Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Jornal alemão que reproduziu charges do Charlie Hedbo é atacado

A sede do jornal alemão Hamburger Morgenpost foi atacada neste domingo (11), na cidade de Hamburgo. A publicação reproduziu caricaturas do profeta Maomé, feitas pelo Charlie Hebdo, um dia depois do atentado no jornal francês.

Segundo a polícia local, pedras e uma bomba foram atiradas nas janelas da redação do jornal. Não houve feridos, e o fogo foi controlado rapidamente.

Após os ataques na França, o governo alemão aumentou a vigilância nas fronteiras e aeroportos do país. O Ministério Público alemão anunciou neste domingo a prisão de um homem suspeito pertencer ao Estado Islâmico.

De acordo com o Ministério Público alemão, o suspeito tem 24 anos, viajou para a Síria em outubro de 2013 e retornou à Alemanha no final do ano passado. Segundo o órgão, a prisão não está relacionada aos ataques ao Charlie Hebdo. As autoridades informaram que não há provas de que o suspeito planejava realizar ataques terroristas.

(Agência Brasil)

Marcha Republicana deve reunir mais um milhão de pessoas em Paris

49 1

A Marcha Republicana convocada para este domingo (11), em Paris, será uma das maiores manifestações dos últimos anos na capital francesa. Deverá reunir mais de 1 milhão de pessoas,  intelectuais e religiosos, além de personalidades e políticos de diversos países.

A manifestação convocada após o assassinato de 12 jornalistas e cartunistas da publicação satírica Charlie Hebdo, na quarta-feira (7), reafirmará o repúdio ao terrorismo e à defesa dos valores republicanos, como a liberdade de expressão e de opinião.

Entre os políticos que confirmaram presença estão chefes de estado e de governo de Portugal, da Espanha, Itália, do Reino Unido, da Turquia e Alemanha, e representantes da Rússia e do Egito, país que mantém uma tensa relação diplomática com a França.

Para além da manutenção do mais alto estado de alerta na capital francesa, uma vez que são mantidas as ameaças terroristas, haverá mais 5.500 homens nas forças de segurança.

(Agência Brasil)

Menina bomba de 10 anos mata pelo menos 20 na Nigéria

Pelo menos 20 pessoas morreram e 18 ficaram feridas, neste sábado (10), quando uma bomba presa ao corpo de uma menina de 10 anos explodiu em um mercado de Maiduguri, na Nigéria. A explosão ocorreu quando o mercado estava cheio de pessoas. Até agora nenhuma organização terrorista reivindicou o atentado, mas os militantes do grupo Boko Haram têm usado mulheres e meninas como bombas humanas para impor um estado islâmico na maior economia africana.

“Ela tinha mais ou menos 10 anos e duvido muito que ela soubesse o que levava amarrado ao corpo”, disse o vigilante civil, Ashiru Mustapha. Segundo ele, o artefato detonou quando os vigilantes faziam o controle de entrada no mercado.

“O detector de metais assinalou a presença de algo suspeito quando a menina foi revistada, mas, infelizmente, a explosão deu-se antes que ela pudesse ser isolada”, acrescentou, considerando ter “quase a certeza de que a bomba foi detonada por meio de um controle remoto”.

Em dezembro, em outro ataque no mesmo mercado, 10 pessoas morreram, e na semana anterior mais de 45 pessoas foram mortas no mesmo local.

(Agência Lusa)

Hollande elogia ação da polícia contra terroristas

O presidente da França, François Hollande, elogiou a ação das forças de segurança que resultaram na morte de três terroristas, na tarde desta sexta-feira (9). Dois deles atacaram o semanário satírico francês Charlie Hebdo e um fez cinco reféns em um supermercado judeu. Os dois atentados acabaram com 19 mortos e 20 feridos.

O líder francês pediu “vigilância” à população, ressaltando a necessidade dos franceses serem “cautelosos” neste momento, mesmo com a segurança reforçada no país. Após três dias do atentado ao jornal, Hollande disse que o país “enfrentou”, mas “ainda não pôs fim, às ameaças de que é alvo”.

“A França, apesar de estar consciente de as ter enfrentado, apesar de saber que pode contar com as forças de segurança, com homens e mulheres capazes de atos de coragem e bravura, ainda não acabou com as ameaças”.

(Agência Brasil)

Atentado na França – Rastro de mortes em duas ações do terrorismo

Os supostos autores do massacre no jornal satírico francês Charlie Hebdo e o homem que fez reféns em um mercado de produtos judaicos de Paris, assim como 4 reféns, morreram nesta sexta-feira, 9, em duas ações realizadas quase simultaneamente pelas forças de ordem francesas em Dammartin-en-Goële (40 km a nordeste de Paris) e outro na capital.

Pouco antes das 17H00 (14H00 de Brasília), a unidade de elite da gendarmeria francesa lançou o ataque à gráfica de Dammartin, onde os dois suspeitos do ataque contra o Charlie Hebdo, Cherif e Said Kouachi, tinham se entrincheirado.

Os dois irmãos saíram do prédio atirando, informou uma fonte de segurança. A pessoa que eles mantinham refém saiu ilesa. Um membro da unidade de elite da gendarmeria ficou ferido na operação, mas não corre risco de vida.

Uma equipe de intervenção foi transportada de helicóptero até o teto da gráfica, constatou a AFP. Pouco depois, no leste de Paris, foram ouvidas detonações ensurdecedoras de armas automáticas e granadas, os policiais invadiram a loja de produtos judaicos onde ocorreu a tomada de reféns, e libertaram vários deles.
Pouco após, fontes de segurança informaram que cinco pessoas morreram na loja, entre eles o sequestrador, e outras quatro teriam ficado gravemente feridas.

(POVO Online e AFP)

EUA e Cuba terão primeiro encontro no dia 21 deste mês

“A primeira rodada de conversas para a normalização das relações diplomáticas entre os Estados Unidos e Cuba começa no dia 21 de janeiro em Havana, anunciou nessa quinta-feira (8) o Departamento de Estado norte-americano.

Jennifer Psaki, porta-voz da diplomacia dos Estados Unidos, informou que a secretária de Estado adjunta para a América Latina, Roberta Jacobson, estará na capital cubana nos dias 21 e 22 de janeiro para discussões com as autoridades locais.

Como parte do plano de reaproximação diplomática com os Estados Unidos, anunciado em dezembro, pelo menos 35 prisioneiros políticos foram libertados em Cuba em um período de 48 horas.”

(Agência Lusa)

 

Atentado na França – União Europeia debaterá ações de combate ao terrorismo

“A próxima reunião de cúpula da União Europeia (UE), marcada para 12 de fevereiro, terá como tema central o esforço de combate ao terrorismo, após o ataque ao jornal francês, disse hoje (9) Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu. “Pretendo aproveitar a reunião de 12 de fevereiro para discutir de forma ampla a resposta que a UE pode trazer para esses desafios”, depois dos “ataques bárbaros em Paris”, disse Tusk em Riga.

Na manhã de quarta-feira (7), três homens vestidos de preto, encapuzados e armados atacaram a sede do jornal Charlie Hebdo, no centro de Paris, deixando 12 mortos – jornalistas, cartunistas e policiais – e 11 feridos, quatro em estado grave.

Um dos supostos autores, Hamyd Mourad, de 18 anos, já se entregou às autoridades e os outros dois suspeitos, os irmãos Said Kouachi e Cherif Kouachi, de 32 e 34 anos, estão sendo procurados.”

(Agência Lusa)

Atentado na França – Jornal Charlie Hebdo voltará às bancas na próxima semana

39 1

yoan_valat_lusa

“O colunista do jornal Charlie Hebdo Patrick Pelloux disse hoje (8) que o jornal será publicado na próxima semana, mesmo após o ataque terrorista de ontem (7) que matou oito dos seus jornalistas e cartunistas. “Vamos continuar, decidimos sair na próxima semana. Estamos todos de acordo”, disse Pelloux, ao adiantar que a equipe do jornal deve se reunir em breve.

Pelloux, que também é médico de emergência, disse que os escritórios do jornal satírico não estão acessíveis por causa da investigação policial. Ele assegurou que a equipe trabalhará em casa. “Vamos nos arranjar”, acrescentou.

“É muito duro, estamos todos com a nossa dor, os nossos medos, mas vamos fazê-lo porque não é a estupidez que vai ganhar. Charb [diretor da publicação, morto no atentado] dizia sempre que o jornal deveria sair custasse o que custasse”, disse o colunista.

Doze pessoas – entre as quais cinco dos principais caricaturistas do semanário (Charb, Wolinski, Cabu, Tignous e Honoré) e o economista Bernard Maris, foram mortas no ataque aos escritórios do jornal, no centro de Paris.”

(Agência Lusa)

Atentado na França – Papa Francisco define o fato como um ato de “crueldade humana”

Papa-Francisco-3-692x360

“O Papa Francisco disse hoje (8) que o atentado contra o semanário francês Charlie Hebdo foi um ato de “crueldade humana” e pediu orações para as vítimas. “O atentado de ontem [quarta-feira] em Paris faz-nos pensar na grande crueldade humana, no terrorismo: nos atos isolados e no [terrorismo] de Estado”, disse Francisco. “O homem é capaz de tanta crueldade”, disse o papa, na tradicional missa da manhã no Vaticano, antes de pedir uma oração pelas vítimas do ataque contra o jornal francês que deixou 12 mortos.

O papa Francisco pediu também para os católicos rezarem “pelos cruéis, para que o Senhor lhes mude o seu coração”. Por meio de um comunicado, o porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, informou que o papa rezava “pelo sofrimento dos feridos” e pelas famílias dos 12 mortos.

O papa Francisco manifestou-se também contra a “difusão do ódio e qualquer forma de violência física e moral” que possam destruir a vida e violar a dignidade, atingindo radicalmente a convivência pacífica entre as pessoas e os povos. Segundo o gabinete de imprensa do Vaticano, o papa endereçou os pêsames às famílias das vítimas do atentado unindo-se “à dor e à tristeza de todos os franceses”.

(Agência Lusa)

Atentado na França – Prossegue a caça aos dois irmãos acusados pelo massacre

“O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, disse hoje (8) que várias pessoas foram detidas durante a busca pelos dois irmãos suspeitos de matar 12 pessoas no ataque ao semanário francês Charlie Hebdo.

“Muitos [suspeitos] foram detidos durante a noite”, disse Valls à Rádio RTL, acrescentando que os serviços secretos conheciam os dois suspeitos, que ainda não foram encontrados, e estavam “sem dúvida” acompanhando os seus movimentos antes do ataque dessa quarta-feira (7).

O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, informou que eram sete as pessoas sob custódia policial. “Sete pessoas”, respondeu o ministro à Rádio Europe 1, em resposta a uma questão colocada pelos jornalistas. Uma fonte judicial confirmou que sete pessoas, homens e mulheres ligados aos dois irmãos suspeitos da autoria do ataque, foram detidas.”

(Agência Lusa)

Tribunal Constitucional do Peru ratifica condenação de Fujimori a 25 anos de prisão

fujmori

“O Tribunal Constitucional do Peru ratificou a condenação a 25 anos de prisão aplicada em 2009 ao ex-presidente Alberto Fujimori por crimes contra a humanidade. A medida está em uma uma resolução publicada nessa quarta-feira (7) pelo tribunal.

A decisão foi tomada em 14 de outubro, mas conhecida apenas ontem no Peru. A Justiça recusou recurso apresentado pela defesa de Fujimori para anular outra resolução sobre um habeas corpus que foi negado e no qual era pedida a anulação da condenação por falta de provas.

Na medida, publicada na página do tribunal na internet, os juízes consideram que não lhes compete determinar se o condenado deve ser libertado, porque não representa um perigo para a sociedade, ou que a sentença deve ser anulada “sob a alegação abstrata” do seu estado de saúde e idade avançada.

Por outro lado, acrescentam, o lugar onde Fujimori cumpre a sentença é “competência da administração judiciária”. Fujimori, de 75 anos, foi condenado em 2009 a 25 anos de prisão. Mais tarde, o ex-presidente seria condenado a penas menores, em outros três processos. Hoje, ele deverá conhecer mais uma sentença devido à compra de um grupo de jornais sensacionalistas em 2000.”

(Agência Lusa)

Atentando na França – Presidente decreta três dias de luto

charly_hebdo2

“O presidente da França, François Hollande, decretou luto de três dias no país em memória das vítimas do ataque terrorista contra a sede do jornal satírico Charlie Hebdo, em Paris. De acordo com as autoridades policiais, três homens invadiram o prédio do jornal e mataram os recepcionistas, dois policiais e cartunistas famosos que realizavam uma reunião de pauta.

Até o momento, foram confirmadas 12 mortes e 11 pessoas feridas, incluindo quatro em estado grave. Entre os corpos já identificados, estão os dos cartunistas Georges Wolinski, considerado um dos maiores do mundo, Jean Cabu, Bernard Verlhac, conhecido como Tignous, e Stéphane Charbonnier, conhecido como Charb, diretor do jornal.

“Chargistas de muito talento foram mortos. Hoje eles são nossos heróis e, por isso, amanhã será dia de luto nacional”, anunciou o presidente. Hollande informou que, ao meio dia, haverá um momento de recolhimento no serviço público e convidou toda a população a participar. As bandeiras francesas ficarão hasteadas a meio mastro por três dias.

Hollande pediu unidade à população para responder à altura o crime praticado contra a nação. “A nossa melhor arma é a nossa unidade. Nada pode nos dividir, nada pode nos separar”, disse o presidente. Ele também informou que a segurança será reforçada para evitar novos ataques, principalmente em locais públicos. A polícia francesa ainda está à procura dos assassinos. Até o momento, nenhum grupo reivindicou a autoria dos ataques.”

(Agência Lusa)

Atentado na França – Chargistas estão entre os mortos

-

Os renomados chargista da revista de humor Charlie Hebdo, Charb, Cabu, Wolinski e Tignous, morreram nesta quarta-feira no violento ataque terrorista contra a redação da publicação, informou uma fonte judicial à AFP. Este anúncio é resultado de uma identificação feita no local por um sobrevivente.

Doze pessoas morreram e dez ficaram feridas nesta quarta-feira em um ataque de homens armados e aos gritos de “Alá é grande” contra a sede da revista localizada em Paris. O presidente François Hollande dirigiu-se até o local do atentado e confirmou tratar-se de um ataque terrorista, o mais violento registrado na França em 40 anos.

(Com AFP)

Atentado na França – Otan condena

“O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, condenou o atentado contra a redação do jornal Charlie Hebdo. Doze pessoas, entre cartunistas, policiais e outros funcionários da publicação, foram mortos por terroristas armados que invadiram a redação, em Paris, por volta das 11h30 (8h30 em Brasília).

“Condeno veementemente o ataque terrorista no escritório da revista Charlie Hebdo”, declarou Stoltenberg em um comunicado divulgado pela Otan. O secretário-geral qualificou o atentado como “um ato bárbaro” e um “ataque ultrajante à liberdade de imprensa”.

Stoltenberg afirmou que todos os países-membros da organização continuarão atuando conjuntamente contra o terrorismo. “Terrorismo em todas as suas formas e manifestações, que não pode ser tolerado ou justificado”.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, também condenou o ataque “brutal e desumano” contra o jornal, classificando-o como um “ato intolerável”. “Estou profundamente chocado com o ataque brutal e desumano perpetrado contra as instalações do Charlie Hebdo”, disse Juncker, num comunicado divulgado em Bruxelas.

Ele ressaltou que o atentado terrorista foi “uma barbárie”. Juncker enviou condolências às famílias das vítimas e manifestou solidariedade aos franceses.”

(Agência Lusa)

Atentado na França – Sobe para 12 o número de mortos

“Os dois homens que atacaram hoje (7) a redação do jornal satírico francês Charlie Hebdo, em Paris, gritaram “vingamos o profeta”, segundo testemunhas citadas por uma fonte policial. Num vídeo do ataque, filmado por um dos ocupantes do edifício que se refugiou num telhado e divulgou no site da televisão pública France Télévisions, ouve-se uma voz de homem gritar “Allahu Akbar” (Alá é grande) entre o som de vários disparos.

Por volta das 11h30 (horário local), dois homens armados com um fuzil automático kalashnikov e um lança-foguetes entraram na sede do jornal satírico Charlie Hebdo, no 11º bairro de Paris. No local, ocorreu uma troca de tiros com as forças de segurança, relatou uma fonte próxima da investigação à agência France Presse. Ao fugirem do local, os dois atacantes feriram um policial a tiro. Em seguida, abordaram um motorista que transitava no local, tomaram o veículo e, na fuga, atropelaram uma pessoa.

O presidente francês, François Hollande, foi para o local e denunciou um “ataque terrorista” de “extrema barbárie”.

O jornal Charlie Hebdo tornou-se conhecido em 2006 quando decidiu republicar charges do profeta Maomé, inicialmente publicados no diário dinamarquês Jyllands-Posten e que provocaram forte polêmica em vários países muçulmanos.

Em 2011, a sede do semanário foi destruída num incêndio de origem criminosa depois da publicação de um número especial sobre a vitória do partido islamita Ennahda na Tunísia, no qual o profeta Maomé era o “redator principal”.”

(Agência Lusa)

Caso AirAsia – Equipes de resgate encontram cauda do avião que caiu no mar de Java

“As equipes de resgate da Indonésia encontraram hoje (7) a cauda do avião da AirAsia no fundo do Mar de Java, onde caiu no dia 28 de dezembro com 162 pessoas a bordo, informaram fontes oficiais.

O porta-voz da Agência Nacional de Buscas e Resgates, Bambang Soelistyo, confirmou que os mergulhadores identificaram a cauda do Boeing 320-200, do voo QZ8510. Eles esperam agora encontrar as caixas pretas que permitem saber os motivos concretos do acidente.”

(Agência Lusa)

EUA anunciam libertação de presos em Cuba

“O governo de Cuba libertou hoje (6) vários presos políticos incluídos em uma lista de 53 nomes que os Estados Unidos entregaram a Havana. A decisão confirma o início da aproximação diplomática entre os dois países, conforme informou o Departamento de Estado Americano. “Já foram libertados alguns desses prisioneiros”, declarou a porta-voz da diplomacia norte-americana, Jennifer Psaki, sem precisar o número de detidos. “Evidentemente, queríamos que isso fosse concluído o mais cedo possível”, salientou Jenifer.

Os presidentes norte-americano e cubano, Barack Obama e Raul Castro, anunciaram em 17 de dezembro o início de um processo de normalização das relações diplomáticas, após mais de meio século de embargo econômico dos Estados Unidos contra a ilha comunista. A aproximação histórica também suscitou críticas, inclusive do Congresso norte-americano, onde diversos eleitos consideraram que a administração de Obama deveria ter se preocupado com a questão dos direitos humanos ao fazer concessões à Havana.

Conforme Jenifer Psaki, as primeiras discussões oficiais entre os dois governos ocorrerão em Cuba ainda em janeiro e deverão abordar temas como imigração e direitos humanos.”

(Agência Lusa)

Instituto FA7 fecha parceria com escola de negócios da Europa

O Instituto FA7 acaba de fechar parceria com a IE Business, considerada a melhor escola de negócios da Europa, segundo classificação do ranking do Financial Times. O IE Business School chega ao mercado cearense trazendo o referendado Advanced Management Program (AMP), voltado para a preparação de gestores em alto estágio de carreira, gerentes e empreendedores com potencial para a função de CEO e outras transições de nível dentro das empresas.

Com foco na educação executiva de líderes empresariais, o IE possui um campus urbano em Madrid e corpo docente com mais de 500 professores de 80 nacionalidades. O mercado local terá mestres e doutores de nível internacional, que trarão para alunos do Nordeste, em especial do Ceará, plataformas de aprendizagem on-line e presencial, incluindo a plataforma IE Communities, em que eles trocam conhecimentos e experiências com os mais de 40 mil graduados que atualmente ocupam cargos de alta gestão em mais de 100 países.

Sobre o AMP

Trata-se de um programa que responde às necessidades de formação de gestores, seniores ou em estágio para assumir a função de CEO, proporcionando uma clara visão internacional voltada para atuações estratégicas e de liderança. O desenho do programa permite que executivos com agendas lotadas possam cursá-lo via plataformas programadas de acesso e flexibilidade e com os mis avançados métodos de ensino.

SERVIÇO

* Para mais informações – http://www.institutofa7.com.br

Caso AirAsia – Mergulhadores chegam aos destroços de aeronave

“A melhoria das condições meteorológicas permitiu hoje (6) enviar mergulhadores para o Mar de Java, com o objetivo de recuperar mais corpos dos destroços do Voo 8501 da AirAsia. Até agora, as equipes de resgate, prejudicadas pela agitação do mar, encontraram menos de 40 corpos desde que o avião caiu em 28 de dezembro, com 162 pessoas a bordo, procedente da cidade indonésia de Surabaia com destino a Cingapura.

“Alguns mergulhadores começaram a chegar ao solo oceânico”, explicou o líder da equipe de busca e resgate, Bambang Soelistyo.

Ainda não foram recuperadas as caixas pretas do avião com os registros do voo, cruciais para determinar as causas do acidente. As operações deram prioridade à procura pelos corpos das vítimas, a maioria indonésios.”

Agência Lusa)

40 jovens são raptados na Nigéria

Membros do grupo islâmico radical Boko Haram raptaram 40 jovens de uma aldeia em Malari, no estado de Borno, no Nordeste da Nigéria. Embora o rapto tenha ocorrido na véspera do Ano-Novo, a notícia se tornou pública somente neste sábado (3), depois que um grupo de aldeãos em fuga chegou à capital do estado, Maiduguri, pedindo ajuda.

Segundo os aldeãos, que testemunharam o ataque, dezenas de militantes armados do Boko Haram levaram crianças e jovens do sexo masculino, com idade entre 10 e 23 anos, em direção à floresta de Sambisa.  O temor é que o grupo extremista tenha levado os jovens a fim de utilizá-los como soldados.

“Eles chegaram armados, [a bordo de] picapes e reuniram todos os homens da aldeia ao redor da casa do chefe local, onde pregaram para nós, antes de separarem 40 dos nossos meninos e os levarem”, disse Muhammad Bulama. Dois filhos e três sobrinhos dele estão entre os jovens sequestrados.

O Boko Haram ainda mantém em cativeiro mais de 200 alunas raptadas de uma escola em Chibok, no estado de Borno, em abril passado. Estimativas extraoficiais apontam que mais de 13 mil pessoas já perderam a vida devido à ação do Boko Haram. Outras centenas de pessoas foram sequestradas.

(Agência Brasil)