Blog do Eliomar

Categorias para Literatura/Filmes

Escritora Ana Miranda ganha a Ordem do Mérito Cultural

A escritora cearense Ana Miranda recebeu a Ordem do Mérito Cultural, uma das mais importantes honrarias concedidas a artistas e grupos que impactaram a cultura brasileira. A cerimônia aconteceu nessa noite de terça-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília. A honraria foi entregue aos homenageados pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. Neste ano, a premiação privilegiou, segundo o ministro, nomes e iniciativas ligadas à economia criativa e ao empreendedorismo na área cultural.

Além da cearense Ana Miranda, a Ordem do Mérito Cultural foi entregue a outras 31 personalidades e instituições. O humorista e ator Renato Aragão, a cantora e compositora paraense Dona Onete e o CEO do Grupo Omelete, Pierre Mantovani, foram alguns dos agraciados pela homenagem, que prestigia figuras da cultura brasileira desde 1995. As honrarias são divididas em três categorias, em ordem de importância: Grã Cruz, Comendador e Cavaleiro.

Em entrevista ao O POVO, Ana Miranda contou que se sentiu “surpresa” ao saber que receberia a Ordem do Mérito Cultural. Ela recebeu a notícia há aproximadamente dez dias e viajou para Brasília para acompanhar a cerimônia. “É uma grande honra receber”, pontua a escritora.

Não é a primeira vez que uma integrante da família Miranda é homenageada pela Ordem do Mérito Cultural. Marluí Miranda — compositora, cantora, pesquisadora da cultura indígena brasileira e irmã de Ana Miranda — recebeu a mesma honraria durante a gestão presidencial de Fernando Henrique Cardoso. “Agora somos duas irmãs comendadoras”, brinca Ana.

A seleção dos homenageados em 2017 se deu em diversas fases. A primeira delas foi a indicação popular. Por meio do site do Ministério da Cultura (MinC) e das redes sociais, a sociedade civil pôde indicar nomes que mereceriam receber a honraria. Centenas de personalidades foram indicadas e os nomes foram levados, então, para Comissão Técnica da Ordem do Mérito Cultural. A comissão é formada por titulares de diversas secretarias do MinC e decidiu se as personalidades estavam aptas ou não. Depois disso, os nomes que poderiam ser escolhidos foram encaminhados para o Conselho da Ordem do Mérito Cultural, que é formado pelos pelos ministros da Cultura, das Relações Exteriores, da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O conselho fez a seleção final, com os 32 nomes.

Ana Miranda nasceu em Fortaleza, mas cresceu no Rio de Janeiro e em Brasília. Tem mais de 30 livros publicados – incluindo obras como Desmundo, O Peso da Luz e Boca do Inferno. Ela foi também editora da Funarte entre 1977 e 1983.

(O POVO – Repórter Isabel Costa)

Deusmar lança livro sobre sua trajetória como empreendedor

Da pequena farmácia no bairro Carlito Pamplona, em 1981, à inauguração da loja de número mil, em julho deste ano, na cidade de Paulo Afonso (BA). Maior rede do setor no País, as farmácias Pague Menos têm sua história contada, por meio do livro “Deusmar Queirós – O Tecedor de Ousadias”, lançado na noite desta segunda-feira (4), no Ideal Clube, pelo próprio fundador do grupo, Francisco Deusmar Queirós, e pelo autor, o escritor Juarez Leitão.

A obra, com quase 500 páginas, mostra o empreendedorismo de Deusmar, que se vê representado nos 2,4 mil funcionários da Pague Menos.

O ato foi dos mais concorridos e congregou empresários, lideranças políticas e, principalmente, gente de entidades da sociedade civil e da igreja. Entre tantos convidados, representantes de associações e ONGs que ganham o apoio financeiro do grupo.

(Foto – Paulo MOska)

Pesquisadora do CNPq lança livro em Brasília

Marisa Mamede, cearense radicada em Brasília e que integra o grupo de pesquisa do CNPq, lançará nesta quarta-feira o livro de poesias “Sangue de Flamboyant”. Ao som da música de Gabriela e Tiago Tunes.

Uma turma do Ceará embarca, nas próximas horas, para prestigiar esse lançamento. À frente, o pai dela, o ex-deputado estadual Mário Mamede.

Vem aí a edição de nº 23 da revista Literapia

O médico e escritor Pedro Henrique Saraiva Leão, também articulista do O POVO, lançará a edição de nº 23 da revista Literapia, da qual é também editor.

A publicação, que reúne contos, poesias e artigos de vários escritores cearenses, será lançada na próxima quarta-feira (29), às 19h30min, no Ideal Clube.

A apresentação ficará a cargo do acadêmico Carlos Augusto Viana.

(Foto – Paulo MOska)

Antonio Albuquerque, ex-reitor da UFC, lança livro

Jornalista Vicente Alencar e o ex-reitor Antonio Albuquerque.

Será no próximo sábado, às 10 horas, a solenidade de lançamento do livro “Textos e Contextos” do professor Antonio de Albuquerque, ex-reitor da Universidade Federal do Ceará e atual presidente da Academia Cearense de Engenharia.

O evento ocorrerá no auditório da Fecomércio, com obra e autor sendo apresentados pelo professor José Cajuaz Filho, mestre da Língua Portuguesa.

SERVIÇO

*Fecomércio – Rua Pereira Filgueiras com rua João Cordeiro, no bairro Aldeota.

(Foto – Blog Vicente Alencar)

Ex-presa política paraibana lança livro em Fortaleza

A escritora paraibana Iêda Lima, radicada em São Paulo, vai lançar, no mercado editorial cearense, a obra “Um olhar no retrovisor e outro na estrada”. Será na próxima quinta-feira, às 19 horas, na Livraria Cultura.

Iêda, que foi presa política durante o regime militar, conta na publicação como superar o sofrimento e aproveitar as crises para crescer como pessoa e de relembrar o valor que tem a democracia para a sociedade.

(Foto – Divulgação)

Unifor promove roda de conversa sobre a abordagem da escassez da água na literatura cearense

A Universidade de Fortaleza e a Assembleia Legislativa promoverão nesta sexta-feira, a partir das 8 horas, no auditório da Biblioteca dessa instituição de ensino superior, a roda de conversa sobre o tema “A Escassez de Água Revisitada na Literatura Cearense”.

O encontro marcará o Dia da Literatura Cearense e contará com a participação de parlamentares estaduais e do ex-governador e presidente da Fundação Waldemar de Alcântara, o acadêmico Lúcio Alcântara.

Também estarão nesse debate os professores Batista de Lima, Aila Sampaio, Ana Carla Pinheiro, Hermínia Lima, Mônica Tassigny, Randal Pompeu e Tereza Porto.

Bia Bedran é atração no IV Seminário Baú da Leitura

377 1

Com a participação da contadora de histórias, escritora e musicista Bia Bedran, a ONG Casa do Conto promoverá, nos dias 20 e 21 deste mês, o IV Seminário Baú de Leitura. O evento será realizado no auditório da Enel, apoiadora do projeto por meio da Lei do Mecenato Estadual , da Secretaria da Cultura do Ceará.

O seminário contará com oficinas sobre literatura infantil e música, ocasião em que será apresentado o aplicativo Mapa da Leitura, que viabiliza o cadastro de grupos para atuar com bibliotecas comunitárias. As comunidades interessadas em participar do projeto poderão se cadastrar durante todo o ano.

O evento contará também com a apresentação do grupo Tapera das Artes e a entrega de três baús, contendo 400 livros cada, para comunidades de Juazeiro do Norte, Santana do Cariri e Fortaleza.

Quem é Bia Bedran

Bia Bedran nasceu em Niterói, em 1955. É mestre pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em Estudos Contemporâneos das Artes, é professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), graduada em Musicoterapia e Educação Artística, cantora, compositora, atriz e escritora. Entre 1973 e 1983 foi integrante do Quintal Teatro Infantil. É uma das fundadoras do Bloco da Palhoça, grupo musical que mescla composições suas com uma profunda pesquisa de ritmos e gêneros musicais brasileiros.

Nas décadas de 80 e 90 realizou trabalhos para a televisão, entre os quais os programas Canta-Conto, Baleia Verde e Lá vem História, na TV Cultura de São Paulo e na TV Educativa do Rio de Janeiro, hoje TV Brasil. Ao longo de uma carreira dedicada às crianças e à arte, é autora de 14 livros infantis e gravou e produziu 10 CDs e 2 DVDs. Como pesquisadora, lançou o livro “A Arte de Cantar e Contar Histórias: Narrativas Orais e Processos Criativos”, resultado de sua dissertação de mestrado e considerado Altamente Recomendável pela FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) em 2013, na categoria teórico.

Programação Seminário Baú de Leitura

*Dia 20 de novembro, segunda-feira

8h – Coffee break  e credenciamento dos participantes

8h30min – Apresentação artística da Taperas das artes

9h – Videoconferência com Tairon Coelho, Yasmim Wink e Guilherme Donada, criadores do aplicativo Mapa da Leitura

10h30min – Relatos de experiências de bibliotecas comunitárias beneficiadas com o projeto

14h – Oficina literatura infantil cearense, com Kelsen Bravos

14h – Oficina Musicalização na Biblioteca, com Thomé Holanda

*Dia 21 de novembro, terça-feira

8h – Coffee break e credenciamento dos participantes

8h30min –  Palestra Sistematização de acervos, com a  Aparecida Lavor, coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas do Estado do Ceará.

10h30 – Relatos de experiências de bibliotecas comunitárias beneficiadas com o projeto

13h30min – Entrega de 03 Baús de Leitura e sorteios

14h30min – Palestra show com a contadora de histórias e musicista Bia Bedran.

(Foto – Divulgação)