Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Crianças do Hospital Albert Sabin receberão a visita da Hello Kitty

hello

As crianças em tratamento no Hospital do Câncer Albert Sabin, em Fortaleza, vão receber, das 9 às 12 horas desta sexta-feira, uma visita especial: a personagem Hello Kitty, que há 40 anos enche de alegria e entusiasmo a garotada nos mais diversos cantos do mundo. Na ocasião, a visitante abraçará os pequenos, fazendo alusão à ação “Arigato, abrace muito!”, tema global da comemoração de aniversário da personagem.

A iniciativa em Fortaleza é da Loja Planeta Brinquedo, em parceria com a marca Sanrio, responsável pela personagem e realizadora da campanha em todo o mundo.

Além da passagem pelo hospital, a Hello Kitty levará sua corrente de abraços ao Shopping Rio Mar também nesta sexta-feira; ao Shopping Del Paseo, sábado, e fará a alegria dos fãs mirins e adultos domingo, na loja Planeta Brinquedo do Pátio Dom Luís Fortaleza.

Dia Nacional da Romênia será comemorado em Fortaleza

O Dia Nacional da Romênia será comemorado, no Ceará, com o lançamento de livros dos poetas romenos Mihai Eminescu, Lucian Blaga e Marin Sorescu (traduzidos pelo escritor cearense Luciano Maia). A apresentação será feita pelo escritor e desembargador Durval Aires Filho.

O evento terá a presença da embaixadora da Romênia no Brasil, Diana Radu, e faz parte das comemorações dos 120 anos da Academia Cearense de Letras. A partir das 19h30min desta quinta-feira, no Ideal Clube.

Obama anunciará novas regras para imigrantes sem documento

“O presidente norte-americano, Barack Obama, apresenta hoje (20) um plano de mudanças sobre migração. O anúncio deve ser feito à noite, em discurso transmitido pelas redes de televisão e rádio do país. As novas normas de migração terão efeito sobre a vida de cerca de 4 milhões de pessoas que residem nos Estados Unidos e não têm documento. Ao longo desta semana, a Casa Branca promoveu várias reuniões, e interlocutores do governo falaram sobre o plano. O anúncio pode provocar reações no Congresso americano que, após as eleições do começo deste mês, tem maioria republicana.

Em vídeo divulgado nessa quarta-feira (19) no site da Casa Branca, Obama disse que fará o discurso às 20 horas (23h no horário brasileiro de verão). “Vou falar sobre as medidas que posso tomar para começar a consertar nosso sistema de imigração, porque todo mundo concorda que ele está quebrado”, acrescentou.

A revisão da Lei de Imigração é uma promessa antiga de Obama, ainda em seu primeiro mandato, e um projeto de reforma do sistema migratório deveria ter sido enviado pelo Executivo ao Congresso, mas isso não ocorreu. Em junho, Obama disse que não esperava que o Congresso aprovasse uma reforma e que anunciaria mudanças no fim de setembro.”

(Agência Brasil)

Um terço dos jovens do mundo vive em situação de vulnerabilidade social

Cerca de um terço dos jovens entre 10 e 24 anos de todo o mundo vive em situação de vulnerabilidade social. A conclusão do Fundo de População das Nações Unidas (ONU) consta do relatório Situação da População Mundial em 2014, que a agência da ONU apresenta nesta terça-feira (18).

De acordo com o Fundo, cerca de 1,8 bilhão dos mais de 7 bilhões de habitantes do planeta tem entre 10 e 24 anos. Desses, mais de 500 milhões vivem abaixo da linha de pobreza, com menos de US$ 2 por dia. “Em um mundo de questões de adultos, os jovens são muitas vezes negligenciados. Tendência que requer correção urgente, uma vez que põe em risco não só a juventude, mas as economias e sociedades em geral”.

O Fundo reconhece que “cada vez mais governos estão dedicando maior atenção aos jovens”, mas aponta que milhões deles ainda enfrentam muitos obstáculos, como acesso à instrução formal ou a baixa qualidade do ensino e falta de empregos apropriados. O fundo calcula que, em regiões em desenvolvimento, cerca de 60% dos jovens não estudam nem trabalham no mercado formal. Há ainda uma grande lacuna digital a separar a juventude de diversos países. Além disso, a ausência de informação e serviços adequados para garantir o acesso dos adolescentes à orientação e aos cuidados sobre a saúde sexual.

(Agência Brasil)

Economia japonesa entra em recessão após queda do PIB

“A economia japonesa entrou em recessão depois de uma queda entre julho e setembro, segundo dados oficiais divulgados hoje (17), tornando quase inevitável que o primeiro-ministro Shinzo Abe suspenda o plano de aumento de impostos e avance para eleições antecipadas.

O Produto Interno Bruto do país diminuiu 0,4%, a uma taxa anual de 1,6%, mostrando como o aumento de impostos em abril freou o crescimento, representando forte golpe para o primeiro-ministro, que se comprometeu em elevar a economia nacional.

Esses valores aumentam a probabilidade de que Abe, que pode convocar eleições antecipadas no próximo mês, atrase o plano para aumentar o imposto sobre o consumo para 10% no próximo ano. A subida de 5% para 8% do imposto no início deste ano pode ter travado o crescimento.”

(Agência Brasil)

Países da UE debatem novas sanções à Rússia devido à crise na Ucrânia

“Os ministros dos negócios estrangeiros da União Europeia (UE) debatem nesta segunda-feira (17) a possibilidade de ampliar a lista de russos e ucranianos que sofreram sanções devido à sua responsabilidade na crise do Leste da Ucrânia, e também de aplicar novas sanções econômicas à Rússia. O Conselho de Ministros do Exterior da UE, que se reúne em Bruxelas, na Bélgica, será o primeiro presidido pela nova chefe da diplomacia comunitária, a italiana Federica Mogherini, que propôs um debate sobre a crise.

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa alertou que nos últimos dias tem aumentado o número de veículos, equipamentos militares e tropas procedentes da Rússia no Leste da Ucrânia, controlado por separatistas pró-russos, uma tendência confirmada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte.

Nesse contexto, os ministros vão discutir a possibilidade de aplicar novas sanções aos russos e ucranianos envolvidos na crise, além de medidas restritivas em relação à península da Crimeia, anexada pela Rússia, incluindo sanções econômicas suplementares.”

(Agência Brasil)

Cearense ganha prêmio internacional em visualização de dados

O pesquisador Cláudio Silva, ex-aluno da Universidade Federal do Ceará (UFC), foi o vencedor da Visualization Technical Achievement Award 2014, uma das mais importantes premiações mundiais na área de visualização de dados, oferecido pelo Institute of Eletrical and Eletronical Engineer’s (IEEE), em Paris.

O prêmio é um reconhecimento pelos avanços que suas pesquisas provocaram na área de computação geométrica para visualização e no desenvolvimento do sistema de exploração de dados VisTrails. A ideia de visualização de dados está em franca expansão, principalmente com a popularização do conceito de Big Data.

Cearense, Cláudio Silva formou-se em Matemática pela UFC, em 1990, e fez doutorado pela Universidade Estadual de Nova York em Stony Brook, nos Estados Unidos, em 1996. Atualmente, é professor de Engenharia e Ciência da Computação da Escola Politécnica de Engenharia de Nova York e um dos líderes do Centro para Ciência Urbana e Progresso (CUSP, na sigla em inglês) de Nova York. É coautor de mais de 200 artigos científicos e 11 patentes nos Estados Unidos.

O trabalho de Silva tem a colaboração de outra pesquisadora também formada pela UFC: Juliana Freire, graduada em Ciências da Computação em 1991 e, atualmente, professora de Ciências da Computação da Politécnica de NY. Juliana ganhou reconhecimento pelo desenvolvimento de uma ferramenta de busca para a chamada Deep Web, a Internet profunda. O sistema chegou a ser matéria do jornal The New York Times.

Cláudio Silva mantém intensa colaboração com a UFC. Pelo menos uma vez por ano, visita os departamentos de Matemática e Computação da Universidade, trabalhando em parceria com os respectivos programas de pós-graduação e grupos de pesquisa das áreas. A colaboração se dá na forma de apoio a alunos em doutorados-sanduíche e em projetos de pesquisa na área de computação gráfica e visualização de dados. Recentemente, Silva foi coautor de artigos com os professores da UFC, Emanuele Santos (Computação) e Esdras Soares (Matemática).

(UFC)

Dilma defende maior cooperação entre o grupo do Brics para superar crise

A presidente Dilma Rousseff defendeu, na noite desta sexta-feira (14), que os países que integram o grupo do Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – reforcem a cooperação para superar as atuais dificuldades econômicas mundiais. Durante reunião com os chefes de Estado do Brics, a presidente destacou que o quadro econômico mundial não melhorou conforme o ritmo previsto durante o último encontro do grupo, em Fortaleza (CE).

“Os países avançados não conseguiram uma recuperação consistente e o comércio internacional não cresce o suficiente para estimular os países emergentes. Pelo contrário. Estamos assistindo a uma queda do preço das commodities que sinaliza o enfraquecimento da economia internacional e vai comprometer a renda e o crescimento de alguns [países] emergentes”, disse a presidente.

De acordo com Dilma, a queda no preço das commodities – produtos primários com cotação internacional – reflete “uma reacomodação da economia mundial” às perspectivas de futura alta do dólar americano.

Defendendo a importância dos países avançados recomporem sua demanda interna aos níveis anteriores ao início da atual crise econômica mundial, “em vez de tentarem resolver seus problemas ampliando suas exportações”, a presidente destacou a importância da aprovação de criação do Banco de Desenvolvimento do Brics e do Acordo Contingente de Reservas. “Fundamentais para potencializar nossa atuação econômica e financeira”, acrescentou.

O encontro entre os chefes de Estado dos cinco países que compõem o Brics aconteceu pouco antes do início da 9ª Cúpula do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo e a União Europeia. A cúpula acontece em Brisbane, Austrália, onde a diferença em relação ao horário de Brasília são 12 horas a mais.

(Agência Brasil)

Dilma diz que economia mundial frustra recuperação no final deste ano

Começou na noite dessa sexta-feira (horário de Brasília), em Brisbane, na Austrália, o primeiro evento da 9ª Cúpula do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo e a União Europeia. Os chefes de Estado e de Governo dos países que integram o grupo participam neste momento de uma reunião privada no plenário do Parlamento de Queensland, estado australiano onde ocorre o evento.

No encontro, Dilma mencionou as dificuldades da conjuntura internacional. “Infelizmente o quadro econômico mundial não avançou muito desde julho último. Chegamos ao final de 2014 vendo frustradas nossas expectativas iniciais de recuperação da economia mundial”, disse.

“Em meio às dificuldades da conjuntura internacional, foi fundamental que tivéssemos aprovado a criação de dois importantes instrumentos – o Banco de Desenvolvimento do Brics e o Acordo Contingente de Reservas -, para potencializar nossa atuação econômica e financeira”, acrescentou.

(Agência Brasil)

Itamaraty diz que há fatos suficientes para negar visto a Julien Blanc

O Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty, informou nesta quinta-feira (13) que “existem elementos suficientes que recomendam a denegação” do visto ao americano Julian Blanc, conhecido por ensinar técnicas de como “pegar” mulheres. Por meio da assessoria de imprensa, o ministério diz que instruiu suas representações diplomáticas e consulares no exterior a consultar Brasília sobre eventual pedido de visto.

Julian Blanc tem conferências agendadas para janeiro de 2015 no Rio de Janeiro e em Florianópolis. As palestras motivaram um abaixo-assinado na internet que registra mais de 277 mil assinaturas. A petição é direcionada ao Itamaraty e à Polícia Federal e pede que a entrada de Blanc no Brasil seja barrada. As técnicas ensinadas por Blanc são consideradas desrespeitosas e incentivam o estupro. Ele chegou a ser expulso da Austrália.

Até a noite dessa quarta-feira (12), o Itamaraty não tinha “decisão definitiva sobre o tema”. Nesta quinta-feira, a pasta diz: “Caso uma solicitação de visto seja recebida por qualquer embaixada ou consulado no exterior, existem elementos suficientes que recomendam a denegação. Para tanto, o Itamaraty acompanha o assunto em coordenação com o Ministério da Justiça e a Secretaria de Políticas para as Mulheres”.

(Agência Brasil)

FGV – Clima econômico melhora no Brasil e piora na América Latina

“O clima econômico na América Latina caiu 4,8% em outubro, com queda de 84 para 80 pontos no indicador Ifo-FGV de Clima Econômico, apesar da pequena alta de 55 para 57 pontos registrada no Brasil. O índice é divulgado trimestralmente pela Fundação Getulio Vargas em parceria com o instituto alemão Ifo. A retração do indicador na região se deu na avaliação da situação atual, que caiu de 72 para 64 pontos, enquanto o indicador que mede as expectativas se manteve em 96 pontos.

A queda latinoamericana, no entanto, foi bem menos intensa que a do Índice de Clima Econômico (Ice) mundial, que recuou 14% em outubro, puxado por pioras nas maiores economias. União Europeia e China tiveram queda de 13%, e Estados Unidos, de 8,3%. Segundo a FGV, o resultado sinaliza piora no cenário econômico mundial para os próximos seis meses.

Na América Latina, pesaram na variação negativa os resultados do México (-5%), do Chile (-15,7%) e da Colômbia (-10,7%). Além do Brasil, Bolívia, Equador, Paraguai e Peru tiveram desempenho melhor do que o divulgado em julho. O Ice mais baixo é o da Venezuela, com 20 pontos, seguido pelo da Argentina (47), pelo do Brasil (57) e pelo do Chile (75). A Bolívia tem o maior, com 124 pontos. Na pesquisa, qualquer indicador inferior a 100 é considerado desfavorável.

No Brasil, o indicador que mede a situação atual caiu de 42 para 30 pontos, enquanto o que mede as expectativas subiu de 68 para 84 pontos. Na enquete realizada pelos institutos, foram apontados como principais problemas da economia brasileira a falta de confiança na política do governo, falta de competitividade internacional, inflação, déficit público e falta de mão de obra qualificada.”

(Agência Brasil)

Ebola: balanço da OMS mostra mais de 5 mil mortos e 14 mil casos

A epidemia de febre hemorrágica ebola já matou 5.160 pessoas em oito países, de um total de 14.098 casos identificados, segundo balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado nessa quarta-feira (12).

Em nota, a agência das Nações Unidas informa que a transmissão da doença continua intensa na Guiné, na Libéria e em Serra Leoa, países onde, segundo a OMS, os casos de infecção podem ser maiores do que foram contabilizados até agora.

Em seu último balanço, do dia 7 de novembro, a OMS divulgou que 4.960 pessoas morreram por causa do vírus ebola na Libéria, na Guiné, em Serra Leoa, na Nigéria, no Senegal, no Mali, nos Estados Unidos e na Espanha.

(Agência Brasil)

Americano que ensina como “pegar” mulheres pode ser barrado no Brasil

O Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty informou, por meio da assessoria de imprensa, que ainda não foi tomada decisão sobre a concessão ou não de visto para Julien Blanc, da Real Social Dynamics, no país. O americano é conhecido por ensinar técnicas de como “pegar” mulheres, como diz em seu site.

As técnicas, consideradas desrespeitosas, motivaram um abaixo-assinado na internet, que, até a noite dessa quarta-feira (12), tinha mais de 210 mil assinaturas. De acordo com a petição, o americano tem conferências agendadas para janeiro de 2015 no Rio de Janeiro e em Florianópolis (SC).

“Suas aulas que ensinam homens a ‘pegar mulheres’, exaltam a cultura do estupro, crimes de agressão emocional e física contra mulheres, o racismo e o profundo desrespeito pelas mulheres”, diz o abaixo-assinado.

A petição é direcionada ao Itamaraty e à Polícia Federal e pede que a entrada de Blanc no Brasil seja barrada. O Itamaraty disse que não foi tomada “nenhuma decisão definitiva sobre o tema” e que “não existe instrução para os postos [embaixadas, consulados], até o momento”.

Em nota, divulgada na noite dessa quarta-feira, a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) diz que “é radicalmente contra qualquer tipo de violência contra as mulheres e pela defesa dos direitos delas”.

(Agência Brasil)

Ceará recebe comitiva da área educacional da Colômbia

Grupo de executivos colombianos que atuam na área educacional e são ligados ao governo visitarão o Ceará, a partir desta sexta-feira. Aqui, a ordem é conhecer o trabalho desenvolvido em escolas públicas e privadas do Estado na área de ensino de tecnologia, especialmente a linguagem de programação. A agenda de visitas ocorrerá até o dia 17.

Esses executivos atuam na Secretaria de Educação de Medelin e visitarão dois colégios privados em Fortaleza e Cascavel (RMF). Já na sexta feira, se deslocarão para o município de São Gonçalo do Amarante (RMF), onde há um projeto que inclui estudantes das escolas municipais em programas que usam ferramentas de tecnologia.

A procura de sistemas de ensino de tecnologia com baixo custo tem mobilizado as autoridades na área da educação. Em países da Europa e nos Estados Unidos, o ensino da linguagem de códigos faz parte da grade curricular. Iniciativas brasileiras têm despertado a atenção de educadores da América do Sul.

Justiça norte-americana investiga suborno na Petrobras

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos, equivalente ao Ministério da Justiça, vai investigar se funcionários da Petrobras violaram o Ato de Práticas Corruptas Estrangeiras por suborno para conseguirem ou manterem negócios nos EUA. A estatal também é alvo da Securities and Exchange Comission, que corresponde à Comissão de Valores Mobiliários do Brasil.

A iniciativa foi minimizada pelo integrante da CPI Mista da Petrobras, e líder do PT, senador Humberto Costa (PE). Já o líder do PSDB, senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), avaliou que o inquérito norte-americano desmoraliza ainda mais a estatal brasileira.

(Agência Senado)

Obama defende internet como serviço público e de acesso neutro

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, defendeu que a internet seja um serviço público e rejeitou a criação de canais prioritários e mais rápidos, em mensagem enviada nessa segunda-feira à Comissão Federal de Comunicações.

Obama quer um sistema regulador do fornecimento de internet em nome da “neutralidade da rede” e para evitar que existam sistemas diferentes de acesso, um mais rápido do que outro, conforme o pagamento de cada utilizador.

O presidente norte-americano defende que a Comissão Federal de Comunicações implemente regras fortes para proteger a neutralidade da rede. “Não podemos permitir que os fornecedores de serviços de internet limitem os melhores acessos ou escolham vencedores e perdedores no mercado online, mediante qualquer pagamento por maior rapidez”, disse Obama.

Para ele, as novas regras reguladoras de acesso neutro à internet devem abranger a utilização de telefonia móvel.

A declaração de Barack Obama foi bem recebida pelos representantes das maiores empresas de tecnologia, por ser “a melhor estratégia legal, caso se concretize a tão desejada regulação de internet livre”.

Para a Associação de Telecomunicações dos Estados Unidos, a proposta de Obama representa “uma mudança que irá redefinir a internet” e poderá levar outros países a fazer o mesmo.

(Agência Brasil)

Ministro venezuelano tenta explicar acordo com MST sem avisar ao Itamaraty

58 1

Cinco dias após o Ministério das Relações Exteriores cobrar do governo venezuelano explicações sobre a vinda ao Brasil, sem aviso prévio, do ministro venezuelano de Comunidades e Movimentos Sociais, Elias Jaua, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) divulgou nota esclarecendo o teor do termo de cooperação para capacitação de camponeses assinado com o ministro – que também ocupa o cargo de vice-presidente de Desenvolvimento do Socialismo Territorial.

O acordo foi um dos compromissos políticos que Jauá cumpriu durante estadia no país, sem que o governo brasileiro tivesse sido comunicado. Como, em termos diplomáticos, a falta de aviso prévio pode ser interpretada como ingerência em assuntos internos e contrário às boas relações entre dois países, o Itamaraty ainda aguarda os esclarecimentos do governo venezuelano. Já parlamentares da oposição revelam exigirão informações do chanceler brasileiro Luiz Alberto Figueiredo, na próxima audiência pública da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, agendada para quarta-feira (19).

“Temos uma situação sui generis, para dizer o mínimo: alto representante de um governo estrangeiro vem ao Brasil firmar acordos com um ente sem personalidade jurídica, tendo por objetivo construir uma sociedade socialista”, argumentou o deputado e senador eleito Ronaldo Caiado (DEM-GO), que solicitou a audiência pública.

(Agência Brasil)

Precisamos de pontes, não de muros, diz papa Francisco

papa francisco

Na tradicional oração do Angelus, na praça de São Pedro, no Vaticano, o papa Francisco disse neste domingo (9) que a humanidade “precisa de pontes, não de muros”, em referência aos 25 anos da queda do Muro de Berlim. Francisco rezou para que se desenvolva uma cultura de reencontro, “suscetível de fazer cair todos os muros que dividem o mundo e para que jamais inocentes sejam perseguidos e às vezes mortos pelas suas crenças e sua religião”.

Em sua oração, o papa lembrou do papa santo João Paulo II e sua participação no processo que culminou na derrubada do muro que divida a Berlim Ocidental da Oriental. “Foi há 25 anos que caiu o Muro de Berlim, que durante tanto tempo dividiu uma cidade ao meio e simbolizou a divisão ideológica da Europa e do mundo inteiro”, disse o papa.

“Essa queda chegou de forma inesperada, mas foi possível graças ao compromisso de um longo e difícil compromisso de tantas pessoas, que lutaram e rezaram, e para muitas até o sacrifício das suas vidas. Entre eles, o papa santo João Paulo II, que teve um papel importante”, acrescentou.

(Agência Brasil)

O homem que derrubou Nixon e viajou de férias para o Brasil

73 1

Ben_Bradlee_1

Com o título “Derrubou Nixon e viajou de férias para o Brasil”, eis artigo do jornalista Luís-Sérgio Santos. Ele faz um resgate histórico e homenagem ao jornalista Benjamin Bradlee, ícone do jornalismo ao derrubar um presidente americano via Caso Watergate. Confira:

Morreu na terça-feira, 21 de outubro, aos 93 anos, Benjamin C. Bradlee, que trabalhou durante 26 anos no The Washington Post com apoio e suporte de Katharine Meyer Graham, a legendária publisher do jornal que referendou Bradlee nos anos marcantes do caso Watergate.

Bradlee virou um ícone do jornalismo. Seu livro de memórias, A Good Life: Newspapering and Other Adventures traz um delicioso capítulo sobre Watergate com toda a irreverência e criticismo do autor. É um relato ágil e cheio de detalhes, nomes e fontes que se espraiam da página 324 à página 385. Ali, Bradlee comemora o prêmio Pulitzer que o Post ganhou porWatergate e homenageia também o esforço coletivo da equipe do jornal em relação à cobertura. Cita dos editorialistas ao chargista Herbert A. Block—que assinava Herblock—e também os muitos editores do jornal. O capítulo 5, “Depois de Watergate”, vai da página 385 à 409. É quando ele relata uma viagem diferente.

Bradlee queria viajar para um lugar bem distante de Watergate e aí caiu como uma luva o convite para dar uma palestra no Brasil, em Brasília, sobre liderdade de imprensa. O cachê eram as passagens aéreas, via Varig, mais hospedagem para o casal Bradlee. Guindado à condição de estrela, ele, o Post e a dupla Woodstein—fusão de Bob Woodward and Carl Bernstein—Bradlee queria ir para longe, a aí surgiu a ideia de emendar a viagem a Brasília com uma aventura na floresta amazônica a partir de Manaus, o que de fato aconteceu. O pernoite na selva, em um “hotel” citado entre aspas, o casal Bradlee teve que tomar um porre para enfrentar os mosquitos e se entregar aos braços de Morfeu.

Nesta primeira viagem ao Brasil a turnê iniciou-se por Salvador, “a única cidade do mundo onde negros e brancos convivem com enorme harmonia”. A cidade seduziu os Bradlee. Depois foram ao Rio de Janeiro, depois Brasília—onde falou para uma platéia totalmente masculina, observa, onde estava, cita, o então futuro presidente José Sarney. Anos mais tarde Bradlee voltaria ao Brasil quando Sarney era presidente, lembra.

O caso Watergate começa com uma investigação banal. O que fazia uma cheque doado ao comitê de arrecadação para a campanha de reeleição do republicano Nixon nas mãos de um dos arrombadores do comitê Democrata?

A partir dai a ação do Post passou a ser totalmente investigativa com a ajuda de esparsas fontes sendo a mais relevante delas o famoso Garganta Profunda. É dele a frase antológica, “Just… follow the money”.

Bradlee foi pressionado o tempo todo mas não cedeu, embora em um certo momento tenha sentido que o chão fugiu aos seus pés. Ele contratou um risco enorme ao dar apoio intransigente aos dois jovens repórteres mesmo contra a opinião oposta de veteranos colegas do Post. Pressões internas e externas.

A manchete “Nixon Resigns”, de 9 de agosto de 1974, foi um prêmio à sua obstinação.

* Luís-Sérgio Santos,

Jornalista.