Blog do Eliomar

Categorias para Páscoa

Em mensagem de Páscoa, Papa cita drama das guerras e ataque a Alepo

Em sua tradicional mensagem de Páscoa, neste domingo (16), o papa Francisco lembrou dos desafios que atingem atualmente o mundo, como as guerras, a imigração e o desemprego.

Francisco fez um apelo especial pelo Oriente Médio, pedindo “que nestes tempos, o Senhor sustente de modo particular os esforços dos que trabalham ativamente para levar alívio e consolo à população civil de Síria, vítima de uma guerra que não para de semear horror e morte”.

O Papa lamentou o último ataque feito à cidade de Alepo, no qual dezenas de civis morreram. Francisco enfatizou a esperança que a ressurreição de Jesus traz e pediu aos representantes das nações que tenham coragem para evitar a propagação de conflitos e acabar com o tráfico de armas.

Da Praça São Pedro, na cidade do Vaticano, o papa também abençoou “os esforços de quem, especialmente na América Latina, se compromete a favor do bem comum das sociedades, tantas vezes marcadas por tensões políticas e sociais, que em alguns casos são sufocadas com a violência”.

Francisco pediu que a Ucrânia, “ainda vítima de um sangrento conflito volte a encontrar a concórdia e acompanhe as iniciativas promovidas para aliviar os dramas dos quem sofrem com as consequências”.

Para a Europa, o papa pediu esperança para “os que atravessam momentos de dificuldade, especialmente por causa da grande falta de trabalho, sobretudo para os jovens”.

Também assegurou que Jesus ressuscitado ajudou os quem sofrem com a exploração, os que sofrem com a violência entre os muros de casa e “se faz companheiro de caminho dos que são obrigados a deixar a própria terra”.

O pontífice argentino explicou que “o Pastor Ressuscitado vai buscar quem está perdido nos labirintos da solidão e da marginalização” e alertou sobre a violência machista e os abusos ao falar dos quem “têm o coração ferido pelas violências dentro dos muros de sua própria casa”.

Após a mensagem e a missa de Páscoa, o Papa Francisco proferiu a benção Urbi et Orbi (à cidade e ao mundo) e encerrou os rituais da Semana Santa.

(Agência Brasil)

Semana Santa – Grupo Sagrada Família promove Via-Sacra no Bairro Ellery

O Grupo Sagrada Família, da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, do Bairro Ellery, vai realizar nesta sexta-feira, a partir das 7 horas, sua tradicional Via-Sacra. No elenco, 60 crianças e adolescentes que de dividem entre personagens e figurantes. A saída é da própria igreja.

Os ensaios foram realizados na sede da Associação do Bairro Ellery e a organização, produção das vestimentas e logística do cenário foram feitos com a ajuda da comunidade e com patrocínio do Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza.

O Grupo Sagrada Família atua há 10 anos no Ellery, promovendo arte e educação junto às crianças e adolescentes. Além da Paixão de Cristo, também fazem parte do seu calendário de eventos o Pastoril e o São João.

SERVIÇO

*Igreja de Nossa Senhora de Lourdes – Rua Dr. Atualpa, 473.

*Mais Informações – Ívina Carla Nascimento (85) 99601-9428 e
Wescley Sacramento – (85) 98755-4463/ 3281.5793.

(Foto – Divulgação)

Procon Fortaleza divulga nova pesquisa sobre produtos da Semana Santa. O pão de coco dispara

Saiu nesta terça-feira mais uma pesquisa feita pelo Procon Fortaleza. Desta vez com preços de 57 produtos típicos da Semana Santa, entre peixes, vinhos e pães de coco. O levantamento foi realizado nos dias 3, 4 e 11 deste mês em supermercados e mercados públicos de Fortaleza, contemplando todas as regionais e o Centro. Na lista, estão peixes comuns para o período como o bacalhau, serra e sirigado e ainda vários tipos de camarão.
A maior variação foi encontrada no preço do quilo pão de coco, que pode sair até 198,07% mais caro. Em seguida, os vinhos aparecem com as maiores diferenças entre os locais pesquisados. Entre os peixes, o filé de pescada amarelo foi encontrado por até 86,42% de diferença entre o estabelecimento mais caro e o mais barato.
A maior diferença foi encontrada no preço do quilo do pão de coco, indo de R$ 5,70 a R$ 16,99, o que confere 198,07% de variação. O vinho (750ml), muito comum neste período de Semana Santa, pode sair  por até 150,40% de diferença entre os locais pesquisados, sendo encontrado de R$ 9,98 a R$ 24,99. No caso do vinho, o consumidor compraria quase três garrafas, se optar pela compra no supermercado mais barato.
A pesquisa do Procon Fortaleza leva em consideração as mesmas marcas e a quantidade exata no peso do produto, o que proporciona a análise confiável e precisa da tabela de preços.
Entre os peixes, as maiores variações ocorreram nos preços do quilo do filé de pescada amarelo, que pode ser encontrado de R$ 29,98 a R$ 55,89, ou seja, 86,42% de diferença; e ainda no quilo do filé de panga, que pode custar de R$ 13,90 a R$ 24,50, uma variação de 76,26%.
Para a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, a pesquisa possibilita ao consumidor uma forma de economizar na hora de fazer as compras de produtos da Semana Santa. A diretora alerta para alguns cuidados e direitos. “O consumidor deve pesquisar e exigir o cumprimento da oferta anunciada em encartes publicitários. Caso encontre divergência no preço do produto ofertado com o valor apresentado no caixa, é direito do consumidor pagar sempre o menor preço”, orientou.
Ovos de Páscoa
O Procon Fortaleza divulgou, no dia 29 de março, a pesquisa com preços dos ovos de chocolate nos supermercados da Capital. A diferença no preço no ovo de chocolate da mesma marca e com o mesmo peso chegou a 107,44% entre o estabelecimento mais caro e o mais barato.
SERVIÇO
*Consulte todos os preços aqui: https://goo.gl/w6UKu1
*Confira a pesquisa dos ovos de páscoa: https://goo.gl/DFc5Bl

Semana Santa – Comércio espera pelo menos 3% de incremento nas vendas

Um incremento de 3% nas vendas durante a Semana Santa. Eis a projeção feita pelo presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), o cearense Honório Pinheiro. Ele diz que isso ainda é para ser feliz, dentro de um cenário onde as crises da política continuam gerando certos rebuliços na área econômica.

Entre os setores que poderão ter melhores ganhos está o de supermercados. Nesses estabelecimentos, ovo de pascoa, vinhos, queijos, pães e pescado já estão ocupando espaços nas gôndolas.

Tudo na expectativa de que na Semana Santa não ressuscite só o Cristo, mas o comércio também.

Ovos de Páscoa – Procon Fortaleza divulga pesquisa de preços nos supermercados

O Procon alerta que sejam observadas a data de validade e as embalagens sem amassos ou furos e produtos lacrados. Já os ovos de chocolate acompanhados de brinquedos infantis, devem conter indicação de idade para uso e a certificação dos selos de qualidade.

O Procon Fortaleza divulga nesta quarta-feira (29/3), a pesquisa com preços dos ovos de chocolate nos supermercados da Capital. A diferença no preço no ovo de chocolate da mesma marca e com o mesmo peso pode chegar a 107,44% entre o estabelecimento mais caro e o mais barato. Na pesquisa, o Procon trouxe uma novidade: ingredientes para fabricação caseira dos ovos de páscoa. O levantamento foi realizado no dia 24 de março em 10 supermercados. À pedido do Procon, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) iniciou, ontem (28/3), a fiscalização nos estabelecimentos que comercializam produtos temáticos da páscoa, como ovos de chocolate, vinhos e peixes.

A pesquisa está dividida em ovos de chocolate convencionais e infantis, de três grandes marcas nacionais (Nestlé, Garoto e Lacta). Os produtos podem variar de preços devido a fatores como peso, marca, público alvo e especificações diversas. Os preços foram coletados, presencialmente, nas gôndolas dos estabelecimentos.

Os chocolates convencionais (voltados ao público adulto) apresentaram as maiores variações. O ovo de chocolate de 375g (Garoto), pode variar 107,44%, indo de R$ 33,59 a R$ 69,68 entre os supermercados visitados. Os ovos de chocolates infantis são os itens que aparecem em segundo lugar com maiores variações. Dois produtos, de 170g (Lacta) apresentaram variação igual, sendo encontrados de R$ 24,29 a R$ 46,99, uma diferença que chega a 93,45%.

SERVIÇO

*Confira a pesquisa completa aqui.

Páscoa – Fiscalização de produtos da época encontra irregularidades em 16% da amostra

Fiscalização feita hoje (28) pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) mostrou que 16% de produtos característicos da Páscoa, como chocolates, colombas e ovos de chocolate, estavam irregulares.

O problema mais frequente foi a discordância entre o peso do produto e a informação da embalagem. O percentual indica um leve acréscimo de um ponto percentual em relação ao ano passado, quando 15% dos produtos apresentaram falhas.

Foram fiscalizadas em todo o estado supermercados e lojas especializadas – de pequeno, médio e grande porte. Os números detalhados da operação serão divulgados amanhã (29) pelo órgão estadual.

Ovo de Páscoa – Preços estão 3,4% em média mais caros

Os preços dos ovos de Páscoa estão, em média, 3,4% mais caros neste ano, na comparação com 2016, de acordo com pesquisa divulgada nessa quinta-feira (2), pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

No grupo de chocolates, subiram ainda em relação à Páscoa do ano passado bombons em caixa (400 gramas), a maior alta, de 4,4%; chocolates em geral (barra e tabletes), 4,1%; bombons bola, 3,7%; ovos de Páscoa até 150 gramas, 3,7%; ovos de Páscoa de mais de 150 gramas até 500 gramas, 2,8%; e ovos de Páscoa acima de 500 gramas, 2%.

O bacalhau foi o item que apresentou menor variação (1,5%), seguido dos importados em geral que registraram 2,2%, favorecidos pelo câmbio, colomba pascal (2,5%), peixes em geral (2,6%), refrigerante (3,1%), vinho importado (3,2%), azeite (3,2%), vinho nacional (3,3%) e cerveja (3,7%).

(Com Agências)

Turquia alerta para ataques contra cristãos e judeus na Páscoa

13 1

A polícia turca alertou nesse sábado (26) para eventuais ataques do Estado Islâmico contra cristãos e judeus durante o fim de Semana Santa, de acordo com a agência noticiosa estatal.

As autoridades policiais lançaram um alerta para chamar a atenção para a eventualidade de serem realizados ataques contra igrejas e sinagogas neste domingo de Páscoa.

No último sábado (19), houve um atentado que matou três israelenses e um iraniano num centro comercial muito movimentado de Istambul e que as autoridades turcas acreditam ser sido cometido por um jihadista ligado ao Estado Islâmico.

O Estado Islâmico foi acusado de ter perpetrado quatro dos seis atentados que ocorreram na Turquia nos últimos oito meses, incluindo um duplo ataque suicida numa manifestação pacífica em Ancara, em outubro, quando houve 103 mortos.

(Agência Brasil)

Coelhinho da Páscoa é engolido pelo Dragão da Inflação

ovovo

Eis ai como está a situação de lojas e supermercados que estão vendendo ovo de Páscoa: estoque com gosto de encalhe.  Sabe porquê? O preço é amargo para o bolso dos consumidores, principalmente depois que houve aumento da alíquota do chocolate.

A Boa Vista SCPC Consultoria fez uma pesquisa e concluiu que o brasileiro vai gastar pouco neste período santo. No Brasil, a média será de R$ 86,00. Já no Nordeste, isso deve girar em torno dos R$ 76,00.

(Foto – Ana Aranha)

Inmetro inicia nesta segunda-feira operação especial para fiscalizar ovos de chocolate com brinquedos

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, inicia nesta segunda-feira (7) a Operação Especial Páscoa, que fiscalizará pontos de venda de ovos de chocolate que contenham brinquedos. O Inmetro verificará se os brinquedos oferecidos como brinde têm o selo de identificação de conformidade, que atesta que o produto foi certificado. A ação ocorrerá em todos os estados.

A operação vai até sexta-feira (11). Segundo o instituto, o objetivo é coibir a venda de itens irregulares. O consumidor também pode fazer a verificação ao comprar. Segundo o Inmetro, os chocolates com brinquedo certificados devem trazer a seguinte frase na embalagem: “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade”.

Os estabelecimentos em que forem encontradas irregularidades terão até dez dias para se defender. Depois, estarão sujeitos às penalidades previstas em lei, com possibilidade de multas que variam de R$ 100 a R$ 1,5 milhão. Os consumidores que quiserem apresentar denúncias podem ligar para 0800 285 1818, ou enviar mensagem para o e-mail ouvidoria@inmetro.gov.br.

(Agência Brasil)

Páscoa e a condição que todos temos de renascer a cada dia

Com o título “Morrer e renascer, dia após dia”, eis um artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Saindo excepcionalmente nesta terça-feira por problema técnico no último fim de semana. Demétrio nos leva a refletir sobre o significado da Páscoa.

Desde o último domingo, as religiões cristãs celebram a Páscoa. O sofrimento de Jesus Cristo – paixão e morte – são superados pela ressurreição no terceiro dia. Não pode haver maior prova de amor que dar seu próprio filho ao mundo e vê-lo morrer após uma sessão de torturas inomináveis. O renascimento significa uma aposta, uma esperança de sempre superarmos o que há de pior. A mensagem que fica é a de uma alegria imensa que supera toda iniquidade e a mais infinita tristeza.

Claro, não são todos que acreditam na tese do retorno da morte. Porque, inclusive, não há como prová-la. Até porque a matéria-prima de qualquer religião é a fé, não a razão. Quem crê não precisa de provas, como bem ensina Jesus a Tomé. O “ver para crer”, a exatidão, a empiria são exigências da ciência. Justamente por esta abordagem, a religião oferece respostas para coisas que a ciência não explica.

Mas não é sobre este mérito o tema deste artigo. O objetivo é mais simplório, qual seja, resgatar uma lição que a Páscoa nos oferece gratuitamente e que, por vezes, não percebemos: a de confiarmos sempre na nossa capacidade de ressurgir, dia após dia. Você já parou para pensar sobre quantas vezes venceu a morte? E não falo somente de situações – doenças graves, acidentes, violências – onde sua vida estava em xeque.
Lembro bem quando, ao final do meu primeiro casamento, um amigo psicólogo me acudiu e me esclareceu que eu estava “vivendo um luto”. Só então percebi uma parte de minha vida havia morrido. A partir daí, é possível fazer leituras simbólicas de diversas mortes e ressurreições vividas por quaisquer seres humanos.

A palavra “Páscoa” significa “passagem”. Passamos pela morte de nossa infância e depois de nossa juventude, participamos do fim de relacionamentos – porque de amor também se morre, já diziam os trovadores portugueses –, superamos períodos cansativos em uma atividade profissional, sepultamos amizades, talentos, desejos e sonhos.
Não fique nostálgico. Há mortes absolutamente maravilhosas. De nossos medos e anseios. De nossas ignorâncias e incertezas. De nossas pretensas incapacidades. Nos livramos de pessoas ruins, más influências, falsidades e fantasias sem sentido. Aniquilamos mentiras, tristezas, superamos dificuldades, exterminamos barreiras e vícios.

Talvez você ainda não houvesse reparado, mas partilhamos inúmeras ressurreições. Renascemos após derrotas avassaladoras. Chegamos à superfície após batermos no fundo do poço. Guardamos uma enorme vontade de nos reinventarmos, intrínseca a todos os seres humanos. Por isso, lutamos cotidianamente por um novo dia que há de nascer.
Desejo, então, que você consiga compreender a essência da Páscoa, independentemente de sua crença – ou não crença –, como um momento de refletir sobre tantas e tantas “passagens” nas quais você foi testado, magoado, sentiu-se morto e renovou a fé na sua vida. Que você se sinta feliz e comemore a enorme graça de repartir seus erros e acertos, renascendo com a paz de se notar melhor e mais forte.

* Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo.

Vendas na Páscoa têm pior resultado desde 2007, diz Serasa Experian

Não houve crescimento nas vendas durante a semana da Páscoa, do dia 30 de março ao dia 5 deste mês, informou nesta segunda-feira (6) a Serasa Experian. No ano passado, a semana da Páscoa foi de 14 a 20 de abril.

O índice mediu o movimento dos consumidores em 16 mil empresas comerciais de todo o Brasil, e os resultados mostraram movimentação equivalente à do ano anterior, sem registro de aumento.

Segundo o economista Luiz Rabi, da Serasa Experian, o movimento concentrou-se foi no fim de semana, de sexta-feira (3) a domingo (5). “Até quinta-feira, [o indicador] estava negativo [em relação a 2014]. Então, as compras de última hora fizeram o indicador fechar no 0 a 0”, explicou.

Houve crescimento de 3,2% nos últimos três dias, o que anulou a queda acumulada nos quatro primeiros dias da semana. As vendas de última hora impediram que o indicador registrasse um percentual negativo.

O resultado de vendas no país este ano foi o pior desde 2007, quando começou a pesquisa. Rabi afirmou que o resultado é ruim para a economia como um todo, porque o varejo é um segmento que normalmente cresce, mesmo na recessão, por causa do próprio crescimento populacional.

(Agência Brasil)

Semana Santa – Arquidiocese divulga programação

foto arquidiocese seminaristas

A Arquidiocese de Fortaleza divulgou o calendário dos atos litúrgicos da Semana Santa na Catedral Metropolitana. As celebrações terão início a partir da quinta-feira (2) e seguirá até o domingo (5). Nesta terça-feira (31) e quarta-feira (1º), o arcebispo Dom José Antonio reserva as manhãs para ministrar Catequese aos seminaristas das turmas do Propedêutico, primeiro ano de Filosofia e Teologia, um grupo 46 aspirantes ao sacerdócio.

Confira o calendário dos atos litúrgicos:

Dia 2 de abril – Quinta-feira

Às 8h, Missa da Unidade (Santos Óleos) presidida por Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza e concelebrada por todo o clero.

Às 18h30min, Missa da Ceia do Senhor (Lava-pés), presidida por Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza.

Dia 3 de abril – Sexta-feira

Às 9h, Celebração das Horas com Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza.

Às 15h, Celebração da Paixão e Morte do Senhor, seguida de procissão do Senhor Morto com Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza.

Dia 4 de abril – Sábado

Às 9h, Celebração das Horas com Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza.

Às 20h, Solene Vigília Pascal.

Dia 5 de abril – Domingo da Ressurreição

Missas às 10h e 12h.

Às 18h30min, Missa Solene da Ressurreição, presidida por Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza, seguido de procissão do Senhor Ressuscitado.

Galeria BenficArte expõe período da Quaresma

foto quadro shopping benfica

A Galeria BenficArte, do Shopping Benfica, expõe, até o dia 5 de abril, obras que retratam o período da Quaresma. A mostra, de visitação gratuita, apresenta sete telas, nas técnicas acrílica sobre tela, acrílica sobre madeira e óleo sobre tela.

Participam da exposição os artistas Adelson do Prado, JJ Nascimento, Vizcilio LR, Mateus, José Mesquita, Efoentes, J. Almeida e Francisco Céa.

Na mostra, é possível conhecer sobre a história da Quaresma, da Igreja Católica e da Igreja Anglicana.