Blog do Eliomar

Categorias para Política

Ivens Dias Branco – Câmara Municipal de Fortaleza decreta luto oficial

Em nota enviada à imprensa, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), decretou luto oficial pela morte do empresário Ivens Dias Branco, ocorrida nesta sexta-feira (24). Confira:

A Câmara Municipal de Fortaleza, em luto oficial, rende homenagem ao empresário e Cidadão Honorário de Fortaleza Ivens Dias Branco. Homem de inúmeros méritos, tirocínio ímpar e simplicidade incomum, Sr. Ivens conquistou não só o sucesso empresarial, mas também a admiração dos fortalezenses. Aos familiares e colaboradores do Grupo M Dias Branco nossas sinceras condolências.

Serra lamenta decisão de britânicos de deixarem a União Europeia

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, lamentou nesta sexta-feira (24) a saída do Reino Unido da União Europeia. Para ele, o ideal era uma “União Europeia fortalecida, arrumada”. O ministro atribuiu a decisão dos britânicos a um sentimento nacionalista com base no argumento, que, para ele, não é sólido, de que a criação de restrições à imigração é um mecanismo de proteção do emprego dos ingleses.

“Lamentamos que isso tenha acontecido. […] Muitas análises feitas nos últimos meses mostraram que, para a Inglaterra, não seria bom negócio sair da União Europeia”, disse o ministro lembrando que, mesmo com as análises, a maioria dos cidadãos, votou pela saída, “inclusive, invocando-se um argumento que não é tão sólido, que é a questão das imigrações”.

Em nota oficial, o ministério das Relações Exteriores adotou um tom menos opinativo e falou em “respeito ao resultado” do referendo. A pasta acrescentou que confia na continuidade da integração europeia, apesar da saída do Reino Unido do bloco.

(Agência Brasil)

Defesa diz que pedido de prisão de Cunha é ‘aventura jurídica’

eduardo-cunha_1491947

A defesa do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta sexta-feira (24) que o pedido de prisão de seu cliente, feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), é uma “aventura jurídica”.

Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), a defesa argumenta que o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, é baseado em “elementos banais”, como notícias de jornais, que não comprovam nenhum ilícito. “Fica evidente que o requerimento da Procuradoria-Geral da República é verdadeira aventura jurídica. A falta de percepção de funcionamento do Estado revelada em seus fundamentos é chocante”, dizem os advogados.

A manifestação cumpre determinação do relator do pedido no STF, ministro Teori Zavascki. No dia 14 de junho, Teori deu prazo de cinco dias para que a defesa do presidente afastado se manifestasse sobre o pedido de prisão. A medida foi tomada após o vazamento do pedido para a imprensa.

Para justificar o pedido de prisão, Janot disse que Cunha continua usando “seu mandato e poder político” em benefício próprio. Para o procurador-geral, Cunha também age para tentar influenciar na indicação de integrantes do governo do presidente interino, Michel Temer.

Além da prisão, Janot pediu ao ministro Teori Zavascki que Cunha seja proibido de frequentar a Câmara, e obrigado a cumprir recolhimento domiciliar durante o período de funcionamento das atividades da Casa, além de ser impedido de manter contato com outros parlamentares e investigados na Operação Lava Jato.

Não há data para julgamento do pedido de prisão de Cunha pelo STF.

(Agência Brasil)

Prefeito vai entregar “papel da casa” neste sábado

 

rcccc

A partir das 9 horas deste sábado, no Cuca da Barra do Ceará, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai estar entregando 700 termos de Concessão Real de Direito de Uso (CDRU), mais conhecidos como “papel da casa”.

Em seguida, às 11 horas, o prefeito participará, no Conjunto Residencial Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, do loteamento das unidades entre os beneficiados no primeiro sorteio do programa “Minha Casa, Minha Vida (MCMV)”, realizado em dezembro de 2015.

No primeiro evento, 700 famílias oriundas de cinco conjuntos habitacionais construídos em regime de mutirão ou pela Prefeitura receberão os documentos das suas casas. Estes beneficiários devem retirar senhas de atendimento nos guichês instalados pela Habitafor no pátio do Cuca e seguir para o ginásio, onde ocorrerá a solenidade.

Já no Alameda das Palmeiras, 2.032 beneficiários do MCMV com dossiês aprovados pelo Banco do Brasil conhecerão os apartamentos onde vão morar em breve.

PR de Maracanaú vai de chapa própria

roberto-e-firmo

Roberto Pessoa é o secretário de Relações Institucionais de Firmo.

O prefeito Firmo Camurça (PR), de Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza), vai disputar a reeleição com chapa própria.

Ele anuncia que o seu vice será o presidente de honra do PR e ex-prefeito desse município, Roberto Pessoa.

Firmo não deu muitos detalhes e ficou nos elogios a Pessoa, mas o objetivo do PR é fechar o cerco contra possíveis reações dos opositores que devem entrar na briga com a chapa do deputado estadual Júlio Cesar (PSD).

(Foto – Divulgação)

CCJ já conta prazo de cinco dias para decidir sobre recurso de Cunha

“O recurso apresentado pela defesa do presidente afastado da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na noite de ontem (23) já foi numerado pela Mesa Diretora da Casa. O documento voltou para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que tem, a partir da próxima segunda-feira (27), cinco dias úteis para decidir se acata ou não os argumentos do peemedebista, que pede a nulidade do parecer aprovado pelo Conselho de Ética por 11 votos contra nove a favor de sua cassação.

O processo tranca a pauta de votações da CCJ, pelo tempo que já tramita na Câmara, e ainda não tem relator definido no colegiado. A expectativa é que o presidente da comissão, Osmar Serraglio (PMDB-PR), anuncie um nome na segunda-feira (27), que será responsável por entregar o parecer até o dia 1º de junho. Como todo o processo foi permeado por disputas e impasses é provável que haja um pedido de vistas, o que, pelo Regimento Interno da Casa, arrastaria por mais dois dias úteis a votação.

Caso sejam acatados um ou mais pontos apresentados pela defesa, abre-se um novo impasse: integrantes da CCJ questionam se, com o mesmo status do Conselho de Ética, poderiam anular partes ou toda a tramitação no conselho. Assim, surgiram inclusive propostas para que a decisão da comissão seja submetida à palavra final da Mesa Diretora da Câmara.

Se o recurso for negado, o pedido de cassação será enviado para o plenário da Câmara. Assim como na CCJ, o assunto assume o topo da pauta e tranca a possibilidade de deliberação sobre qualquer outra matéria até que o futuro de Cunha seja definido. Em plenário, a cassação depende do voto aberto de 257 deputados.”

(Agência Brasil)

Lava Jato – Delator é condenado a oito anos e dois meses de prisão

“O juiz federal Sérgio Moro condenou hoje (24) o empresário Ricardo Pessoa, um dos delatores da Operação Lava Jato, a oito anos e dois meses de prisão pelos crimes de corrupção e de pertinência à organização criminosa. Apesar da condenação, Pessoa não cumprirá a pena em função dos benefícios do acordo. Ele já cumpre prisão domiciliar.

Na denúncia, a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) relatou que a empreiteira UTC, chefiada por Ricardo Pessoa, participava de um cartel em empresas que fraudavam licitações e que pagou cerca de R$ 38 milhões a ex-diretores em contratos obtidos com a estatal. Na sentença, Moro destacou a colaboração de Pessoa nas investigações da Lava Jato.

“A efetividade da colaboração de Ricardo Ribeiro Pessoa não se discute. Prestou informações e forneceu provas relevantíssimas para a Justiça Criminal de um grande esquema criminoso. Relativamente aos dirigentes de empreiteiras que prestaram colaboração, provavelmente veio dele, até o momento, o maior volume de informações. Embora parte significativa de suas declarações demande ainda corroboração, já houve confirmação pelo menos parcial do declarado”, acrescentou Sérgio Moro.”

(Agência Brasil)

Ministro do STF nega pedido para retirar sigilo de inquérito sobre Renan

Fachin2

“O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou hoje (24) pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para retirar o sigilo do inquérito no qual o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), é acusado do crime de peculato.

Na decisão, que está em segredo de Justiça, o ministro entendeu que a investigação envolve informações sobre questões familiares, que devem ser protegidas, conforme determina a legislação.

De acordo com o inquérito, Calheiros teria supostamente usado o lobista de uma empreiteira para pagar pensão à filha que teve fora do casamento. Na ação, o presidente do Senado é acusado também de ter adulterado documentos para justificar os pagamentos. O caso veio à tona em 2007 e, desde 2013, está no Supremo.

Pressa

No início de fevereiro, Fachin liberou o inquérito para julgamento, mas a defesa de Calheiros entrou com recurso alegando falha processual na tramitação do processo. Diante do questionamento, o ministro decidiu remeter a petição para manifestação da PGR.

Na ocasião, Renan negou que tenha utilizado dinheiro público para pagamento de pensão à filha e afirmou que tem pressa em resolver a questão. “Eu, mais que qualquer um, tenho total interesse que essas coisas se esclareçam. Isso não envolve dinheiro público. Foi um excesso claro, mas é uma questão pessoal que tem de ser preservada”, disse, acrescentando “que não há nenhum fato novo, que todas as explicações já foram dadas e que o caso foi exaustivamente discutido”.

(Agência Brasil)

Brexit – Temer convoca Meirelles para falar sobre impactos no Brasil

“O presidente interino Michel Temer escalou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para, com a ajuda do embaixador britânico no Brasil, Alexander Ellis, avaliar os efeitos que a desvinculação do Reino Unido da União Europeia pode causar ao Brasil. O encontro está marcado para hoje (24) às 17h30min.

Temer, no entanto diz que o plebiscito feito nesta quinta-feira (23) no Reino Unido é um assunto interno e que, portanto, não cabe ao governo brasileiro opinar sobre o assunto. Na reunião, eles devem discutir assuntos além da saída do Reino Unido da União Europeia.

“O Reino Unido decidiu por uma consulta popular. Portanto, decisão política nós não vamos discutir. Precisamos verificar quais são as repercussões econômicas que possam atingir o Brasil. Meirelles vai se encontrar com o representante do governo britânico, com quem vai discutir essas questões”, disse o presidente interino em entrevista à Rádio Estadão.”

(Agência Brasil)

Cearense é vice na CPI do DPVAT

odorico-1

O deputado federal Odorico Monteiro (Pros) foi escolhido como vice-presidente da CPI do DPVAT (Seguro Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) . Já a deputada federal Gorete Pereira (PR) ocupa a terceira vice-presidência dessa comissão.

O presidente da comissão, deputado Marcus Vicente (PP-ES), já marcou para a próxima segunda-feira a apresentação do roteiro de trabalho do colegiado, que será relatado pelo deputado Wellington Roberto (PR-PB)

Por falar em DPVAT, esse seguro virou, neste País, uma caixa de marimbondos.

Servidores do Consulado do Brasil em Miami protestam contra redução de salário

“Os servidores do consulado-geral do Brasil em Miami enviaram carta aberta ao secretário-geral do Itamaraty, Marcos Galvão, para protestar contra a redução de 40% do 13º salário e do adicional de férias de servidores da pasta lotados no exterior.

“A informação agrava o complexo quadro de crescente insegurança experimentado atualmente pelos servidores lotados no exterior, que já sofrem com os atrasos constantes da parcela para aluguel dos imóveis residenciais no exterior, a RF. 3″, diz a circular.

Os funcionários se queixam da redução “abrupta e significativa” de verbas e do atraso constante de reembolso de alugueis.

“No caso de Miami, que não é isolado em relação a outros postos, o valor do aluguel pode ser superior a 80% do salário do servidor. A questão, portanto, é simples: a conta não fecha; não há orçamento familiar que resista; não há planejamento possível”, diz o texto.

A carta afirma, ainda, que a penúria financeira se reflete nos serviços prestados pelos funcionários lotados em postos do Brasil no exterior. “É forçoso reconhecer que é impossível manter a produtividade diante de tamanha insegurança.”

Depois de expor os transtornos que a situação financeira causa na vida pessoal dos servidores e de suas famílias, o consulado expõe risco de elitização das carreiras diplomáticas — uma vez que só ricos poderiam arcar com custos de manter uma família no exterior sem depender de salários.

“Não podemos nem queremos, não apenas como servidores públicos, mas como servidores públicos do Ministério das Relações Exteriores, do Itamaraty, continuar a ter que discutir a nossa subsistência pessoal, que, não por acaso, relaciona-se com a existência institucional do Ministério. É humilhante. É ultrajante. É degradante”, conclui o texto.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Juiz que mandou prender Bernardo é aluno de Janaína Paschoal

jUIZ-paulo-bueno-azevedo-juiz-federal

“O Brasil conheceu na manhã desta quinta, 23, o “peso da caneta” do jovem e qualificado juiz federal Paulo Bueno de Azevedo (37), responsável pela condução do processo que deu origem a Operação “Custo Brasil” que prendeu mais de uma dezena de “figurões” da política brasileira, envolvidos em “falcatruas” no setor público.

Saiba quem é Paulo Bueno de Azevedo:

“Paulo Bueno de Azevedo tem 37 anos e ingressou na magistratura em 2009, depois de atuar seis anos como procurador federal na Advocacia-Geral da União. Entrou em dezembro de 2014 na 6ª Vara Criminal Federal, um dos três juízos de São Paulo especializados em lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional. Outrora liderada pelo juiz Fausto de Sanctis, a vara concentra hoje cerca de 450 processos. Até dezembro, Azevedo vai acumular ainda atividade na 3ª Vara Criminal Federal.

Formado em Direito no ano 2000, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, tem especialização em Direito Tributário e abordou a culpabilidade no crime de evasão fiscal no seu mestrado, também pela Mackenzie. Hoje faz doutorado na USP e é orientado pela professora Janaína Conceição Paschoal, que o classifica como um estudante “aplicado, muito sério, comprometido, atento a questões técnicas e sensível a perspectivas literárias”.

Conheça o pensamento do Juiz Paulo Bueno de Azevedo:

“O combate à impunidade deve ser encarado como “pretensão moral ou social, e nunca como uma obrigação jurídica do Estado-Juiz, encarnado pelo Poder Judiciário”.

“O juiz “não pode decidir temendo a crítica da mídia ou de doutrinadores autodenominados progressistas”, pois a fundamentação é a melhor defesa contra ataques à decisão judicial.”

(Site Cristal Vox)

E por falar em liberdade, liberdade…

Com o título “Condenado à liberdade”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. “Liberdade livre é condição de felicidade. Mas a atitude de ser livre exige coragem”, eis um trecho do artigo que fala desse tema por demais complexo. Confira:

“O homem está condenado a ser livre”. A frase de Jean Paul Sartre me incomoda desde a primeira vez que a li. Virou meio que um mantra em minha cabeça juvenil desde então. Com o passar dos anos, ela foi sendo melhor compreendida e digerida em sua verdade, ao me confrontar com a complexidade dos problemas que a vida vai oferecendo, meio a conta-gotas ou em doses cavalares.

A beleza única da liberdade é por vezes retratada, de forma brilhante, em verso e prosa. Objeto de lutas renhidas em períodos históricos marcantes e em sociedades diversas, causa da morte de mártires e ponto de mutação na trajetória de tantos. Porém, a liberdade desejada guarda em si um ponto cego para quem não consegue distingui-la com clareza: a cobrança constante de decisões por parte do indivíduo.

Não tenho dúvidas que é melhor encarar o tormento das escolhas em liberdade. Mas a profusão de opções sobrepostas no nosso cotidiano vai aos poucos expondo uma agonia dilacerante vivida, de forma amplificada, pelo homem contemporâneo. O autêntico indivíduo não permite que outros escolham por ele. A cada escolha, você formata corpo e mente, constrói caráter e personalidade. Não é uma mera tarefa passageira: trata-se de um projeto para toda uma vida.

Posso estar errado, mas enxergo hoje, cada vez mais, pessoas incapazes de tomar decisões. Isso sem entrar no mérito se elas são melhores ou piores. A plena consciência do livre-arbítrio pressupõe a percepção de fatores auxiliares por vezes incômodos: a existência do outro, padrões de convivência ética, a necessidade da política como base do relacionamento com o coletivo.

Tais responsabilidades são densas e por demais penosas para muitos. Por este prisma, dá pra compreender o desespero de alguns em procurar soluções prontas em algumas igrejas, terapias, ideologias, coaching e livros de autoajuda. Mas não há pior serventia para a liberdade do que utilizá-la para aproximar-se da multidão. Pessoas são diferentes. Problemas individuais podem até encontrar soluções em receitas pré-concebidas. Mas acredito que o sentido deveria ser inverso, qual seja, chafurdar nossa essência, aprofundar o conhecimento sobre si mesmo.

Filósofos cristãos, como Kierkgaard, admitem que a busca por nós mesmos pode até contar com uma intervenção divina: “tornar-se este único, que todos podem ser, é querer aceitar a ajuda de Deus”. Ao mesmo tempo, exalta o livre-arbítrio como contribuição filosófica do pensamento cristão, posto que Deus não pode tentar contra a liberdade humana. Afinal, como pode haver fé sem riscos?

Essa inadequação para uma liberdade tão desejada explica também, em medida razoável, a nossa falta de respeito com as decisões do outro, em aceitar pontos fora da nossa curva. E nossa covardia em tentar o novo, enclausurados em emancipações de vitrine, bem como o medo do conflito para defender nossos pontos de vista. Liberdade livre é condição de felicidade. Mas a atitude de ser livre exige coragem.

*Demétrio Andrade,
Jornalista e sociólogo.

Gleisi Hoffman pode enfrentar chuvas e trovoadas

Gleisi-Hoffman-ministra_beto-barata-ae_02062011-600

“A Operação Custo Brasil, deflagrada nesta quinta-feira e que resultou na prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, não atingiu sua mulher, Gleisi Hoffmann, mas a senadora petista não escapará de responder a acusações igualmente complicadas.

Isso porque a origem da operação, a delação premiada do ex-vereador do PT Alexandre Romano, o Chambinho, atinge Gleisi em cheio.

Além do contrato da empresas Consist para operar crédito consignado do Ministério do Planejamento, que teve parte da propina destinada ao advogado eleitoral da senadora, Chambinho afirmou que outro contrato fraudulento, desta vez com os Correios, irrigou o caixa dois na campanha de Gleisi.

Segundo ele, os recursos oriundos de um contrato fraudulento entre a empresa e uma prestadora de serviços ligada a ele eram repassados a um ex-chefe de gabinete de Gleisi e Bernardo. O volume total seria de 600 mil reais.

O processo contra a senadora correrá no Supremo Tribunal Federal, onde o ritmo tem sido mais lento que na primeira instância. Mas as evidências colhidas na Custo Brasil devem acelerar a ação do Ministério Público Federal também em Brasília.

Prefeito de Quiterianópolis é afastado do cargo

“O prefeito de Quiterianópolis, José Barreto Couto, foi afastado do cargo por decisão do Juiz da 24ª Vara Federal, situada em Tauá, João Batista Martins Praga Prata.

O despacho, datado de 21 de junho de 2016, atende a uma Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa com pedido de liminar protocolada pelo Ministério Público Federal por suposta prática de atos ímprobos no que se refere a administração e aplicação de verbas do Fundeb do município de Quiterianópolis.

Em sua decisão, o Juiz Federal determinou além do afastamento do prefeito por tempo indeterminado, a indisponibilidade de bens no valor de R$ 8.825,62.

Também integram o processo, a Vice-prefeita de Quiterianópolis, Genilde Soares, a senhora Juliana Monteiro Abreu, o motorista Antonio Rodrigues de Souza e a empresa J.M. Abreu Locação de Veículos Máquinas e Equipamentos.

Acusação do MPF

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, os réus são acusados de desviarem recursos federais em favor da empresa J.M. Abreu Locação de Veículos Máquinas e Equipamentos. Servidores da empresa estariam pagos com recursos do Fundeb.

Em sua defesa, o prefeito de Quiterianópolis alegou ter havido um equívoco cometido pelo Setor de Recursos Humanos do município, não configurando ato de improbidade administrativa.

Notificação

Com o afastamento do prefeito Dr. Barreto, a vice-prefeita e o presidente da Câmara foram notificados da decisão e Genilde Soares, mesmo sendo ré no processo, assumirá a Prefeitura de Quiterianópolis.

Prefeito vai recorrer ao TRF da 5ª Região

Segundo o sistema virtual de acompanhamento de processos da Justiça Federal, o chefe de Gabinete da Prefeitura de Quiterianópolis, Epaminondas Bezerra, esteve no Fórum da 24ª Vara Federal de Tauá buscando informações para o recurso a ser apresentado contra  a decisão do juiz no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife.”

(Blog do Wilrismar Holanda)

De olho na reeleição, Camilo Santana reforçará visitas ao Interior

timthumb

O governador Camilo Santana (PT) vai reforçar suas visitas ao Interior, dentro dom objetivo, claro, de reforçar suas bases de olho na reeleição. A hora é de entregar com prefeitos aliados muitas obras apoiadas pelo Estado.

Nesta sexta-feira, por exemplo, Camilo estará às 10 horas na cidade de Paraipaba, onde haverá a assinatura da ordem de serviço para a urbanização da beira-mar da Praia da Lagoinha.

Ele aproveitará para entregar dois sistemas de abastecimento de água.

PCdoB quer ocupar lugar do PT na chapa de RC

CHICO-LOPES-Foto-Plenário_

Chico Lopes será uma das opções para vice de RC.

“Se o PDT do prefeito Roberto Cláudio não contar mesmo com o PT, vamos reivindicar a vice”, avisa o presidente estadual do PCdoB, Luís Carlos Paes. Ele lembra que seu partido tem sido fiel à gestão municipal e que coopera com os avanços da gestão por meio de seus secretários.

O PCdoB, por exemplo, responde pela Secretaria Municipal da Habitação.

Luís Carlos Paes destaca que o partido tem opções para a vice como o líder do prefeito na Câmara Municipal, Evaldo Lima, e até o deputado federal Chico Lopes.

Mas ele reitera que o PCdoB fechou com a reeleição de RC independente de posição na chapa

DETALHE – Na última eleição municipal, o partido obteve menos de 1% de votos. Disputava a Prefeitura o hoje secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo Camilo Santana, ex-senador Inácio Arruda.

Caso das rebeliões – 14 presos foram assassinados

Hélio-Leitão

Hélio Leitão é o titular da Sejus/CE.

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará informa: 14 pessoas morreram na série de rebeliões ocorridas nos dias 21 e 22 de maio em presídios da Região Metropolitana de Fortaleza.

No mês passado, a Sejus havia sido anunciado que eram 18 mortos. A confusão seria resultado do estado em que se encontravam os corpos, de acordo com a pasta. Dois corpos ainda não foram identificados.

IV EMJUV – Políticas públicas de juventude serão debatidas nesta sexta-feira

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Juventude, abre nesta sexta-feira (24), a partir das 9 horas, no Hotel Porto d’Aldeia, na praia da Cofeco, o IV Encontro Municipal de Movimentos e Organizações de Juventude de Fortaleza (EMJUV), que reúne movimentos e organizações para debater o papel da juventude dentro da sociedade, com as políticas públicas de juventude.

Neste sábado (25), haverá a eleição do Conselho Municipal de Juventude, para o biênio 2016/2018, órgão colegiado de caráter permanente, deliberativo, consultivo e fiscalizador, de representação da população jovem e de assessoramento da Prefeitura nas questões relativas às políticas públicas voltadas para os jovens da cidade de Fortaleza.

Camilo defende apoio a RC e até admite deixar o PT

233 1

FORTALEZA, CE, BRASIL, 17-12-2015: Camilo Santana, governador do estado do Ceará. Camilo Santana, governador do estado do Ceará, visita sede do jornal O POVO. (Foto: Rodrigo Carvalho /O POVO)

“O governador Camilo Santana (PT) criticou ontem decisão do PT Fortaleza que lançou Luizianne Lins pré-candidata à Prefeitura. Defendendo aliança com Roberto Cláudio (PDT) como “mais que natural”, o petista garantiu ainda que deverá participar, “conforme sua consciência”, da campanha em Fortaleza. Ele ainda não descarta se licenciar do PT durante a disputa.

“Claro que eu, como cidadão, vou participar (da campanha), vou ter meus candidatos (…) todos sabem da minha relação com o prefeito Roberto Cláudio, que aliás acho que foi um dos melhores prefeitos que Fortaleza já teve”, disse Camilo, em entrevista ao programa Jogo Político, da TV O POVO, apresentado pelo jornalista Fábio Campos.

Segundo Camilo, decisão pela pré-candidatura foi “errada e precipitada”, e deveria ter tido maior debate no partido. “Acho que o PDT é um partido aliado, o partido que mais defendeu a Dilma, que mais foi contra o impeachment. É aliado nacional, aliado no Estado. Então era mais do que natural que houvesse uma aliança municipal, até pela ótima gestão que tem sido feita”.

No final de maio, o nome de Luizianne foi definido como pré-candidata à Prefeitura por aclamação entre delegados do PT de Fortaleza. Houve apenas uma abstenção entre os 155 votantes do partido. Esta foi a 1ª vez que Camilo, que vinha defendendo que o partido adiasse qualquer definição, se manifestou mais diretamente sobre a postura do partido.

“Projeto pessoal”

O governador disse ainda “não querer acreditar” que a ação tenha ocorrido por questões pessoais. “Estou na vida pública porque acredito na mudança, e não por projeto pessoal. Não sou governador porque quis, mas sim por um projeto. Nós temos mais convergências do que divergências com o prefeito, então por que não sair juntos? Por conta de uma disputa do passado?”.

Questionado se considerava a opção de deixar ou se licenciar do PT durante a campanha, Camilo disse que tomará a decisão “no momento certo”. Interpelado então sobre se ele não descartava a opção, o petista abriu largo sorriso e foi direto: “Bom, na vida ninguém pode excluir nada”.

Perguntado se considerava a definição do PT “irreversível”, Camilo lembrou que só foi confirmado candidato ao governo “dois dias antes da convenção”. “As convenções são só em julho. Não quero dizer que pode mudar, mas tudo pode acontecer. Na política tudo é possível, então vamos aguardar”.

O governador também descartou que uma intervenção federal poderia o “forçar” a permanecer neutro na disputa. “Desconheço qualquer movimentação nesse sentido, mas tomarei minha decisão própria. No momento certo, vou anunciar qual será minha postura, sempre de acordo com a minha consciência, com meu estilo”.

Luizianne, por sua vez, tem evitado pressionar o governador por seu apoio nas eleições deste ano. Na disputa de 2014, a própria petista não teve empenho destacado pela campanha de Camilo ao governo. Na época, aliados dela e até sua mãe participaram ativamente da campanha de Eunício Oliveira (PMDB) ao cargo.

SERVIÇO

Assista à íntegra no programa Jogo Político, com Fábio Campos

Quando: às 22h do domingo (26), com reprises às 11h da quarta (6) e às 14h do sábado (9)

Onde: TV O Povo, 48 UHF.

(O POVO – Repórter Carlos Mazza)