Blog do Eliomar

Categorias para Internacional

Mais um jovem é resgatado de caverna na Tailândia

Pelo menos mais um jovem foi resgatado nesta terça-feira (10) da caverna, no norte da Tailândia, onde estava preso há mais de duas semanas junto com um grupo de 13 pessoas – 12 menores e um adulto. Até o final do dia, se espera que sejam retirados os outros quatro que ainda permanecem no local, informou o jornal local Kahosod.

O novo resgatado se soma aos oito meninos que já foram retirados e que permanecem internados no hospital provincial de Chiang Rai, onde recebem cuidados médicos e passam por avaliação. Eles saíram no domingo (9) e na segunda-feira da caverna.

Uma equipe de mergulhadoras retomou hoje a terceira missão para resgatar os últimos quatro meninos e o treinador deles, presos no local desde o dia 23 de junho.

(Agência Brasil)

Mais quatro meninos foram resgatados de caverna na Tailândia

Pelo menos quatro meninos foram resgatados nesta segunda-feira (9) da caverna, no norte da Tailândia, onde estavam presos há mais de duas semanas. Cinco pessoas permanecem no local, informaram veículos de imprensa locais.

Os resgatados hoje se juntam agora aos quatro meninos que foram retirados ontem da caverna e que permanecem internados no hospital provincial de
Chiang Rai para uma avaliação de saúde.

As autoridades ainda não divulgaram confirmação oficial, mas os jornalistas que estão na região citaram testemunhas que viram o resgate.
Um helicóptero, que aparentemente está fazendo o trabalho de transferência de emergência, sobrevoou o acampamento de imprensa, situado a dois quilômetros da caverna, segundo pôde constatar a Agência EFE.

(Agência Brasil e EFE)

Tailândia recomeça operação de resgate de meninos que permanecem presos em caverna

Recomeçou, nesta segunda-feira, 9, a operação de resgate dos meninos e um treinador de futebol que seguem presos em uma caverna inundada no norte da Tailândia. A informação é do Portal G1, com agências internacionais. No domingo, quatro dos 12 garotos foram retirados da montanha, depois de 15 dias encurralados na escuridão e no interior da gigantesca gruta.

Os mesmos especialistas que participaram da primeira etapa de salvamento no domingo (8) retornaram à caverna nesta segunda, para o 2º dia de salvamento. No entorno da montanha, ambulâncias e helicópteros esperam pelos garotos.

A missão de hoje é trazer ao menos outros três adolescentes hoje, conforme as etapas antecipadas por autoridades no final de semana. É possível, no entanto, que a equipe escolte 4 jovens de volta, com base no sucesso da operação de ontem.

Adolescentes presos em caverna se comunicaram com familiares

Os 12 adolescentes e o homem que estão presos em uma caverna do norte da Tailândia, desde o dia 23 de junho, conseguiram se comunicar com seus familiares, conÚrmou nesta sexta-feira (6) à Agência EFE um membro das equipes de resgate. A fonte, que pediu para não ser identificada pois não tinha permissão para falar com os veículos de imprensa, evitou especificar o modo como conseguiram estabelecer contato entre a parte de fora e o interior da caverna.

“As equipes utilizam muitas formas de comunicação ao longo dos túneis subterrâneos. Nessa quinta-feira, trabalhavam para levar um cabo de conexão telefônica até a cavidade onde se encontram os adolescentes, mas também usa tecnologia sem cabos ou inclusive manual, como cartas”, afirmou.

As autoridades analisam duas opções para a saída dos meninos: mergulhar pelas passagens inundadas ou encontrar um buraco na montanha por onde poderiam ser retirados com ajuda de um helicóptero.

(Agência Brasil com EFE)

China inicia retaliação contra tarifas dos EUA

A China anunciou nesta sexta-feira (6) que iniciou “de forma imediata” medidas de represália contra importações de produtos americanos, após a entrada em vigor nos Estados Unidos (EUA) de tarifas a mercadorias chinesas importadas, no valor de US$ 34 bilhões.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Lu Kang, anunciou hoje, durante entrevista coletiva em Pequim, o início dessas medidas, mas não deu detalhes sobre sua quantia nem o número de produtos afetados. “Depois que os EUA ativaram suas medidas tarifárias contra a China, as medidas da China contra os EUA também foram feitas imediatamente”, confirmou Lu, três horas depois da entrada em vigor das tarifas americanas aos produtos chineses.

As autoridades do país já tinham adiantado que, se Washington aplicasse essa rodada de encargos, dirigida principalmente a produtos industriais e tecnológicos de alto valor agregado, Pequim responderia com a aplicação de tarifas sobre produtos americanos pelo mesmo valor, ou seja, US$ 34 bilhões.

(Agência Brasil com EFE)

Brasil registrou queda de 9,7% nos investimentos estrangeiros em 2017, diz Cepal

Pelo terceiro ano consecutivo, o investimento estrangeiro direto (IED) na América Latina e Caribe caiu, com fluxo total de US$ 161,673 bilhões em 2017, um recuo de 3,6% em relação ao ano anterior. No Brasil, a queda foi maior (-9,7%), com investimentos de US$ 70,685 bilhões, volume US$ 7,5 bilhões menor do que em 2016.

Os números foram divulgados hoje (5) pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), organismo vinculado às Nações Unidas. Em relação ao ano de 2011, a queda nos investimentos soma 20% em toda a região.

Segundo o relatório da Cepal, considerando uma análise de médio prazo, a queda contínua do IED nos últimos oito anos pode ser explicada pelos menores preços dos produtos básicos de exportação, como as commodities agrícolas e minerais, que reduziram significativamente os investimentos nas indústrias extrativas. Além disso, pesou nesse recuo a forte recessão econômica que foi registrada em 2015 e 2016, principalmente no Brasil, país que representa 43,7% do total de IED aplicado em toda a América Latina e Caribe.

“O investimento estrangeiro direto depende, sobretudo, se vai haver ou não oportunidades de novos negócios, se vai haver rentabilidade das operações. E isso no Brasil há ainda uma grande incerteza”, disse Alicia Bárcena, secretária executiva da Cepal. Além disso, o Brasil enfrenta um desafio adicional relacionado à questão fiscal.

Endividamento do Brasil

Segundo Alicia, o Brasil é um dos países mais endividados da região, com uma cifra de endividamento acima de 60% em relação ao Produto Interno Bruto (PIB – soma de todos os bens e serviços produzidos no país). “Para nós, uma dívida sustentável deveria estar abaixo dos 40% do PIB”. Atualmente, a dívida bruta dos governos no Brasil ultrapassa a cifra dos R$ 5 trilhões, o que representa pouco mais de 75% do PIB.

Apesar desse cenário, houve uma reversão parcial das quedas em 2017 em função do crescimento de 1,3% do PIB na América Latina e Caribe, além da subida nos preços do petróleo e de metais. Esse aumento dos preços, avalia a Cepal, fez com que se recuperasse a rentabilidade do investimento, após vários anos de queda, o que também impulsionou o reinvestimento dos lucros, mas ainda foi insuficiente para a recuperação do IED nas indústrias extrativas.

Maiores quedas

Enquanto em 2016 a grande maioria dos países da região registraram quedas nas entradas de IED, em 2017 os investimentos estrangeiros diretos subiram na maioria deles, mas o recuo na média geral se deu por causa das quedas no Chile (-48%) e no México (-8,8%), além do próprio Brasil (-9,7%).

Na contramão entre as principais economias da região, a Argentina registrou ampliação de IED em 253%, entre 2016 e 2017, somando uma corrente de investimentos de mais de US$ 11,5 bilhões.

(Agência Brasil)

Irmã Cristina, que venceu o “The Voice” italiano, é uma atrações do Festival Halleluya 2018

Irmã Cristina, religiosa que venceu o “The Voice” Itália, é a mais nova atração confirmada para o Festival Halleluya 2018. Segundo a organização do evento, a apresentação dela ocorrerá no último dia do festival, 29 de julho. O Halleluya acontecerá no período de 25 a 29 deste mês, no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU).

No programa, a religiosa, da ordem ursulina, afirmou que foi ao concurso animada pelo convite do Papa Francisco de sair das igrejas e conventos para evangelizar e pelo desejo de compartilhar com o mundo o seu dom. Com sua jovialidade, energia e a beleza da voz, irmã Cristina ganhou o coração dos jurados e do público, em especial os jovens.

Irmã Cristina se juntará a outras mais 22 atrações nacionais, no palco principal, como Padre Fábio de Melo, Rosa de Saron, Adriana Arydes, Anjos de Resgate, Missionário Shalom e outros.

Além da programação musical, o evento conta também diversos espaços temáticos como a Tenda Eletrônica, Espaço Games, Espaço Adventure, Lounge Halleluya, Halleluya Kids, Espaço da Misericórdia, com sacerdotes disponíveis para confissão e uma capela com adoração ao Santíssimo Sacramento; o Espaço Vida que concentra a parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e Espaço Acessibilidade para receber pessoas com necessidades especiais contando com a presença de um intérprete de libras.

SERVIÇO

*O vídeo da estreia na competição, registra mais de 97 milhões de visualizações no Youtube, no link: ( http://www.youtube.com/watch?v=TpaQYSd75Ak ).

SERVIÇO

*Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU) – Avenida Alberto Craveiro, 2222 – Castelão – Fortaleza

*Entrada Gratuita

*Programação: Todos os dias, a partir das 19 horas

festivalhalleluya.com

(Foto – Divulgação)

Evo Morales retirou um “pequeno tumor”

O presidente da Bolívia, Evo Morales, informou que foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um “pequeno tumor”, detectado em um exame médico de rotina pelo qual passou anteontem (3). Morales está internado em um hospital particular da zona sul da capital La Paz, informou sobre seu estado de saúde no Twitter, mas não revelou a localização do tumor.

“No exame de rotina detectaram um pequeno tumor que já foi retirado satisfatoriamente em uma cirurgia de emergência, mas sem risco. Amanhã [hoje] receberei alta. Estou muito bem, 100 pontos!”, escreveu Morales na rede social, além de postar uma foto recebendo atendimento médico.

O presidente boliviano também agradeceu pelas manifestações de “solidariedade”, “orações e bençãos” que recebeu.

Em abril do ano passado, Morales se submeteu, em um hospital de Cuba, a uma cirurgia para extirpar um tumor benigno de sua laringe.

(Agência Brasil com EFE)

Entrada de dólares supera saída em US$ 3,7 bi em junho

No mês de junho, entraram mais dólares no país do que saíram. O saldo positivo ficou em US$ 3,710 bilhões. De acordo com dados divulgados hoje (4) pelo Banco Central (BC), foi o terceiro mês seguido de entrada líquida (descontada a saída) de dólares no país. De janeiro a junho, o saldo positivo chegou a US$ 22,525 bilhões.

O fluxo financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) em junho ficou positivo em US$ 890 milhões. No primeiro semestre, houve mais saída que entrada, o que levou ao saldo negativo de US$ 7,241 bilhões.

Já o fluxo comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) ficou positivo em US$ 2,820 bilhões, em junho, e em US$ 29,767 bilhões, no primeiro semestre.

(Agência Brasil)

Reino Unido proibirá tratamento de reorientação sexual

O governo do Reino Unido anunciou nesta terça-feira (3) que proibirá os tratamentos de reorientação sexual, como parte de um novo plano de ação para uma sociedade mais inclusiva com o coletivo LGBT. A primeira-ministra britânica, Theresa May, iniciou o programa em defesa dos direitos de lésbicas, gays, transexuais e bissexuais, que conta com orçamento de 5 milhões de euros.

Mais de 108 mil pessoas LGBT participaram de uma pesquisa governamental para elaborar o programa, das quais 2% admitiram ter recorrido a tratamentos de conversão sexual, enquanto 5% afirmaram que tinham recebido ofertas
nesse sentido.

“Consideraremos todas as opções legislativas e não legislativas para proibir a promoção ou a oferta de tratamentos de conversão”, diz o plano de ação divulgado pelo governo britânico.

(Agência Brasil com EFE)

Facebook libera por erro contatos de 800 mil usuários

A rede social Facebook admitiu ter liberado os contatos bloqueados de 800 mil usuários durante vários dias, um erro que já foi corrigido. Em comunicado, o Facebook informou que esse desbloqueio ocorreu entre os dias 29 de maio e 5 de junho e que “o problema já foi resolvido e todos foram bloqueados novamente”.

A rede social afirmou que em 83% dos casos, apenas um usuário foi desbloqueado e acrescentou que está notiÚcando os 800 mil afetados por essa falha.

A companhia também informou que o erro “não restabeleceu amizades que haviam sido cortadas” com os bloqueios, mas admitiu que os usuários desbloqueados poderiam acessar o conteúdo compartilhado por meio de terceiros e entrar em contato.

A admissão desses erros pelo Facebook ocorre em um momento delicado para a empresa, marcado por diversos escândalos de privacidade. O último ocorreu em março com a Cambridge Analytica.

(Agência Brasil com EFE)

No México, a esquerda elege o presidente

Com o título “Esquerda elege presidente no México”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira. Confira:

O candidato de esquerda, Andrés Manuel López Obrador, conhecido pelos seus compatriotas pela sigla AMLO, venceu as eleições presidenciais no México. A campanha, que além do presidente escolheu 128 senadores, 500 deputados, oito governos locais e da Cidade do México, além de cargos em 30 estados, foi marcada pela violência. Calcula-se que, durante o período, mais de 140 políticos foram assassinados.

Ex-prefeito da Cidade do México, Obrador havia concorrido sem sucesso em outras duas disputas presidenciais, em 2006 e 2012. Em uma eleição sem segundo turno, ele venceu seus dois concorrentes com 53% dos votos, segundo contagens preliminares, quase o dobro do segundo concorrente.

Obrador elegeu-se prometendo lutar sem tréguas contra a corrupção e garantindo que faria um governo combatendo as desigualdades, dando prioridade aos mais pobres e aos indígenas. Ao mesmo tempo evitou confrontar diretamente o mercado financeiro e o capital privado, afirmando, como registrou a edição de ontem deste jornal, que vai “conseguir essa transformação sem violência, de maneira pacífica”, e que a mudança será “ordenada e ao mesmo tempo profunda”. Ele também evitou temas relativos ao comportamento, pauta identificada com a esquerda, como a defesa do aborto ou do casamento gay. Mesmo com todos os cuidados, o novo presidente, que toma posse no dia 1º de dezembro, não terá vida fácil. Muitos desconfiam que discurso moderado seja apenas uma fachada.

Para o colunista da Folha de S. Paulo, Clóvis Rossi, experiente observador internacional, a eleição de Obrador levará o México a testar a sua democracia. “Os mercados aceitarão um presidente heterodoxo?”, pergunta o jornalista, em artigo publicado na edição de 1º/7/2018. Para Rossi, não há “o menor sinal” de que AMLO adotará políticas ao menos parecidas com as implementadas em Cuba, Nicarágua ou Venezuela. O problema é saber se os agentes do mercado e o empresariado mexicano assistirão passivamente a intervenção do Estado na economia para proceder as mudanças apregoadas por AMLO.

A alternância do poder é da essência da democracia, e os eleitores mexicanos escolheram o seu representante. A possibilidade de algum segmento da sociedade “aceitá-lo” ou deixar de aceitá-lo, não deveria nem estar sendo posta, desde que ele respeite as balizas democráticas, o que, até agora, AMLO vem fazendo.

Hora de apostar em grupos para a Disney

253 1

Nada de crise.

Agências de turismo de Fortaleza estão mandando para a Disney (EUA) grupos de estudantes. Nesta segunda-feira, essa turma tomou essa rota, devendo passar 15 dias. A Lafuente responde pelo pacote.

Outras agência também mandarão vários grupos, neste mês de julho, para esse destino que, de acordo com organismos internacionais do turismo, comprovam que o brasileiro é um dos assíduos clientes desses parques norte-americanos.

(Foto – Leitor do Blog)

Instituto Brasil-África promove Rodada de Negócios de olho em 2019

O presidente do Instituto Brasil-África, professor Bosco Monte, tem reuniões em São Paulo, nesta tarde de segunda-feira. Vai conversar com membros da Embaixada da Africa do Sul e empresários quando acertará uma Rodada de Negócios para setembro.

O objetivo é reunir empresários brasileiros e africanos em discussões sobre oportunidades de negócios mútuos para 2019.

A estratégia faz parte do VI Fórum Brasil-África, que acontecerá em Salador (BA), dias 22 e 23 de novembro próximo.

(Foto – Divulgação)

Presidente eleito do México anuncia reunião com Peña Nieto para iniciar transição

Andrés Manuel López Obrador, vencedor das eleições presidenciais no México, disse que se reunirá amanhã (3) com o presidente Enrique Peña Nieto para iniciar a transição para sua posse, marcada para 1º de dezembro. Em discurso após vitória nas urnas, López Obrador disse que pediu a Peña Nieto para ter um encontro no Palácio Nacional, nesta terça-feira.

“Pedi a ele uma reunião para depois de amanhã. Na terça-feira às onze da manhã vamos nos encontrar no Palácio Nacional”, disse López Obrador para dezenas de milhares de simpatizantes reunidos no Zócalo, a praça principal da Cidade do México.

Ele afirmou que a reunião permitirá abordar o processo de transição do governo de maneira ordenada, pacífica, sem sobressaltos, para que o país siga sua marcha “sem que haja crise de nenhuma índole”.

(Agência Brasil com EFE/Foto – Reprodução de TV)

Tempos sombrios

Com o título “Tempos sombrios”, eis artigo de Fernando Costa, sociólogo e publicitário. Ele aborda sobre crianças do mundo em meio a tanta violência e ideologias. Confira:

Herodes, o Grande, rei da Judeia mandou matar centenas de crianças, segundo a Bíblia, para tentar matar uma única criança. Os tempos eram sombrios.

Os franceses e os ingleses, durante a segunda guerra, separam os filhos de seus pais para protegê-los da brutalidade nazista, com os famosos trens repletos de crianças. Os tempos eram sombrios.

Adolf Hitler, no final da Segunda Guerra Mundial, no ano de 1945, usou crianças como soldados no seu exército. Os tempos eram sombrios.

Os ingleses, no início da Revolução Industrial, utilizaram o trabalho infantil para moverem as máquinas da indústria têxtil. Os tempos eram sombrios.

Na República Central Africana e no Sudão do Sul, as milícias e os governos usaram crianças como soldados em suas guerras civis. Os tempos eram sombrios.

Organizações internacionais, como o Unicef e a Anistia Internacional, estimam que, em cerca de 20 países, crianças eram sistematicamente recrutadas como soldados. Os tempos eram sombrios.

Na Colômbia, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) também usaram crianças na sua guerrilha. Os tempos eram sombrios. Mas o que dizer quando a dita maior democracia do mundo, abusando do discurso da tolerância zero em relação a imigrantes, prende e separa filhos dos pais e obriga o mundo inteiro a ouvir o choro desesperado de crianças chamando por seus pais?

Fosse na Venezuela ou em Cuba, a direita brasileira estaria destilando seu ódio no Facebook, nas suas emissoras de TV e em seus jornais.

Mas quem comanda o terror é Donald Trump, que quer criar uma nova ordem mundial, a matriz do candidato Bolsonaro, que a direita brasileira cultua.

Os tempos continuam sombrios no mundo e se não cuidarmos eles chegarão ao Brasil.

*Fernando Costa

fernando@vervecom.com.br.

Sociólogo e publicitário.

Erdogan vence as eleições na Turquia

O chefe de Estado de Turquía, Recep Tayyip Erdogan, conseguiu, neste domingo (24), atingir seu objetivo de assumir todo o Poder Executivo no país, ao ganhar por maioria absoluta as eleições presidenciais antecipadas.

Com 90% dos votos apurados, o político revalida seu mandato com 53% dos apoios, resultado muito próximo do percentual obtido em 2014, informou a agência semipública Anadolu. O social-democrata Muharrem Ince ficou em segundo lugar.

Cerca de 56 milhões de pessoas estavam convocadas para ir às urnas hoje e votar para presidente e deputados. O pleito é considerado chave por abrir caminho para a implementação da reforma constitucional aprovada em 2017, que outorga todos os poderes executivos ao chefe do Estado.

(Agência Brasil)

Privatização de aeroportos encarece vida dos passageiros

Com o título “Privatiza que melhora”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, do O POVO. Ele expõe um estudo feito pela Associação Internacional de Transporte Aéreo sobre as privatizações de aeroportos e seus impactos para o bolso dos passageiros. Confira:

Advirto que o depoimento não é de nenhum “esquerdista”, muito menos de um “bolivariano”. Trata-se da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês), que realizou estudo, em conjunto com a consultoria McKinskey, constatando que a privatização dos aeroportos – por venda ou concessão – encareceram os serviços para os consumidores, sem trazer ganhos de eficiência relevantes.

O economista-chefe da Iata, Brian Pearce, considerou o resultado surpreendente: “A maior diferença em relação ao que vimos acontecer com outras indústrias, como a do aço, é a competição. Em infraestrutura aeroportuária, as pressões competitivas são, por natureza, muito menores”, disse ele na 74ª reunião geral da associação de companhias aéreas, em Sydney (Austrália), segundo publicou o jornal O Estado de S. Paulo (14/6/2018).

O estudo mostra queda nos custos unitários de operação em aeroportos privatizados, mas o usuário passou a pagar mais caro pelos serviços, levando ao aumento expressivo dos lucros.

“Claramente, a privatização dos aeroportos vem com um preço, que os consumidores têm de pagar”, afirmou Pearce, considerando que, em ambientes tendentes ao monopólio, há mais risco de “abuso do poder de mercado”, já que o objetivo principal é dar retorno aos investidores.

Ele ainda criticou o pensamento imediatista dos governos na hora de privatizar aeroportos. “Vemos governos pensando nos ganhos de curto prazo, tentando levantar o máximo de recursos com a venda de ativos, em vez de focar no interesse de longo prazo”. Agora vai por minha conta e risco.

Lendo esses argumentos, veio-me à lembrança a Petrobras, que parece encaixar-se perfeitamente nos alertas que faz o economista-chefe da Iata a respeito dos aeroportos. A petroleira estatal age em um ambiente tendente ao monopólio (ou pelo menos ao oligopólio) e, mesmo assim, volta e meia, governos “liberais” tentam privatizar a empresa.

Temer nomeou Pedro Parente presidente da Petrobras para dar-lhe um perfil de “mercado” uma “administração empresarial”. O que fez o ex-presidente da empresa? Espoliou o consumidor e vendeu ativos para retorno ao investidor, em vez de “focar no interesse de longo prazo”.

Deu no que deu.

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Donald Trump recua e assina ordem para que EUA evitem separar pais e filhos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou hoje (20) um decreto para que os imigrantes ilegais que forem detidos tentando entrar no país não sejam separados dos filhos, se forem crianças e adolescentes, que os acompanham. Com o decreto, pais e filhos não serão mais separados como vinha ocorrendo. “Vamos ter fronteiras fortes, muito fortes, mas vamos manter as famílias unidas”, disse Trump.

Segundo o presidente norte-americano, ele seguirá com sua determinação de “tolerância zero” em relação à imigração considerada ilegal. “Teremos zero de tolerância para as pessoas que ingressam ilegalmente ao nosso país”, afirmou Trump.

Há informações que cerca de 2 mil crianças e adolescentes estão isolados dos pais e separados das famílias desde a promulgação da nova lei de imigração. Segundo o cônsul-geral adjunto do Brasil em Houston, Felipe Santarosa, 49 crianças brasileiras estão em abrigos nos Estados Unidos.

Os governos do México, Honduras e El Salvador reagiram à iniciativa e alegaram que a medida viola os direitos humanos.

(Com informações da Agência EFE e Telesur, emissora pública de televisão da Venezuela)