Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Dilma se reúne com Bachelet, que volta à Presidência do Chile

A presidenta Dilma Rousseff se encontra na manhã desta terça-feira (11) com a presidenta eleita do Chile, Michelle Bachelet, que assume novamente o governo. A reunião está marcada para as 9h40, horário local (uma hora a menos do que no Brasil), no Palácio Presidencial Cerro Castilho, que fica em Viña del Mar, cidade litorânea do Chile.

Após a conversa, Bachelet vai receber mais uma vez o mandato presidencial, depois de governar o país de 2006 a 2010 e ser sucedida por Sebastián Piñera. A cerimônia ocorre no Congresso Nacional chileno, que fica em Valparaíso, próximo de Viña del Mar e a 120 quilômetros da capital, Santiago.

Tendo como principal desafio reformar o sistema educacional e a Constituição herdada da ditadura de Augusto Pinochet, Michelle Bachelet terá que negociar com outros partidos, além de sua coalizão, para cumprir as promessas.

Do ponto de vista internacional, a expectativa do governo brasileiro é que o novo mandato aproxime o Chile dos vizinhos sul-americanos. De acordo com o embaixador Américo Simões, subsecretário-geral do Itamaraty para a América do Sul, Central e do Caribe, a expectativa do Brasil é aprofundar parcerias nas áreas de energia, educação, infraestrutura e direitos humanos.

Após a cerimônia de posse, os chefes de Estado retornam a Viña del Mar para cumprimentar Bachelet e participar de almoço oferecido pela chilena, marcado para as 14h. Dilma ainda participa de fotografia oficial com os demais chefes de Estado e de governo, no Palácio Presidencial Cerro Castilho, de onde se desloca para embarcar de volta ao Brasil. Ela tem chegada prevista para o fim da noite.

A presidenta volta, mas o chanceler Luiz Alberto Figueiredo fica no Chile para discutir, quarta-feira (12), a situação da Venezuela com ministros das Relações Exteriores de países da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

(Agência Brasil)

Decisão da OEA de não convocar reunião repercute de forma positiva

A decisão da Organização dos Estados Americanos (OEA), de não convocar uma reunião de chanceleres e não enviar uma missão observadora à Venezuela, para discutir a situação de protestos continuados em algumas regiões, foi comemorada pelo governo venezuelano e repercutiu de forma positiva na imprensa local, sobretudo nos meios de comunicação ligados ao governo.

Vinte e nove países, incluindo o Brasil, votaram contra uma interferência, e somente o Canadá, os Estados Unidos e o Panamá solicitaram à OEA uma ação no país.

O embaixador da Venezuela na OEA, Roy Chaderton, considerou a decisão como “histórica” pelo fato de o organismo ter optado pela não ingerência. O governo venezuelano reiterou, em diversas ocasiões, que é contra a ação da OEA na mediação ou observação dos prolongados conflitos que deixaram ao menos 22 mortos e mais de 260 feridos em três semanas de manifestações, bloqueios de vias e atentados ao patrimônio público.

“A resolução que votamos será conhecida nos próximos dias e fala de solidariedade, que é uma palavra bonita e histórica, porque a OEA está se afastando de decisões anteriores”, comentou Chaderton, referindo-se à críticas anteriores que a Venezuela lançava contra o organismo, por considerá-lo mais alinhado aos interesses dos Estados Unidos que aos latino-americanos.

(Agência Brasil)

Cantora francesa é atração no Teatro do Dragão

natalie
A Aliança Francesa Fortaleza e a Embaixada da França no Brasil promoverão, no próximo dia 14, às 19 horas, o show Paris-Bukarest. O espetáculo ocorrerá no teatro do Centro Dragão do Mar tendo à frente a cantora francesa Nathalie Joly interpretando músicas do repertório da romena Maria Tanase (1913-1963), conhecida como a “Edith Piaf romena” nos anos 1930 e 1940.
Nathalie Joly, que canta em espetáculos de sua própria companhia, como Je sais que tu es dans La salle, sobre Yvonne Printemps e Sacha Guitry; J’attends un navire: Cabaret de l’exil, baseada na obra de Kurt Weill, e Cafés cantantes, com composições de Maurice Durozier, diretor de Paris-Bukarest, será acompanhada por Thierry Roques no acordeom.
DETALHE – Entrada franca.

Bebê pode ter sido curada de Aids

“Uma menina nascida com o vírus da aids mantém-se sem sinais da infeção 11 meses depois de ter sido submetida a tratamento com antirretrovirais. É o segundo caso conhecido no mundo, segundo as agências de notícias internacionais. Nascida no subúrbio de Los Angeles, nos Estados Unidos, em abril do ano passado, a menina recebeu tratamento com antirretrovirais quatro horas depois de ter nascido. Quase um ano depois, não tem sinais da infecção e os médicos estão otimistas, apesar de não afastarem a possibilidade de o HIV voltar ou estar oculto nos tecidos, dizem as agências.

Trata-se do segundo caso idêntico no mundo, depois de, no ano passado, ter sido anunciado que um bebê norte-americano recebeu tratamento nas primeiras horas de vida. Agora com 3 anos, a menina parece estar livre do vírus. O caso mais recente, apresentado hoje (6) durante uma conferência científica em Boston, é recebido pelos médicos com otimismo, sobretudo pela rapidez do desaparecimento do vírus. “O que é mais notável em relação a este bebê é a rapidez com que o vírus desapareceu, os testes de DNA estavam negativos quando tinha seis dias e continuaram negativos despois”, disse Yvonne Bryson, professora de pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade da Califórnia.”

(Agência Lusa)

Hugo Chávez – Primeiro aniversário de morte terá programação especial na Venzuela

hugo chávez

“O governo venezuelano preparou extensa programação em homenagem ao presidente Hugo Chávez, que morreu há um ano. Durante dez dias serão promovidas atividades em diferentes regiões do país. Na capital, haverá desfile civico-militar de manhã, e à tarde, uma cerimônia no Quartel da Montanha (onde está o túmulo de Chávez). À noite, o destaque será o lançamento do filme Mi Amigo Hugo, do diretor Oliver Stone, na TV Multiestatal Telesur.

Também estão programadas atividades em Barinas, estado natal de Hugo Chávez, governado pelo irmão dele, Adán Chávez. Os estados de Bolívar, Aragua, Yarucuy e Portuguesa também terão atividades.

Segundo o governo venezuelano, o desfile cívico-militar em Los Proceres, a oeste de Caracas, será o grande marco da celebração. “Teremos eventos nacionais e internacionais. E o nosso povo continuará a demonstrar que Chávez vive e a pátria continua, hoje mais que nunca, com a revolução, vencendo dificuldades e crescendo”, disse o presidente Nicolás Maduro.”

(Agência Brasil)

Fortaleza receberá Prêmio Nobel de Química durante Simpósio de Biotecnologia

Prêmio Nobel de Química de 2002, o professor Aaron Ciechanover, confirmou presença no XVI Simpósio Internacional de Biotecnologia.

O simpósio, que deverá ser o maior já realizado, ocorrerá de 14 a 19 de setembro próximo, no Centro de Eventos.

O coordenador científico do evento, professor Osvaldo Carioca (UFC), informa que estão sendo aguardados cientistas de mais de 10 países.

Conselho de Segurança da ONU debate situação na Ucrânia

A situação na Ucrânia continua a evoluir rapidamente, com a Rússia deslocando mais tropas para a região enquanto as manifestações continuam em algumas partes do país. Foi o que relatou o secretário-geral assistente das Nações Unidas (ONU) para Assuntos Políticos, Oscar Fernandez-Taranco, no Conselho de Segurança, que se reuniu novamente para discutir a crise ucraniana. Taranco disse que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, continua envolvido com a situação na Ucrânia.

“Desde a exposição feita pelo secretário-geral adjunto a este conselho, no dia 1º de março, a situação na Ucrânia continuou a evoluir rapidamente. Entendemos que há uma contínua evolução das tropas russas na Crimeia e um número de bases militares da Ucrânia foi cercado pelas tropas russas. Além disso, a situação no Leste da Ucrânia continua instável, com relatos de manifestações em algumas cidades, bem como as tentativas dos grupos locais para assumir o controle de alguns prédios oficiais”, disse Taranco.

Taranco disse ao Conselho de Segurança que o secretário-geral da ONU ressaltou a extrema importância de restabelecer a calma para amenizar as tensões imediatamente através do diálogo. Ele disse que o secretário-geral substituto, Jan Eliasson, chegou à Ucrânia nessa segunda-feira (3) e irá informar o secretário-geral sobre os próximos passos que a ONU poderá tomar para apoiar a melhoria da situação na Ucrânia.

(Agência Brasil)

Ucrânia: Obama diz que Rússia violou direito internacional

24 2

O presidente norte-americano, Barack Obama, advertiu nessa segunda-feira (3) que grande parte do mundo considera que a Rússia violou o direito internacional ao intervir na Ucrânia. Obama disse que Moscou tinha se colocado “do lado errado da História” ao mobilizar forças militares dentro da Ucrânia, depois de o presidente pró-russo, Viktor Ianukóvitch, ter sido deposto na sequência de uma revolta popular.

“Penso que o mundo está, em grande parte, unido no reconhecimento de que os passos dados pela Rússia constituem uma violação da soberania ucraniana e uma violação do direito internacional”, sustentou.

O novo governo pró-ocidente da Ucrânia acusou a Rússia de ter planejado uma invasão, ao deslocar tropas para solo ucraniano, na península da Crimeia. Moscou argumenta que poderá ser forçada a atuar para proteger os russos e russófonos na Ucrânia do caos surgido após a revolta popular contra Ianukóvitch. As potências ocidentais consideram adotar sanções para punir a Rússia pela intervenção.

“Se de fato os russos continuarem na atual trajetória, estamos analisando uma série de medidas – econômicas e diplomáticas – que isolarão a Rússia”, disse o chefe de Estado norte-americano às autoridades russas.

A Rússia enviou, nas últimas horas, tropas para a República Autônoma da Crimeia, região no Sul da Ucrânia de maioria pró-Rússia e estratégica para Moscou, que tem ali a base da sua frota no Mar Negro. A decisão foi tomada em nome da proteção dos cidadãos e soldados russos, depois de o governo autônomo ter rejeitado o novo governo da Ucrânia, formado pelos três principais partidos de oposição ao presidente Viktor Ianukóvitch, atualmente exilado.

(Agência Brasil)

Papa pede diálogo entre governo e oposição na Ucrânia

O papa Francisco pediu aos fieis neste domingo (2) que rezem pela situação na Ucrânia. Ele apelou à comunidade internacional para fazer tudo o que estiver ao seu alcance para “favorecer o diálogo entre as partes” que se opõem. “A Ucrânia vive uma situação delicada. Espero que todas as partes atuem para ultrapassar mal-entendidos e construir juntas o futuro da nação”, disse.

“Peço à comunidade internacional para apoiar cada iniciativa de diálogo e entendimento”, acrescentou, durante a oração dominical do Angelus.

Esta não foi a primeira vez que o papa Francisco mencionou a situação da Ucrânia, onde os protestos contra o governo de Viktor Yanukóvitch começaram no fim de novembro.

A Câmara Alta do Parlamento russo aprovou nesse sábado, por unanimidade, um pedido do presidente Vladimir Putin para autorizar “recurso às Forças Armadas russas no território da Ucrânia”.

Alemanha fecha com deficit contas 2013

“As contas públicas da Alemanha registraram em 2013 um excedente de 300 milhões de euros, segundo dados definitivos publicados hoje (25) pelo Instituto Federal de Estatística alemão Destatis. Os números corrigem a estimativa provisória de déficit de 0,1% do Produto Interno Bruto (PIB), anunciada em 15 de janeiro.

As contas públicas da Alemanha abrangem o conjunto do governo federal, dos estados regionais (Länder), municípios e fundos de segurança social.

O Ministério das Finanças tinha estimado em outubro que as contas públicas encerrariam 2013 com um déficit equivalente a 0,2% do PIB.”

(Agência Brasil com Agência Lusa)

Show de Elton John valerá por uma Copa

41 1

eltonjonh

O cantor britânico Elton John, que fará show em Fortaleza, na Arena Castelão, nesta quarta-feira, contará com o mesmo efetivo policial que será usado na Copa do Mundo. Segundo a organização divulgou em coletiva, nesta segunda-feira, vão estar no espetáculo 839 homens, com 194 viaturas.

A Polícia contará com um Centro Integrado de Comando e Controle Regional, que servirá para gerenciar policiais e bombeiros. Também terá um centro de controle no Castelão e um móvel, que ficará em um caminhão. Todos eles ficarão conectados a um Centro Integrado em Brasília, o que já servirá de teste para a Copa do Mundo.

Além disso, um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e uma plataforma de observação equipados com câmeras farão a segurança do público. Ao todo, serão 240 câmeras espalhadas pelo local.

Trânsito

Segundo a organização, 130 agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) controlarão o trânsito nas vias de acesso ao Castelão a partir das 7 horas. As avenidas Paulino Rocha e Alberto Craveiro devem ter único sentido.

A Alberto Craveiro entra no contra-fluxo a partir das 16 horas. A Paulino Rocha terá sentido único na direção do Castelão por volta de 18 horas, um pouco depois da abertura dos portões, que ocorrerá às 17h30min. Depois do show, a Paulino Rocha também terá sentido único, mas no caminho contrário ao estádio.

Para quem preferir ir de carro, recomenda-se comprar o ticket de estacionamento antecipado – à venda no guichê de estacionamento do shopping Varanda Mall. Outra opção é estacionar nos bolsões das avenidas Alberto Craveiro e Paulino Rocha, que oferecem 4.000 vagas.

Os que optarem por ir de ônibus terão 16 linhas para chegar ao estádio. Além de toda a frota disponível em dia útil, serão colocados 15 carros reservas que farão o caminho direto dos terminais à Arena Castelão.

Cigarro é proibido

Por determinação da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública do Estado do Ceará, é proibido o uso de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno nas dependências da Arena Castelão. A determinação já está em vigência e será cumprida no show do Elton John.

Preço dos Ingressos

Gramado Cadeira Ouro Numerada: ESGOTADO

Gramado Cadeira Prata: R$230 (meia-entrada) | R$ 460 (inteira)

Gramado Cadeira Bronze: R$180 (meia-entrada) | R$ 360 (inteira)

Camarote VIP Open Bar: R$500 (valor único)

Camarote Privativo: R$800 (valor único por pessoa)

Plateia Inferior Esquerda: ESGOTADO

Plateia Inferior Direita: ESGOTADO

Plateia Superior Especial: R$150 (meia-entrada) | R$ 300 (inteira)

Plateia Superior Esquerda: R$60 (meia-entrada) | R$ 120 (inteira)

Plateia Superior Direita: R$60 (meia-entrada) | R$ 120 (inteira)

Vendas: site BilheteriaVirtual.com, Skyler (shoppings Via Sul, North Shopping, North Shopping Jóquei, Aldeota e Vitrine Mall – Rua Barbosa de Freitas, 1487) e Miss Mano (shoppings Iguatemi e Jardins Open Mall).

Formas de pagamento: dinheiro e cartões de crédito e débito Visa, Mastercard e Elo. Parcelamento em até 3x sem juros.

Abertura dos portões: 17h30min

Início do show: 21h30min

Ticket de estacionamento à venda no guichê de estacionamento do shopping Varanda Mall, de 2ª a sábado, de 7h às 2h, e aos domingos, de 7h a zero hora. Valor: R$20,00.

Classificação: 16 anos | Camarote VIP Open Bar: 18 anos

* Mais Informações: 3033.1001.

(Com POVO Online)

Dilma participa da reunião de Cúpula Brasil-União Europeia

“A presidenta Dilma Rousseff participa hoje (24) em Bruxelas, na Bélgica, da Reunião de Cúpula Brasil-União Europeia. Ela chegou à capital belga neste domingo (23), visitou o primeiro-ministro, Elio Di Rupo, e participou de jantar promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e pela Confederação Nacional da Indústria.

No encontro empresarial de hoje (25), está previsto o lançamento do plano de ação de competitividade e investimentos. “É importante dizer que é um passo importante na consolidação da integração comercial Mercosul-União Europeia, que é o próximo passo que nos aguarda nos próximos meses”, disse o ministro do Desenvolvimento, Mauro Borges.

A presidenta deverá discutir também a viabilidade da construção de um cabo ótico submarino para facilitar a comunicação eletrônica com a Europa. O projeto se tornou uma das prioridades do governo brasileiro depois das denúncias de espionagem feita pelos Estados Unidos a cidadãos de vários países.”

(Agência Brasil)

Venezuela pode ser vítima de um “golpe suave”

31 1

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (23):

Os últimos acontecimentos na Venezuela estão levando as pessoas a prestar atenção novamente no livro “Golpe suave”, do cientista político Gene Sharp, no qual ele descreve as novas táticas que vêm sendo utilizadas para se deflagrar golpes de estado no século XXI.

Ele sintetizou o processo em cinco etapas (http://goo.gl/FlECyP): 1) Levar a cabo ações para gerar e promover um clima de mal-estar. Dentre as ações se destacam a realização de “denúncias de corrupção e a promoção de intrigas”; 2) Desenvolver intensas campanhas em defesa da liberdade de imprensa e dos direitos humanos, acompanhadas de acusações de totalitarismo contra o governo no poder; 3) centrar na luta ativa por reivindicações políticas e sociais e a promoção de manifestações e protestos violentos, ameaçando as instituições; 4) levar a cabo operações de guerra psicológica e desestabilização do governo, criando um clima de “ingovernabilidade”; 5) forçar a renúncia do presidente mediante distúrbios na ordem pública numa escalada crescente para pressionar as instituições. Paralelamente, vai-se preparando uma intervenção militar, que evolui para uma guerra civil prolongada e se obtém o isolamento internacional do país.

A defesa da institucionalidade na Venezuela (mesmo quando acompanhadas de críticas acerbas à política do governo) é um dever de todo democrata sincero. O que não se deve tolerar é a “virada de mesa”, por qualquer uma das partes. Um golpe de estado atiraria o país numa sangrenta guerra civil de resultados imprevisíveis, podendo contaminar o resto continente. Correríamos o risco de ter uma versão da Guerra Civil Espanhola (com brigadas internacionalistas), bem junto de nossas fronteiras. Que Deus nos livre.

Da prisão, líder da oposição pede que manifestações continuem na Venezuela

Com novas manifestações neste sábado (22), os protestos na Venezuela chegam a 22 dias. As manifestações começaram no dia 4 deste mês com estudantes protestando contra a insegurança nas universidades, após uma jovem ter sofrido tentativa de estupro e roubo no dia anterior na Universidade de Los Andes, San Cristóban, em Táchira.

Dois dias depois, centenas de estudantes se mobilizaram e um grupo atacou o governador do estado, José Vielma Cristóbal – cinco jovens foram detidos. Depois disso, começaram os protestos no estado vizinho, Mérida. No fim de semana (8 e 9), houve caminhadas em mais estado, culminando com a grande marcha, realizada no último dia 12, em que três pessoas morreram.

Até então, os movimentos não registravam atos de vandalismo em grande escala. No último dia 12, que houve confrontos entre simpatizantes do presidente Nicolás Maduro e opositores. Também foi o marco da ação de motoqueiros armados que dispararam contra os manifestantes e do uso de barricadas e bloqueios nas ruas, além do uso de coquetéis-molotovs por alguns manifestantes.

No decorrer dos dias, os protestos ganharam novos adeptos e as reivindicações também se ampliaram. Além da criminalidade, a população passou a protestar contra a alta da inflação, a escassez de bens de consumo básico, o mercado negro do dólar e os apagões energéticos. A detenção de jovens estudantes – a maioria já liberada – também aumentou a insatisfação e motivou novos protestos.

O governo de Nicolás Maduro atribuiu a culpa dos atos violentos e do vandalismo ao dirigente do partido Vontade Popular, Leopoldo López, que cumpre pena provisória de 45 dias, por ter sido considerado mentor intelectual da ação de grupos radicais nos protestos. Na terça-feira (18), dia em que López foi preso, uma manifestação convocada por ele levou milhares de venezuelanos às ruas, inicialmente em marchas pacíficas, mas, no fim do dia, houve novos atos de vandalismo, agressões a policiais e mais mortes. Nessa sexta-feira (21) foi confirmada a oitava morte.

A oposição e o governo falam em diálogo e paz, mas adotam discursos de confronto e acusações recíprocas. A insatisfação popular era crescente desde o ano passado e a polarização dava sinais de crescimento desde abril, quando Maduro foi eleito presidente, com pequena margem de diferença (1,5%) sobre o adversário Henrique Capriles, governador de Miranda.

O governo acusa a oposição de tentar um “golpe lento”, valendo-se de grupos infiltrados nas manifestações para provocar o terror e fazer com que a opinião pública nacional e internacional voltem-se contra o governo e que, por pressão, ele seja derrotado, ou, o país sofra interferência externa. O presidente Maduro diz que os Estados Unidos patrocinam e apoiam a direita na tentativa de golpe.

Até o momento, os organismos multilaterais regionais – Comunidade dos Países Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e o Mercado Comum do Sul (Mercosul) – manifestaram-se a favor do governo, pedindo respeito à democracia. Esses organismos pediram, porém, o diálogo e a conciliação entre as partes.

A oposição nega que tenha um plano conspiratório, mas pressiona o governo incentivando e participando do movimento da sociedade civil. Da prisão, Leopoldo López envia recados por intermédio da esposa, pedindo que o “movimento continue”.

(Agência Brasil)

Presidente da Venezuela ameaça tirar CNN do ar

“O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ameaçou hoje (20) tirar do ar a rede internacional de notícias CNN. Em um pronunciamento a trabalhadores do serviço Metrobus, Maduro disse ter dado um ultimato à CNN para que pare de “transmitir propaganda de guerra” ou “terão que sair do país”.

Segundo Maduro, os meios de comunicação internacionais, como o canal CNN em espanhol, se dedicam a difundir o ódio. “Eu pedi à ministra de Comunicação e Informação, Delcy Rodríguez, que emita um comunicado à CNN na Venezuela para que retifiquem sobre sua programação de guerra. A emissora sairá do país se não se retificar. Não aceito mais guerra midiática”, disse.

A ministra Delcy Rodríguez confirmou em sua conta no Twitter que começou o procedimento administrativo para a retirada do canal, “se não houver retificação”.

A Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) emitiu uma nota na semana passada informando que meios de comunicação que transmitissem atos violentos – referindo-se à cobertura dos protestos e manifestações de vandalismo – seriam penalizados.”

(Agência Brasil com Telesur)

Governo faz gestões em busca de um Consulado dos EUA

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=H3loAT3wTiQ[/youtube]

O Governo do Ceará abriu luta em busca de um consulado dos Estados Unidos em Fortaleza. O assessor para assuntos internacionais do governo, Hélio Leitão, articula nesse sentido junto à Embaixada norte-americana, em Brasília.

Para ele, já passou a hora de Fortaleza, com bom fluxo que tem hoje de turistas para os Estados Unidos e com a expectativa da chegada de um voo para Miami, ser sede de um consulado.

Lula será recebido em audiência pelo presidente do Uruguai

“O presidente do Uruguai, José Mujica, vai receber hoje (17) o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, com quem irá analisar a situação atual da América do Sul e o papel da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Em nota, o Instituto Lula informou que o ex-presidente será recebido em jantar no palácio presidencial do Uruguai. Nesta segunda-feira, a imprensa uruguaia publicou uma entrevista na qual Mujica diz que Lula tem todas as condições para assumir a liderança da região.

“Sempre pensei que Lula deveria ter muito que ver com o processo de integração da Unasul, porque era a figura mais indicada. Contudo, ele sempre pensou que, por ser brasileiro, se atribuiria ao Brasil uma visão dominadora”, explicou o presidente uruguaio.

Além do tema da Unasul, a pauta do encontro inclui a negociação em curso entre Mercosul e União Europeia e também a necessidade de se ajustar uma séria de políticas complementares que estão em marcha.

A visita de Lula também servirá para que Mujica apele aos bons ofícios do ex-presidente em questões bilaterais, especialmente às vinculadas à possível instalação de empresas brasileiras no Uruguai e ao término da integração elétrica entre os dois países.”

Agência Brasil com ANV)

Maduro: não renunciarei a mandato dado pelo povo

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que não renunciará e que “não entregará um só milímetro do poder que recebeu do povo do país”. Em meio a fortes protestos que enfrenta, ele participou de marcha em Caracas. Durante a marcha, ele disse que aprofundará a “revolução bolivariana muito além dos limites”.

Em seu discurso, direcionado a uma multidão de simpatizantes e partidários do chavismo, Maduro afirmou que, em caso hipotético de que seja “derrocado do poder”, a oposição do país enfrentaria “grandes problemas”.

E acrescentou: “Se um golpe ocorresse, a revolução pacífica e democrática vivida atualmente poderia mudar seu caráter, talvez para um caráter armado e profundamente revolucionário”.  Ele voltou a acusar a oposição de planos de um golpe de estado e estendeu as acusações ao ex-presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, conhecido por suas posições de direita.

O ex-presidente Álvaro Uribe, agora candidato ao senado na Colômbia, não respondeu às acusações de maneira direta, mas disse em sua conta no twitter e em entrevistas à emissoras de TV colombianas que “apoia a democracia na Venezuela” e disse expressar “solidariedade ao povo venezuelano”.

(Agência Brasil)

Shopping Benfica abre exposição sobre Nelson Mandela

97 1

mandela 130211

Com o título “África Dela, África Dele, África nossa”, A Galeria BenficArte, situada no segundo piso do Sghopping Benfica, abrirá, a partir das 20 horas desta quinta-feira, a exposição “Ágrica Dela, África Dele, África Nossa”. Trata-se de uma homenagem a Nelson Mandela e a todos os africanos, especialmente aos que, hoje, trabalham e estudam em Fortaleza e em Redenção, cidade que abriga a Unilab – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro- Brasileira.

Nessa exposição, que vai se estender até o dai 23, estarão revelados 15 desenhos em crayon feitos por Tily Murtala, filho da Guiné-Bissau, estudante de arquitetura na Fanor, já com outras mostras realizadas. O foco de Murtala é a vida de Mandela, em todas as suas distintas fases e faces. O Mandela jovem, o revolucionário, o prisioneiro, o pacifista, o aglutinador, o presidente da África do Sul e o homem respeitado por todo o continente africano e o mundo.

Haverá também interatividade com os visitantes. Cada um poderá manifestar-se em painel próprio sobre o preconceito racial e, assistir sábado, às 9:00 horas, ao filme “Quem Foi Mandela”, seguido de debate com o palestrante João Paulo Pinto Có. Após o filme, haverá degustação de comidas típicas africanas. Durante todo o tempo da exposição, poderá ser conferido o artesanato e vestuário de diferentes países da África.