Blog do Eliomar

Categorias para Literatura/Filmes

Seminário faz releitura sobre o livro “O Cearense”

O livro “O Cearense”, de Parsifal Barroso, relançado no começo deste mês, será tema de seminário no próximo dia 28, no auditório Castelo Branco, da reitoria da UFC, instituição na qual o autor foi professor. O seminário terá abertura do reitor Henry Campos e do presidente do Instituto Myra Eliane e neto de Parsifal Barroso, Igor Queiroz Barroso. O evento é gratuito.

Na ocasião, o conceito de cearensidade será tema das palestras do professor Josênio Parente, da Universidade Estadual do Ceará e docente aposentado da UFC, da escritora e professora da UFC, Ângela Gutierrez, e da escritora Ana Miranda.

Considerado um dos primeiros estudos do que se passou a ser conhecido posteriormente como o conceito de “Cearensidade”, o livro destaca características tão conhecidas e destacadas hoje, como a tenacidade do cearense em enfrentar obstáculos, por ter sido forjado em um ambiente natural tão difícil por conta da seca; o fato de costumeiramente deixar sua terra natal para tentar a vida fora, em uma diáspora que o leva a ser conhecido como “o Judeu brasileiro”; e até mesmo alguns aspectos físicos, como a característica “cabeça-chata”.

“O seminário será mais uma maneira de possibilitar ao público uma aproximação com essa obra tão importante sobre o nosso povo. ‘O Cearense’ é um livro de vanguarda que esmiúça diversos aspectos de nossa cultura e formação enquanto povo. Mais do que isso, a obra representa a valorização de algumas de nossas características mais importantes. Um verdadeiro resgate de nossa autoestima”, destaca o Igor Queiroz Barroso, presidente do Instituto Myra Eliane e neto de Parsifal Barroso.

 

Livro “Pau Pereira” tem lançamento com grande presença de políticos cearenses

Personalidades da política cearense, acadêmicos e público em geral prestigiaram neste sábado (19), no Bar Flórida, no Centro, o lançamento do livro “Pau Pereira”, de autoria do ex-deputado federal Iranildo Pereira, conhecido no passado como o “Incendiário do MDB”, e um dos líderes do processo da anistia política.

A apresentação da obra foi feita pelo ex-governador Lúcio Alcântara. Ao preço de R$ 20, por unidade, toda a arrecadação da venda dos livros será doada para uma creche de sua cidade, Santana do Cariri. Iranildo é um caririense que nunca se esqueceu de suas origens.

(Fotos: Paulo MOska)

Associação Cearense de Imprensa abre espaços para o lançamento do livro “Abstrações”

O jornalista Eduardo Fontenele lançará neste sábado, a partir das 10h30min, na sede da Associação Cearense de Imprensa (ACI), o livro “Abstrações”. A publicação já foi lançada em todo o Brasil pela editora Autografia. Tem 133 páginas e versões impressa e eletrônica.

Eduardo Fontenele escreveu, ao longo de mais de dez anos, ainda sem a intenção de publicar, os 23 contos que compõem o livro. São temas variados.

Estimulado por pessoas próximas que conheceram e avaliaram o trabalho, Eduardo buscou uma editora. Conseguiu na terceira tentativa. “Abstrações” é seu livro de estréia.

 

Mercado dos Pinhões terá anoitecer de autógrafos

O Mercado dos Pinhões será palco, neste sábado, a partir das 17 horas, da Feira de Artes, Moda e Design, que contará com o evento Anoitecer de Autógrafos. O objetivo é aproximar os que frequentam o local de escritores e agitadores culturais da cidade.

Nesta primeira edição do projeto, Alan Mendonça, Ricardo Kelmer e Ana Carla Dubiela que ali permanecerão até as 21 horas atendendo ao público e divulgando suas publicações.

SERVIÇO

*Mercado dos Pinhões – Praça Visconde de Pelotas, 41 – Centro.

História do Ceará nos séculos XVIII e XIX é retratada em livro

Nesta sexta-feira, às 19 horas, no auditório do prédio-anexo da Assembleia Legislativa, Pedro Luiz Cândido de Oliveira, pesquisador de história regional, lançará o livro “Sesmarias do Tempo – de Portugal ao Sertão do Brasil, notícias aventurosas de quatro homens entre os séculos XVIII e XIX”.

O livro é uma investigação genealógica, sociológica e histórica que conta a saga de quatro gerações de homens, desde Portugal, passando por Pernambuco até chegar ao sertão do Centro-Sul do Ceará, tendo como pano de fundo as grandes transformações do Brasil e do Ceará naqueles séculos. Do apogeu ao declínio dos ciclos do açúcar, da pecuária, do algodão, as mudanças e conflitos políticos.

A publicação traz novas informações históricas e elucida mistérios genealógicos de séculos. É ricamente documentado, sendo resultado de vários anos de pesquisa em fontes primárias (civis e eclesiásticas), fontes da tradição oral, na historiografia existente e também de viagens de pesquisa a Pernambuco e Portugal.

Nas vidas e peripécias desses quatro homens antigos, podem ser vislumbradas as camadas da história do Ceará e do Nordeste. O trabalho de investigação e o esforço imaginativo para recapturar aquele mundo deslembrado, suas cores próprias, sua dinâmica peculiar, as misteriosas inter-relações existentes e, olhando ainda mais de cima, o momento histórico em que viveram, buscando ver o que viam e pensar o que pensavam.

DETALHE – O livro está sendo elogiado por críticos renomados, que o leram em primeira mão.

(Foto – Ilustrativo)

Livro aborda a tragédia da Boate Kiss

Será nesta quina-feira, às 19 horas, na sede do Sindicato dos Jornalistas, a sessão de autógrafos do livro Guerreiros de Santa Maria, de autoria do escritor e jornalista Paulinho Oliveira.
A publicação aborda a Tragédia de Santa Maria (o incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria – RS, no dia 27 de janeiro de 2013, que matou 242 pessoas e feriu outras 600) e a luta dos guerreiros (pais, parentes e amigos das vítimas fatais, bem como os sobreviventes da tragédia) para vencer seus traumas e por justiça.
Paulinho Oliveira, para escrever o livro, fez pesquisas em órgãos de imprensa e conversou com quem teve contato direto com a tragédia, inclusive pessoalmente, quando visitou Santa Maria em agosto de 2013. Em 1º de maio de 2014, o livro foi lançado oficialmente na Feira do Livro de Santa Maria.
SERVIÇO
*Sindicato dos Jornalistas do Ceará – Rua Joaquim Sá, 545, Dionísio Torres.
(Foto – Divulgação)

Concurso Nacional quer revelar Novos Poetas

Estão abertas, até 5 de setembro próximo, as inscrições para o Concurso Nacional Novos Poetas, o Prêmio CNNP 2017. Podem participar do certame todos os brasileiros natos ou naturalizados, maiores de 16 anos. Cada candidato pode inscrever-se com até dois poemas de sua autoria, com texto em língua portuguesa.

O tema é livre, assim como o gênero lírico escolhido. Serão 250 poemas classificados. A classificação dos poemas resultará no livro Prêmio CNNP 2017. Antologia Poética. O certame está entre os mais destacados concursos literários da língua portuguesa.

SERVIÇO

*Inscrições gratuitas.

*Até 5 de setembro pelo site: www.cnnp.com.br

Grupo Cultural Chocalho comemora o Dia do Escritor

Será nesta terça-feira, às 9 horas, a solenidade em comemoração ao Dia do Escritor, promoção do Grupo Cultural Chocalho. A programação se desenvolverá n Casa José de Alencar, tendo à frente o coordenador da entidade, Auriberto Cavalcante.

Na abertura, haverá palestra do professor Batista de Lima sobre o tema “A produção literária e os escritores da década de 80 até hoje”. Além de imortal da Academia Cearense de Letras, Batista é professor universitário e poeta.

Às 10 horas, haverá homenagens. No roteiro, entrega do Troféu 33 anos de Ousadia a personalidades como Ubiratan Aguiar, Linhares Filho, Marcos Gomide, Luiz Haroldo Serra Júnior e Cid Carvalho.

DETALHE – Nós também estamos entre homenageados com o Troféu Responsabilidade Sócio-Cultural e Ecológica, ao lado deArtur Bruno (Sema), Lúcio Alcântara, Museu do Caju e Editora Premius. O Clube do Bode, Pingo de Fortaleza, José Rangel e Dimas Carvalho estão entre os que receberão o diploma Destaque Cultural.

Projeto quer garantir 30% das vitrinas das livrarias para obras de autores cearenses

64 1

Bruno Pedrosa recebe a minuta das mãos de Roberto Vitor.

Uma minuta de um  projeto de lei que assegura 30% das vitrines e prateleiras das livrarias e assemelhados do Estado para exposição de autores cearenses foi entregue ao deputado estadual Bruno Pedrosa (PP).

A iniciativa é da Academia Cearense de Direito, que quer democratizar o acesso aos autores cerenses. “Trata-se de uma conquista cultural pleiteada não só por nossa entidade, mas por aqueles que amam e gostam da cultural”, explica o presidente da Academia Cearense de Direito, Roberto Vitor.

A matéria deverá ser apreciada em agosto, quando da retomada das atividades do Poder Legislativo.

(Foto – AL)