O grupo estava preso desde o dia 26 de junho, em Fortaleza, após tentarem embarcar com passaportes falsos, com destino à Europa, para fugir da guerra civil na Síria, país situado no Oriente Médio, provocada pela atuação do grupo extremista Estado Islâmico.

De acordo com a Defensoria Pública da União (DPU) no Ceará, que interveio na situação dos estrangeiros, o grupo vai aguardar o julgamento em liberdade e deve cumprir algumas medidas cautelares, como o comparecimento quinzenal na 32ª Vara Federal do Estado e a proibição de saírem do Brasil.

De acordo com Alex Feitosa de Oliveira, defensor responsável pelo caso, o argumento da defensoria se baseou no fato de que “eles não apresentam nenhum risco estando em liberdade e que a prisão é medida excepcional”. “São apenas refugiados que cometeram o crime de falsificação como meio de fugir da guerra”, explica.

Prisão

O grupo, que havia conseguido passaportes falsos de origem israelita, pretendia obter refúgio na Europa (onde se encontram familiares), usando o Brasil e a Colômbia como rota de fuga. Ao chegarem a Bogotá, foram interceptados pela polícia colombiana e trazidos de volta para Fortaleza, última escala realizada, onde foram presos no dia 26 de junho.”

(O POVO Online)

Irã e potencias mundiais perto de acordo nuclear

“O Irã e as potências mundiais conseguiram fechar, hoje em Viena, um acordo sobre o programa nuclear iraniano, segundo informaram diplomatas citados pela agência russa TASS e pela francesa AFP. “Chegaram a um compromisso em todos os aspectos. Dentro de muito pouco [tempo] as partes vão anunciar os resultados”, especificou um diplomata europeu, citado pela agência noticiosa russa.

Um diplomata próximo das negociações disse à agência AFP que “o acordo foi concluído”.
A última sessão plenária entre o Irã e o chamado Grupo 5+1 – os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Rússia, China, França e Reino Unido) mais a Alemanha – terá início hoje na sede da ONU, em Viena.

O Irã e o Grupo 5+1 têm negociado um acordo que garanta que Teerã não terá uma bomba atómica, recebendo como contrapartida um levantamento das sanções econômicas que lhe foram impostas.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos sete países envolvidos nas negociações procuraram, ao longo dos últimos 18 dias de intensas conversações em Viena, chegar a um consenso para fechar o histórico acordo.

O presidente iraniano, Hasan Rohani, afirmou hoje que a conquista de um acordo será “um triunfo da diplomacia” e servirá como um “bom começo” para novas relações internacionais.”

(Agência Lusa)