Blog do Eliomar

Categorias para Política

Maia Júnior – “O IDT é de direito privado e o que caberia ao Estado foi feito”

Do secretário Maia Júnior, titular da pasta do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, sobre o Sine/IDT: “Assinamos o contrato e o Diário Oficial traz isso publicado. O IDT é de direito privado e o que caberia ao Estado foi feito.”

Pelo que saiu no DOU, o contrato de gestão ficou definido em R$ 13,6 milhões, no que a categoria considera abaixo das expectativas do órgão que, entre várias tarefas, promove pesquisas sobre emprego e desemprego.

A resposta foi direta aos servidores do órgão que, há meses, denunciam desmonte e crise financeira. O caso, inclusive, em razão de atrasos salariais desde fevereiro, acabou em notificação ao Estado por parte da Superintendência Regional do Trabalho.

(Foto – Arquivo)

Ministra Damares quer deixar o governo. Alega problemas de saúde e ameaça de morte, diz Veja

1216 7

A ministra Damares Alves, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, se reuniu, há alguns dias, com o presidente Jair Bolsonaro para discutir seu futuro. Depois de fazer um balanço das atividades da pasta, Damares comunicou que vai deixar o cargo. A informação é da Veja.

Damares alega que está cansada e precisa cuidar da saúde, que anda debilitada.

Desde que assumiu o comando da pasta, há quatro meses, a ministra enfrenta uma rotina estressante — mas com um ingrediente incomum: Damares recebe ameaças de morte. Com isso, ela abandonou sua residência, em Brasília, e passou a morar num hotel, cujo endereço é mantido em segredo.

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Damares também não costuma antecipar a agenda, circula pela cidade escoltada e um segurança fica postado na entrada de sua sala durante todo o expediente.

Ela desmente

A ministra Damares Alves negou, nesta sexta-feira, que tenha pedido para deixar o Governo.

Em contato com a GauchaZH, via Whatsapp, ela afirmou que “não procede” a informação sobre sua saída, divulgada pela Veja.

(Foto – Agência Brasil)

Guaidó agora pede manifestação pacífica para este sábado na Venezuela

O deputado venezuelano e autodeclarado presidente interino Juan Guaidó voltou a apelar ao povo venezuelano para que saia às ruas neste sábado (4), numa manifestação pacífica frente às bases militares do país, de modo a pedir ao Exército que deixe de apoiar Nicolás Maduro. Entretanto, o Grupo de Lima vai se reunir hoje para analisar a situação do país, onde foi decretada a prisão do líder da oposição, Leopoldo López, agora refugiado na embaixada espanhola em Caracas.

Em sua conta no Twitter, Guaidó escreveu: “Sábado, dia 4: mobilização pacífica nacional nas principais unidades militares para que se juntem à Constituição”.

“Convoco todos os setores do país a pronunciar-se e a exigir o fim da usurpação, a ação constitucional das Forças Armadas, a sua participação na Operação Liberdade e a organizar e realizar um dia de greve ou protesto setorial durante a próxima semana”.

O Exército é ator central no poder venezuelano, pois domina o setor de petróleo, do qual o país obtém 96% de suas receitas.

“Continuar nas ruas é a única maneira de manter a atenção, pressão e ação da comunidade internacional, impulsionar a ação constitucional das Forças Armadas e demonstrar a quem ainda apoia o ditador que não haverá estabilidade enquanto a usurpação continuar”, acrescentou.

Guaidó destacou, no entanto, a importância de que essas manifestações sejam pacíficas. “Peço a todos que mantenham o caráter massivo e pacífico dos protestos e que não coloquem a vida em risco”.

(Agência Brasil e RTP)

Assembleia Legislativa lança campanha de cidadania “Ideia Certa”

A Assembleia Legislativa vai deflagrar, na próxima semana, uma campanha de cidadania com o slogan “Ideia Certa”. O objetivo da ação, que prevê um calendário de mobilização, é difundir junto a população tudo sobre direitos e deveres e conscientizar acerca de questões sociais.

O presidente da Casa, José Sarto (PDT), afirma que a programação prevista na campanha será construída “coletivamente” pelos parlamentares e em sintonia com as demandas da sociedade.

Ele adianta, no entanto, que já algumas pautas previstas como: combate à exploração sexual infantil, ao uso de drogas, à violência contra as mulheres e ao suicídio, além do estímulo ao aleitamento materno, prevenção de doenças e sustentabilidade ambiental.

O primeiro tema da campanha é segurança no trânsito, em alusão ao Maio Amarelo, movimento internacional para redução de acidentes.

Parlamentares terão aulas na “Escolinha da Nova Previdência”

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), informou hoje (2), em Brasília, que, a partir da próxima terça-feira (7), técnicos do Ministério da Economia vão tirar dúvidas de parlamentares sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC 6/19) da reforma da Previdência enviada pelo governo federal ao Legislativo.

Segundo ela, esse “gabinete de inteligência” da Previdência será montado em uma sala da liderança do governo no Congresso e vai funcionar principalmente às terças, quartas e quintas-feiras. “O grupo do Ministério da Economia vai dar informações aos parlamentares tirando qualquer dúvida que possa haver em relação ao texto, inclusive por região. Queremos dar segurança para o parlamentar explicar para seu eleitor por que a nova Previdência é tão importante”, afirmou Joice.

A líder também informou que será produzido conteúdo de comunicação sobre a reforma da Previdência para que os parlamentares possam divulgá-lo em suas redes sociais.

Após reunião com Joice Hasselmann na Câmara dos Deputados, o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, disse hoje que a equipe econômica tem sido demandada a ter “aproximação mais estreita” com o Congresso devido à complexidade do tema da Previdência.

“Achamos de bom tom e extremamente pertinente essa demanda e viemos conversar de que forma isso se dará. Esse suporte será dado de forma mais estreita [na liderança do Congresso]”, afirmou Marinho.

Na próxima terça-feira (7), a comissão especial da Câmara que analisará o mérito da reforma da Previdência terá sua primeira reunião ordinária.

Segundo o presidente do colegiado, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), estão previstas 11 audiências públicas em maio para ouvir a equipe econômica e representantes de associações corporativas e da sociedade civil.

(Agência Brasil)

STJ mantém prefeito de Pedra Branca afastado do cargo

O Superior de Tribunal de Justiça, por meio do ministro-relator Ribeiro Dantas, manteve a medida cautelar de afastamento do prefeito de Pedra Branca, Antônio Góis, ao indeferir o pedido de liminar de recurso em habeas corpus interposto pela defesa dele contra o acórdão do Tribunal de Justiça do Estado. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público do Ceará, adiantando que no recurso a defesa sustentava a existência de constrangimento ilegal diante da inidoneidade da medida cautelar aplicada em desfavor de Antônio Góis e, consequentemente, requereu o trancamento da ação penal.

O ministro-relator do STJ disse não vislumbrar, ao menos nesse instante, a presença de pressuposto autorizativo da tutela de urgência pretendida. Para Ribeiro Dantas, a concessão de liminar em recurso ordinário em habeas corpus constitui medida excepcional, uma vez que somente pode ser deferida quando demonstrada, de modo claro e indiscutível, ilegalidade no ato judicial. A decisão dele foi tomada no último dia 26.

Acusação

Antônio Góis é acusado pelo Ministério Público do Estado, por intermédio da Promotoria de Justiça de Pedra Branca e do Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), de ser um dos principais beneficiados num esquema milionário de fraudes em licitações, culminando no desvio de dinheiro público no âmbito da Prefeitura de Pedra Branca. A denúncia crime contra o prefeito foi oferecida, no dia 14 de fevereiro deste ano.

À época, também foram denunciados seis investigados de envolvimento no esquema: o empresário, Paulo Franklin de Aragão Rodrigues; o ex-secretário Francisco Pontes Pereira (Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente); Marcílio Alcântara da Silva (SEDUMA); Juarez Frutuoso da Silva (Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente); o ex-servidor Paulo José Martins de Lima; e José Sérgio Azevedo Castelo (ex-assessor).

As investigações do MPCE remontam aos exercícios financeiros de 2009 a 2013, quando o município de Pedra Branca e a empresa Garra Construções firmaram contratos no montante de R$ 5.411.133,15. O empresário Paulo Franklin de Aragão Rodrigues, proprietário das empresas Garra Construções e Esquadra Construções, teve a prisão temporária convertida em preventiva a pedido do MP e segue preso preventivamente.

Entre os anos de 2007 e 2018, a empresa Garra recebeu a quantia de R$ 58.310.113,49 de diversos municípios do estado do Ceará. Até o mês de novembro do ano de 2011, mesmo faturando R$ 14.124.079,26 até o ano de 2010, a empresa não havia registro de trabalhadores em suas informações constantes no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho, nem possuía nenhum veículo automotor, como até hoje não registra nada junto ao Detran.

O investigado Paulo Franklin Aragão Rodrigues constituiu, em 06/11/2013, a empresa Esquadra Construções Eireli, que faturou de 2014 a 2018 R$ 82.609.611,18 de municípios do Ceará. O afastamento do sigilo bancário mostrou que, tão logo a empresa recebia pagamentos da prefeitura, logo após, efetuava repasses de valores a diversos agentes públicos, incluindo o prefeito, que voltou a ocupar o cargo agora. Como os fatos são pretéritos, tendo em vista a decisão do STF, o privilégio de foro foi afastado.

As investigações constataram que receberam dinheiro, de forma ilícita, em conta da Garra Construções os seguintes agentes públicos: o ex-secretário de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Francisco Pontes Pereira; o então servidor da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, subordinado diretamente a Francisco Pontes Pereira, Paulo José Martins de Lima; o secretário da SEDUMA, Marcílio Alcântara da Silva; e José Sérgio Azevedo Castelo, que exercia cargo comissionado.

Conforme os membros do MPCE, esses fatos se referem somente à atuação da empresa Garra no município de Pedra Branca no ano de 2010. Porém, outras transações bancárias estão sendo analisadas e podem ensejar em novas denúncias.

(Foto – Estadão)

Morre ex-deputado estadual Liaderson Pontes

Será cremado, nesta quinta-feira, o corpo do ex-deputado estadual Liaderson Pontes (69). Ele morreu nessa quarta-feira, na UIT do Hospital São Mateus, em Fortaleza, onde estava internado com problemas de hipertensão e complicações do diabetes.

Liaderson Pintes, engenheiro civil, foi secretário por duas vezes na Prefeitura de Caucaia, por ocasião das duas gestões de seu irmão, o então prefeito do município Domingos Pontes. Em 1986, foi eleito deputado estadual, tendo exercido mandato entre 1987/1990.

De tradicional família politica de Caucaia, Liaderson, que completaria 70 anos dia 10 de maio próximo, era natural de São Gonçalo do Amarante. Era primo do também ex-prefeito de Caucaia, por duas vezes, Juaci Pontes.

Liaderson deixa dois parentes na atual administração publica em Caucaia: seu filho, Felipe Pontes, secretário-adjunto de Turismo e Cultura, e seu irmão, Hugo Pontes, ex vereador de Caucaia, que preside o Instituto do Meio Ambiente do Município (IMAC).

(Foto – Facebook)

Ex-senador Luiz Pontes volta a comandar o PSDB cearense

A escolha do ex-senador Luiz Pontes para presidente estadual de novo do PSDB foi precedida de uma série de apelos para que ele retornasse ao cargo, diz a sigla.

“A experiência dele pesou, pois 2020 virou desafio e os tucanos querem participar do pleito na grande maioria das cidades, inclusive em Fortaleza”, acentua a assessoria partidária.

Dentro dessa estratégia, o ex-deputado estadual Carlos Matos, que posa de “prefeiturável”, comandará os tucanos em Fortaleza. A convenção para renovação das direções estadual e da Capital ocorre até o fim deste mês de maio

PSL de Bolsonaro quer Luiz Datena disputando a Prefeitura de São Paulo

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), conversou, na semana passada, com o apresentador Luiz Datena, da Rede Bandeirantes0 A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quinta-feira.

De acordo com a coluna, o tema foi disputa pela Prefeitura de São Paulo no ano que vem.

Datena está hoje filiado ao DEM e já ensaiou entrar na política diversas vezes.

(Foto – Marcus Leone, da Foilhapress)

Bolsonaro vai receber prêmio “Pessoa do Ano” em Nova York

1386 1

O presidente Jair Bolsonaro vai receber, no próximo dia 14, em Nova York (EUA), o prêmio de “Pessoa do Ano”. A informação é da Veja Online.

A premiação é dada pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos e ocorrerá quando da abertura de uma semana de eventos com autoridades e investidores.

Para esse evento, também seguirão os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, da Câmara, Rodrigo Maia, e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Estão previstos jantares com analistas do Citibank, Itaú, XP e com o banqueiro Joseph Safra.

(Foto – Agência Brasil)

Paulo Freire – O Patrono Vive

491 1

Em artigo sobre a proposta de revogar o título de Paulo Freire, de “Patrono da Educação”, o médico e vereador Dr. Eron Moreira defende o educador. Confira:

No início desta semana, ao cumprir agenda em Ribeirão Preto, a 315 quilômetros da capital paulista, o presidente da República, Jair Bolsonaro, concedeu entrevista à menina Esther Castilho, de 8 anos de idade, que mantém o programa Esther e Famosos, no Youtube. Durante a conversa, Bolsonaro aponta para a possibilidade de a criança vir a ser a patrona da educação brasileira.

“Quem sabe nós temos uma patrona da educação, não mais um patrono muito chato. Não precisa falar quem é, (aquele) que temos até o momento, que vai ser mudado. Estamos esperando alguém diferente”, disse o presidente à menina.

Bolsonaro estava se referindo ao sociólogo e pedagogo pernambucano Paulo Freire, que ganhou o título, 15 anos após a sua morte, após aprovação de lei pelo Congresso Nacional e sancionada pela então presidente Dilma Rousseff.

Se vivo fosse, certamente Paulo Freire explicaria a Bolsonaro que a menina de 8 anos está no tempo do aprendizado, e que o vislumbre de tamanha homenagem por certo a tiraria do melhor caminho para uma boa educação, que possui como porta de entrada a humildade.

Esse sentimento – despercebido pelo presidente da República – pode ser entendido em uma das célebres frases de Paulo Freire: “Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”.

Bolsonaro é incomodado por outra célebre frase do patrono da educação no Brasil, quando o presidente se declara defensor do movimento Escola sem Partido. Diz Paulo Freire: “Lavar as mãos do conflito entre os poderosos e os impotentes significa ficar do lado dos poderosos, não ser neutro. O educador tem o dever de não ser neutro”.

A iniciativa de revogar o título de Paulo Freire, por meio de projeto popular, é da estudante de Direito, Stefanny Papaiano – universitária há quase duas décadas -, coordenadora do movimento fascista Direita São Paulo e lotada no gabinete do deputado estadual Douglas Garcia, do PSL, mesmo partido de Jair Bolsonaro, que nos próximos dias irá ver o filho, o senador Eduardo Bolsonaro, assumir a direção do partido em São Paulo.

O educador Paulo Freire nos ensinou que devemos avaliar a crítica, não o crítico, como forma de enriquecer o debate. Mas eu vou me atentar um pouco para a autora da crítica, embora em nenhum momento ela mereça qualquer relevância.

Apesar de trabalhar para um membro da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, a estudante passa horas nas redes sociais e possui o hábito, conforme mostrou uma reportagem do site Diário do Centro do Mundo, no portal IG, de sempre xingar de “bosta” aqueles que não concordam com a sua forma doentia de pensar. Foi como tratou professores universitários, políticos, advogados, defensores dos direitos humanos e internautas.

Em seu débil argumento contra Paulo Freire, a estudante apontou que “os resultados são catastróficos e tal método já demonstrou em todas as avaliações internacionais que é um fracasso retumbante”. A propositora faz uso de “avaliações internacionais” como uma frágil tentativa de dificultar a veracidade de sua declaração. Por certo, deve convencer a alguns analfabetos funcionais.

Em uma das obras mais conhecida, A Pedagogia do Oprimido, traduzida em mais de 40 idiomas, Paulo Freire propõe um novo modelo de ensino, com uma dinâmica menos vertical entre professores e alunos e a sociedade na qual se inserem.

Freire também ganhou 41 títulos de doutor honoris causa nas maiores universidades do mundo como Harvard, nos Estados Unidos, e Oxford, no Reino Unido.

O Patrono me representa e certamente representa o lume do caminho libertador da escravidão educacional, do desconhecimento, da desinformação e da alienação cultural, dando ao indivíduo por mais simples que pareça o direito de pensar e de se tornar um animal aristotelicamente político.

Não podemos nos calar diante desse premeditado “golpe baixo”, que representa uma bandeira perigosa, uma guerra ideológica, sem precedentes na atual política midiática brasileira (PMB), fruto do projeto de governança de Bolsonaro.

É preciso reconhecer e respeitar nossa história de grandes conquistas sociais, construídas pela “direita”, pelo “centro” e pela “esquerda”. De qual lado é o que menos deve importar.

Dr. Eron Moreira

Médico e vereador de Fortaleza

Prefeito dá pontapé inicial do Parque Rachel de Queiroz

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai receber, às 11 horas de hoje, no Paço Municipal, o gerente setorial de Desenvolvimento Urbano para América Latina e Caribe do Banco Mundial, Ming Zhang. Hora de tratar sobre ações iniciais do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS), um pacote voltado especialmente para o meio ambiente.

Nesse pacote, a requalificação do Parque Rachel de Queiroz, com 200 hectares de áreas que perpassam 14 bairros. As intervenções contemplarão limpeza, dragagem, recuperação de mata ciliar e do rio, bem como a construção do parque urbano com calçadão, ciclovia, área de lazer e pontes para travessia.

Essa requalificação, assim como os demais projetos do FCS, será financiada pelo Banco Mundial, valor já aprovado pelo Senado na ordem de US$ 73,3 milhões.

(Foto – Divulgação)

Maduro diz que Justiça busca responsáveis pela tentativa de golpe

267 1

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse, nessa quarta-feira (1º), que a Justiça está em busca dos responsáveis pela revolta militar que foi contida na terça-feira (30) pelo governo, e que eles, “mais cedo ou mais tarde”, pagarão com a prisão pelo crime de traição.

“Estão fugindo de embaixada em embaixada”, disse Maduro diante de milhares de simpatizantes, que se reuniram nos arredores do Palácio Presidencial de Miraflores para celebrar o 1º de Maio, em referência ao líder oposicionista Leopoldo López, a quem não mencionou diretamente.

“A Justiça está em busca dos responsáveis e, mais cedo ou mais tarde, eles pagarão com prisão por sua traição e seus crimes”, acrescentou o presidente. “Aqui não são as balas nem os fuzis que vão impor um presidente marionete em Miraflores, é absolutamente inviável”, afirmou Maduro. “Nos próximos dias, mostrarei todas as provas de quem conspirou e como conspirou para que o povo saiba quem são os traidores e que a Justiça faça a sua parte”.

López burlou a pena de quase 14 anos que cumpria em seu domicílio. Ele acompanhou o presidente do Parlamento venezuelano, Juan Guaidó, que é reconhecido por mais de 50 países como presidente interino da Venezuela, em seu discurso aos militares, no qual pediu que se voltassem contra Maduro.

Durante a manhã dessa quarta-feira, o opositor compareceu a várias concentrações da oposição no leste de Caracas e depois se refugiou na residência do embaixador da Espanha em Caracas, Jesús Silva. As palavras de Maduro também faziam alusão a Guaidó, que liderou as manifestações da oposição em Caracas.

A Justiça venezuelana já tem duas linhas de investigação contra o líder do Parlamento: uma por ter proclamado um governo interino e outra pelos apagões que deixaram quase todo o país paralisado e às escuras em março passado.

Maduro também acusou o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, de ter conduzido pessoalmente a revolta de uns 20 militares, que classificou de “escaramuça golpista”. “Assim denuncio e peço que se averigue nos Estados Unidos as ações ilegais e golpistas de John Bolton contra a democracia venezuelana”, disse.

Guaidó afirmou que continuará libertando os presos políticos, depois que intercedeu pela libertação de López. “Vamos seguir libertando os presos políticos, (como) Juan Requesens, Gilber Caro”, disse o líder oposicionista diante de centenas de simpatizantes, no leste de Caracas, próximo a Petare, a maior favela do país.

“Estamos mais fortes, mais determinados”, insistiu o deputado, que recebeu apoio nas ruas depois de uma revolta militar fracassada que liderou na terça-feira.

Guaidó afirmou que López, que cumpria em casa uma pena de quase 14 anos de prisão, foi libertado por funcionários do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) que cumpriram sua ordem de presidente interino, depois que ofereceu a eles “anistia e garantia de indultos”.

A Venezuela vive enorme tensão política desde janeiro deste ano, quando Maduro tomou posse de um novo mandato que não é reconhecido pela oposição e por parte da comunidade internacional. Guaidó se autoproclamou presidente de um governo interino que conta com o apoio de mais de 50 países.

Paralelamente,, o país sul-americano vive a pior crise econômica de sua história, o que gera protestos diários para denunciar a escassez severa de alimentos e remédios e a péssima prestação de serviços públicos.

(Agência Brasil com informações da Deutsche Welle, da Alemanha)

 

Bolsonaro destaca MP para abertura de negócios

Em pronunciamento nesta quarta-feira (1°), o presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou a medida provisória editada nessa terça-feira (30), que trata da Declaração dos Direitos de Liberdade Econômica.

A norma estabelece regras gerais para garantir a livre iniciativa de negócios no país, de forma desburocratizada. No pronunciamento, com duração de 2 minutos e 10 segundos, o presidente disse que a MP está concretizada em direitos considerados essenciais ao crescimento do país, como desenvolver atividade econômica de baixo risco para o sustento próprio da sua família, produzir, empregar e gerar renda.

Ainda na lista de direitos garantidos pela MP, Jair Bolsonaro listou a liberdade do dono da atividade econômica definir o preço de produtos de serviços, sem interferência de qualquer autoridade. O texto garante ainda tratamento igualitário de órgãos e de entidades da administração pública. Ainda durante o pronunciamento, o presidente ressaltou que a medida restringe o papel do Estado no controle e na fiscalização da atividade econômica.

“Esse é o compromisso do meu governo com a plena liberdade econômica, única maneira de proporcionar, por mérito próprio, e sem interferência do Estado, o engrandecimento de cada cidadão”, destacou o presidente.

O presidente da República disse ainda que ainda há muito a fazer. “O caminho é longo. Eu sei que unidos ultrapassaremos essas dificuldades iniciais que são naturais nas transições de governo, especialmente se as concepções políticas forem antagônicas. O Brasil elegeu a esperança. Razão pela qual estarei sempre atento para não decepcioná-los. É o meu compromisso com você, nesse Dia do Trabalho”, afirmou.

(Agência Brasil)

Senai do Ceará – Transformando vidas

Com o título “Senai: transformando vidas”, eis artigo de Paulo André Holanda, diretor regional do Senai. Ele fala de projetos da entidade e os desafios na capacitando de jovens para o mercado de trabalho. Confira:

Com a missão de promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, o Senai Ceará atua há 75 anos, sobretudo, transformando vidas. Digo isso porque, em pesquisas recentes, tornou-se evidente que os jovens acreditam que cursos de educação profissional são importante caminho para conseguir o primeiro emprego, uma boa aceitação no mercado e conferem à instituição a esperança de dignificar sua vida por intermédio do trabalho.

A participação em cursos de Aprendizagem Industrial do Senai é o primeiro passo para jovens terem acesso ao primeiro emprego. No Ceará, foram capacitados mais de 200 mil durante a atual gestão do presidente Beto Studart na Fiec. Diante de tamanho sucesso, organizamos o I Fórum de Aprendizagem Industrial com a participação de representantes de órgãos fiscalizadores, empregadores da área do trabalho e empresários.

Com a aprovação da nova lei do ensino médio, que inclui formação técnica e profissional no currículo regular, o Senai, em parceria com o Sesi, tornou-se pioneiro na implantação da Educação Básica e Educação Profissional (EBEP), que articula o ensino médio do Sesi com os cursos técnicos do Senai. O Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Senai nacional, informa que o Ceará terá de qualificar 378.367 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis técnico e de qualificação profissional até 2020 em diversas áreas industriais.

Ciente da responsabilidade e munido das informações do Mapa do Trabalho Industrial, elaboramos a reconstrução do portfólio tornando mais aderente às necessidades do mercado cearense, ofertando 125 novos cursos em 15 segmentos tecnológicos para educação profissional. Ademais, o Projeto Abrigar atende adolescentes de 15 a 18 anos que estão em acolhimento institucional, proporcionando inserção no mercado por meio dos cursos técnicos do Senai através de parceria com as empresas do setor industrial.

Os jovens profissionais que dominem as novas tecnologias e tenham competências socioemocionais (que estão no nosso projeto Educar para Valores) devem se posicionar melhor diante do mercado e das inovações da Indústria 4.0, gerando produtividade, alavancando a competitividade da indústria e, sobretudo, transformando suas vidas por intermédio do trabalho qualificado digno.

*Paulo André Holandas,

Diretor regional do Senai do Ceará.

Guilherme Sampaio e “A velha nova política”

Com o título “A velha nova política”, eis artigo de Guilherme Sampaio, vereador de Fortaleza pelo PT. “Essa “velha nova política” usa a saudável indignação popular para criar, ainda mais, desgaste sobre a única arma que temos para enfrentar desigualdades e aperfeiçoar a sociedade com mais justiça e respeito à dignidade humana: a política”, diz o texto. Confira:

O termo “nova política” tem sido fartamente utilizado por “marqueteiros” para vencer eleições, atraindo o voto de um eleitorado cada vez mais descrente. Embora esteja ancorado num desgaste real das práticas políticas dominantes é fundamental compreender que, bem pior que a chamada “velha política” é a “nova velha política” que presenciamos.

Militares mais uma vez comandando um governo, sectarismos destruindo políticas públicas que foram fruto do avanço civilizatório – como vemos na educação – e, agora, a velha troca de cargos e emendas parlamentares por votos no Congresso, como tem mostrado a imprensa. Por R$ 10 milhões extras em emendas, deputados votariam a favor da reforma da previdência contra os interesses de seus eleitores.

Essa “velha nova política” usa a saudável indignação popular para criar, ainda mais, desgaste sobre a única arma que temos para enfrentar desigualdades e aperfeiçoar a sociedade com mais justiça e respeito à dignidade humana: a política!

Nesse cenário, penso que os resultados de 2018 dificilmente se repetirão na eleição do próximo ano. De um lado, teremos a decepção dos que votaram imaginando uma renovação e que assistem, agora, a mais um golpe contra seus interesses. De outro, o discurso oportunista, disfarçado de “não politica”, com o intuito de desmoralizá-la para impor os interesses do mercado.

No clarão que se abre pela retórica vazia, a velha política se revela no “toma lá, dá cá”, nos sigilos e na destruição de tudo de bom que se construiu pós-redemocratização.

Diante desse triste quadro, minha trincheira será a da resistência popular. Frustrações à parte, é assim que as democracias evoluem, com passos à frente, intercalados com aparentes recuos. Para manter a esperança é bom lembrar que nunca retornamos ao lugar de onde saiu o primeiro passo. A cada recomeço, embora não pareça, partimos de um pouco adiante. É lastimável que, enquanto isso, os mais pobres estejam pagando a pior conta.

*Guilherme Sampaio,

Vereador do PT de Fortaleza.

Parlamentares cearenses em ritmo de missão internacional

Os deputados federais cearenses José Airton Cirilo (PT) e AJ Albuquerque (PP) estão em missão oficial em Portugal. Eles integram o grupo da Comissão do Turismo da Câmara, que tem à frente o deputado  mineiro Newton Cardoso (MDB). Os deputados foram recebidos pelo embaixador brasileiro Luiz Alberto Figueiredo Machado. A comissão visitará arenas esportivas, santuários religiosos e centros de preservação do patrimônio. O objetivo é colher subsídios para ações no setor turístico do Brasil.

Já Heitor Freire, deputado federal do PSL, está na Suíça. Em missão oficial, ele confere a Convenção Internacional da Organização Mundial da Propriedade Intelectual, em Genebra. O mote ali é um debate sobre criação intelectual no mundo.

DETALHE – A Comissão  de Turismo aprovou requerimento de autoria do deputado José Airton Cirilo para a realização de um seminário no Ceará de Politicas de Desenvolvimento do Turismo.

(Foto: Divulgação)

Enquanto discute reforma da Previdência, Senado contrata 334 novos assessores

Levantamento exclusivo feito Ranking dos Políticos mostra que o Senado continua a expandir seu quadro de funcionários.

Em março, em pleno debate da reforma da Previdência, a casa contratou 334 novos assessores. Isso significa que, em apenas um mês, o Senado passou de 2.420 assessores para 2.754.

O maior cabide pertence ao excelentíssimo senador Izalci Lucas (PSDB-DF), com 74 assessores. Em seguida, Renildes Bulhões (PROS-AL) tem 64 contratados.

Já Reguffe (Sem Partido-DF) possui o gabinete mais enxuto, com 9 assessores.

Em 2018, o custo total do Senado foi de R$ 4,4 bilhões.

Deste valor, 84% (R$ 3,7 bi) foram utilizados apenas para pagamentos de servidores.

(Com Veja Online)

Tribunal vai julgar na semana que vem se Temer deve voltar para a cadeia

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal-2 deve decidir o futuro do ex-presidente Michel Temer e do ex-ministro dele, Moreira Franco, na próxima quarta-feira. É o que informa a Veja Online.

Membros da Força-Tarefa da Lava-Jato no Rio de Janeiro foram informados de que a 1ª turma do TRF-2 analisará o pedido de habeas corpus da dupla no próximo dia 8.

Temer e Moreira Franco deixaram a cadeia graças a uma liminar concedida pelo desembargador Antonio Ivan Athié, no último dia 25 de março.

(Foto – Pedro Ladeira, Folhapress)