Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Quer ver briga feia? Não, não foi no ringue eleitoral

Tensão máxima na encarada entre Jon Jones e Daniel Cormier. Na primeira vez em que estiveram frente a frente, o clima esquentou no momento em que dois lutadores se aproximaram. Após ficarem testa com testa, Cormier empurrou Jones, que reagiu partindo pra cima do desafiante. Assim como fizeram Chael Sonnen e Wanderlei Silva no TUF Brasil 3, os dois lutadores rolaram pelo chão e trocaram socos e chutes até serem contidos pela ‘turma do deixa disso’. Na confusão, Jones largou o cinturão e o banner de divulgação do evento foi destruído.

O episódio ocorreu nesta segunda-feira (4), em evento promocional do UFC 178 voltado para a imprensa, no MGM Grand Hotel, em Las Vegas.

Desde que ingressou no UFC, em 2013, Cormier elegeu Jones como seu principal alvo e vem fazendo constantes desafios e provocações ao campeão. Na semana passada, a luta entre os dois enfim foi anunciada para o dia 27 de setembro de 2014 e, desde então, a tensão entre os dois aumentou ainda mais.

Após o incidente, os dois lutadores trocaram farpas nas redes sociais. “Coloquei você com as costas no chão em seis segundos. Cadê a sua defesa de queda?”, escreveu Jones. Cormier não tardou a responder. “Tenho alguma defesa de queda pra você. Não coloque sua cara suja em mim novamente”, retrucou.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=-uK23HPTiOY[/youtube]

(Blog Clube da Luta, POVO Online)

É da Friboi? – Rússia libera exportações de cinco frigoríficos do Brasil

411 2

boi-feliz

“O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou hoje (4) que a Rússia liberou cinco frigoríficos brasileiros para exportar carne bovina e suína para o país. Para carne bovina, foram autorizadas as empresas Mataboi, em Minas Gerais; Frigoestrela, em São Paulo; Marfrig, em Goiás; e Agra, em Mato Grosso. Para carne suína, foi liberada a empresa Cotriji, no Rio Grande do Sul.

Segundo o Ministério da Agricultura, a autorização para venda de carne bovina saiu quinta-feira (31) e, para carne a suína, sexta-feira (1°). A Rússia tem exigências sanitárias rigorosas para ingresso de produtos alimentícios em seu mercado, e o Brasil mantém diálogo e se esforça por se adequar às normas do país europeu.

O mercado russo é um dos principais para a carne brasileira. Segundo dados do Ministério da Agricultura, no ano passado, de US$ 2,72 bilhões em produtos agrícolas brasileiros vendidos para a Rússia, 44,1%, ou US$ 1,2 bilhão, foram de carne bovina. As vendas de carne suína totalizaram US$ 412 milhões, ou 15,1%.”

(Agência Brasil)

Governo britânico exige cessar-fogo incondicional

O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, Philip Hammond, exigiu nesse domingo (3) um cessar-fogo incondicional para resolver a situação na Faixa de Gaza, que classificou de “intolerável”.

Hammond, que substituiu William Hague na pasta dos Negócios Estrangeiros no mês passado, afirmou ao jornal Sunday Telegraph que a matança tem de parar, depois de ter se mostrado “gravemente preocupado” com o número de vítimas civis da operação militar de Israel na Faixa de Gaza.

“O público britânico tem um forte sentimento de que a situação da população civil em Gaza é intolerável e exige uma resposta – e nós concordamos com ele”, disse o ministro, e acrescentou: “Há um vasto leque da opinião pública britânica que se sente profundamente perturbado com o que está vendo nas suas telas de televisão”.

O ministro aplaudiu sinais de que as forças israelenses podem deixar a Faixa de Gaza, depois de uma campanha militar israelense, iniciada em 8 de julho, que já fez mais de 1.700 mortes.

(Agência Brasil)

Israel cria equipe para evitar acusações de crimes de guerra

O exército israelense criou neste domingo (3) uma equipe para reunir informações e provas sobre a ofensiva que mantém contra o grupo islâmico Hamas, na Faixa de Gaza, para evitar eventuais acusações de crimes de guerra. Segundo o jornal diário Haaretz, a equipe é liderada pelo chefe do gabinete de Planejamento do exército, Nimrod Sheffer.

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) criou, em 23 de julho, uma comissão internacional para investigar possíveis violações cometidas durante a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada em 8 de julho, depois de aludir que Israel pode ter cometido crimes de guerra. Em resposta, Israel acusa o Hamas de cometer crimes de guerra, por atacar civis indiscriminadamente.

A equipe ora formada pelo exército israelense vai reunir informação que comprove o uso de civis como escudos humanos, por facções armadas palestinas, incluindo vídeos e documentação em posse da força aérea de Israel.

(Agência Brasil)

Ofensiva de Israel vai continuar quanto tempo for necessário, diz Netanyahu

37 1

A ofensiva de Israel irá continuar na Faixa de Gaza e nem recuar até que o país se sinta seguro em relação ao Hamas, informou o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

“Prometemos, desde o início, o regresso à calma para os cidadãos de Israel, e continuaremos a agir até que tenhamos atingido esse objetivo. Isso levará tanto tempo quanto necessário e utilizaremos toda a força exigida”, declarou Netanyahu à imprensa em Telaviv.

Neste sábado (2), o Exército israelense anunciou a retirada de soldados das cidades de Beit Lahiya, no Norte da região. Com essa medida, veículos internacionais de comunicação chegaram a noticiar que a operação israelense estaria chegando ao fim.

A operação israelense, que começou 8 de julho, causou mais de 1,6 mil mortos do lado palestino, entre eles 296 crianças e adolescentes, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Do lado israelense, foram mortas 63 pessoas.

(Agência Brasil)

Israel e Hamas aceitam cessar-fogo de 3 dias

O governo de Israel e o movimento islâmico Hamas concordaram com um cessar-fogo de 72 horas na Faixa de Gaza, palco de uma ofensiva militar israelense desde o dia 8 de julho. O anúncio da trégua foi feito pelo chefe da Diplomacia dos Estados Unidos, o secretário de Estado John Kerry.

O secretario anunciou que os dois lados cessarão as hostilidades às 8h (2h, horário de Brasília) desta sexta-feira (1°) e iniciar as negociações no Cairo. Logo após o anúncio feito por Kerry, o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, confirmou que o movimento aceitou a trégua.

“O Hamas e todos os movimentos da resistência aceitaram um cessar-fogo humanitário de 72 horas, que será respeitado por todos se a outra parte [Israel] também observar a trégua”, afirmou Barhoum.

Kerry informou que Israel irá prosseguir, durante a trégua de 72 horas, com as operações “defensivas” contra os túneis escavados pelo Hamas. De acordo com o secretário norte-americano, Israel vai continuar com as operações “atrás das linhas” definidas durante o conflito.

Segundo Kerry, durante a trégua de 72 horas, “os civis de Gaza irão receber a ajuda humanitária de que tanto precisam e terão oportunidade de exercer atividades urgentes, como enterrar seus mortos, cuidar dos feridos e reabastecer os bens alimentares”. A trégua também servirá para fazer o reparo da infraestrutura de fornecimento de água e energia.

(Agência Brasil)

Aluno da UFC representa Brasil em certame internacional de Matemática

alunoo

“Estudantes de sete universidades brasileiras – entre eles, Davi Lopes Alves de Medeiros, da Universidade Federal do Ceará – representam o País na 21ª Competição Internacional de Matemática para Estudantes Universitários (IMC, em inglês), que acontece na cidade de Blagoevgrad, na Bulgária, até a próxima segunda-feira. O evento, organizado pelo University College London em parceria com a American University in Bulgaria, é a maior competição para estudantes universitários e recebe graduandos em Matemática e ciências afins de todo o mundo.

Davi Medeiros atualmente cursa o oitavo semestre do bacharelado em Matemática. Em 2012, ele já havia ganhado medalha de ouro no IMC. Em 2013, disputou individualmente e repetiu a proeza.

Além da UFC, a delegação brasileira é formada por representantes do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A delegação é acompanhada pelos professores Fábio Dias Moreira, do Rio de Janeiro, e Frederico Vale Girão, do Departamento de Matemática da UFC.”

(Site da UFC)

Obama anuncia novas sanções à Rússia

O presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou nesta terça-feira (29) que os Estados Unidos vão impor novas sanções à Rússia nos setores de energia, finanças e de armamento por instigar a violência separatista no Leste da Ucrânia.

“Vamos bloquear as exportações de bens e tecnologias específicos ao setor da energia russo e vamos alargar as nossas sanções a mais bancos russos e empresas da área da defesa”, completou. Além disso, acrescentou, que irá suspender formalmente créditos e financiamentos para projetos de desenvolvimento econômico na Rússia.

Segundo os Estados Unidos, a Rússia aumentou a presença militar na fronteira com a Ucrânia e continua a fornecer armamento pesado aos rebeldes separatistas pró-russos.

(Agência Brasil)

Dilma diz que situação na Faixa de Gaza é um massacre

52 3

A presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição, classificou nesta segunda-feira (28) de desproporcional a ação de Israel na Faixa de Gaza. Desde o início dos bombardeios de Israel em Gaza, há três semanas, 1.030 palestinos, inclusive mulheres e crianças, morreram. Do lado israelense, foram 43 mortes, todas de soldados. Para Dilma, Israel está promovendo um “massacre ao atingir a população civil, principalmente mulheres e crianças”.

“Não acho que é genocídio, mas acho que é um massacre. Tem uma ação desproporcional,” disse a presidenta, que considerou lamentável a posição do porta-voz do ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmo que, segundo um jornal local, chamou o Brasil de “anão diplomático”. “Lamento as palavras do porta-voz, pois as palavras produzem um clima muito ruim, deveríamos ter cuidado com as palavras”, ponderou.

Dilma fez as declarações em resposta a uma pergunta durante sabatina organizada pelo jornal Folha de S.Paulo, o portal UOL, o SBT e a Rádio Jovem Pan, realizada nesta segunda-feira no Palácio da Alvorada. Os quatro veículos de comunicação já sabatinaram neste mês os candidatos Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB).

A presidenta, porém, negou que haja uma crise diplomática com Israel e lembrou que o Brasil foi o primeiro país a reconhecer o Estado judeu. Segundo Dilma, o Brasil defende a existência tanto do Estado de Israel quanto de um Estado palestino.

Dilma elogiou a posição do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, que aprovou nesta segunda-feira um pedido de cessar-fogo humanitário na região. “A decisão da ONU de exigir um cessar-fogo imediato é muito bem-vinda, pois é uma situação que não dá para continuar”, avaliou.

(Agência Brasil)

Quinteto Cearense da UFC e UFCA representará América Latina em evento na França

quintetto

“Formado por estudantes do Curso de Música do Campus da UFC em Sobral e do Curso de Música da Universidade Federal do Cariri (UFCA), o Quinteto Cearense será o único grupo da América Latina a participar do 25º Festival Internacional de Orquestras Jovens (Eurochestries), que será realizado na França, de 1º a 15 de agosto. Antes da viagem, o grupo fará apresentação na quarta-feira (30), no Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno (Av. da Universidade, 2210 – Benfica), em Fortaleza, às 20h. O recital tem entrada franca e contará com um repertório de música de câmara.

O Quinteto é integrado pelos estudantes Wesley Santana (violino) Matheus Costa (violino),Rayane Lopes (viola), Leone Frazão (violoncelo), Wellington Freitas (contrabaixo) e é coordenado pela Profª Adeline Stervinou (Curso de Música do Campus de Sobral).

A participação da delegação de músicos da UFC e da UFCA no 25º Festival de Orquestras Jovens é resultado do trabalho de intercâmbio internacional na área da música. Um marco importante para essa internacionalização ocorreu no ano passado, quando Sobral recebeu o 24º Eurochestries, ampliando as ações de internacionalização iniciadas pelo Coral da UFC em 2005. Na França, o grupo apresentará um repertório com obras de autores europeus e brasileiros e participará da formação de uma grande orquestra internacional, que contará com músicos da Europa e América do Norte.”

(UFC)

Cúpula do Mercosul tem reunião em Caracas

“Os presidentes dos países do Mercosul viajarão hoje (28) a Caracas para a Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, que acontecerá amanhã (29) durante toda a manhã. A última Cúpula do Mercosul aconteceu em julho de 2013 e a seguinte seria em dezembro do mesmo ano, mas alguns acontecimentos – como a crise na Venezuela e incompatibilidades nas agendas dos líderes do bloco – provocaram quatro adiamentos. Como o Paraguai ficou suspenso de junho de 2012 a agosto de 2013, devido à destituição do então presidente Fernando Lugo, e a Venezuela ingressou em julho do ano passado, esta será a primeira reunião dos cinco presidentes na Cúpula do Mercosul.

As presidentas do Brasil, Dilma Rousseff, e da Argentina, Cristina Kirchner, e os presidentes do Uruguai, José Mujica, do Paraguai, Horacio Cartes, e da Venezuela, Nicolás Maduro, anfitrião do encontro, discutirão temas que ficaram pendentes desde a última reuião, em Montevidéu, no Uruguai, como a elaboração da proposta comum que precisa ser apresentada à União Europeia (UE) para avançar o acordo de livre comércio entre os dois blocos. Alguns temas mais urgentes, no entanto, prometem tomar a maior parte das discussões.”

(Agência Brasil)

Papa Francisco pede paz no Oriente Médio, no Iraque e na Ucrânia

O papa Francisco pediu neste domingo (27) que as autoridades do Oriente Médio, do Iraque e da Ucrânia busquem o caminho da paz, o bem comum e o respeito pela pessoa, “abordando cada disputa com a tenacidade do diálogo e da negociação e com o poder da reconciliação”.

Em discurso no Vaticano, após a oração do Angelus, ele disse que o centésimo aniversário da eclosão da Primeira Guerra Mundial será lembrado amanhã (28) e que espera que os erros do passado não se repitam.

“Que no centro de cada decisão não coloquem interesses particulares, mas o bem comum e o respeito pela pessoa. Lembrem-se que tudo está perdido com a guerra e nada se perde com a paz”, disse o pontífice aos fiéis reunidos na Praça São Pedro.

Francisco também lembrou que as crianças perdem a esperança de uma vida descente com a guerra. “Penso, principalmente, nas crianças, das quais se tira a esperança de uma vida decente, um futuro de mortes de crianças, crianças feridas, crianças mutiladas, crianças órfãs, crianças que têm como brinquedos materiais bélicos, crianças que não sabem sorrir. Parem, por favor! Peço-vos com todo o meu coração. É hora de parar! Parem, por favor!”, disse o papa.

(Agência Brasil)

Hamas anunciou que aceita trégua de 24 horas

O movimento islamita Hamas disse neste domingo (27) que aceita uma trégua humanitária de 24 horas na faixa de Gaza a partir das 14h locais (8h em Brasília), poucas horas depois de Israel ter retomado a ofensiva naquele território.

“Em resposta a um pedido das Nações Unidas, os movimentos da resistência aceitaram uma trégua humanitária de 24 horas que começará às 14h de hoje”, disse o porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri, em comunicado. Zuhri disse que o cessar-fogo ocorrerá antes dos três dias de feriado muçulmano Eid al-Fitr, que marcam o fim do Ramadã e que deverá começar segunda-feira (28).

Nesse sábado (26), o Hamas assumiu ter efetuado disparos de foguetes contra Israel ao final das 12 horas de cessar-fogo. Antes dos ataques, Israel havia anunciado que estava disposto a estender a trégua humanitária, que terminou às 20h (horário local).  Segundo a Agência Lusa, Israel não reagiu ao anúncio do Hamas, e os ataques israelitas continuam em Gaza.

A operação em Gaza começou em 8 de julho e deixou, até agora, 1.053 palestinos mortos e 6 mil feridos. Na manhã de hoje, Israel anunciou que retomaria os ataques a Gaza, depois dos “incessantes” disparos do Hamas. Pelo menos oito palestinos morreram desde a retomada da ofensiva israelita no território. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% dos mortos são civis. Do lado israelense, 37 soldados morreram em combate, além de dois civis e um trabalhador rural tailandês, atingidos por tiros de morteiro.

(Agência Brasil)

Anão moral

41 4

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (27):

O governo brasileiro, seguindo a tradição pacífica da diplomacia nacional, condenou o uso “desproporcional” da força por Israel contra Gaza, considerando “inaceitável” a escalada de violência contra a população civil. Para isso, chamou de volta a Brasília o embaixador brasileiro em Tel Aviv. Antes, protestara junto ao embaixador israelense, aqui, no Brasil. A resposta arrogante de Tel Aviv – ditada por um ministro do extremista partido ultraortodoxo – foi considerar as ponderações brasileiras como expressões de um “anão diplomático” (esqueceram os elogios feitos ao Brasil quando o chanceler brasileiro Osvaldo Aranha presidiu a sessão da ONU que criou o Estado de Israel).

O Brasil não destoaria do sentimento internacional se retrucasse ao insulto, chamando o governo israelense de “anão moral”, diante do genocídio que pratica em Gaza. Não é à toa que Tel Aviv está cada vez mais isolada da comunidade internacional. Em contraste, destaca-se a superioridade moral da diplomacia brasileira devido ao seu tradicional respeito ao ordenamento jurídico internacional, à defesa de soluções negociadas em conflitos entre países e o empenho em favor do multilateralismo.

Hamas assume ataques a Israel após trégua

42 1

O movimento islâmico Hamas assumiu, no fim da tarde deste sábado (26), ter efetuado disparos de foguetes contra Israel ao final das 12 horas de cessar-fogo. Antes dos ataques, Israel havia anunciado que estava disposto a estender a trégua humanitária, que terminou às 20h (14h, no horário de Brasília).

A porta-voz do Exército de Israel, Avital Leibovich, já havia informado, em sua conta no Twitter, que os ataques do Hamas haviam reiniciado. Após perceber o terceiro ataque vindo de Gaza, Avital disse que “pararia de contar” as novas ofensivas. “Obviamente, o Hamas mandou sua mensagem violenta de mais terror para Israel”, escreveu.

O número de palestinos mortos desde o dia 8 de julho, quando começou a ofensiva, já passa de mil, entre eles 192 crianças. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 70% dos mortos são civis. Do lado israelense, 37 soldados morreram em combate, além de dois civis e um trabalhado rural tailandês, que foram atingidos por tiros de morteiro.

(Agência Brasil)

Angela Davis critica ausência de negros no poder e na televisão no Brasil

A filósofa, escritora, professora e ativista norte-americana Angela Davis criticou nessa sexta-feira (25) a ausência de negros nos espaços de poder e nos meios de comunicação no Brasil.  “Não posso falar com autoridade no Brasil, mas às vezes não é preciso ser especialista para perceber que alguma coisa está errada em um país cuja maioria é negra e a representação é majoritariamente branca”, disse. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais da metade da população brasileira (50,7%) é negra.

Angela Davis integrou o grupo Panteras Negras e o Partido Comunista dos Estados Unidos e chegou a constar na lista dos dez fugitivos mais procurados pelo FBI (agência federal de investigação dos Estados Unidos).  Ela foi presa na década de 1970 e inspirou a campanha Libertem Angela Davis, que angariou apoiadores em todo o mundo.

“Quantos senadores negros há no Brasil? Se olharmos para o Senado não saberíamos que os negros constituem mais de 50% da população brasileira”, disse, em participação no Festival Latinidades 2014: Griôs da Diáspora Negra. “Sempre assisto TV no Brasil para ver como o país se representa e a TV brasileira nunca permitiu que se pensasse que a população é majoritariamente negra”.

Apesar da constatação, Angela fez um alerta: “Não significa somente trazer pessoas negras para a esfera do poder, mas garantir que essas pessoas vão romper com os espaços de poder e não simplesmente se encaixar nesses espaços”. A ativista citou o caso dos Estados Unidos, em que houve época em que não havia político negro e que atualmente é presidido por um negro, Barack Obama. “O que mudou?”, perguntou, sem responder.

(Agência Brasil)

Hamas e Israel aceitam trégua humanitária de 12 horas

O movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, aceitou uma trégua humanitária de 12 horas, para este sábado (26), proposta pelos Estados Unidos, pelo Egito e pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A breve trégua, que começará às 7h, no horário local (1h pelo horário de Brasília), também foi aceita pelo governo de Israel, apesar de, horas antes do acordo, o gabinete do primeiro-ministro Benjamín Netanyahu ter rechaçado a possibilidade de um cessar-fogo definitivo.

Desde o início da ofensiva de Israel contra Gaza, há 18 dias, quase 900 pessoas morreram, das quais 800 palestinos, a maioria civis, e de 73 israelenses, 34 deles soldados.

(Agência Brasil)