Blog do Eliomar

Categorias para Internet

Google é a marca mais valiosa do mundo, aponta ranking da BrandFinance

“A gigante Google é a marca mais valiosa do mundo em 2011, ao atingir a marca de US$ 44,3 bilhões, seguida da Microsoft, avaliada em US$ 42,8 bilhões, conforme o ranking publicado nesta segunda-feira pela empresa de consultoria BrandFinance.

De acordo com a tabela elaborada pela consultoria que se dedica a assessorar empresas sobre como otimizar sua marca, a Coca-Cola deixa de estar entre os 10 primeiros postos pela primeira vez e se situa no 16º lugar, ao ser avaliada em US$ 25,8 bilhões.

Nove dos 10 primeiros postos são ocupados por companhias americanas, entre elas Wal-Mart, Bank of America e Apple, sendo a única empresa de outra nacionalidade a ficar entre o Top10 foi a britânica Vodafone, que ocupa o 5º lugar com uma valor estimado de US$ 30,6 bilhões.

No 15º lugar está o banco espanhol Santander, a cuja marca se atribui um valor de US$ 26,1 bilhões, seguido da Coca-Cola – que no ano passado estava em 3º lugar – pelo McDonalds.

A BrandFinance destaca que cinco das 10 marcas mais valorizadas estão relacionadas com a tecnologia, e assinala que a Google – que em 2010 ocupou o 2º lugar do ranking – atuou estrategicamente ao ter lançado iniciativas que, embora pareçam relativamente pouco comerciais, beneficiaram sua marca, como os serviços de apoio ao resgate após os terremotos do Japão e Nova Zelândia e o desenvolvimento de um ramo sem fins lucrativos.

A marca Nokia sofre a queda mais chamativa ao passar do posto 21º ao 94º, com uma avaliação estimada em US$ 9,9 bilhões, devido a sua dificuldade para se posicionar no mercado dos smartphones, embora sua recente associação com Microsoft pode ajudar-lhe a recuperar o terreno, assinala a empresa de consultoria.”

(Portal Terra)

Hackers invadem site do Governo do Ceará

“Hackers invadiram na madrugada desta quinta-feira, 17, o site do Governo do Estado do Ceará. Segundo informações de usuários da rede social Twitter, a invasão teria ocorrido por volta de 1h. Em seguida, às 2h30min, o site do Governo do Estado saiu do ar.

“Todos os sites linkados ao portal do Governo do Estado do Ceará foram invadidos por hacker, não temos mais acesso a informações e serviços”, afirmava Carlos Virgílio (@cvcf77). “Hacker acaba de invadir página do Governo – CE”, escreveu Bruno (@blunoblaga).

Os hackers responsáveis pela invasão deixaram uma mensagem na página inicial do site. “Não somos Apenas um grupo, Mas sim uma família. [sic]”, afirmam na mensagem. “O governo, e seus Servidores. Muito bons por sinal [sic]., completam. Eles também assinam a mensagem, identificando-se como ‘n4sss’, ‘hackinho’, ‘fl4me’ e ‘hackerbrasilll’.

Na manhã desta quinta-feira, 17, o site do Governo do Estado do Ceará já está funcionando normalmente.”

(O POVO Online) 

EUA – Internet já supera mídias tradicionais

“Os americanos já acessam mais notícias na internet que em outras mídias. A informação é de um estudo da PriceWaterHouseCoopers, que também revela que os americanos entre 18 e 60 anos ficam mais tempo na internet do que vendo televisão, lendo jornal ou escutando rádio, se a comparação for feita individualmente.

O estudo revela que a faixa etária dedica uma média de 7,3 horas por semana vendo televisão pela internet, enquanto são só 6,1 horas de televisão vista pelo aparelho. Os dados ficam ainda mais significativos quando se faz a comparação entre pessoas mais jovens. A população americana entre 18 e 34 anos consome oito horas semanais na rede, e 5,6 horas no televisor na média. Americanos ficam mais tempo na internet que na televisão

No caso da leitura de jornal, são gastas em média no Estados Unidos quatro horas lendo na web por semana. Os jornais impressam ocupam apenas 1,9 horas da semana dos habitantes daquele país. No cinema a discrepância também é grande. São 5,1 horas de filmes vistos pela internet semanalmente, contra 1,5 horas nas salas de cinema. No total, são 19,3 horas semanais de consumo de conteúdo de informação e entretenimento digital e 15,8 horas de consumo deste tipo de conteúdo em mídias tradicionais.”

(JN Online)

Grupo Folha lança site em três idiomas

511 30

“Entrou no ar, desde quinta-feira, o novo site do Grupo Folha. Informações sobre todas as empresas do grupo podem ser acessadas em grupo.folha.com.br. O site é trilíngue e pode ser visualizado em inglês (group.folha.com.br) e em espanhol (grupo.folha.com.br/es).

Há notícias de interesse geral e informações para o mercado em relação às cinco empresas e 11 unidades de negócios do Grupo Folha. Além da Folha, o grupo publica o jornal “Agora” e tem participação de 50% no “Valor”, em parceria com as Organizações Globo.

O portal é dividido nas áreas de atuação do grupo: revistas, livros e guias, distribuição e impressão, internet e TI e serviços.

Entre as publicações, é possível obter informações sobre revistas (como sãopaulo e Serafina), guias e livros (editados pela Publifolha). Entre os jornais, a Folha tem no site um espaço próprio, que também pode ser acessado em www.folha.com.br/sobre. Nele, há informações sobre a história da Folha, sua linha editorial e dados de circulação, além de resumos sobre as seções diárias e suplementos do jornal. Assim como ocorre em todo o site, as informações sobre a Folha estão acessíveis em inglês (www.folha.com.br/english) e espanhol (www.folha.com.br/espanol).

No espaço reservado à área de internet e TI do grupo há informações sobre o UOL, maior empresa brasileira de conteúdo e serviços da internet, e sobre a Folha.com, primeiro jornal em tempo real do país. Nesta seção, entre os 20 itens, o internauta pode conferir desde a Livraria da Folha (on-line) até os diversos sites e unidades do UOL, que incluem um shopping virtual. Com a compra da Díveo Broadband Networks, em dezembro, o UOL se tornou a terceira maior empresa de serviços de infraestrutura de tecnologia da informação da América Latina.

Na área específica de serviços do grupo, o internauta encontra informações sobre o Datafolha, um dos maiores institutos de pesquisa do país, sobre a Folhapress, agência de notícias, e sobre o Banco de Dados Folha.

Entre as unidades de distribuição e impressão, o internauta poderá conferir informações sobre a Plural, indústria gráfica com maior capacidade produtiva do Brasil (na qual o grupo detém 51% de participação), e sobre as distribuidoras Transfolha e SPDL, que é uma parceria entre a Folha e o Grupo Estado.”

(Folha.com)

Apple vai reembolsar clientes que compraram primeira versão do iPad

“A Apple irá reembolsar em US$ 100 os clientes que compraram a primeira versão do iPad nos Estados Unidos até 14 dias antes do anúncio da nova versão do tablet, que ocorreu ontem. As informações são do site CNET. De acordo com a publicação, a Apple não confirmou a data de corte, mas o cálculo é de que tenha ficado em 16 de fevereiro. A restituição ocorrerá por cartão de crédito.

A nova versão do iPad traz melhorias no hardware: tem 8,8 mm (é mais fino do que o iPhone 4), possui câmeras frontal e traseira, além de chip de dois núcleos A5, cuja velocidade é duas vezes maior que o anterior, além de ser nove vezes mais rápido no desempenho gráfico. O iPad 2 terá o novo sistema operacional iOS 4.3.

Também é 33% mais fino do que o iPad de hoje e um pouco mais leve. Apesar disso, tem o mesmo mesmo preço básico, de US$ 499. O novo tablet também terá capacidade de exibição de vídeos em alta definição (1080p). Para ter isso no dispositivo, o usuário deve adquirir um acessório para adaptar o iPad 2 no padrão HDMI.

Quem esperava uma resolução de tela melhor, no entanto, se decepcionou: 1.024×768 pixels, a mesma do modelo antecessor. A possível melhoria era uma das apostas do mercado, paralelamente ao lançamento da Retina Display, que melhora a resolução do iPhone 4.

Já há especificações sobre o produto na loja virtual da Apple no endereço www.apple.com/ipad. O lançamento ocorre no dia 11 de março, nos Estados Unidos. Outros 26 países receberão o iPad 2 no dia 25 de março – o Brasil não está incluso na lista.

REDUÇÃO

No mesmo dia em que anunciou a segunda versão do seu tablet, a Apple decidiu reduzir os preços dos seis modelos de iPad que já estão à venda no Brasil. Os novos valores da primeira versão do aparelho já começaram a valer na loja on-line da fabricante e devem se estender para os demais canais de varejo.

Hoje, cerca de 150 pontos de venda comercializam o aparelho no país, mas não há previsão de quando os preços mais baixos começaram a valer fora da loja da Apple. Entre os modelos apenas com conexão à internet sem fio (Wi-Fi), a redução foi de 9% a 15%. O modelo básico, de 16 GBytes com internet Wi-Fi, que custava R$ 1.649, passou a custar R$ 1.399.

O intermediário (32 GBytes) foi de R$ 1.899 para R$ 1.699. E o modelo de 64 GBytes passou de R$ 2.199 para 1.999. Entre os modelos também com conexão 3G, o desconto variou de 7,7% a 12,2%. O modelo de entrada (16 GBytes) passou a custar 1.799, o de 32 GBytes R$ 2.099 e o de 64 GBytes 2.399.”

(Folha.com)

Anatel multa usuário por compartilhar rede Wi-Fi

303 1

“Um morador de Teresina (PI) que compartilhava sua conexão de internet com três vizinhos por uma rede Wi-Fi (sem fio) foi multado em R$ 3 mil pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em setembro de 2010, a agência detectou o uso da internet por diferentes usuários em mais de uma residência, foi até o local, apreendeu equipamentos que garantiam a conexão e enviaram uma multa, em novembro, no valor de de R$ 3 mil a ser paga em até 15 dias.

O morador teve de prestar depoimento à Polícia Federal, sob a acusação de que ele estava indevidamente funcionando como um prestador de serviços de telecomunicação sem autorização da agência.

O advogado do acusado alega que não se trata de uma atividade comercial e que os três vizinhos são amigos do assinante da rede e dividiam o valor de R$ 180 da mensalidade entre eles. “Eles foram autuados por multa administrativa com um boleto impresso já e deram prazo de 10 dias para ofertar uma defesa e aí vai ter uma decisão judicial”, explicou ao Link Lucas Vilar, um dos advogados responsáveis pela defesa. Por meio do advogado, o morador se recusou a falar com a reportagem.

A Anatel afirmou em nota à reportagem que o usuário operava em “caráter comercial sem a devida outorga” e que havia apreendido apenas um “equipamento rádio-transmissor operando na faixa de 2,4 GHz e uma antena omni-direcional”, e negou ter apreendido computador, modem e roteador, como mencionado pelo portal piauiense 180 Graus, que noticiou o caso.

Ainda segundo a nota, fiscais da Anatel teriam detectado “diversos usuários conectados ao provedor, inclusive de residências mais distantes”, o que foi considerado elemento de prova para “constatar a exploração comercial do serviço sem autorização”. Disse que ainda que não haveria punição ou cobrança da penalidade sem a defesa do acusado.”

(Agência Estado)

Autor do best-seller "Google Marketing" agenda Fortaleza

Conrado Adolpho, autor do best-seller Google Marketing, é o convidado especial do primeiro “Almoço com Executivos”, uma promoção da Câmara Brasil Portugal/CE. Vai ocorrer no próximo dia 2, no Hotel Luzeiros. Ele falará sobre “Google Marketing e os 8 pês do Marketing Digital”.

Especialista em marketing digital, Conrado Adolpho acredita que o comportamento do consumidor está se transformando de forma drástica devido ao crescente acesso à tecnologia ser cada vez mais barato.

Conrado Adolpho cursou Engenharia Aeronáutica no ITA, Unicamp e IBTA. É formado em Marketing e Pós-Graduado em Economia. Cursa MBA em estratégia pela BSP.”

(Blog Liberdade Digital)

Mau uso do twitter já está provocando condenações na Justiça

461 1

“O vendedor Pedro Henrique Santos, 19, está pagando, a prestação, o preço de uma tuitada inconsequente. Morador de Ipameri, cidadezinha do interior de Goiás, ele não viu nenhum problema em postar no seu perfil do microblog uma foto de uma garota em trajes sumários. Processado por danos morais, teve de pagar à vítima -maior de idade- R$ 3.000. Como não tinha todo o dinheiro, vai desembolsar por mês R$ 150, em 20 vezes.

O caso ilustra uma situação cada vez mais corriqueira: os desabafos, os comentários e as brincadeiras de mau gosto facilmente esquecíveis se ditos em mesa de bar se amplificam se feitos nas redes sociais, com consequências na vida profissional e legal do internauta desbocado. Antes de Pedro, outras pessoas, incluindo aí os famosos, tiveram problema.

O comediante Danilo Gentilli foi investigado pelo Ministério Público por acusação de racismo após ter feito uma piada em que comparava, no Twitter, o gorila King Kong a jogadores de futebol. Há casos em que a tuitada não vira caso de Justiça, mas acaba em boa dor de cabeça.

Rita Lee criticou a construção do estádio do Corinthians em Itaquera. Chamou o bairro da zona leste paulistana de “c… de onde sai a bosta do cavalo do bandido”. Gal Costa disse que os conterrâneos baianos eram preguiçosos. As duas ouviram poucas e boas do público.

As empresas têm ficado de olhos nos perfis de seus funcionários. Dois rapazes, um da região de Campinas (SP), outro de Piracicaba (SP), acabaram demitidos por justa causa após postagens inconsequentes.

O primeiro publicou no Orkut que estava furtando notas fiscais da empresa onde trabalhava. O segundo postou no YouTube um vídeo em que dava cavalos de pau com a empilhadeira da empresa. Ambos entraram com ações na Justiça do Trabalho a fim de reverter o caráter da demissão, mas perderam.

Juliana Abrusio, professora de direito eletrônico da universidade Mackenzie, aponta que o afã de fazer um desabafo, de exprimir uma opinião ou de simplesmente demonstrar atitude crítica em relação a algo faz com que as pessoas percam a ideia do alcance da internet.

“Se você fala mal de alguém numa mesa de bar com seis pessoas, ele fica ofendido, mas é suportável. Quando vai para 6.000 ou 6 milhões de pessoas, a pessoa pode ser destruída”, afirma.

Renato Opice Blum, advogado especializado em crimes digitais, diz que o Brasil tem mais de 30 mil decisões judiciais relacionadas à internet. Só em seu escritório há cerca de 5.000 mil ações.

Um fotógrafo colaborador do Grupo Folha acabou afastado após publicar no Twitter uma declaração considerada ofensiva aos torcedores do Palmeiras, na sede do clube. Foi agredido fisicamente.

BOM SENSO

As crescentes ações na Justiça fomentadas pelo mau uso da internet podem ser facilmente evitadas, segundo advogados consultados pela Folha. Basta ter bom senso. “As pessoas não podem esquecer que a lei não mudou. Na dúvida, não fale mal do companheiro de trabalho, não faça piada com o chefe, não se deixe fotografar em situação vexatória. Tudo vira evidência”, afirma a advogada Gilda Figueiredo Ferraz.

Segundo Alessandro Barbosa Lima, dono da empresa E.Life, que oferece serviços de monitoramento de marcas, semanalmente surgem casos de uso indevido das redes sociais por funcionários.

O advogado Eli Alves da Silva, presidente da comissão de direito trabalhista da OAB-SP, diz que não apenas os empregados podem se dar mal com o uso indevido das redes sociais. Empregadores também podem ser punidos e sofrer consequências caso os funcionários reclamem de condições de trabalho. “Se o empregado reclamar de condições de trabalho que revelem um descumprimento da lei trabalhista, o patrão pode vir a ser punido, caso haja prova dessa ação.”

O advogado Renato Opice Blum descreve o que pode ser o limite entre a liberdade de expressão e o crime. “Se o internauta avançar o limite da crítica normal e partir para o lado da ofensa, pode ser processado pelos crimes de calúnia, injúria e difamação, sem prejuízo de uma indenização. Tem sempre que evitar fazer juízo de valor”, afirma o advogado.

Para Brum, a primeira coisa que a pessoa deve fazer ao aderir a uma rede social é ler as regras de uso e conhecer os recursos que o programa oferece ao usuário. Ele cita como simbólico o casos do diretor da Locaweb, patrocinadora do São Paulo, que criticou o time durante um jogo e foi demitido.”

 (Folha.com)

Papa elogia redes sociais, mas adverte: amizade virtual não substitui contato real

473 2

“O Papa Bento 16 deu a sua bênção às redes sociais na segunda-feira, elogiando o potencial que elas têm, mas advertiu que a amizade online não substitui o contato humano real. O pontífice de 83 anos, que não tem uma conta própria no Facebook, expressou sua opinião numa mensagem cujo título caberia muito bem no Tweeter. “Verdade, proclamação e autenticidade da vida na era digital”. Ele afirmou que as possibilidades das novas redes sociais oferecem “uma grande oportunidade”, mas alertou sobre os riscos de despersonalização, alienação, comodismo e sobre o perigo de ter mais amigos virtuais do que reais.

“É sempre importante lembrar que o contato virtual não pode e não deve tomar o lugar do contato humano direto com as pessoas em todos os níveis de nossas vidas”, disse Bento 16 na mensagem para o Dia Mundial das Comunicações, da Igreja Católica. Ele pediu que os usuários das redes sociais se perguntem: “Quem é o meu ”vizinho” nesse novo mundo?” e evitem o risco de estarem sempre disponíveis online, mas “menos presentes para aqueles que encontramos na nossa vida cotidiana”. Os horizontes vastos das novas mídias “exigem urgentemente uma reflexão sobre o significado da comunicação da era digital”, disse ele.

O papa não citou o nome de nenhum site de rede social específico nem nenhuma aplicação, e recheou sua mensagem com termos como “compartilhamento”, “amigos” e “perfis”. Ele afirmou que a rede social pode ajudar o “diálogo, troca, solidariedade e a criação de relações positivas”, mas ele também fez várias advertências. “A entrada no ciberespaço pode ser um sinal de busca autêntica para encontros pessoais com os outros, desde que se preste atenção para evitar os perigos como o de manter alguém num tipo de existência paralela ou de exposição excessiva ao mundo virtual”, disse ele. “Na busca por compartilhamento, por ”amigos”, há o desafio de ser autêntico e consciencioso, e não ceder à ilusão de construir um perfil público artificial”.

(POrtal Terra)

Justiça inglesa mandar libertar criador do WikiLeaks

“O juiz Duncan Ouseley, da Alta Corte britânica, rejeitou o recurso apresentado pela Promotoria da Coroa do Reino Unido e confirmou a concessão de liberdade condicional a Julian Assange, criador do WikiLeaks. O anúncio do magistrado de segunda instância confirma a decisão do juiz Howard Riddle na última terça-feira (14), que concedia liberdade condicional ao australiano mediante o pagamento de uma fiança de 200 mil libras (cerca de R$ 535 mil).

Mais cedo, ao chegar ao tribunal, Mark Stephens, o advogado de Assange, afirmou que “parece que o dinheiro já está no sistema bancário”. A Justiça aguarda agora a confirmação do recebimento da fiança, mais duas garantias de 20 mil libras, para poder libertar Julian Assange. Além do pagamento, Assange terá que cumprir uma série de regras, entre elas a entrega de seu passaporte australiano, que ficará em poder das autoridades britânicas.

O criador do site que há duas semanas divulga mais de 250 mil telegramas diplomáticos dos EUA ficou detido por nove dias na prisão londrina de Wandsworth. Seus advogados reclamaram das condições às quais o ativista estava submetido, em uma cela isolada e sem poder receber correspondências.

A decisão desta quinta-feira concede liberdade provisória a Assange enquanto aguarda um veredicto da Justiça britânica sobre sua potencial extradição à Suécia, país em que enfrenta acusações de assédio sexual e estupro. Ainda nesta quinta-feira o jornal “New York Times” indicou que o governo americano busca provas para acusar Assange de conspiração.

Altos funcionários do Departamento de Justiça estão tentando determinar se Assange encorajou ou ajudou o soldado Bradley Manning a extrair do sistema de computadores do governo material militar classificado e arquivos do Departamento de Estado, disse o jornal.”

(Folha.com)

Fundador do Facebook é o Homem do Ano

617 5

“A revista norte-americana ‘Time’ nomeou nesta quarta-feira (15) Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, como pessoa do ano 2010. Com 26 anos, Zuckerberg é a segunda pessoa mais jovem já escolhida pela ‘Time’. Em 1927, o aviador norte-americano Charles Lindbergh foi nomeado aos 25 anos. “Ser escolhido a pessoa do ano pela ‘Time’ é uma grande honra e um reconhecimento de que nossa pequena equipe está construindo algo que milhões de pessoas querem usar para fazer do mundo um lugar mais aberto e conectado. Estou feliz por fazer parte disso”, agradeceu Zuckerberg em sua página no Facebook. Entre os candidatos deste ano, Zuckerberg bateu personalidades notáveis, como o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, e o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai.

Segundo o jornalista da Time Lev Grossman, que escreveu o perfil de Zuckerberg para a revista, “ele foi premiado por conectar mais de 500 milhões de pessoas e mapear as relações entre elas; por ter criado um novo sistema de compartilhamento de informações e por ter mudado a forma como vivemos hoje”.A Time informou que Assange foi o vencedor da eleição feita pela internet, seguido pelo primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e pela cantora Lady Gaga. Porém, a revista afirma que ele não foi o vencedor em todos os aspectos, já que Lady Gaga recebeu 65,508 votos no Facebook e Assange, 46,787.

A Time define pessoa do ano como alguém que, para melhor ou pior, fez o máximo para influenciar os fatos do ano. O editor da Time, Richard Stengel, anunciou o vencedor durante o programa ‘Today’, da TV NBC. No ano passado, Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), foi escolhido a pessoa do ano. Em 2008 o nomeado foi o presidente dos EUA, Barack Obama. Na quarta-feira, a revista Forbes estimou a fortuna de Zuckerberg em US$ 6,9 bilhões. Em novembro, Zuckerberg apareceu no 40º lugar na lista das pessoas mais poderosas do mundo. Além disso, o filme “A Rede Social”, que narra a história de como Zuckerberg criou o Facebook, recebeu seis indicações ao Globo de Ouro, como de melhor filme dramático, diretor e ator.”

(Portal G1)

Maracanaú respira cinema a partir desta 3ª feira

Tudo pronto para realização do primeiro festival de cinema da Região Metropolitana de Fortaleza. Trata-se do FestCine Maracanaú(cinema digital e novas mídias), que será aberto às 19 horas desta terça-feira, no Cine Teatro Dorian Sampaio e se estenderá até domingo.

Durante os dias de festival, o público terá acesso gratuito a cerca de 40 produções nacionais – Rio de Janeiro, Paraíba, Maranhão, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Brasília e Ceará, e internacionais oriundas de países como Argentina, México, Venezuela, Portugal e Chile, entre curtas e longas-metragens e ainda, produções em novas mídias, realizadas em celular, câmera digital e outros suportes,  selecionadas das 500 incrições recebidas pela organização do festival.

SERVIÇO

Programação e inscrições no site: www.festcinemaracanau.com.br

Tim anuncia redução de tarifas internacionais

“A TIM anunciou nesta sexta-feira redução nas tarifas de voz e dados de roaming internacional para clientes pós e pré-pagos, em uma estratégia de aposta na temporada de férias no exterior para aumentar o seu tráfego.

Para os usuários físicos pós-pagos, a empresa oferece redução de preço no pacote de 50 minutos de R$ 239,90 para R$ 99,90, com o valor do minuto da ligação recebida ou originada passando a custar R$ 1,998.

O cliente poderá aderir à promoção e usufruir do serviço de voz em qualquer um dos mais de 200 países nos quais a TIM oferece roaming internacional e, após a contratação, poderá utilizá-lo por até 90 dias. Ou seja, é preciso contratar o plano independente do plano pós-pago que o cliente tenha. A promoção é valida até o fim de fevereiro de 2011.

Para os usuários pré-pagos, a promoção consiste em contratar créditos válidos no valor de R$ 50, sem que sejam promocionais, para ter direito ao valor reduzido do minuto de ligação recebida ou originada de R$ 4,49 e o SMS enviado, R$ 1,50. O recebimento é gratuito.

O roaming internacional pré-pago está disponível em 35 países, incluindo Estados Unidos, Argentina, Paraguai, Uruguai, Alemanha, França, Ingalterra, Itália, Portugal, Suíça, Japão, Austrália, entre outros. Vale lembrar que, antes de viajar, o usuário da operadora deverá habilitar o roaming internacional pelo centro de relacionamento com o cliente.

Por nota, a empresa disse acreditar no potencial de crescimento de roaming internacional para o segmento pré-pago nos próximos anos, pois já obteve resultados positivos em 2010, do qual o tráfego desse mercado teve um aumento de 106% em relação ao mesmo período de 2009 (considerando os meses de janeiro a setembro).”

(Valor Online)

O fascínio dos jornais impressos

495 50

Eis artigo do professor Carlos Alberto di Franco, doutor em Comunicação, professor de Ética e diretor do Master em Jornalismo, que saiu no Estadão desta segunda-feira e reproduzido no Blog do Noblat. Achamos interessante veicular esse artigo no Blog. O título é “O fascínio dos jornais”. Confira: 

“A melhor arma do jornal para se adaptar às novas tecnologias digitais é a qualidade do seu conteúdo. Há mais de uma década, falando do alto da tribuna da Associação Mundial de Jornais, Bill Gates fez um exercício de premonição. O dono da Microsoft previu que no ano 2000 não haveria mais jornais impressos.

Hoje, ao contrário da sombria profecia de Gates, os diários continuam vivos. No Brasil, para além da razoável saúde dos diários tradicionais, explodiu o fenômeno dos populares de qualidade. O novo segmento não tem apenas incorporado novos leitores. Ele, de fato, representa uma esplêndida plataforma educativa.

É fascinante ler alguns depoimentos dos novos leitores. São pessoas simples, frequentemente marginalizadas do debate público, que encontraram nos jornais populares de qualidade a porta de entrada da cidadania.

Os diários têm conseguido preservar o seu maior capital: a credibilidade. A confiança da população na qualidade ética dos seus jornais tem sido um inestimável apoio para o desenvolvimento de um verdadeiro jornalismo de buldogues.

O combate à corrupção e o enquadramento de históricos caciques da política nacional, alguns sofrendo o ostracismo do poder e outros no ocaso do seu exercício, só é possível graças à força do binômio que sustenta a democracia: imprensa livre e opinião pública informada.

Os jornais brasileiros têm cumprido um papel singular. Transformaram-se, de fato, numa instância decisiva de uma sociedade abandonada por muitas de suas autoridades. O Brasil, graças também à qualidade dos seus jornais, está experimentando uma profunda mudança cultural.

A corrupção, infelizmente, sempre existirá. Faz parte da natureza humana. Mas uma coisa é a miséria do homem; outra, totalmente diferente, é a indústria da negociata e a certeza da impunidade.

Estas, sem dúvida, devem e podem ser combatidas com os instrumentos de uma sociedade civilizada. A transparência informativa é o elemento essencial na renovação dos nossos costumes políticos.

Mas o cidadão que confia na integridade dos jornais é o mesmo que nos envia alguns recados: quer menos frivolidade e mais profundidade. Tradicionalmente fortes no tratamento da informação, alguns diários têm sucumbido às regras ditadas pelo mundo do entretenimento.

Ao atribuírem à televisão a responsabilidade pelo emagrecimento de suas carteiras de leitores, partiram, num erro estratégico, para um perigoso empenho de imitação. Acabamos, frequentemente, imobilizados por uma falácia.

A força da imagem, indiscutível e evidente, gerou um perverso complexo de inferioridade em algumas redações. Perdemos a coragem de sonhar e a capacidade de investir em pautas criativas.

* Clique em O fascínio dos jornais

Carlos Alberto di Franco, doutor em Comunicação, é professor de Ética e diretor do Master em Jornalismo – e-mail: difranco@iics.org.br

"Cinturão Digital" terá marco regulatório

342 7

“O secretário em exercício do Planejamento e Gestão do Estado, Reno Ximenes, acaba de constituir um grupo de trabalho que terá a responsabilidade de elaborar toda a regulamentação jurídica na área do uso e funcionamento de lan houses e cybercafés no Ceará.

A medida, segundo Reno, objetiva confeccionar “um marco regulatório” nessa área no Estado, em face da inauguração, agora em dezembro, por parte do governador Cid Gomes (PSB), das primeiras ramificações do projeto “Cinturão Digital”.

Essa iniciativa promete, via fibra óptica, o acesso dos cearenses que moram nas principais cidades do interior a serviços digitais como internet, videoconferência, TV Digital, telefonia celular etc.. O custo total desse projeto é de R$ 47 milhões.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Entidades da área de Tecnologia de Informação do Ceará mudam de comando

Os empresários Jorge Cysne (Fortes Informática) e Maurício Brito (Domínio Informática) passam, nesta quinta-feira, o comando da Associação das Empresas de Processamento de Dados (Assespro) e do Sindicatro das Empresas de Informática e Tecnologia do Ceará (Seitac, respectivamente, para os colegas Márcio Braga (Ivia) e Ozair Gomes (Núcleo Informática).

A solenidade de posse ocorrerá no Ideal Clube, com um almoço, a partir das 12 horas, e reunirá representantes do setor de Tecnologia da Informação do Ceará e de setores governamentais.

Lula e os blogueiros amigos

“Na primeira entrevista que o presidente Lula concedeu só para blogueiros, o Palácio do Planalto deu preferência a um grupo que alega representar “blogs progressistas”.

Boa parte deles aderiu a uma nova classificação e recentemente se proclamou como a turma dos “blogs sujos”. Dizem ser uma homenagem ao tucano José Serra, que assim os teria classificado durante a eleição.

Na entrevista de ontem, Lula, assim como fazem esses blogueiros, elegeu a grande imprensa como alvo principal. E não poupou críticas aos jornais brasileiros que, segundo ele, torceram contra seu governo.

Entre os convidados para o bate-papo, transmitido ao vivo pelo Blog do Planalto, havia os que usam a internet para uma espécie de guerra santa contra a cobertura das grandes empresas de comunicação.

O Cloaca News, por exemplo, avisa, logo na capa, que publica “as últimas do jornalismo de esgoto e dos coliformes da imprensa golpista”. E diz que tem a seguinte missão: “Desmascarar a máfia midiática que infesta nosso país”.

No encontro com o presidente, a assessoria apresentou o representante do blog, William Barros, como o “Senhor Cloaca”. E foi assim que Lula se dirigiu a ele: “Senhor Cloaca”.

No blog, há textos com ataques a todos que fazem críticas ao governo. Os artigos sobre Lula têm principalmente referências elogiosas a entrevistas dadas no exterior.

Há também um texto da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) com críticas ao governo. O blog fala que a CNBB liberou bispos para “esculhambarem” o governo, mas depois não assumiu.

O Cloaca resume o caso no título: “Vão arder no mármore do inferno”.

Durante a campanha, logo após o episódio em que Serra foi atingido por um objeto, o blog postou vários textos ironizando o poder de fogo de uma bolinha de papel. E até incluiu uma ficha do Dops da Bolinha, numa referência à suposta ficha da presidente eleita, Dilma Rousseff, publicada na imprensa.

Entre os convidados havia ainda o Blog do Miro, de Altamiro Borges, que diz ter montado na internet “uma trincheira contra a ditadura midiática”. Ele reproduziu no blog e-mail que circulou na internet com o título: “45 razões para não votar em Serra”.

Também participaram da entrevista Altino Machado (Blog do Altino), Maria Flor (Blog da Maria Flor), Eduardo Guimarães (Cidadania), Leandro Fortes (Brasília, Eu Vi), Pierre Lucena (Acerto de Contas), Renato Rovai (Blog do Rovai), Rodrigo Vianna (Escrevinhador) e Túlio Vianna (Blog do Túlio Vianna).

Lula pediu a um assessor para identificar os blogueiros antes de cada pergunta. Rovai explicou que a entrevista foi pedida em agosto, durante o I Encontro de Blogueiros Progressistas, em São Paulo. Foram escolhidos dez para participar do encontro.

— É a primeira vez que um presidente recebe a blogosfera no Palácio do Planalto. Isso sinaliza um outro momento no contexto midiático nacional — elogiou o jornalista.

A partir dali, o encontro se transformou numa trincheira de um dos mais duros ataques do presidente à imprensa.

Estimulado pelos blogueiros, Lula criticou a cobertura da mídia. Disse que o setor precisa de regras de atuação e defendeu restrições ao capital externo no controle de empresas de comunicação. Segundo ele, regulação não é crime; censura é que é crime:

— Tenho problemas, são públicos, na minha relação com o que vocês chamam agora de mídia antiga. De vez em quando eu digo que vou ter orgulho de ter terminado meu mandato sem ter almoçado em nenhum jornal, em nenhuma revista, em nenhum canal de televisão. Não precisei almoçar, não precisei jantar para poder sobreviver. Sei que durante muito tempo eles torceram para me derrotar. Mas eu sei que sou o resultado da liberdade de imprensa nesse país.

Lula apontou o dia do acidente com o avião da TAM, em SP, como o mais triste dos 8 anos de governo. Críticos responsabilizaram a fiscalização das condições da pista — e portanto, o governo — pelo acidente.

— O dia em que sofri mais foi no acidente do avião da TAM em Congonhas. Nunca vi tanta leviandade… Foi o dia mais nervoso da minha vida. Não quero que isso se repita — disse Lula.

Segundo ele, o governo deve preparar um projeto até o fim do ano para que Dilma encaminhe ao Congresso.

Lula sustenta que é necessário criar mecanismos que permitam a punição de autores de denúncias falsas.”

(O Globo)

Livro questiona uso da TV pública digital

516 1

O que muda nas TVs públicas com a chegada da TV digital interativa? Que papel político devem assumir estas emissoras, para que a tecnologia facilite a que sejam menos governamentais e mais centradas no interesse coletivo, no diálogo e na inclusão? Eis as questões que levaram o jornalista Alberto Perdigão a escrever o livro “Comunicação Pública e TV Digital: interatividade
ou imperatividade na TV pública”. O trabalho é o primeiro resultado da pesquisa que Perdigão vem realizando sobre a utilização das novas tecnologias da informação e comunicação aplicáveis à televisão para o fortalecimento da gestão pública e da democracia.

A publicação será lançada às 17 horas desta quarta-feira, no auditório do Campus do Itaperi, e é uma produção da Editora da Universidade Estadual do Ceará – EdUece. Conta com 260 páginas, divida em cinco capítulos. O lançamento desse livro faz parte da programação da XV Semana Universitária, que movimenta a Uece até sexta-feira e marca ainda os 35 anos dessa Instituição.

PERFIL DO AUTOR

O jornalista e professor universitário Alberto Perdigão (47) é mestre em Políticas Públicas e Sociedade, especialista em Comunicação Social Propaganda e Publicidade e tem curso de aperfeiçoamento em Roteiro para Rádio e Televisão na Radiotelevisión Española – RTVE. Ensina Telejornalismo na Universidade de Fortaleza – Unifor. Atua em projetos de comunicação pública, TV pública e interatividade digital. Participa dos grupos de pesquisa Interação Humano Computador (na linha Qualidade da Interação e em Uso para TV Digital), na Unifor, e de Hipertexto Gêneros Digitais e Educação à Distância – Hiperged (linha Práticas Discursivas e Estratégias de Textualização), na Universidade Federal do Ceará. Foi apresentador de aulas pela televisão, repórter, chefe de reportagem, editor do núcleo da Rede Globo em Fortaleza e
editor-apresentador do telejornal Bom Dia Ceará.

SERVIÇO

* Outros lançamentos do livro de Alberto Perdigão estão programados para o Rio de Janeiro (2 e 6/12), Teresina (7/12), Brasília (9/12).

* Contato com o jornalista – (85) 9909.8639) ou aperdigao@terra.com.br.