Blog do Eliomar

Categorias para Política

Mínimo constitucional para saúde e educação não cai, garante secretário

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Carlos Hamilton, disse nessa terça-feira (24) que a aplicação mínima constitucional prevista para saúde e educação não cai com a proposta de emenda à Constituição (PEC) que o governo pretende enviar ao Congresso Nacional limitando gastos públicos. Segundo ele, o que muda com a PEC é que o total dos gastos, incluindo o piso para essas duas áreas, não pode crescer além da inflação do ano anterior.

“Passa a valer [para a saúde e a educação] a regra que consta dessa PEC. O que está sendo proposto é que o mínimo [constitucional], hoje vinculado à receita, vai ser reajustado pela inflação”, afirmou o secretário. De acordo com Hamilton, isso não significa que os investimentos nas duas áreas não possam ter crescimento real. Dependerá da decisão anual do Congresso sobre gastos em outros setores.

“O Congresso terá liberdade para composição dos gastos”, acrescentou. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciou mais cedo a vinculação do crescimento dos gastos à inflação e outras medidas, entre elas a devolução de R$ 100 bilhões de ativos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Tesouro Nacional.

Também foi anunciada a extinção do Fundo Soberano, que hoje tem aproximadamente R$ 2 bilhões, com resgate das cotas.

(Agência Brasil)

ANS propõe novo modelo de atendimento a idosos na rede privada de saúde

“A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apresentou nessa terça-feira (24), no Rio de Janeiro, projeto de mudança no atendimento a idosos na rede privada. De acordo com a agência, o “Projeto idoso bem cuidado” pretende tornar mais eficiente a assistência médica a pacientes com 60 anos ou mais, que representam 12,5% dos cerca de 50 milhões de usuários de assistência de saúde privada.

A agência sugere um novo modelo de atendimento aos idosos em que o hospital e a emergência deixam de ser a porta de entrada do sistema de saúde e são substituídos por uma equipe funcional específica para atender a esse público.

Outra proposta da ANS é a contratação de um profissional com a responsabilidade de conduzir e acompanhar a passagem do paciente pela rede de saúde, promovendo o diálogo entre prestadores e operadoras por meio de aplicativo ou registro em papel que permita a portabilidade de dados essenciais em saúde.

A diretora de Desenvolvimento Setorial da ANS, Martha Oliveira, disse que o novo modelo de atendimento traz níveis hierarquizados de cuidado com o paciente idoso: acolhimento, núcleo integrado de cuidado, ambulatório geriátrico e cuidados complexos de curta duração e longa duração. “O reconhecimento precoce do risco, a fim de reduzir o impacto das condições crônicas na funcionalidade, permite monitorar a saúde e não a doença, com a possibilidade de postergá-la, a fim de que o idoso possa usufruir seu tempo a mais de vida.”

(Agência Brasil)

Era Temer – Congresso autoriza déficit de até R$ 170,5 bilhões

238 1

“Terminou há pouco a sessão Congresso Nacional destinada a apreciar 24 vetos presidenciais. Agora, os parlamentares passam a apreciar o projeto do governo que modifica a meta fiscal.

Com mais de 12 horas de duração, a sessão para a análise dos vetos foi marcada por embates entre integrantes da base do governo interino e oposição. Inicialmente, os 24 vetos foram mantidos em votação única em cédula.

No entanto, foram apresentados 13 destaques aos vetos, que precisaram ser analisados um a um. Os congressistas aprovaram três destaques, derrubando três vetos; os demais foram mantidos, o que tornou possível votar o projeto com a nova meta fiscal.

O governo Temer havia pedido autorização do Congresso para mudar a meta e ampliar o rombo previsto nas contas públicas. Assim ele poderá fechar o ano com um deficit (diferença entre a arrecadação e os gastos) de R$ 170,5 bilhões. Anteriormente, a presidente afastada Dilma Rousseff havia proposto um deficit de R$ 96 bilhões.

A longa e conturbada sessão durou mais de 16 horas, e foi encerrada pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL) pouco antes das 4h desta quarta.

A oposição trabalha para obstruir as votações, enquanto o governo pretende manter a sessão madrugada adentro até conseguir votar a revisão da meta, proposta pelo presidente interino Michel Temer, que prevê déficit primário de até R$ 170,5 bilhões.”

(Agência Brasil)

Ilário Marques deixa a Companhia Docas para disputar a Prefeitura de Quixadá

490 3

foto ilário marques quixadá

O ex-presidente regional do PT, Ilário Marques, está deixando o cargo de diretor administrativo-financeiro a Companhia Docas do Ceará. Ele se desincompatibiliza para entrar na disputa pela Prefeitura de Quixadá.

Para suas bases políticas e correligionários, Ilário distribui uma carta expondo motivos e os porquês de querer novamente ser prefeito de Quixadá, cidade que já o teve como gestor por três vezes.

ilario

ONU anuncia estratégia para combater a pobreza em áreas rurais do Nordeste

“O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), agência da ONU especializada em desenvolvimento rural, lançou hoje (24) em Brasília uma estratégia para auxiliar o governo brasileiro na luta contra a pobreza no campo. A Fida vai expandir sua atuação no Brasil e investir em dois projetos com foco na expansão da agricultura familiar na região Nordeste.

As áreas escolhidas foram as regiões de transição para a Floresta Amazônica, no Maranhão, e a de Mata Atlântica, em Pernambuco. Os dois novos projetos estão atualmente em fase de elaboração. O projeto no Maranhão deve ser aprovado até o fim de 2016 e o de Pernambuco em 2017.

A estratégia do fundo se baseia em estudos da Fida e do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea).

Pobreza

Os estudos indicam que a pobreza e a extrema pobreza são maiores nas áreas rurais do Brasil e destacam o papel da agricultura familiar na redução da extrema pobreza nessas regiões.

O estudo Perfil da pobreza: Norte e Nordeste rurais lembra que, conforme os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), a diminuição do número de pobres no país entre 2004 e 2013 caiu de 20% para 9% da população e a porcentagem de pessoas extremamente pobres passou de 7% para 4%.

Os números são atribuídos à expansão do mercado de trabalho e aos programas de transferências de renda, em especial o Bolsa Família. Mesmo com a queda, o país segue com mais de 18 milhões de pobres.

Os números também mostram que essa redução estagnou nos últimos anos. Entre 2012 e 2013 a extrema pobreza aumentou ligeiramente e a pobreza ficou estável, fatos atribuídos a deterioração do mercado de trabalho e a situação fiscal que o país enfrenta e que impacta o gasto social.

O estudo informou ainda que, ao mesmo tempo em que a pobreza diminuiu, muitos aspectos continuaram iguais, como a distribuição geográfica da pobreza, que continua concentrada no Norte e no Nordeste, e que, em todas as regiões, as áreas rurais são as mais pobres.”

(Agência Brasil)

Controladoria Geral de Disciplina fará reunião com associações e sindicatos de policiais

socorrofrnaca

Socorro França é titular da CGD.

A Controladoria Geral de Disciplina (CGD) fará reunião, às 9 horas desta quarta-feira, com as entidades representativas dos trabalhadores da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Ceará. A ordem é ouvir queixas dessas categorias. Nas redes sociais, há clima de insatisfação de setores que cobram reajuste salarial.

A Controladoria Geral , no entanto, diz em nota que essa reunião faz parte de um calendário anual de reuniões com as entidades objetivando “fortalecer os mecanismos de diálogo com os representantes das categorias.”

Foram convidadas: Associação Cearense de Criminalista (ACECRIM); Associação dos Profissionais de Segurança (APS); Associação de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Ceará (ASPRAMECE); Associação de Cabos e Soldados Militares do Ceará (ACSMCE); Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (SINPOL); Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Ceará (ADEPOL); Sindicato dos Policiais Federais do Ceará (SINPOF); Associação das Esposas dos Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Ceará (ASSEPEC) e Associação dos Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (ASSOF).

Márcio Freitas é o novo secretário de Comunicação Social da Casa Civil

“O presidente em exercício Michel Temer nomeou Márcio de Freitas Gomes para exercer o cargo de secretário especial da Secretaria de Comunicação Social da Casa Civil da Presidência da República no lugar de Olavo Noleto Alves. A nomeação foi publicada na edição de hoje (24) do Diário Oficial da União. Márcio também substituiu Olavo na função de membro e presidente do Conselho de Administração da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Segundo a Lei 11.652/08, a EBC é administrada por um conselho de administração e por uma diretoria executiva, e na sua composição conta ainda com um conselho fiscal e um conselho curador.

Criada em 2007 para fortalecer o sistema público de comunicação, a EBC é gestora da TV Brasil, Agência Brasil, Radioagência Nacional e do sistema público de rádio, composto por oito emissoras. A EBC também dispõe de uma área de prestação de serviços, a EBC Serviços, que é contratada pelo governo federal para desenvolver coberturas da NBR, canal de TV que divulga as atividades governamentais e faz parte do braço estatal da empresa.”

(Agência Brasil)

Ciro Gomes: Se eu fosse governador, demitiria e processaria agentes penitenciários por homícidio

foto ciro entrevista

Aliado de Camilo Santana (PT), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) afirmou que, se fosse o governador, demitiria e processaria todos os agentes penitenciários do Estado. Ele se referia a rebeliões e protestos nas unidades prisionais de Itaitinga a Caucaia acontecidas no último fim de semana, por causa do cancelamento de visitas em função das greves dos agentes, que resultaram 18 mortes.

“Eu simplesmente rolava cabeças, demitia todos. Eu, sendo governador, estavam todos demitidos e processados por homicídio, porque são eles os responsáveis por essas mortes que aconteceram”, afirmou Ciro. O ex-ministro disse ainda que não teria chamado a Força Nacional de Segurança para auxiliar no controle dos detentos. “Eu resolvia eu mesmo, como sempre resolvi”.

Questionado se havia conversado com Camilo sobre o caso, ele afirmou que não fala com o governador “sobre esses assuntos” e finalizou: “O governador é autônomo”.

Governo Temer

As declarações foram feitas nesta terça-feira, 24, em entrevista coletiva a jornalistas, durante evento de prefeitos. Na ocasião, Ciro falou também sobre a nova meta fiscal do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) e sobre possibilidades de retorno da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

Sobre as medidas econômicas de Temer, ele criticou principalmente a que sugere limitar as despesas do governo. “Eles querem tabelar todos os gastos, saúde, educação, etc, menos juros para bancos, que é justamente a maior despesa (do governo), argumenta.

“Nesse momento, o Brasil ainda tem uma chance, por mais remota que seja, de interromper o itinerário de estupidez para o qual estamos sendo encaminhados por essa quadrilha de bandidos que demarca a maioria da coalização PSDB/PMDB”, afirmou.

“A presidente, tendo a chance de voltar, deveria ver as grandes bobagens cometidas e corrigir os rumos (do País)”, falou. Quando perguntado se acredita na volta dela, no entanto, disse que “é muito improvável”, mas que “luta” por isso.

Delação de Sérgio Machado

Ciro defendeu que o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado faça acordo de delação premiada. “É preciso que a gente passe a limpo o País, seja quem for”.

Rebeliões nos presídios – Sobe para 18 o números de mortos

“O número de internos mortos nas rebeliões ocorridas no fim de semana nas unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza chegou a 18. A informação foi divulgada na tarde desta terça-feira, 24, após análises da Perícia Forense.
A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou por meio de nota que todas as mortes foram decorrentes dos conflitos entre internos ocorridos no fim de semana passado. Já na segunda-feira, dia 23, nenhuma morte foi registrada nas unidades prisionais. Dez corpos serão identificados por exame de DNA.
No fim da última segunda-feira, dia 23, uma rebelião foi registrada na Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima, no município de Itaitinga. Segundo a Sejus, policiais militares e agentes penitenciários entraram na unidade para fazer a contenção. Ninguém ficou ferido. “Ao longo do dia de hoje, nenhuma unidade registrou conflitos. Em algumas delas, os próprios internos estão fazendo a limpeza das vivências”, afirma o órgão.
Medidas
Ainda por meio de nota, a Secretaria diz que realizou a transferência emergencial de internos para o Centro de Execução Penal e Integração Social, nova unidade prisional do Complexo Itaitinga II. “A medida teve como objetivo resguardar a integridade física desses internos, visto que eles foram ameaçados por outros internos”.
(O POVO Online)

Rua no Pici continua ponto de abalroamentos

batida

Moradores do bairro Pici, nas proximidades do campo do Fortaleza Esporte Clube, reclamaram, via Blog, nesta semana, da falta de sinalização horizontal na rua Rio Grande do Sul e vias no entorno, após todas receberem recapeamento asfáltico.

Segundo os moradores, colisões e atropelamentos estão ocorrendo na área.

Eis que, nesta terça-feira, houve mais um abalroamento no local. E a AMC…nada.

(Foto – Morador da área)

Eleições 2016 – Heitor Férrer terá encontro com Juventude Socialista

heit

Nesta terça-feira, a partir das 18 horas, a Juventude Socialista Brasileira (JSB) estará reunida, na sede do PSB (Bairro de Fátima), para encontro de troca de experiências com jovens de diversos municípios cearenses.

O ato contará com a presença do deputado estadual e presidente do PSB municipal, Heitor Férrer.

Na ocasião, Heitor, que também é o pré-candidato do partido à Prefeitura de Fortaleza, fará a abertura do evento, com previsão de reunir cerca de 200 jovens.

Xô, Dengue – Secretaria Regional II fará vistoria forçada em imóveis nesta quarta-feira

A Secretaria Regional II, da Prefeitura de Fortaleza, vai realizar, nesta quarta-feira, a partir das 9 horas, a terceira vistoria forçada em imóveis com suspeita de infestação do mosquito Aedes aegipty, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

A ação ocorrerá na rua Carlos Vasconcelos (Bairro Aldeota), mais precisamente no número 2181.

Em seguida, a equipe de vistoria seguirá para o bairro Cocó, onde o imóvel da rua  Gilberto Studart, nº 800, será inspecionado. Essa será a quarta vistoria.

SERVIÇO

Denuncie e peça a vistoria pelo fone – 0800 2751364 ou pela Ouvidoria da Regional II, por meio do 3241 4802.

PPS quer ganhar assento na Câmara Municipal

alexandre-pereira

Além do apoio à reeleição do prefeito Roberto Cláudio (PDT), o PPS vai trabalhar para eleger pelo menos três vereadores em Fortaleza. Anunciou, nesta terça-feira, o presidente regional do partido, empresário Alexandre Pereira, que também é o coordenador das Parcerias Público-Privadas da gestão municipal.

Segundo Pereira, em termos de Estado, o PPS lançará 100 candidatos a vereador e mais 10 postulantes a prefeituras. “Queremos apostar em crescimento no Ceará. O partido está organizado neste sentido”, acentua o dirigente do PPS.

Na condição de conselheiro da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Alexandre Pereira, está em Brasília participando de reuniões da entidade. Ali, a ordem é avaliar os efeitos do pacote econômico lançado pelo presidente em exercício, Michel Temer.

Vereador cobra fiscalização nos estacionamentos

acrisiosoe

O vereador Acrísio Sena (PT) esteve reunido, nesta terça-feira, com a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos. O assunto foi um só: pedir para que o órgão reforce a fiscalização dos estacionamentos.

Acrísio é autor lei que regula esse segmento, cuja lei entrou em vigor desde 28 de abril de 2014. A lei obriga os estabelecimentos a cobrarem preço de forma facionada, calculada de 15 em 15 minutos, após a primeira hora.

“Nosso intuito é verificar como anda a fiscalização da lei em Fortaleza, para que o direito do cidadão seja efetivamente cumprido”, disse Acrísio Sena para o Blog.

(Foto – Divulgação)

Deputado quer Seplag avaliando situação salarial da Adagri

212 6

tomasholancdas

O deputado estadual Tomaz Holanda (PMDB) sugeriu, nesta terça-feira, ao secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Hugo Figueiredo, que elabore estudo para readequação salarial dos servidores da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri). A categoria está em greve desde o dia 2 de abril cobrando melhorias salariais.

O parlamentar recebeu uma comitiva dos servidores em seu gabinete e se comprometeu a fazer a intermediação.

Um requerimento de Tomas Holanda propondo a elaboração de estudo sobre bases salários do pessoal da Adagri foi aprovado pela Assembleia Legislativa.

Os servidores da Adagri atuam como agentes pecuaristas, categoria responsável pela qualidade e segurança dos alimentos de origem animal e vegetal. Eles ainda desenvolvem ações referentes a erradicação de doenças transmitidas por animais como a febre aftosa.

 

PSC faz reunião para planejar ações eleitorais

nicolle

A secretária do Desenvolvimento Econômico do Ceará, Nicolle Barbosa, na condição de presidente estadual do PSC reuniu a executiva da sigla para planejar suas ações eleitorais, mas, também de olho em 2018.

Segundo Nicolle, o partido projeta ampliar os espaços com presença “marcante” no legislativos municipais, estadual e federal. O PSC é legenda que faz parte da base aliada do governador Camilo Santana.

(Foto – Divulgação)

MP de São Paulo investiga propina para o PCC

“O Ministério Público do Estado de São Paulo investiga a denúncia de que a empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), do governo paulista, pagou indenizações a criminosos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC) no programa de reassentamento das obras do Trecho Sul do Rodoanel e do prolongamento da Avenida Jacu-Pêssego, na Grande São Paulo. Ambas foram entregues em 2010, nos governos José Serra e Alberto Goldman (PSDB), ao custo de R$ 7 bilhões.

Os promotores já identificaram pelo menos dez pessoas indenizadas pela Dersa na cidade de Mauá e na zona leste de São Paulo que têm passagens pela polícia por roubo, furto e tráfico de drogas. A investigação teve origem nos depoimentos de uma ex-funcionária da Dersa chamada Mércia Ferreira Gomes, que trabalhava à época em um consórcio contratado para executar o programa de reassentamento e fechou acordo de delação premiada com o MPE. As indenizações custaram mais de R$ 100 milhões e beneficiaram cerca de 40 mil pessoas.

Segundo Mércia, no processo do Rodoanel, “a bandidagem que domina a área começou a fazer ameaças e, para possibilitar que o pessoal da empresa contratada pela Dersa fizesse seus trabalhos, se deveria pagar algum valor para a criminalidade”. Ainda de acordo ela, se o valor não fosse pago, funcionários sofreriam “represálias”, como ficar trancado na sala do plantão social. “Diante de tanta solicitação nesse sentido, o dinheiro acabou”, disse.

A ex-funcionária relatou que os pagamentos eram feitos em dinheiro e “a maioria dos bandidos recebia valores na Dersa e comparecia armada”. Segundo Mércia, muitos pegavam o dinheiro e saíam sem assinar nenhum recibo. Os pagamentos ocorreram entre agosto e outubro de 2009 e seriam indicados por uma pessoa chamada Hamilton Clemente Alves, que, segundo testemunhas, apresentava-se como assessor do ex-deputado estadual Adriano Diogo (PT), que nega o fato.

À época, Alves participou de audiência pública sobre o caso na Assembleia Legislativa como presidente do Movimento em Defesa das Famílias do Traçado Jacu-Pêssego. Entre 2013 e 2015, ele trabalhou por duas vezes como assessor parlamentar do ex-vereador Alessandro Guedes (PT) e foi exonerado em março deste ano do cargo de assessor na Subprefeitura de Cidade Tiradentes na gestão Fernando Haddad (PT).

De acordo com Mércia, as indenizações variavam de R$ 1,6 mil a R$ 250 mil e chegaram a ser pagas até três vezes a uma mesma pessoa que invadiu diferentes áreas que seriam desapropriadas para as obras. Segundo ela, os pagamentos foram autorizados pelo ex-diretor de Engenharia da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, que também nega o fato. As informações foram prestadas ao MPE em abril de 2015 e ratificadas em recente depoimento prestado por ela, após fechar um acordo de delação premiada.

“Um dos indícios que temos é de que o dinheiro era encaminhado para pessoas ligadas ao crime organizado. As pessoas que trabalhavam e foram indicadas por Mércia, em depoimento, serão chamadas para prestar esclarecimentos”, disse o promotor Cássio Conserino.

Ao ser ouvido em 2015, o ex-diretor do Departamento de Assentamento da Dersa Geraldo Casas Vilela disse que a empresa recebeu uma carta atribuída ao PCC na qual são feitas ameaças, caso as remoções das famílias prosseguissem. Segundo ele, “diversas foram as dificuldades encontradas nesses processos de pagamento, sobretudo porque as áreas geralmente eram dominadas por pessoas ligadas a atividades criminosas”.

(Estadão)

Servidores da saúde paralisarão por uma hora nesta quarta-feira

samuu

Servidores da saúde do Estado vão paralisar as atividades por uma hora nesta quarta-feira, das 7 às 8 horas. O ato acontecerá na base do Samu Ceará, em Caucaia, e faz parte da série de paralisações dos servidores estaduais, mobilizados para a greve que deve ser deflagrada a partir do próximo dia 1º de junho.

A Base do Samu-Ceará em Caucaia conta com 14 equipes que fazem os atendimentos de urgência em municípios da região oeste, como Caucaia e São Gonçalo do Amarante.

Os trabalhadores da saúde cobram do governador Camilo Santana (PT) o retorno das gratificações aos mesmos patamares praticados até dezembro de 2012. Com as mudanças nas gratificações, os servidores da saúde do nível médio dizem amargar perdas em suas remunerações que chegam a 60%.

A categoria também está na expectativa de ganhar reajuste salarial. Nesta terça-feira, o secretário Mauro Filho (Fazenda), em conversa com o Blog, informou que até odia 10, o governador e o secretário do Planejamento e Gestão do Estado, Hugo Figueiredo, devem conversar com representantes dos servidores.

 

Detran viola a lei na Washington Soares

Com o título “Atropelamento de ciclista na Washington Soares’, eis artigo de Phelipe Rabay, engenheiro civil com formação em Planejamento de Transportes e presidente da Ciclovida. 

No último dia 12 de maio, mais um atropelamento fatal na avenida Washington Soares deixou uma vítima. Identificado como Adriano, o ciclista foi atingido por um motorista e, segundo matéria divulgada na imprensa da Capital, arrastado por 200 metros. A identificação do veículo não foi obtida: o criminoso fugiu sem prestar socorro. O fato gerou comoção e resultou em manifestações por parte da comunidade local.

Enquanto o Estado seguir priorizando os veículos motorizados, atropelamentos vão continuar acontecendo. Diante de dois casos de atropelamento que aconteceram na avenida nos dias 1º e 9 de maio, requerimentos de instalação de faixas de pedestres foram enviados ao Detran-CE (protocolo 0671836). O órgão deu como resposta a existência de faixa para passagem de pedestres a 200 metros do trecho do ocorrido e uma passarela de igual distância após. Faixas de pedestres têm sido apagadas na via, como ocorreu próximo à avenida Ministro José Américo, gerando também reclamações da sociedade (protocolo 0671837).

A Washington Soares possui diversos estabelecimentos que tornam alto o fluxo de pessoas a pé e de bicicleta. A política de mobilidade deve respeitar a Lei 12587/2012, cujo art. 6º, II, prevê “prioridade dos modos de transportes não motorizados sobre os motorizados”. Este dispositivo segue violado pelo Estado na avenida em questão tanto pela escassez de faixas de pedestres quanto pela instalação de passarelas em detrimento das faixas. Passarelas são destinadas a zonas onde não é preciso dar passagem ao pedestre e ciclista. O esforço ao subir um equipamento e descê-lo em seguida é ainda mais penoso para idosos, pessoas com crianças de colo e mobilidade reduzida. Ademais, torna-se previsível a ocorrência de mortes na via, dada a velocidade máxima exagerada, 60km/h, superior à maior sugerida para zonas urbanas pela ONU.

A Ciclovida defende, portanto, que mudanças que privilegiem o deslocamento ativo na avenida são urgentes e essenciais. Esta priorização passa, entre outros meios, pela instalação de faixas de pedestres a cada, no máximo, 100 metros, forte campanha educativa, fiscalização e punição dos condutores de veículos motorizados, redução da velocidade máxima em todo o trecho urbano para 50km/h e aplicação de equipamentos de fiscalização eletrônica de 40km/h próximas a faixas de pedestres. Além disso, por se tratar de via em zona urbana, sua municipalização é urgente.

*Phelipe Rabay

phelipe.rabay@gmail.com

Engenheiro civil com formação em Planejamento de Transportes;
presidente da Ciclovida.