Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Agora Obama nega seu maior orgulho

Em artigo no O POVO deste sábado (16), o jornalista Bruno Pontes avalia a contraditória postura de Obama com relação ao Iraque. Confira:

De acordo com certo credo pacifista, se baixarmos as armas nossos inimigos baixarão as deles também e a paz será estabelecida. Em 2008, Barack Obama cativou todas as pessoas esclarecidas do mundo ao anunciar repetidas vezes que se fosse eleito retiraria as tropas americanas do Iraque. Naquela época, o presidente Bush trabalhava para manter parte delas lá por tempo indeterminado. Obama dava até prazo: prometia a retirada total dentro de 16 meses a partir de sua posse.

O setor inteligente da sociedade global não tinha dúvida: o candidato democrata fora enviado pelo deus Progresso para fazer o que era certo nos Estados Unidos, no Oriente Médio e, por que não, até no Brasil. Change, change, change… Obama virou presidente e deu início à obra que reabilitaria a imagem da América. Trouxe os soldados de volta, declarou a missão no Iraque encerrada em 2011 e se gabou na campanha pela reeleição em 2012: “Pela primeira vez em nove anos, não há americanos lutando no Iraque. Eu prometi acabar com a guerra e acabei”.

Agora o mundo assiste ao massacre de cristãos e outras minorias por extremistas islâmicos que se apossaram de parte do território iraquiano. Os que não foram executados estão encurralados em montanhas, na iminência da morte ou por fome ou por tiro ou por decapitação. Antes de partir para férias na ilha de Martha’s Vineyard, Obama anunciou que autorizara ataques aéreos contra membros do tal Estado Islâmico.

Nessa mesma coletiva, tratou de contar nova história sobre a saída dos americanos do Iraque, que ao longo dos últimos três anos ele tratou como uma de suas maiores realizações. Um repórter lhe perguntou se, diante do avanço dos terroristas islâmicos e do genocídio, havia mudado de opinião sobre a retirada dos soldados. Obama respondeu que não foi decisão dele.

Na verdade, explicou, o governo iraquiano não queria as tropas lá. É desse homem que depende a sorte de milhares de potenciais vítimas do Estado Islâmico. A esperança é que Barack Obama declame algumas frases pela paz com o queixo para cima e as coisas se resolvam.

Orquestra de Sopros de Pindoretama faz turnê internacional

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=bRTUM1-OBeU[/youtube]

A Orquestra de Sopros de Pindoretama que completa quinze anos, este ano realiza sua quarta turnê internacional. Dessa vez, Hamburgo, na Alemanha, é o destino conquistado pelo reconhecimento dos alemães ao trabalho desenvolvido pelos músicos cearenses, jovens atendidos pelo projeto e que recebem aulas de música com o apoio do Oi Futuro desde 2007. O convite partiu da produção do Stamp Festival, o maior festival de artes de rua de Hamburgo. A Orquestra de Sopros vai representar o Brasil não só no Stamp, mas também nos festivais Alstervergnügen Hamburg e Weinfest Osterstrasse. As apresentações acontecerão entre os dias 22 de agosto e 02 de setembro.

O maestro Arley França, fundador do projeto, conduz 30 pessoas para o desafio da primeira viagem internacional dos novos músicos da orquestra com idade entre 12 e 17 anos. O manejo do maestro com a arte de ensinar não demorou pra deixar o novo grupo afinado capaz de mostrar o melhor da música brasileira para os estrangeiros. No repertório: maxixe, bossa nova, chorinho, samba, frevo e baião.

A turnê se estenderá ao aprendizado através de intercâmbio. Nos intervalos das apresentações oficiais, brasileiros e alemães se unirão para troca de experiências. O convívio vai acontecer com os alunos da orquestra da Escola Ida Ehre Schule, uma das escolas mais prestigiadas de Hamburgo. Tocar nos 350 anos de aniversário do bairro Altona, o mais tradicional de Hamburgo, também ficará na história desses jovens músicos cearenses.

DETALHE – A Orquestra de Sopros de Pindoretama conta com o patrocínio da Oi e apoio cultural do Oi Futuro.

Novo presidente de Israel telefona a Dilma e desculpa-se por diplomata

O novo chefe de Estado de Israel, Reuven Rivlin, telefonou nessa segunda-feira (11) à presidenta Dilma Rousseff. Durante a conversa, os dois presidentes conversaram sobre os recentes conflitos na Faixa de Gaza. Reuver Rivlin também pediu desculpas a Dilma pelas declarações do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmor, segundo as quais o Brasil seria um “anão diplomático”.

De acordo com nota à imprensa divulgada à noite pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência, o novo presidente de Israel disse que as expressões utilizadas pelo funcionário não “correspondem aos sentimentos da população de seu país em relação ao Brasil”. As declarações do porta-voz foram dadas em julho, quando o Itamaraty condenou o uso desproporcional da força, por Israel, no conflito na Faixa de Gaza.

O novo presidente de Israel disse que seu país estava se defendendo dos ataques com mísseis que o território vinha sofrendo. Dilma, por sua vez, manifestou esperanças de que o cessar-fogo e as atuais negociações possam contribuir para uma solução definitiva de paz na região. Ainda segundo a nota, a presidenta considerou que a crise “não poderá servir de pretexto para qualquer manifestação de caráter racista, seja em relação aos israelenses, seja em relação aos palestinos”.

(Agência Brasil)

Alunos cearenses representam o Brasil no mundial em robótica

Em artigo enviado ao Blog, o advogado e professor Irapuan Aguiar destaca a presença de alunos cearenses no mundial em robótica e cobra mais envolvimento de autoridades do Estado. Confira:

No próximo dia 30 três alunos do IFCE, campus de Cedro, Francisco Enilton Alves Nogueira, Malôncio Moreira Lima e Paulo Helder Gonçalves Rodrigues, têm um desafio inédito: representar a instituição de ensino na etapa mundial da “Wordwide Freescale Cup Chalenge”, competição em robótica. O evento será realizado em Seul, capital da Coreia do Sul.

A classificação para a etapa mundial do evento de robótica foi obtida após o grupo de alunos do sexto semestre do Curso de Mecatrônica industrial conquistar o 1º lugar na seletiva nacional ocorrida em São Paulo no ano passado no “Freescale Cup Brasil”.

A delegação do Campus do IFCE de Cedro terá a supervisão e presença do professor Pedro Henrique Almeida Miranda, coordenador do projeto no campus. A participação da equipe cearense insere o campus do Cedro como representante nacional de um seleto grupo de países, tais como EEUU, Japão, Índia, China e os representantes do círculo europeu.

A equipe está confiante e pronta para enfrentar os outros competidores, agora, na etapa internacional. O projeto consiste na apresentação de um protótipo de automóvel auto-guiado desenvolvido dentro de um programa de computador (sensores).

Infelizmente, o magno acontecimento não teve grande repercussão na imprensa cearense, daí apelar para sua veiculação no seu lido e apreciado Blog de formar a sensibilizar as autoridades governamentais no sentido de dar maior dimensão ao esforço desses jovens estudantes (alô secretário de Educação, UFC, IFCE, governador Cid Gomes, presidente da Assembleia Legislativa).

Iraque acusa Estado Islâmico de assassinar 500 pessoas e sequestrar 300 mulheres

Integrantes do Estado Islâmico do Iraque assassinaram pelo menos 500 pessoas da minoria étnica Yazidi durante ofensiva no Norte do país, segundo confirmou o ministro dos Direitos Humanos do Iraque, Mohammed Shia Al Sudani, neste domingo (10) à agência de notícias Reuters.

Al Sudani denunciou que os jihadistas do Estado Islâmico enterraram algumas vítimas vivas, incluindo mulheres e crianças. Além disso, 300 mulheres foram sequestradas como escravas. Os jihadistas forçaram a fuga de seus lares de cerca de 600 mil civis, pertencentes a minorias étnicas e religiosas do Norte do Iraque, explicou o deputado iraquiano Henin Al Qedu, em Bagdad.

Os cristãos, yazidis, turcomanos e shabaks são algumas das minorias que convivem há muito tempo com os muçulmanos no Iraque, onde agora são perseguidos pela milícia jihadista do Estado Islâmico. Essas minorias são obrigadas a converter-se ao islamismo ou fugir. A maioria desses grupos, que habitam o país há séculos, vive na província de Nínive, una zona de história e cultura milenares cortada pelo Rio Tigre e situada a 400 quilômetros a noroeste de Bagdad.

(Agência Brasil)

Negociadores palestinos aceitam nova trégua de 72 horas na Faixa de Gaza

Uma nova trégua de 72 horas foi acordado neste domingo (10) pelos negociadores palestinos para que o governo de Israel cesse os ataques mantidos por mais de um mês na Faixa de Gaza. Ainda não há hora exata para o início do cessar-fogo, mas ele está programado para durar três dias.

O novo cessar-fogo, proposto pelo mediador do Egito na crise, é esperado para começar na tarde de hoje. “Palestina está disposta a fazer todos os tipos de conversas desde que não parta de Israel a imposição de condições prévias”, disse o correspondente da Telesur, Yosvany Noguet.

Desde julho, Israel mantém ofensiva contra a Faixa de Gaza, que matou mais de 1.800 palestinos, em sua maioria mulheres, crianças e idosos, e 67 israelenses, quase todos soldados. Desde que os ataques começaram, vários países se manifestaram pedindo um cessar-fogo, mas Israel violou a trégua várias vezes. A Liga Árabe convocou uma reunião de emergência nesta segunda-feira (10) para debater a situação.

(Agência Brasil)

O filho do general

39 3

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (10):

A condenação do governo de Israel pelo mundo inteiro obrigou os “falcões” a uma pausa no massacre. Cerca de 400 crianças foram mortas, segundo a última contagem da Unesco. É por razões como essa que Israel é um dos únicos países (ao lado dos EUA) a se recusar a reconhecer o Tribunal Penal Internacional (TPI), que poderia condenar os dirigentes israelenses por crimes contra a humanidade.

Para esclarecer como os sionistas (uma facção política-ideológica judia que não pode ser confundida com os judeus em geral) se apossaram, em 1948, das terras habitadas pelos palestinos há mais de um milênio e meio, ninguém melhor do que Miko Peled, judeu, filho de um dos heróis de Israel.

Em seu livro – O filho do general – ele lembra que os judeus eram minoria na área quando foi proclamado o Estado de Israel. Um resumo é apresentado pelo próprio autor num vídeo que está correndo o mundo e tem uma cópia legendada em português: http://goo.gl/GnT81K.

Hamas garante que não fará “nenhuma concessão” a Israel

O movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, garantiu neste sábado (9) que não fará “nenhuma concessão” a Israel, no momento em que prosseguem as hostilidades na região.

“Não vai haver nenhum retrocesso. A resistência vai continuar em todas as suas forças. Não vamos fazer nenhuma concessão sobre as exigências do nosso povo”, disse, em comunicado, Fawzi Barhoum, porta-voz do movimento.

O conflito, que já dura um mês, reacendeu-se depois de os mediadores terem tentado sem sucesso prolongar o cessar-fogo que terminou nessa sexta-feira (8). Israel acusou o Hamas de romper o acordo.

Desde 8 de julho, os combates entre Israel e o Hamas mataram pelo menos 1,9 mil palestinos e 67 israelenses, quase todos soldados.

Representantes do Egito, que faz a mediação das negociações, reuniram-se na noite dessa sexta-feira com uma delegação da Palestina e esperam ouvir Israel, depois do shabbatt, o dia semanal de descanso, que termina ao pôr do sol deste sábado.

(Agência Brasil)

Iraque: Estados Unidos bombardeiam posições do Estado islâmico

Os Estados Unidos bombardearam posições de artilharia do Estado Islâmico no Iraque, que ameaçavam o pessoal norte-americano na Base de Erbil, no Curdistão iraquiano, anunciou nesta sexta-feira (8) o Pentágono.

“Aviões militares americanos lançaram ataques contra a artilharia do Estado islâmico. A artilharia foi utilizada contra as forças curdas que defendem Erbil”, declarou, no Twitter, o porta-voz do Pentágono, almirante John Kirrby.

Ele informou que dois caças F/A 18 lançaram bombas de 250 quilos, guiadas por laser, sobre uma peça de artilharia móvel perto de Erbil.

Segundo o representante do Pentágono, a peça de artilharia destinava-se a bombardear as forças curdas em Erbil, no Curdistão iraquiano, e ameaçava o pessoal militar e civil norte-americano na cidade.

Nessa quinta-feira (7), os combatentes do Estado islâmico tomaram Qaraqosh, a maior cidade cristã do Iraque, e ainda a maior barragem do país, em Mossul, cidade que controlam desde 10 de junho.

Obama acusou o Estado islâmico de querer “a destruição sistemática da totalidade (…) do povo [yazidi], o que constituiria um genocídio”.

(Agência Brasil)

Americana cobra no Facebook na Justiça uma indenização de US$ 156 milhões

“A americana Meryam Ali quer receber do Facebook uma indenização de US$ 123 milhões, além de uma indenização menor de um “amigo” (da onça, no caso). O “ex-amigo”, irado com o fim de um relacionamento sem compromissos, lançou no Facebook um perfil falso — supostamente de Meryam – em que publicou fotos dela nua e imagens pornográficas. Mas eram fotos “fabricadas” no Photoshop, ou seja, o rosto era realmente dela, mas o corpo era de outra mulher.

As mulheres têm se saído bem na Justiça americana em ações qualificadas na Justiça como “pornografia vingativa” (revenge porn). São fotos tiradas e vídeos gravados por maridos ou namorados durante o relacionamento, que eles publicam nas redes sociais por vingança, quando a relação é terminada por iniciativa da mulher.

Nesse caso específico, o Facebook responde solidariamente pela “agressão”, porque se recusou a atender seus repetidos pedidos, durante meses, para desativar o site. O Facebook só tirou a página do ar em fevereiro, depois que o Departamento de Polícia de Houston, onde vive a demandante, requisitou os registros da empresa, em um esforço para ajudar a identificar e localizar a “verdadeira fonte” do site “impostor”.

* Do Consultor Jurídico, leia mais aqui.

Quer ver briga feia? Não, não foi no ringue eleitoral

Tensão máxima na encarada entre Jon Jones e Daniel Cormier. Na primeira vez em que estiveram frente a frente, o clima esquentou no momento em que dois lutadores se aproximaram. Após ficarem testa com testa, Cormier empurrou Jones, que reagiu partindo pra cima do desafiante. Assim como fizeram Chael Sonnen e Wanderlei Silva no TUF Brasil 3, os dois lutadores rolaram pelo chão e trocaram socos e chutes até serem contidos pela ‘turma do deixa disso’. Na confusão, Jones largou o cinturão e o banner de divulgação do evento foi destruído.

O episódio ocorreu nesta segunda-feira (4), em evento promocional do UFC 178 voltado para a imprensa, no MGM Grand Hotel, em Las Vegas.

Desde que ingressou no UFC, em 2013, Cormier elegeu Jones como seu principal alvo e vem fazendo constantes desafios e provocações ao campeão. Na semana passada, a luta entre os dois enfim foi anunciada para o dia 27 de setembro de 2014 e, desde então, a tensão entre os dois aumentou ainda mais.

Após o incidente, os dois lutadores trocaram farpas nas redes sociais. “Coloquei você com as costas no chão em seis segundos. Cadê a sua defesa de queda?”, escreveu Jones. Cormier não tardou a responder. “Tenho alguma defesa de queda pra você. Não coloque sua cara suja em mim novamente”, retrucou.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=-uK23HPTiOY[/youtube]

(Blog Clube da Luta, POVO Online)

É da Friboi? – Rússia libera exportações de cinco frigoríficos do Brasil

373 2

boi-feliz

“O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou hoje (4) que a Rússia liberou cinco frigoríficos brasileiros para exportar carne bovina e suína para o país. Para carne bovina, foram autorizadas as empresas Mataboi, em Minas Gerais; Frigoestrela, em São Paulo; Marfrig, em Goiás; e Agra, em Mato Grosso. Para carne suína, foi liberada a empresa Cotriji, no Rio Grande do Sul.

Segundo o Ministério da Agricultura, a autorização para venda de carne bovina saiu quinta-feira (31) e, para carne a suína, sexta-feira (1°). A Rússia tem exigências sanitárias rigorosas para ingresso de produtos alimentícios em seu mercado, e o Brasil mantém diálogo e se esforça por se adequar às normas do país europeu.

O mercado russo é um dos principais para a carne brasileira. Segundo dados do Ministério da Agricultura, no ano passado, de US$ 2,72 bilhões em produtos agrícolas brasileiros vendidos para a Rússia, 44,1%, ou US$ 1,2 bilhão, foram de carne bovina. As vendas de carne suína totalizaram US$ 412 milhões, ou 15,1%.”

(Agência Brasil)

Governo britânico exige cessar-fogo incondicional

O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, Philip Hammond, exigiu nesse domingo (3) um cessar-fogo incondicional para resolver a situação na Faixa de Gaza, que classificou de “intolerável”.

Hammond, que substituiu William Hague na pasta dos Negócios Estrangeiros no mês passado, afirmou ao jornal Sunday Telegraph que a matança tem de parar, depois de ter se mostrado “gravemente preocupado” com o número de vítimas civis da operação militar de Israel na Faixa de Gaza.

“O público britânico tem um forte sentimento de que a situação da população civil em Gaza é intolerável e exige uma resposta – e nós concordamos com ele”, disse o ministro, e acrescentou: “Há um vasto leque da opinião pública britânica que se sente profundamente perturbado com o que está vendo nas suas telas de televisão”.

O ministro aplaudiu sinais de que as forças israelenses podem deixar a Faixa de Gaza, depois de uma campanha militar israelense, iniciada em 8 de julho, que já fez mais de 1.700 mortes.

(Agência Brasil)

Israel cria equipe para evitar acusações de crimes de guerra

O exército israelense criou neste domingo (3) uma equipe para reunir informações e provas sobre a ofensiva que mantém contra o grupo islâmico Hamas, na Faixa de Gaza, para evitar eventuais acusações de crimes de guerra. Segundo o jornal diário Haaretz, a equipe é liderada pelo chefe do gabinete de Planejamento do exército, Nimrod Sheffer.

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) criou, em 23 de julho, uma comissão internacional para investigar possíveis violações cometidas durante a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em 8 de julho, depois de aludir que Israel pode ter cometido crimes de guerra. Em resposta, Israel acusa o Hamas de cometer crimes de guerra, por atacar civis indiscriminadamente.

A equipe ora formada pelo exército israelense vai reunir informação que comprove o uso de civis como escudos humanos, por facções armadas palestinas, incluindo vídeos e documentação em posse da força aérea de Israel.

(Agência Brasil)

Ofensiva de Israel vai continuar quanto tempo for necessário, diz Netanyahu

24 1

A ofensiva de Israel irá continuar na Faixa de Gaza e nem recuar até que o país se sinta seguro em relação ao Hamas, informou o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

“Prometemos, desde o início, o regresso à calma para os cidadãos de Israel, e continuaremos a agir até que tenhamos atingido esse objetivo. Isso levará tanto tempo quanto necessário e utilizaremos toda a força exigida”, declarou Netanyahu à imprensa em Telaviv.

Neste sábado (2), o Exército israelense anunciou a retirada de soldados das cidades de Beit Lahiya, no Norte da região. Com essa medida, veículos internacionais de comunicação chegaram a noticiar que a operação israelense estaria chegando ao fim.

A operação israelense, que começou 8 de julho, causou mais de 1,6 mil mortos do lado palestino, entre eles 296 crianças e adolescentes, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Do lado israelense, foram mortas 63 pessoas.

(Agência Brasil)

Israel e Hamas aceitam cessar-fogo de 3 dias

O governo de Israel e o movimento islâmico Hamas concordaram com um cessar-fogo de 72 horas na Faixa de Gaza, palco de uma ofensiva militar israelense desde o dia 8 de julho. O anúncio da trégua foi feito pelo chefe da Diplomacia dos Estados Unidos, o secretário de Estado John Kerry.

O secretario anunciou que os dois lados cessarão as hostilidades às 8h (2h, horário de Brasília) desta sexta-feira (1°) e iniciar as negociações no Cairo. Logo após o anúncio feito por Kerry, o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, confirmou que o movimento aceitou a trégua.

“O Hamas e todos os movimentos da resistência aceitaram um cessar-fogo humanitário de 72 horas, que será respeitado por todos se a outra parte [Israel] também observar a trégua”, afirmou Barhoum.

Kerry informou que Israel irá prosseguir, durante a trégua de 72 horas, com as operações “defensivas” contra os túneis escavados pelo Hamas. De acordo com o secretário norte-americano, Israel vai continuar com as operações “atrás das linhas” definidas durante o conflito.

Segundo Kerry, durante a trégua de 72 horas, “os civis de Gaza irão receber a ajuda humanitária de que tanto precisam e terão oportunidade de exercer atividades urgentes, como enterrar seus mortos, cuidar dos feridos e reabastecer os bens alimentares”. A trégua também servirá para fazer o reparo da infraestrutura de fornecimento de água e energia.

(Agência Brasil)

Aluno da UFC representa Brasil em certame internacional de Matemática

alunoo

“Estudantes de sete universidades brasileiras – entre eles, Davi Lopes Alves de Medeiros, da Universidade Federal do Ceará – representam o País na 21ª Competição Internacional de Matemática para Estudantes Universitários (IMC, em inglês), que acontece na cidade de Blagoevgrad, na Bulgária, até a próxima segunda-feira. O evento, organizado pelo University College London em parceria com a American University in Bulgaria, é a maior competição para estudantes universitários e recebe graduandos em Matemática e ciências afins de todo o mundo.

Davi Medeiros atualmente cursa o oitavo semestre do bacharelado em Matemática. Em 2012, ele já havia ganhado medalha de ouro no IMC. Em 2013, disputou individualmente e repetiu a proeza.

Além da UFC, a delegação brasileira é formada por representantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A delegação é acompanhada pelos professores Fábio Dias Moreira, do Rio de Janeiro, e Frederico Vale Girão, do Departamento de Matemática da UFC.”

(Site da UFC)

Obama anuncia novas sanções à Rússia

O presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou nesta terça-feira (29) que os Estados Unidos vão impor novas sanções à Rússia nos setores de energia, finanças e de armamento por instigar a violência separatista no Leste da Ucrânia.

“Vamos bloquear as exportações de bens e tecnologias específicos ao setor da energia russo e vamos alargar as nossas sanções a mais bancos russos e empresas da área da defesa”, completou. Além disso, acrescentou, que irá suspender formalmente créditos e financiamentos para projetos de desenvolvimento econômico na Rússia.

Segundo os Estados Unidos, a Rússia aumentou a presença militar na fronteira com a Ucrânia e continua a fornecer armamento pesado aos rebeldes separatistas pró-russos.

(Agência Brasil)