Blog do Eliomar

Categorias para OAB

Eleições na OAB/CE – Edson Santana diz ser a verdadeira oposição

A disputa pelo comando da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, esquenta.

Renan Viana, que ensaiou postular a presidência da entidade, desistiu e fechou acordo em favor do candidato Edson Santana, que se define como a verdadeira oposição à OAB.

Nessa peleja, ainda estão Roberta Vasques, atual vice, Regina Jansen, coordenadora da Comissão Previdência da entidade, e Erinaldo Dantas, que preside a Caixa de Assistência dos Advogados (Caace).

O pleito ocorrerá em novembro.

(Foto – Divulgação)

 

Eleições na OAB/CE – Edson Santana ganha novos apoiadores

207 2

Edson Santana, pré-candidato a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, no Ceará, ganhou apoio de três pesos pesados da área: Wagner Barreira, ex-procurador-geral do Estado (Governo Lúcio Alcântara), Ernando Uchoa Sobrinho e Feliciano de Carvalho Júnior, ambos com atuação conhecida na área criminal.

A eleição ocorrerá em novembro e com Edson Santana juntam-se na peleja o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (Caace), Erinaldo Dantas, situação; e Roberta Vasques e Regina Jansen.

DETALHE – Edson já disputou a OAB por duas vezes. Ele já presidiu o Sindicato dos Advogados de Fortaleza e Região Metropolitana (Sindafor).

(Foto – Divulgação)

Eleições na OAB/CE – Regina Jansen quer uma Ordem dos Advogados sem partidarismo

405 3

A eleição para renovação da diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, só acontece em novembro próximo, mas os pré-candidatos já estão se apresentando e mobilizando suas bases.

É o caso da advogada Regina Jansen, que preside a Comissão Previdenciária da OAB, que lidera um movimento na categoria com o objetivo de ganhar o comando da Ordem, avaliada por ela como muito partidarizada.

Regina Jansen, em conversa com a reportagem do Blog, diz que quer uma OAB mais voltada para os interesses da categoria e na luta por uma Justiça mais célere, tendo como norteador desse trabalho a Constituição.

Regina Jansen entra na disputa pela presidência da OAB do Ceará

1034 8

Regina Jansen, atual presidente da Comissão de Direito Previdenciário da Ordem dos Advogados do Brasil, regional Ceará, entrou no páreo pela presidência da OAB. É a segunda mulher a entrar na disputa que já conta com Erinaldo Dantas, presidente da CAACE – postulante da situação, e Roberta Vasques, atual vice da Ordem.

Candidata que apregoa uma OAB fora da política partidária, Regina Jansen informa que, se eleita, fará uma gestão baseada num plano de ação contemplando três pilares que considera essencial para o exercício da advocacia: a defesa intransigente das prerrogativas e cumprimento efetivo ao código de ética, a formação continuada e a função Social do advogado e advogada.

(Foto – O POVO)

OAB do Ceará – Marcelo Mota confirma que não disputará reeleição e garante apoio a Erinaldo Dantas

316 1

Divergências políticas também geraram clima interno de divergências na OAB.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, regional Ceará, Marcelo Mota, confirmou: não vai disputar reeleição e apoiará Erinaldo Dantas, atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAACE). Ele fez questão de dizer que nunca pensou em recondução e que o respaldo a Erinaldo faz parte de um projeto que buscará a valorização da categoria é a prioridade.

“Nós vamos apoiar um projeto de valorização dos profissionais sem interesses pessoais. Nossa preocupação sempre foi com compromissos voltados para um Poder Judiciário eficiente e temos certeza que esse projeto será continuado ainda mais forte com Erinaldo”, acentuou Mota. O pleito na entidade ocorrerá em novembro próximo.

Sobre a divisão em sua diretoria, onde a vice, Roberta Vasques, está como candidata apoiada pelo secretário-geral da Ordem, Fábio Timbó – que chegou a ensaiar candidatura, o presidente da Ordem preferiu dizer que “existe hoje um grande interesse pela OAB”. Considerou “legítimo” que pessoas de sua gestão tenham interesse em disputar, mas acentuou: “O mais preparado é Erinaldo Dantas!”

A oposição diz que, sob o comando de Mota, a Ordem foi muito complacente com o Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza em casos como o alto índice de homicídios no Estado e, mais recentemente, o aumento das taxas de alvarás.

Marcelo Mota confirmou para o Blog, portanto, a informação veiculada no O POVO Online dessa quarta-feira sobre não disputar mandato. Dle falou antes de embarcar, nesta madrugada de quinta-feira, para Porto Alegre (RS), onde participará de encontro do Colégio de presidentes estaduais de OAB.

(Foto – OAB/CE)

OAB-CE – Marcelo Mota retira candidatura e declara apoio a Erinaldo Dantas

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil secção Ceará (OAB-CE), Marcelo Mota, retirou a candidatura à reeleição e anunciou apoio a Erinaldo Dantas na eleição para presidente da entidade. Erinaldo é atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (Caace).

Erinaldo concorreu duas vezes a presidente, contra Valdetário Monteiro. Em 2009, perdeu por diferença de 22 votos. Em 2012, novamente concorreu, mas Valdetário foi reeleito com vantagem de 710 votos. Em 2015, Erinaldo e Valdetário se uniram em torno de de Marcelo Mota.

Por meio de sua assessoria, Marcelo Mota ressaltou que sua luta nunca foi pessoal, nem nunca teve projeto político à frente da OAB Ceará. Ele fez ainda elogios ao candidato. “Com currículo de dispensa apresentações, Erinaldo galgou e conquistou espaços em seguidas gestões da Ordem Cearense, seja como conselheiro, como presidente de comissão, como tesoureiro ou como presidente da CAACE, cargo que ocupa em nossa gestão”, disse, por meio de sua assessoria.

Defendeu ainda a necessidade de renovação. “Chegou a hora de renovar, oxigenar, reunir forças e continuar o combate em defesa da advocacia”.

Erinaldo agradeceu o apoio. “Toda minha vida foi dedicada à advocacia e sinto que, neste momento, estou preparado para todos os desafios que o cargo de presidente de Ordem impõe. Nosso projeto é fazer uma gestão plural, diversificada e voltada para os interesses da classe”.

No último domingo, 26, a vice-presidente da Ordem, Roberta Vasques, lançou candidatura. Secretário-geral adjunto, Fábio Timbó retirou candidatura para apoiá-la. Ambos romperam com o presidente Marcelo Mota.

A eleição para a presidência da OAB Ceará no triênio 2019-2021 será na segunda quinzena de novembro.

(O POVO Online, por Érico Firmo)

Uma mulher vai disputar a presidência da OAB do Ceará

264 2

Atual vice-presidente da OAB do Ceará, Roberta Vasques anuncia que disputará a presidência da entidade. A decisão foi tomada em conjunto com o advogado Fábio Timbó, atual secretário-geral da entidade, que chegou a se colocar também como postulante.

Roberta Vasques afirma que, se eleita, vai formar uma diretoria “que trabalhe de forma unitária, dividindo as tarefas.” Aqui, uma crítica à gestão do presidente Marcelo Mota, tida por setores da Ordem como centralizadora.

Nesta quarta-feira, às 19 horas, no auditório da Torre Del Paseo (Avenida Santos Dumont, em Fortaleza), será realizada uma reunião ampliada para discutir e decidir a formação da chapa liderada por Roberta.

Outros nomes

Além de Roberta Vasques, os advogados Edson Santana, Julio Ponte e Colares Filho articularam uma união da qual poderá sair um nome para também disputar a presidência da Ordem.

O atual presidente da Caixa de Assistência dos advogados (CAACE). Erinaldo Dantas, também está como pré-candidato.

(Foto – Divulgação)

Adversários do passado unem forças e vão disputar comando da OAB do Ceará

262 1

Edson e Júlio Ponte.

Os advogados Edson Santana e Julio Ponte reuniram, nesta semana, mais de 300 colegas em atro no auditório do Edifício Duets Office Tower. Os dois que, nas eleições passadas da OAB do Ceará, conquistaram juntos mais votos do que o candidato vencedor do pleito, Marcelo Mota, uniram forças. Edson e Julio fecharam uma aliança e vão disputar o comando da entidade em novembro.

Edson Santana deve disputar de novo a presidência da entidade, com Julio Ponte lhe dando respaldo. A chapa de oposição formalizou, inclusive, uma carta de intenções, que foi assinada por todos os presentes a esse evento.

(Foto – Divulgação)

Eleições da OAB do Ceará prometem esquentar em outubro

155 1

Erinaldo Dantas, presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAACE), confirma: é pré-candidato a presidente da OAB do Ceará.

Com isso, ele se junta a um grupo de presidenciáveis que já acomoda Fábio Timbó, secretário-geral da Ordem; Edson Santana, eterno presidente do Sindicato dos Advogados de Fortaleza e Região Metropolitana; e Marcelo Mota, atual presidente, que já não conta mais com o apoio do seu padrinho, Valdetário Monteiro.

A expectativa é de que a campanha, após o pleito eleitora, vá esquentar. O mês das eleições na entidade é novembro.

CAACE leva benefícios a subsecções de cinco municípios

O presidente Erinaldo Dantas abriu, nessa segunda-feira, a programação de encontros na Subsecção de Itapipoca, onde fez um balanço da gestão detalhando todas as iniciativas e projetos implantados, bem como aqueles que estão previstos para os próximos meses. Na oportunidade, foram colocados à disposição dos advogados e advogadas serviços gratuitos como vacinação, massoterapia, dentre outros. A mesma agenda será cumprida nas subsecções de Crateús, nesta quarta-feira, 15, às 9 horas, e de Canindé, na quinta-feira, 16, às 14 horas.

Nesta terça-feira, o presidente da CAACE estará em mais dois municípios inaugurando Salas de Apoio que receberam móveis e equipamentos como computadores, impressoras e scaners. As salas funcionarão nos fóruns das cidades de Uruoca e Reriutaba, onde as inaugurações acontecerão às 9 e 15 horas, respectivamente.

Para o presidente Erinaldo Dantas, a iniciativa “é muito importante por ser mais uma oportunidade para mostrar o que a gestão tem feito e, ao mesmo tempo, ouvir a categoria, sempre com foco na principal missão da CAACE de proporcionar melhores condições de trabalho.”

VAMOS NÓS – Erinaldo Dantas é um dos pré-candidatos a presidente da OAB do Ceará.

Dia do Advogado é marcado com entrega da carteirinha da OAB-CE na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará realizou sessão solene, nessa sexta-feira (10), em homenagem aos advogados cearenses. Presidida pelo primeiro secretário da Casa, deputado Audic Mota (PSB), a solenidade marcou, antecipadamente, as comemorações alusivas ao transcurso do Dia do Advogado, neste sábado (11), atendendo a requerimento do deputado Bruno Pedrosa (PP). O evento registrou ainda a entrega de carteiras a 23 novos advogados inscritos na entidade, bem como de certificados comemorativos a 22 personalidades de destaque da classe.

O deputado Audic Mota, ao saudar os colegas presentes, enalteceu a tradicional parceria entre a Casa Legislativa e a entidade no sentido de promover e preservar os valores democráticos. Relembrou recentes episódios quando parlamentares empunharam, junto aos representantes da Ordem, bandeiras de interesse da advocacia e do cidadão cearense nas polêmicas questões envolvendo a aprovação do projeto que reestruturou o Poder Judiciário estadual.

Presentes a prestigiar a sessão, o presidente da OAB-CE, Marcelo Mota, o juiz eleitoral Tiago Asfor Rocha Lima; o vereador de Fortaleza, Benigno Júnior; a secretária Geral da OAB-CE, Christiana Leitão, e o promotor público Emanoel Girão.

(Foto: Divulgação)

Maria da Penha, uma luta incessante

Com o título “Maria da Penha, uma luta  incessante”, eis artigo de Tereza Raquel Meneses de Souza, da Comissão da Mulher da OAB do Ceará. Ela aborda os 12 anos da lei que pune a violência contra a mulher no País. Confira: 

Há doze anos entrava em vigor a lei que se tornou um divisor de águas na vida de mulheres vítimas de violência de gênero no âmbito doméstico, familiar e relacionamento íntimo de afeto, na qual sempre se atribuiu erroneamente a elas a responsabilidade dos atos de violência perpetrados por seu algoz. Tais comportamentos são resultantes de uma cultura sexista que vem se propagando de geração em geração desde tempos remotos parecendo ser algo natural e, leis que em sua vigência e mesmo após sua revogação ainda têm forte poder sobre uma sociedade que insistia e ainda insiste em acreditar que a mulher não é detentora de direitos, indissociáveis ao ser humano, mas um objeto de dominação, como o Código Civil de 1916 que discriminava a mulher explicitamente (ausência de autonomia, independência e isonomia), contrapondo-se a Constituição de 1934 que já tratava a mulher em igualdade de condições com o homem.

A lei nº 11.340 de 07 de agosto de 2006, Lei Maria da Penha, nasceu da tentativa de homicídio cometida pelo ex-cônjuge de Maria da Penha, cearense, farmacêutica, que se tornou pessoa com deficiência após ser alvejada com um tiro na coluna. Foi instituída com o propósito de criar mecanismos para prevenir e coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, tendo caráter predominantemente preventivo e estabelecendo medidas de assistência e proteção às vítimas de violência.

De grande relevância, a lei é bastante difundida em todo o País e conta com o trabalho incessante de diversas entidades para alcançar a plena eficácia, no entanto, os números dessa violência são crescentes e alarmantes, sendo o Brasil o quinto país que mais mata mulheres no mundo. Faz-se urgentemente necessário um trabalho ainda maior de conscientização da sociedade brasileira, em todos os âmbitos, principalmente nas escolas, desde a pré-escola, para que se possa desconstruir o sexismo incrustado na cultura brasileira e diminuir consideravelmente e, porque não, eliminar toda e qualquer tipo de violência de gênero, visto que quanto maior a desigualdade de gênero de um País, maior a violência de gênero.

*Tereza Raquel Meneses de Souza

Tereza_raquel76@hotmail.com

Advogada, membro da Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil.

OAB promove ato nos aeroportos contra cobrança de bagagem despachada

186 1

A Ordem dos Advogados do Brasil e outras instituições de defesa do consumidor, como o Ministério Público do Consumidor e a Associação Brasileira de Procons, promovem hoje (27) ato contra a cobrança por despacho de bagagem por companhias aéreas. As instituições vão realizar blitzes em aeroportos nas capitais dos 26 estados do país, além do Distrito Federal.

A iniciativa faz parte da campanha “Bagagem sem Preço”, promovida pela OAB em parceria com as diversas organizações. O objetivo é esclarecer passageiros sobre violações de direitos cometidas na cobrança pelo despacho de malas. A OAB e as organizações promotoras da campanha consideram a exigência do valor adicional uma prática ilegal.

Além deste aspecto, os envolvidos vão fiscalizar outros possíveis desrespeitos com passageiros. Será averiguado como as companhias aéreas estão se comportando no caso do atendimento prioritário, de cobranças adicionais e de alterações contratuais.

Polêmica

O pagamento pelas malas despachadas foi aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em dezembro de 2016 e entrou em vigor em junho de 2017. Defensores da medida, como as companhias aéreas, afirmaram que esta alteração traria uma redução nos preços das passagens. A iniciativa foi acompanhada de críticas.

Contudo, no fim do mês de junho, a Agência Nacional de Aviação Civil divulgou levantamento no qual apontou aumento nas passagens de 7,9% no primeiro semestre de 2018, evidenciando que a cobrança pelo despacho de bagagens não serviu para reduzir as tarifas. A Anac também afirmou que demorará cinco anos para avaliar o impacto desta cobrança nos preços gerais das passagens.

EM FORTALEZA – A OAB, por meio de sua Comissão de Defesa do Consumidor, promove ato do gênero no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

(Agência Brasil/Foto – Paulo MOsca)

OAB do Ceará vive clima de tensão pré-eleitoral

189 1

Promete ser também das mais animadas a eleição para a presidência da OAB do Ceará, que ocorrerá em novembro próximo. Fábio Timbó, secretário-geral-adjunto da entidade, rompeu com o presidente Marcelo Mota e já montou seu esquema de campanha.

Nessa disputa, aparecerão outros nomes que, na realidade, já são por demais conhecidos da categoria: Edson Santana, presidente do Sindicato dos Advogados da Região Metropolitana de Fortaleza, anuncia que tentará de novo presidir a OAB. Erinaldo Dantas, que comanda a Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (Caace), também sonha com o comando da Ordem.

Marcelo Mota, presidente, por enquanto, evita falar que quer a reeleição. O que se fala nos bastidores é que depois do seu afastamento de Valdetário Monteiro, apoiador da sua eleição e hoje conselheiro do CNJ, as bases desandaram.

(Foto – OAB/CE)

Secretário-geral adjunto rompe com a direção da OAB/CE e já está como candidato a presidente

281 1

Surge o primeiro candidato a presidente da OAB do Ceará. Trata-se de Fábio Timbó, secretário-geral adjunto da entidade, que rompe assim com o presidente Marcelo Mota. Timbó divulgou, nesta quarta-feira, um manifesto:

MANIFESTO DE ROMPIMENTO

Caríssimos colegas, advogados e advogadas,

Refleti, profundamente, antes de tomar a presente decisão que peço licença para comunicar-lhes, neste ensejo.

Os longos anos, devotados à honrada Seccional Cearense da Ordem dos Advogados do Brasil, fizeram-me ponderar sobre a resolução que compartilho com a minha gloriosa classe: ROMPER COM A MEDIOCRIDADE QUE SE ASSENHOROU DOS ATOS PRESIDENCIAIS DA OAB/CE.

Posturas centralizadoras, desprovidas do necessário senso democrático que deve inspirar as condutas e ações de um gestor, sobretudo em se tratando de uma instituição da envergadura política e social da Ordem dos Advogados do Brasil, dentre elas a lentidão e a ausência de isonomia no trato das questões que envolvem a defesa das prerrogativas de nossa classe, inclusive com a postergação dos atos de desagravo, pendentes de apreciação, por exemplo, foram episódios que contribuíram para esta minha decisão.

Outro inconformismo, de minha parte, foi o total descaso com os pleitos da jovem advocacia, especialmente demonstrado com as restrições impostas na politica de concessão de descontos na anuidade, em cursos ofertados pela ESA, onerando, ainda mais, o exercício da advocacia e representando um verdadeiro retrocesso, numa conquista já consolidada pela classe.

A par destas questões, ínsitas aos interesses classistas, no que tange à sua missão social, a presidência esquivou-se do seu protagonismo, diante dos desafios que a sociedade enfrentou e vem enfrentando, lamentavelmente, sem o arrimo institucional necessário, a exemplo do drama que é a insegurança pública que grassa em nosso Estado, sob o olhar leniente da entidade.

Finalmente, considero inadmissível, para um presidente da OAB, uma atuação tímida e inexpressiva, nas tristes e recentes mortes dos colegas advogados, ceifados de suas vidas, violenta e covardemente, o que mereceria, para além de uma nota de pesar, uma enérgica resposta e uma firme providência da instituição, conclamando e envolvendo toda a advocacia, nessa luta e indignação, pois, “a injustiça feita a um é uma ameaça feita a todos”, no lúcido pensamento de Montesquieu. É inaceitável permitir-se silenciar a advocacia!
Seguirei, todavia, fiel aos meus propósitos, na inegociável defesa de meus pares e exigindo, ao lado dos advogados e advogadas, uma justiça mais célere e mais eficiente. Ser forte é preciso.

Tenho dito!

Fortaleza-CE,

*Fábio Timbó

Advogado.

DETALHE – As eleições da OAB/CE ocorrerão em novembro próximo. Marcelo Mota deve ir par a reeleição e o atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAACE), Erinaldo Dantas, também deve entrar na disputa. Edson Santana, presidente do Sindicato dos Advogados da Região Metropolitana de Fortaleza (Sindafor), vai entrar na peleja.

Expresso 150 – Falta OAB ouvir quatro advogados

O presidente do Tribunal de Ética da OAB do Ceará, José Damasceno, informa: faltam quatro advogados serem julgados pelo organismo, o que pode ser finalizado até fim de setembro próximo.

Ele fala sobre o caso da suposta venda de liminares que envolveu 21 profissionais e que provocou uma operação da Polícia Federal no Estado denominada de “Expresso 150 (alusão a possível compra de liminares por R$ 150 mil).” Essa investigação envolveu também magistrados, com alguns já afastados ou aposentados.

No plano da OAB/CE, Damasceno informa que, na parte administrativa e que compete à Ordem, o advogado Mauro Rios voltou à advocacia, após dois anos suspenso pela entidade.

Já o CNJ prossegue apurando casos envolvendo desembargadores, enquanto o STJ apura casos relacionados aos advogados no aspecto criminal.

(Foto – FIC)

OAB do Ceará vive clima eleitoral

249 1

A Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, vai eleger uma nova diretoria em novembro próximo. Com isso, abriu-se a temporada de baixarias dentro da categoria, o que é lamentável.

Nas redes sociais, essa campanha já começou em todos os sentidos. Marcelo Mota deve disputar a reeleição, embora jure, de pés juntos, que não estaria disposto a entrar em novo embate.

De concreto mesmo, tem-se a certeza de que há uma divisão enorme na base da OAB do Ceará. Com reflexos dentro da atual gestão das entidade.

(Foto – OAB/CE)

Basta, senhor governador! Basta, senhor secretário!

Em artigo sobre o assassinato de advogados no Estado, o secretário-geral adjunto e corregedor da OAB-CE, Fábio Timbó, diz que o governo do Ceará precisa agir no “combate certeiro dessa escalada de crimes contra os que defendem as liberdades e o Estado Democrático de Direito”. Confira:

A advocacia cearense exige atitudes e posturas sérias em relação aos gravíssimos atos atentatórios ao exercício de nossa profissão. Dois últimos homicídios brutais contra membros de nossa honrada classe, sob o olhar leniente e ineficaz do Estado!

A advocacia não tolerará essa verdadeira caçada aos nossos colegas, sem que haja uma resposta efetiva do Governo contra essa perseguição à classe.

É hora de agir.

As manifestações escritas são importantes, mas o que precisamos agora é de ação estatal voltada ao combate certeiro dessa escalada de crimes contra os que defendem as liberdades e o Estado Democrático de Direito.

A OAB-CE, neste contexto, não pode se limitar a tímidas notas de pesar, sem atacarmos o núcleo do problema: insegurança pública e falta de combate a esta nova modalidade de violência contra a classe.

É hora de trazermos ao cenário o Conselho Federal, as entidades advocatícias nacionais e internacionais e denunciarmos o que está acontecendo em nosso Estado do Ceará.

Os advogados e advogadas cearenses estão estarrecidos com a audácia da criminalidade em exterminar colegas de profissão, sem que haja uma enérgica providência governamental. Cobraremos, em todas as instâncias, a adoção eficaz de medidas por parte dos senhores !

Fábio Timbó, secretário-geral adjunto e corregedor da OAB-CE

OAB do Ceará promove audiência pública sobre precarização do atendimento pediátrico

A Comissão de Saúde da OAB do Ceará vai realizar, a partir das 9 horas desta sexta-feira, uma audiência pública sobre o tema “Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente: A Precarização do Atendimento Pediátrico na Atenção Primária, Secundária e Terciária no Município de Fortaleza”. A atual situação de saúde pública do Estado e Município serão objetos de avaliação.

De acordo com a Comissão de Saúde de Ordem, o quadro, na área, é de desabastecimento das unidades básicas de saúde, além da falta de profissionais médicos locados nessas unidades. Outro fator que será debatido é a falta de profissionais nos hospitais secundários “Gonzaguinhas” e “Frotinhas”.

“A situação é crítica também em outros hospitais, como no Hospital Nossa Senhora da Conceição, que está fechando o serviço de pediatria. Além disso, ocorre a superlotação de hospitais terciários como no Hospital Infantil Albert Sabin, fazendo com que este perca o seu perfil de oferta de leitos para pacientes com doenças de alta complexidade”, diz o presidente dessa comissão, Ricardo Madeiro.

Ele adianta, por exemplo, que o Hospital Infantil Albert Sabin está com 40 pacientes acomodados em corredores, sendo muitos deles com perfil de baixa complexidade, ou seja, que deveriam estar sendo tratados nos Gonzaguinhas e Frotinhas. Além disso, o hospital tem a presença de cinco pacientes acomodados na observação em respiração mecânica, onde deveriam estar acomodados em UTIs.

A Ordem dos Advogados do Ceará convocou os órgãos responsáveis pela saúde do Estado e Município, Ministério Público, entidades da classe de saúde, Conselho Municipal e Estadual e Saúde, entre outros.

SERVIÇO

*OAB do Ceará – Rua: Lívio Barreto, nº 668.

OAB do Ceará lança cartrilha LGBTI+

A Comissão da Diversidade Sexual e Gênero da OAB do Ceará vai lançar, às 14 horas desta quinta-feira, no Teatro do Cuca Mondubim, a Cartilha LGBTI+, que contêm os direitos e as lutas da população LGBTI+. O dia do lançamento faz alusão ao Orgulho de Ser, celebrado neste dia 28 de junho.

No evento, além do lançamento, haverá reflexão sobre os direitos e as conquistas desse segmento, desde a declaração universal dos direitos humanos até os dias atuais.

A OAB-CE é parceira do evento junto com a Coordenadoria de Políticas Públicas Para Juventude da Prefeitura de Fortaleza, Coordenadoria Estadual de Políticas Públicas Para LGBT e Coletivo lgbtqueens.

(Foto – Ilustrativa)