Blog do Eliomar

Categorias para Literatura/Filmes

Como está seu relacionamento de pai com seus filhos?

O livro “Carta ao pai, de Franz Kafka, analisada por Paulo Marchon”, será lançado nesta sexta-feira, às 19 horas, na livraria Cultura. Com linguagem simples e acessível a qualquer público, a publicação faz um estudo detalhado de uma carta deixada por Franz Kafka, um talentoso autor tcheco, que tinha uma relação conflituosa com seu pai.

O autor, Paulo Marchon, por sinal, vai coordenar uma mesa sobre Kafka no Congresso da Associação Psicanalítica Internacional (IPA), em Praga, agora em julho. Se estivesse vivo, Kafka completaria 130 anos.

SERVIÇO

* Livraria Cultura – Av. Sen. Virgílio Távora, 845-1009 – Aldeota, Fortaleza.

Radialista lança livro em Várzea Alegre

Marcos-Filho (1)

Nome dos mais influentes em Várzea Alegre, o radialista e empresário Marcos Filho, integrante da AVL – Academia Varzealegrense de Letras, lançará, nesta sexta-feira, o romance “Maria da Sorte – Coragem e Esperança”, pela editora paulista Livre Expressão. A cerimônia ocorrerá, a partir das 19 horas, na Escola Municipal Dr. Padro Sátiro.

Segundo o autor, a inspiração para escrever o romance veio das histórias contadas pelo seu pai, o ferreiro Chico Marcos, e por sua mãe, a dona de casa Tereza Ferreira. Eles narravam causos do sertão cearense, recheados de romances, disputas de terra, favorecimentos políticos, submissão das autoridades e inveja.

Autor de "A Privataria tucana" disputará vaga na Academia Brasileira de Letras com FHC

Um grupo de jornalistas, intelectuais e professores universitários progressistas lança nesta segunda-feira (8) uma campanha para defender o nome do jornalista Amaury Ribeiro Júnior para a Academia Brasileira de Letras (ABL). Jornalista premiado, hoje funcionário da TV Record, Ribeiro Jr. é autor do best-seller “A privataria tucana”, livro-reportagem denuncia irregularidades na venda de empresas estatais durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

A candidatura de Ribeiro Jr. visa se contrapor à do próprio Fernando Henrique, que está inscrito para disputar a cadeira de número 36, que está vaga desde que o jornalista e escritor paulista João de Scantimburgo morreu, em 22 de março passado. As inscrições de candidaturas na ABL podem ser feitas até 26 de abril. Depois deste prazo, a entidade marca em até 60 dias uma reunião para a eleição, em que o novo imortal deve ter a metade mais um dos votos dos atuais imortais para ser eleito para a cadeira.

* Leia, a seguir, o manifesto da candidatura de Amaury Ribeiro Jr. Para assinar, clique aqui.

(Com Agências)

Lúcio Alcântara quer fim da "Era das Personalidades" ocupando cadeira na ACL

101 1

lucioalcantara

Essa é do Blog do ex-governador Lúcio Alcântara que, como imortal da Academia Cearense de Letras, faz um comunicado se opondo à escolha de personalidades fora do exercício literário no lugar de poeta Francisco Carvalho:

Tomei uma decisão em relação ao preenchimento de vagas nos sodalícios de que faço parte. Resolvi resistir ao assédio eleitoral por parte de candidatos, emissários e amigos comuns. A perda de um colega de grêmio, por menor que seja nossa proximidade, por si só já é um momento delicado.

O açodamento com que os concorrentes se lançam a cata dos votos, sem que transcorra o nojo, gera uma situação constrangedora. Dão adeus à moderação e estabelecem um cerco sobre os eleitores. Falo, é claro, de um modo geral. Há também comportamentos dignos entre os pretendentes.

Receberei com respeito e atenção memoriais e currículos dos candidatos sem me negar, se solicitado, a contatos pessoais. O que não farei mais é anunciar por antecipação o meu voto. Reservo-me o direito de quando, e se for o caso, faze-lo ao interessado.

Quanto ao preenchimento da vaga na Academia Cearense de Letras, decorrente do falecimento do grande poeta Francisco Carvalho, entendo que chegou o momento de radicalizarmos colocando em seu lugar alguém que tenha a literatura como atividade relevante.

Chega de personalidades. Nada contra elas, todas a meu ver dignas dos assentos que ocupam. É que já bastam as que temos. É hora de elegermos um literato reconhecido. Escolhido, se possível, fora do circuito Elizabeth Arden da literatura. Os clubes, restaurantes e bares do Meireles, Aldeota e adjacências.

Houve tempo em que a Academia ia buscar nomes de valor, arredios ou desambiciosos, para ungi-los entre os seus. Talvez seja a hora de retomarmos a prática buscando um mínimo de consenso eleitoral capaz de adotar um nome que valorize e ilustre a instituição.

Ex-presidente da Academia Cearense de Letras e a morte do poeta Francisco Carvalho

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=LJqVUgHLnzM[/youtube]

O ex-presidente da Academia Cearense de Letras, médico e poeta Pedro Henrique Saraiva Leão, lamenta a morte do poeta Francisco Carvalho, cujo corpo está sendo velado, nesta terça-feira, no Cemitério Jardim Metropolitano. O corpo será cremado nesta quarta-feira.

Morre o imortal Francisco Carvalho

francsicocarvalno

Morreu, nesta madrugada de terça-feira, o poeta Francisco Carvalho (86), imortal da Academia Cearense de Letras. Ele foi vítima de falência múltipla de órgãos. O velório ocorre no Cemitério Jardim Metropolitana, na cidade do Eusébio (Região Metropolitana e Fortaleza), onde o corpo será cremado nesta quarta-feira.

Francisco Carvalho, que era de Russas, foi professor da Universidade Federal do ceará e ganhador de vários prêmios, entre os quais o “Nestlé” de Literatura. Poemas de sua autoria chegaram a ser escolhidos para leitura do vestibular da UFC. também teve as poesias “O bicho homem”, “Esse touro vale ouro”, “Cesta básica” e “Reino/Minueto da Porta” musicados pelo cantor Raimundo Fagner.

Com a morte de Francisco Carvalho, abre-se vaga na Academia Cearense de Letras. Alguns acadêmicos já apelam para que pretensos candidatos respeitem o luto de 30 dias e não se aventurem os que não tiverem obras à altura do falecido.

O POVO apresentou quatro leituras dramáticas de textos de autoria de Francicsco Carvalho. Confira aqui!

Nutricionista cearense lança livro de superação e exemplo de vida

livro nice quase tudo de mim

Aos 44 anos, a nutricionista Nice Arruda, natural de Icó, reuniu forças para mostrar no livro “Quase tudo de mim…” como transformou o preconceito em conquistas de vida. Vítima de Poliomielite e há quatro anos com Síndrome Pós-Pólio (SPP), a nutricionista do Instituto Doutor José Frota (IJF) e do Hospital São José conta em 203 páginas como o “sonho sonhado vira sonho realizado”.

“Eu não me imagino escritora, apenas alguém que busca ajudar as pessoas a conseguir superação em meio a uma deficiência”, comenta a nutricionista que já prepara o próximo livro. “É uma obra que conta histórias de mulheres com Aids”, revelou Nice Arruda, que também pretende levar sua história de vida a escolas, universidades e empresas.

“Minha situação não me impõe uma deficiência espiritual, por isso moro sozinha, dirijo e viajo bastante”, ressalta a nutricionista, que pode ser contatada pelo email adaunice@hotmail.com.

Bienal do Livro – UFC participa com lançamentos

126 1

“As Edições UFC estão presentes, a partir desta quinta-feira e até dia 18, na X Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos, com estande próprio (o de número 71) com 40 m2, no bloco destinado a todas as editoras universitárias. Antônio Cláudio Lima Guimarães, diretor da Editora da Universidade Federal do Ceará, informa que cinco livros serão lançados durante o evento, em parceria com a Câmara Cearense do Livro (CCL). Confira a seguir as datas dos lançamentos que serão realizados no estande 120, da CCL.

Educação e Formação para o Trabalho no Brasil – organizado por Antonia de Abreu Sousa, Elenilce Gomes de Oliveira, Enéas Arrais Neto e Maryland Bessa, será lançado dia 13, às 19 horas. Oferece ao leitor um panorama das transformações ocorridas no mundo do trabalho a partir dos anos de 1990.

Construindo a Memória da Literatura Cearense: homenagem a Sânzio de Azevedo – organizado por Elisabete Sampaio Alencar, Isabel Gouveia Ferreira Lima e Terezinha Alves Melo e coordenado por Neuma Cavalcante, deverá ser lançado dia 14, às 19 horas. O texto foi escrito como tentativa de trazer ao presente os efeitos do vivido, como diz Roland Barthes, experimentados nas aulas de Sânzio de Azevedo.

Cabo Verde: análise socioambiental e perspectivas para o desenvolvimento sustentável em áreas semiáridas – traz uma análise socioambiental das áreas degradadas em Cabo Verde, especialmente da Ilha de Santiago, que possui similaridade com o semiárido do Nordeste brasileiro. São organizadores os professores Vládia Pinto Vidal de Oliveira, Isildo Gonçalves Gomes, Isaurinda Baptista e Laudemira Silva Rabelo. Dia 15, às 17 horas.

O quebra-nozes de Machado de Assis: crítica e nacionalismo – de Eduardo Luz, é um extenso, bem informado e inteligente panorama histórico-literário sobre a crítica e o nacionalismo em Machado de Assis. O autor publicou anteriormente “Manual de Bruxaria: introdução à obra crítica de Machado de Assis”. Dia 16, às 19 horas.

Desafios na assistência à saúde da mulher e temas emergentes – organizado pelas professoras Raimunda Magalhães da Silva, Escolástica Rejane Ferreira Moura Ramalho e Ana Fátima Carvalho Fernandes, reúne estudos que agregam contribuições às áreas de prevenção da gravidez, assistência ao planejamento familiar, pré-natal, parto e puerpério e câncer de mama. Dia 17, às 17 horas.

(Site da UFC)

ACI terá estande na Bienal do Livro do Ceará

A Associação Cearense de Imprensa (ACI) está com estande na X Bienal Internacional do Livro, que será aberta nesta noite de quinta-feira no Centro de Eventos de Fortaleza. No estande, livros de vários autores cearenses filiados à ACI. No espaço, haverá o encontro “Dois Dedos de Prosa”, uma conversa com personalidades da comunicação e da literatura, entre eles Ronaldo Salgado, Demitri Túlio, Tarcísio Matos, Ângela Barros Leal, Wilson Noca, J. Gusmão Bastos, Adelaide Gonçalves, Thiago de Gois,Gilmar de Carvalho, entre outros.

Durante a Bienal, será lançado o manifesto em apoio a implantação do Museu da Imprensa do Ceará, uma proposta da Associação Cearense de Imprensa. A solenidade acontecerá no dia 13, às 17 horas,  com a leitura do manifesto e a coleta de assinaturas em apoio a criação do equipamento.

Segundo o presidente da ACI, Nilton Almeida, “o Museu da Imprensa do Ceará constitui uma ação cultural de caráter permanente, com o objetivo de preservar, exibir e valorizar a memória da imprensa cearense, tendo como local de execução, preferencialmente, o município de Fortaleza”.

 

Chinês ganha Prêmio Nobel de Literatura

“O escritor chinês Mo Yan, 57 anos, é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2012. O nome dele foi divulgado hoje (11) pela Academia Sueca. Nas suas obras, Yan costuma descrever o cotidiano de comunidades rurais na China, envolvendo histórias de amor e sensibilidade.

Para especialistas em literatura, as obras de Yan têm forte conteúdo crítico sobre circunstâncias sociais, mas alia essa característica ao realismo mágico de Gabriel García Márquez. Nos seus textos, o chinês se dedica a detalhar imagens, cores e micro-histórias. Ele costuma falar da sua região, o Nordeste da China, e do interior do país.

Segundo pessoas próximas ao escritor, ele gosta de escrever, originalmente, em chinês tradicional, usando apenas papel e pincel. Costuma ser ágil na sua produção literária e gosta de contar a origem do seu pseudônimo.

Em chinês, Mo Yan significa não falar. O escritor destaca que optou pelo nome porque costuma ser franco e direto nas suas colocações. O nome de batismo dele é Guan Moye. No ano passado, o Prêmio Nobel de Literatura foi concedido ao sueco Tomas Tranströmer. Mais informações podem ser obtidas no site do Prêmio Nobel de 2012. ”

(Com Agência Brasil)

Debates Universitários O POVO traz escritor angolano

O escritor José Eduardo Agualusa, de Angola, é o convidado da próxima edição do projeto Debates Univeristários O POVO.  Ele fará duas palestras. A primeira será quinta-feira, na UFC, às 19 horas, no auditório Rachel de Queiroz. No dia seguinte, ele falará para os alunos da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), às 15 horas.

Agualusa mora em Lisboa e é reconhecidamente um dos principais nomes no cenário literário contemporâneo de língua portuguesa. Ele tem mais de 20 obras publicadas, entre elas “As Mulheres do Meu Pai” e “O Vendedor de Passados”. Tem livros traduzidos em vários países da Europa, entre eles Alemanha, França, Espanha, Holanda.

Na UFC, o tema do encontro será “Travessia da Literatura Africana para o Brasil”. Na Unilab, “A África e o Brasil: novas relações culturais” será o assunto da tarde.

Lira Neto lança livro sobre Getúlio Vargas no dia 14 de junho em Fortaleza

501 5

A expectativa é grande para o lançamento,dia 14 de junho próximo, na Livraria Cultura, do primeiro de três livros sobre Getúlio Vargas, resultado de trabalho de pesquisa de quase dois anos e meio do jornalista e escritor Lira Neto.

São três volumes. O primeiro aborda do nascimento de Getúlio, em 1882, até a conquista do poder com a Revolução de 1930. O segundo, de 1930 a 1945, traz a Era Vargas e Estado Novo, enquanto o último, que só sairá em 2014, abrangerá de 1945 a 1954, ano em que Getúlio se suicidou no Rio.

Lira Neto virou, sem sombra de dúvidas, um dos melhores do País no resgate da trajetória de personalidades que, de fato, influenciaram ou foram polêmicas na vida nacional. Rodolfo Teófilo, José de Alencar, Padre Cícero, Castello Branco e a cantora Maísa já tiveram um pouco da vida – e de bastidores, contada por esse fortalezense que mora em São Paulo, mas não se esquece de suas raízes.

Estamos aguardando o lançamento do livro. Queremos estar entre os primeiros da fila do autógrafo. Quem sabe, bem antes do querido escritor, professor e amigo-irmão do Lira, Kelsen Bravos.

Secult lançará Bienal Internacional do Livro

O governador Cid Gomes (PSB) lança, às 19 horas desta terça-feira, no Palácio da Abolição, a Bienal Internacional do Livro do Ceará.

No ato, o secretário estadual da Cultura, Francisco Pinheiro, divulgará toda a programação do evento que promete mobilizar escritores e leitores.

A presença de autores nacionais também consta do programa.

Tem cabeça-chata na Feira Internacional do Livro de Bogotá

95 1

 

O escritor Dimas Macedo tem motivos de sobra para comemorar. Ele integra caravana de intelectuais brasileiros que participará, na próxima semana, da Feira Internacional do Livro de Bogotá (Colômbia). Dimas nos mandou a seguinte nota:

Caro Eliomar de Lima,

Participei recentemente em Brasília da I Bienal Brasil do Livro. Nesta sexta-feira, estarei embarcando para a Feira Internacional do Livro de Bogotá.

Bogotá foi eleita a Capital Internacional do Livro e, em 2012, o País homenageado
(pela primeira vez) será o Brasil.

Não estou sendo pago pelo poder público, mas integro a representação dos escritores brasileiros no evento. À frente, a Camara Brasileira do Livro. Vamos mostrar o que sabemos fazer com a palavra.
 
Acho que o Ceará precisa saber o que estão fazendo os seus escritores, que são excelentes
e estão a descoberto de qualquer forma de patrocínio público.

Orgulho-me pela oportunidade  e sei que honrarei com brilho a tribo dos cabeças-chatas.

É incrível observar como a cocaína e as drogas não conseguiram derrotar essa grande nação que é a Colômbia, e como o livro e a leitura têm feito a redenção de uma capital da América do Sul, Bogotá, uma das cidades consideradas com melhor qualidade de vida na América Latina, e tida também como muito bonita.
 
Forte abraço,

* Dimas Macedo.

Sociólogo lança livre sobre "Martir Francisca"

O jornalista e sociólogo Dellano Rios lançará nesta quarta-feira, às 18 horas, no Museu do Ceará, o livro “O povo fez sua santa”. A publicação é resultado da dissertação feito pelo autor no Mestrado em Sociologia da Universidade Federal do Ceará.

Dellano Rios conta que sempre se interessou por estudar as narrativas e o conceito de sagrado no Nordeste. Mas foi, segundo ele, a partir do livreto “Paixão e sangue de Mártir Francisca”, da jornalista Rozanne Quezado, que conheceu o mito de Aurora. A obra foi o primeiro registro escrito da história de Mártir Francisca.

Protagonista de uma tragédia em Aurora (Região do Cariri), Francisca Augusta da Silva se tornou “Mártir Francisca” e, a partir daí, surgiu o culto em sua memória. Cinquenta e três anos após o fato, Mártir Francisca e o processo de canonização espontânea são temas do livro.

SERVIÇO

Museu do Ceará – Rua São Paulo, nº 51, Centro).

Preço – R$ 20,00 (à venda Museu do Ceará).

Playboy entrevista Luís Fernando Veríssimo

270 1
Da Playboy, recebemos nota sobre exemplar mensal que está chegando às bancas nesta semana.

Luís Fernando Veríssimo é o entrevistado da Playboy deste mês. Ele fala, entre outros assuntos, sobre internet, política e o novo humor. Aparentemente “dono” de quatro contas no Twitter, ele afirma que nenhuma dela é verdadeira e que não está em nenhuma das redes sociais que ultimamente são febre entre os brasileiros. Outra situação polêmica na rede que envolve o escritor são seus textos: “De cada cinco textos atribuídos a mim na internet, ao menos quatro não fui eu que escrevi” conta.

Famoso por suas crônicas de humor, Verissimo afirma que vê as novas tecnologias como fatores que impulsionam o sucesso da nova geração de escritores e humoristas, mas revela “Não aprovo o vale-tudo no humor, mas o que não vale deve ser uma decisão pessoal. E o leitor ou espectador tem sempre a opção de não ler ou não ver aquilo que o ofende”, diz.

Verissimo comentou também que escreve para três grandes jornais do país e muitas vezes discorda da postura política desses veículos, mas diz: “O politicamente correto acabou com certos estereótipos, mas não podemos chegar ao ponto de chamar anão de ‘cidadão verticalmente prejudicado’ ”.

Vem aí a "Bibliografia Comentada sobre Obras de José de Alencar"

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=DxMSFedP3Jw[/youtube]

Uma publicação da UFC aguarda apenas a agenda do reitor Jesualdo Farias para ser lançada. Trata-se da “Bibliografia Comentada sobre Obras de José de Alencar”, trabalho elaborado pelos professores João Arruda e Marcelo Peloggio. O professor João Arruda fala sobre a publicação.

J.Ciro Saraiva lançará livro que resgata momentos importantes da política cearense

66 1

O falecido Manoel de Castro, que governou o Ceará no período 1981-1982 e se notabilizou como uma das figuras mais queridas e folclóricas da politica local, é personagem importante do livro do jornalista J. Ciro Saraiva: “No tempo dos coroneis'”.

O lançamento ocorrerá na primeira quinzena de dezembro, em local ainda em acertos. O autor, que foi secretario de Comunicação Social no periodo, revela ainda, e pela primeira vez, como o ex-governador também falecido Virgilio Távora reagiu diante das 15 mil nomeações feitas pelo seu sucessor para viabilizar politicamente a candidatura de Gonzaga Mota para o Governo.