Blog do Eliomar

Categorias para Literatura/Filmes

O adeus ao professor e poeta Horácio Dídimo

609 1

Do professor Myrson Lima, nome dos mais respeitados no ensino da Língua Portuguesa no Estado, recebemos

A Viagem
Horácio Dídimo

Viajo pelo tempo e pelo espaço
Profundamente, mas sem rumo certo
E vou gravando tudo no retrato
Feito de vozes e pequenos gestos
Talvez de adeuses e pequenos gestos
De tudo o que se foi, mas não passou
Porque reviverá na grande festa
Dos que se libertaram pelo amor
Há uma estrela azul que me orienta
Nesta viagem que atravessa o espaço
E que rompe as barreiras deste tempo:
Estrela que ilumina e que apascenta
Que mostra o dom da fé em seu abraço
E o reino da poesia face a face.

*Horácio Dídimo nos deixou nessa noite de domingo. O seu corpo foi sepultado, neste fim de tarde de segunda-feira, no Cemitério São joão Batista, em Fortaleza.

*E Myrson complementa: Minha homenagem, poeta, nesta viagem que atravessa o espaço e que rompe as barreiras do tempo.

Morre o professor e escritor Horácio Dídimo

1024 4

Morreu, nessa noite de domingo, em Fortaleza o escritor Horácio Dídimo (83). A família informa que o velório acontece na Comunidade Católica Face de Cristo (Rua Dr. edmilsom Barros Oliveira, 191 – Dionísio Torres). Uma missa de corpo presente será celebrada às 13 horas nesse local. Em seguida, às 16 horas, o enterro no Cemitério São João Batista.

Professor do Departamento de Literatura da Universidade Federal do Ceará. Formado em Direito (UERJ) e Letras (UFC), Mestre em Literatura Brasileira (UFPB) e Doutor em Literatura Comparada (UFMG), Horácio Dídimo escreveu vários livros no campo de poesia, ensaio e literatura infantil, entre os quais se destacam Tempo de Chuva, Tijolo de Barro, A palavra e a Palavra (Amor – palavra que muda de cor), A nave de Prata, A Estrela Azul e o Almofariz (poesia).

Horácio Dídimo era também membro da Academia Cearense de Letras, da Academia Cearense da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Hagiologia e membro correspondente da Academia de Letras e Artes Mater Salvatoris (Salvador-Bahia).

“Belchior – O Silêncio do Amor” será lançado nesta quarta-feira

Será lançado nesta quarta-feira, às 19h30min, no Ideal Clube, mais um livro sobre a obra e o cantor Belchior. O título é por demais interessante: “Belchior – O Silêncio do Amor”.

O médico Russen Moreira Conrado assina a obra como escritor e, principalmente, como fã apaixonado pelas belas composições desse cearense que ainda encanta gerações.

E.K. Peterson, o autor cearense que faz sucesso no site Amazon

Um autor cearense está fazendo sucesso no site da Livraria Amazon.

E.K Peterson é o pseudônimo que ele usa para assinar “A Fruta dos Olhos – Um conto fantástico”, um conto do gênero terror que está fazendo sucesso entre os internautas. Na última terça-feira, o título chegou a ser o segundo mais vendido na Amazon, perdendo apenas para o “Drácula”, de Bram Stoker.

O cearense E. K Peterson, que não quer revelar seu nome verdadeiro, também assina “O Abraço”, “Martin e Bhai no Castelo Romeveli” e “A feitora de cestas”

XII Festival União da Ibiapaba vai agitar Ipu

Tudo pronto para o XII Festival União da Ibiapaba (FUI) Vai acontecer de 20 a 25 deste mês de agosto, na cidade de Ipu. O evento reunirá música, audiovisual, música e literatura, dentro do objetivo de democratizar o acesso a arte. Serão seis dias de imersão nas mais variadas linguagens com um foco especial na tradição literária do município, que durante a semana do festival completa 178 anos de existência.

Confira a programação

*Feira do livro e Artesanato:

Dos dias 23 a 25 de agosto, no meio da praça principal, será montada uma grande feira a céu aberto, que irá reunir o melhor da literatura e do artesanato local. O objetivo é unir e proporcionar uma grande troca de saberes, aberta a quem quiser somar ao movimento literário.

*Mostra de cinema:

Animação é a linha que define o jovem trabalho audivisual de Ipu. Com muita vontade, jovens do município vem trabalhando o cinema sob este viés. Por conta disso, o Festival dedica um momento para o cinema. Com o objetivo de trazer capacitação a aprimoramento ao núcleo audivisual da região, a oficina Roteiro de ficção e cinema, com o renomado cineasta Nirton Venâncio, acontece no dia 22, finalizando com a exibição do melhor que vem sendo produzido quando o assunto é cinema na Ibiapaba.

*Saraus musicais:

De 23 a 25, sempre aos finais de tarde, os ipuenses poderão se encantar pela magia sonora dos saraus musicias. Com recitais de textos e poesias, serão feitos por de escritores e músicos da região.

Quinta-Feira – 23 de agosto

Grupo Choro Feliz (Ipu)

Abertura do II FuiFest – Festival de Música Autoral da Ibiapaba

Os Transacionais

Sexta-Feira – 24 de agosto

Igo Negão (Ipu)

Final do II FuiFest – Festival de Música Autoral da Ibiapaba

Renegados

Dona Leda

Sábado – 25 de agosto

Pedro e Benício

Amado Batista

Toca do Vale

Palestras Literárias:

Uso da Leitura Literária Como Ferramenta de Ampliação de

Repertório no ensino fundamental.

Data:20 de Agosto de 2018

Horário:19 às 21 horas

Publico Alvo:200 Professores de ensino Fundamental da região

Local:Auditório da Escola Patronato

Novas Mídias em sala de Aula

Data:21 de Agosto de 2018

Horário:19 às 21 horas

Publico Alvo: 200 Professores do Fundamental avançado e médio.

Local:Auditório da Escola Patronato

A Cultura como fonte de valorização do desenvolvimento humano

Facilitadores:Ana Miranda e Fabiano Piuba Cidade: Ipu/Ceará

Data:24 de Agosto de 2018

Horário:17 às 19 horas

Publico Alvo: Professores, Escritores e Interessados da região

Local:Auditório da Escola Patronato

Mostra de cinema:

Oficina:Roteiro de Ficção em Cinema

Facilitador:Nirton Venâncio

Local:Casa de Cultura

Data:22 de Agosto de 2018

Horário:14:00 às 17:00

Exibição da Produção de Cinema da Ibiapaba

Local:Casa de Cultura

Data:22 de Agosto de 2018

Horário:17h30 às 20h

Debates literários:

Inspiração e Transpiração – Do Ato Criativo ao Livro Cidade

Local:Academia Ipuense de Letras

Data:23 de Agosto de 2018

Horário:15h às 17h horas

PúblicoAlvo:Escritores locais,professorese interessados pela

literatura da região

Literatura Universal – Dos Papiros as Novas Mídias Cidade

Local:Academia Ipuense de Letras

Data:24 de Agosto de 2018

Horário:15h às 17h

Público Alvo:Escritores locais, professores e interessados pela

literatura da região

Inspiração e Transpiração – Do Ato Criativo ao Livro Cidade

Local:Academia Ipuense de Letras

Data:23 de Agosto de 2018

Horário:15 às 17h

Público Alvo: Escritores locais, professores e interessados pela

literatura da região

Literatura Universal – Dos Papiros as Novas Mídias Cidade

Local:Academia Ipuense de Letras

Data:24 de Agosto de 2018

Horário:15h às 17h

Público Alvo:Escritores locais, professores e interessados pela

literatura da região

Literatura Elementar – Do Alimento das Artes a Transformação

Social

Local:Academia Ipuense de Letras

Data:25 de Agosto de 2018

Horário:15h às 17h

Público Alvo:Escritores locais, professores e interessados pela

literatura da região

Saraus musicais:

Local:Academia Ipuense de Letras

Data:23, 24 e 25 de agosto de 2018

Horário:17h30 às 19 horas

II Encontro dos Agentes de Leitura da Região

Local:Escolas Selecionadas dos 5 Distritos de Ipu

Data:24 de Agosto

Horário:7h30 às 17h30

público-alvo:Agentes de Leitura.

VII – Feira do Livro e Artesanato Feira do Livro

Local:Praça Iracema

Data:23, 24 e 25 de agosto de 2018

Horário:18h às 21h

SERVIÇO

*Rogério Soares – produtor: 99814-8477.

(Foto – Arquivo)

Révia Herculano é a mais nova imortal da ACL

A vencedora do Prêmio Osmundo Pontes de Literatura 2008, com a obra Chão Aberto, a escritora e professora Révia Herculano, é a mais nova integrante da Academia Cearense de Letras, em disputa há tempo não vista na entidade, quando sucessivas votações ocorreram, até que o quórum mínimo de 20 votos fosse alcançado. Concorria com a professora a também escritora Vera Moraes, que na última votação obteve 14 indicações.

A vaga em disputa era do escritor e pesquisador Carlos D’Alge, falecido há oito meses.

(Foto: Arquivo)

Ubiratan Aguiar tem biografia lançada no próximo mês

O ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ubiratan Aguiar, atual presidente da Academia Cearense de Letras, terá sua biografia lançada dia 11 de setembro, no Ideal Clube de Fortaleza.

A obra “Ubiratan Aguiar – Pelas sendas do tempo” é de autoria da jornalista e biógrafa Luiza Helena Amorim, autora também do livro “Dolores Feitosa – Resiliente como a caatinga”, de 2013.

Jovens escritores lançam livro na Academia Maracanauense de Letras

Uma antologia de jovens escritores de Maracanaú marca a manhã deste sábado (11), no Teatro Dorian Sampaio, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza.

A iniciativa é do presidente da entidade, Francisco Siqueira, autor de livros como uma obra sobre a dona Eunisia Barroso, ex-coordenadora da Pastoral Carcerária.

Os jovens escritores são estudantes da escola pública de Maracanaú.

(Foto: Reprodução Facebook)

Márcia Alcântara conta em livro uma saga contra a silicose

215 2

Da querida médica pneumologista Márcia Alcântara, eis um convite para esta sexta-feira. Ela lançará o romance “Poço”, a partir das 19 horas, na Livraria Cultura.

Na publicação, Márcia conta a saga de  Joel e Doutora Sara, um alter-ego da autora. Os dois lutam, com mais alguns aliados, contra uma doença letal, até determinado momento desconhecida, e que, em 10 anos, matou mais de duas centenas de homens jovens, e mataria mais de mil e duzentos, se não tivesse acontecido a intervenção espontânea de um grupo de pessoas altruístas e de valorosas atitudes humanas.

No texto ficcional de Márcia com raízes em fatos reais, o leitor é convidado a acompanhar a saga dos dois na descoberta da silicose, em uma narrativa onde, da sombra da morte se constrói uma teia de resistência e bravura com consequências impensadas desde o governador do estado ao mais simples cavador.

“Feminismos Plurais” – Segundo livro da coleção será lançado nesta terça-feira em Fortaleza

Será lançado em Fortaleza, nesta terça-feira, às 19 horas, o livro “O que é Encarceramento em Massa?”.

De autoria da pesquisadora Juliana Borges, é o segundo da coleção “Feminismos Plurais”, organizada por Djamila Ribeiro e que tem como editora o Grupo Editorial Letramento, além do selo do Justificando.

O ato de lançamento acontecerá no auditório da ADUFC Sindicato, no bairro Benfica.

Livro sobre a construção de Brasília será lançado em Fortaleza

A escritora argentina Mercedes Urquiza lançará nesta sexta-feira, às 19 horas, na Livraria Leitura (Shopping Rio Mar Papicu), o livro “A Trilha do Jaguar: Na Alvorada de Brasília”. A publicação conta as memórias da autora sobre a construção de Brasília, um dos marcos da história do Brasil. Após lançamento em Fortaleza, o exemplar ficará a venda na Livraria da Editora Senac Ceará, informa a assessoria de imprensa do evento.

As 250 páginas do livro, distribuídas em 30 capítulos, trazem fotos da coleção particular, imagens únicas da época da construção e muita lembrança do surgimento da Nova Capital. Mercedes Urquiza, seu marido Hugo Maschwitz, e o pastor alemão Fleck, chegaram a morar em um barraco de madeira sem luz, água quente e telefone no Núcleo Bandeirante — conhecido como Cidade Livre, na época.

Homenagem aos pioneiros

Mercedes e o marido participaram ativamente da construção da Nova Capital, onde ela trabalhou como corretora oficial da Novacap e revendedora de material de construção para os primeiros prédios da cidade. Com tantas histórias, fotos, além de muitas lembranças, a ideia de fazer um livro foi ganhando força, mas só começou a se tornar realidade em 2015. “O livro já estava na minha cabeça há muito tempo, mas sempre achava que, para conseguir escrevê-lo, teria que me isolar do mundo e aí fui adiando”, explica ela.

O livro foi lançado em abril, no Salão Negro do Ministério da Justiça, em Brasília. A ideia de fazer o lançamento também em Fortaleza, segundo a Gerente da Editora Senac Ceará, Denise de Castro, representa para a autora, uma homenagem ao numeroso contingente de pioneiros cearenses que partiram para Brasília na busca de novas oportunidades na Capital da Esperança.

SERVIÇO

*Livraria Leitura do Shopping Rio Mar – Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Papicu.

Gilmar de Carvalho: Uma família

Com o título “Gilmar de Carvalho: uma família”, eis artigo de Magela Lima, ex-secretário da Cultura de Fortaleza e professor universitário. Ele aborda livro do também professor Gilmar de Carvalho, que luta sempre pelo resgate da cultura do Estado. Confira:

A frase nem é minha, mas reproduzo como se fosse: “Ainda bem que tem o Gilmar, para a gente se encontrar”. Tem toda razão, a querida Luciana Giffoni! Mais que um professor, uma referência, um ombro amigo, Gilmar de Carvalho especializou-se ao longo da vida em tecer afetos. É longa, longíssima, a lista de partilhas e afinidades que ele ajudou a construir por onde passou. Talvez, nem fosse essa sua intenção, mas a verdade é que acabou por criar uma família.

Basta ver o clima de Natal a cada uma de suas invenções. Assim, lançamentos de livros, exposições, palestras e afins não passam de pretexto para uma explosão de carinho de uma sinceridade ímpar.

Gilmar é sempre um convite para matar saudades, uma certeza de abraços calorosos, de risadas despreocupadas e, sobretudo, uma oportunidade preciosa para trocas criativas. É impossível vê-lo sempre fazendo tanto, criando tanto, e não ser contagiado.

Gilmar é um receituário de criatividade. É um exemplo. Sempre generoso, sempre dedicado, rigoroso, obsessivo, apaixonado, não há meio termo em sua obra. Muito menos, meio termo em sua vida.

Quando elege uma questão para tratar, ele vai até o fim. Que o diga seu passeio recente pelo mundo encantado das rabecas. Nesse 2018 estranho, Gilmar nos fez respirar com nada menos que uma exposição linda, uma série de apresentações e um livro primoroso em parceria com Francisco Sousa sobre o tema.

Tirinete – Rabecas da Tradição foi minha companhia durante as férias de meio de ano. Uma viagem profunda e delicada. Em suas mais de 400 páginas, conheci tanta lindeza, tive vontade de pegar a estrada com Gilmar e Francisco outra vez. Li sem pressa, imaginando as andanças dos dois pelo oco do mundo, como diz Ana Miranda no prefácio, e desejando ter herdado de Gilmar, nessa metade da minha vida em que convivo com ele, a capacidade extraordinária que ele tem de ser tão íntimo das coisas simples. Obrigado, Gilmar.

*Magela Lima

lima.magela@gmail.com

Jornalista e professor do Centro Universitário 7 de Setembro.