Blog do Eliomar

Categorias para Literatura/Filmes

XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará – Inesp terá estande

O Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp), organismo da Assembleia Legislativa, vai contar com estande na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que começa neste sábado, no Centro de Eventos.

Nele, haverá lançamento de publicações históricas e de outras que resgatam a memória e temas da contemporaneidade.

Nesse estande, por exemplo, o secretário do Meio Ambiente do Estado, Artur Bruno, lançará o livro “Meio Ambiente: começo e fim”, uma coletânea de artigos sobre a questão ambiental cearense.

(Foto – Divulgação)

Federação Espírita do Ceará participa da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

A Federação Espírita do Ceará vai participar da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que terá início a partir da próxima sexta-feira, 16, no Centro de Eventos.

Montará estande para venda de livros do gênero.

O espaço, segundo a diretoria da federação, foi cedido pelo secretário estadual da Cultura, Fabiano Piúba.

(Foto – Reprodução)

Biógrafo de Carlos Marighella lançará livro em Fortaleza

127 1

No próximo sábado, às 19 horas, o biógrafo de Carlos Marighella, o jornalista e escritor Mário Magalhães, estará lançando seu novo livro, “Sobre Lutas e Lágrimas – Uma Biografia de 2018”. Isso, durante a programação do Porto Iracema das Artes e do Instituto Dragão do Mar na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos.

Além de participar de sessão de autógrafos, o biógrafo de Carlos Marighella debaterá o tema “O mar da História é agitado”. O lançamento será na Arena Multicultural Juvenal Galeno, com entrada gratuita.

Um ano que começou abalado pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, assistiu à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e terminou com a iminência da posse de Jair Bolsonaro, após uma campanha eleitoral acirrada por uma guerra de desinformação. Foram tantos episódios marcantes para a História do Brasil ocorridos apenas em 2018 que o jornalista e escritor Mário Magalhães resolveu tratar o período como personagem, tamanha sua importância. Em “Sobre Lutas e Lágrimas – Uma Biografia de 2018” (Record), o autor reconta a história desse ano que não passará tão cedo, tal como Zuenir Ventura fez no clássico “1968 – O Ano Que Não Terminou”.

Misto de ensaio, reportagem, artigo e crônica, em “Sobre lutas e lágrimas” Mário Magalhães analisa com criticidade e, por vezes, emoção fatos que viu se desenrolar enquanto arrumava as palavras. Uma narrativa nascida no meio do furacão. “É um livro indignado, em um tempo que exige indignação”, escreveu o escritor.

(Foto – Divulgação)

Bienal do Ceará – Mia Couto e Raduan Nassar não virão mais; Frei Betto está confirmado

Frei Betto está confirmado no evento.

A Secretaria da Cultura do Ceará divulgou, nesta sexta-feira, um comunicado que tem a ver com a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará. Confira:

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) comunica que o escritor moçambicano Mia Couto e o escritor brasileiro Raduan Nassar, ambos com obras homenageadas nesta edição, não poderão participar da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, conforme havia sido anunciado anteriormente.

A despeito de todos os esforços da organização do evento, dos próprios autores e de suas editoras, a vinda de ambos precisou ser cancelada por motivos de força maior.

Embora configurem ausências importantes, a programação da Bienal segue apresentando nomes destacados do cenário nacional e de outros países, além de atividades que contemplam um amplo leque de interesses de um público diverso.

A programação vem sendo divulgada paulatinamente, com novos nomes e a reafirmação de nomes já anunciados.

*Secult-Ceará.

TJ do Ceará terá estande na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Conselho Editorial e de Biblioteca do TJCE em reunião de planejamento.

Biblioteca do O Tribunal de Justiça do Ceará vai estar presente na XIII Bienal Internacional do Livro, que acontecerá de 16 a 25 de agosto deste ano, no Centro de Eventos, em Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa desse tribunal.

Ali, apresentará uma produção editorial de 75 obras, entre livros e revistas lançados pelo seu Conselho Editorial e de Biblioteca e pela Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec).

A iniciativa tem o objetivo de incentivar a leitura e mostrar que a Justiça cearense se preocupa também com a produção de conhecimentos na área do Direito, assim como a divulgação, a partir da disponibilização de obras no formato PDF.

No decorrer da Bienal, haverá o lançamento dos livros “Criminologia do Direito”, de autoria do jurista e escritor cearense Clóvis Beviláqua, e “La Voluntad em La Posesion”, do jurista alemão Rudolf Von Ihering.

(Foto – TJCE)

Radialista Cícero Lúcio lança seu primeiro livro

O radialista Cícero Lúcio lançará nesta quinta-feira, às 19 horas, no Centro Cultural Banco do Nordeste, de Juazeiro do Norte, o seu primeiro livro: “”O Dia da Minha Morte”.

Trata-se, segundo o autor, de um conto que aborda um personagem vitima de morte violenta. No decorrer da narração, ocorre a investigação policial que se entrelaça com a vítima e valores ligados à família e amores.

O prefácio é do jornalista e radialista Tadeu Nascimento.

Cícero Lício, que já trabalhou na mídia de Fortaleza, apresenta atualmente o programa policial Rota, na TV Verdes Vales.

(Foto – Divulgação)

Em tempos de redes sociais, como manter uma amizade real?

Com o título “Em tempos de redes sociais, como manter uma amizade real?”, eis artigo de Tiago Marcon, escritor e missionário da Comunidade Cação Nova. “Corremos o risco de viver uma certa “substituição”, tentando suprir virtualmente aquilo que é indispensável fisicamente, pois somos seres com necessidade de contato, de relação e comunhão profunda”, diz o articulista. Confira:

Sou um jovem, entre milhares, que está continuamente conectado e usufrui das redes sociais para se relacionar, interagir, reencontrar pessoas, trocar experiências. O Papa Francisco nos mostra que “emails, mensagens de texto, redes sociais podem ser formas de comunicação totalmente humanas. A internet pode ser usada para construir uma sociedade saudável e aberta” (Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Comunicação Social).

Sim, é possível fazer e estreitar amizades por meio das redes sociais, contudo, sem fecharmos os olhos para os riscos, por isso, a prudência e a cautela sempre precisam estar presentes. Já me aproximei, estabeleci relacionamentos de amizade, fortaleci aquelas que já existiam, mas não posso negar que, mesmo com todos esses benefícios, a presença física continua sendo indispensável. Porque mesmo que as novas tecnologias nos aproximem a ponto de termos a sensação de quase tocarmos fisicamente, o contato direto, onde podemos olhar nos olhos, e não por uma tela, devemos abraçar, ter a presença física, primordial para que os laços de amizade se fortaleçam e se estreitem.

Corremos o risco de viver uma certa “substituição”, tentando suprir virtualmente aquilo que é indispensável fisicamente, pois somos seres com necessidade de contato, de relação e comunhão profunda.

A questão está em entendermos que os “meios” são “meios” e não fim, o objetivo final. Se temos, hoje, esses meios propícios e eficazes, que colaboram para que nossas relações de amizade cresçam, é desperdício não fazermos uso deles. Ao mesmo tempo, não podemos cair no extremo de achar que as redes sociais são suficientes para construirmos uma amizade verdadeira, pois esta sempre vai precisar ser cultivada e regada e, para isso, é preciso ir além dos cliques, visitar e estar. Que tal, pelos cliques, combinar um bom encontro com aquele amigo que, há tempo, você não vê?

Certo dia, impressionei-me ao perceber que estava me sentindo um tanto perdido, sem jeito, quando tive contato com alguns amigos que, há tempos, não estavam juntos presencialmente. É como se eu tivesse desaprendido de estar presente fisicamente. Achei estranho, fiquei incomodado com isso; então, comecei a retomar o estar com o outro, isto é, estar inteiro, até fazendo o exercício de deixar o smartphone de lado e olhar nos olhos, perguntar, escutar, falar… Gestos tão comuns, mas dos quais precisei redescobrir a riqueza e o valor.

O conceito da verdadeira e duradoura amizade não pode se perder! Amigos a gente não conquista somente baseado em cliques, aceitação de amizade no perfil, em seguimento, curtidas e compartilhamentos. Os stories me ajudam a contar minhas histórias, mas meus amigos esperam que eu as conte pessoal e presencialmente. Fazendo esses ajustes, tomando esses cuidados, preservando o essencial, penso que as redes sociais se tornam mais eficazes na arte de fazer e cultivar amizades.

* Tiago Marcon é missionário celibatário da Comunidade Canção Nova, apresentador do programa de TV “Revolução Jesus” e autor dos livros: “Em busca do Reino de Uranôn”, “A normal vida secreta de um jovem” e “Os Castos e os Gastos – Descubra os ganhos e as perdas da castidade.

(Foto – Divulgação)

Museu da Fotografia de Fortaleza é sede de feira literária

O clube de assinatura de livros Pacote de Textos, surgido em Fortaleza em 2016, comemora três anos de atividades neste mês de julho. Para celebrar a data, realizará a I Festa Literária do Pacote de Textos – a FLIPACOTE. O evento, aberto ao público, ocupará espaços  no Museu da Fotografia de Fortaleza, no próximo dia 20 de julho, das 14 às 18 horas, e contará com espaços para editoras e duas mesas de conversas sobre literatura.

A primeira mesa, com o tema “Ler não é um ato solitário”, contará com a participação da escritora Dauana Vale Cavalcante (do projeto “Entrelinhas”), da jornalista e blogueira Isabel Costa (@leiturasdabel) e da historiadora e bookstagrammer Charlene Ximenes (@livrosdacha). A conversa será mediada pela psicóloga, com ênfase em Biblioterapia, Nara Barreto.

Já a segunda mesa será uma conversa entre a escritora Socorro Acioli, cearense premiada com o Jabuti em 2013, e o escritor Rafael Caneca, idealizador e responsável pelo Pacote de Textos. O tema desta conversa será “Do Ceará para o mundo: a produção literária contemporânea em destaque”.

Pacote de Textos

O Pacote de Textos é um clube de assinatura de livros idealizado pelo escritor cearense Rafael Caneca. Tendo como propósito, inicialmente, levar literatura de qualidade a seus amigos, logo Rafael expandiu a ideia e passou a enviar seus kits para todo o País, estando atualmente em todos os estados brasileiros.

Os kits contêm uma obra surpresa, um marca-páginas relacionado a esta obra, uma carta personalizada e, em edições especiais, brindes especiais.

A escolha das obras segue uma criteriosa curadoria, que avalia dados do mercado literário, opiniões de autores e dos leitores. Não importa o gênero literário, a época em que ela foi escrita ou a nacionalidade do autor: o principal é a qualidade do texto, seja em prosa ou poesia, de autor nacional ou estrangeiro, clássico ou contemporâneo.

O clube segue o formato das “mystery boxes”, ou seja, os associados não sabem qual é o livro do mês até o momento de abrir o Pacote. Podem até ter suas suspeitas (já que, “para atiçar a curiosidade de seus leitores”, revela Rafael, o clube divulga algumas dicas da obra), mas estas só são confirmadas ou negadas ao receber o Pacote.

SERVIÇO

*Os planos custam a partir de R$ 26,90 por mês, já com o frete incluso. Para se cadastrar e ver maiores informações, é só acessar o site www.pacotedetextos.com.

(Foto -Arquivo)

Abertas inscrições para a segunda edição do Prêmio Oliveira Silveira

Estão abertas, até o dia 22 de julho, as inscrições para a segunda edição do Prêmio Oliveira Silveira, que contempla obras literárias do gênero ficção voltadas para o público infanto-juvenil. Com o edital, a Fundação Cultural Palmares (FCP) pretende valorizar autores que abordem a temática afro-brasileira.

Ao todo, serão premiadas cinco obras, cujos autores receberão R$ 30 mil cada. Para concorrer, os escritores devem ter agregado às narrativas fatos históricos sobre a história do negro no Brasil ou tratar de questões que tenham relação com a população negra, como racismo e exclusão social. Os autores poderão ainda fazer alusão a manifestações culturais afro-brasileiras.

Projeção

Carolina Santos Petitinga, coordenadora-geral substituta do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra da FCP, ressalta que a instituição aspira à projeção. Ela conta que Eliana Alves dos Santos Cruz, uma das vencedoras da primeira edição do prêmio, chegou a receber uma proposta para transformar seu romance, Água de Barrela, em um seriado de televisão. A obra resgatou aspectos da família da autora, que teria associação com um poderoso núcleo do recôncavo açucareiro baiano.

Segundo Carolina, a premiação faz com que as obras vencedoras circulem em eventos do meio, como a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e a Bienal Internacional do Livro do Ceará. O plano, conta, é ir cada vez mais longe e apresentá-los diretamente ao exterior. “Vamos publicar com tiragem alta, acima de 6 mil exemplares. A gente pretende dar ênfase também a feiras internacionais e um dos projetos é que tenha os livros traduzidos para alguns idiomas.”

A coordenadora diz que já há, atualmente, motivos para se comemorar as conquistas de negros no mercado editorial e na indústria do livro. A análise dela é que a cultura afro-brasileira sofre preterições e que os triunfos têm derivado de gestos de resistência. “A gente tem que estar, o tempo todo, lutando por espaço e parcerias”, argumenta.

“Esse edital dá muito orgulho, pois há uma lacuna grande nessa temática. Porém, também já há muitas editoras com o olhar voltado para escritores africanos e afrodescendentes”, finaliza.

Edital

O edital do prêmio pode ser consultado no site da FCP. A participação dos autores é gratuita.

(Agência Brasil)

Dante, Belchior e Mário Gomes serão recitados neste sábado na Praça do Ferreira

193 1

O poeta italiano Dante Alighieri, o compositor cearense Belchior e o poeta fortalezense Mário Gomes serão recitados na manhã deste sábado (13), a partir das 9 horas, na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza, como forma de anunciar o lançamento do livro “A Divina Comédia Humana”, que é uma coletânea de poesias, contos e crônicas com base nas ideias dos três homenageados.

As performances serão feitas pelo grupo Resistência Mandacaru, com o objetivo de “ressuscitar” os personagens com toda a irreverência e reflexões sobre conhecimento, liberdade e não à ordem estabelecida.

O lançamento oficial da obra será no sábado (20), a partir das 16 horas, no Theatro José de Alencar.

(Colaborou o professor Francisco Djacyr Silva de Souza)

Flip lança aplicativo que permite acompanhar mesas de debates ao vivo

Já está no ar o aplicativo da 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), na Costa Verde fluminense. A nova plataforma permite aos usuários assistir, ao vivo e gratuitamente, as mesas da edição da festa deste ano e receber notificações para acompanhar o programa principal (flip.org.br,, confira a programação completa)..

Além disso, é possível ver todo o acervo de vídeos das 16 edições anteriores da Flip, incluindo entrevistas históricas e melhores momentos da festa, que mistura literatura, arte e cultura. O aplicativo está disponível para Android e iOS. Após a realização da Flip, o aplicativo passará a ser exclusivo de assinantes, em dois planos diferentes: mensal, ao custo de R$ 35, e anual, no valor de R$ 249, parcelado em até dez vezes.

(Agência Brasil)

“História da Aviação no Ceará” – 3ª edição é lançada na CDL Fortaleza

Ivonildo falando sobre a publicação. À direita, Augusto Oliveira.

Os jornalistas Ivonildo Lavor e Augusto Oliveira lançaram, nesta semana, a terceira edição do livro “História da Aviação no Ceará”. O ato, dos mais concorridos, ocorreu no auditório da CDL Fortaleza.

Prestigiaram o evento, além de autoridades como o Comandante da Base Aérea, coronel-aviador Alex Pereira de Souza, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), Manoel Cardoso Linhares, o presidente da CDL, Assis Cavalcante, e o superintendente da Faculdade CDL Fortaleza, Lourenço da Mata.

Pela família de Pinto Martins compareceram o sobrinho do aviador, Armando Pinto Martins, acompanhado de sua filha, e bisneta do piloto, Allanda Medeiros Pinto Martins, além de integrantes do 5º Grupo Escoteiros do Ar Pinto Martins.

(Foto – Divulgação)

FLIP 2019 – Cartunista cearense comemora 30 anos durante a feira

Klévisson posa ao lado do busto de Pinto Martins, no segundo piso do aeroporto de Fortaleza.

O cartunista e escritor Klévisson Viana comemora seus 30 anos de artes durante a Feira Literária Internacional de Paratyy (RJ), que se estenderá até sábado.

Dentro da programação do evento, ele lançará três livros: um de poesias, um de cartuns e outro só com ilustrações e desenhos.

“A FLIP é importante, porque nos proporciona fazer intercambio com editores e autores novos. Isso é muito enriquecedor pra gente”, destaca Klévisson.

(Foto – Paulo MOska)

Sociólogo lança na quinta-feira o livro “Dicionário Involucionário”

Franklin de Lima Neto, sociólogo e professor universitário, lançará, às 19 horas de quinta-feira, o livro Dicionário Involucionário. O ato ocorrerá a partir das 19 horas, na Livraria Lamarca. Segundo o autor, a publicação é composta por quase 200 verbetes que tratam de temas sociais, culturais, políticos, econômicos e ambientais de forma literária.

O livro cobre o período compreendido entre as manifestações de junho de 2013 até os mais recentes casos envolvendo o governo Boslonaro. O autor trata como “desgoverno”.

Publicado pela Expressão Gráfica, será lançado não apenas com autógrafos do autor, mas, também, com exibição de vídeos e documentários sobre as manifestações contra o atual governo e leitura dramática dos verbetes.

SERVIÇO

*Livraria Lamarca – Avenida da Universidade, 2475

*Preço: R$ 20,00

*Mais informações: Felipe Neto (85) 98701-4414